Você está na página 1de 4

ESCOLA ESTADUAL PADRE JOSÉ E ANCHIETA.

ENSINO FUNDAMENTAL II
Aluno(a):______________________________________________________ nº. ________ 8º. Ano _____
Professora: Simone B. C. Araujo Data: 26/06/2020
Disciplina: Arte
Conteúdo: Artes Visuais.

AULA: 17 Fotografia e procedimentos de enquadramento


Você já deve ter visto fotos em que uma pessoa aparece de corpo inteiro, ou somente da cintura pra cima, ou somente o rosto. Então, essas
formas diferenciadas de organizar a imagem na fotografia chamam-se enquadramentos. Quando você faz um enquadramento, é como se você
estivesse fazendo um recorte da imagem, escolhendo o que você gostaria que aparecesse na foto.
O enquadramento existe em qualquer tipo de fotografia, seja ela de: humanos, animais, paisagens, objetos, alimentos, etc. Observe, abaixo,
uma imagem com alguns tipos de enquadramentos possíveis.

Na fotografia não existe certo nem errado, mas alguns elementos podem auxiliar no processo de captura das imagens, deixando-as mais
interessantes. Podemos explorar os pontos de vista, ângulos diferentes. Abaixo seguem alguns exemplos de ângulos.
Outro elemento que pode ser explorado na fotografia são as linhas. Observe,
abaixo, algumas fotografias que utilizam as linhas para composição.
Agora que você aprendeu sobre alguns procedimentos técnicos e elementos
de composição da fotografia, você poderá analisar com mais critérios as fotos que
lhe forem apresentadas e, também, poderá experimentar estes procedimentos em
suas próximas fotografias.

LISTA DE EXERCÍCIOS
Agora chegou a sua vez! Mão na massa:
● Recorte um papel (de preferência mais grosso, como um papelão, por exemplo) em formato de uma moldura.
● Escolha uma área, pode ser dentro ou fora de casa (no seu quintal).
● Teste diversos pontos de vista, diversos “recortes” do ambiente, visualize através da moldura enquadramentos possíveis.
● Depois de observar diversos enquadramentos (pensando no que foi aprendido em aula) pegue um celular ou máquina fotográfica e tire algumas
fotos ou, se preferir, faça um desenho a partir do enquadramento escolhido.

AULA: 18 A Intenção da Imagem em Movimento: Arte Pré-histórica e Idade Antiga


AULA: 19 História do Cinema: Imagem em Movimento

Desde a pré-história, o período em que homens e mulheres moravam nas cavernas, o ser humano tenta através da imagem demonstrar o
movimento, seja ele de um animal correndo, de um homem jogando uma lança, etc.
Na imagem, ao lado, podemos observar uma representação de uma caçada. As posições das pernas dos animais
e dos homens simulam o movimento de correr ou saltar. Muitos pesquisadores afirmam que estes desenhos eram feitos
como uma forma de contar histórias. Hoje em dia, contamos histórias por meio de filmes, séries, novelas, livros, histórias
em quadrinhos, etc. Naquela época era através das paredes das cavernas!
Outro motivo para existência destas pinturas estaria ligado à magia, um tipo de ritual, que os seres humanos da
época, realizavam para garantir que o caçador conseguisse uma caçada bem sucedida. E você sabe como se chamam
estas pinturas que eram feitas nas cavernas? Elas são conhecidas como pinturas rupestres.
Outro povo que tentou representar através de pinturas o movimento das imagens foram os gregos. Na Grécia
antiga, a simetria (medidas e iguais) e a proporção das formas eram elementos essenciais na Arte.

Mas, esta intenção de representar o movimento por meio de imagens não ficou nas civilizações antigas, não! Esta intenção está presente
até hoje em nossa sociedade e foi através de um invento que se transformou em arte. Você sabe de qual invento nós estamos falando?
Se você respondeu: Cinema, você está correto!
Uma das tecnologias mais impressionantes desenvolvidas em nossa história foi a capacidade de captação da “imagem-movimento”, isto é,
da apreensão de imagens dinâmicas da realidade, e não estáticas (paradas), como é o caso da fotografia. A captura da “imagem-movimento” foi
possível a partir de 1889 com a criação do cinetoscópio por Thomas Edison, cientista e inventor americano
Esse invento e os modelos que o sucederam na década seguinte contribuíram para o desenvolvimento do cinema tal como o
compreendemos hoje, ou seja, a arte cinematográfica. O cinema, portanto, teve origem no cinetoscópio, que, todavia, não projetava as imagens
em telões.
Alguns anos depois a partir do cinetoscópio, foi desenvolvido o cinematógrafo, um modelo que conseguia gravar e projetar a luz das
imagens-movimento em tela, em quadros por segundo. O cinematógrafo foi criado por Auguste e Louis Lumière, conhecidos como irmãos Lumière,
e a partir de 1895, eles passaram a fazer várias produções cinematográficas de pequena capacidade e a exibi-las em sessões especiais para isso,
dando origem ao Cinema da forma como nós o conhecemos até hoje.
A primeira exibição de filme feito por Auguste e Louis ocorreu em 28 de dezembro de 1895. O filme era
intitulado “A saída da Fábrica Lumière em Lyon” e registrava a saída dos funcionários do interior da empresa
Lumière, na cidade de Lyon, na França.
Ao lado, o modelo de cinematógrafo patenteado pelos irmãos Lumière.
Agora, vamos testar os seus conhecimentos?

LISTA DE EXERCÍCIOS AULAS 18 e 19


1. Separe um momento do seu dia para observar o movimento.
Você pode, por exemplo, observar a maneira como um gato se move; a maneira como caminha; como um
cachorro balança o rabo; como o vento balança uma árvore ou uma cadeira de balanço; entre outras infinitas
possibilidades.
Tente entender o movimento por fragmentos, como uma sequência de imagens encadeadas.
2. Faça uma entrevista com, pelo menos, três membros diferentes da sua família. Se possível, procure pessoas com idades diferentes da sua.
Roteiro da entrevista:
• Qual o seu filme predileto?
• Qual o primeiro filme que você assistiu no cinema?
• Quando você tinha a minha idade qual era o seu filme preferido?