Você está na página 1de 1

Diante dos estudos realizados, discuta com seus colegas e com seu tutor no Fórum

sobre as seguintes questões:

1) Qual a importância do fazer artístico para a formação dos estudantes?

O ensino da arte nas escolas tem sido fundamental para o desenvolvimento dos
educandos. As atividades desenvolvidas em sala de aula aumentam a percepção do
mundo em que vivemos além de desenvolver atividades motoras que estimulam a
criatividade a imaginação. A arte por si só está atrelada à educação pois é parte do
processo de formação do indivíduo, o desenvolvimento da expressão visual é uma
necessidade e um direito porque prepara a criança para as práticas sociais, não
apenas didaticamente, mas também através do consumo de arte que se dá ao longo de
toda a vida seja através do entretenimento ou das expressões artísticas oriundas de
grupos culturais com que se relaciona.

2) Como o fazer artístico pode ser trabalhado em sala de aula? Lembre ‐se de
basear suas respostas nos conteúdos indicados para estudo, além de comentar as
respostas dos colegas, pois o direcionamento compartilhado das discussões
favorecerá o processo educativo de todos.

De acordo com os PCNs, é papel da escola "ensinar a produção histórica e social da


arte e, ao mesmo tempo, garantir ao aluno a liberdade de imaginar e edificar propostas
artísticas pessoais ou grupais com base em intenções próprias. "A busca pela
implementação desta proposta fez com que o ensino da arte no Brasil tenha seguido
uma nova tendência guiada pela teoria sociointeracionista, que prega métodos de
apreciação, reflexão e produção.

Apreciação – Durante as atividades de apreciação, o aluno aumenta seu próprio


repertório. Desta forma, estabelece ligações com o que já sabe e constrói novos
conhecimentos. Isto pode ser feito através de visitas a instituições culturais, teatros e
espaços para shows e outras apresentações artísticas que permitam desenvolver o
pensamento crítico e perceber como a arte afeta cada um

Reflexão – Esta fase da reflexão é uma espécie de complemento da apreciação. A


diferença é sutil: ela tem lugar quando o estudante analisa o que viu e ouviu. Sabendo
que aquele objeto artístico foi criado em determinado contexto e que faz parte de uma
história, torna-se capaz de entender os significados atribuídos a ele. A reflexão é feita
através das discussões realizadas em classe e da leitura de críticas e resenhas, abrindo
espaço para compreenderem que há outras maneiras de entender a arte.

Produção – Refere-se aos processos de criação propriamente ditos, realizados pelos


alunos individualmente ou em grupo. As criações deverão explorar os conceitos
anteriormente analisados nas etapas anteriores, colocando em prática o que foi
aprendido.