Você está na página 1de 4319

Caderno Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região

DIÁRIO ELETRÔNICO DA JUSTIÇA DO TRABALHO


PODER JUDICIÁRIO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

Nº3095/2020 Data da disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020. DEJT Nacional

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região RECURSO DE REVISTA

Trata-se de Recurso de Revista interposto por WILSDRIANA CRIS


Valdir José Silva de Carvalho
SIMOES DE SIQUEIRA LOPES, em face de acórdão proferido em
Desembargador Presidente do TRT da 6ª Região
sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como

Dione Nunes Furtado da Silva recorrida, EBD NORDESTE COMÉRCIO LTDA..

Desembargadora Vice-presidente do TRT da 6ª Região CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

A fim de evitar futuros questionamentos, de logo esclareço que,


Maria Clara Saboya Albuquerque Bernardino embora o tema das Ações Declaratórias de Constitucionalidade 58
Desembargadora Corregedora do TRT da 6ª Região
e 59, que têm por objeto o índice de correção monetária dos débitos

trabalhistas (TR X IPCA-E - constitucionalidade dos artigos 879, §7º


Cais do Apolo, 739
Bairro do Recife e 899, §4º, da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), na
Recife/PE redação dada pela Lei nº 13.467/2017, bem como do art. 39, caput
CEP: 50030902 e §1º, da Lei 8.177 de 1991), possua determinação de

sobrestamento dos processos, em âmbito nacional, essa não é a


Telefone(s) : (81) 32253200
hipótese dos autos.

No dia 27 de junho de 2020, o Ministro Gilmar Mendes concedeu

medida cautelar para determinar a suspensão do julgamento de


Vice-Presidência
todos os processos em curso no âmbito da Justiça do Trabalho que
Decisão Monocrática
envolvam a aplicação dos artigos arts. 879, §7º, e 899, § 4º, da
Decisão
Processo Nº ROT-0000616-46.2018.5.06.0391 CLT, com a redação dada pela Lei nº 13.467/2017, e o art. 39,
Relator MARIA DO SOCORRO SILVA
EMERENCIANO caput e § 1º, da Lei 8.177/91.
RECORRENTE EBD NORDESTE COMERCIO LTDA Posteriormente, em 1º de julho de 2020, ao analisar medida cautelar
ADVOGADO MARIA CRISTINA DA SILVA(OAB:
20796/PE) no Agravo Regimental, o ministro relator esclareceu que ficaria
RECORRENTE WILSDRIANA CRIS SIMOES DE obstada "a prática de atos judiciais tendentes a fazer incidir o índice
SIQUEIRA LOPES
ADVOGADO ADRIANA FRANCA DA SILVA(OAB: IPCA-E como fator de correção monetária aplicável em substituição
45454/PE)
à aplicação da TR, contrariando o disposto nos arts. 879, § 7º, e
RECORRIDO WILSDRIANA CRIS SIMOES DE
SIQUEIRA LOPES 899, § 4º, da CLT, com a redação dada pela Lei nº 13.467/2017".
ADVOGADO ADRIANA FRANCA DA SILVA(OAB:
45454/PE) Mas ressaltou que "a suspensão nacional determinada não impede
RECORRIDO EBD NORDESTE COMERCIO LTDA o regular andamento de processos judiciais, tampouco a produção
ADVOGADO MARIA CRISTINA DA SILVA(OAB:
20796/PE) de atos de execução, adjudicação e transferência patrimonial no

que diz respeito à parcela do valor das condenações que se afigura


Intimado(s)/Citado(s):
incontroversa pela aplicação de qualquer dos dois índices de
- EBD NORDESTE COMERCIO LTDA
- WILSDRIANA CRIS SIMOES DE SIQUEIRA LOPES correção" - destacou-se. E acrescentou que "a controvérsia sobre

eventuais valores compreendidos no resultado da diferença entre a

aplicação da TR e do IPCA-E (parcela controvertida) é que deverá

aguardar o pronunciamento final da Corte quando do julgamento de


PODER
mérito desta ADC".
JUDICIÁRIO
Na situação dos fólios, observa-se que a Turma entendeu pela

Fundamentação aplicação da TR como índice de correção monetária. Desse modo,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 2
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

apesar de a parte reclamante postular a atualização do débito § 2º, 818, 791, § 4º, 844, § 2º, 879, § 7º, da CLT; 373, I, do CPC;

trabalhista pelo IPCA-E, restou incontroverso o montante da 33, § 5º, da Lei nº 8.212/91; e

condenação estabelecido no acórdão, pois a parte demandada não - divergência jurisprudencial.

questiona o critério de atualização monetária. A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário,

Essa especificidade afasta o caso concreto da suspensão requerendo, inicialmente, a declaração de inconstitucionalidade do

processual integral determinada na Medida Cautelar, impondo-se o artigo 791-A, § 4º, da CLT, para afastar sua condenação ao

diferimento do exame do índice de correção monetária até o pagamento de honorários advocatícios. Prossegue alegando, em

julgamento do mérito da ADC pelo STF e o prosseguimento da síntese, que são devidas as horas extras e intervalo intrajornada,

análise de admissibilidade apenas dos demais tópicos recursais vez que restou demonstrado que o trabalho externo era compatível

deduzidos no apelo, como esclarecido pela decisão do Agravo com a fiscalização e o controle do horário de horário, não incidindo

Regimental mencionada acima. o disposto no artigo 62, I, da CLT. Afirma que o intervalo para

Registre-se, ainda, que, embora a questão jurídica "A majoração do descanso e alimentação não era concedido corretamente.Sustenta

valor do repouso semanal remunerado, decorrente da integração que tem direito ao intervalo previsto no artigo 384 da CLT, haja vista

das horas extras habituais, deve repercutir no cálculo das demais que, durante todo o período do contrato de trabalho, a empregadora

parcelas salariais?" (IRR-0010169-57.2013.5.05.0024) seja objeto não concedia a referida pausa.Consigna que, na base de cálculo

de Incidente de Recursos de Revista Repetitivos, atualmente em das horas extras, deve ser incluída todas as parcelas de natureza

tramitação na Corte Superior Trabalhista, com determinação de salarial.Assevera, com relação ao reflexo das horas extras, que

sobrestamento, essa não é a hipótese dos autos, pois, apesar de as deve haver a repercussão primeiro no RSR para, somente após,

razões expostas na peça de insurgência do reclamante tratarem do esse valor agregado refletir nas demais parcelas salariais, o que

tema, a matéria sequer foi analisada no acórdão impugnado, em não foi observado pela Turma. Pontua que há previsão em norma

função do indeferimento das horas extras. coletiva para se fazer a incidência dos reflexos das horas extras,

Assim, passo ao exame dos requisitos de admissibilidade do além do RSR, nos sábados e feriados.Diz que recebia ajuda de

Recurso de Revista interposto nestes autos. custa, de forma habitual, se evidenciando a natureza salarial da

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS referida parcela. Contesta sua condenação ao pagamento de

O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão honorários advocatícios sucumbenciais, alegando ser beneficiária

recorrida se deu em 28/07/2020 e a apresentação das razões da justiça gratuita, descabendo a condenação. Obtempera que os

recursais em 04/08/2020, conforme se pode ver da aba expedientes descontos fiscais e previdenciários devem ser imputados à

do PJe e do documento de Id 463553f. recorrida, porquanto a responsável pelo inadimplemento dessas

A representação processual regularmente demonstrada (Ids obrigações sociais na época oportuna.Pugna pela aplicação do

f06deb5 e 00c8772). IPCA-e na atualização das verbas trabalhistas deferidas.

Dispensado, na hipótese, o preparo (Id 3b93905). O acórdão vergastado encontra-se fundamentado na seguinte

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS direção:

PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE Dos títulos decorrentes da jornada.

HORAS EXTRAS (...)

INTERVALO INTRAJORNADA Emana das provas dos autos, portanto, que a rota da reclamante

INTERVALO PREVISTO NO ARTIGO 384 DA CLT era composta de cidades localizadas no sertão do Estado, com

REFLEXOS DAS HORAS EXTRAS / BASE DE CÁLCULO distâncias consideráveis entre um cliente e outro, o que dificulta a

AJUDA DE CUSTO / NATUREZA SALARIAL fiscalização do empregador, ainda que, a partir de 01/04/2016,

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS quando passou a atuar como vendedora, tenha recebido um tablet

DESCONTOS FISCAIS E PREVIDENCIÁRIOS da empresa para realizar as vendas.

INDEXADOR PARA ATUALIZAÇÃO MONETÁRIO / IPCA-e Dos depoimentos colhidos, percebe-se que o tablet em questão era

Alegações: dotado de sistema GPS comum aos aparelhos eletrônicos

- contrariedade às Súmulas nºs 93, 264, 338, I, 437 e às OJs nºs vinculados à internet, sendo de se ressaltar que muitas localidades

307, da SBDI-1, todas do TST; do sertão pernambucano não são satisfatoriamente alcançadas pelo

- violação aos artigos 5º, XXII, LXXIV, 7º, XXVI, da CF/88; 2º, 3º, 6º, sinal da internet, sendo ainda de conhecimento público que o

parágrafo único, 62, I, 71, §§ 2º e 4º, 74, §2º, 224, caput, 384, 457, usuário do tablet tem a opção de desligar o GPS do aparelho,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 3
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

inexistindo nos autos comprovação de fiscalização quanto a esse pelo empregador, como contraprestação do serviço, as gorjetas que

aspecto. receber. (Redação dada pela Lei nº 1.999, de 1.10.1953)

Note-se que as próprias mensagens enviadas pelo aplicativo (...)

whatsapp e os horários das vendas realizadas em locais sem § 2º - Não se incluem nos salários as ajudas de custo, assim como

acesso à rede mundial de computadores somente são enviados ao as diárias para viagem que não excedam de 50% (cinqüenta por

empregador quando re-estabelecido o sinal de internet, no entanto, cento) do salário percebido pelo empregado. (Redação dada pela

o horário que fica registrado é aquele de recebimento e não de Lei nº 1.999, de 1.10.1953)"

envio da mensagem, de forma a dificultar a fiscalização dos reais Com o escopo de evitar a fraude, o art. 457, § 2º, da CLT, acima

horários de trabalho da obreira. transcrito, estabelece um parâmetro para presunção da legalidade

Some-se a isso o fato de que a testemunha apresentada pela ou ilegalidade da medida, ao dispor que a ajuda de custos não

própria reclamante afirmou "que acredita que a partir das excedente de 50% do salário não serão compreendidas na

informações do tablet o supervisor sabia apenas o horário que remuneração do empregado.

chegavam em cada cliente, mas não o horário de saída de cada A presunção é, entretanto, meramente relativa, admitindo prova em

cliente" e que "era ela depoente que decidia o horário de parada contrário. É dizer, ainda que de valor elevado, a empresa pode

para o almoço". demonstrar que o quantum pago a título de ajuda de custos

Ademais, o fato de a reclamante ter que enviar ao seu superior realmente era necessário à realização das atividades do

hierárquico uma mensagem no início do labor e uma outra ao empregado, hipótese em que restará caracterizada a natureza

encerrar suas atividades diárias não é capaz de demonstrar os indenizatória da parcela.

horários efetivamente praticados pela obreira. In casu, admite a empresa que, além "da remuneração mensal

Ora, se a duração das visitas era extremamente variável, se a recebia a autora o valor da ajuda de custo mensal de R$ 600,00

distância entre os clientes era considerável, se havia localidades (seiscentos reais), para alimentação e despesas com

dentro da rota da reclamante sem acesso satisfatório à internet, se deslocamentos, bem como, para pernoites, caso fosse necessário"

inexistiam superiores hierárquicos à obreira na cidade que lhe (ID. 8411094 - Pág. 15).

servia de base de trabalho, todas essas circunstâncias somadas O montante é superior a 50% do salário da reclamante, como

impossibilitam o controle do horário de trabalho da obreira, restando demonstrado nos contracheques colacionados aos fólios.

caracterizado o labor externo incompatível com a fiscalização do Entretanto, a autora admitiu em seu depoimento pessoal que "era

horário de trabalho, exceção ao regramento trazido pelo capítulo II dada uma ajuda de custo de R$ 600,00 por mês, a empresa dizia

da CLT, intitulado "Da Duração do Trabalho". que era para o combustível e hotel, mas na prática só dava para o

Em consequência, ausente a obrigação da empregadora de combustível" (ID. fcd6e02).

apresentar controles de frequência e inexistente a "confissão" da ré, Assim, é incontroverso nos autos que o valor pago pela

alegada no recurso. empregadora a título de ajuda de custos não servia para remunerar

Logo, mantenho a sentença revisanda que indeferiu os pedidos de o labor da reclamante, mas sim para fazer frente às despesas

horas extras, inclusive as do art. 384 da CLT e as referentes à necessárias à realização de suas atividades laborais, de forma que

supressão do intervalo intrajornada, bem como de reflexos em mostra-se correta a sentença que reconheceu a natureza

outras verbas trabalhistas. indenizatória da parcela e indeferiu sua integração ao salário

Da ajuda de custos. obreiro.

(...) Recurso não provido, no particular.

Ao exame. (...)

De início, destaco que o contrato de trabalho da reclamante findou Dos honorários advocatícios sucumbenciais.

em 01.09.2016 e, dessa forma, foi encerrado antes da vigência da (...)

Lei n. 13.467/17, que passou a vigorar a partir de 11.11.2017 e é, Sem razão.

portanto, inaplicável ao caso em apreço. Inicialmente, destaco que a presente reclamação trabalhista foi

E o art. 457 da CLT, na redação anterior à edição da Lei n. ajuizada após a entrada em vigor da Lei nº 13.467/2017, de modo

13.467/17, dispunha o seguinte: que são perfeitamente aplicáveis à hipótese as regras processuais

"Art. 457 - Compreendem-se na remuneração do empregado, para trazidas pela Reforma Trabalhista, inclusive no tocante ao

todos os efeitos legais, além do salário devido e pago diretamente pagamento de honorários advocatícios por ambas as partes em

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 4
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

caso de sucumbência recíproca, conforme disposto no art. 791-A, 5º, incisos XXXIV e XXXV, da CR.

§3º, da CLT. Para melhor compreensão, reproduzo o aludido dispositivo legal:

Feito o registro, ressalto que o artigo 791-A, §§ 3º e 4º, da CLT (em "Art. 791-A. Ao advogado, ainda que atue em causa própria, serão

redação dada pela da Lei n. 13.467/2017), estabelece que: devidos honorários de sucumbência, fixados entre o mínimo de 5%

"Art. 791-A. Ao advogado, ainda que atue em causa própria, serão (cinco por cento) e o máximo de 15% (quinze por cento) sobre o

devidos honorários de sucumbência, fixados entre o mínimo de 5% valor que resultar da liquidação da sentença, do proveito econômico

(cinco por cento) e o máximo de 15% (quinze por cento) sobre o obtido ou, não sendo possível mensurá-lo, sobre o valor atualizado

valor que resultar da liquidação da sentença, do proveito econômico da causa.(...) § 4o Vencido o beneficiário da justiça gratuita, desde

obtido ou, não sendo possível mensurá-lo, sobre o valor atualizado que não tenha obtido em juízo, ainda que em outro processo,

da causa. créditos capazes de suportar a despesa, as obrigações decorrentes

(...) de sua sucumbência ficarão sob condição suspensiva de

§ 3º Na hipótese de procedência parcial, o juízo arbitrará honorários exigibilidade e somente poderão ser executadas se, nos dois anos

de sucumbência recíproca, vedada a compensação entre os subsequentes ao trânsito em julgado da decisão que as certificou, o

honorários. credor demonstrar que deixou de existir a situação de insuficiência

§ 4° Vencido o beneficiário da justiça gratuita, desde que não tenha de recursos que justificou a concessão de gratuidade, extinguindo-

obtido em juízo, ainda que em outro processo, créditos capazes de se, passado esse prazo, tais obrigações do beneficiário."

suportar a despesa, as obrigações decorrentes de sua sucumbência Com efeito, ao prever a possibilidade de suspensão da exigibilidade

ficarão sob condição suspensiva de exigibilidade e somente das obrigações decorrentes da sucumbência, bem como a sua

poderão ser executadas se, nos dois anos subsequentes ao trânsito extinção, conclui-se que o legislador observou a condição do

em julgado da decisão que as certificou, o credor demonstrar que beneficiário da justiça gratuita. Desse modo, a possibilidade de

deixou de existir a situação de insuficiência de recursos que condenação da parte hipossuficiente em honorários sucumbências,

justificou a concessão de gratuidade, extinguindo-se, passado esse introduzida pela Lei 13.467, de 2017, não pode ser considerada

prazo, tais obrigações do beneficiário. como um empecilho, dificultador do acesso à justiça, ante a

(...)". previsão contida no § 4º, art. 791-A, da CLT.

No tocante à inconstitucionalidade do artigo 791-A, §4º, da CLT, já Assim, rejeito a arguição de inconstitucionalidade dos artigos 791-A,

houve pronunciamento sobre o tema por esta E. Turma quando do §4º e 844, §2º, da CLT, dispensando a submissão do aludido

julgamento unânime do RO nº 0000008-79.2018.5.06.0413, ocorrido incidente ao órgão competente, consoante previsto no art. 97 da

em 31/05/2018, cujo Relator foi o Exmo. Desembargador Sérgio CR."

Torres Teixeira, de modo que, valendo-me dos princípios da Não há, portanto, falar em inconstitucionalidade do artigo 791-A,

economia e celeridade processuais, adoto como razões de decidir §4º, da CLT. Como se constata, de acordo com a nova redação

os fundamentos ali lançados e abaixo transcritos, in verbis: conferida ao art. 791-A da CLT, o fato de o reclamante ser

"Da arguição incidental de inconstitucionalidade dos artigos 791-A, beneficiário da justiça gratuita não afasta a possibilidade de ser

§4º, 790-B, caput e §4º e 844, §2º, ambos da CLT. condenado em honorários sucumbenciais.

(...) No mais, a sentença revisanda deferiu os benefícios da justiça

Diante da arguição do incidente de inconstitucionalidade, seguiu-se gratuita à obreira e a condenou ao pagamento de honorários

o ito previsto no art. 948 do NCPC, com o envio dos autos ao sucumbenciais no importe de 15% sobre o proveito econômico

Ministério Público do Trabalho, para emissão de parecer. obtido, conforme a sentença, "isto é, sobre a diferença entre o valor

Não obstante as razões expostas pelo Ministério Público do da causa (considerando apenas os valores atribuídos aos pleitos de

Trabalho (ID. 2cfee80), não vislumbro vício material, tampouco titularidade da parte autora, sem levar em conta os honorários

formal, capaz de ensejar a declaração de inconstitucionalidade dos advocatícios postulados, bem como a correção de que trata a

artigos 791-A, §4º e 844, §2º da CLT. Diversamente do que petição de ID. 05c6167) e o valor da condenação, a ser apurado em

sustenta a recorrente, tais dispositivos não afrontam o princípio do liquidação (precedentes do STJ no REsp 730861, REsp 1454777,

acesso amplo à Justiça, previsto no art. 5º, incisos XXXIV e XXXV ArRg no REsp 1096522, REsp 1346749 e AgRg no REsp 945646),

da CR. A norma esculpida no parágrafo 4º, do art. 791-A da CLT em benefício do(a)(s) advogado(a)(s) da(s) reclamada(s) que

compatibiliza a previsão dos honorários sucumbenciais trabalhistas efetivamente atuou(atuaram) no feito".

com o princípio da inafastabilidade da jurisdição, expresso no art. Ficou determinada ainda em primeiro grau a suspensão da

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 5
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

exigibilidade da verba honorária, nos termos do §4º do art. 791-A da de publicação: DEJT 29 de junho de 2018; ED-ARR 1321-

CLT. 85.2013.5.09.0019, relatora ministra Dora Maria da Costa, 8ª

Observo que, mantida a sentença que indeferiu os pedidos de horas Turma, DEJT 8 de junho de 2018; Ag-AIRR 71300-

extras, intervalo intrajornada, intervalo do art. 384 da CLT e ajuda 30.2005.5.02.0078, relator ministro Walmir Oliveira da Costa, 1ª

de custos, e considerando ainda o disposto na sentença, não há Turma, DEJT 20 de abril de 2018, dentre outros.

que se falar em valor ínfimo do proveito econômico obtido, Cabe salientar que posteriormente foi editada a Medida Provisória

ressaltando-se que trata-se do proveito econômico obtido pela ré. nº 905, de 11 de novembro de 2019/2019, que deu nova redação ao

Recurso não provido, no ponto. § 7º do art. 879 da CLT, passando a dispor expressamente a

Do índice de correção monetária aplicável. aplicação do IPCA-E, em detrimento da TR, in verbis:

(...) "§ 7º A atualização dos créditos decorrentes de condenação judicial

Sem razão. será feita pela variação do IPCA-E, ou por índice que venha

No tocante à definição do índice aplicável para a correção substituí-lo, calculado pelo IBGE, que deverá ser aplicado de forma

monetária dos débitos trabalhistas judicialmente reconhecidos pela uniforme por todo o prazo decorrido entre a condenação e o

Justiça do Trabalho (taxa TR ou Índice de Preços ao Consumidor cumprimento da sentença."

Amplo Especial -IPCA-E), vinha seguindo o entendimento Entretanto, em recente decisão monocrática, datada de 19 de

majoritário desta Egrégia 1ª Turma no sentido de aplicar o Índice de fevereiro de 2020, o Ministro do STF, Gilmar Mendes, nos autos da

Remuneração da Caderneta de Poupança (Taxa TR) até o dia ARE 1247402/MS, entendeu que o Tribunal Superior do Trabalho,

24/3/2015 e, a partir de então, a correção seria realizada pelo Índice ao consignar que o IPCA deveria ser o índice de correção monetária

de Preços ao Consumidor Amplo Especial (IPCA-E). a ser aplicado sobre débitos trabalhistas, com esteio no

A Egrégia Turma do Regional passou a adotar o posicionamento do entendimento proferido no âmbito das ADIs nºs 4.357, 4.372, 4.400

Colendo TST que, em julgamento plenário, realizado no dia 5 de e 4425 aplicou erroneamente a jurisprudência do STF, posto que,

agosto de 2015, na decisão proferida nos autos do TST-ArgInc-479- segundo seu posicionamento "ali se cuidou de hipótese relativa à

60.2011.5.04.0231, pronunciou a inconstitucionalidade por atualização monetária da condenação imposta à Fazenda Pública

arrastamento do artigo 39 da Lei nº 8.177/91, com fundamento no relativa a período compreendido entre inscrição do crédito em

entendimento sufragado pelo Superior Tribunal Federal (STF) nas precatório e o seu efetivo pagamento", concluindo que:

Ações Diretas de Inconstitucionalidade de nº 4.357, 4.372, 4.400 e "Assim, diante da constatação de que a conclusão do Tribunal de

4.425. E em sede de Embargos de Declaração (ED-ArgInc-479- origem a respeito da utilização do IPCA-E ou da TR sobre débitos

60.2011.5.04.0231), o Tribunal Superior do Trabalho modulou os trabalhistas se fundou em errônea aplicação da jurisprudência desta

efeitos da decisão, definindo o dia 25/3/2015 como o marco inicial Corte, cujos julgados no Tema 810 e ADI 4.357 não abarcam o caso

para a aplicação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo concreto para lhe garantir uma solução definitiva, é de rigor

Especial (IPCA-E) como fator de atualização. oportunizar àquela Corte eventual juízo de retratação no caso.

Passaram, então, a prevalecer os critérios de atualização monetária Ante o exposto, dou provimento ao recurso extraordinário, com base

pela TR até 24/03/2015 e o IPCA-E a partir de 25/03/2015, o que nos artigos 21, § 2º, do RISTF e 932,VIII, do NCPC e, assim, ao

restou seguido pelas Turmas do Sexto Regional. cassar o acórdão recorrido, determinar que outro seja proferido".

E tal critério de atualização monetária dos créditos trabalhistas Neste contexto, considerando a decisão do Ministro Gilmar Mendes,

permaneceu sendo adotado mesmo após a entrada em vigor da Lei do STF, ao dar provimento ao ARE nº 1247402/MS, declarando que

nº 13.467/2017(Reforma Trabalhista), que acrescentou o § 7º ao art. a tese jurídica contida no Tema 810 de Repercussão Geral do STF

879 da CLT, passando a prever, expressamente, que "A atualização e na ADI 4.357 são aplicáveis apenas em relação "a atualização dos

dos créditos decorrentes de condenação judicial será feita pela créditos judiciais da Fazenda Pública antes da expedição de

Taxa Referencial (TR), divulgada pelo Banco Central do Brasil, precatório, na forma do art. 1º-F da Lei nº 9.494/97, com redação da

conforme a Lei nº 8.177, de 1º de março de 1991.", por entender o Lei nº 11.960/09", cassando a decisão do Tribunal Superior do

Colendo TST que referido dispositivo "perdeu a sua eficácia Trabalho, por certo que não subsiste mais a inconstitucionalidade

normativa com a declaração de inconstitucionalidade parcial do art. por arrastamento do artigo 39 da Lei 8.177/91, declarada no

39 da Lei nº 8.177/91", como decidido nos seguintes precedentes: julgamento TST-ArgInc-479-60.2011.5.04.0231.

TST - RR 803020105150079, relatora Maria Cristina Irigoyen Logo, até que haja novo pronunciamento do C. TST acerca do

Peduzzi, data de julgamento: 26 de junho de 2018, 8ª Turma, data tema, e na esteira da decisão do STF acima mencionada, de se

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 6
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

considerar a constitucionalidade do art. 39 da Lei nº 8.177/91 em Ministro Gilmar Mendes já referenciada.

sua integralidade. Sendo assim, os débitos trabalhistas devem ser corrigidos

Por outro lado, como a questão acerca da inaplicabilidade da Taxa monetariamente pela TR sem qualquer limitação temporal."

Referencial (TR) na atualização do débito trabalhista foi decorrente Assim, aplica-se o índice da Taxa Referencial (TR) para atualização

da declaração de inconstitucionalidade do artigo 39, da Lei nº dos débitos trabalhistas, sem qualquer limitação temporal.

8.177/1991, o que ora é afastada, cabe definir qual o índice Nada a modificar na r.sentença, no ponto.

aplicável para fins de atualização dos créditos trabalhistas, de Reporto-me às considerações preliminares, a fim de negar

acordo com a legislação vigente em cada período de regência. provimento ao pleito relativo ao indexador para atualização

E sobre essa matéria, oportuno ressaltar que foi muito bem monetária.

analisada pelo Excelentíssimo Desembargador Eduardo Pugliesi, no No mais, não obstante o inconformismo apresentado, o presente

voto apresentado no processo nº TRT 0001899-35.2017.5.06.0102 Recurso de Revista não ultrapassa o crivo da admissibilidade

(RO), que muito embora pendente de julgamento, peço venia para recursal no que diz respeito ao pedido de declaração de

transcrever sua fundamentação: inconstitucionalidade do artigo 791-A, § 4º, da CLT, aos descontos

"Diante dessa decisão e sua repercussão geral, e por uma questão fiscais e previdenciários, e ao intervalo previsto no artigo 384 da

de disciplina judiciária, ressalvando entendimento quanto à CLT.

constatação de que a TR não recompõe às perdas inflacionárias de É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,

qualquer crédito, passo a considerar a constitucionalidade do art. 39 introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos

da Lei nº 8.177/91 em sua integralidade. Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não

Além disso, a Lei da Reforma Trabalhista inseriu o § 7º ao art. 879 conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema

da CLT, passando a dispor expressamente que a TR é o índice trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que

aplicável às suas demandas, textual: consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar

"§ 7º A atualização dos créditos decorrentes de condenação judicial tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à

será feita pela Taxa Referencial (TR), divulgado pelo Banco Central Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula

do Brasil, conforme a Lei n. 8.177, de 1º de março de 1991". vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir;

Ou seja, ambos os dispositivos legais definem a Taxa Referencial 3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e

na atualização monetária das dívidas trabalhistas constituídas em 4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de

juízo. nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho

Dito isso, resta pontuar que a Medida Provisória 905/2019 havia dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do

estabelecido algumas alterações no texto do art. 879, § 7º, da CLT, tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da

e também do art. 39, da Lei nº 8.177/91, fixando novas regras decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para

acerca do índice de correção monetária incidente nas demandas cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído

trabalhistas. pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).

Contudo, esta medida provisória não foi apreciada pelo Congresso Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista

Nacional e, antes mesmo que ela perdesse sua eficácia (art. 62, objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de

§11, da Constituição Federal), foi revogada pelo Presidente da lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas,

República por meio da MP nº 955/2020. impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda,

O efeito jurídico que se extrai de sua revogação é a perda de juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.

eficácia desde sua publicação. A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes

Destaque-se também que estão previstos julgamentos pelo STF, precedentes da Corte Superior Trabalhista:

desta feita, em sede de controle concentrado de EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO

constitucionalidade, acerca do teor do art. 879, § 7º, da CLT, via EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº

ADC's 58 e 59, e ADI 5867. 13.015/2014. RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A

Porém, até sua apreciação, consolida-se a TR como índice de TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE

correção monetária aplicável aos processos trabalhistas, com IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO

espeque não apenas no art. 39 da Lei nº 8.177/91, mas também no DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º

art. 879, § 7º, da CLT, e na decisão monocrática proferida pelo -A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 -

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 7
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

A e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que decisão que pretende reformar, o que não supre a necessidade de

versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in delimitar, de forma clara e objetiva, os pontos controvertidos em

itinere e multa por embargos de declaração protelatórios, relação aos quais entende que houve violação legal ou divergência

ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896, jurisprudencial, requisito indispensável para o recebimento do

§ 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem recurso.

transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o Ressalto que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o Ag-AIRR-

prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não 10992-18.2015.5.01.007, entendeu da mesma forma que o acima

se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos exposto, ao consignar que "a SBDI-1 desta Corte, interpretando o

literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no alcance da previsão contida no art. 896, § 1º-A, da CLT, incluído

recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da pela Lei nº 13.015/2014, firmou jurisprudência no sentido de ser

controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma imprescindível a transcrição da fração específica da fundamentação

do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em regional que consubstancie o prequestionamento da matéria contida

comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali nas razões recursais, "não se admitindo, para tanto, a mera

inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da indicação das páginas correspondentes, paráfrase, sinopse,

decisão regional que consubstancia o prequestionamento da transcrição integral do acórdão recorrido, do relatório, da ementa ou

controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a apenas da parte dispositiva" (TST-E-ED-RR-242-

alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse 79.2013.5.04.0611, Rel. Min. José Roberto Freire Pimenta, DEJT

aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de 25/5/2018).

admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de Em sucessivo, confrontando os argumentos da parte recorrente com

propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de os fundamentos do acórdão, verifico que, no tocante aos temas

Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de relativos às horas extras (reflexos e base de cálculo), ao intervalo

revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e intrajornada, à natureza salarial da ajuda de custo e aos honorários

conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente advocatícios sucumbenciais, a Revista não comporta

subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo. processamento, pois o Regional decidiu as questões veiculadas no

Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a presente apelo com base no conjunto probatório contido nos autos e

violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica na legislação pertinente à espécie, não se vislumbrando as

da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa violações e as contrariedades invocadas. Na verdade, o

e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no inconformismo

relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que com a solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa

contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a daquela conferida pelo Colegiado. Além disso, as alegações

formação de precedentes como elementos de estabilidade e a lançadas pela parte nas razões recursais, em sentido contrário,

decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência somente seriam aferíveis por meio de reexame fático e probatório, o

nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos que não é possível através desta via recursal (Súmula nº 126 do

conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552- Órgão de Cúpula da Justiça do Trabalho).

07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra Outrossim, melhor sorte não teria a recorrente em sua pretensão de

Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT ser recebida a Revista por divergência jurisprudencial indicada,

de 16/06/2016). porque ela não traz as mesmas premissas fáticas da decisão

Na hipótese dos autos, no tocante ao pedido de declaração de recorrida, sendo, portanto, inespecífica (Súmulas nºs 23 e 296 da

inconstitucionalidade e aos descontos fiscais e previdenciários, Corte Superior Trabalhista).

considerando que a recorrente não cuidou de transcrever, nas CONCLUSÃO

razões do recurso, os trechos da decisão recorrida que configuram Diante do exposto, DENEGOseguimento ao Recurso de Revista.

o prequestionamento da controvérsia, inviabilizado está o Cumpram-se as formalidades legais.

processamento de seu apelo, nos termos da norma consolidada Intimem-se.

acima mencionada. NUGEP/jps

Com relação ao intervalo previsto no artigo 384 da CLT, observo

que a parte recorrente transcreveu apenas pequeno trecho da Assinatura

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 8
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. de saúde, sem qualquer custo para o empregado, apontando para

contrariedade à Súmula nº 440 do TST. Aduz que a concessão do

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA mencionado benefício é mera liberalidade do empregador, de

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região maneira que não integra o contrato de trabalho, nem configura
Decisão direito adquirido do empregado. Afirma que o autor encontra-se
Processo Nº RORSum-0001066-34.2019.5.06.0009
Relator FABIO ANDRE DE FARIAS aposentado por invalidez tendo direito à manutenção do plano de
RECORRENTE BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. saúde nas mesmas condições dos trabalhadores ativos que,
ADVOGADO MARCIA MARIA ROCHA DE
SOUZA(OAB: 41325/PE) conforme prova documental, não utilizam a assistência de forma
ADVOGADO GUILHERME DE CASTRO gratuita. Ressalta que observa as diretrizes da Lei nº 9.656/1998,
BARCELLOS(OAB: 56630/RS)
RECORRIDO DANIEL LUIZ DA SILVA que impõe ao segurado a participação no custeio do benefício. Diz
ADVOGADO LUIZ GUILHERME PESSOA que, caso mantida a decisão, a contribuição mensal devida pelo
CANTARELLI(OAB: 49402/PE)
ADVOGADO IRIS CARNEIRO DA SILVA(OAB: acionante "recairá sobre os demais beneficiários do plano,
38118/PE)
ocasionando o enriquecimento indevido do recorrido, violando o
ADVOGADO VALDER RUBENS DE LUCENA
PATRIOTA(OAB: 10203/PE) disposto no artigo 884, do Código Civil". Cita jurisprudência

corroborando com a tese recursal.


Intimado(s)/Citado(s):
Da decisão impugnada, reporto-me aos fundamentos que seguem:
- BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
- DANIEL LUIZ DA SILVA "Da concessão de plano de saúde durante suspensão

contratual.

(...)

Com efeito, embora o autor haja participado do custeio do plano de


PODER
saúde na modalidade coparticipação, a reclamada, por mera
JUDICIÁRIO
liberalidade, assumiu a integralidade do ônus do plano de saúde,
Fundamentação durante 4 anos, eximindo o autor da despesa.
RECURSO DE REVISTA Conforme se contata das fichas financeiras de fls. 150/154, houve a
Trata-se de Recurso de Revista interposto por BANCO cessação dos descontos referentes à assistência médica e
SANTANDER (BRASIL) S.A., em face de acórdão proferido em odontológica a partir de abril de 2015 e o restabelecimento da
sede de Recurso Ordinário, sob rito sumaríssimo, nos presentes cobrança a partir de setembro de 2019 em diante, período
autos, figurando, como recorrido, DANIEL LUIZ DA SILVA. correspondente ao telegrama de fls. 47.
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS Outrossim, em que pese a previsão contida na "Recursos Humanos:
Apelo tempestivo, tendo em vista que o acórdão foi publicado em Assistência Médica" da empresa (destacada no id cc9143a), o fato é
01/10/2020 e a apresentação das razões recursais em 06/10/2020 que ela arcou com a integralidade do plano de saúde
(conforme aba de expedientes do PJE e do documento Id 73d61e4). espontaneamente e de modo reiterado, incorporando ao contrato de
Representação processual regularmente demonstrada (Id a889f41). trabalho do autor com fulcro nos arts. 444 e 468 da CLT, e da nº
Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome do advogado Súmula n.º 51, do C. TST.
Guilherme de Castro Barcellos, inscrito na OAB/RS nº 56.630. Por fim, o desconto em conta corrente do autor, do valor atinente à
Preparo satisfeito (Ids e2110aa, 2ed024d, bd74164 e, f26dad8). coparticipação, implicaria em alteração contratual lesiva, uma vez
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS que estaria impondo condição menos vantajosa, de modo unilateral.
PLANO DE SAÚDE / CUSTEIO POR EMPREGADO Em observância aos princípios da economia e celeridade
APOSENTADO processual e visando ao atendimento da razoável duração do
Alegações: processo, adoto os fundamentos constantes da sentença como
-contrariedade à Súmula 340 do TST; razões de decidir, inclusive quanto à antecipação dos efeitos da
- violação ao artigo 884, do Código Civil; tutela, vez que considero preenchidos seus requisitos, consoante
- divergência jurisprudencial. permissão do art. 895, IV, da CLT, in verbis:
A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, nos temas (...)
acima destacados, alegando, em síntese, que se mostra Com tais considerações, nego provimento ao apelo."
equivocada a decisão quando entendeu pela manutenção do plano Confrontando as alegações recursais com os fundamentos do

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 9
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

acórdão, verifico que o julgamento decorreu da análise dos n.º 218 do TST, segundo a qual "incabível recurso de revista

elementos probatórios dos autos e da legislação aplicável à interposto de acórdão regional prolatado em agravo de

espécie, não se vislumbrando contrariedade à Súmula 440 do C. instrumento", acentuando-se - para evitar equívocos por parte da

TST, única hipótese indicada pelo recorrente, que justificaria a recorrente - que essa matéria (processamento de recursos) tem

admissibilidade do apelo pois, conforme dispõe o artigo 896, §9º, da natureza estritamente processual, ou seja, é infraconstitucional,

CLT, o processamento do Recurso de Revista, está condicionada à insuscetível, portanto, de gerar violação direta e literal de normas

existência de contrariedade a súmula de jurisprudência uniforme do constitucionais.

Tribunal Superior do Trabalho ou a Súmula vinculante do Supremo Nesse mesmo sentido, cite-se decisão da lavra do Ministro Vice-

Tribunal Federal e por violação direta da Constituição Federal. Presidente do TST à época, Milton de Moura França (Processo RE-

CONCLUSÃO AIRR-468/2006-147-15-40 - DEJT de 17.02.2009), que, apreciando

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. questão de natureza tipicamente processual (vez que limitada ao

Cumpram-se as formalidades legais. exame de pressupostos de admissibilidade de recurso

Intimem-se. extraordinário), expressou o entendimento ainda atual de que

"eventual ofensa ao preceito constitucional apontado pela recorrente

mro somente seria reflexa, por depender, primeiro, do exame da

Assinatura legislação ordinária que disciplina o procedimento recursal".

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. CONCLUSÃO

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Cumpram-se as formalidades legais.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Intimem-se.


Decisão jcos/nmgo
Processo Nº AIRO-0000646-56.2019.5.06.0291
Relator PAULO ALCANTARA
AGRAVANTE FARMACIA AZEVEDO LTDA Assinatura
ADVOGADO DANILO ALFAYA DE ANDRADE(OAB:
29726/BA) RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
ADVOGADO SILAS MARCOS DE SANTANA
LOPES(OAB: 35363/BA)
AGRAVADO MARCILENE MARIA DE ARAUJO DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
RODRIGUES FERREIRA
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
ADVOGADO LUCAS MELO DE SIQUEIRA(OAB:
33567/PE) Decisão
Processo Nº ROT-0000136-07.2019.5.06.0012
Intimado(s)/Citado(s): Relator MILTON GOUVEIA
RECORRENTE GLEYDSTONY OLIVEIRA DE LIMA
- FARMACIA AZEVEDO LTDA
ADVOGADO FERNANDO DE OLIVEIRA
- MARCILENE MARIA DE ARAUJO RODRIGUES FERREIRA SOUZA(OAB: 1996-A/PE)
RECORRENTE ATENTO BRASIL S/A
ADVOGADO LEONARDO SANTOS DE
SOUZA(OAB: 14926/BA)
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES
PODER PESSOA(OAB: 47688/PE)
JUDICIÁRIO RECORRIDO GLEYDSTONY OLIVEIRA DE LIMA
ADVOGADO FERNANDO DE OLIVEIRA
SOUZA(OAB: 1996-A/PE)
Fundamentação
RECORRIDO ATENTO BRASIL S/A
RECURSO DE REVISTA EM SEDE DE AGRAVO DE ADVOGADO LEONARDO SANTOS DE
SOUZA(OAB: 14926/BA)
INSTRUMENTO - IMPOSSIBILIDADE
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES
Vistos etc. PESSOA(OAB: 47688/PE)

Trata-se de Recurso de Revista, interposto pela FARMÁCIA


Intimado(s)/Citado(s):
AZEVEDO LTDA., do acórdão proferido no julgamento do Agravo - ATENTO BRASIL S/A
de Instrumento em Recurso Ordinário oposto nos presentes autos, - GLEYDSTONY OLIVEIRA DE LIMA

figurando, como recorrida, MARCILENE MARIA DE ARAÚJO

RODRIGUES FERREIRA.

Neste caso, o apelo não comporta admissibilidade à luz da Súmula

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 10
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- JULITA SOUZA DA SILVA


PODER - JURANDIR PIRES GALDINO & CIA LTDA

JUDICIÁRIO

Fundamentação

AGRAVO DE INSTRUMENTO PODER

Vistos etc. JUDICIÁRIO

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por GLEYDSTONY


Fundamentação
OLIVEIRA DE LIMA, da decisão que denegou parcialmente o
RECURSO DE REVISTA
processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos,
Trata-se de Recurso de Revista interposto por JURANDIR PIRES
figurando, como agravado, ATENTO BRASIL S/A.
GALDINO & CIA LTDA. (EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL),contra
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 9/10/2020, e
acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário, nos autos da
apresentadas as razões deste Agravo em 21/10/2020, configurou-se
presente Reclamação Trabalhista, figurando,como
a sua tempestividade (conforme documentos de Ids f847559 e
recorrida,JULITA SOUZA DA SILVA.
d369755), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
corrente ano (Ordem de Serviço TRT6/GP n.º 234/2019).
A ciência do acórdão prolatado deu-se em 02.09.2020 e as razões
Representação processual regularmente demonstrada (Id 0f85ed9).
recursais foram apresentadas em 11.09.2020, conforme se pode ver
Preparo dispensado (Ids 6087fea e ec09db8).
da aba de expediente do Pje e do documento de Id c4eac3a.
Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
Representação processual regularmente demonstrada (Id 67137e9).
fundamentação, e, por via de consequência, determino o
Defiro o pleito de notificação exclusiva em nome do advogado
processamento do presente Agravo.
Luiz Felipe Farias Guerra de Morais, OAB/PE 22.622.
Intimem-se as partes, inclusive o agravado para, querendo, oferecer
Preparo dispensado, nos termos do acórdão de Id d3078ab.
contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
Revista.
JUSTIÇA GRATUITA
Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
MULTAS DOS ARTIGOS 467 E 477 DA CLT
Tribunal Superior do Trabalho.
JUROS DE MORA E CORREÇÃO MONETÁRIA

- contrariedade à Súmula 388 do TST;


eq
- violação aos artigos 477 e 501 da CLT; 172 da Lei nº 11.101/2005;

9º, inciso II, da Lei Nº 11.101/2005; e


Assinatura
- divergência jurisprudencial.
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
A parte recorrente, insurgindo-se contra o acórdão turmário, renova,

inicialmente, o pleito de concessão dos benefícios da justiça


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
gratuita, apontando para dificuldades financeiras. No mérito,
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
contesta as multas previstas nos artigos 467 e 477 da CLT,
Decisão
argumentando que, diante da peculiar situação em que se encontra,
Processo Nº ROT-0000056-58.2019.5.06.0007
Relator MARIA DO SOCORRO SILVA mediante um concurso de créditos perante o Juízo de Recuperação
EMERENCIANO
RECORRENTE JURANDIR PIRES GALDINO & CIA Judicial, resta impossibilitada de arcar com as verbas
LTDA
incontroversas, na data do comparecimento a esta Justiça
ADVOGADO LUIZ FELIPE FARIAS GUERRA DE
MORAIS(OAB: 22622/PE) Especializada. Alega que a situação econômica em que se encontra
RECORRENTE JULITA SOUZA DA SILVA
justifica a dificuldade de quitação das verbas rescisórias no prazo
ADVOGADO SORAYA MENDES RIBEIRO(OAB:
21876/PE) legalmente definido. Impugna a incidência de juros de mora e
RECORRIDO JULITA SOUZA DA SILVA
correção monetária, afirmando que, em plano de recuperação
ADVOGADO SORAYA MENDES RIBEIRO(OAB:
21876/PE) judicial, só incidem até a data do pedido de habilitação, nos termos
RECORRIDO JURANDIR PIRES GALDINO & CIA
LTDA do art.9º, inciso II, da Lei nº11.101/2005.
ADVOGADO LUIZ FELIPE FARIAS GUERRA DE Do acórdão hostilizado, exsurgem os fundamentos que se seguem
MORAIS(OAB: 22622/PE)
(Id d3078ab):
Intimado(s)/Citado(s): " (...)

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 11
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Inicialmente, cumpre destacar que foi deferida a Recuperação formalidades legais, bem como das contrarrazões, que

Judicial da empresa recorrente, conforme decisão proferida pelo regularmente apresentadas.

MM. Juízo da 5ª Vara Cível da Capital, nos autos do Processo de nº DO MÉRITO:

0000869-62.2019.8.17.2001 (ID. 6e99871). RECURSO DA RECLAMADA

E por certo que o §10 do art. 899 da CLT estabelece a isenção do Das multas dos arts. 467 e 477, §8º da CLT.

depósito recursal aos beneficiários da justiça gratuita, entidades (...)

filantrópicas e empresas em recuperação judicial, o que abrange a O artigo 467 da CLT (com a redação dada pela Lei n. 10.272/2001),

situação da recorrente. assim dispõe que: "Em caso de rescisão de contrato de trabalho,

Não obstante, necessário o exame do pedido de gratuidade da havendo controvérsia sobre o montante das verbas rescisórias, o

justiça para fins de isenção das custas processuais, o que passo a empregador é obrigado a pagar ao trabalhador, à data do

fazer. comparecimento à Justiça do Trabalho, a parte incontroversa

A concessão da gratuidade da justiça no âmbito desta dessas verbas, sob pena de pagá-las acrescidas de cinqüenta por

Especializada sempre esteve relacionada à condição de cento".Grifei.

hipossuficiente do trabalhador, que, impossibilitado de arcar com as O referido dispositivo é claro no sentido de estabelecer como fato

despesas do processo, acabava por ver restringido o seu direito de ensejador da multa em comento o não pagamento, na primeira

acesso à justiça. audiência, das verbas incontroversas, ou seja, daquelas que a

A jurisprudência pátria vem declarando a possibilidade de reclamada admite serem devidas à parte autora.

concessão da benesse também ao empregador, ainda que pessoa E é justamente essa a hipótese dos autos, uma vez que a

jurídica, de maneira excepcional e apenas se demonstrada a reclamada admitiu ser devedora das verbas rescisórias, entretanto,

insuficiência econômica para o custeio do processo. Nesse sentido, não providenciou o pagamento das mesmas na primeira sessão de

inclusive, o artigo 98, do CPC/15. audiência, o que atrai a aplicação da referida penalidade.

In casu, de se constatar que a recorrente se encontra em processo Assim, correta a sentença revisanda, ao deferir a multa em tela.

de recuperação judicial, o que comprova a sua hipossuficiência Já a multa prevista no art. 477, § 8º, da CLT, é devida quando

financeira e a não concessão da gratuidade da justiça, nesses ocorre o pagamento das verbas rescisórias além do prazo

casos, poderá prejudicar ainda mais sua situação econômica, estabelecido no § 6º, do aludido dispositivo legal celetista, qual seja,

inclusive com a possibilidade de lhe ser cerceado o acesso à até dez dias contados a partir do término do contrato, conforme

justiça, direito constitucionalmente sedimentado. redação dada pela Lei nº 13.467/2017, a qual é aplicável ao caso,

Assim, encontrando-se a recorrente em Recuperação Judicial, de se tendo em vista que a rescisão contratual se deu após a entrada em

entender que preenche os requisitos para o deferimento da vigor da Reforma Trabalhista.

concessão da gratuidade de justiça, nos termos da Lei nº 1.060/5.É Nesse sentido, a Súmula nº 23 desse Regional (...)

que, essa é situação, que por si só já denota a fragilidade Na hipótese dos autos, restou devidamente incontroversa a mora no

econômica da empresa a justificar pois, a concessão da gratuidade pagamento das verbas rescisórias, o que atrai a incidência da multa

da justiça. em questão.

(...) Por fim, cumpre destacar que o fato de a empresa reclamada estar

Como visto, não resta dúvida que a recorrente se encontra em em Recuperação Judicial não obsta, por si só, a incidência das

Recuperação Judicial, situação que, por si só, já demonstra a sua multas previstas nos artigos 467 e 477, da CLT, quando

insuficiência financeira. comprovado que não pagou as verbas rescisórias no prazo legal, e

De se conceder, portanto, a gratuidade da justiça à recorrente, sequer quitou os títulos rescisórios incontroversos, quando do

isentando-a do recolhimento das custas do Processo. E quanto ao comparecimento à Justiça do Trabalho, sendo certo que os efeitos

depósito recursal já destacado que há isenção legal. Assim porque da Súmula nº 388 do C. TST são restritos à hipótese de falência,

cabe a esta Instância "ad quem" exercer o juízo de admissibilidade que não é o caso vertente.

recursal. (...)

Defiro, portanto, o requerimento de concessão dos benefícios da Destarte, não merece reforma a sentença revisanda, que deferiu o

justiça gratuita à ora recorrente, rejeitando, por consequência, a pagamento das multas previstas nos artigos 467 e 477, § 8º, da

preliminar de não conhecimento do Recurso por deserção. CLT.

Assim, conheço do Recurso ordinário interposto, por observadas as Nego provimento ao Recurso.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 12
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

(...)

Dos juros e correção monetária. Assinatura

Por fim, e considerando estar em Recuperação Judicial, sugere que, RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

nos moldes do art. 9º, II da Lei 11.101/2005, os juros de mora e

correção monetária só devem incidir até a data do pedido de DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

habilitação, pugnando constar dita limitação nesta decisão. Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Não lhe assiste razão. Decisão


Processo Nº ROT-0001456-90.2017.5.06.0003
Isto porque, o art. 9º, II, da Lei 11.101/2005 não determina a Relator PAULO ALCANTARA
limitação dos juros e correção monetária à data do pedido de RECORRENTE ANTONIO ROBERTO DE LIMA
ADVOGADO CARLOS GONÇALVES DO
recuperação judicial. O dispositivo apenas estabelece que a RÊGO(OAB: 13671/PE)
habilitação feita pelo credor deve ser realizada com o valor do RECORRIDO WHIRLPOOL S.A
ADVOGADO FABIANNA CAMELO DE SENA
crédito já devidamente atualizado. ARNAUD(OAB: 19495/PE)
Ademais, o art. 124 da mencionada lei, o qual trata da ADVOGADO ALEXANDRE DE ALMEIDA
CARDOSO(OAB: 1974/PE)
inexigibilidade dos juros, somente se aplica à massa falida, não se ADVOGADO DANIEL DE LUCCA E CASTRO(OAB:
137169/SP)
estendendo às empresas em recuperação judicial.
RECORRIDO BUD COMERCIO DE
(...) ELETRODOMÉSTICOS LTDA
ADVOGADO FABIANNA CAMELO DE SENA
Nego provimento ao Recurso da reclamada, neste ponto." ARNAUD(OAB: 19495/PE)
No tocante ao pleito de concessão dos benefícios da justiça ADVOGADO ALEXANDRE DE ALMEIDA
CARDOSO(OAB: 1974/PE)
gratuita, falece interesse à recorrente, ante a fundamentação ADVOGADO DANIEL DE LUCCA E CASTRO(OAB:
137169/SP)
constante do acórdão impugnado acerca da matéria: "(...) não resta
TERCEIRO VITOR BRANDIZZI (testemunha
dúvida que a recorrente se encontra em Recuperação Judicial, INTERESSADO arrolada pela reclamada)

situação que, por si só, já demonstra a sua insuficiência financeira.


Intimado(s)/Citado(s):
De se conceder, portanto, a gratuidade da justiça à recorrente, - ANTONIO ROBERTO DE LIMA
isentando-a do recolhimento das custas do Processo. E quanto ao - BUD COMERCIO DE ELETRODOMÉSTICOS LTDA
- WHIRLPOOL S.A
depósito recursal já destacado que há isenção legal(...)".

Com relação aos demais temas, confrontando os argumentos

lançados pela recorrente com os fundamentos constantes do

acórdão vergastado, tenho que o apelo não comporta PODER


processamento, vez que o julgamento decorreu da análise dos JUDICIÁRIO
elementos de convicção da Turma julgadora, tendo por escopo a
Fundamentação
legislação pertinente a cada matéria. Na realidade, o insurgimento
RECURSO DE REVISTA
da parte cinge-se ao inconformismo com o desfecho dado às
Trata-se de Recurso de Revista interposto por WHIRLPOOL S.A. e
questões, o que não se enquadra em nenhuma das hipóteses
BUD - COMÉRCIO DE ELETRÔNICOS LTDA. em face de acórdão
previstas nas alíneas "a", "b" e "c", do artigo 896 da CLT, capaz de
proferido em sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos,
ensejar o recebimento do Recurso de Revista. Cumpre notar, ainda,
figurando, como recorrido, ANTÔNIO ROBERTO DE LIMA.
que a apreciação das alegações recursais, como expostas,
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
implicaria, necessariamente, o reexame de fatos e provas,
O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão
procedimento vedado mediante esta via recursal, conforme
se deu em 28/08/2020 e a apresentação das razões recursais em
entendimento consolidado na Súmula 126 do TST, a inviabilizar o
10/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do PJE e
processamento do recurso, inclusive, por dissenso jurisprudencial
do documento de Id 01db1c2.
(Súmula 291, I, desse mesmo Órgão Superior).
Representação processual regularmente demonstrada (Ids d11a000
CONCLUSÃO
e 1609053). Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome do
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao recurso de revista.
advogado ALEXANDRE DE ALMEIDA CARDOSO, OAB/PE 1.974A.
Cumpram-se as formalidades legais.
Regular o preparo (Ids f40dd29, c811232, 1ed2fef, e 796d962).
Intimem-se.
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
vo/vmm
NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 13
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

JURISDICIONAL E POR CERCEAMENTO DO DIREITO DE "Do vínculo de emprego.

DEFESA (...)

VÍNCULO DE EMPREGO - REPRESENTANTE COMERCIAL Sopesando o acervo probatório constante dos autos, considerando-

AUTÔNOMO se o critério objetivo da distribuição do ônus da prova, ao admitir a

RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA / GRUPO ECONÔMICO prestação de serviços autônomo pelo Reclamante, sem

Alegações: subordinação jurídica, a Reclamada atraiu o ônus de comprovar o

- contrariedade à Súmula 331, do TST; fato obstativo da relação de emprego e, deste encargo, não se

- violação aos artigos 1º, IV, 5º, II, LIV, LV, 93, IX, 170, "caput", IV, desvencilhou a contento.

da Constituição Federal; 2º, §2º, 3º, 818, 821, §1º, 832, da CLT; Verifica-se, pois, a existência de prova (subordinação jurídica) da

369, 370, 373, I, 373, 389, 489, II e IV, do CPC; 1º, 28, 29, 42, da efetiva prestação de serviços "celetista" pelo recorrente as

Lei 4.886/65; reclamadas no período alegado. Pois, restou suficientemente

- violação à decisão ADPF 324 e RE 958252 do STF; e comprovado que a relação jurídica havida entre os litigantes era de

- divergência jurisprudencial emprego, visto que presente um dos elementos essenciais para a

A parte recorrente argui nulidade processual, por negativa de caracterização do vínculo empregatício: a subordinação jurídica.

prestação jurisdicional, apontando violação aos artigos 93, IX, da Em primeiro lugar, destaco que é incontroversa a existência de

Constituição Federal; 832, da CLT e 489, do CPC. Argumenta que o grupo econômico entre as reclamadas, conforme elas próprias

Colegiado quedou-se silente, mesmo instado a se manifestar, aduzem em sede defensória.

através dos Embargos de Declaração opostos, sobre contradições e Com efeito, a testemunha José Marcolino da Silva Filho revela o

omissões existentes nos fundamentos do acórdão, no tocante ao grau de subordinação existente entre as reclamadas e os supostos

reconhecimento do vínculo empregatício, inclusive, quanto à análise representantes comerciais. Disse ele na assentada:

da decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal nos autos da (...)

ADPF 324 e RE 958252. Em seguida, suscita nulidade processual, Exsurge assim dos autos, ao contrário do alegado pelas

por cerceamento do direito de defesa, pela afronta do acórdão aos reclamadas, que o reclamante não era autônomo, pois não tinha

artigos 5º LVI e LV da Constituição Federal, 818, §1º, 821 da CLT; controle sobre sua carteira de clientes, era treinado pelas

369, 370, 373 e 389, do CPC, em face do indeferimento, pelo Juízo reclamadas e remunerado por elas pelas atividades determinadas

de Primeiro Grau, do pedido de produção de prova documental. Na unilateralmente pelas empresas. Logo, ficou demonstrado nos autos

sequência, pugna pela reforma do acórdão para afastar o o elemento fático-jurídico da subordinação jurídica.

reconhecimento do vínculo empregatício com a BUD - COMÉRCIO Nesse sentido está a jurisprudência desse Tribunal, que já teve a

DE ELETRÔNICOS LTDA. e a condenação solidária das empresas. oportunidade de se manifestar sobre a mesma matéria, em

Alega, em resumo, que a natureza dos serviços prestados pelo processos em que as mesmas empresas aqui acionadas foram

reclamante se amoldam perfeitamente ao exato objeto do contrato igualmente demandadas, como é o caso do Processo nº 0000845-

de representação comercial celebrado com a BRASCOM, além do 74.2017.5.06.0121, de relatoria do Excelentíssimo Desembargador

que, a fraude alegada pelo recorrido não foi demonstrada nos autos. Fábio André de Farias, julgado por esta Turma em 12/02/2019,

Destaca que a imposição de vendas é elemento inerente ao destacando-se também o Processo nº 0001098-79.2014.5.06.0020,

mencionado contrato, não sendo suficiente para descaracterizá-lo. relatado pelo Excelentíssimo Desembargador Ruy Salathiel de A. M.

Aduz que as obrigações contratuais do representante não se Ventura na Terceira Turma, julgado no dia 17/07/2017.

confundem com subordinação, não restando provados os requisitos De resto, nenhum outro meio de prova empresta suporte fático à

caracterizadores da relação de emprego. Ressalta, a propósito, que tese da peça de defesa.

o autor tinha total liberdade para "elaborar seu roteiro e escolher a Desta feita, em sendo a reclamada a beneficiária direta dos serviços

quem fornecer os produtos". Aduz, também, que não resultaram executados pelo Autor, relacionados às suas atividades fins, como

comprovados os requisitos previstos no §2º, do artigo 2º, da CLT, dito alhures, a existência de empresas interpostas contratando

para reconhecimento do grupo econômico. Aduz, por conseguinte, trabalhadores, não tem relevância, porquanto sem amparo legal,

que o acórdão violou os artigos 1º, IV, 5º, II, 170, "caput", IV, da formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços,

Constituição Federal; 1º, 28, 29, 42 da Lei 4.886/65; 2º, "caput", §2º, consoante item I da Súmula 331, do TST.

3º,9º, 818, da CLT e, 373, I, do CPC. (...)

Do acórdão impugnado reporto-me aos fundamentos que seguem: Quanto à alegada nulidade processual, por negativa de prestação

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 14
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

jurisdicional, não obstante o inconformismo apresentado, o apelo próprias aduzem em sede defensória", demais disso concluiu que

não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal. "restou suficientemente comprovado que a relação jurídica havida

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT, entre os litigantes era de emprego, visto que presente um dos

introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos elementos essenciais para a caracterização do vínculo

Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não empregatício: a subordinação jurídica". Destarte, as alegações

conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema lançadas pelas recorrentes, em sentido contrário, somente seriam

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que aferíveis por meio de reexame fático, o que não é possível nesta via

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar recursal (Súmula nº 126 do TST). Por outro lado, melhor sorte não

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à teria a recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula divergência jurisprudencial, porque não traz as mesmas premissas

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; fáticas da decisão recorrida, incidindo à hipótese a Súmula nº 296

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e do TST.

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de CONCLUSÃO

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do Cumpram-se as formalidades legais.

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da Intimem-se.

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para mro

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído

pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017) Assinatura

Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos. Decisão


Processo Nº AIAP-0000386-39.2019.5.06.0271
Na hipótese dos autos, constato que, as recorrentes não cuidaram Relator FABIO ANDRE DE FARIAS
de transcrever, nas razões do recurso, o trecho dos embargos AGRAVANTE MARINALDO ROSENDO DE
ALBUQUERQUE
declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do Tribunal sobre ADVOGADO FERNANDA AMARANTE TORRES
BANDEIRA COUTINHO(OAB:
questão veiculada no Recurso Ordinário, para cotejo e verificação, 21063/PE)
de plano, da ocorrência da omissão. AGRAVANTE P R DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E
ALIMENTOS LTDA.
Em sucessivo, no tocante à nulidade processual, por cerceamento ADVOGADO FABIO DA COSTA E SILVA DE
MATOS PAIVA(OAB: 32176/PE)
do direito de defesa, diviso que o processamento do recurso
ADVOGADO FERNANDA AMARANTE TORRES
esbarra nas diretrizes da Súmula 297 do TST, vez que não houve BANDEIRA COUTINHO(OAB:
21063/PE)
pronunciamento do Regional sobre o argumento do indeferimento, AGRAVADO MARCOS ALVES DE MORAES
PEREIRA
pelo Juízo de Primeiro Grau, do pedido de produção de prova
ADVOGADO Fernando Cláudio de Aguiar
documental e, a decisão dos Embargos de Declaração opostos, Cavalcanti(OAB: 11750-D/PE)
ADVOGADO NILVAN XAVIER DA SILVA(OAB:
nada tratou sobre o tema para garantir o prequestionamento. 34720/PE)
Na sequência, confrontando as razões recursais como os TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (PGF)
INTERESSADO
fundamentos do acórdão, quanto ao reconhecimento da relação

empregatícia e da existência de grupo econômico, entendo que a Intimado(s)/Citado(s):


- MARCOS ALVES DE MORAES PEREIRA
Revista não merece processamento. Verifica-se que o Regional
- MARINALDO ROSENDO DE ALBUQUERQUE
decidiu as questões veiculadas no presente apelo com base no - P R DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E ALIMENTOS LTDA.
conjunto probatório contido nos autos e na legislação pertinente à

espécie, consistindo a insurgência, quando muito, em interpretação

diversa daquela conferida pela Corte Revisanda.


PODER
Frise-se que o Colegiado entendeu que era "incontroversa a
JUDICIÁRIO
existência de grupo econômico entre as reclamadas, conforme elas

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 15
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Fundamentação

AGRAVO DE INSTRUMENTO
PODER
Vistos etc.
JUDICIÁRIO
Trata-se de Agravo de instrumento, interposto por PR

DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E ALIMENTOS LTDA., da decisão Fundamentação

que denegou o processamento de Recurso de Revista, oposto nos RECURSO DE REVISTA

presentes autos, figurando como agravados, MARINALDO Trata-se de Recurso de Revista interposto por SAULO LOPES DE

ROSENDO DE ALBUQUERQUE e MARCOS ALVES DE MORAES MENDONÇA NEVES, em face de acórdão proferido em sede de

PEREIRA. Recurso Ordinário, nos autos da presente Reclamação Trabalhista,

Publicada a decisão agravada no DEJT em 13/10/2020, e figurando, como recorrido, CLARO S.A.

apresentadas as razões deste Agravo em 20/10/2020, configurou-se PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

a sua tempestividade, conforme documentos Ids ac916ce e Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se

7d370c2. deu em 25/08/2020 e a apresentação das razões recursais, em

Representação processual regularmente demonstrada (Id e6af365). 02/09/2020, conforme se pode ver da aba de Expedientes do PJE e

Preparo desnecessário, por se cuidar de inconformismo contra do documento de Id 6033fef.

decisão de natureza interlocutória. Representação processual regularmente demonstrada (Ids

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria 6965655).

fundamentação, e inobstante o flagrante não cabimento do Recurso Preparo dispensado (Id db8086c).

de Revista que se pretende destrancar, determino o processamento PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

do presente Agravo, pois a competência para lhe negar seguimento ADICIONAL DE PERICULOSIDADE

cabe ao presidente do TST, conforme artigo 2.º, II, do Ato n.º Alegações:

310/SETPOEDC.GP, de 19 de maio de 2009. - contrariedade à Súmula 364 e à Orientação Jurisprudencial 347,

Intimem-se as partes, inclusive os agravados para querendo, da SBDI-I, ambas do TST.

oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, alegando,

Recurso de Revista. em suma, que se mostra equivocada a decisão quando manteve a

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao improcedência do pedido de adicional de periculosidade, com base

Tribunal Superior do Trabalho. no laudo pericial, vez que havia o contato com o agente nocivo à

mercp saúde mesmo que ocorresse de forma intermitente, nos termos da

Assinatura Súmula 364, do TST. Diz que resultou demonstrado que o

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. reclamante prestava serviços em contato com postes de iluminação

energizados, estando sujeito a choques elétricos, o que atrai a

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA incidência da OJ 347, da SBDI-I, do mesmo Órgão de Cúpula.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Do acórdão hostilizado, extrai-se a seguinte fundamentação:


Decisão "[...] Nos termos do art. 193 da CLT, são consideradas atividades ou
Processo Nº ROT-0000726-48.2018.5.06.0002
Relator Eduardo Pugliesi operações perigosas, na forma da regulamentação aprovada pelo
RECORRENTE SAULO LOPES DE MENDONCA Ministério do Trabalho e Emprego, aquelas que, por sua natureza
NEVES
ADVOGADO KAROLINE FEITOSA ESTRELA ou métodos de trabalho, impliquem risco acentuado na exposição
CAVALCANTI(OAB: 28327/PE)
permanente do trabalhador a inflamáveis, explosivos, energia
ADVOGADO ADRIANO AQUINO DE
OLIVEIRA(OAB: 693/PE) elétrica, roubo ou outras espécies de violência física.
RECORRIDO CLARO S.A.
Instalada a controvérsia, o Juízo a quo, em observância ao art. 195,
ADVOGADO LEONARDO SANTANA DA SILVA
COELHO(OAB: 17266/PE) § 2º, da CLT, determinou a realização de perícia técnica para
PERITO SERGIO LUIZ ALMEIDA DE
ALBUQUERQUE investigar a existência de periculosidade no ambiente laboral, cujo

laudo foi acostado aos autos sob ID d9d163e, no qual ficou


Intimado(s)/Citado(s):
consignado que o perito visitou o local de trabalho do autor,
- CLARO S.A.
acompanhado pelo obreiro, colhendo as informações pertinentes,
- SAULO LOPES DE MENDONCA NEVES
bem como que respondeu aos quesitos das partes.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 16
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Da análise da perícia, verifico que o perito concluiu ser indevido o considerada para o deslinde da controvérsia. E, no caso dos autos,

adicional de periculosidade ao reclamante, por não ter laborado em ela foi desfavorável à tese do autor.

condições periculosas, conforme seguintes termos: É verdade que o laudo pericial foi impugnado pelo reclamante,

1. CONCLUSÃO PERICIAL: contudo, a meu ver, ele não trouxe aos autos subsídios que

-NR 16 -ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS COM pudessem desconstituí-lo.

ENERGIA ELÉTRICA -ANEXO 4,aprovado pela portaria do Na hipótese, portanto, não foram produzidas provas suficientes que

Ministério do Trabalho e Emprego nº 1.078 de 16/07/2014. infirmassem a validade das conclusões do laudo, que se estruturou

Considerando que o Reclamante não executava atividades ou de forma fundamentada, observando as alegações e os

operações em instalações ou equipamentos elétricos energizados questionamentos das partes.

em alta tensão; Além disso, a conclusão do expert está em conformidade com a

Considerando que o Reclamante não realizava atividades ou Norma Regulamentadora n. 16 do Ministério do Trabalho e

operações com trabalho em proximidade, conforme estabelece a Emprego, que trata das atividades e operações perigosas.

NR-10; [...]"

Considerando que o Reclamante não realizava atividades ou Do confronto entre as razões recursais e os fundamentos do

operações em instalações ou equipamentos elétricos energizados decisum, tem-se que a Revista não comporta processamento, por

em baixa tensão no sistema elétrico de consumo -SEC. não se vislumbrarem as contrariedades apontadas, visto que o

Considerando que o Reclamante não fazia parte de empresas que Regional decidiu as matérias debatidas com base na legislação

operam em instalações ou equipamentos integrantes do sistema pertinente e de acordo com o conjunto probatório contido nos autos.

elétrico de potência -SEP Neste contexto, a insurgência consiste, tão-somente, no

CONCLUO QUE AS ATIVIDADES REALIZADAS PELO inconformismo com a solução conferida pela Corte Revisanda. Além

RECLAMANTE, NÃOSÃOCONSIDERADAS PERICULOSAS, disso, a apreciação das alegações, em sentido contrário, implicaria

CONFORME A NR 16-ATIVIDADES E OPERAÇÕES no revolvimento de fatos e provas, o que não é possível nesta via

PERIGOSASCOM ENERGIA ELÉTRICA, ANEXO 4. recursal (Súmula 126, do TST).

Nos esclarecimentos ao lado, o expert ratificou as informações CONCLUSÃO

contidas no laudo: Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

Conforme pode ser observado na descrição das atividades acima Cumpram-se as formalidades legais.

transcrita, foi considerado no Laudo Pericial, que o Reclamante Intimem-se.

subia nos postes de concreto, numa média de 5 vezes ao dia e que nbb

também foi evidenciado no Registro Fotográfico(Fotos dos postes -

item 12 do Laudo) nos endereços indicados pelo Reclamante. Assinatura

Destaco que, para a realização das atividades descritas pelo RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

Reclamante, subindo em postes, conforme observado na diligência,

não há enquadramento na NR 16, Anexo 4, conforme abaixo: DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

O Reclamante não executava atividades ou operações em Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

instalações ou equipamentos elétricos energizados em alta tensão; Decisão


Processo Nº ROT-0000186-70.2018.5.06.0011
O Reclamante não realizava atividades ou operações com trabalho Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
E MELLO VENTURA
em proximidade, conforme estabelece a NR-10;
RECORRENTE JONATAS CAVALCANTI DE
O Reclamante não realizava atividades ou operações em ALBUQUERQUE
ADVOGADO ERON RAMOS TOMAZ DA
instalações ou equipamentos elétricos energizados em baixa tensão SILVA(OAB: 27770/PE)
no sistema elétrico de consumo -SEC. RECORRIDO LIQ CORP S.A.
ADVOGADO BRUNO DE OLIVEIRA VELOSO
O Reclamante não fazia parte de empresas que operam em MAFRA(OAB: 18850-D/PE)
instalações ou equipamentos integrantes do sistema elétrico de RECORRIDO BANCO ITAUCARD S.A.
ADVOGADO MILLENA FLORENCIO
potência -SEP. AXIOTES(OAB: 36173/PE)
Ressalto que, embora a conclusão do laudo não vincule o Juízo, ADVOGADO ANTONIO BRAZ DA SILVA(OAB:
12450/PE)
tendo em vista o princípio da persuasão racional contido no art. 479

do CPC, o certo é que a análise pericial deve ser devidamente Intimado(s)/Citado(s):

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 17
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- BANCO ITAUCARD S.A. ADVOGADO SANDRO JOSE DE SOUZA


MIRANDA(OAB: 16882-D/PE)
- JONATAS CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
- LIQ CORP S.A.
Intimado(s)/Citado(s):
- ADEILTON JOSE PIMENTEL
- COMERCIAL E IMPORTADORA DE PNEUS LTDA

PODER

JUDICIÁRIO
PODER
Fundamentação
JUDICIÁRIO
AGRAVO DE INSTRUMENTO

Vistos etc. Fundamentação

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por JONATAS RECURSO DE REVISTA

CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE, da decisão que denegou o Trata-se de Recurso de Revista interposto por COMERCIAL E

processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos, IMPORTADORA DE PNEUS LTDA, em face de acórdão, proferido

figurando, como agravados, BANCO ITAUCARD S.A. e LIQ CORP em sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando

S.A. como recorrida ADEILTON JOSÉ PIMENTEL.

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 9/10/2020, e PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

apresentadas as razões deste Agravo em 22/10/2020, configurou-se Publicado o acórdão em 31.08.2020, e apresentadas as razões

a sua tempestividade (conforme documentos de Ids b42ba4a e deste apelo em 11.09.2020, configurou-se a sua tempestividade,

c9aacca), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do conforme pode se observar dos documentos de Ids 3f82c79 e

corrente ano (Ordem de Serviço TRT6/GP n.º 234/2019). 06b4c8c. Observada a suspensão do prazo em 07/09/2020, feriado

Representação processual regularmente demonstrada (Id eded274). nacional - Independência do Brasil - Lei nº. 662/49, art. 1º, com

Preparo dispensado (Id c6ac686). redação dada pela Lei nº. 10.607/02.

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria Representação processual regularmente demonstrada (Ids bb3f173

fundamentação, e, por via de consequência, determino o e 2cb3174). Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome do

processamento do presente Agravo. advogado Dr. SÉRGIO DA COSTA BARBOSA FILHO, OAB/SP

Intimem-se as partes, inclusive os agravados para, querendo, 135.516-A.

oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Preparo satisfeito, após intimação à espécie (Ids 5f4e4a5, 6e2e52f,

Recurso de Revista. b178426, c51b111, 106f5c6, 44654b7, a972ba3, e36fc64 e

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao 3049a36).

Tribunal Superior do Trabalho. PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão em relação aos

eq seguintes temas: a) adicional de insalubridade, apontando

contrariedade à Súmula 80, do TST e, aos artigos 191, II, 818, da

Assinatura CLT; 373, I, do CPC; b) diferenças de comissões, pela afronta aos

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. artigos 818, consolidado e 373, I, do CPC; e c) honorários

advocatícios.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Não obstante o inconformismo apresentado, o presente Recurso de

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Revista não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal.

Decisão É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,


Processo Nº ROT-0001776-10.2017.5.06.0014
introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos
Relator GISANE BARBOSA DE ARAUJO
RECORRENTE COMERCIAL E IMPORTADORA DE Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não
PNEUS LTDA
conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema
ADVOGADO SERGIO DA COSTA BARBOSA
FILHO(OAB: 13636/BA) trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que
RECORRIDO ADEILTON JOSE PIMENTEL
consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar
ADVOGADO TARCISO VIANA COSTA(OAB:
20290/PE) tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à
ADVOGADO ERIC FELIPE BAIA
BITTENCOURT(OAB: 25737-D/PE) Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 18
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECORRENTE JOSE CLAUDIOMARIO SILVA DE


vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; OLIVEIRA
ADVOGADO JESSICA CAROLINA GONCALVES
3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e DIAS(OAB: 37219/PE)
4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de ADVOGADO RAFAEL PYRRHO CORREIA DE
MELO(OAB: 35791/PE)
nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho RECORRENTE HNK BR INDUSTRIA DE BEBIDAS
LTDA.
dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
RECORRIDO HNK BR INDUSTRIA DE BEBIDAS
decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para LTDA.
cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017). RECORRIDO JOSE CLAUDIOMARIO SILVA DE
OLIVEIRA
Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista
ADVOGADO JESSICA CAROLINA GONCALVES
objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de DIAS(OAB: 37219/PE)
ADVOGADO RAFAEL PYRRHO CORREIA DE
lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, MELO(OAB: 35791/PE)
impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda,
Intimado(s)/Citado(s):
juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.
- HNK BR INDUSTRIA DE BEBIDAS LTDA.
Com efeito, cabia à parte recorrente indicar (destacar) os trechos da
- JOSE CLAUDIOMARIO SILVA DE OLIVEIRA
decisão recorrida em que se encontram prequestionadas as

matérias objeto de sua irresignação, como ordena o artigo 896, § 1.º

-A, inciso I, da CLT. E, no caso em apreciação, não se observou a


PODER
exigência processual contida no mencionado dispositivo legal, vez
JUDICIÁRIO
que foi transcrito todo o capítulo das matérias impugnadas, sem a

indicação específica do "trecho da decisão recorrida que Fundamentação


consubstancia o prequestionamento da controvérsia objeto do RECURSO DE REVISTA
recurso de revista." Ora, não se admite mais a manutenção da Trata-se de Recursos de Revista interpostos por JOSÉ
prática de impugnação genérica e dissociada, que era usual na CLAUDIOMARIO SILVA DE OLIVEIRA e HNK BR INDÚSTRIA DE
vigência do regramento anterior. Deve a parte delimitar os BEBIDAS LTDA., em face de acórdão proferido em sede de
respectivos trechos em que tenham sido apreciadas as questões Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorridos,
objeto do seu inconformismo, "não sendo suficiente, para esse fim, OS MESMOS.
a transcrição, quanto aos temas, da decisão recorrida em seu inteiro RECURSO DO RECLAMANTE
teor, sem qualquer destaque em relação aos pontos em discussão." PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
(Ag-E-ED-RR-2435-76.2015.5.22.0003, Subseção I Especializada Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se
em Dissídios Individuais, Relator Ministro Hugo Carlos deu em 31/08/2020 e a apresentação das razões recursais em
Scheuermann, DEJT 21/06/2019). 11/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do PJE e
CONCLUSÃO do documento de Id. 4c80b70.
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. Representação processual regularmente demonstrada (Id. e7f8a95).
Cumpram-se as formalidades legais. Preparo desnecessário.
Intimem-se. PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

- NULIDADE PROCESSUAL POR CERCEAMENTO DO DIREITO


mro/ DE DEFESA - INTERVALO INTRAJORNADA - ESPELHOS DE
Assinatura PONTO ILEGÍVEIS OU FALTANDO DADOS
RECIFE, 5 de Novembro de 2020. - JORNADA DE TRABALHO - INVALIDADE DOS ESPELHOS DE

PONTO - POSSIBILIDADE DE MANIPULAÇÃO


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Alegações:
Decisão - violação aos artigos 5º, inciso LV e LXXIV, e 7º, inciso X, da CF;
Processo Nº ROT-0001296-96.2018.5.06.0143
Relator FABIO ANDRE DE FARIAS 818 da CLT; 373, inciso I, do CPC; e

- divergência jurisprudencial.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 19
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

A parte recorrente, inicialmente, alega que o indeferimento das versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in

horas extras, com base em cartões de ponto inservíveis (ilegíveis ou itinere e multa por embargos de declaração protelatórios,

faltando dados), ensejou o cerceamento do seu direito de defesa. ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896,

No mérito, insurge-se contra o posicionamento do Colegiado, § 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem

afirmando, em suma, que os controles de horário são inválidos, transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o

porquanto, consoante restou demonstrado, havia a possibilidade de prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não

manipulação do sistema, fato já reconhecido em outros julgados se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos

deste Regional. Em seguida, defende a inconstitucionalidade do art. literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no

791-A da CLT, destacando a natureza alimentar do crédito recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da

trabalhista, o qual não poderia ser utilizado para pagamento de controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma

honorários sucumbenciais, em consideração ao princípio da do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em

proteção ao salário. comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali

Quanto à jornada de trabalho (possibilidade de manipulação dos inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da

espelhos de ponto), não obstante o inconformismo apresentado, o decisão regional que consubstancia o prequestionamento da

apelo não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal. controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT, alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse

introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de

recursos de revista, que impuseram à parte, sob pena de não admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de

seguimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo.

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para formação de precedentes como elementos de estabilidade e a

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência

Tais requisitos formais de admissibilidade do recurso de revista nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, 07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra

impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT

juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos. de 16/06/2016).

A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA.

precedentes da Corte Superior Trabalhista: ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO.

EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I,

EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos

13.015/2014. RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai

TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do

IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que

DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por

-A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 - meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa,

A e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 20
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento direito, a causa deve ser decidida em prejuízo de quem detinha o

(salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante ônus de provar. Recurso de revista conhecido e provido." (TST -

transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim RR: 5904520135040305 , Relator: Alberto Luiz Bresciani de Fontan

se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso Pereira, Data de Julgamento: 11/02/2015, 3ª Turma, Data de

de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar Publicação: DEJT 20/02/2015)

que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso Logo, não há que se falar em condenação da reclamada ao

apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade pagamento de horas extras decorrentes da supressão do intervalo

acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo intrajornada e reflexos. Nego provimento ao apelo obreiro.

recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide (...)

da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014) Com relação à condenação do autor nos honorários no caso

em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão concreto, considerando o ajuizamento da reclamação após o início

regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia da vigência da Lei nº 13.467/17, ocorrida em 11/11/2017, aplicável o

transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da art. 791-A, § 4º.

Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST- Por oportuno, como bem registrou o julgador de origem, no caso em

AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste tela, o reclamante é beneficiário da justiça gratuita, conforme

Dalazen, DEJT 18/12/2015). disposição do art. 791-A da CLT, incluído pela Reforma Trabalhista.

No presente caso, o recorrente não cuidou de transcrever, nas Logo, o estado de necessidade e a condição de hipossuficiência

razões do recurso, os trechos da decisão recorrida que deferida ao autor suspendem a exigibilidade da condenação de

configuram o prequestionamento da controvérsia. pagamento dos honorários de sucumbência, nos termos do § 4º do

Dessa forma, inviabilizado está o processamento de seu apelo, nos art. 791-A, a qual fica certificada nos autos neste ato.

termos da norma consolidada acima mencionada. Com tais considerações, dou parcial provimento ao apelo para

No mais, do acórdão impugnado extrai-se que (Id. 03261b2): determinar que os honorários sucumbenciais a cargo do reclamante

"(...) têm exigibilidade suspensa durante 02 anos, salvo se o credor

No que concerne ao intervalo intrajornada, é sabido que a lei demonstrar que a situação de hipossuficiência não permanece,

determina a sua pré-assinalação pela reclamada, havendo a hipótese na qual se permite a execução.

presunção relativa de veracidade quanto ao período pré-assinalado. (...)."

Assim, tendo a reclamada acostado os registros de ponto com a No tocante ao intervalo intrajornada e honorários

devida pré-assinalação, incumbe ao reclamante, então, o ônus sucumbenciais, confrontando os argumentos da parte recorrente

processual quanto à demonstração de que não foi concedido o com os fundamentos do acórdão, tenho que a revista não

lapso temporal para descanso e, desse encargo, tenho que não se comporta processamento, pois a Turma decidiu as questões

desvencilhou a contento. veiculadas no presente apelo com base no conjunto probatório

A prova oral é controvertida quanto ao período de intervalo contido nos autos e na legislação pertinente à matéria, não se

intrajornada, na medida em que a prova testemunhal apresentada vislumbrando as violações invocadas. Na verdade, verifico que o

pelo reclamante aponta intervalo inferior a uma hora, a testemunha insurgimento do recorrente consiste, tão somente, no inconformismo

apresentada pela reclamada aponta a concessão de intervalo com a solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa

intrajornada de uma hora. O fato é que, a despeito da existência de daquela conferida pelo Regional.

controles de ponto válidos com registros de intervalo intrajornada de Da mesma forma, melhor sorte não teria a parte recorrente em sua

uma hora, não há prova contundente no sentido de que o pretensão de ser recebida a revista por divergência jurisprudencial,

reclamante gozou de tal intervalo em período diverso. ora porque oriunda deste Sexto Regional (OJ 111, da SDI-1).

Ora, sendo, então, mais uma vez, a prova testemunhal contraditória, RECURSO DA HNK

evidenciando-se uma flagrante contradição entre a prova PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

testemunhal autoral e a patronal, não é possível concluir que o auto, Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se

quem detinha o ônus, se desvencilhou a contento. deu em 17/09/2020 e a apresentação das razões recursais em

Nesse sentido, cito o seguinte julgado: 28/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do PJE e

"RECURSO DE REVISTA. ÔNUS DA PROVA. PROVA DIVIDIDA. do documento de Id. 19ea0ef.

Constatada a equivalência de provas quanto ao fato constitutivo do Representação processual regularmente demonstrada (Id. 606e5f0).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 21
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Em relação à pretensão formulada na peça de Id 19ea0ef, defiro o de aplicação das normas coletivas firmadas com o Sindicato dos

pedido de notificação exclusiva da advogada Carla Elisângela Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Carga do Recife e da

Ferreira Alves Teixeira, OAB/PE nº 18.855. Região Metropolitana e Mata Sul e Norte de Pernambuco -

Preparo satisfeito (Ids d00ad67, 1ff31e6, 0ed2930, aea5a6b, SINTRACARGAS.

03261b2, 63a6ec8, 472121b, 11204c3, 8cde27d). (...)".

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS E do acórdão dos Embargos de Declaração, extraio o seguinte

- ENQUADRAMENTO SINDICAL trecho (Id. 63a6ec8):

- MULTA PELA OPOSIÇÃO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO "(...)

CONSIDERADOS PROTELATÓRIOS Das razões dos EMBARGOS deduz-se que o EMBARGANTE não

Alegações: se contenta com o critério de valoração das provas produzidas nos

- contrariedade à Súmula 374 do TST; autos.

- violação aos artigos 5º, inciso LV, da CF; 511, §2º e 3º, da CLT; Ao contrário do que afirma, o acórdão foi claro acerca das razões

1.022 do CPC; e que levaram esta Turma a concluir pela aplicação, à espécie, das

- divergência jurisprudencial. disposições contidas nas ACT's do SINDBEB/PE, tal como

A parte recorrente insurge-se contra o posicionamento do estabelecido pelo julgador a quo.

Colegiado, alegando, em resumo, que o enquadramento sindical é Restou esclarecido que "a existência de uma filial destinada à venda

determinado pela atividade preponderante da empresa, que, no dos produtos industrializados pela matriz não cria atividade

presente caso (filial), é a comercialização dos produtos econômica independente, nem transmuda a atividade

industrializados pela matriz. Por essa razão, entende que o preponderante da empresa. Ademais, ressalte-se que não se

reclamante (motorista) é considerado como de categoria enquadra a função obreira (motorista de entrega) no rol daquelas

diferenciada. Assim, pede que sejam excluídas da condenação as tidas como diferenciadas, pelo que deve prevalecer como critério de

parcelas decorrentes das normas coletivas pactuadas pelo enquadramento sindical a regra geral, não prevalecendo, portanto, a

SINDBEB. Assevera que os embargos declaratórios opostos não pretensão da reclamada de aplicação das normas coletivas

tiveram intuito protelatório, razão pela qual requer a exclusão da firmadas com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes

condenação na multa de 2% sobre o valor dado à causa. Rodoviários de Carga do Recife e da Região Metropolitana e Mata

Do acórdão impugnado, extrai-se (Id 03261b2): Sul e Norte de Pernambuco - SINTRACARGAS."

"(...) Por fim, houve ampla exemplificação de precedentes deste

No caso dos autos, claramente, a reclamada é indústria de bebidas, Regional sobre o tema.

sendo, aliás, fato público e notório que a empresa é fabricante de Do mesmo modo, houve expressa fundamentação quanto à

cervejas, chopps e refrigerantes, estando sua atividade condenação da reclamada ao pagamento de horas extras e reflexos

preponderante vinculada ao Sindicato das Indústrias da Cerveja e dada a habitualidade e natureza salarial, mantendo-se a sentença.

Bebidas em Geral, do Vinho e de Águas Minerais, no Estado de Assim, o remédio processual cabível não são os EMBARGOS DE

Pernambuco, que celebrou as normas coletivas as quais servem de DECLARAÇÃO, que se prestam apenas a analisar contradições e

suporte a alguns pleitos do autor. omissões do acórdão. O erro na apreciação da prova desafia outro

Indubitável o enquadramento do reclamante na categoria remédio.

profissional representada pelo Sindicato dos Empregados nas Efetivamente nada mais existe a ser declarado, além daquilo que

Indústrias da Cerveja e Bebidas em Geral, do Vinho e Águas consta do julgado, ressaltando que, a teor do Precedente

Minerais do Estado de Pernambuco. Jurisprudencial nº 118, do Colendo Tribunal Superior do Trabalho,

Convém o destaque que a existência de uma filial destinada à para os fins de prequestionamento a que alude a Súmula nº 297,

venda dos produtos industrializados pela matriz não cria atividade também do TST, basta haver tese explícita sobre a matéria, o que

econômica independente, nem transmuda a atividade efetivamente ocorreu na hipótese sub judice.

preponderante da empresa. Por fim, o julgador não está obrigado a responder a todas as

Ademais, ressalte-se que não se enquadra a função obreira questões suscitadas pelas partes, quando já tenha encontrado

(motorista de entrega) no rol daquelas tidas como diferenciadas, motivo suficiente para proferir a decisão. O Magistrado ou Tribunal

pelo que deve prevalecer como critério de enquadramento sindical a possui o dever de enfrentar apenas as questões capazes de infirmar

regra geral, não prevalecendo, portanto, a pretensão da reclamada (enfraquecer) a conclusão adotada na decisão recorrida. Essa é a

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 22
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

interpretação que se extrai do art. 489, §1º, IV, do CPC. Assim, que permita a admissibilidade do apelo nos termos do art. 896 da

mesmo após a vigência do Código Processual Civil de 2015, não CLT.

cabem embargos de declaração contra a decisão que não se Ainda que ultrapassados estes aspectos, melhor sorte não teria o

pronunciou sobre determinado argumento que era incapaz de recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por

infirmar a conclusão adotada (STJ. 1ª Seção. EDcl no MS 21.315- divergência jurisprudencial, ora porque não traz as mesmas

DF, Rel. Min. Diva Malerbi (Des. Conv. Do TRF da 3ª Região), premissas fáticas da decisão recorrida, sendo inespecífica, ora

julgado em 8/6/2016 - Info. 585). porque não abrange todos os fundamentos utilizados pelo

Destarte, os embargos de declaração da executada têm finalidade acórdão hostilizado, ora porque oriunda de Turma do TST (órgão

unicamente procrastinatória, razão por que os rejeito, por nada não elencado no art. 896, "a", da CLT).

haver a declarar, e condeno a embargante ao pagamento, em favor CONCLUSÃO

da embargada, da multa prevista no §2° do art. 1.026 do CPC/16, Diante do exposto, DENEGO seguimento a ambos os Recursos de

no valor de 2% sobre o montante atualizado da causa. Revista.

Diante do exposto, rejeito os embargos de declaração e condeno a Cumpram-se as formalidades legais.

embargante ao pagamento, em favor da embargada, da multa Intimem-se.

prevista no §2° do art. 1.026 do CPC/16, no valor de 2% sobre o sb

montante atualizado da causa. Custas complementares pela

embargante no importe de R$ 55,95.

(...)." Assinatura

No tocante ao enquadramento sindical, confrontando os argumentos RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

da parte recorrente com os fundamentos do acórdão, tenho que a

revista não comporta processamento, pois a Turma decidiu as DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

questões veiculadas no presente apelo com base no conjunto Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

probatório contido nos autos e na legislação pertinente à matéria, Decisão


Processo Nº AIRO-0000086-33.2019.5.06.0221
não se vislumbrando as violações invocadas. Na verdade, verifico Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA
que o insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no AGRAVANTE VULCANO TRANSPORTES DO
NORDESTE LTDA. - ME
inconformismo com a solução dada à lide ou, quando muito, ADVOGADO erick de araujo siqueira(OAB:
28254/PE)
interpretação diversa daquela conferida pelo Regional.
AGRAVADO WAL MART BRASIL LTDA
Da mesma forma, não observo condições de recebimento do ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES
PESSOA(OAB: 47688/PE)
apelo no que se refere à condenação da parte recorrente ao
ADVOGADO IGOR TEIXEIRA SANTOS(OAB:
pagamento da multa aplicada em embargos declaratórios, 35687/BA)
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
porque a decisão está devidamente fundamentada, repousando no ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
manifesto intuito procrastinatório dos aclaratórios manejados, uma AGRAVADO EDSON PEDRO DE FARIAS
ADVOGADO BRENO ALVINO BARROS(OAB:
vez que a matéria neles discutida já havia sido apreciada de forma 34001/PE)
suficientemente clara. Portanto, não havendo qualquer omissão a
Intimado(s)/Citado(s):
ser sanada, a decisão desta Corte, ao aplicar essa penalidade de
- EDSON PEDRO DE FARIAS
cunho processual, está em sintonia com o §2º do art. 1026 do CPC. - VULCANO TRANSPORTES DO NORDESTE LTDA. - ME
Consequentemente, não se vislumbra contrariedade ao verbete - WAL MART BRASIL LTDA

apontado ou a propalada violação direta e literal ao artigo 5º, da

Constituição da República, pois esta norma assegura a utilização

dos instrumentos processuais hábeis a resguardar a ampla defesa e


PODER
o contraditório, no entanto, devem ser respeitadas as limitações
JUDICIÁRIO
previstas na lei. Em outras palavras, o exercício dessas garantias

constitucionais, indicadas pelo recorrente, não dispensam o Fundamentação

atendimento dos pressupostos recursais e das regras concernentes RECURSO DE REVISTA EM SEDE DE AGRAVO DE

ao dever de lealdade processual previstos na legislação INSTRUMENTO - IMPOSSIBILIDADE

infraconstitucional que disciplina o processo. Logo, inexiste violação Vistos etc.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 23
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- VALDILENE PAIVA DA SILVA BARROS


Trata-se de Recurso de Revista, interposto por VULCANO

TRANSPORTES DO NORDESTE LTDA., do acórdão proferido no

julgamento do Agravo de Instrumento em Recurso Ordinário oposto

nos presentes autos, figurando, como recorridos, EDSON PEDRO PODER

DE FARIAS e WAL MART BRASIL LTDA. JUDICIÁRIO

No caso, o apelo não comporta admissibilidade à luz da Súmula n.º


Fundamentação
218 do TST, segundo a qual "incabível recurso de revista interposto
RECURSO DE REVISTA
de acórdão regional prolatado em agravo de instrumento",
Trata-se de Recurso de Revista interposto pela COMPANHIA
acentuando-se - para evitar equívocos por parte da recorrente - que
PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO, em face de acórdão
essa matéria (processamento de recursos) tem natureza
proferido em sede de Recurso Ordinário nos presentes autos,
estritamente processual, ou seja, é infraconstitucional, insuscetível,
figurando, como recorrida, VALDILENE PAIVA DA SILVA
portanto, de gerar violação direta e literal de normas constitucionais.
BARROS.
Nesse mesmo sentido, cite-se decisão da lavra do Ministro Vice-
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
Presidente do TST à época, Milton de Moura França (Processo RE-
Apelo tempestivo, tendo em vista a publicação do acórdão em
AIRR-468/2006-147-15-40 - DEJT de 17.02.2009), que, apreciando
26/08/2020 e a apresentação das razões recursais em 03/09/2020,
questão de natureza tipicamente processual (vez que limitada ao
conforme aba de expedientes do sistema PJe e do documento de Id
exame de pressupostos de admissibilidade de recurso
dfda57e.
extraordinário), expressou o entendimento ainda atual de que
Representação processual regulamente demonstrada (Id feb26ba).
"eventual ofensa ao preceito constitucional apontado pela recorrente
Preparo satisfeito (Ids 640f9fb, f29e86b, fc8e4bf, 0511b7b e
somente seria reflexa, por depender, primeiro, do exame da
a4a123c).
legislação ordinária que disciplina o procedimento recursal".
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
CONCLUSÃO
PRESCRIÇÃO TOTAL
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
DIFERENÇAS SALARIAIS - REENQUADRAMENTO - PCCR
Cumpram-se as formalidades legais.
Alegações:
Intimem-se.
- contrariedade às Súmulas nºs 275 e 294, do TST; e
jcos/nmgo
- violação aos artigos 5º, LIV, 37, caput, 169, § 1º, I, II, da CF; 11, §
Assinatura
2º, da CLT; e
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
- divergência jurisprudencial.

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário,


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
sustentando a incidência da prescrição total sobre o pedido de
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
promoções, nos termos da Súmula nº 294 do TST. Diz que o Plano
Decisão
Processo Nº ROT-0001005-51.2016.5.06.0019 de Cargos, Carreira e Remuneração foi editado em 1986, e a
Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA alteração ocorrido em 2008, razão pela qual o autor, diante do
RECORRENTE COMPANHIA PERNAMBUCANA DE
SANEAMENTO descumprimento de qualquer de seus dispositivos ou de sua não
ADVOGADO MARIZZE FERNANDA LIMA aplicação, disporia de 5 (cinco) anos para qualquer questionamento,
MARTINEZ DE SOUZA(OAB: 25867-
D/PE) o que não fez, deixando fluir in albis esse prazo, atraindo a
ADVOGADO HAROLDO WILSON MARTINEZ DE
SOUZA JUNIOR(OAB: 20366/PE) incidência da prescrição total. Em seguida, não se conforma com a
ADVOGADO IGOR TEIXEIRA SANTOS(OAB: decisão hostilizada, quanto ao deferimento de diferenças salariais
35687/BA)
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES em virtude do reenquadramento funcional do recorrido, aduzindo
PESSOA(OAB: 47688/PE)
que suas normas internas que preveem as promoções apenas
RECORRIDO VALDILENE PAIVA DA SILVA
BARROS estabelecem o modo como elas poderiam se operar, mas não
ADVOGADO ANNA GABRIELA PINTO
FORNELLOS(OAB: 14358-D/PE) impõem o momento de sua efetivação, pugnando pela exclusão da
TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (PGF) condenação em diferenças salariais, bem como seus reflexos.
INTERESSADO
Defende que, para que haja implementação da progressão
Intimado(s)/Citado(s):
horizontal, se impõe, necessariamente, o prévio preenchimento dos
- COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO
requisitos elencados no seu Plano de Cargos e Remuneração, em

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 24
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

respeito aos princípios da isonomia (artigo 5º, da CF/88) e em decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para

função da necessidade de observância da moralidade e da cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído

legalidade (artigo 37, da CF/88) e do devido processo legal (artigo pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).

5º, LIV, da CF/88), tratando-se de sociedade de economia mista, Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista

componente da Administração Pública Indireta do Estado. Afirma objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de

que, não se operando as condições previstas no PCCR, não se lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas,

pode deferir, neste processo individual, a promoção horizontal em impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda,

favor da recorrida, sem que, com isso, incorra-se em ofensa aos juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.

princípios constitucionais e administrativos acima enunciados, No caso, considerando que a recorrente não cuidou de transcrever,

pugnando pela reforma do decisum. nas razões do recurso, os trechos da decisão impugnada que

Do acórdão impugnado extrai-se que: configuram o prequestionamento da controvérsia, no ponto,

"Da prescrição total inviabilizado está o processamento de seu apelo, nos termos da

(...) norma consolidada acima mencionada.

A hipótese ora analisada não é de alteração do pactuado por ato Relativamente à prescrição, confrontando os fundamentos do

único do empregador, mas de mero descumprimento das normas acórdão vergastado e as razões recursais, constata-se que a Turma

internas a que se obrigara a empregadora, razão porque a violação decidiu a questão de acordo com o conjunto probatório dos autos e

ocorre mês a mês, incidindo, no caso, a prescrição é parcial, a legislação aplicável à espécie, bem assim em sintonia com a

considerando ainda o pacto ainda persiste. Aplicável o disposto na Súmula nº 452 do TST, não havendo que se cogitar em afronta às

Súmula 452 do TST. normas jurídicas apontadas. Assim, a revisão do acórdão mostra-se

Da leitura da petição inicial, resta inconteste que o pleito de inviável, sob qualquer prisma, inclusive, por dissenso pretoriano,

diferenças salariais são decorrentes da incorreta promoção da incidindo, no caso, o entendimento consagrado na Súmula nº 333

autora, nos termos avençados pelos Planos de Cargos e Salários do TST. Ainda que ultrapassado tais óbices, apenas para

instituídos pela própria ré, incidindo, pois, o disposto na citada argumentar, ressalte-se que os arestos apresentados são

súmula, in verbis: inservíveis ao confronte de teses, ora porque oriundos de Turma

(...) deste Regional (OJ nº 111 da SDI-I,1 do TST), ora porque não

Neste passo, não vejo razão para reformas, pelo que nego indicada a fonte de publicação ou repositório oficial de que extraído

provimento. (Súmula nº 337 da Corte Superior Trabalhista).

Destaca-se que a prescrição quinquenal já foi devidamente CONCLUSÃO

declarada pelo juízo sentenciante." Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

No pertinente às diferenças salariais propriamente ditas, não Cumpram-se as formalidades legais.

obstante o inconformismo apresentado, o presente apelo não Intimem-se.

ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal. meml/vrsc

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT, Assinatura

introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não

conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar Decisão


Processo Nº ROT-0001105-43.2019.5.06.0102
tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à Relator MILTON GOUVEIA
Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula RECORRENTE ADEMIR BRAZ DA CRUZ
ADVOGADO André José Pessoa da Costa(OAB:
vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; 14493/PE)
3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e ADVOGADO FILIPE CAMARA LINS E MELLO(OAB:
34882/PE)
4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de RECORRIDO LJ SERVICOS DE LOCACAO DE
MAO DE OBRA LIMITADA
nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho
RECORRIDO AMBEV S.A.
dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do ADVOGADO REGINA CELY CORREIA DE MELO
CAVALCANTI(OAB: 49717/PE)
tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 25
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO THOMAS DE PAULA SANTANA(OAB:


47377/PE) Do acórdão impugnado extrai-se o seguinte trecho (Id. a18da14):
ADVOGADO NELSON WILIANS FRATONI "(...)
RODRIGUES(OAB: 128341/SP)
Pronunciando-se a respeito das questões postas, a MM Juíza
Intimado(s)/Citado(s):
sentenciante, bem decidiu, textual:
- ADEMIR BRAZ DA CRUZ
"(...)
- AMBEV S.A.
Ora, conquanto este Juízo esteja atento à revelia ocorrida nos

presentes autos, não pode se esquivar de buscar constantemente a

verdade real, bem como de operar a Justiça, funções, por óbvio,


PODER
precípuas do Poder Judiciário. Esposo meu entendimento,
JUDICIÁRIO
sublinhando que o art. 375 doNCPC prevê a possibilidade de o

Fundamentação Magistrado fazer uso das regras da experiência

RECURSO DE REVISTA comum,subministradas pela observação do que ordinariamente

Trata-se de Recurso de Revista interposto por ADEMIR BRAZ DA acontece.

CRUZ, em face de acórdão, proferido em sede de Recurso Friso que as máximas da experiência devem ser compreendidas

Ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorridas, LJ sob critérios cognitivos, tratando-se, pois, do produto de um

SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA LTDA. e AMBEV processo de apreensão das coisas. Além disso, é certo que o Poder

S. A. Judiciário não pode, em hipótese alguma, chancelar o absurdo.

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS Feitas essas considerações, reputo a jornada de trabalho do autor,

Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se durante toda contratualidade, como sendo:

deu em 23/09/2020 e a apresentação das razões recursais em De 01.08.2008 a 31.12.2014, das 22h00 às 07h00, com uma hora

05/10/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do PJE e de intervalo intrajornada, comum a folga semana;

do documento de Id. bdde474. De efeito o pedido das horas extras que superam a 8ª diária ou a

Representação processual regularmente demonstrada (Id. 44ª, JULGO PROCEDENTE semanal. Não há se falar em

b3938cd). condenação da empresa às horas intervalares, em razão da jornada

Preparo desnecessário. arbitrada.

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS Para o cômputo das horas extras deve-se observar:

- NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO * o adicional de 50%;

JURISDICIONAL - HORAS EXTRAS * o divisor de 220;

- MAJORAÇÃO DAS HORAS EXTRAS os dias efetivamente trabalhados;

Alegações: a dedução dos valores já pagos a idêntico título no período;

- contrariedade à Súmula 338 do TST; a base de cálculo na forma da Súmula 264 do C. TST.

- violação aos artigos 5º, incisos XXXV e LV, 93, inciso IX, da CF; Procedentes reflexos das horas extras acima, apuradas pela média

832 e 897-A da CLT; 489, inciso IV, 1.013, §1º, 1022, do CPC; e física (súm. 347, do TST),férias com 1/3, 13º salário, FGTS com

- divergência jurisprudencial. multa de 40%, aviso prévio e repouso semanal remunerado.

A parte recorrente suscita, preliminarmente, nulidade processual por Descabida a repercussão da majoração do RSR, em razão das

negativa de prestação jurisdicional, argumentando que o Colegiado, horas extras no cálculo do aviso prévio, férias, 13º salário, e

mesmo instado, através dos embargos de declaração opostos, depósitos do FGTS, em face da Súmula 28 do e.TRT6 e da OJ-

deixou de se pronunciar a respeito da ausência da juntada dos SDI1- 394 do TST.

cartões de ponto, pelas demandadas, e produção de prova (...)"

testemunha, como também foi omisso em relação aos efeitos Escorreito o julgado.

previstos na Súmula 338 do TST. No mérito, insurge-se contra o Destaco, de logo, no caso presente, a Magistrada sentenciante não

posicionamento do Colegiado, alegando, em resumo, que, não se limitou aos argumentos que afirma o recorrente, mas analisou

havendo a empregadora se desincumbido do seu ônus quanto à toda a prova a fim constatar que não assistia razão ao autor, ao

apresentação dos registros de jornada, há de se reconhecer como menos integralmente em sua postulação, deferindo o que, de fato,

verdadeiro o horário de trabalho apontado na inicial, para o todo o deveria ser julgado procedente. Não é porque, houve a revelia da

período contratual. primeira demandada, que se pode fugir aos parâmetros da

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 26
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

razoabilidade e proporcionalidade e bom senso. quanto a Súmulas, ou outras decisões e processos referidos ou

Considerando tais princípios aplicáveis e o próprio contrato citados pelas partes, éinerente à liberdade do Órgão Julgador e se a

realidade, quanto às horas extras e demais consectários não parte não concorda deve se valer dos meios recursais próprios,

encontra amparo. para tanto não serve mais a via declaratória, à luz dos artigos 897

Irretocável, pois, o comando decisório ao fundamentar: "as máximas da CLT e 535 do vigente Código de Processo Civil.

da experiência devem ser compreendidas sob critérios cognitivos, Nos aspectos, inclusive, já consta no acórdão embargado todos os

tratando-se, pois, do produto de um processo de apreensão das fundamentos necessários para manutenção, neste Juízo ad quem,

coisas. Além disso, é certo que o Poder Judiciário não pode, em da sentença recorrida na matéria ventilada em ambos os embargos

hipótese alguma, chancelar o absurdo". declaratórios.

Mantém-se, assim, a procedência parcial nos limites do que Registro, por oportuno, que a técnica decisória de se valer de parte

decidido no primeiro grau de jurisdição. dos fundamentos da sentença não viola os princípios e as normas

(...)." legais aplicáveis, não havendo omissão, contradição ou

E do acórdão dos Embargos de Declaração, colhe-se o fragmento obscuridade. Tal equivale a dizer que se, na elaboração de acórdão,

abaixo (Id. d8c690c): houve motivação por referência - no todo ou em parte - com

"(...) remissão à sentença, isto é compatível com o que dispõe o artigo

Inexistem, no julgado embargado, omissões, contradições ou 93, IX, da Constituição Federal, não configurando, portanto,

obscuridades. negativa de prestação jurisdicional ou ausência de fundamentação a

O tema da responsabilidade subsidiária foi devidamente analisado, prática de adotar, como razões de decidir, parte ou todo

à luz inclusive da Súmula 06 do C.TST, que autoriza a manutenção entendimento externado na decisão de primeiro grau, com os

da sentença, também, quanto às verbas rescisórias e sanção acréscimo que Órgão Jurisdicional ad quem entendeu pertinentes.

mencionadas pela empresa embargante. Alías, conforme já Essa técnica jurídica-redacional preserva, ainda, os princípios de

bastante claro, desde a sentença, textual: "Dessa maneira, dada a índole constitucional pertinentes à economia, celeridade e eficiência

condição, comprovada nos autos, de tomadora dos serviços, a do processo, sem violar o princípio da fundamentação das decisões.

recorrente é responsável subsidiariamente pelos encargos Nessa trilha, incumbe às partes interpretar a decisão judicial "a

trabalhistas descumpridos pela prestadora que contratou. Não se partir da conjugação de todos os seus elementos e em

está transferindo, de fato, uma responsabilidade patrimonial conformidade com o princípio da boa fé" (art. 489, § 3º, do CPC),

indevida, mas sim estabelecendo uma garantia para a satisfação do bem como levar em consideração tais aspectos éticos, ao dirigir

crédito do trabalhador, de natureza alimentar, em se configurando a recursos com intuitos revisionais ou aclaratórios.

inadimplência da principal devedora e ex-empregadora". Descabe, pois, falar em afronta às normas legais citadas no recurso

Com relação às horas extras, já parcialmente deferidas, não há se e nos embargos, ou ao direito de defesa, ao devido processo legal e

falar de sua majoração, consoante fundamentos já expostos de ao princípio da fundamentação das decisões, garantias

forma cristalina no acórdão atacado, resssaltando o que já afirmado, constitucionais que foram devidamente respeitadas pela decisão

com razão, pela Magistrada sentenciante: "Ora, conquanto este esgrimida.

Juízo esteja atento à revelia ocorrida nos presentes autos, não pode Há que se destacar, ad argumentandum, que o Juízo não está

se esquivar de buscar constantemente a verdade real, bem como adstrito a responder, uma a uma, às indagações ou teses

de operar a Justiça, funções, por óbvio, precípuas do Poder apresentadas pelas partes, quando demonstre os aspectos que

Judiciário. Esposo meu entendimento, sublinhando que o art. 375 firmaram o seu convencimento acerca da questão litigiosa, pois que

doNCPC prevê a possibilidade de o Magistrado fazer uso das "Dirimida a controvérsia de forma objetiva e fundamentada, não fica

regras da experiência comum,subministradas pela observação do o órgão julgador obrigado a apreciar um a um os questionamentos

que ordinariamente acontece". suscitados pelo embargante, como se órgão de consulta fosse,

Assim, não há omissão, obscuridade ou contradição no julgado mormente se notório seu propósito de reforma do julgado"(STJ,

atacado. Registre-se, também, que a contradição apta a ser REsp 573.761-GO, Rel. Min. Castro Meira, Terceira Turma, j.

analisada, no julgamento dos embargos declaratórios, é aquela 02.12.2003, DJ 19.12.2003 p. 463).

inerente aos fundamentos e conclusão do julgado, o que na Portanto, impõe-se concluir que o acórdão não padece de omissão,

hipótese vertente inexiste. obscuridade ou contradição, tendo sido devidamente fundamentado,

No mais, a análise subjetiva dos documentos carreados, ou mesmo em obediência ao artigo 93, inciso IX da Constituição Federal.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 27
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

O que se observa, na verdade, é que o embargante pretende, por Decisão


Processo Nº ROT-0000645-35.2019.5.06.0012
via inadequada, rediscutir pontos, os quais já foram devidamente Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA
abordados na decisão atacada. RECORRENTE THYSSENKRUPP ELEVADORES SA
ADVOGADO CLAILSON CARDOSO RIBEIRO(OAB:
(...)." 13125/CE)
No tocante à nulidade processual por negativa de prestação RECORRIDO ANTONIO VLADIR PEREIRA DA
SILVA JUNIOR
jurisdicional, a revista não comporta processamento, eis que, ADVOGADO JORGE NASCIMENTO
DAMASCENO(OAB: 14976/PE)
conforme se observa dos trechos decisórios reproduzidos, as teses
PERITO BRUNO LINS LUNDGREN
apresentadas foram devidamente enfrentadas e rechaçadas no

acórdão que julgou o Recurso Ordinário, integrado pela decisão dos Intimado(s)/Citado(s):
- ANTONIO VLADIR PEREIRA DA SILVA JUNIOR
Embargos de Declaração. Nesse contexto, patente que não
- THYSSENKRUPP ELEVADORES SA
subsiste a assertiva de existência de omissão no julgado.

Sob a ótica, então, da restrição imposta pela Súmula nº 459 do TST,

constata-se que a prestação jurisdicional se encontra completa,

notadamente porque foram devidamente apreciados os pontos PODER

relevantes da matéria trazida a Juízo, cumprindo acrescentar - a JUDICIÁRIO

título de argumentação - que a Justiça não tem que emitir


Fundamentação
pronunciamento sobre o que não é necessário e essencial ao
RECURSO DE REVISTA
deslinde da controvérsia ou com relação àquilo que já está
Trata-se de Recurso de Revista interposto por THYSSENKRUPP
compreendido no próprio conteúdo da decisão que profere. Dessa
ELEVADORES S/A,em face de acórdão proferido em sede de
forma, não vislumbro violação aos dispositivos apontados.
Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorrido,
No mérito, confrontando os argumentos da parte recorrente com os
ANTÔNIO VLADIR PEREIRA DA SILVA JUNIOR.
fundamentos do acórdão, tenho que a revista não comporta
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
processamento, pois a Turma decidiu as questões veiculadas no
Apelo tempestivo, haja vista que a publicação da decisão
presente apelo com base no conjunto probatório contido nos autos e
impugnada ocorreu em 26.08.2020 e a apresentação das razões
na legislação pertinente à matéria, não se vislumbrando as
recursais em 08.09.2020, conforme se pode ver da aba expedientes
violações e as contrariedades invocadas. Na verdade, verifico que o
do PJe e do documento Id b9b46bb (considere-se a suspensão dos
insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no inconformismo
prazos processuais em 07 de setembro de 2020 - OS TRT-GP nº
com a solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa
234/2019).
daquela conferida pelo Regional.
Representação processual regularmente demonstrada (Id fefe8ca e
Ainda que ultrapassados estes aspectos, melhor sorte não teria o
e4b9bfb).
recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por
Preparo devidamente efetuado, consoante Ids ce4760b, a64050a,
divergência jurisprudencial, ora porque não traz as mesmas
3744790, adb2716, ef26912, ca73499 e 206f274.
premissas fáticas da decisão recorrida, sendo inespecífica
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
(Súmula nº 296 do TST); ora porque não abrange todos os
NULIDADE PROCESSUAL / NEGATIVA DE PRESTAÇÃO
fundamentos utilizados pelo acórdão hostilizado.
JURISDICIONAL
CONCLUSÃO
ADICIONAL DE PERICULOSIDADE
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
Alegações:
Cumpram-se as formalidades legais.
- contrariedade à OJ nº 324 da SBDI-1, do TST;
Intimem-se.
- violação ao artigo 489 do CPC; e
sb
- divergência jurisprudencial.

Argui a parte recorrente nulidade processual por negativa de


Assinatura
prestação jurisdicional, ao pálio de que esta Corte quedou-se
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
omissa, mesmo após a oposição de embargos declaratórios, em

relação às condições de risco impostas ao recorrido. Sustenta que a


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
decisão não deixa claro se o autor laborava em condições
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
equiparadas às atividades desempenhadas no Sistema Elétrico de

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 28
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Potência. Insurge-se, em seguida, em face da sua condenação ao sobre a matéria abordada pela recorrente, à luz do contexto

pagamento de adicional de periculosidade, alegando que o autor probatório dos autos, atrelado aos fatos e fundamentos jurídicos

trabalhava com manutenção de aparelhos cuja tensão era em torno trazidos pelas partes, mercê do disposto no artigo 371 do CPC,

de 380V, o que não se equipararia a sistema elétrico de potência e, estando a questões suscitadas compreendida no próprio conteúdo

portanto, não enseja o pagamento da parcela de que ora se cuida. da decisão proferida. Deste modo, sob a ótica da restrição imposta

Da decisão vergastada, extraio (Id e128142): pela Súmula nº 459 do C. TST, a prestação jurisdicional encontra-se

Por fim, verificou-se que o EPI supracitado não eliminou / completa, enquadrando-se a irresignação da parte recorrente no

atenuou os riscos de choques elétricos de forma indissociável, inconformismo com a solução dada à lide e, não, na hipótese de

no ambiente de trabalho do reclamante, caracterizando a nulidade processual por ausência de prestação jurisdicional.

similaridade em atividade em SEP (Sistema Elétrico de Quanto ao mérito, não vislumbro as violações apontadas, pois o

Potência), como exposição a risco acentuado em virtude de Regional decidiu as questões veiculadas no presente apelo com

exposição permanente, nas Atividades de inspeção, testes, base no conjunto probatório contido nos autos, na legislação

ensaios, calibração, medição, reparo e treinamento em pertinente à espécie e em sintonia com as diretrizes previstas na OJ

equipamentos e instalações elétricas, proveniente das nº 324 da SbDI-1, do TST, consistindo o insurgimento do recorrente,

manutenções em quadros elétricos energizados, em casa de quando muito, em interpretação diversa daquela conferida pela

máquinas e de elevadores, fazendo testes dos sistemas Corte revisanda. Ademais, as alegações lançadas nas razões

elétricos, e que o agente agressor (Choques Elétricos), mesmo recursais, em sentido contrário, somente seriam aferíveis através de

em pequenos períodos, caracteriza o risco iminente de reexame fático, o que não é possível por meio desta via recursal

acidente fatal, bastando um único evento infortunístico, (Súmula nº 126 do TST). Por consequência, fica inviabilizado o

principalmente trabalhando sozinho, para ofender a sua exame pertinente à divergência jurisprudencial específica (Súmulas

integridade física. nº 296 e 333 desse mesmo Órgão Superior).

Ainda, reporto-me ao excerto seguinte do julgado de embargos CONCLUSÃO

declaratórios (Id 21e25cb): Diante do exposto, DENEGOseguimento ao Recurso de Revista.

No tocante à insurgência acerca do adicional de periculosidade, Cumpram-se as formalidades legais.

constata-se que o intuito da embargante é de revisão da decisão Intimem-se.

que lhe foi desfavorável, com rediscussão de matéria já enfrentada emm/vmm

por esta Turma julgadora, inclusive com inserção no contexto

probatório, o que é vedado em sede de embargos de declaração.

Como pode se ver, não há que se falar em obscuridade na matéria. Assinatura

A embargante invoca o entendimento consubstanciado na OJ 324 RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

da SDI-I do TST, entretanto, da leitura do acórdão embargado,

verifica-se a correta aplicação dos seus ditames, tendo em vista que DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

a manutenção da sentença de origem baseou-se em laudo Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

produzido pelo expert do juízo, com relação ao qual a reclamada Decisão


Processo Nº ROT-0001745-66.2017.5.06.0021
não apresentou documentos suficientes a afastar a legitimidade. Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA
Assim, mesmo que por hipótese tenha-se aplicado erroneamente o RECORRENTE FUNDACAO UNIVERSIDADE DE
PERNAMBUCO
direito à espécie, ainda assim o acórdão não estaria eivado de ADVOGADO ROBERTO FERREIRA
CAMPOS(OAB: 15545/PE)
quaisquer vícios, haveria, no máximo, erro de julgamento, o que é
RECORRIDO FORTE SERVICOS TECNICOS LTDA
bem diferente, comportando a protocolização de recurso diverso, ADVOGADO ROBERTA ZEPPELINI(OAB: 506-
B/PE)
que tem finalidade estritamente disciplinada pelo art. 897-A da CLT.
RECORRIDO PAULO BORGES ALBUQUERQUE
Do cotejo entre as alegações do recurso com os fundamentos do DE OLIVEIRA
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA
acórdão, quanto à nulidade processual por negativa de prestação VALADARES(OAB: 21290/PE)
jurisdicional, não vislumbro violação às normas jurídicas invocadas, CUSTOS LEGIS MINISTÉRIO PÚBLICO DO
TRABALHO
eis que o julgamento dos embargos de declaração está

devidamente fundamentado na legislação aplicável. Conforme se Intimado(s)/Citado(s):


- FORTE SERVICOS TECNICOS LTDA
verifica das decisões supracolacionadas, a Turma se pronunciou
- FUNDACAO UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 29
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- PAULO BORGES ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA


tenham sido apreciadas as questões objeto do seu inconformismo,

"não sendo suficiente, para esse fim, a transcrição, quanto aos

temas, da decisão recorrida em seu inteiro teor, sem qualquer


PODER destaque em relação aos pontos em discussão" (Ag-E-ED-RR-2435
JUDICIÁRIO -76.2015.5.22.0003, Subseção I Especializada em Dissídios

Individuais, Relator Ministro Hugo Carlos Scheuermann, DEJT


Fundamentação
21/06/2019).
RECURSO DE REVISTA
CONCLUSÃO
Trata-se de Recurso de Revista interposto por PAULO BORGES
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao apelo.
ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA em face de acórdão proferido em
Cumpram-se as formalidades legais.
sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando como
Intimem-se.
recorridos, FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO e
ACMM/gma
FORTE SERVIÇOS TÉCNICOS LTDA.
Assinatura
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
O apelo é tempestivo, tendo em vista a publicação da decisão de

em 25.06.2020 e a apresentação das razões deste apelo em


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
1.07.2020, conforme se pode ver dos documentos "Aba de
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
Expediente do Pje" e Id a7a4b05.
Decisão
Representação processual regularmente demonstrada (Id 4e7b35a). Processo Nº ROT-0000195-78.2017.5.06.0007
Relator MILTON GOUVEIA
Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome da advogada, Dra
RECORRENTE RONALDO JOSE DE LIMA PEREIRA
DANIELA SIQUEIRA VALADARES, OAB/PE 21.290-D. ADVOGADO ERWIN HERBERT FRIEDHEIM
NETO(OAB: 14975/PE)
Preparo, na hipótese, desnecessário( Id 88f0c2a).
RECORRENTE BANCO BRADESCO S.A.
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA / ÔNUS DA PROVA
ADVOGADO MARIA EDUARDA FERREIRA
Alegações: LEFKI(OAB: 29820/PE)
ADVOGADO RAPHAEL AUGUSTO SILVA DE
- contrariedade à Súmula n.º 331 do TST; CARVALHO(OAB: 24128/PE)
- violação aos artigos 373, II, do CPC. RECORRIDO BANCO BRADESCO S.A.
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, pugnando ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
pelo reconhecimento da responsabilidade subsidiária da ADVOGADO MARIA EDUARDA FERREIRA
LEFKI(OAB: 29820/PE)
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO, ao argumento, ADVOGADO RAPHAEL AUGUSTO SILVA DE
CARVALHO(OAB: 24128/PE)
em síntese, que não lhe incumbe comprovar se o Ente Público
RECORRIDO RONALDO JOSE DE LIMA PEREIRA
empreendeu fiscalização quanto ao cumprimento das obrigações ADVOGADO ERWIN HERBERT FRIEDHEIM
NETO(OAB: 14975/PE)
contratuais pela empresa prestadora dos serviços, a FORTE
TERCEIRO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO
SERVIÇOS TÉCNICOS LTDA. INTERESSADO SOCIAL

Todavia, constato que, tratando-se de Recurso de Revista


Intimado(s)/Citado(s):
interposto na vigência da Lei n.º 13.015/2014, cabia à parte
- BANCO BRADESCO S.A.
recorrente indicar (destacar) o trecho da decisão recorrida em que - RONALDO JOSE DE LIMA PEREIRA
se encontra prequestionada a matéria objeto de sua irresignação,

como ordena o artigo 896, § 1.º-A, inciso I, da CLT. E, no caso em

apreciação, não se observou a exigência processual contida no


PODER
mencionado dispositivo legal, vez que transcrito todo o capítulo das
JUDICIÁRIO
matérias impugnadas, sem a indicação específica do "trecho da

decisão recorrida que consubstancia o prequestionamento da Fundamentação

controvérsia objeto do recurso de revista". RECURSO DE REVISTA

Ora, não se admite mais a manutenção da prática de impugnação Trata-se de Recurso de Revista interposto por RONALDO JOSÉ

genérica e dissociada, que era usual na vigência do regramento DE LIMA PEREIRA, em face de acórdão proferido em sede de

anterior. Deve a parte delimitar os respectivos trechos em que Recurso Ordinário nos presentes autos, figurando, como recorrido,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 30
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

BANCO BRADESCO S.A. Dois são os requisitos legais insertos naquele preceito (art. 224, §2º,

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS da CLT), o qual assim estatui:

O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão "§ 2º As disposições deste artigo não se aplicam aos que exercem

deu-se em 27.08.2020 e a apresentação das razões recursais funções de direção, gerência, fiscalização, chefia e equivalentes, ou

ocorreu em 04.09.2020, conforme se pode ver da aba de que desempenham outros cargos de confiança, desde que o valor

expedientes do sistema PJe e do documento de Id 0b34ff9. da gratificação não seja inferior a 1/3(um terço) do salário do cargo

Representação processual regularmente demonstrada (Id 4ea64ae). efetivo."(Grifos inexistentes na origem).

Preparo desnecessário (Ids 79699ee e 1aa891b). O segundo requisito emerge incontroverso.

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS Quanto ao primeiro, o autor afirma não haver gozado da autonomia

NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL necessária ao desempenho de atividade típica de gestão, realizado

CARGO DE CONFIANÇA - HORAS EXTRAS (7ª e 8ª HORAS) tarefas meramente técnicas, burocráticas.

Alegações: Desta feita, cabia à instituição-ré demonstrar o enquadramento do

- contrariedade às Súmulas nºs 102, I, e 338, ambas do TST; caso concreto à regra jurídica invocada, por se tratar de fato

- violação aos artigos 1º, III, 5º, XXXV, LV, 93, IX, da CF; 224, § 2º, impeditivo do direito postulado na exordial (art. 818 da CLT),

da CLT; 371, 489, II, § 1º, IV, do CPC; e encargo do qual admito ter se desvencilhado, mormente

- divergência jurisprudencial. considerando a presunção contida na Súmula 287, do C. TST (...)

A parte argui nulidade processual por negativa de prestação Oportuno destacar que o fato de não possuir procuração outorgada

jurisdicional, argumentando que o Colegiado, mesmo após instado em seu nome para representação do réu não desnatura o exercício

através de Embargos de Declaração, não indicou quais os motivos da função de confiança reconhecida, tampouco o fato de, em

ou as provas, que levaram à conclusão da existência de fidúcia algumas oportunidades, atuar em conjunto com outros gerentes,

capaz de configurar o exercício de cargo de confiança. Acresce que porquanto tal enquadramento decorreu da análise sistemática dos

era do recorrido o ônus de provar o efetivo exercício de função tida vários elementos supra delineados, cumprindo pontuar, ainda, não

como de confiança (§ 2º do art. 224 da CLT), ônus do qual não se se revelar razoável acreditar na identidade de fidúcia entre os que

desincumbiu. Em seguida, insurge-se contra a jornada arbitrada ocupam as funções de Escriturário ou Caixa e aqueles que

para fins de apuração das horas extras, alegando que, ante a desempenham o mister de Gerente.

ausência de cartões de ponto, a incompatibilidade com a jornada (...)

externa e de seu não enquadramento no artigo 224, § 2º, da CLT, Nesse diapasão, admito enquadrado o demandante nas disposições

no período anterior ao exercício do cargo de Gerente de Rel. contidas no art. 224, §2º, da CLT e, por conseguinte, sujeito à

Uniclass, deveria ser observado o entendimento sedimentado na jornada de 08 (oito) horas diárias, no período em que exerceu as

Súmula nº 338 do TST. funções de Gerente de Relacionamento Corp I e Gerente de

Do acórdão impugnado extrai-se (Id 1aa891b): Empresas, não fazendo jus, portanto, ao pagamento da sétima e

" Dos títulos relacionados à jornada de trabalho. Das oitava horas, como extraordinárias. "

disposições contidas no art. 62, I e II, e 224, §2º, da CLT. (ambos Da decisão que julgou os Embargos de Declaração transcrevem-se

os recursos) os seguintes fragmentos (Id fd557a7):

À caracterização das exceções trazidas pelo réu, imperiosa a "(...) Na espécie, deseja, em verdade, revolver aspectos

demonstração inequívoca de que estava o autor devidamente suficientemente sedimentados no julgado hostilizado que, por sua

enquadrado às regras jurídicas invocadas e, assim, de que detinha vez, evidenciou com clareza as suas razões de decidir, enfrentando

amplos poderes de mando, representação e substituição do os pontos relevantes dos temas discutidos e sobre eles se

empregador, nos moldes do art. 62, II, da CLT; de que laborava manifestando a forma fundamentada, conforme preceituam os arts.

externamente (art. 62, I, da CLT); ou ao menos de que possuía 93, IX, da Constituição Federal e 832 da CLT.

autonomia em face de operações de monta na agência, exercendo Não há, aliás, direito a defender, pela via aclaratória, quanto à

algum nível de influência nos meandros administrativos/gerenciais transcrição de fragmentos da prova oral, de modo a viabilizar a

de sua empregadora (art. 224, §2º, da CLT). interposição de recurso ao C. Tribunal Superior do Trabalho.

As duas primeiras hipóteses resultaram devidamente afastadas, Destaco, ainda, que o julgador não está obrigado a responder a

ante a ausência de provas contundentes a respeito. O mesmo, todas as questões suscitadas pelas partes, quando já tenha

porém, não se pode dizer acerca da terceira. encontrado motivo suficiente para proferir a decisão. O Magistrado

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 31
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO EMANUEL JAIRO FONSECA DE


ou Tribunal possui o dever de enfrentar apenas as questões SENA(OAB: 14677-D/PE)
ADVOGADO PEDRO FONSECA DE SENA
capazes de infirmar a conclusão adotada na decisão recorrida. Essa SIQUEIRA(OAB: 39793/PE)
é a interpretação que se extrai do art. 489, §1º, IV, do CPC/2015 RECORRIDO COMPANHIA AGRO INDUSTRIAL DE
GOIANA
(STJ. 1ª Seção. EDcl no MS 21.315-DF, Rel. Min. Diva Malerbi ADVOGADO MIRTES ADALGISA VIÉGAS
SANTOS(OAB: 27925/PE)
(Des. Conv. Do TRF da 3ª Região), julgado em 8/6/2016 (Info 585)).
ADVOGADO ADRIANA LISBOA FEITOZA(OAB:
E, uma vez não vislumbrada a existência de quaisquer dos vícios 17469/PE)

autorizadores do manejo dos Embargos Declaratórios previstos nos


Intimado(s)/Citado(s):
arts. 897-A, da CLT, e 1.022, do CPC, devem os Embargos de
- COMPANHIA AGRO INDUSTRIAL DE GOIANA
Declaração ser rejeitados, por nada haver a declarar. " - MANOEL LOPES DA SILVA
Confrontando as razões recursais com os fundamentos do acórdão

impugnado, não se vislumbra violação literal das supracitadas

normas jurídicas porque, além de a parte não haver demonstrado os


PODER
vícios de julgamento apontados, o acórdão hostilizado, ao contrário
JUDICIÁRIO
do que afirma, está em consonância com os artigos 832 da CLT e

93, IX, da Constituição Federal, dele constando relatório, Fundamentação

fundamentação e conclusão. Consequentemente, não é nulo nem RECURSO DE REVISTA

anulável. Refira-se, por oportuno, que o princípio constitucional Trata-se de Recurso de Revista interposto por MANOEL LOPES

refletido nesse último dispositivo - motivação das decisões - encerra DA SILVA,em face de acórdão proferido em sede de Recurso

os fundamentos do julgado, no tocante às questões fático-jurídicas Ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorrida,

que têm relação com a parte dispositiva, nessa hipótese não se COMPANHIA AGRO INDUSTRIAL DE GOIANA.

enquadrando a decisão que apenas contraria o interesse de PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

quaisquer das partes. Na realidade, o insurgimento cinge-se ao O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão

inconformismo com o desfecho dado à questão, o que não se recorrida se deu em 27/08/2020 (aba de expedientes) e a

enquadra em nenhuma das hipóteses previstas nas alíneas "a", "b" apresentação das razões recursais em 27/08/2020 (Id daba663).

e "c", do artigo 896 da CLT, capaz de ensejar o recebimento do Representação processual regularmente demonstrada (Id 4b9161c).

Recurso de Revista. Desnecessário o preparo.

Ademais, a apreciação dos argumentos lançados no apelo, como PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

expostos, implicaria, necessariamente, o reexame de fatos e HONORÁRIOS DE SUCUMBÊNCIA

provas, procedimento vedado mediante esta via recursal, conforme Alegações:

entendimento sedimentado na Súmula nº 126 do TST e inviabiliza o - violação aos artigos 5º, caput, XXXV, LXXIV, da Constituição

processamento do recurso, inclusive por divergência jurisprudencial. Federal; 791-A da CLT; 98 do CPC; e

CONCLUSÃO - divergência jurisprudencial.

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. A parte recorrente insurge-se contra sua condenação ao pagamento

Cumpram-se as formalidades legais. de honorários sucumbenciais, afirmando que foram

Intimem-se. desconsideradas as normas constitucionais e infraconstitucionais

vo/vrsc que visam garantir o direito de ação e assistência jurídica integral e

Assinatura gratuita àqueles que comprovarem insuficiência de recursos.

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. Defende a vedação de utilizar créditos trabalhistas para pagamento

de honorários e encargos e faz referência à Súmula 326 do STJ,

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA aplicável ao caso por analogia.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Não obstante o inconformismo apresentado, o apelo não ultrapassa

Decisão o crivo da admissibilidade recursal.


Processo Nº ROT-0000965-77.2019.5.06.0241
É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896, da
Relator MILTON GOUVEIA
RECORRENTE MANOEL LOPES DA SILVA CLT, introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos
ADVOGADO GLAUCO RODOLFO FONSECA DE recursos de revista, que impuseram à parte, sob pena de não
SENA(OAB: 13167/PE)
conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 32
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo.

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído formação de precedentes como elementos de estabilidade e a

pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017). decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência

Tais requisitos formais de admissibilidade do recurso de revista nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, 07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra

impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT

juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a critérios objetivos. de 16/06/2016).

A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA.

precedentes da Corte Superior Trabalhista: ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO.

EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I,

EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos

RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai

TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do

IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que

DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º- consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por

A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 - A meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa,

e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência

versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento

itinere e multa por embargos de declaração protelatórios, (salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante

ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896, transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim

§ 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso

transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar

prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso

se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade

literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo

recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide

controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014)

do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão

comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia

inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da

decisão regional que consubstancia o prequestionamento da Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST-

controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste

alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse Dalazen, DEJT 18/12/2015).

aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de In casu, considerando que o recorrente não cuidou de indicar, nas

admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de razões do apelo, os trechos da decisão recorrida que configuram o

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 33
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

prequestionamento da controvérsia, inviabilizado está o seu MUNICÍPIO DE CARUARU e MICHEL NUNES PEREIRA.

seguimento, nos termos da norma consolidada acima mencionada. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

CONCLUSÃO Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. recorrida em 25/08/2020, e a apresentação das razões recursais em

Cumpram-se as formalidades legais. 4/09/2020, conforme se pode ver dos documentos Ids 08ca736 e

Intimem-se. 965df35.

snl/vmm Representação processual regularmente demonstrada (Id ac09c97).

Preparo regularmente efetuado (Ids 7c0f254, 120eb3e e 5c75d55,

Assinatura consoante o disposto no artigo 899, §9º da CLT).

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão impugnado em

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA relação aos seguintes temas: a) cerceamento de defesa e afronta

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região ao devido processo legal, b) reconhecimento de vínculo de


Decisão emprego, anotação da CTPS, verbas rescisórias, multas dos
Processo Nº ROT-0001085-35.2018.5.06.0313
Relator JOSE LUCIANO ALEXO DA SILVA artigos 467 e 477 da CLT, FGTS, vales transportes, b) horas
RECORRENTE MUNICIPIO DE CARUARU extras/plantões; d) intervalo intrajornada, invocando o artigo 71,
ADVOGADO JESSICA MARIA SILVA
PEDROSA(OAB: 39589/PE) §4º, da CLT; d) honorários sucumbenciais.
ADVOGADO VIRNA ALVES FERREIRA(OAB: Não obstante o inconformismo apresentado, o presente Recurso de
18619/PE)
RECORRENTE CARDEAL SEGURANCA PRIVADA Revista não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal.
EIRELI
É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,
ADVOGADO TARCISIO RODRIGUES DI SILVA
SEGUNDO(OAB: 24679/PE) introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos
RECORRIDO MUNICIPIO DE CARUARU
Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não
ADVOGADO JESSICA MARIA SILVA
PEDROSA(OAB: 39589/PE) conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema
ADVOGADO VIRNA ALVES FERREIRA(OAB:
18619/PE) trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que
ADVOGADO BRUNO HOLANDA DE FARIAS(OAB: consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar
35661/PE)
ADVOGADO MURILO FERREIRA DE LIMA tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à
MONTEIRO(OAB: 38309/PE)
Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula
RECORRIDO MICHEL NUNES PEREIRA
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir;
VALADARES(OAB: 21290/PE)
3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e
RECORRIDO CARDEAL SEGURANCA PRIVADA
EIRELI 4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de
ADVOGADO TARCISIO RODRIGUES DI SILVA
SEGUNDO(OAB: 24679/PE) nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho
CUSTOS LEGIS MINISTÉRIO PÚBLICO DO dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do
TRABALHO
tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da
Intimado(s)/Citado(s): decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para
- CARDEAL SEGURANCA PRIVADA EIRELI cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído
- MICHEL NUNES PEREIRA
pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).
- MUNICIPIO DE CARUARU
Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas,


PODER
impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda,
JUDICIÁRIO
juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.

Fundamentação A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes

RECURSO DE REVISTA precedentes da Corte Superior Trabalhista:

Trata-se de Recurso de Revista interposto por CARDEAL EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO

SEGURANÇA PRIVADA EIRELE - ME, em face de acórdão EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº

proferido em sede de Recurso Ordinário, figurando como recorridos, 13.015/2014. RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 34
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do

IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que

DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por

-A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 - meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa,

A e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência

versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento

itinere e multa por embargos de declaração protelatórios, (salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante

ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896, transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim

§ 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso

transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar

prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso

se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade

literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo

recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide

controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014)

do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão

comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia

inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da

decisão regional que consubstancia o prequestionamento da Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST-

controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste

alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse Dalazen, DEJT 18/12/2015).

aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de Na hipótese dos autos, considerando que o recorrente não cuidou

admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de de transcrever, nas razões do recurso, os trechos da decisão

propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de recorrida que configuram o prequestionamento da controvérsia, bem

Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de como não indicou, com exceção do título referente ao intervalo

revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e intrajornada, de forma explícita e fundamentada, contrariedade a

conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente dispositivo de lei, súmula ou orientação jurisprudencial do Tribunal

subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo. Superior do Trabalho que conflite com a decisão regional,

Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a inviabilizado está o processamento de seu apelo, nos termos do I e

violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica II do § 1º- A do art. 896 da CLT.

da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa CONCLUSÃO

e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que Cumpram-se as formalidades legais.

contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a Intimem-se.

formação de precedentes como elementos de estabilidade e a acmm/gma

decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência Assinatura

nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

de 16/06/2016). Decisão
Processo Nº ROT-0000005-11.2019.5.06.0019
AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES
ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO. RECORRENTE ERONIDES DIAS PESSOA FILHO
ADVOGADO GISELE PERES CALVAO(OAB:
TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I, 722/PE)
DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos ADVOGADO PRISCILLA VERONICA SARMENTO
TENORIO GALLINDO(OAB:
intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai 28449/PE)

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 35
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECORRIDO BOMPRECO SUPERMERCADOS DO


NORDESTE LTDA edição da Instrução Normativa nº 41/2018 do C. TST, a qual, em
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES seu art. 6º, determina que "Na Justiça do Trabalho, a condenação
PESSOA(OAB: 47688/PE)
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA em honorários advocatícios sucumbenciais, prevista no art. 791-A, e
ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
parágrafos, da CLT, será aplicável apenas às ações propostas após
Intimado(s)/Citado(s): 11 de novembro de 2017 (Lei nº 13.467/2017). Nas ações propostas
- BOMPRECO SUPERMERCADOS DO NORDESTE LTDA anteriormente, subsistem as diretrizes do art. 14 da Lei nº
- ERONIDES DIAS PESSOA FILHO
5.584/1970 e das Súmulas nos 219 e 329 do TST.".

Cumpre destacar, ainda, que o fato de o autor ser beneficiário da

justiça gratuita não impede sua condenação ao pagamento de


PODER honorários advocatícios à parte contrária.
JUDICIÁRIO Por fim, com relação ao pedido alternativo para que seja aplicado o

§4º, do artigo 791-A da CLT, razão não assiste ao recorrente.


Fundamentação
O citado regramento está assim redigido:
RECURSO DE REVISTA
"Vencido o beneficiário da justiça gratuita, desde que não tenha
Trata-se de Recurso de Revista interposto por ERONIDES DIAS
obtido em juízo, ainda que em outro processo, créditos capazes de
PESSOA FILHO, em face de acórdão proferido em sede de
suportar a despesa, as obrigações decorrentes de sua sucumbência
Recurso Ordinário, nos autos da presente Reclamação Trabalhista,
ficarão sob condição suspensiva de exigibilidade e somente
figurando, como recorrido, BOMPREÇO SUPERMERCADOS DO
poderão ser executadas se, nos dois anos subsequentes ao trânsito
NORDESTE LTDA.
em julgado da decisão que as certificou, o credor demonstrar que
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
deixou de existir a situação de insuficiência de recursos que
Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se
justificou a concessão de gratuidade, extinguindo-se, passado esse
deu em 02/09/2020 e a apresentação das razões recursais, em
prazo, tais obrigações do beneficiário".
08/09/2020, conforme se pode ver da aba de Expedientes do PJE e
No caso em tela, de fato foram deferidos ao autor os benefícios da
do documento de Id 8693e42.
justiça gratuita. Porém, considerando que há créditos a receber
Representação processual regularmente demonstrada (Id 4f91568).
capazes de suportar as despesas decorrentes de sua sucumbência,
Preparo desnecessário (Ids f7619c0 e e7fb8db).
não há que se falar em condição suspensiva de exigibilidades dos
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
honorários advocatícios, nos moldes do art. 791-A, §4º da CLT
HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS
acima transcrito."
Alegações:
Do confronto entre as razões recursais e os fundamentos do
- violação aos artigos 5.°, II, da CF; 791-A, §4.°, da CLT;
decisum, tem-se que a Revista não comporta processamento, por
- divergência jurisprudencial.
não se vislumbrarem as violações apontadas, visto que o Regional
A parte recorrente insurge-se contra o acórdão, que indeferiu o
decidiu a matéria debatida com base na legislação pertinente e de
pedido de suspensão da exigibilidade dos honorários
acordo com o conjunto probatório contido nos autos. Neste
sucumbenciais, nos termos do §4.°, do artigo 791-A, da CLT,
contexto, a insurgência apresentada consiste, tão-somente, no
aduzindo, em síntese, que os créditos que lhe são devidos têm
inconformismo com a solução conferida pela Corte Revisanda.
natureza alimentar, não sendo possível se determinar a
Ainda que ultrapassados estes aspectos, melhor sorte não teria o
compensação imediata deles para o pagamento da parcela.
recorrente de ver seu apelo admitido por divergência jurisprudencial,
Do acórdão hostilizado, extrai-se a seguinte fundamentação:
ora por não haver indicado o órgão prolator do acórdão (Súmula
"[....]Como dito anteriormente, a presente demanda foi proposta em
337, IV, "c"); ora por não apresentar as mesmas premissas fáticas
09/01/2019, portanto, em momento posterior a vigência da Lei nº
da decisão recorrida, sendo, portanto, inespecífica (artigo 896, §8.°,
13.467/2017. Logo, são perfeitamente aplicáveis à hipótese as
da CLT).
regras processuais trazidas pela Reforma Trabalhista, inclusive no
CONCLUSÃO
tocante ao pagamento de honorários advocatícios por ambas as
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
partes em caso de sucumbência recíproca, conforme disposto no
Cumpram-se as formalidades legais.
art. 791-A, §3º, da CLT.
Intimem-se.
Inclusive, a questão de direito intertemporal relativa à aplicação das
nbb
alterações trazidas pela Lei nº 13.467/2017 já foi sanada com a

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 36
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Assinatura

Assinatura RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Decisão


Processo Nº RORSum-0000835-17.2019.5.06.0232
Decisão Relator FABIO ANDRE DE FARIAS
Processo Nº ROT-0000185-57.2019.5.06.0009
RECORRENTE OXIDOS DO NORDESTE S A
Relator MILTON GOUVEIA OXINOR
RECORRENTE NIELSON DE ASSIS SILVA ADVOGADO ANA MARIA SANTOS MARQUES DE
ADVOGADO JULIANA DE FATIMA DI LUCENA(OAB: 13717/PE)
CAVALCANTI SOUSA(OAB: RECORRIDO INACIO MELO DE LIMA
30848/PE)
ADVOGADO IZABELA CATARINA DE SOUSA
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA GALVAO GUEDES(OAB: 38133/PE)
VALADARES(OAB: 21290/PE)
PERITO DAVID PEREIRA GALVAO
RECORRIDO RITA DE CASSIA SOUZA FREITAS -
ME
ADVOGADO LILIAN MENDES DO PATROCINIO Intimado(s)/Citado(s):
OLIVEIRA(OAB: 44424/PE)
- INACIO MELO DE LIMA
- OXIDOS DO NORDESTE S A OXINOR
Intimado(s)/Citado(s):
- NIELSON DE ASSIS SILVA
- RITA DE CASSIA SOUZA FREITAS - ME

PODER

JUDICIÁRIO

PODER
Fundamentação
JUDICIÁRIO
AGRAVO DE INSTRUMENTO

Fundamentação Vistos etc.

AGRAVO DE INSTRUMENTO Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por OXIDOS DO

Vistos etc. NORDESTE S.A. OXINOR, da decisão que denegou o

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por NIELSON DE processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos,

ASSIS SILVA, da decisão que denegou o processamento do figurando, como agravado, INÁCIO MELO DE LIMA.

Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 9/10/2020, e

agravada, RITA DE CÁSSIA SOUZA FREITAS - ME. apresentadas as razões deste Agravo em 21/10/2020, configurou-se

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 9/10/2020, e a sua tempestividade (conforme aba de expedientes e documento

apresentadas as razões deste Agravo em 15/10/2020, configurou-se de Id e38b163), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro

a sua tempestividade, conforme aba de expedientes e documento do corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).

de Id a59cfdd. Representação processual regularmente demonstrada (Id 77719bc).

Representação processual regulamente demonstrada (Id cb7692a). Preparo satisfeito (Ids c892469, 91ff9fd, 526c022, 885804a,

Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome da advogada 2488a42, 36812f5 e 9462501).

Daniela Siqueira Valadares (OAB/PE 21.290-D). Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

Preparo desnecessário (Id 99bd2d5). fundamentação, e, por via de consequência, determino o

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria processamento do presente Agravo.

fundamentação, e, por via de consequência, determino o Intimem-se as partes, inclusive o agravado para, querendo, oferecer

processamento do presente Agravo. contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de

Intimem-se as partes, inclusive a agravada para, querendo, oferecer Revista.

contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao

Revista. Tribunal Superior do Trabalho.

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao mercp

Tribunal Superior do Trabalho. Assinatura

mercp RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 37
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Intimem-se as partes, inclusive os agravados para, querendo,

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Recurso de Revista.


Decisão Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
Processo Nº ROT-0000675-86.2017.5.06.0191
Relator CARMEN LUCIA VIEIRA DO Tribunal Superior do Trabalho.
NASCIMENTO
jrs
RECORRENTE PETROBRAS TRANSPORTE S.A -
TRANSPETRO
ADVOGADO SYLVIO GARCEZ JUNIOR(OAB:
7510/BA) Assinatura
RECORRENTE KABALA ALIMENTOS EIRELI RECIFE, 4 de Novembro de 2020.
RECORRENTE MARIANA NASCIMENTO ARAGAO
ADVOGADO ANGELIN MOREIRA DE
OLIVEIRA(OAB: 107017/RS) DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
ADVOGADO MARIANA DOHERTY AYRES(OAB:
32440/PE) Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
RECORRIDO PETROBRAS TRANSPORTE S.A - Decisão
TRANSPETRO Processo Nº ROT-0001135-91.2018.5.06.0012
ADVOGADO SYLVIO GARCEZ JUNIOR(OAB: Relator MILTON GOUVEIA
7510/BA) RECORRENTE BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
RECORRIDO KABALA ALIMENTOS EIRELI ADVOGADO maura virginia borba silvestre(OAB:
RECORRIDO MARIANA NASCIMENTO ARAGAO 17864/PE)
ADVOGADO ANGELIN MOREIRA DE RECORRIDO PAULA ROBERTA GALINDO
OLIVEIRA(OAB: 107017/RS) FERREIRA
ADVOGADO MARIANA DOHERTY AYRES(OAB: ADVOGADO MARCIA DA SILVA SANTOS(OAB:
32440/PE) 16491/PE)
TESTEMUNHA ADRIANIO RODRIGUES LEAL ADVOGADO GUSTAVO HENRIQUE AMORIM
GOMES(OAB: 20722-D/PE)
TESTEMUNHA JOSIANO JOAO DA SILVA
ADVOGADO ANDREY RONDON SOARES(OAB:
44879/DF)
Intimado(s)/Citado(s):
- MARIANA NASCIMENTO ARAGAO Intimado(s)/Citado(s):
- PETROBRAS TRANSPORTE S.A - TRANSPETRO - BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
- PAULA ROBERTA GALINDO FERREIRA

PODER

JUDICIÁRIO PODER

JUDICIÁRIO
Fundamentação

AGRAVO DE INSTRUMENTO Fundamentação

Vistos etc. RECURSO DE REVISTA

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por MARIANA Trata-se de Recurso de Revista interposto por PAULA ROBERTA

NASCIMENTO ARAGÃO, da decisão que denegou parcialmente o GALINDO FERREIRA, em face de acórdão proferido em sede de

processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos, Recurso Ordinário nos presentes autos, figurando, como recorrido,

figurando, como agravados, PETROBRAS TRANSPORTE S.A - BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.

TRANSPETRO e KABALA ALIMENTOS EIRELI. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 17/9/2020, e O apelo é tempestivo, tendo em vista que publicação do acórdão se

apresentadas as razões deste Agravo em 29/9/2020, configurou-se deu em 10/09/2020 e a apresentação das razões recursais em

a sua tempestividade, conforme aba de expedientes e documento 22/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do

de Id eabd7fb. sistema PJe e do documento de Id db31ddb.

Representação processual regularmente demonstrada (Ids 9ee2ced Representação processual regularmente demonstrada (Ids

e a535439). 2bb769a,24987db e 11decfa). Defiro o pedido de notificação

Preparo desnecessário (Ids 2b56f19 e c49f6c3). exclusiva em nome do advogado José Eymard Loguercio,

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria OAB/DF nº 1441-A.

fundamentação, e, por via de consequência, determino o Dispensado o preparo (Id 4fbb717).

processamento do presente Agravo. PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 38
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL remuneratória da autora - fichas financeiras e recibos salariais -mas

HORAS EXTRAS também o especial grau de fidúcia perante a empresa no exercício

HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS de ambas as funções, com o realce de que a própria autora

Alegações: informou "que como gerente geral de apoio trabalha das 8h às 17h,

- contrariedade às Súmulas nºs 102, I e 287, do TST; com intervalo de 1 hora; que em nenhum dos cargos assinava

- violação aos artigos 2º, 3º, 5º, XXXV, 7º, XIII, 93, IX, 96, I, e 114, ponto; que dentro da agencia não havia quem fiscalizasse sua

da Constituição Federal; 57, 62, II, 224, caput, § 2º, 791, caput, 791- jornada, porém a regional ligava várias vezes durante o expediente".

A, § 4º, 818, I e II, 832, da CLT; 373, I e II, 489, do CPC; e De notar que, para que o cargo seja declarado como típico de

- divergência jurisprudencial. gestão, bastante que o empregado esteja envolvido no

A parte recorrente suscita nulidade processual por negativa de dimensionamento do quadro de pessoal, como ocorrido na hipótese,

prestação jurisdicional, sob o argumento de que a Turma, mesmo sendo inconteste sua influência, inclusive quando atuou com

após instada através de Embargos de Declaratório, não se recuperação de crédito, na medida em que, conforme declarações

pronunciou sobre a integralidade da prova produzida, notadamente de testemunha por ela indicada, "a reclamante poderia dar suporte a

quanto às declarações prestadas pelas testemunhas, as quais outras agencias como gerente geral de apoio" (v. ata instrutória), o

demonstram que, a despeito da nomenclatura dada ao cargo, não que demonstra a relevância do cargo ocupado, sem perder de vista

possuía nenhuma fidúcia especial em relação aos demais que continuava percebendo salário e gratificação nos mesmos

empregados, não tendo o recorrido se desincumbido do seu ônus patamares, bastante diferenciados, aliás, dos auferidos pelos

probatório. Pugna pelo pagamento das horas extras, além da 6ª demais trabalhadores das agências, ainda que as atividades

hora diária, alegando não se encontrar enquadrada no artigo 62, II, desempenhadas como Gerente Geral de Apoio não exigissem o

da CLT. Afirma que o Colegiado baseando-se apenas na mesmo dispêndio de energia.

nomenclatura do seu cargo, indeferiu o pagamento das horas Oportuno destacar que o fato de, em algumas oportunidades, atuar

laboradas além da 6ª diária, violando o art. 57 da CLT, o qual é bem em conjunto com outros gerentes não desnatura o exercício da

claro ao excluir a aplicação do art. 62 Consolidado ao trabalhador função de confiança reconhecida, porquanto tal enquadramento

bancário, que se regulamentado por dispositivo legal específico, no decorreu da análise sistemática dos vários elementos supra

caso, o art. 224 da CLT. Acresce que não ocupava o cargo de delineados, cumprindo pontuar, ainda, não se revelar razoável

Gerente Geral de Agência, mas sim de Gerente Geral de Apoio, acreditar na identidade de fidúcia entre os que ocupam as funções

com atividades totalmente distintas das de um gerente geral, eis de Gerente Geral, quer seja de agência, quer seja de Apoio, e os

que não era responsável pela agência bancária, nem tinha alçada Escriturários, por exemplo, que têm jornada de trabalho diferenciada

nem poderes para representar o banco. Impugna sua condenação (reduzida).

ao pagamento dos honorários de sucumbência, aduzindo estar em Feitas essas considerações, dou provimento ao recurso, para

desacordo com os princípios fundantes do direito material e excluir do condeno o pagamento de horas extras e reflexos,

processual do trabalho, bem como com os princípios e direitos julgando, por conseguinte, improcedentes os pedidos formulados na

fundamentais assegurados pela CF/88. Sustenta que lhe devem ser Ação Trabalhista. Prejudicada, assim, a análise das demais teses

concedidos os benefícios da Justiça Gratuita, o que, por si só, já recursais relacionados.

afasta de qualquer condenação em honorários sucumbenciais. Dos honorários advocatícios

Da decisão hostilizada extraem-se os seguintes fragmentos (Id Em consequência do que exposto em linhas transatas, resultando

4fbb717): improcedentes os pedidos formulados, isenta está a ré, por curial,

Das horas extras. Dos temas correlatos do pagamento de honorários de sucumbência, os quais, no entanto,

(...) devem ser suportados pela parte autora, no percentual de 5%,

Data venia deste entendimento, admito que a autora, enquanto sobre o valor atualizado da causa, cumprindo destacar que a

Gerente Geral e Gerente Geral de Apoio, ou seja, durante todo o condição de beneficiária da justiça gratuita, não lhe retira a

período não alcançado pela prescrição, esteve enquadrada no responsabilidade pelo pagamento da verba honorária, consoante

artigo 62, inciso II, da CLT, não fazendo jus, por conseguinte, a nova legislação (§ 4º, do art. 791-A, da CLT), apenas condiciona a

horas extras. sua exigência à obtenção de créditos em outro processo ou ao

Com efeito, tenho que o conjunto probatório favorece a tese comprovado término superveniente da condição de hipossuficiência,

patronal, na medida em que evidencia não apenas a distinção não havendo falar, é certo, em inconstitucionalidade do referido

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 39
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

dispositivo legal. De notar que enfrentando os pontos relevantes dos temas

Pressupondo que o ordenamento jurídico compõe um todo, sem discutidos, sobre eles se reportando à forma fundamentada,

incompatibilidades, admito que a melhor interpretação a ser dada ao conforme preceituam os arts. 93, IX, da Constituição Federal e 832,

referido dispositivo legal seja a sistemática e em conformidade com da CLT. O que avulta é, por certo, o inconformismo da parte com a

a Constituição Federal, em especial com a promessa de assistência decisão que lhe foi desfavorável.

integral e gratuita (art. 5º, LXXIV) e o direito fundamental de acesso Por oportuno, não é demais acrescer que não há constatação de

à justiça (art. 5º, XXXV), de um lado, e com a indispensabilidade do violações a dispositivos constitucionais e legais. Ao contrário, o

advogado à administração da justiça (art. 133), de outro. Nessa julgado revelou-se fruto da correta interpretação das normas

ordem de ideias, o legislador resguardou a situação do beneficiário vigentes em relação à matéria em debate.

da justiça gratuita, enquanto vencido e desde que não tenha obtido Desse modo, rejeito os Embargos de Declaração.

em Juízo, ainda que em outro processo, créditos capazes de Relativamente à nulidade processual por negativa de prestação

suportar a despesa, assegurando à autora, a despeito de sua jurisdicional, em face das transcrições supra, observa-se que não

responsabilização pela quitação dos honorários advocatícios em subsiste a alegação da existência de omissão no julgado. É que,

favor do patrono da ré, a suspensão da exigibilidade desse crédito, sob a ótica da restrição imposta pela Súmula nº 459 do TST,

apenas se tornando exigível se, dentro do prazo de até dois anos constato que a prestação jurisdicional se fez completa, cumprindo

após o trânsito em julgado da constituição dele, for comprovado, acrescentar - a título de argumentação - que o Juízo não tem que

pela parte interessada, "que deixou de existir a situação de emitir pronunciamento sobre o que não é necessário ou essencial

insuficiência de recursos que justificou a concessão de gratuidade" ou com relação àquilo que já está compreendido no próprio

da justiça. conteúdo da decisão que profere. Por corolário, não se vislumbra

violação direta e literal das supracitadas normas, porquanto este

E, do acórdão que julgou os Embargos de Declaração, transcrevem- Regional decidiu a espécie conforme os elementos constantes nos

se os trechos a seguir (Id 9690785): autos e as regras jurídicas infraconstitucionais pertinentes. Na

Na espécie, ao se reportar a supostos vícios existentes no v. realidade, enquadra-se a irresignação da parte no inconformismo

acórdão, no que tange ao exame das provas relativas à com a solução dada à lide e não na hipótese de nulidade processual

descaracterização da função de confiança, deseja a embargante, na por negativa de prestação jurisdicional. Ademais, evidencia-se que

verdade, revolver a matéria suficientemente sedimentada no os argumentos trazidos no apelo implicam no revolvimento da prova

decisum hostilizado, que, por sua vez, evidenciou com clareza as dos autos, procedimento vedado por esta via recursal.

razões pelas quais afastou a condenação relativa às horas extras, Quanto às horas extras, confrontando as razões recursais com os

por entender que a autora enquadrava-se nas disposições contidas fundamentos do acórdão, tem-se que o apelo não comporta

no art. 62, II, da CLT, sendo certo que não há direito a defender, processamento, pois a Turma decidiu as questões veiculadas no

pela via aclaratória, quanto à transcrição de fragmentos da prova presente apelo com base no conjunto probatório contido nos autos e

oral. na legislação pertinente à espécie, consistindo a insurgência, no

Com efeito, dos fundamentos constantes do acórdão não restam máximo, em interpretação diversa daquela conferida pela Corte

dúvidas de que a matéria devolvida à instância revisora foi Revisora, sendo certo, ainda, que as alegações lançadas pela parte

devidamente analisada, considerando todo o arcabouço processual, em sentido contrário, somente seriam aferíveis através de reexame

sendo certo que o Juízo não está adstrito a responder, uma a uma, fático, o que não é possível por meio desta via recursal, nos termos

às indagações ou teses apresentadas pelas partes, quando da Súmula nº 126 do TST, restando inviabilizado a análise

demonstre os aspectos que firmaram o seu convencimento acerca pertinente à divergência jurisprudencial específica (Súmula nº 296

da questão litigiosa, pois que "Dirimida a controvérsia de forma da mesma Corte Superior Trabalhista). Frise-se que os arestos

objetiva e fundamentada, não fica o órgão julgador obrigado a oriundos do TRT da 4ª Região não se prestam ao confronto de

apreciar um a um os questionamentos suscitados pelo embargante, teses, porque não indicado o Órgão Julgador (Turma e/ou

como se órgão de consulta fosse, mormente se notório seu Desembargador Relator).

propósito de reforma do julgado"(STJ, REsp 573.761-GO, Rel. Min. Entretanto, no tocante aos honorários advocatícios sucumbenciais,

Castro Meira, Terceira Turma, j. 02.12.2003, DJ 19.12.2003 p. 463). o Recurso de Revista comporta admissibilidade, por vislumbrar

A demonstração dos elementos em que firmada a convicção é, pois, possível violação ao art. 5º, XXXV, da Constituição Federal.

o quanto basta Ressalte-se que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o RR-

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 40
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

10378-28.2018.5.03.0114, entendeu da mesma forma, vez que recorridos, INSTITUTO DE RECURSOS HUMANOS DE

decidiu: "por maioria, vencida a Excelentíssima Desembargadora PERNAMBUCO - IRH - PE, STAFF ASSESSORIA EMPRESARIAL

Convocada Cilene Ferreira Amaro Santos, conhecer do recurso de EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS EIRELI e HILDELANO LIMA

revista do reclamante, por violação do art. 5º, XXXV, da VERDE.

Constituição Federal e, após ouvidas as partes e o Ministério CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

Público, acolher a arguição de inconstitucionalidade do art. 791-A, A fim de evitar futuros questionamentos, de logo esclareço

§4º da CLT e determinar a remessa dos autos ao exame do Tribunal que, em sessão realizada em 26/4/2017, apreciando o tema 246

Pleno para o processamento do incidente de Arguição de de repercussão geral (RE 760.931 - acórdão publicado em

Inconstitucionalidade de Lei nos termos do artigo 275, § 3.º do 5/9/2019) acerca da responsabilidade subsidiária da

RITST". Administração Pública por obrigações trabalhistas não

CONCLUSÃO cumpridas por empresa prestadora de serviço, o Supremo

Diante do exposto, RECEBO, parcialmente, oRecurso de Revista. Tribunal Federal fixou tese jurídica no sentido de que "o

Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo, inadimplemento dos encargos trabalhistas dos empregados do

apresentar suas contrarrazões. contratado não transfere automaticamente ao Poder Público

Cumpridas as formalidades legais, remeta-se o processo ao TST. contratante a responsabilidade pelo seu pagamento, seja em

acmm/vrsc caráter solidário ou subsidiário, nos termos do art. 71, § 1º, da

Assinatura Lei nº 8.666/93".

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. No particular, entendo que o acórdão recorrido não destoa do

referido precedente vinculante do STF (Tema 246), nos estritos

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA termos ali delineados, cabendo ressaltar que não restou

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região definida, na tese acima transcrita, a controvérsia jurídica


Decisão quanto à distribuição do ônus probatório relativo ao efetivo
Processo Nº ROT-0000876-24.2017.5.06.0015
Relator Eduardo Pugliesi exercício da fiscalização do cumprimento das obrigações
RECORRENTE INSTITUTO DE RECURSOS trabalhistas.
HUMANOS DE PERNAMBUCO - IRH-
PE Desse modo, em atendimento à sistemática de uniformização
RECORRIDO HILDELANO LIMA VERDE
de jurisprudência, não vislumbro a necessidade de oportunizar
RECORRIDO STAFF ASSESSORIA EMPRESARIAL
EMPREENDIMENTOS E SERVICOS o juízo de retratação pelo órgão fracionário que proferiu a
EIRELI
ADVOGADO MORITZ ROBERTO decisão ora vergastada.
FRIEDHEIM(OAB: 20052-D/PE)
Acrescento que, ao julgar o Incidente de Uniformização de
RECORRIDO SEVERINO SOARES DE JESUS
ADVOGADO REBECA PATRICIA DE QUEIROZ Jurisprudência n.º 0000362-87.2015.5.06.0000, na sessão do dia
VEIGA RIBEIRO DE
ALBUQUERQUE(OAB: 30010/PE) 26/4/2016, o Pleno deste Regional firmou a seguinte tese: "1.
CUSTOS LEGIS MINISTÉRIO PÚBLICO DO Reconhece a responsabilidade subsidiária da Administração
TRABALHO
Pública direta e indireta pelas obrigações trabalhistas não
Intimado(s)/Citado(s): cumpridas por empresa prestadora de serviços, quando
- SEVERINO SOARES DE JESUS evidenciado culpa in eligendo e/ou in vigilando; 2. Reconhece
- STAFF ASSESSORIA EMPRESARIAL EMPREENDIMENTOS E
SERVICOS EIRELI ser da tomadora de serviços o ônus probatório relativo ao

efetivo exercício da fiscalização do cumprimento das

obrigações trabalhistas".

Registro, porém, a impossibilidade de envio dos autos para a


PODER
adequação do acórdão ao que restou decidido no mencionado
JUDICIÁRIO
IUJ, tendo em vista que a Lei n.º 13.467/2017 revogou os
Fundamentação parágrafos 3º, 4º, 5º e 6º do art. 896 da CLT, que disciplinavam o
RECURSO DE REVISTA Incidente de Uniformização de Jurisprudência no âmbito do
Trata-se de Recurso de Revista interposto por SEVERINO processo do trabalho.
SOARES DE JESUS,em face de acórdão proferido em sede de Assim, passo ao exame dos requisitos de admissibilidade do
Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como Recurso de Revista interposto nestes autos.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 41
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS objeto de irresignação no apelo ordinário interposto pela parte.

O apelo é tempestivo, tendo em vista a publicação da decisão Incide à hipótese a Súmula 297 do TST.

em 11.08.2020 e a apresentação das razões recursais em CONCLUSÃO

19.08.2020, conforme se pode ver dos documentos "Aba de Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de

Expediente do Pje" e Id 4ef84d7. Revista.

Representação processual regularmente demonstrada (Id Cumpram-se as formalidades legais.

d416b56). Intimem-se.

Preparo desnecessário (Ids 47255b1 e bc890dd). .

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS NUGEP/acmm/vmm

RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - ÔNUS DA PROVA

Alegações: Assinatura

- contrariedade à Súmula 331, IV, do TST; RECIFE, 4 de Novembro de 2020.

- violação aos artigos 373, II do CPC, art. 818 da CLT; e

- divergência jurisprudencial. DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

A parte recorrente objetiva a reforma do acórdão, suplicando o Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

reconhecimento da responsabilidade subsidiária do INSTITUTO Decisão


Processo Nº ROT-0000406-23.2017.5.06.0005
DE RECURSOS HUMANOS DE PERNAMBUCO - IRH - PE, Relator ANA CLAUDIA PETRUCCELLI DE
LIMA
defendendo a tese de que o ônus da prova, no tocante à
RECORRENTE TELEFONICA BRASIL S.A.
comprovação da fiscalização do cumprimento das obrigações ADVOGADO JOSE ALBERTO COUTO
MACIEL(OAB: 513/DF)
trabalhistas por parte da prestadora de serviços, pertence ao
RECORRENTE ALEXSANDRA LUIZA DE SANTANA
tomador, no caso, à Administração Pública. Requer, ainda, na SOARES
ADVOGADO ERIGLEISON JACQUES PEREIRA DE
parte conclusiva do apelo, o pagamento de adicional de MELO E SILVA(OAB: 25212-D/PE)
insalubridade. RECORRIDO TELEFONICA BRASIL S.A.
ADVOGADO JOSE ALBERTO COUTO
No tocante à responsabilidade subsidiária, tratando-se de MACIEL(OAB: 513/DF)
Recurso de Revista interposto na vigência da Lei n.º RECORRIDO ALEXSANDRA LUIZA DE SANTANA
SOARES
13.015/2014, cabe à parte recorrente indicar (destacar) o trecho ADVOGADO ERIGLEISON JACQUES PEREIRA DE
MELO E SILVA(OAB: 25212-D/PE)
da decisão recorrida em que se encontra prequestionada a
TERCEIRO MAYARA DE BARROS ALVES
matéria objeto de sua irresignação, como ordena o artigo 896, § INTERESSADO

1.º-A, inciso I, da CLT. E, no caso em apreciação, não se


Intimado(s)/Citado(s):
observou a exigência processual contida no mencionado - ALEXSANDRA LUIZA DE SANTANA SOARES
dispositivo legal, vez que transcrito todo o capítulo da matéria - TELEFONICA BRASIL S.A.

impugnada, sem a indicação específica do "trecho da decisão

recorrida que consubstancia o prequestionamento da

controvérsia objeto do recurso de revista." Ora, não se admite


PODER
mais a manutenção da prática de impugnação genérica e
JUDICIÁRIO
dissociada, que era usual na vigência do regramento anterior.

Deve a parte delimitar os respectivos trechos em que tenham Fundamentação

sido apreciadas as questões objeto do seu inconformismo, RECURSO DE REVISTA

"não sendo suficiente, para esse fim, a transcrição, quanto aos Trata-se de Recurso de Revista interposto por TELEFÔNICA

temas, da decisão recorrida em seu inteiro teor, sem qualquer BRASIL S/A,em face de acórdão proferido em sede de Recurso

destaque em relação aos pontos em discussão." (Ag-E-ED-RR- Ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorrida,

2435-76.2015.5.22.0003, Subseção I Especializada em Dissídios ALEXSANDRA LUIZA DE SANTANA SOARES.

Individuais, Relator Ministro Hugo Carlos Scheuermann, DEJT CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

21/06/2019). A recorrente pleiteia o sobrestamento do processo em razão do

Quanto ao adicional de insalubridade, a matéria não foi tema de repercussão geral n.º 528 (RE 658.312), em trâmite no

abordada no acórdão impugnado, até mesmo porque sequer foi Supremo Tribunal Federal, no qual se discute a "recepção, pela

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 42
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

CF/88, do art. 384 da CLT, que dispõe sobre o intervalo de 15 exame demissional; e 5) a limitação da condenação de estabilidade

minutos para trabalhadora mulher antes do serviço extraordinário". de 12 meses após a dispensa. Em seguida, pugna pelo

Destaca que a referida matéria encontra-se pendente de decisão sobrestamento do feito, nos termos do artigo 1.036, § 1º, do CPC,

definitiva pelo STF. diante da discussão acerca da constitucionalidade do intervalo de

Após analisar detidamente o andamento processual do mencionado 15 minutos previsto no art. 384 CLT. No mérito, busca a

Recurso Extraordinário, observo que não há decisão expressa da improcedência das horas extras, defendendo a incidência da

Suprema Corte no sentido de sobrestar os feitos com idêntica exceção prevista no artigo 62, II, da CLT. Pontua a má aplicação da

matéria, como autoriza o art. 328 do seu Regimento Interno. Súmula 338, item I, do TST, já que o referido preceito não foi

Ressalte-se, ainda, que o tema em questão não consta na lista de construído sobre a premissa que se apresenta nos autos.

repercussão geral com determinação de suspensão nacional. Acrescenta que a reclamante trabalhava externamente, motivo pelo

Incabível, portanto, o sobrestamento requerido pela reclamada. qual não estava sujeita a qualquer controle de jornada, não sendo

Assim, passo ao exame dos requisitos de admissibilidade do possível determinar o tempo efetivamente despendido no trabalho

Recurso de Revista interposto nestes autos. prestado à empresa. No tocante à condenação ao pagamento do

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS intervalo previsto no artigo 384 CLT, salienta "que a simples

O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão prorrogação da jornada de trabalho não é fato suficiente a

atacada se deu em 22.07.2020 e a apresentação das razões caracterizar um tratamento desigual, eis que os homens e mulheres

recursais em 03.08.2020 (Ids 49df8da e 2b72fe7). se encontram em situação idêntica, submetidos às mesmas

Representação processual regularmente demonstrada (Idc5ce845). peculiaridades, não havendo razoabilidade em assegurar a um

Preparo regularmente efetuado (Ids0d79118,ddbbf28, 73cfa0a, direito que não abrange o outro". Não se conforma com o

48fd651, 512ecdf,cdf9d8b, e22bb0d e 50526dd). reconhecimento da estabilidade por doença ocupacional, sob o

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS fundamento de que os males apresentados pela recorrida não

NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO decorreram do labor prestados em suas hostes. Pondera que "a

JURISDICIONAL patologia da recorrida é de cunho degenerativo e multicausal, não

SOBRESTAMENTO havendo relação causal direta entre a patologia e o trabalho

HORAS EXTRAS exercido na reclamada". Persegue, também, a reforma da decisão

INTERVALO PREVISTO NO ARTIGO 384 DA CLT no que se refere à reintegração no quadro da empresa com o

ESTABILIDADE/ DOENÇA OCUPACIONAL pagamento de salários vencidos e vincendos, pois além de não

REINTEGRAÇÃO preencher os requisitos previstos na Súmula 378, II, do TST, tal

INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS/ 'QUANTUM' determinação ensejaria o enriquecimento ilícito da autora, vedado

Alegações: pelo artigos 884 e 994 do CC. Destaca, no aspecto, que, ao tempo

- contrariedade às Súmulas12 e 378, II, do TST; em que foi desligada da empresa, a postulante estava apta para o

- violação aos artigos 5º, I, II, V, X e LV, e 93, IX, da CF; 29, 62, I e trabalho, consoante exame demissional realizado. Pugna seja

II, 384, 496, 818 e 832 da CLT; 371, 373 e 489 do CPC; 186, 844, excluída do condeno a indenização por danos morais, alegando que

884, 927 e 944 do CC; 15, II, 20, 21 e 118 da Lei 8.213/94; e a obreira desenvolveria a doença ainda que estivesse trabalhando

- divergência jurisprudencial. em outro local, bem assim que outros fatores contribuíram para o

A parte recorrente argui, inicialmente, nulidade processual por agravamento da patologia, inclusive a negligencia da autora de não

negativa de prestação jurisdicional, sob o argumento de que não proceder com o tratamento adequado. Requer a redução do valor

houve pronunciamento da Turma, após os embargos de declaração, fixado a título de indenização por danos morais, ao pálio de que não

acerca dos pontos omissos e obscuros detectados, a saber: 1) a foram respeitados os princípios de razoabilidade e

previsão no contrato de trabalho da ausência de controle de horário; proporcionalidade.

2) a remuneração no valor de R$ 10.250,00 quando foi desligada, A Turma julgadora assim se posicionou, ao dirimir a questão (Id

correspondente a mais de 12 vezes o salário mínimo vigente à 512ecdf):

época; 3) a reclamante jamais foi afastada pelo INSS e atualmente "Horas extras. Intervalo previsto no artigo 384 da CLT

se encontra laborando em outra empresa e a inexistência de (...)

constância do quadro patológico; 4) a contradição constante na O cerne da controvérsia é o enquadramento das atribuições da

decisão no tocante à capacidade laboral autoral e materialização do autora como função de confiança, matéria cujo ônus da prova

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 43
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

compete à ré, consoante artigos 818, II, da CLT e art. 373, II, do 896 a 896-C da CLT, resta devido o pagamento de 15 minutos a

CPC. título de horas extras nos dias em que houve extrapolação da

A caracterização da hipótese prevista no art. 62, II, da CLT, jornada ordinária, com repercussões idênticas àquelas já deferidas

independentemente da denominação dada ao cargo, condiciona-se quanto a este título. Nessa linha tem decidido a Corte Superior

à prova das reais atribuições do empregado, não bastando somente Trabalhista:

que perceba a gratificação de função, a qual, muitas vezes, AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA DO 1º

remunera apenas maiores encargos ou responsabilidades. É RECLAMADO - BANCO BRADESCO S.A. INTERVALO

necessário que, além dela, o trabalhador esteja investido em PREVISTO NO ARTIGO 384 DA CLT. PROTEÇÃO AO

atividades de direção, gerência ou fiscalização, vinculada a um grau TRABALHO DA MULHER. Nos termos da jurisprudência deste

de fidúcia superior àquele inerente ao contrato de trabalho. Tribunal, a disposição contida no artigo 384 da CLT foi

No caso em tela, tal como o magistrado singular, entendo que as recepcionada pela Constituição Federal. Assim, homens e

provas dos autos são insuficientes para corroborar a tese de defesa. mulheres, embora iguais em direitos e obrigações, diferenciam-se

(...) em alguns pontos, especialmente no que concerne ao aspecto

Considerando que a testemunha patronal laborou apenas cinco fisiológico, merecendo, portanto, a mulher um tratamento

meses com a autora e possuía supervisor distinto, tenho que suas diferenciado quando o trabalho lhe exige um desgaste físico maior,

declarações são insuficientes para refutar aquelas apresentadas como nas ocasiões em que presta horas extras. Por essa razão, faz

pela testemunha autoral. jus ao intervalo de quinze minutos antes do início do período

A testemunha autoral foi firme ao revelar que a reclamante estava extraordinário. Incidência da Súmula nº 333 do TST. Agravo de

subordinada ao Sr. Bruno, tendo, inclusive, que observar os instrumento conhecido e não provido. (TST - AIRR:

horários de trabalho por ele estabelecidos. 14302220145090001, Relator: Dora Maria da Costa, Data de

De mais a mais, o fato de a reclamante possuir subordinados, por si Julgamento: 25/10/2017, 8ª Turma, Data de Publicação: DEJT

só, é insuficiente para comprovar o exercício de cargo de gestão, 27/10/2017)

direção ou chefia, bem como a fidúcia especial no exercício de suas No mais, atente-se: "O descumprimento da disposição contida no

funções. art. 384 da CLT não configura mera infração administrativa, razão

Resulta o convencimento, pois, de que a reclamante não era pela qual a não concessão do intervalo de 15 minutos antes do

alcançada pela excludente prevista no artigo 62, inciso II, da CLT. início da jornada extraordinária acarreta o pagamento desse período

(...) como hora extra, conforme entendimento jurisprudencial firmado no

Ademais, a reclamada não comprovou que as atividades âmbito desta Corte Superior". (TST - ARR: 11014120115010032,

desempenhadas pela autora não eram passíveis de controle de Relator: Breno Medeiros, Data de Julgamento: 06/02/2019, 5ª

jornada, razão pela qual também não se aplica a excludente Turma, Data de Publicação: DEJT 08/02/2019)

prevista no artigo 62, I, da CLT. Nessa esteira, considerando as horas extras deferidas, sem prova

Aplica-se, então, à reclamada a regra do art. 74, §2º, da CLT, isto é, de concessão de intervalo antes do início do labor extraordinário,

impõe-se ao empregador, que conta com mais de dez empregados, escorreito se revela o condeno ao pagamento de 15 minutos do

o dever de registrar o horário de trabalho dos seus empregados, intervalo não concedido (artigo 384 da CLT) para os dias em que

devendo trazer a juízo os controles de frequência para fins de houve labor extraordinário.

prova, o que não fez. Sob tais considerações, nego provimento ao recurso patronal, no

Desta feita, em atendimento ao que dispõe a Súmula 338 do TST, particular.

considero que a jornada fixada pelo Juiz de primeiro grau foi Considerando-se a inter-relação entre as matérias neles abordadas,

ponderada de forma acertada diante dos fatos narrados na petição passo à apreciação conjunta dos apelos interpostos pelas partes

inicial e das declarações das testemunhas. quanto aos temas a seguir.

No concernente ao intervalo assegurado pelo artigo 384 da CLT, Doença ocupacional. Estabilidade. Assédio moral. Dano moral.

pontuo que o STF decidiu no Leading Case RE 658312, com o Quantum indenizatório

reconhecimento de repercussão geral, que o dispositivo legal em (...)

apreço foi recepcionado pela Constituição Federal, de maneira que, Consoante se depreende da transcrição supra, a expert reconheceu

por aplicação analógica do artigo 71, § 4º, da CLT e da Súmula 437 que as atividades desenvolvidas pela autora atuaram como

do TST, verbete que emprego em atenção às diretrizes dos artigos concausa no seu adoecimento em razão de situações ocorridas no

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 44
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ambiente de trabalho, bem como a incapacidade parcial e Sendo assim, presente o dano e a concausa entre a moléstia e as

temporária da autora. atividades laborais, passo à análise da responsabilidade da

Resta perquirir, portanto, acerca dos fatos apontados na inicial, em reclamada.

especial a relação da reclamante com os seus superiores. Ao contratar a força de trabalho, competia à reclamada zelar pela

(...) integridade física e mental de seus empregados.

Depreende-se da transcrição supra que a testemunha convidada Como se verifica, a ré não forneceu as condições ideais para

pela ré laborou com a reclamante por curto período e nunca foi realização do trabalho da demandante.

subordinada ao supervisor Bruno Agra, razão pela qual o seu Cabia à reclamada adotar medidas que reduzissem riscos inerentes

depoimento não tem o condão de afastar as declarações da ao trabalho realizado, nos termos do art. 7º, XXII, da Constituição

testemunha autoral. Federal, o que não fez de forma satisfatória. Os elementos

Nessa esteira, cotejando a prova oral produzida com o laudo probatórios constantes nos autos, sobretudo a prova oral,

pericial, chega-se à ilação de que o parecer técnico se mostra comprovam o tratamento desrespeito e humilhante despendido pelo

irreparável, pois a profissional responsável por sua elaboração supervisor Bruno a seus empregados, incluindo a reclamante.

enfrentou todas as questões que se mostravam relevantes para Inexiste prova de que a reclamada tenha adotado qualquer medida

determinar a existência de concausalidade entre a enfermidade da a fim de evitar ou punir excessos cometidos pelos seus

reclamante e as atividades por ela exercidas. Embora seja certo que empregados, em especial aqueles com poder de chefia, tampouco a

o juiz não está adstrito à conclusão do laudo pericial, certo é que fim de observar as normas de segurança e higiene do trabalho, pelo

inexistem elementos nos autos que sejam capazes de infirmar a que resta caracterizada a sua culpa.

referida prova técnica. A meu ver, de forma inequívoca, revela o acervo probatório que a

Pelo que fora acima delineado, a expert constatou que as situações parte ré violou o dever geral de cautela a que estava obrigada e, por

vivenciadas pela autora em seu ambiente laboral, em especial o conseguinte, falhou no seu mister de garantir à demandante um

tratamento desrespeitoso despendido pelos seus superiores, meio ambiente de trabalho saudável, como se assegura em sede

atuaram como concausa da enfermidade que a acometeu constitucional.

(depressão). Ademais, atestou que quando da demissão a autora se Pelo exposto, entendo conjugados os requisitos autorizadores ao

encontrava com sua capacidade laboral limitada em face da pagamento de indenização por danos morais. Assim, outro caminho

enfermidade, bem como necessitava de tratamento médico. não há senão manter a sentença, neste ponto.

Irrelevante, pois, os acontecimentos ocorridos após a demissão, Relativamente à fixação do valor de indenização por dano moral,

apontados pela ré como possíveis causas do adoecimento da segundo a melhor doutrina e à míngua de legislação específica, fica

autora. a critério do julgador, que deverá levar em conta a

Nessa esteira, chega-se à ilação de que a sentença revisanda não natureza/extensão do dano sofrido, a condição pessoal da vítima e

merece reforma quanto ao deferimento da pretensão alusiva à a capacidade econômica do ofensor, devendo a indenização

reintegração e à condenação ao pagamento dos salários vencidos e amenizar o dano sem propiciar enriquecimento sem causa da

vincendos. autora.

Registre-se que o fato de a reclamante se encontrar laborando (...)

atualmente, conforme declarou quando da realização da perícia, Observadas essas premissas, à luz dos princípios da razoabilidade

não afasta a nulidade da sua demissão quando se encontrava e da proporcionalidade, e considerando que a autora ainda

doente e precisando de tratamento médico, máxime quando restou apresenta incapacidade parcial e temporária, impõe-se majorar a

comprovado pela prova técnica que a autora apresenta, em razão condenação da empresa ao pagamento de indenização por danos

de sua enfermidade, limitação da capacidade laboral. Também não morais de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para R$ 40.000,00

há que se falar em substituição do pagamento dos salários vencidos (quarenta mil reais), por se afigurar mais razoável.

e vincendos por indenização equivalente limitada a 12 ou 18 meses, (...)."

vez que a reclamante ainda se encontra doente e precisando de No acórdão referente aos Embargos de Declaração, o Colegiado

tratamento médico. Regional lançou os seguintes fundamentos (Id4a42954):

No tocante à reparação, entendo que restou configurado que a "(...)

demandante possui doença profissional, vez que existe Por fim, não se cogita qualquer vício do acórdão ao analisar o

concausalidade entre a enfermidade adquirida e o ambiente laboral. pedido de justiça gratuita, vez que fundamentou de maneira

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 45
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

inequívoca suas razões de decidir: anulável. Refira-se, por oportuno, que o princípio constitucional

Observe-se, de plano, que a presente reclamação foi ajuizada em refletido nesse último dispositivo (motivação das decisões), encerra

23.03.2017, antes, portanto, do início da vigência da Lei nº os fundamentos da decisão no tocante às questões fática-jurídicas

13.467/2017, razão pela qual não se aplica o novo regramento que têm relação com a parte dispositiva, nessa hipótese não se

estabelecido, no pertinente à justiça gratuita. enquadrando a decisão que apenas contraria o interesse de

Nos termos da Lei 5.584/70, o requisito único para a obtenção da quaisquer das partes.

justiça gratuita é que a demandante perceba salário igual ou inferior Com relação às demais insurgências, confrontando os argumentos

ao dobro do mínimo legal, ou que declare não estar em condições da recorrente com o acórdão impugnado, não se constata as

de pagar os encargos processuais sem prejuízo do sustento próprio violações e contrariedade apontadas, pois o Regional decidiu as

ou de sua família. questões com base nas legislação pertinente à espécie e as provas

No caso examinado, declarou a reclamante, de próprio punho, ser colhidas nos autos; sendo certo que as alegações lançadas nas

pobre na forma da lei (ID. b2522b8 - fl. 15). razões recursais, em sentido contrário, somente seriam aferíveis

Ademais, não há nos autos qualquer prova a indicar o contrário, através de reexame fático, o que não é possível mediante esta via

tampouco que a reclamante receba salário superior a 50 (cinquenta) recursal, restando inviabilizada, inclusive, a análise da divergência

salários mínimos. (ID. 512ecdf - fl. 699) jurisprudencial específica (Súmulas 126 e 296, item I, TST).

Não há que se cogitar, portanto, de omissão, contradição, Consiste, pois, a insurgência da demandada, na insatisfação com a

obscuridade ou erro material, tendo o julgado apreciado de forma solução dada à lide, ou, quando muito, em interpretação diversa

contundente todos os temas apontados pela embargante. daquela conferida pela Corte Revisanda.

Indubitável que esta não aponta qualquer vício, apenas pretende a CONCLUSÃO

revisão das provas, bem como novo pronunciamento acerca do que Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

já foi decidido. Cumpram-se as formalidades legais.

Finalmente, registre-se que o juízo não está obrigado a responder Intimem-se.

todas as questões ou argumentos formulados pela parte, mas tão- mscs

somente a fundamentar a decisão adotada, consoante dispõem os

artigos 93, inciso IX, da Constituição da República e 832 da

Consolidação das Leis Trabalhistas.

Frise-se, à demasia, que os embargos declaratórios não se prestam Assinatura

a sanar pretenso error in judicando RECIFE, 4 de Novembro de 2020.

Como se vê da fundamentação do acórdão embargado, todas as

questões relevantes ao deslinde da controvérsia foram apreciadas, DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

tendo esta Turma Julgadora explanado de forma clara suas razões Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

de decidir. Decisão
Processo Nº ROT-0000036-85.2019.5.06.0001
(...)" Relator SOLANGE MOURA DE ANDRADE
De inicio, destaco que a alegação de ofensaao artigo 337 do RECORRENTE FLAVIA DO NASCIMENTO FERREIRA
DA SILVA
Decreto nº 3.048/1999 não se enquadra dentre as hipóteses de ADVOGADO JOAO AUGUSTO DE
ALBUQUERQUE REGIS(OAB:
admissibilidade do Recurso de Revista, previstas no artigo 896, da 36673/PE)
CLT. ADVOGADO HUGO DA ROCHA GUERRA(OAB:
33855/PE)
Quanto ao sobrestamento, reporto-me as considerações ADVOGADO RAFAEL BARBOSA VALENCA
CALABRIA(OAB: 21804/PE)
preliminares para indeferir o pleito.
ADVOGADO ERWIN HERBERT FRIEDHEIM
No tocante à nulidade processual por negativa de prestação NETO(OAB: 14975/PE)
RECORRIDO LIQ CORP S.A.
jurisdicional, não vislumbro a violação literal das supracitadas
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
normas jurídicas porque, além de a parte recorrente não haver ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
ADVOGADO BRUNO DE OLIVEIRA VELOSO
demonstrado o vício de julgamento, o acórdão desta Corte Regional MAFRA(OAB: 18850-D/PE)
está em consonância com os aludidos artigos 832 da CLT e 93, RECORRIDO BANCO BRADESCO S.A.
ADVOGADO CARLA ELISANGELA FERREIRA
inciso IX, da Constituição Federal, dele constando relatório, ALVES TEIXEIRA(OAB: 18855/PE)
fundamentação e conclusão. Conseqüentemente, não é nulo nem

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 46
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Intimado(s)/Citado(s):
- BANCO BRADESCO S.A. Intimado(s)/Citado(s):
- FLAVIA DO NASCIMENTO FERREIRA DA SILVA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA
- LIQ CORP S.A. - JOSE PEREIRA LIMA

PODER PODER

JUDICIÁRIO JUDICIÁRIO

Fundamentação Fundamentação

AGRAVO DE INSTRUMENTO RECURSO DE REVISTA

Vistos etc. Trata-se de Recurso de Revista interposto pela EMPRESA

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por FLÁVIA DO BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA, em

NASCIMENTO FERREIRA DA SILVA, da decisão que denegou o face de acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário nos

processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos, presentes autos, em que figura, como recorrido, JOSÉ PEREIRA

figurando, como agravados,BANCO BRADESCO S.A. e LIQ LIMA.

CORP S.A. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão

apresentadas as razões deste Agravo em 15/10/2020, configurou-se se deu em 12.08.2020 e a apresentação das razões recursais em

a sua tempestividade (conforme aba de expedientes e documento 24.08.2020, conforme aba de expedientes do sistema PJe e

de Id 25e26d8), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro documento de Id 34303fd.

do corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019). Representação processual regularmente demonstrada (Id 5be4463).

Representação processual regularmente demonstrada (Id 4efb7f4). Preparo satisfeito (Ids b02ce44, 21006bb e 3fee839).

Preparo dispensado (Id 253853b). PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria HORAS EXTRAS / INTERVALOS DE DESCANSO PARA

fundamentação, e, por via de consequência, determino o RECUPERAÇÃO TÉRMICA / ANEXO 3 DA NR-15 /

processamento do presente Agravo. INAPLICABILIDADE

Intimem-se as partes, inclusive os agravados, para querendo, Alegações:

oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo - violação aos artigos 1º, IV, 3º, III, e 170, caput e VII, da CF; e

Recurso de Revista. - divergência jurisprudencial.

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, no tocante

Tribunal Superior do Trabalho. à condenação ao pagamento de horas extras em decorrência da

mg falta de concessão de intervalo para recuperação térmica a

empregado sujeito à exposição ao calor solar, nos termos do Anexo

Assinatura 3 da NR-15. Aponta divergência jurisprudencial em relação a aresto

RECIFE, 3 de Novembro de 2020. publicado pelo TRT da 22ª Região, que considera a ausência da

pausa apenas como fato gerador do adicional de insalubridade.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Denuncia afronta a normas constitucionais, argumentando que o

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região acórdão torna excessivamente onerosas as atividades

Decisão desenvolvidas a céu aberto no Norte e Nordeste do país. Aduz que


Processo Nº ROT-0000236-20.2019.5.06.0413
o tempo de descanso a que se refere o regulamento do Ministério
Relator MARIA DO SOCORRO SILVA
EMERENCIANO do Trabalho não implica no pagamento de sobrelabor, mas na
RECORRENTE JOSE PEREIRA LIMA
extrapolação do limite de tolerância à exposição do agente físico
ADVOGADO SAMUEL DE JESUS BARBOSA(OAB:
25851/BA) calor e, por conseguinte, no pagamento do adicional pertinente.
RECORRIDO EMPRESA BRASILEIRA DE
PESQUISA AGROPECUARIA Ressalta que a NR-15 é a norma que explicita o comando do artigo
ADVOGADO LEONARDO JOSE MONTEIRO DE 190 da CLT, quanto à caracterização e classificação da
MACEDO(OAB: 14783/PB)
ADVOGADO JOAO BATISTA SOUSA insalubridade, sem o condão de estabelecer intervalo especial de
JUNIOR(OAB: 1025-B/PE)
repouso. Realiza comparativo entre as NR-15 e 17, para deduzir

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 47
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

que esta última, diversamente da primeira, destina-se a implementar insalubridade.

condições ambientais, de modo a "proporcionar um máximo de E aqui abro um parêntese para esclarecer que a Súmula nº 58 do

conforto, segurança e desempenho eficiente ao trabalhador". TRT-18, citada na r. sentença, reflete apenas o entendimento

Registra que a própria CLT tratou, expressamente, dos intervalos daquele Regional no sentido de que o Anexo 3 da NR-15 não impõe

intrajornadas especiais. Reitera as considerações sobre a a concessão das pausas ao empregado exposto ao agente

inviabilização das atividades agropecuárias na região. insalubre calor acima dos limites de tolerância.

Do acórdão impugnado extraem os seguintes fragmentos (Id E, nesse sentido, já decidiu a Primeira Turma desse Tribunal em

b02ce44): processos cuja parte ré é a mesma desses autos. Vejamos:

" Do intervalo para recuperação térmica. (...)

(...) Destaco, ainda, que o item 02 no Anexo 03 da NR 15 deixa certo

Entendo que a sentença merece reparo. que: "Os períodos de descanso serão considerados tempo de

O Anexo 3 da NR 15, que trata dos Limites de Tolerância para serviço para todos os efeitos legais". Assim, o empregado tem

Exposição ao Calor, estabelece as referências de tolerância ao direito ao gozo do intervalo sem prejuízo da contabilização desse

calor levando em consideração que o regime de trabalho se dá de tempo em sua jornada, tratamento jurídico idêntico dado quando

forma intermitente, com períodos de descanso usufruídos pelo não há concessão do intervalo intrajornada, pelo que deve ser

empregado no próprio local de prestação de serviço ou em local usado art. 71, §4º, da CLT como parâmetro para fixação das

distinto. consequências da não concessão do intervalo para recuperação

Na hipótese, restou incontroverso o fato de o reclamante prestar térmica.".

serviços em condições insalubres, porquanto lhe foi reconhecido o Confrontando as razões recursais com os fundamentos do acórdão

direito ao recebimento do adicional de insalubridade, em grau hostilizado, verifica-se que a Revista não comporta processamento,

médio, por exposição ao calor na ação nº 0000321- pois, além de não vislumbrar violação direta e literal às normas

74.2017.5.06.0413, já transitada em julgado, com reconhecimento constitucionais apontadas, a decisão impugnada encontra-se

do salário-condição referido por todo o período imprescrito (e não alinhada com a atual, iterativa e notória jurisprudência do Tribunal

apenas a partir de 2015, quando concedido espontaneamente pela Superior do Trabalho, o que atrai o óbice da Súmula nº 333 do

ré). mesmo Órgão de Cúpula, e impede o seguimento do apelo por

Veja-se que o Magistrado sentenciante reconhece que "No caso em divergência jurisprudencial. Nesse sentido, os seguintes

apreço, o IBUTG apurado nas perícias existentes no processo e precedentes do TST:

acolhidas como provas emprestadas, fixam o(s) índice(s) de "RECURSO DE REVISTA. APELO INTERPOSTO NA VIGÊNCIA

29,9ºC/30,6ºC, no setor de trabalho do autor, e definem a DAS LEIS N. 13.015/2014 E 13.467/2017. INTERVALO PARA

intensidade da atividade como MODERADA". Oque ensejaria o RECUPERAÇÃO TÉRMICA. PAGAMENTO COMO HORAS

direito a uma pausa de 45 minutos para cada 15 minutos de labor, EXTRAS. Considerando a competência do MTE para fixar

nos termos do Quadro n.º 1 do Anexo III, da NR15 do MTE. disposições complementares referentes à segurança e medicina do

Todavia, conclui o magistrado "que se tais pausas fossem trabalho e aquelas fixadas pela NR n.º 15, Anexo 3, Quadro I, da

efetivamente concedidas, não haveria falar-se em adicional de Portaria MT n.º 3.215/78 do MTE, que garantem aos trabalhadores

insalubridade, porquanto restaria neutralizado o agente insalubre, expostos ao calor excessivo, não apenas o direito aos intervalos,

que é a exposição excessiva ao calor". mas que tais períodos de descanso sejam considerados tempo de

De se destacar que, ao contrário do que entendeu o Juízo de serviço para todos os efeitos legais, sua inobservância enseja o

primeiro grau, o pagamento de adicional de insalubridade não obsta pagamento do período correspondente como labor extra, nos

a concessão do intervalo térmico, haja vista se tratar de institutos de moldes previstos no art. 71, § 4.º, da CLT, aplicado analogicamente.

natureza distinta, não configurando o pagamento de ambos, em bis Precedentes. Recurso de Revista conhecido e provido." (RR-13238-

in idem. 83.2016.5.18.0201, Relator Ministro Luiz José Dezena da Silva, 1ª

A concessão da pausa e/ou intervalo para recuperação térmica Turma , DEJT 8/2/2019);

constitui medida de higiene, saúde e segurança do trabalhador, que "RECURSO DE REVISTA REGIDO PELA LEI 13.467/2017.

não se confunde com o direito ao adicional de insalubridade. TRANSCENDÊNCIA RECONHECIDA. EXPOSIÇÃO AO CALOR.

Acresço que a norma regulamentadora não exclui o direito ao INTERVALO PARA RECUPERAÇÃO TÉRMICA. Esta Corte firmou

intervalo térmico quando há pagamento do adicional de o entendimento de que a inobservância do intervalo para

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 48
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

recuperação térmica, no caso de exposição ao calor acima dos alegação de que "o labor no interior da câmara jamais atingiu 1h

limites de tolerância, previstos no Anexo 3 da NR-15 da Portaria 40min contínuos, requisito essencial para a concessão do intervalo"

3.214/78, enseja o pagamento de horas extras correspondentes ao não foi enfrentada pela Corte Regional, tampouco foi objeto de

referido período. Recurso de revista conhecido e provido." (RR- embargos de declaração. Logo, ausente o prequestionamento, não

11511-35.2016.5.18.0122, Relatora Ministra Delaíde Miranda há como se conhecer do recurso de revista (Súmula nº 297, II, do

Arantes, 2ª Turma , DEJT 1º/3/2019); TST). III. Os arestos transcritos para o confronto de teses são

"(...) II - RECURSO DE REVISTA DA EMPRESA INTERPOSTO inespecíficos, porque se referem às situações em que não há prova

SOB A ÉGIDE DAS LEIS Nº 13.015/2014 E 13.105/2015. pericial do trabalho em ambiente frio e em que resulta demonstrada

PROCESSO ANTERIOR À LEI Nº 13.467/2017. INTERVALO PARA a ausência de trabalho habitual em ambiente considerado frio.

RECUPERAÇÃO TÉRMICA PREVISTO NO ART. 253 DA CLT. Aplica-se a Súmula nº 296, I, do TST. IV. Recurso de revista de que

LIMITAÇÃO DA CONDENAÇÃO AO ADICIONAL. A ré sustenta que não se conhece. [...]" (RR - 884-62.2012.5.04.0522 , Relator

"é evidente que os intervalos previstos no artigo 253 da CLT Ministro: Alexandre Luiz Ramos, Data de Julgamento: 04/12/2018,

encontram-se abrangidos pela jornada diária do colaborador, 4ª Turma , Data de Publicação: DEJT 07/12/2018);

estando, portanto, devidamente remunerados". Aduz que a Corte de "RECURSO DE REVISTA REGIDO PELA LEI 13.015/2014.

origem, ao determinar o pagamento da hora, acrescida do INTERVALO PARA RECUPERAÇÃO TÉRMICA. CALOR

respectivo adicional, autorizou a quitação de verba em duplicidade. EXCESSIVO. ANEXO 3 DA NR-15 . A controvérsia diz respeito ao

Requer, assim, a limitação da condenação ao adicional de horas direito ao pagamento de horas extras decorrentes da supressão do

extras. O art. 253 da CLT expressamente dispõe que o intervalo de intervalo para recuperação térmica (Anexo 3 da NR-15), em razão

20 minutos para recuperação térmica será computado como de da exposição a calor acima dos limites de tolerância. A concessão

efetivo trabalho. Logo, a supressão ou inobservância do referido do intervalo para recuperação térmica constitui medida de higiene,

intervalo, por se tratar de medida de higiene, saúde e segurança do saúde e segurança do trabalhador, que não se confunde com o

trabalho, gera para o trabalhador o direito ao pagamento do período direito ao adicional de insalubridade . Assim, a supressão do

correspondente como extra (tempo mais o adicional), sendo inviável intervalo previsto na norma regulamentadora enseja o seu

o pagamento apenas do adicional. Ora, se o tempo do intervalo é pagamento como horas extras , conforme a disposição contida nos

computado na jornada de trabalho, por expressa disposição legal, a artigos 71, §4º, e 253 da CLT. Recurso de revista conhecido e

consequência do seu descumprimento é o pagamento do período provido " (RR-10667-94.2016.5.15.0146, 5ª Turma , Relator Ministro

como hora extra, pois exigiu-se do trabalhador um esforço maior, e Douglas Alencar Rodrigues, DEJT 17/05/2018);

em ambiente prejudicial à sua saúde. Inteligência da Súmula 438 do "AGRAVO DE INSTRUMENTO. INTERVALO DO ART. 253 DA

TST. Logo, correta a decisão do Tribunal Regional que deferiu o CLT. HORAS EXTRAS. ADICIONAL. REFLEXOS. Agravo de

pagamento do tempo não usufruído do intervalo para recuperação instrumento provido para verificar possível divergência

térmica como hora extra (hora mais o adicional) . Recurso de revista jurisprudencial. RECURSO DE REVISTA. INTERVALO DO ART.

não conhecido. (...)" (ARR - 1176-46.2015.5.09.0411, Relator 253 DA CLT. HORAS EXTRAS. ADICIONAL. REFLEXOS. Ficou

Ministro: Alexandre de Souza Agra Belmonte, Data de Julgamento: evidenciado nos autos que o empregado realizava tarefas

05/06/2019, 3ª Turma , Data de Publicação: DEJT 07/06/2019); habitualmente em câmaras frias ou nelas ingressava de modo

"RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO PELA RECLAMADA. intermitente. Assim, faz jus ao intervalo em questão, sendo

ACÓRDÃO PUBLICADO ANTES DA VIGÊNCIA DAS LEIS remunerado o tempo suprimido à semelhança do critério de horas

13.015/2014 E 13.467/2017 [...] 4. INTERVALO PARA extras, hora acrescida do adicional respectivo, por aplicação

RECUPERAÇÃO TÉRMICA. CÂMARA FRIGORÍFICA. ART. 253 analógica da regra prevista no art. 71, § 4º, da CLT . Recurso de

DA CLT. NÃO CONHECIMENTO. I. A Corte Regional examinou as revista conhecido e provido." (RR - 167600-50.2009.5.09.0068 ,

provas, em especial a pericial e a testemunhal, e decidiu ser "devido Relator Ministro: Augusto César Leite de Carvalho, Data de

o pagamento, como horas extras, de 20 minutos a cada 01h40min Julgamento: 22/02/2017, 6ª Turma , Data de Publicação: DEJT

de trabalho, porquanto demonstrado que o autor adentrava na 24/02/2017);

câmara fria várias vezes por dia durante a integralidade da jornada, "RECURSO DE REVISTA DO RECLAMANTE - PROCESSO SOB A

movimentando mercadorias do ambiente quente ou normal para o ÉGIDE DA LEI Nº 13.015/2014, DO CPC/2015 E DA INSTRUÇÃO

frio e vice-versa". No caso, evidenciado o contato intermitente com o NORMATIVA Nº 40 DO TST - INTERVALO PARA

agente frio, não há ofensa ao art. 253 da CLT. II. Ressalte-se que a RECUPERAÇÃOTÉRMICA - ATIVIDADE INSALUBRE - EXCESSO

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 49
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO PAULO EDSON DE AZEVEDO MELO


DE CALOR - NÃO OBSERVÂNCIA. 1. Consoante previsto no JUNIOR(OAB: 39422/PE)
RECORRIDO ESTADO DE PERNAMBUCO
quadro 1 do Anexo 3 da NR-15 da Portaria nº 3.214/78 do Ministério
RECORRIDO MOVIMENTO PERNAMBUCO
do Trabalho e Emprego, os trabalhadores que realizam atividades CONTRA O CRIME
ADVOGADO SYLVIA RENATA DUBEUX AGRA DA
moderadas em temperatura de 29,5 IBUTG, a cada 15 minutos de FONTE(OAB: 13408/PE)
trabalho, têm direito a 45 minutos de descanso. 2. No caso, constou CUSTOS LEGIS MINISTÉRIO PÚBLICO DO
TRABALHO
expressamente no acórdão regional que o reclamante "na função de

faqueiro, realiza atividades no setor de abate, submetido a Intimado(s)/Citado(s):

temperatura de 29,6ºC" e que "a reclamada não comprovou a - CARLOS ALBERTO ALVES DE MORAIS
- MOVIMENTO PERNAMBUCO CONTRA O CRIME
concessão dos intervalos, ônus que lhe cabia, o que faz concluir

como não concedidos". 3 . Sinale-se que o intervalo previsto na

mencionada norma regulamentadora visa preservar a saúde do

trabalhador, da mesma forma daquele previsto no art. 253 da CLT, PODER

e a sua não concessão implica o pagamento do respectivo período JUDICIÁRIO

como hora extraordinária. Precedentes. Recurso de revista


Fundamentação
conhecido e provido. (RR-12046-95.2014.5.18.0101, Relator

Ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, 7ª Turma , DEJT

13/4/2018);
AGRAVO DE INSTRUMENTO
"RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DA LEI Nº
Vistos etc.
13.015/2014 E DO NCPC - HORAS EXTRAS - SUPRESSÃO DO
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto pelo ESTADO DE
INTERVALO PARA RECUPERAÇÃO TÉRMICA - EXPOSIÇÃO AO
PERNAMBUCO, da decisão que denegou o processamento do
CALOR - ANEXO 3 DA NR-15 Esta Corte firmou o entendimento de
Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como
que a inobservância dos intervalos para recuperação térmica,
agravados, CARLOS ALBERTO ALVES DE MORAIS e
previstos no Anexo 3 da NR-15 da Portaria 3.214/78, enseja o
MOVIMENTO PERNAMBUCO CONTRA O CRIME.
pagamento de horas extras correspondentes ao referido período.
Intimado o agravante da decisão impugnada, pelo sistema do PJe,
Julgados. O Eg. TRT manteve a improcedência do pedido inicial,
em 2/10/2020, e apresentadas as razões deste Agravo em
tendo considerado que o Anexo 3 da NR-15 "não obriga o
26/10/2020, configurou-se a sua tempestividade (conforme aba de
empregador a conceder intervalos ou pausas para recuperação
expedientes e documento de Id c54e90e), inclusive em face do
térmica durante a jornada de trabalho do empregado", contrariando
feriado no dia 12 de outubro do corrente ano (Ordem de Serviço
a iterativa e notória jurisprudência do Eg. TST. Recurso de Revista
TRT6-GP n.º 234/2019) e, ainda, por contar com prazo em dobro
conhecido e provido." (RR - 10487-44.2017.5.15.0146, Relatora
para recorrer (art. 183 do CPC).
Ministra: Maria Cristina Irigoyen Peduzzi, Data de Julgamento:
Representação processual regular, nos termos da Súmula n.º 436
26/06/2019, 8ª Turma, Data de Publicação: DEJT 28/06/2019).
do TST.
CONCLUSÃO
Preparo inexigível (artigos 790-A da CLT e 1.º, inciso IV, do Decreto
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
-Lei n.º 779/69).
Cumpram-se as formalidades legais.
Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
Intimem-se.
fundamentação, e, por via de consequência, determino o
scpa/vrsc
processamento do presente Agravo.
Assinatura
Intimem-se as partes, inclusive os agravados para, querendo,
RECIFE, 3 de Novembro de 2020.
oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo

Recurso de Revista.
DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
Tribunal Superior do Trabalho.
Decisão
Processo Nº ROT-0000802-45.2018.5.06.0011 jrs
Relator MILTON GOUVEIA Assinatura
RECORRENTE CARLOS ALBERTO ALVES DE
MORAIS RECIFE, 4 de Novembro de 2020.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 50
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA RECIFE, 2 de Novembro de 2020.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região


Decisão DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
Processo Nº ROT-0001636-86.2016.5.06.0021
Relator MARIA DO SOCORRO SILVA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
EMERENCIANO Decisão
RECORRENTE JAILSON SEVERINO DE ANDRADE Processo Nº ROT-0000256-71.2019.5.06.0005
ADVOGADO FERNANDO CAVALCANTI DE Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES
SOUZA(OAB: 13480/PE) RECORRENTE JOSE WILKER SANTOS DO
ADVOGADO erick de araujo siqueira(OAB: NASCIMENTO
28254/PE) ADVOGADO ISADORA COELHO DE AMORIM
RECORRIDO SERVICO SOCIAL DA INDUSTRIA OLIVEIRA(OAB: 16455/PE)
ADVOGADO ANA MARIA SANTOS MARQUES DE ADVOGADO CLAUDIO GONCALVES
LUCENA(OAB: 13717/PE) GUERRA(OAB: 29252/PE)
ADVOGADO MARINA DUARTE CAMELO DE RECORRIDO UNICARGO TRANSPORTES E
SENA(OAB: 19028-D/PE) CARGAS LTDA
ADVOGADO SILVIA MEDINA FERREIRA(OAB:
Intimado(s)/Citado(s): 211693/SP)
ADVOGADO GLAUCIUS VINICIUS BRETAS
- JAILSON SEVERINO DE ANDRADE FERREIRA(OAB: 236047/SP)
- SERVICO SOCIAL DA INDUSTRIA TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (PGF)
INTERESSADO
TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (AGU)
INTERESSADO

PODER Intimado(s)/Citado(s):
JUDICIÁRIO - JOSE WILKER SANTOS DO NASCIMENTO
- UNICARGO TRANSPORTES E CARGAS LTDA
Fundamentação

AGRAVO DE INSTRUMENTO

Vistos etc.
PODER
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por JAILSON
JUDICIÁRIO
SEVERINO DE ANDRADE, da decisão que denegou o

processamento do Recurso de Revista por ele oposto nos Fundamentação

presentes autos, figurando, como agravado, SERVIÇO SOCIAL DA AGRAVO DE INSTRUMENTO

INDÚSTRIA. Vistos etc.

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 1.º/9/2020, e Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por JOSÉ WILKER

apresentadas as razões deste Agravo em 14/9/2020, configurou-se SANTOS DO NASCIMENTO, da decisão que denegou

a sua tempestividade (conforme documentos de Ids d2121db e parcialmente o processamento do Recurso de Revista oposto nos

95cba1f), inclusive em face do feriado no dia 7 de setembro do presentes autos, figurando, como agravada, UNICARGO

corrente ano (Ordem de Serviço TRT6/GP n.º 234/2019). TRANSPORTES E CARGAS LTDA.

Representação processual regularmente demonstrada (Id 64b9d66). Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e

Preparo dispensado (Id 2cb6935). apresentadas as razões deste Agravo em 19/10/2020, configurou-se

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria a sua tempestividade (conforme documentos de Idse625176 e

fundamentação, e, por via de consequência, determino o c4daec7), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do

processamento do presente Agravo. corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).

Intimem-se as partes, inclusive o agravado para, querendo, oferecer Representação processual regularmente demonstrada (Id 5766648).

contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de Preparo desnecessário (Id dbd3754).

Revista. Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao fundamentação, e, por via de consequência, determino o

Tribunal Superior do Trabalho. processamento do presente Agravo.

Intimem-se as partes, inclusive a agravada, para querendo, oferecer

eq contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de

Revista.

Assinatura Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 51
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Tribunal Superior do Trabalho. Revista.

mg Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao

Tribunal Superior do Trabalho.

Assinatura mg

RECIFE, 3 de Novembro de 2020.

Assinatura

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA RECIFE, 3 de Novembro de 2020.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região


Decisão DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
Processo Nº ROT-0000716-70.2019.5.06.0001
Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
RECORRENTE SEG VIGILANCIA E SEGURANCA Decisão
LTDA Processo Nº ROT-0000806-58.2016.5.06.0171
ADVOGADO VALDIR DE CARVALHO FILHO(OAB: Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA
17677/PE) RECORRENTE SAO JUDAS TADEU TRANSPORTES
RECORRENTE OZIMAR NOBRE DE MEDEIROS LTDA
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA ADVOGADO DIEGO GUEDES DE ARAUJO
VALADARES(OAB: 21290/PE) LIMA(OAB: 33716/PE)
RECORRIDO SEG VIGILANCIA E SEGURANCA ADVOGADO Alexandre José da Trindade Meira
LTDA Henriques(OAB: 17472-D/PE)
ADVOGADO VALDIR DE CARVALHO FILHO(OAB: ADVOGADO LEONARDO LUNA DE LUCENA(OAB:
17677/PE) 30389/PE)
RECORRIDO OZIMAR NOBRE DE MEDEIROS ADVOGADO PEDRO MORAES DA COSTA
NETO(OAB: 40786/PE)
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA
VALADARES(OAB: 21290/PE) RECORRENTE MARIA LUCIA SANTOS FEITOZA
ADVOGADO MARCIA VIEIRA DE MELO
Intimado(s)/Citado(s): MALTA(OAB: 7710-D/PE)
RECORRIDO SAO JUDAS TADEU TRANSPORTES
- OZIMAR NOBRE DE MEDEIROS LTDA
- SEG VIGILANCIA E SEGURANCA LTDA ADVOGADO DIEGO GUEDES DE ARAUJO
LIMA(OAB: 33716/PE)
ADVOGADO Alexandre José da Trindade Meira
Henriques(OAB: 17472-D/PE)
ADVOGADO LEONARDO LUNA DE LUCENA(OAB:
PODER 30389/PE)
ADVOGADO PEDRO MORAES DA COSTA
JUDICIÁRIO NETO(OAB: 40786/PE)
RECORRIDO MARIA LUCIA SANTOS FEITOZA
Fundamentação ADVOGADO MARCIA VIEIRA DE MELO
MALTA(OAB: 7710-D/PE)
AGRAVO DE INSTRUMENTO

Vistos etc. Intimado(s)/Citado(s):


Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por OZIMAR NOBRE - MARIA LUCIA SANTOS FEITOZA
- SAO JUDAS TADEU TRANSPORTES LTDA
DE MEDEIROS, da decisão que denegou o processamento do

Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como

agravada, SEG VIGILÂNCIA E SEGURANÇA LTDA.

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e PODER


apresentadas as razões deste Agravo em 14/10/2020, configurou-se JUDICIÁRIO
a sua tempestividade (conforme documentos de Ids2980a98 e
Fundamentação
1281c81), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do
AGRAVO DE INSTRUMENTO
corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).
Vistos etc.
Representação processual regularmente demonstrada (Id 22658c6).
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por SÃO JUDAS
Preparo desnecessário (Id 1e8c11e).
TADEU TRANSPORTES LTDA. (JOSÉ FAUSTINO E CIA LTDA.),
Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
da decisão que denegou o processamento do Recurso de Revista
fundamentação, e, por via de consequência, determino o
oposto nos presentes autos, figurando, como agravada, MARIA
processamento do presente Agravo.
LÚCIA SANTOS FEITOZA.
Intimem-se as partes, inclusive a agravada, para querendo, oferecer
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e
contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de
apresentadas as razões deste Agravo em 16/10/2020, configurou-se

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 52
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

a sua tempestividade (conforme aba de expedientes e documento Representação processual demonstrada (Id 23b1f5d).

de Idadb5349), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro Preparo regular, em face da isenção do depósito recursal, nos

do corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019). termos do art. 899, § 10 da CLT (Id 31ec4eb), e do recolhimento

Representação processual regularmente demonstrada (Id 47866ec). das custas processuais (Ids 8bd1ff1, 2bc450a e 50d1b8f).

Preparo satisfeito (Ids ddb65f6, 9f320ba e71be67b). Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria fundamentação, e, por via de consequência, determino o

fundamentação, e, por via de consequência, determino o processamento do presente Agravo.

processamento do presente Agravo. Intimem-se as partes, inclusive a agravada, para querendo, oferecer

Intimem-se as partes, inclusive a agravada, para querendo, oferecer contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de

contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de Revista.

Revista. Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao Tribunal Superior do Trabalho.

Tribunal Superior do Trabalho. mg

mg Assinatura

Assinatura RECIFE, 3 de Novembro de 2020.

RECIFE, 3 de Novembro de 2020.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Decisão


Processo Nº ROT-0001718-07.2017.5.06.0014
Decisão Relator PAULO ALCANTARA
Processo Nº RORSum-0000738-06.2019.5.06.0171
RECORRENTE FARMÁCIA PAGUE MENOS
Relator Eduardo Pugliesi
ADVOGADO EDUARDO DOS SANTOS RAMOS
RECORRENTE EMBRASA-EMBALAGENS NETO(OAB: 17215/PE)
MICRONDULADAS DO BRASIL S/A
RECORRENTE ESPÓLIO do senhor SEVERINO
ADVOGADO ANTONIO MÁRIO DE ABREU LEITE DE OLIVEIRA
PINTO(OAB: 7687/PE)
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA
RECORRIDO NATANAEL CARNEIRO DA SILVA VALADARES(OAB: 21290/PE)
ADVOGADO GIZENE PESSOA DE OLIVEIRA RECORRIDO ATENTO SERVICOS DE
SILVA(OAB: 12924/PE) SEGURANCA PATRIMONIAL LTDA
ADVOGADO GENIVALDO ROSAS DA SILVA(OAB:
Intimado(s)/Citado(s): 14342-D/PE)
- EMBRASA-EMBALAGENS MICRONDULADAS DO BRASIL S/A RECORRIDO FARMÁCIA PAGUE MENOS
- NATANAEL CARNEIRO DA SILVA ADVOGADO EDUARDO DOS SANTOS RAMOS
NETO(OAB: 17215/PE)
RECORRIDO ESPÓLIO do senhor SEVERINO
LEITE DE OLIVEIRA
ADVOGADO DANIELA SIQUEIRA
VALADARES(OAB: 21290/PE)
PODER
JUDICIÁRIO Intimado(s)/Citado(s):
- ATENTO SERVICOS DE SEGURANCA PATRIMONIAL LTDA
Fundamentação - ESPÓLIO do senhor SEVERINO LEITE DE OLIVEIRA
AGRAVO DE INSTRUMENTO - FARMÁCIA PAGUE MENOS

Vistos etc.

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto pela EMBRASA -

EMBALAGENS MICRONDULADAS DO BRASIL S/A., da decisão


PODER
que denegou o processamento do Recurso de Revista oposto nos
JUDICIÁRIO
presentes autos, figurando, como agravada, NATANAEL
Fundamentação
CARNEIRO DA SILVA.
AGRAVO DE INSTRUMENTO
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e
Vistos etc.
apresentadas as razões deste Agravo em 19/10/2020, configurou-se
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto peloESPÓLIO DE
a sua tempestividade (conforme documentos de Idsea686bb e
SEVERINO LEITE DE OLIVEIRA, da decisão que denegou o
d74a2a5), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do
processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos,
corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 53
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO CLAUDIO COUTINHO SALES(OAB:


figurando, como agravadas, ATENTO SERVIÇOS DE 28069/PE)

SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. e FARMÁCIA PAGUE


Intimado(s)/Citado(s):
MENOS.
- LUCIANO DA SILVA
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e - REFRESCOS GUARARAPES LTDA
apresentadas as razões deste Agravo em 14/10/2020, configurou-se

a sua tempestividade (conforme documentos de Ids80cb6ac e

ec8d5b2), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do


PODER
corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).
JUDICIÁRIO
Representação processual regularmente demonstrada (Id 5a6cfed).

Preparo desnecessário (Id 62edf10). Fundamentação

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria RECURSO DE REVISTA

fundamentação, e, por via de consequência, determino o Trata-se de Recursos de Revista interpostos por NORSA

processamento do presente Agravo. REFRIGERANTES S.A. e LUCIANO DA SILVA, em face de

Intimem-se as partes, inclusive as agravadas, para querendo, acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário, nos presentes

oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo autos, figurando, como recorridos, OS MESMOS.

Recurso de Revista. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao A fim de evitar futuros questionamentos, de logo esclareço que,

Tribunal Superior do Trabalho. embora a recorrente tenha pleiteado, preliminarmente, o

mg sobrestamento do feito em razão do tema das Ações Declaratórias

de Constitucionalidade 58 e 59, que têm por objeto o índice de

Assinatura correção monetária dos débitos trabalhistas (TR X IPCA-E -

RECIFE, 4 de Novembro de 2020. constitucionalidade dos artigos 879, §7º e 899, §4º, da

Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), na redação dada pela

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Lei nº 13.467/2017, bem como do art. 39, caput e §1º, da Lei 8.177

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região de 1991), indefiro tal pretensão, pois a Turma postergou a definição

Decisão do índice de correção monetária para a fase de liquidação.


Processo Nº ROT-0001868-92.2017.5.06.0141
Assim, passo ao exame dos requisitos de admissibilidade dos
Relator GISANE BARBOSA DE ARAUJO
RECORRENTE REFRESCOS GUARARAPES LTDA Recursos de Revista interpostos nestes autos.
ADVOGADO BRUNO HENRIQUE DA SILVA RECURSO DA NORSA
OLIVEIRA(OAB: 35660/PE)
ADVOGADO SÉRGIO ALENCAR DE AQUINO(OAB: PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
9447/PE)
Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se
ADVOGADO MARIANA VELHO LEAL(OAB:
36765/PE) deu em 15/07/2020 e a apresentação das razões recursais em
ADVOGADO ALUÍSIO DE AQUINO E SILVA
NETO(OAB: 34426/PE) 23/07/2020, conforme se pode ver dos documentos de Ids. 8dd6a92
RECORRENTE LUCIANO DA SILVA e a90e478.
ADVOGADO RODRIGO CARNEIRO LEAO DE
MOURA(OAB: 15139/PE) Representação processual regularmente demonstrada (Id. 25364f1).
ADVOGADO SILVIO ROBERTO MARQUES Preparo satisfeito (Ids 8327ebe, 2f4e2c0, caf1d34, 75828ff,
CASSIMIRO(OAB: 20117/PE)
RECORRIDO LUCIANO DA SILVA f380654, c226ce6, c413996, 19f44a0, 0c7795e, 300c015, ).
ADVOGADO RODRIGO CARNEIRO LEAO DE PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
MOURA(OAB: 15139/PE)
ADVOGADO SILVIO ROBERTO MARQUES - INCOMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO -
CASSIMIRO(OAB: 20117/PE)
- DANOS MORAIS - DOENÇA OCUPACIONAL
RECORRIDO REFRESCOS GUARARAPES LTDA
ADVOGADO BRUNO HENRIQUE DA SILVA - REDUÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO
OLIVEIRA(OAB: 35660/PE)
- DANO MATERIAL - PENSÃO MENSAL VITALÍCIA - AUSÊNCIA
ADVOGADO SÉRGIO ALENCAR DE AQUINO(OAB:
9447/PE) DE INCAPACIDADE
ADVOGADO MARIANA VELHO LEAL(OAB:
36765/PE) - PENSIONAMENTO EM COTA ÚNICA
ADVOGADO ALUÍSIO DE AQUINO E SILVA - INDENIZAÇÃO DO PRÊMIO DO SEGURO DE VIDA
NETO(OAB: 34426/PE)
- DENUNCIAÇÃO À LIDE

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 54
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA - IPCA-E condenação da reclamada em indenização equivalente ao prêmio

Alegações: que lhe seria pago em face da incapacidade laborativa, uma vez

- contrariedade à Súmula 457 e OJ 300 da SBDI-1 do TST; que não teve como buscá-lo junto à seguradora por ausência da

- violação aos arts. 5º, incisos II, XXXV, LIV e LV, 7º, incisos XXVII e documentação pertinente por parte da reclamada.

XXVIII, 22, inciso I, 100, §12, 102, 114 e 170 da CF; 818, I, 223-G Vale registrar que a inclusão do reclamante no seguro de vida por

da CLT; 126, 373, inciso I, do CPC; 186, 927, 944, 949, do CC; 4º, parte da empresa decorre de expressa determinação contida em

incisos XII e XIII, da Lei 12.842/13; e cláusula de norma coletiva (fl. 234).

- divergência jurisprudencial. Diante desse contexto, inexiste qualquer óbice ao conhecimento da

A parte recorrente insurge-se contra o posicionamento do demanda, seja em relação à multa pelo não fornecimento da

Colegiado, alegando, preliminarmente, a incompetência desta documentação, seja ao pagamento de indenização por danos

especializada para o julgamento do pleito de indenização do prêmio materiais, uma vez que oriundas da relação de emprego nos termos

previsto em seguro de vida. Em seguida, afirma ser imperiosa a do artigo 114, I da Constituição da República de 1988.

denunciação à lide, haja vista que as seguradoras são litisconsortes (...)

necessárias. No mérito, sustenta que não restaram provados a Inicialmente, no que tange à denunciação à lide, nada a modificar,

culpa da recorrente e o dano efetivamente sofrido pelo trabalhador, eis que de fato, o pedido restringe-se ao pagamento de indenização

restando insatisfeitos os requisitos caracterizadores do direito à pelo descumprimento da obrigação patronal em fornecer cópia do

indenização por danos morais. Acrescenta que foi equivocada a contrato firmado, impedindo, assim o recebimento da premiação

decisão que simplesmente ignorou o laudo pericial realizado por nele estipulada pelo trabalhador (R$ 300.000,00). Assim, não há

profissional médico e reconheceu a validade do laudo produzido por que se falar em litisconsórcio necessário em relação às

assistente técnico fisioterapeuta. Sucessivamente, pede pela seguradoras, nos termos do artigo do CPC.

redução do valor arbitrado à indenização, em observância aos (...)

princípios da razoabilidade e proporcionalidade, bem como, em O substrato probatório carreado aos fólios processuais indica que,

atenção ao previsto no artigo 223-G da CLT. Assevera que inexiste no curso do liame empregatício mantido entre as partes litigantes, o

previsão legal para a condenação em indenização por danos reclamante foi acometido por doença profissional decorrentes das

materiais, quando não há incapacidade laborativa permanente. atividades por ele exercidas em favor da parte ré.

Destaca que a manutenção da condenação no pensionamento em Decerto que o reclamante foi considerado apto para o labor em sua

cota única encontra divergência na jurisprudência pátria. Assevera admissão e que a partir de 2013, obteve diagnóstico de ser portador

que descabe o pagamento da premiação do seguro de vida, de sinovites e tenossinovites (CID10 M65.8), epicondilite lateral

argumentando que tal pretensão deve ser postulada em face da (CID 10 M 77.1), bursite do ombro (CID10 75.5), cervicalgia (CID 10

seguradora e quando preenchidos os requisitos insertos na apólice. 54.2) e dorsalgia (CID 10 54.4) como demonstram os exames de

Defende que a manutenção da atualização do crédito por meio do imagem (fls. 53/58) atestados médicos e as comunicações de

IPCA-E, vulnera o artigo 879, § 7º, Consolidado. acidente de trabalho de fls. 19/23 e 27/29 e 358.

Do acórdão impugnado extrai-se que (Id c226ce6): No curso do liame empregatício foram concedidos afastamentos e

"(...) benefícios previdenciários ao reclamante no período compreendido

Em sua atrial, o reclamante relatou que por ocasião de sua entre 28/5/2013 a 30/09/2013, 25/02/2016 e 31/05/2016, 21/06/2017

admissão, assinou, como todos os demais funcionários, um termo e 27/07/2017, na espécie acidentária (B91), consoante se infere dos

de adesão para a formalização de seguro de vida em grupo, cuja documentos encaminhados pela autarquia previdenciária (vide fls.

contratação é feita entre a empregadora e a seguradora. Contudo, 44/45) com recebimento de auxílio-doença acidentário (fls.

afirmou que não lhe foi entregue a cópia do contrato, para ciência 1601/1614).

dos termos ali consignados, requerendo a intimação da reclamada Em que pese o perito médico indicado pelo Juízo, no laudo técnico

para fornecê-lo, sob as penalidades do artigo 400 do CPC. de fls. 1631/1650, ter concluído que as doenças que acometem o

Noutro giro, requereu o pagamento de indenização em danos autor não possuem natureza ocupacional, corroboro com o

materiais por ser portador de incapacidade laborativa e em face do entendimento da magistrada sentenciante de que a enfermidade

não fornecimento de cópia do contrato de seguro para perseguir o possui nexo de causalidade com o labor.

pagamento do prêmio garantido no contrato de seguro (fl. 09). Com efeito, o reclamante foi contratado em 05/07/2010 para exercer

O que se extrai da atrial, portanto, é que o obreiro requereu a a atividade de ajudante de entrega, cuja atribuição era "Auxiliar no

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 55
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

processo de carga e descarga de produtos no veículo. Trabalhar superiores (fl. 558):

seguindo normas de segurança (ergonomia), segurança de a) Aspectos referentes ao levantamento, abaixamento e

alimentos e proteção ao meio ambiente", conforme o documento transporte manual de cargas (item 17.2 da NR-17):

juntado à fl. 539. Registre-se, ainda, que em 01/05/2015, houve ( ) Atende ( x ) Atende parcialmente ( ) Não atende ( ) Não se

alteração da nomenclatura para auxiliar de entrega (fl. 373), aplica

permanecendo, entretanto, com as mesmas atividades. Quanto ao levantamento, transporte e descarga individual de

Observa-se da análise do mapeamento ergonômico dessa função, materiais, o fator que apresenta oportunidades de melhorias quanto

(fl. 542) que o empregado ao carregar/descarregar os caminhões à ergonomia é o fato de alguns produtos transportados no veículo

fazia rotação do tronco, utilizava-se do braço, pulso e joelhos, ainda estarem localizados acima dos ombros, uma vez que incentiva o

que usasse o carrinho ou paleteira. Demonstra, ainda, o peso dos trabalhador a efetuar postura inadequada dos membros superiores.

produtos de maior giro para entregas (fl. 551) e os riscos segundo a Produtos localizados a uma altura acima de 175 cm excede o limite

tabela NIOSH (fl. 555). de distância vertical (altura entre as mãos e o chão) estabelecido

Além disso, a prova testemunhal foi contundente em afirmar que o pelo Método NIOSH. As sugestões de melhorias serão tratadas no

descarrego era manual em local de difícil acesso (fl. 1828 e 1829). plano de ação.

Vejamos: Um ponto positivo deste item é que a duração e a frequência da

"QUE labora para a reclamada desde 04/09/2009, permanecendo tarefa e movimentação de produtos é realizada efetuando-se com

ativo na empresa até a presente data, exercendo, atualmente, a momentos de "inatividade" realizados durante o percurso entre os

função de Ajudante de Entrega; QUE trabalhou no mesmo veículo pontos de vendas. Ressalta-se que são efetivadas alternância

que o autor do ano de 2012 até janeiro/2014; QUE o reclamante postural entre as posturas de pé com a sentada, sendo um fator

também era Ajudante de Entrega; QUE depoente e autor importante para a ergonomia.

carregavam 03 pacotes de coca-cola de 2 Litros no ombro e um Em que pese naquele documento constar que alguns funcionários

outro pacote na mão; QUE não havia carrinho para transportar os carregavam excesso de produtos em carrinhos e paleteira manual,

produtos; QUE cada pacote contém 06 vasilhames de 2 litros de incumbia à reclamada a fiscalização do desempenho correto do

coca-cola; QUE nunca receberam treinamento para o exercício labor, advertindo aqueles que insistissem no descumprimento das

desta atividade; QUE não havia programa de ginástica laboral na normas de ergonomia. Nesse sentido, informa a análise ergonômica

empresa reclamada; QUE em média visitavam 40 a 50 clientes por do trabalho à fl. 563:

dia; QUE todos os dias visitavam clientes, cujo acesso era difícil, já d) Equipamentos de trabalho (item 17.4):

que não dava para entrar com carrinho, "daí era tudo no ombro, ( ) Atende ( X ) Atende parcialmente ( ) Não atende ( ) Não se

tudo braçal"; QUE havia carrinho apenas nos carros de rota; QUE aplica

não havia carrinho no veículo SIDER (caminhão de lona)". A empresa disponibiliza carrinhos para entrega dos produtos,

Testemunha Rosalvo do Nascimento Correia (fl. 1828) entretanto, o funcionário não tem ciência do limite máximo de carga

"QUE mesmo havendo carrinho e/ou patinha, acontecia de o a ser transportada no equipamento. De acordo com o livro Implantar

Ajudante de Entrega carregar manualmente os produtos a serem ergonomia nas empresas (COUTO) em 2002, menciona

entregues; QUE isto acontecia, a depender do local de entrega dos recomendações sobre o limite de peso a ser transportado no

produtos, sobretudo nos casos em que o estabelecimento do cliente carrinho.

não possuía piso regular". Testemunha Rogério Oliveira de Moura Carrinhos com duas rodas: 115 kg - Distância percorrida de

da Silva (fl. 1829). aproximadamente 15 metros.

A respeito das atividades de carregamento manual de produtos, Carrinhos com 4 rodas: 200 kg - Distância percorrida de

indicou o estudo que a média de caixas transportadas de forma aproximadamente 30 metros.

manual eram 100 (cem), com altura das mãos de aproximadamente As sugestões de melhorias serão mencionadas posteriormente no

1.10cm e que ao puxar a paleteira manual a atividade foi plano de ação.

classificada na faixa vermelha com fator de risco presente Também registra o PCMSO de 2012/2013, que a função de auxiliar

considerando o uso da força (fl. 557) de entrega possui risco ergonômico 3 (levantamento de peso) e 4

Interessante transcrever a análise realizada naquele documento a (transporte manual de cargas) no desenvolvimento de suas

respeito da localização dos produtos e o atividades (fl. 1029 e 1042).

carregamento/descarregamento destes em relação aos membros Em consonância com essas provas, a ficha médica colacionada às

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 56
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

fls. 1354/1357, em que se observa o ingresso do trabalhador nas regras de proteção ao trabalhador, resta insofismavelmente

hostes empresariais com plena saúde e que a partir de 2013, houve caracterizada a obrigação de indenizar o dano moral causado.

queixa de "dor na coluna, toráx e nos ombros", inclusive com Acrescente-se que o abalo moral e psicológico decorrente da

indicação de fisioterapia. Além disso, o exame periódico acostado doença ocupacional dispensa a produção de prova, sendo certo que

às fls. 1360/1361 refere à limitação funcional parcial. o reclamante teve a sua saúde física atingida/agravada, por

Por oporturno, ressalto que o atestado colacionado à fl. 1367, negligência de sua empregadora, com necessidade de afastamento

prescreve limitação ao labor em razão do peso a ser carregado e previdenciário acidentário e posterior concessão de auxílio doença

elevação de ombros acima de 90º. acidentário (espécie 91).

Diante desse contexto, inevitável o afastamento das conclusões Assim, presentes os elementos caracterizadores do direito à

firmadas pelo perito judicial às fls. 1631/1650 e o acolhimento do reparação, pondero que, in casu, não há como se afastar a

laudo técnico ofertado pela assistente técnica do reclamante, uma condenação da demandada ao pagamento da indenização em

vez que mais condizente com os elementos de prova produzidos epígrafe.

nos autos. Pelos motivos ora esposados, mantenho a sentença de primeiro

No ponto, ao contrário das alegações recursais da empresa, ao grau, que, vislumbrando a existência de nexo de causalidade entre

dispor sobre a Fisioterapia do Trabalho, a Resolução n.º 259/2003, a enfermidade que acometeu o demandante e o trabalho por ele

do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional desenvolvido, condenou a reclamada ao pagamento de indenização

(COFFITO), descreveu, dentre as atribuições do fisioterapeuta que pelos danos morais sofridos pelo autor.

presta assistência à saúde do trabalhador, a de "elaborar relatório (...)

de análise ergonômica, estabelecer nexo causal para os distúrbios Nesse contexto, tendo em vista o quadro traçado nos presentes

cinesiológicos funcionais e construir parecer técnico especializado autos, e considerando a conduta do ofensor, sua capacidade

em ergonomia" (art. 1º, VII), sendo certo que a competência para econômica, o caráter pedagógico da indenização imposta (visando

elaborar laudos periciais em demandas judiciais encontra-se a inibir novo comportamento lesivo), a gravidade e extensão do

prevista na Resolução n.º 381/2010, do COFFITO. dano, sua repercussão no meio social onde vivia e laborava a

Assim sendo, inexiste empecilho à utilização do laudo pericial em vítima, a razoabilidade e o bom senso, considero justo e reparador

referência como meio de prova, desde que o seja com a estrita do dano causado à parte autora o montante de R$ 20.000,00 (vinte

finalidade de "estabelecer nexo causal para os distúrbios mil reais), arbitrado pelo Juízo a quo, o qual determinou, ainda,

cinesiológicos funcionais", consoante estabelecido nas resoluções fosse observado o teor da Súmula 439, do C. TST.

alhures mencionadas, o que, por certo, é a hipótese dos autos. (...)

Ademais, em que pese o nexo técnico epidemiológico referido no No tocante à pensão mensal, em conformidade com previsão

parágrafo 3º do artigo 337 do Decreto nº 6042/2007 não importar expressa do art. 950, do CCB, a verba não é devida apenas em

em presunção absoluta em desfavor da empresa, não pode ser caso de inabilitação total do trabalhador para exercer o seu ofício ou

menosprezado pelo julgador, mormente, quando não produzidas profissão, mas também em havendo redução de sua capacidade

provas em contrário, hipótese dos autos. laborativa, hipótese em que o valor da pensão deverá ser

Nesse ponto, cabe registrar que a perícia médica realizada pelo proporcional à depreciação sofrida.

órgão previdenciário confirmou as patologias que acomentem o Na espécie, induvidoso que o reclamante teve depreciada a sua

reclamante e os sintomas álgicos quando elevados os ombros aptidão plena para o exercício de suas atribuições profissionais,

acima de 90º, mantendo o afastamento e a realização de tratamento sendo constatada a permanente redução de sua capacidade

fisioterápico, ao menos até 27/07/2017 (fls. 1611/1614). laborativa, ainda que de maneira apenas parcial, o que, por sua vez,

A conduta negligente da reclamada, por sua vez, comprova sua justifica o pagamento de indenização correspondente a fração do

parcela de responsabilidade pelo infortúnio sofrido, sobretudo salário da profissão para a qual restou inabilitado.

porque não restou evidenciada a adoção de medidas eficazes (...)

direcionadas à prevenção/atenuação do problema de saúde Em que pese não ter vindo aos autos o contrato de seguro de vida

ocupacional que acometeu o reclamante. em grupo assinado pelo reclamante, os documentos de fls. 374/418

Dessa forma, demonstrada a existência de nexo de causalidade demonstram a realização de descontos na remuneração obreira sob

entre a doença sofrida e o trabalho desempenhado, fato que se alia a rubrica "SEGURO DE VIDA" entre agosto de 2011 e janeiro de

à constatação de culpa do empregador, pela inobservância de 2013 (fl. 379/393), valendo ressaltar que a obrigação da

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 57
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

empregadora em firmá-lo decorre de previsão contida na norma observado.

coletiva (fls. 234). Em sendo assim, a matéria fica postergada para a fase de

Por sua vez, o documento intitulado "Termo de Nomeação e/ou liquidação, quando a discussão ainda poderá voltar a ser suscitada,

Alteração do Beneficiário" à fls. 424 evidencia que houve o ajuste persistindo interesse e necessidade, para objeto de deliberação

entre a empregadora e a seguradora. perante o juízo da execução e eventual recurso a esta Corte,

Registre-se que a "Declaração do Segurado" juntada à fl. 425 e restando prejudicada a sua análise nesse momento processual,

assinada pelo reclamante, expressamente determina que o posição que restou assentada no âmbito desta Turma.

"Estipulante é o responsável pela guarda deste documento, (...)."

devidamente preenchido e assinado pelo segurado, e pelo envio à No que diz respeito à denunciação à lide, indenização por danos

seguradora em caso de sinistro". morais, dano material (pensão vitalícia), pensionamento em cota

Outrossim, como visto em linhas anteriores, restou induvidoso que o única, indenização do prêmio do seguro de vida, confrontando os

reclamante teve depreciada a sua aptidão plena para o exercício de argumentos da parte recorrente com os fundamentos do acórdão,

suas atribuições profissionais, sendo constatada a permanente tenho que a revista não comporta processamento, pois a Turma

redução de sua capacidade laborativa, ainda que parcial. decidiu as questões veiculadas no presente apelo com base no

Não apresentando a reclamada, pois, a comprovação de que conjunto probatório contido nos autos e na legislação pertinente à

ofertou ou entregou ao reclamante a cópia do contrato de seguro de matéria, não se vislumbrando as violações invocadas. Na verdade,

vida em grupo, sucumbiu ao ônus que lhe competia, a teor do artigo verifico que o insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no

818 da CLT e 373, II da CLT, razão pela qual entende-se que não o inconformismo com a solução dada à lide ou, quando muito,

fez. interpretação diversa daquela conferida pelo Regional.

A omissão da empregadora, portanto, impediu o obreiro de utilizar- Ainda que ultrapassados estes aspectos, melhor sorte não teria o

se do seguro de vida em grupo quando configurada a hipótese do recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por

sinistro, ou seja, a perda da chance de receber a quantia estipulada. divergência jurisprudencial, ora porque não traz as mesmas

Assim, indiscutível a responsabilização pelo pagamento de premissas fáticas da decisão recorrida, sendo inespecífica

indenização equivalente ao prêmio segurado. (Súmula nº 296 do TST); ora porque não abrange todos os

(...) fundamentos utilizados pelo acórdão hostilizado.

Considerando, porém, que o índice de correção monetária se trata No entanto, quanto à incompetência da Justiça do Trabalho,

de uma questão meramente acessória, a qual não obsta ao exame analisando as razões recursais à luz do entendimento expendido

do mérito das pretensões veiculadas na ação, e tendo em vista, pela Turma, observo que a hipótese se enquadra na alínea "a"

ainda, o imperativo da razoável duração do processo, positivado no do artigo 896 da CLT, porquanto, como a parte recorrente

inciso LXXVIII do artigo 5º da CF/88, visando a celeridade demonstrou, a 3ª Turma do TRT da 17ª Região divergiu da

processual, também consagrada no artigo 765 da CLT, e ainda em interpretação conferida por este Regional, ao decidir que:

atenção aos princípio da razoabilidade, entendo que o julgamento "INCOMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. SEGURO DE

das matérias principais próprias a essa fase de conhecimento deve VIDA CONTRATADO PELO EMPREGADOR. CUMPRIMENTO DE

prosseguir e a suspensão determinada restará observada tão CLÁUSULA CONVENCIONAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O

somente quanto ao tema acessório, debatido na ação declaratória PAGAMENTO DA INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA. COMPETÊNCIA

em comento. DA JUSTIÇA COMUM. Cumprindo o empregador a obrigação

Ressalto, por oportuno, que a decisão a ser proferida pelo Plenário prevista em norma coletiva, concernente à contratação de seguro

do Supremo Tribunal Federal, nos autos da ADC nº 58, possuirá de vida em benefício do empregado, falece competência a esta

efeito vinculante em relação a todos os órgãos do Poder Judiciário, Especializada para julgamento de demanda em que se requer a

nos termos do artigo 28, parágrafo único, da Lei nº 9.868/99. Logo, cobrança da indenização securitária, competindo à Justiça comum

o posicionamento ora adotado não importará em supressão de estadual dirimir o conflito."Acórdãodo Tribunal Regional do Trabalho

instância, ou em qualquer outro prejuízo às partes, na medida em da 17ª Região -Recurso Ordinário -Processo: 0002333-

que, independentemente do grau de jurisdição em que o processo 32.2016.5.17.0141, Terceira Turma, Relator: JAILSON PEREIRA

esteja quando ultimado o julgamento da ação declaratória de DA SILVA, Data de Julgamento: 17/05/2018, Data de Publicação:

constitucionalidade, e ainda que na fase de execução (artigo 525, 08/06/2018. Acórdão apresentado na íntegra (Id. a101d7f).

§12, do CPC), o entendimento do Pretório Excelso deverá ser No que pertine à revisão do valor indenizatório dos danos morais,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 58
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

em especial, tendo em vista que, conforme trecho do acórdão acima pago pela ocorrência do sinistro é da reclamada, que dele não se

transcrito, foi inobservada a aplicabilidade das disposições contidas desincumbiu. Defende que, em se tratando de sentença proferida

no artigo 223-G da CLT, vislumbro possível violação ao referido após a vigência da Lei nº 13.467/2017, se mostra plenamente

dispositivo legal, fato que impõe a admissibilidade do recurso de cabível o arbitramento de honorários sucumbenciais.

revista, conforme previsão contida no artigo 896, "c", da CLT. Do acórdão impugnado, extraio o seguinte trecho (Id. c226ce6):

Recurso de Revista recebido, em parte. "(...)

RECURSO DO RECLAMANTE Nesse contexto, tendo em vista o quadro traçado nos presentes

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS autos, e considerando a conduta do ofensor, sua capacidade

Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se econômica, o caráter pedagógico da indenização imposta (visando

deu em 31/08/2020 e a apresentação das razões recursais em a inibir novo comportamento lesivo), a gravidade e extensão do

11/09/2020, conforme se pode ver dos documentos de Ids. 43277be dano, sua repercussão no meio social onde vivia e laborava a

e 3ed030d. vítima, a razoabilidade e o bom senso, considero justo e reparador

Representação processual regularmente demonstrada (Id 0e04a4b). do dano causado à parte autora o montante de R$ 20.000,00 (vinte

Preparo desnecessário. mil reais), arbitrado pelo Juízo a quo, o qual determinou, ainda,

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS fosse observado o teor da Súmula 439, do C. TST.

- DESERÇÃO DO RECURSO ORDINÁRIO DA RECLAMADA (...)

- PENSÃO VITALÍCIA - PARCELA ÚNICA - IMPOSSIBILIDADE DE Quanto ao recurso obreiro e o pedido formulado em contrarrazões

APLICAÇÃO DE REDUTOR - INOVAÇÃO RECURSAL da reclamada, tenho que o pagamento de pensão mensal vitalícia

- MAJORAÇÃO DO VALOR DA INDENIZAÇÃO POR DANO em parcela única, nos moldes fixados no parágrafo único, do art.

MORAL 950, do Código Civil, requerida na peça exordial (vide fls. 09),

- MAJORAÇÃO DA INDENIZAÇÃO DO PRÊMIO DO SEGURO DE autoriza que, como medida de equidade, seja aplicado redutor ao

VIDA quantum indenizatório destinado a compensar as evidentes

- HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS vantagens advindas do pagamento antecipado, evitando-se, com

Alegações: isso, o enriquecimento sem causa da parte beneficiária.

- contrariedade à Súmula 8 do TST; Sobre o tema, peço vênia para incorporar, às presentes razões de

- violação aos artigos 1º, inciso III, 5º, caput, incisos II, V, X, LIV e decidir, o posicionamento adotado pelo C. TST, por ocasião do

LV, da CF; 818 da CLT; 302, 373, inciso II, do CPC; 186, 927, 932, julgado a seguir transcrito, ipsis litteris:

inciso III, 944, caput e parágrafo único, do CC; e "RECURSO DE REVISTA. PROCESSO ANTERIOR ÀS LEIS Nº

- divergência jurisprudencial. 13.015/2014 E 13.467/2017. INDENIZAÇÃO POR DANOS

A parte recorrente sustenta, em suma, que a reclamada não MATERIAIS E BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO. CUMULAÇÃO.

comprovou o preparo do seu Recurso Ordinário, porquanto a POSSIBILIDADE. A jurisprudência unânime do TST é a de que a

apólice de seguro garantia apresentada está com prazo de validade percepção do benefício previdenciário não afasta a indenização por

determinado. Aduz que a recorrida, ao pleitear, em suas danos materiais decorrente de acidente do trabalho, em razão da

contrarrazões, a aplicação de redutor em caso de deferimento de natureza jurídica distinta de tais institutos. Assim, não há que se

pensão vitalícia em parcela única, trouxe pedido que não fora falar em limitação da pensão mensal ao valor correspondente à

discutido em primeira instância e sobre o qual não foi possível ao diferença entre a remuneração e a importância recebida da

autor apresentar qualquer argumento contrário, violando, assim, os seguridade social. Há precedentes. O recurso de revista não supera

Princípios do Contraditório e da Ampla Defesa, Isonomia e do duplo os obstáculos do artigo 896, §7º, da CLT e da Súmula/TST nº 333.

grau de jurisdição. Acrescenta que a decisão hostilizada viola os Recurso de revista não conhecido. INDENIZAÇÃO POR DANOS

dispositivos acima elencados e contraria a jurisprudência pátria. MATERIAIS. PENSÃO MENSAL VITALÍCIA. PARCELA ÚNICA.

Sucessivamente, requer que o redutor utilizado seja no índice de REDUTOR. 1. Verifica-se, com base no acórdão regional, que o

10%. Pretende a majoração do valor da indenização por danos TRT manteve os termos da sentença pela qual se condenou a

morais e materiais (prêmio do seguro de vida). Quanto ao primeiro empresa reclamada ao pagamento de pensão mensal em parcela

aspecto, diz que o valor arbitrado não atende ao cunho pedagógico única no percentual de 30% da última remuneração paga ao autor,

da medida e viola o princípio da dignidade da pessoa humana. Em totalizado R$127.778,51, pelo reconhecimento do acidente do

relação ao segundo, enfatiza que o ônus da prova do valor a ser trabalho sofrido, entendendo que a aplicação do redutor pleiteado

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 59
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

prejudicaria o caráter compensatório da reparação. Extrai-se, ainda, Cabível, portanto, a incidência de redutor sobre o cálculo final da

da decisão recorrida que o cálculo foi realizado a partir do pensão mensal vitalícia a ser paga em parcela única à reclamante,

percentual de 30% da remuneração do autor, considerando uma o qual ora se arbitra em percentual de 20% (vinte por cento) a ser

redução da capacidade laborativa de 30%. No entanto, a Corte subtraído do montante final apurado, levando-se em conta o valor

Regional não aplicou qualquer redutor para efeito de pagamento em do percentual incidente sobre o salário base (30%), fixado pelo

parcela única. 2. Dispõe o art. 944 do Código Civil que "a juízo.

indenização mede-se pela extensão do dano". Em seu (...)

parágrafo único dispõe que "se houver excessiva Em relação ao valor arbitrado, embora não tenha a empresa

desproporção entre a gravidade da culpa e o dano, poderá o contestado o montante indicado na atrial, o reclamante também não

juiz reduzir, equitativamente, a indenização". A jurisprudência demonstrou que o valor a ser pago pela ocorrência do sinistro seria

desta Corte é no sentido de que é possível a aplicação de um equivalente a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Sequer trouxe

redutor no caso de antecipação dos valores devidos a título de qualquer elemento aos autos a respeito da quantia estipulada para

pensão mensal em uma única parcela. Há precedentes. Verifica o prêmio no contrato intermediado pela empregadora.

-se, portanto, que o valor fixado a título de pensão pelos danos Considerando que restou comprovada a redução da capacidada

materiais sofridos pelo autor a ser pago em parcela única está laborativa do reclamante em face de doença adquirida pelo mourejo

em descompasso com o entendimento desta Corte e com o em favor da reclamada, bem como, o princípio da razoabilidade,

parágrafo único dos artigos 944 e 950 do Código Civil.3. Por majoro a condenação para R$ 30.000,00 (trinta mil reais).

outro lado, a empresa requer que o redutor seja fixado em 30%. No (...)

entanto, ele não pode se mostrar excessivo, pois o valor da pensão, Na hipótese, o autor está assistido por advogado particular,

que já foi estipulado em apenas 30% da remuneração do autor, veiculando pedidos decorrentes de relação de emprego, em

deixaria de retratar o caráter compensatório da reparação. Entende- reclamação trabalhista ajuizada em 10/11/2017, pelo que incabível

se, portanto, cabível a aplicação do redutor de 20% sobre o valor a verba advocatícia sucumbencial prevista no artigo 791-A da CLT,

arbitrado à pensão em sentença e mantido pelo e. TRT. Recurso de introduzido pela Lei nº 13.467/2017.

revista conhecido por divergência jurisprudencial e parcialmente Isso porque, conquanto se tratem, à primeira vista, de normas de

provido. INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS. JUROS DA direito processual e, assim, seriam imediatamente aplicáveis aos

MORA CALCULADOS DE FORMA DECRESCENTE. processos em curso (art. 14, do NCPC), cuidam-se, na verdade, de

IMPOSSIBILIDADE. CONDENAÇÃO AO PAGAMENTO DA normas de natureza híbrida, trazendo repercussões de direito

PENSÃO MENSAL VITALÍCIA EM PARCELA ÚNICA. A ré requer a material às partes e aos seus advogados, não devendo, portanto,

incidência de juros decrescentes sobre a indenização por danos onerar aqueles que optaram por ingressar em Juízo ainda na

materiais, por se tratarem de parcelas vincendas, mas pagas de vigência do regramento que não contemplava tais ônus financeiros.

uma única vez. De início, registre-se que a alegação genérica de Privilegia-se, com isso, a segurança jurídica e o princípio da não

violação do art. 39 da Lei nº 8.177/91 não atende ao disposto na surpresa. Trata-se, também, de exigência do devido processo legal.

Súmula 221 do TST. Por outra face, não há que se falar em juros Sobre o assunto, transcrevo o escólio de Luiz Rodrigues Wambier,

regressivos ou decrescentes, porquanto não houve condenação em in verbis:

pensão mensal com parcelas vincendas. Ao contrário, a "Isso quer dizer que toda e qualquer consequência processual que

condenação se refere ao pagamento de indenização por dano as partes possam sofrer, tanto na esfera da liberdade pessoal

material em parcela única, o que afasta a pretensão da parte quanto quanto no âmbito de seu patrimônio, deve necessariamente

aos juros decrescentes.Nesse esteio, tem-se que as decisões decorrer de decisão prolatada num processo que tenha tramitado de

colacionadas se mostram inespecíficas, porque não partem das conformidade com antecedente previsão legal. O devido processo

mesmas premissas fáticas descritas no acórdão regional, quanto à legal significa o processo cujo procedimento e cujas consequências

condenação ao pagamento de indenização por dano material em tenham sido previstas na lei" (Curso avançado de processo civil. 7.

parcela única. Incidem os termos da Súmula 296 do TST à hipótese ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005. p. 73. v. 1.).

dos autos. Recurso de revista não conhecido. [...]" (Processo: RR - Confira-se, ainda, o seguinte precedente jurisprudencial:

76300-60.2006.5.12.0025 Data de Julgamento: 25/04/2018, Relator "RECURSO ESPECIAL. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS.

Ministro: Alexandre de Souza Agra Belmonte, 3ª Turma, Data de FAZENDA PÚBLICA. ARTIGO 20, PARÁGRAFO 4º, DO CÓDIGO

Publicação: DEJT 27/04/2018) DE PROCESSO CIVIL. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2.180/2001.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 60
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

APLICABILIDADE. 1. 'Nas causas de pequeno valor, nas de valor comprovou o regular recolhimento das custas processuais (vide fls.

inestimável, naquelas em que não houver condenação ou for 2070/2071), apresentando, em substituição ao depósito recursal, o

vencida a Fazenda Pública, e nas execuções, embargadas ou não, seguro garantia judicial de fls. 2053/2067, conforme permissivo

os honorários serão fixados consoante apreciação equitativa do juiz, inserido no art. 899, §11, da CLT.

atendidas as normas das alíneas a, b e c do parágrafo anterior.' Com efeito, a utilização de tal faculdade processual depende da

(artigo 20, parágrafo 4º, do Código de Processo Civil). 2. Embora observância de requisitos de regularidade específicos, previstos nos

se atribua, em regra, ao direito processual eficácia imediata, as arts. 835, §2º e 848, parágrafo único do NCPC, assim como, os do

suas normas da espécie instrumental material, precisamente Ato Conjunto TST CGJT nº 01 de 16 de outubro de 2019, que

porque criam deveres patrimoniais para as partes, como a que dispõe sobre o uso do seguro garantia judicial e fiança bancária em

se contém no artigo 20 do Código de Processo Civil, não substituição a depósito recursal e para garantia da execução

incidem nos processos em andamento, quer se trate de trabalhista.

processo de conhecimento, quer se trate de processo de In casu, como referido pelo próprio embargante, bem como se

execução, por evidente imperativo último do ideal de observa às fls. 2054, a apólice apresentada pela empresa

segurança também colimado pelo Direito. 3. As normas recorrente possui vigência até 21.10.2022, valendo ressalvar que,

processuais instrumentais materiais, enquanto integram o nas condições especiais registradas daquele documento, a cláusula

estatuto legal do processo, são as vigentes ao tempo de seu 4.4 prevê expressamente que "Decorrido o prazo estabelecido no

início, não o alcançando a lei nova subsequente. 4. A mesma item 4.1, sem que tenha havido a manifestação do tomador e,

regência no tempo tem a disposição do artigo 4º da Medida independentemente da comunicação prevista no item 4.3, a apólice

Provisória nº 2.180-35, mormente porque atributiva de privilégio à permanecerá em vigor enquanto houver risco e/ou não for

Fazenda Pública, nada autorizando que se suprima à parte, no substituída por outra garantia aceita pelo juízo" (fl. 2064).

particular da norma processual instrumental material, a eficácia da (...)

lei do tempo do início do processo de execução, como é próprio do Desse modo, em que pese a apólice de fls. 2053/2067 apresentar

Estado de Direito. 5. Ajuizada a execução posteriormente à edição prazo para vigência determinado, considerando a existência de

da Medida Provisória nº 2.180-35/2001, é de se reconhecer que cláusula especial prevendo a renovação automática da mesma até

'não são devidos honorários advocatícios pela Fazenda Pública nas a ocorrência do risco e/ou substituição por outra garantida permitida

execuções não embargadas'. 6. Recurso especial conhecido, mas pelo juízo, resta atendido o pressuposto de admissibilidade no

improvido" (REsp 470.990/RS, Rel. Ministro Hamilton Carvalhido, aspecto.

Sexta Turma, julgado em 03/12/2002, DJ 12/05/2003) - grifos (...)."

nossos. Quanto à deserção do Recurso Ordinário da reclamada, aplicação

Vale frisar que o aresto acima trata especificamente de honorários de redutor ao pagamento da pensão vitalícia em cota única e

advocatícios, pelo que sua ratio decidendi incide ao caso vertente, honorários advocatícios sucumbenciais, confrontando os

sobretudo para fins de evitar a aplicação imediata das novidades argumentos da parte recorrente com os fundamentos do acórdão,

sobre os ônus de sucumbência advindos da Lei n.º 13.467/2017. tenho que a revista não comporta processamento, pois a Turma

Saliente-se que o Tribunal Superior do Trabalho pacificou a decidiu as questões veiculadas no presente apelo com base no

controvérsia que pairava sobre o tema, por meio de sua Instrução conjunto probatório contido nos autos e na legislação pertinente à

Normativa n.º 41/2018, publicada em 21.06.2018, na qual estipulou matéria, inclusive em consonância com a Súmula 219, I, do TST,

que as regras de natureza híbrida, sobretudo atinentes à não se vislumbrando as violações invocadas. Na verdade, verifico

sucumbência, somente seriam aplicáveis aos processos ajuizados a que o insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no

partir de 11.11.2017, data em que entrou em vigor a Lei n.º inconformismo com a solução dada à lide ou, quando muito,

13.467/2017. interpretação diversa daquela conferida pelo Regional.

Nego, portanto, provimento ao apelo obreiro. Ainda que ultrapassados estes aspectos, melhor sorte não teria o

(...)." recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por

E do acórdão de Embargos de Declaração, extrai-se que (Id divergência jurisprudencial, ora porque não traz as mesmas

300c015): premissas fáticas da decisão recorrida, sendo inespecífica

"(...) (Súmula nº 296 do TST); ora porque não abrange todos os

Para fins de comprovação do preparo recursal, a reclamada fundamentos utilizados pelo acórdão hostilizado.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 61
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Em relação à majoração do valor da indenização dos danos é possível, em tese, conhecer de recurso de embargos por

morais e materiais, destaco que a reavaliação dos critérios de divergência jurisprudencial quanto a pedido de redimensionamento

arbitramento da reparação pecuniária por danos morais é matéria de indenização por danos morais, diante da dificuldade de haver

que demanda revolvimento dos elementos probatórios dos autos. dois fatos objetivamente iguais, envolvendo pessoas distintas, cada

Consoante jurisprudência pacificada do TST, a sua análise em sede uma com suas particularidades. Essa tese foi reafirmada, por

de Recurso de Revista somente poderá ser feita em casos em que maioria de votos, no julgamento do Processo nº E-RR - 1564-

seja grosseira a afronta à proporcionalidade, o que não se 41.2012.5.09.0673, nesta Subseção, em 16/11/2017, acórdão

caracterizou no caso in concreto. publicado no DEJT de 2/2/2018, da lavra deste Relator, ocasião em

Convém a transcrição de arestos no mesmo sentido: que ficou vencido quanto à possibilidade de conhecimento do

(...) DANOS MORAIS. INDENIZAÇÃO. VALOR. CRITÉRIOS PARA recurso de embargos para analisar pedido de redimensionamento

ARBITRAMENTO. NÃO CONFIGURAÇÃO DE DIVERGÊNCIA de indenização por danos morais e refluiu na sua proposta original

JURISPRUDENCIAL. SÚMULA Nº 296, I, DO TRIBUNAL para adotar o entendimento da maioria dos membros desta

SUPERIOR DO TRABALHO. A jurisprudência desta Subseção Subseção para não conhecer dos embargos, em face da

firmou-se no sentido de que, salvo situações extremas, de valores inespecificidade dos arestos paradigmas. Desse modo, neste caso,

excessivamente módicos ou estratosféricos, não cabe recurso de é despicienda a análise dos julgados paradigmas, diante da

embargos destinado a rever o valor fixado à indenização por danos impossibilidade de ser demonstrada a necessária identidade fática

morais, em virtude da impossibilidade de identificação de elementos entre eles e a hipótese dos autos, nos termos em que exige a

fáticos que permitam aferir a especificidade dos arestos Súmula nº 296, item I, desta Corte. Agravo desprovido. (Ag-E-RR -

colacionados. Isso porque a dinâmica própria da vida, em que um 591-84.2010.5.09.0567 , Relator Ministro: José Roberto Freire

segundo não é igual a outro, faz com que cada episódio nela vivido Pimenta, Data de Julgamento: 10/05/2018, Subseção I

tenha a sua própria caracterização; cada momento, ainda que Especializada em Dissídios Individuais, Data de Publicação: DEJT

singelo, é único em si mesmo e irrepetível; não há um instante igual 18/05/2018).

a outro, ainda que, objetivamente, possam parecer iguais. Por outro Neste ponto, aplica-se o teor da Súmula n.º 126, do C. TST,

lado, as pessoas são diferentes. Cada uma, em sua singularidade, portanto. Por consequência, fica inviabilizado o exame pertinente à

possui características que a diferenciam dos demais seres divergência jurisprudencial específica (Súmula nº 296 do TST).

humanos, embora sejam idênticos os atributos que compõem a sua CONCLUSÃO

personalidade e que gozam de proteção constitucional, na forma Diante do exposto, RECEBO, em parte, o Recurso de Revista da

prevista no artigo 1º, IV, da Constituição Federal. Por tudo isso, será reclamada e DENEGO seguimento ao Recurso de Revista do

impossível identificar acórdãos que permitam aferir a especificidade reclamante.

a que alude a interpretação consolidada na Súmula n° 296, I, do Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo,

TST. Por outro lado, não se pode perder de vista a função precípua apresentar suas contrarrazões.

desta Subseção, que é a uniformização de teses jurídicas diversas Cumpridas as formalidades legais, remeta-se ao TST.

em matéria trabalhista, o que não se verifica nessas hipóteses. NUGEP/sb

Correta a decisão agravada, mantém-se o decidido. Agravo

regimental de que se conhece e a que se nega provimento. (...)

(AgR-E-RR - 25800-14.2003.5.17.0006 , Relator Ministro: Cláudio Assinatura

Mascarenhas Brandão, Data de Julgamento: 15/12/2016, Subseção RECIFE, 4 de Novembro de 2020.

I Especializada em Dissídios Individuais, Data de Publicação: DEJT

27/01/2017). DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

AGRAVO REGIMENTAL EM EMBARGOS REGIDOS PELA LEI Nº Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

13.015/2014. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. QUANTUM Decisão


Processo Nº AP-0000328-07.2017.5.06.0271
INDENIZATÓRIO (R$ 17.000,00). PEDIDO DE REDUÇÃO. Trata-se Relator MILTON GOUVEIA
de pedido de indenização por dano moral decorrente de doença AGRAVANTE MARINALDO ROSENDO DE
ALBUQUERQUE
ocupacional. A Turma não conheceu do recurso de revista ADVOGADO FABIO DA COSTA E SILVA DE
MATOS PAIVA(OAB: 32176/PE)
interposto pela reclamada, mantendo o valor da indenização em R$
AGRAVADO NIVALDO CAVALCANTI CHAVES
17.000,00. Nesta Subseção, prevalece o entendimento de que não

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 62
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO JOAO ROBERTO MARTINS


CARDOSO(OAB: 37228/PE) do CPC; 50, do CC;790, §3º, da CLT; 4º da Lei 1.060/50;
AGRAVADO EDUARDO JOSE LINS BELEM - divergência jurisprudencial.
AGRAVADO GIVANILDO MONTEIRO DIAS
A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmária, alegando,
AGRAVADO MULTI ATACADO DE ALIMENTOS
LTDA em síntese, que descabe o incidente de desconsideração da
ADVOGADO FABIO DA COSTA E SILVA DE
MATOS PAIVA(OAB: 32176/PE) personalidade jurídica, e redirecionamento da execução ao sócio,
ADVOGADO GUILHERME RIBEIRO ora recorrente, vez que o exequente não demonstrou o
ALBUQUERQUE ADRIAO(OAB:
39731/PE) preenchimento dos requisitos legais para embasar o pedido. Diz
AGRAVADO MR LATICINIOS LTDA
que não há como se presumir a ocorrência de dolo ou desvio de
ADVOGADO GUILHERME RIBEIRO
ALBUQUERQUE ADRIAO(OAB: finalidade na conduta da empresa para lesar credores. Aduz que a
39731/PE)
AGRAVADO P R DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E desconsideração da personalidade jurídica é exceção à regra,
ALIMENTOS LTDA.
somente admitida em casos extremos. Pontua que não houve
ADVOGADO FABIO DA COSTA E SILVA DE
MATOS PAIVA(OAB: 32176/PE) esgotamento das tentativas para o cumprimento da sentença junto
ADVOGADO GUILHERME RIBEIRO
ALBUQUERQUE ADRIAO(OAB: às pessoas jurídicas integrantes da presente lide. Pugna pelo
39731/PE)
indeferimento do pedido de desconsideração da personalidade
ADVOGADO ANDRÉ BAPTISTA COUTINHO(OAB:
17907/PE) jurídica das empresas devedoras a fim de evitar excessos na

Intimado(s)/Citado(s): execução.

- MARINALDO ROSENDO DE ALBUQUERQUE Não obstante o inconformismo da recorrente, o apelo não


- MR LATICINIOS LTDA ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal.
- MULTI ATACADO DE ALIMENTOS LTDA
É que a Lei nº 13.015/2014, acrescentou o §1º-A ao art. 896 da
- NIVALDO CAVALCANTI CHAVES
- P R DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E ALIMENTOS LTDA. CLT, introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos

recursos de revista, que impuseram à parte, sob pena de não

conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que


PODER
consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar
JUDICIÁRIO
tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à
Fundamentação Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula
RECURSO DE REVISTA vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir;
Trata-se de Recurso de Revista interposto por MARINALDO 3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e
ROSENDO DE ALBUQUERQUE em face de acórdão proferido em 4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de
sede de Agravo de Petição, figurando, como recorridos, NIVALDO nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho
CAVALCANTI CHAVES, P R DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do
ALIMENTOS LTDA, MR LATICÍNIOS LTDA, MULTI ATACADO DE tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da
ALIMENTOS LTDA, GIVANILDO MONTEIRO DIAS e EDUARDO decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para
JOSÉ LINS BELÉM. cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).
O apelo é tempestivo, considerando-se a publicação da decisão Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista
recorrida em 03.08.2020 (aba "expedientes" do PJE) e a visam impedir impugnações genéricas da decisão regional, e ainda,
apresentação das razões deste apelo em 10.08.2020 (Id b03c9f6). juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.
Representação processual regularmente demonstrada (Id eb1cdeb). In casu, a parte recorrente transcreveu, na íntegra, o acórdão que
Desnecessária a garantia do Juízo, tendo em vista o processamento pretende reformar, o que não supre a necessidade de delimitar, de
do incidente de desconsideração da personalidade Jurídica (art. 855 forma clara e objetiva, os pontos controvertidos em relação aos
-A, §1º, II da CLT). quais entende que houve violação legal ou divergência
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS jurisprudencial, requisito indispensável para o recebimento do
DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA recurso.
Alegações: Desse modo, considerando que o recorrente não cuidou de indicar o
- violação aos artigos 5º, LXXVIII, LIV, LV, e 93, IX da CF; 134, §4º, trecho exato da decisão recorrida que configura o

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 63
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

prequestionamento da controvérsia, inviabilizado está o de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como

processamento de seu apelo, nos termos da norma consolidada recorrida, TECNOLOGIA EM SISTEMAS CONSTRUTIVOS EIRELI.

acima mencionada. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

Ressalto que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o Ag-AIRR- O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão

10992-18.2015.5.01.007, entendeu da mesma forma que o acima se deu em 24.08.2020, e a apresentação das razões recursais em

exposto, ao consignar que "a SBDI-1 desta Corte, interpretando o 03.09.2020, conforme se pode ver dos documentos de Ids 5fb1881

alcance da previsão contida no art. 896, § 1º-A, da CLT, incluído e 5f3cd12.

pela Lei nº 13.015/2014, firmou jurisprudência no sentido de ser Representação processual regularmente demonstrada (Id 5756d77).

imprescindível a transcrição da fração específica da fundamentação Dispensado o preparo (Id 0561f12).

regional que consubstancie o prequestionamento da matéria contida PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

nas razões recursais, "não se admitindo, para tanto, a mera CERCEAMENTO DO DIREITO DE DEFESA

indicação das páginas correspondentes, paráfrase, sinopse, Alegações:

transcrição integral do acórdão recorrido, do relatório, da ementa ou A parte recorrente suscita nulidade processual por cerceamento do

apenas da parte dispositiva" (TST-E-ED-RR-242- direito de defesa, em face do indeferimento da oitiva de sua

79.2013.5.04.0611, Rel. Min. José Roberto Freire Pimenta, DEJT testemunha, apontando violação ao artigo 5º, LV, da Constituição

25/5/2018). Federal.

CONCLUSÃO Inicialmente, constato que, tratando-se de Recurso de Revista

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. interposto na vigência da Lei n.º 13.015/2014, cabe à parte

Cumpram-se as formalidades legais. recorrente indicar (destacar) os trechos da decisão recorrida em que

Intimem-se. se encontram prequestionadas as matérias objeto de sua

Jrb/lgtr irresignação, como ordena o artigo 896, § 1.º-A, inciso I, da CLT. E,

no caso em apreciação, não se observou a exigência processual

Assinatura contida no mencionado dispositivo legal, vez que transcrita apenas

RECIFE, 3 de Novembro de 2020. a ementa do acórdão, sem a indicação específica do "trecho da

decisão recorrida que consubstancia o prequestionamento da

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA controvérsia objeto do recurso de revista." Ora, não se admite mais

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região a manutenção da prática de impugnação genérica e dissociada, que


Decisão era usual na vigência do regramento anterior. Deve a parte delimitar
Processo Nº ROT-0000898-98.2019.5.06.0181
Relator ANA CLAUDIA PETRUCCELLI DE os respectivos trechos em que tenham sido apreciadas as questões
LIMA
objeto do seu inconformismo.
RECORRENTE GLADSTONE ADEILSON SOUZA
MOTA Deste modo, considerando que o recorrente não cuidou de
ADVOGADO CLOVIS MONTEIRO MOREIRA
FILHO(OAB: 29888/PE) transcrever ou destacar o trecho exato da decisão recorrida que
RECORRIDO TECNOLOGIA EM SISTEMAS configura o prequestionamento da controvérsia, inviabilizado está o
CONSTRUTIVOS LTDA - EPP
ADVOGADO HUGO SOUTO MAIOR DA seguimento de seu apelo, nos termos da norma consolidada acima
FONSECA(OAB: 24906/PE)
mencionada.

Intimado(s)/Citado(s): Ressalto que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o Ag-AIRR-

- GLADSTONE ADEILSON SOUZA MOTA 10992-18.2015.5.01.007, entendeu da mesma forma que o acima
- TECNOLOGIA EM SISTEMAS CONSTRUTIVOS LTDA - EPP exposto, ao consignar quea SBDI-1 desta Corte, interpretando o

alcance da previsão contida no art. 896, § 1º-A, da CLT, incluído

pela Lei nº 13.015/2014, firmou jurisprudência no sentido de ser

PODER imprescindível a transcrição da fração específica da fundamentação

JUDICIÁRIO regional que consubstancie o prequestionamento da matéria contida

nas razões recursais, "não se admitindo, para tanto, a mera


Fundamentação
indicação das páginas correspondentes, paráfrase, sinopse,
RECURSO DE REVISTA
transcrição integral do acórdão recorrido, do relatório, da ementa ou
Trata-se de Recurso de Revista interposto por GLADSTONE
apenas da parte dispositiva" (TST-E-ED-RR-242-
ADEILSON SOUZA MOTA,em face de acórdão proferido em sede

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 64
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

79.2013.5.04.0611, Rel. Min. José Roberto Freire Pimenta, DEJT 00d7087), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do

25/5/2018). corrente ano (Ordem de Serviço TRT6-GP n.º 234/2019).

CONCLUSÃO Representação processual regularmente demonstrada (Id c619861).

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao apelo. Preparo dispensado (Id 4e8de49).

Cumpram-se as formalidades legais. Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

Intimem-se. fundamentação, e, por via de consequência, determino o

snl/vmm processamento do presente Agravo.

Assinatura Intimem-se as partes, inclusive as agravadas, para querendo,

RECIFE, 4 de Novembro de 2020. oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo

Recurso de Revista.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Tribunal Superior do Trabalho.


Decisão mg
Processo Nº ROT-0000468-08.2018.5.06.0012
Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
E MELLO VENTURA
Assinatura
RECORRENTE DIEGO HENRIQUE ANDRADE DO
NASCIMENTO RECIFE, 3 de Novembro de 2020.
ADVOGADO JOAO FERNANDO CARNEIRO LEAO
DE AMORIM(OAB: 26268/PE)
ADVOGADO Diego Melo de Luna(OAB: 28764/PE) DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
RECORRIDO TEX COURIER S.A.
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
ADVOGADO OSMAR DE OLIVEIRA SAMPAIO
JUNIOR(OAB: 204651/SP) Decisão
RECORRIDO DELIVERY EXPRESS DISTRIBUICAO Processo Nº ROT-0000188-04.2018.5.06.0411
DE JORNAIS E REVISTAS LTDA Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
E MELLO VENTURA
ADVOGADO MARIA SOFIA MENESES
COLLIER(OAB: 24610/PE) RECORRENTE MANOEL LUCAS DE SOUZA
RECORRIDO DELIVERY DILOG LTDA - ME ADVOGADO AVEILLIN THUANI SILVA
MARQUES(OAB: 53866/BA)
ADVOGADO MARIA SOFIA MENESES
COLLIER(OAB: 24610/PE) ADVOGADO ADEILMA SILVA BARBOSA(OAB:
19205/BA)
Intimado(s)/Citado(s): RECORRENTE EMPRESA BRASILEIRA DE
PESQUISA AGROPECUARIA
- DELIVERY DILOG LTDA - ME ADVOGADO JOAO BATISTA SOUSA
- DELIVERY EXPRESS DISTRIBUICAO DE JORNAIS E JUNIOR(OAB: 1025-B/PE)
REVISTAS LTDA RECORRIDO MANOEL LUCAS DE SOUZA
- DIEGO HENRIQUE ANDRADE DO NASCIMENTO ADVOGADO ADEILMA SILVA BARBOSA(OAB:
- TEX COURIER S.A. 19205/BA)
ADVOGADO AVEILLIN THUANI SILVA
MARQUES(OAB: 53866/BA)
RECORRIDO EMPRESA BRASILEIRA DE
PESQUISA AGROPECUARIA
PODER ADVOGADO JOAO BATISTA SOUSA
JUNIOR(OAB: 1025-B/PE)
JUDICIÁRIO
Intimado(s)/Citado(s):
Fundamentação - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA
AGRAVO DE INSTRUMENTO - MANOEL LUCAS DE SOUZA

Vistos etc.

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por DIEGO

HENRIQUE ANDRADE DO NASCIMENTO, da decisão que


PODER
denegou o processamento do Recurso de Revista oposto nos
JUDICIÁRIO
presentes autos, figurando, como agravadas, DELIVERY DILOG
Fundamentação
LTDA - ME, DELIVERY EXPRESS DISTRIBUIÇÃO DE JORNAIS
RECURSO DE REVISTA
E REVISTAS LTDA. e TEX COURIER S.A.
Trata-se de Recurso de Revista interposto pela EMPRESA
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 7/10/2020, e
BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA, em
apresentadas as razões deste Agravo em 20/10/2020, configurou-se
face de acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário nos
a sua tempestividade (conforme documentos de Ids4cda817 e

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 65
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

presentes autos, em que figura, como recorrido, MANOEL LUCAS condenar a empresa ao pagamento de indenização por danos

DE SOUZA. morais no importe de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS Neste sentido vem decidindo este E. Regional, consoante se verifica

O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão no julgamento do recurso ordinário nº. 0000112-77.2018.5.06.0411,

se deu em 20.08.2020 e a apresentação das razões recursais em da Quarta Turma, por unanimidade, em 21 de fevereiro de 2019 e

1º.09.2020, conforme aba de expedientes do sistema PJe e do no julgamento do recurso ordinário nº. 0000250-44.20185.06.0411,

documento de Id 1677787. da Primeira Turma, por unanimidade, em 08 de março de 2019.

Representação processual regularmente demonstrada (Id ac497fa). (...)"

Preparo satisfeito (Ids 0d011a1, 948dbcf, 1fe90b2, 43027ec e Do confronto entre os fundamentos do acórdão e as razões

ab388ee). recursais, tem-se que a Revista também não comporta

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS processamento, vez que o julgamento decorreu da análise dos

VALOR DA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS elementos de convicção e da aplicação da legislação pertinente à

Alegações: matéria, consistindo a insurgência, tão somente, no inconformismo

- violação aos artigos 5º, V,XXXV, LIV, LV, da CF; 223-G da CLT; e com a solução da lide ou, no máximo, em interpretação diversa

- divergência jurisprudencial. daquela conferida pela Corte Revisora.

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, no tocante Ressalte-se que a análise dos critérios de arbitramento do dano

ao valor arbitrado à indenização por dano moral, aduzindo que não moral é matéria que demanda reanálise dos elementos probatórios

foram respeitados os critérios da proporcionalidade e da dos autos. Consoante jurisprudência pacificada do TST, a sua

razoabilidade, requerendo a redução da condenação imposta a análise em sede de Recurso de Revista somente poderá ser feita

esse título. Diz que o quantum indenizatório é bastante superior em hipóteses em que seja grosseira a afronta à proporcionalidade,

àqueles a deferidos na jurisprudência estabilizada, não lhe restando não sendo esse o caso dos autos. Neste sentido, cito o seguinte

opção a não ser interpor o presente recurso. precedente do TST:

Do acórdão impugnado extraem-se os seguintes fragmentos (Id "(...) 4. ACIDENTE DE TRABALHO. REDUÇÃO DO VALOR

1fe90b2): ARBITRADO A TÍTULO DE DANO MORAL E ESTÉTICO (R$

"Da indenização por danos morais e materiais 20.000,00). NÃO CONHECIMENTO. I. A revisão do valor fixado a

(...) título de indenização por dano moral e estético (vertente do dano

No caso dos autos, conforme já devidamente analisado no item moral) em recurso de revista é possível apenas nas hipóteses em

supra, de fato, a empresa cometeu ato ilícito ao não manter o PPP e que o montante arbitrado for irrisório ou exorbitante, demonstrando

o LTCAT do empregado de acordo com as atividades por ele o desatendimento dos princípios da razoabilidade e da

realizadas, em afronta ao previsto no art. 58 da Lei nº 8.213/91. proporcionalidade. II. No caso em exame, o valor de R$ 20.000,00

E tal efetivamente interferiu na concessão da sua aposentadoria, (vinte mil reais) arbitrado à indenização por dano moral e estético

pois da análise da documentação de IDs bc0a112 e de11188, não se mostra exorbitante. Nesse contexto, ao contrário do alegado

comprova-se que o indeferimento do seu pedido de aposentadoria pela segunda Reclamada, a decisão regional não viola, mas

por tempo de contribuição, em 04 de fevereiro de 2015, decorreu do encontra respaldo nos arts. 5º, V, da CF/88 e 944, caput, do Código

fato de que não se reconheceu que as atividades realizadas pelo Civil. III. Recurso de revista de que não se conhece. (RR - 10140-

autor, no período de 01/12/1989 a 18/12/2014 seriam consideradas 95.2014.5.03.0163, Relator Ministro: Alexandre Luiz Ramos, Data

prejudiciais à sua saúde ou integridade física. Veja-se que na de Julgamento: 14/08/2019, 4ª Turma, Data de Publicação: DEJT

integralidade deste período o autor trabalhou para a reclamada e se 16/08/2019).

reconheceu que, de fato, o labor era prejudicial à sua saúde ou Incidem, em concreto, as Súmulas nº 126 e 296, I, do TST.

integridade física. CONCLUSÃO

Entendo que estão presentes os requisitos do dever de indenizar, Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

devendo a empresa ser condenada ao pagamento de indenização Cumpram-se as formalidades legais.

por danos morais. Intimem-se.

Assim, considerando os requisitos previstos no art. 223-G da CLT e scpa/vrsc

que o contrato de trabalho do reclamante, ainda vigente, iniciou-se Assinatura

em 01/12/1989, dou provimento ao recurso ordinário do autor para RECIFE, 4 de Novembro de 2020.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 66
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

distinção de direito à estabilidade do empregado prestes a se

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA aposentar e o empregado exercente de função de confiança".

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Defende que a ausência de pagamento de gratificação prevista na


Decisão CLT e na convenção coletiva descaracterizaria o exercício da
Processo Nº ROT-0000719-97.2019.5.06.0171
Relator Eduardo Pugliesi função de confiança.
RECORRENTE JOSE ALBERTO AZEVEDO DOS Do julgado hostilizado, destaco a fundamentação abaixo (Id
SANTOS
ADVOGADO MARCIO MENDES DE a034016):
OLIVEIRA(OAB: 16725/PE)
Quanto à definição de cargo de confiança, para elucidação do cargo
RECORRIDO SERVICO NACIONAL DE
APRENDIZAGEM INDUSTRIAL específico dos autos, em que não se postula o pagamento de horas
ADVOGADO EDUARDA DE MELO PEREIRA(OAB:
33542/PE) extras, corroboro a explanação contida na sentença, no sentido de
ADVOGADO MARINA DUARTE CAMELO DE que a CLT, em seus arts. 62, II e 469, possui uma definição um
SENA(OAB: 19028-D/PE)
tanto lacunosa no aspecto, de modo que "a jurisprudência tem se
Intimado(s)/Citado(s): orientado para caracterizar o cargo de confiança como sendo
- JOSE ALBERTO AZEVEDO DOS SANTOS aquele mediante o qual o empregado goza de amplo poder de
- SERVICO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL
gestão, inclusive de aplicação do poder disciplinar conferido ao

empregador".

No caso dos autos, restou evidenciado que o salário recebido pelo


PODER autor é compatível com a função de direção, sendo certo que o fato
JUDICIÁRIO de não haver registro expresso, nos contracheques, com a

nomenclatura de recebimento "gratificação" não tem o condão de


Fundamentação
desconfigurar tal situação, ainda mais levando em consideração que
RECURSO DE REVISTA
o autor foi contratado como diretor, razão pela qual considero que
Trata-se de Recurso de Revista interposto por JOSÉ ALBERTO
sua remuneração, de fato, corresponde a esse cargo.
AZEVEDO DOS SANTOS, em face de acórdão proferido em sede
Não bastasse isso, verifico que a prova oral produzida nos autos
de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como
evidenciou que o autor, de fato, ocupava um cargo que lhe rendia
recorrido, SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM
uma condição especial na empresa, situação que lhe enquadra, a
INDUSTRIAL.
meu ver, como empregado de confiança.
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
Do confronto entre os fundamentos expendidos no acórdão e as
Apelo tempestivo, haja vista que a publicação da decisão
razões apresentadas pela parte recorrente, não vislumbro as
impugnada ocorreu em 25.08.2020 e a apresentação das razões
violações apontadas, pois o Regional decidiu as questões
recursais em 04.09.2020, conforme se pode ver da aba expedientes
veiculadas no presente apelo com base no conjunto probatório
do PJe e do documento Id 0711961.
contido nos autos e na legislação pertinente à espécie, consistindo
Representação processual regularmente demonstrada (Id 55744e7)
o insurgimento do recorrente, quando muito, em interpretação
Dispensado, na hipótese, o preparo (Id 287ebca).
diversa daquela conferida pela Corte revisanda. Ademais, as
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
alegações lançadas nas razões recursais, em sentido contrário,
CARGO DE CONFIANÇA / ESTABILIDADE PRÉ-
somente seriam aferíveis através de reexame fático e probatório, o
APOSENTADORIA
que não é possível por meio desta via recursal (Súmula nº 126 do
Alegações:
TST).
- violação aos artigos 5º, II, da CRFB; 62, p. único e II, da CLT.
CONCLUSÃO
Insurge-se a parte recorrente em face do acórdão turmário, em que
Diante do exposto, DENEGOseguimento ao Recurso de Revista.
indeferido o seu pleito estabilidade pré-aposentadoria, sustentando,
Cumpram-se as formalidades legais.
em síntese, que, quando da ruptura contratual, contava com menos
Intimem-se.
de 1 ano de prazo para adquirir a sua aposentadoria por idade,
emm/vmm
gozando, dessa forma, da estabilidade provisória assegurada no

Acordo Coletivo de Trabalho. Afirma que "os critérios utilizados para

configuração de uma função de confiança previsto na legislação não

foram observados, além de quê a norma coletiva impõe uma

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 67
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Assinatura Preparo desnecessário (Ids 865fe29, 845524d, 078a3b3 e

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. 1127998).

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA fundamentação, e, por via de consequência, determino o

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região processamento do presente Agravo.


Decisão Intimem-se as partes, inclusive a agravada para, querendo, oferecer
Processo Nº ROT-0000779-86.2015.5.06.0017
Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de
E MELLO VENTURA
Revista.
RECORRENTE SEVERINO AMARO DA SILVA
ADVOGADO ANNA GABRIELA PINTO Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
FORNELLOS(OAB: 14358-D/PE)
Tribunal Superior do Trabalho.
RECORRENTE COMPANHIA PERNAMBUCANA DE
SANEAMENTO jrs
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES
PESSOA(OAB: 47688/PE)
ADVOGADO IGOR TEIXEIRA SANTOS(OAB: Assinatura
35687/BA)
ADVOGADO HAROLDO WILSON MARTINEZ DE RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
SOUZA JUNIOR(OAB: 20366/PE)
ADVOGADO MARITZZA FABIANE LIMA
MARTINEZ DE SOUZA(OAB: 711- DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
B/PE)
RECORRIDO COMPANHIA PERNAMBUCANA DE Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
SANEAMENTO Decisão
ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES Processo Nº ROT-0000449-65.2019.5.06.0012
PESSOA(OAB: 47688/PE) Relator VIRGINIA MALTA CANAVARRO
ADVOGADO IGOR TEIXEIRA SANTOS(OAB: RECORRENTE JEFFTA DA SILVA TRINDADE
35687/BA)
ADVOGADO THIAGO MARTINS RABELO(OAB:
ADVOGADO HAROLDO WILSON MARTINEZ DE 154211/MG)
SOUZA JUNIOR(OAB: 20366/PE)
ADVOGADO ALESSANDRA CRISTINA DIAS(OAB:
ADVOGADO MARITZZA FABIANE LIMA 144802/MG)
MARTINEZ DE SOUZA(OAB: 711-
B/PE) ADVOGADO DANIELLE CRISTINA VIEIRA DE
SOUZA DIAS(OAB: 116893/MG)
RECORRIDO SEVERINO AMARO DA SILVA
ADVOGADO MARCOS ROBERTO DIAS(OAB:
ADVOGADO ANNA GABRIELA PINTO 87946/MG)
FORNELLOS(OAB: 14358-D/PE)
RECORRENTE VIA VAREJO S/A
TESTEMUNHA GLEMISON HONORATO DA SILVA
ADVOGADO TATIANE DE CICCO NASCIMBEM
CHADID(OAB: 46014/PE)
Intimado(s)/Citado(s):
ADVOGADO WILSON BELCHIOR(OAB: 1259/PE)
- COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO RECORRIDO JEFFTA DA SILVA TRINDADE
- SEVERINO AMARO DA SILVA ADVOGADO THIAGO MARTINS RABELO(OAB:
154211/MG)
ADVOGADO ALESSANDRA CRISTINA DIAS(OAB:
144802/MG)
ADVOGADO DANIELLE CRISTINA VIEIRA DE
PODER SOUZA DIAS(OAB: 116893/MG)
ADVOGADO MARCOS ROBERTO DIAS(OAB:
JUDICIÁRIO 87946/MG)
RECORRIDO VIA VAREJO S/A
Fundamentação ADVOGADO TATIANE DE CICCO NASCIMBEM
CHADID(OAB: 46014/PE)
AGRAVO DE INSTRUMENTO
ADVOGADO WILSON BELCHIOR(OAB: 1259/PE)
Vistos etc.

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por SEVERINO Intimado(s)/Citado(s):


- JEFFTA DA SILVA TRINDADE
AMARO DA SILVA, da decisão que denegou o processamento do
- VIA VAREJO S/A
Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como

agravada, COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO.

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 14/10/2020, e

apresentadas as razões deste Agravo em 26/10/2020, configurou-se PODER

a sua tempestividade, conforme documentos de Ids c61a2c5 e JUDICIÁRIO

f33cab7. Fundamentação
Representação processual regularmente demonstrada (Id 8d79d00). AGRAVO DE INSTRUMENTO

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 68
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Vistos etc. Vistos etc.

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por JEFFTA DA Trata-se de Recurso de Revista, interposto pela CONSTRUTORA

SILVA TRINDADE, da decisão que denegou parcialmente o SOUZA REIS LTDA. - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL, do acórdão

processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos, proferido no julgamento do Agravo de Instrumento em Recurso

figurando, como agravada, VIA VAREJO S/A. Ordinário oposto nos presentes autos, figurando, como recorrido,

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 8/10/2020, e GIVALDO GERCINO ADELINO SILVA.

apresentadas as razões deste Agravo em 20/10/2020, configurou-se Neste caso, o apelo não comporta admissibilidade à luz da Súmula

a sua tempestividade (conforme documentos de Ids 247fe06 e n.º 218 do TST, segundo a qual "incabível recurso de revista

648c923), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do interposto de acórdão regional prolatado em agravo de

corrente ano (Ordem de Serviço TRT6/GP n.º 234/2019). instrumento", acentuando-se - para evitar equívocos por parte da

Representação processual regularmente demonstrada (Id edb863c). recorrente - que essa matéria (processamento de recursos) tem

Preparo desnecessário (Ids 4dd04c0 e 64a3e1e). natureza estritamente processual, ou seja, é infraconstitucional,

Mantenho a decisão agravada com base em sua própria insuscetível, portanto, de gerar violação direta e literal de normas

fundamentação, e, por via de consequência, determino o constitucionais.

processamento do presente Agravo. Nesse mesmo sentido, cite-se decisão da lavra do Ministro Vice-

Intimem-se as partes, inclusive a agravada para, querendo, oferecer Presidente do TST à época, Milton de Moura França (Processo RE-

contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de AIRR-468/2006-147-15-40 - DEJT de 17.02.2009), que, apreciando

Revista. questão de natureza tipicamente processual (vez que limitada ao

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao exame de pressupostos de admissibilidade de recurso

Tribunal Superior do Trabalho. extraordinário), expressou o entendimento ainda atual de que

"eventual ofensa ao preceito constitucional apontado pela recorrente

eq somente seria reflexa, por depender, primeiro, do exame da

legislação ordinária que disciplina o procedimento recursal".

Assinatura CONCLUSÃO

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

Cumpram-se as formalidades legais.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Intimem-se.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região jcos/nmgo


Decisão
Processo Nº AIRO-0000809-67.2019.5.06.0313
Relator Eduardo Pugliesi Assinatura
AGRAVANTE CONSTRUTORA SOUZA REIS LTDA RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
ADVOGADO ENOQUE SALVADOR DE ARAUJO
SOBRINHO(OAB: 27621/CE)
ADVOGADO JOSE MARCIO ALVES DE DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
BARROS(OAB: 13728/PE)
AGRAVADO GIVALDO GERCINO ADELINO SILVA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
ADVOGADO AGEU MARINHO DOS SANTOS(OAB: Decisão
9347-D/PE) Processo Nº ROT-0001059-92.2019.5.06.0251
Relator JOSE LUCIANO ALEXO DA SILVA
Intimado(s)/Citado(s): RECORRENTE MUNICIPIO DE SURUBIM
- CONSTRUTORA SOUZA REIS LTDA ADVOGADO OSMAR HENRIQUE FERREIRA E
SILVA DE AZEVEDO
- GIVALDO GERCINO ADELINO SILVA UMBELINO(OAB: 33203/PE)
RECORRIDO MARIA DJNIRA DA SILVA
ADVOGADO JOSIVAL RAMOS DA SILVA(OAB:
39908/PE)
CUSTOS LEGIS MINISTÉRIO PÚBLICO DO
PODER TRABALHO
JUDICIÁRIO
Intimado(s)/Citado(s):
Fundamentação - MARIA DJNIRA DA SILVA
- MUNICIPIO DE SURUBIM
RECURSO DE REVISTA EM SEDE DE AGRAVO DE

INSTRUMENTO - IMPOSSIBILIDADE

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 69
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

fundamentos da ADI n.º 1.150/RS e a Constituição Federal de 1988.

No julgado em questão, o Pleno do TST acolheu o entendimento, já


PODER
consolidado no STF, no sentido da validade das leis editadas
JUDICIÁRIO
disciplinando a transmudação do regime jurídico dos servidores que

Fundamentação já estavam vinculados à Administração Pública até 05.10.1988,

RECURSO DE REVISTA porém com a ressalva de que os servidores estáveis não proverão

Trata-se de Recurso de Revista interposto por MARIA DJNIRA DA os cargos efetivos, os quais somente poderão ser preenchidos por

SILVA, em face de acórdão em sede de Recurso Ordinário, nos meio de concurso público, consoante artigos 37, II, da CF e 19,

presentes autos, em que figura, como recorrido, MUNICÍPIO DE "caput", do ADCT. É que, conforme entendimento do C. TST, a

SURUBIM. inconstitucionalidade declarada na ADI 1.150/RS não reside na

CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES mudança de regime jurídico, de celetista para estatutário, "mas no

Registre-se, inicialmente, que, em sessão realizada em 31.05.2016, provimento automático (ou derivado) dos recém-criados cargos de

o Tribunal Pleno uniformizou a jurisprudência interna em relação a provimento efetivo".

tema impugnado neste apelo, no julgamento do IUJ nº 0000215- Assim, considerando o acórdão proferido pelo Órgão Plenário da

61.2015.5.06.0000, em face do que foi editada a Súmula 37, de mais alta Corte Trabalhista, em relação às demais instâncias

seguinte teor: inferiores, ex vi dos artigos 927, V, do CPC/2015 e 3º, XXIII, e 15,

"SÚMULA Nº 37 - EMPREGADO PÚBLICO CELETISTA. "e", da IN nº 39/2016 do C. TST, a jurisprudência majoritária até

CONTRATAÇÃO ANTERIOR À CONSTITUIÇÃO DE 1988. então, e que se encontrava uniformizada, neste Sexto Regional, por

SUPERVENIÊNCIA DE REGIME JURÍDICO ESTATUTÁRIO. meio da Súmula nº 37 (IUJ nº 0000215-61.2015.5.06.0000),

IMPOSSIBILIDADE DE TRANSMUDAÇÃO DE REGIME SEM encontra-se superada.

PRÉVIA APROVAÇÃO EM CONCURSO PÚBLICO. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

COMPETÊNCIA MATERIAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO.I - A O apelo é tempestivo. Decisão publicada em 25/08/2020 e

Justiça do Trabalho é competente para processar e julgar ações apresentação das razões recursais em 04/09/2020, conforme se

envolvendo empregado contratado pela Administração Pública sob pode ver dos documentos de Ids cfbfdb2 e 6cc8d9a.

o regime da CLT antes da promulgação da Constituição da Representação processual regularmente comprovada, conforme Id

República de 1988, sem concurso público, ainda que haja lei 5e93b73.

estadual ou municipal autorizando a conversão automática para o Preparo dispensado (Id 4890d53).

regime estatutário. II - Em se tratando de agente comunitário de PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

saúde, inexistindo qualquer elemento que permita a compreensão TRANSMUDAÇÃO DE REGIME JURÍDICO

de que o trabalhador foi contratado, originalmente, sob o regime da HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

CLT, o vínculo estabelecido com o Poder Público é jurídico- Alegações:

administrativo, o que atrai a competência da Justiça Comum para - Contrariedade à Súmula Vinculante nº 43 do STF;

processar e julgar a causa. III - Regulamentação específica - afronta à decisão em repercussão geral do STF (Recurso

superveniente, por lei local, nos termos do art. 8º da Lei nº Extraordinário - ARE 906.491);

11.350/2006, para os agentes comunitários de saúde, contratados - violação aos artigos 37, II da CF; 19, I do ADCT; 791-A da CLT;

originalmente sob o regime celetista, fixando regime jurídico diverso, - Divergência Jurisprudencial.

desloca a competência para processar e julgar a causa para a A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, que

Justiça Comum, sendo a Justiça do Trabalho competente quanto ao reconheceu a validade da transmudação do regime jurídico de

período anterior à lei regulamentadora. RESOLUÇÃO celetista para estatutário, alegando, em síntese, que se mostra

ADMINISTRATIVA TRT Nº 24/2017/Processo - IUJ nº 0000215- equivocada a decisão, vez que a transmudação ocorreu mesmo

61.2015.5.06.0000" sem ter havido concurso público, o que viola o art. 37, II, da CF e do

O Tribunal Superior do Trabalho, entretanto, em 21.08.2017, firmou art. 19 do ADCT, em face de ter ingressado na administração

entendimento diverso ao rejeitar a arguição de inconstitucionalidade pública em 17 de fevereiro de 1986. Pugna seja reconhecido que

do caput do artigo 276 da Lei Complementar Estadual n.º 10.098/94 continua vinculada ao regime celetista, tendo direito aos depósitos

do Estado do Rio Grande do Sul, no julgamento da ARGINC nº do FGTS, com a condenação, ainda, do município demandado ao

0105100-93.1996.5.04.0018, tendo como paradigma os pagamento de custas e honorários advocatícios.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 70
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Da decisão vergastada, exsurgem os seguintes fundamentos: (ID.a501d25, fls.82), que estabeleceu em seu artigo 1º que "Os

"Depreende-se dos autos que a reclamante foi admitida pelo servidores públicos do município de Surubim ficam vinculados ao

Município demandado em 17/02/1986 (ID.e05046a, fl.25), antes regime jurídico estatutário", modificando a natureza do vínculo da

da promulgação da Constituição de 1988, sem submissão a reclamante, de celetista para estatutário, a hipótese em análise atrai

concurso público. a incidência da Súmula 382 do TST, que assim estabelece:

(...) "MUDANÇA DE REGIME CELETISTA PARA ESTATUTÁRIO.

Inicialmente, cumpre ressaltar que a 4ª Turma deste Regional (da EXTINÇÃO DO CONTRATO. PRESCRIÇÃO BIENAL. A

qual este Relator faz parte), acompanhando entendimento do TST, transferência do regime jurídico de celetista para estatutário implica

havia firmado posicionamento no sentido de reconhecer a extinção do contrato de trabalho, fluindo o prazo da prescrição

inconstitucionalidade de lei que transmudasse para estatutário o bienal a partir da mudança de regime".

regime jurídico de empregado admitido antes da CF/88 sem Por conseguinte, o prazo prescricional inicia-se no momento da

submissão a concurso público, por afronta ao artigo 37, II, da CF/88. transferência do regime jurídico celetista para estatutário. Assim,

O tema foi submetido à Uniformização de Jurisprudência de nº. considerando que a ação em análise foi ajuizada em 03.11.2019,

0000215.61.2015.5.06.0000, julgada em 31.05.2016 por este após o biênio subsequente à promulgação da aludida Lei 07/2006

Regional, que reconheceu a inconstitucionalidade das leis que (publicada em 24.05.2006, fl.100), patente o decurso do prazo

transmudaram para estatutário o regime jurídico de empregados prescricional relativo à pretensão de cobrança dos valores relativos

admitidos antes da CF/88, sob o regime celetista, que jamais foram ao FGTS, concernentes ao período anterior à referida

submetidos a concurso público, com lastro no julgamento da ADI transmudação.

1150-2/RS, pelo Supremo Tribunal Federal. (...)

No entanto, a matéria sofreu alteração interpretativa quando do Logo, considerando que a alteração de regime jurídico, de celetista

julgamento, pelo TST, da Arguição de Inconstitucionalidade de nº para estatutário, pôs fim ao contrato de trabalho da autora, que tal

105100-93.1996.5.04.0018, de Relatoria da Ministra Maria Helena fato ocorreu em 2006, quando editada a Lei 07/2006 (ID.a501d25,

Mallmann, em 21/08/2017, que concluiu que o STF declarou apenas fls.82), e que a presente ação foi ajuizada em 2019, incidem sobre

a inconstitucionalidade do provimento automático de cargos efetivos os pleitos objeto da demanda, anteriormente à referida

por servidores celetistas não submetidos a concurso público, mas transmudação, a prescrição total, com fulcro na Súmula 382 do

não da mudança de regime celetista para estatutário mediante a TST.

edição de lei específica. Confira-se: Quanto ao pleito de pagamento dos depósitos fundiários ulteriores à

(...) edição da supracitada lei municipal, não se pode condenar o

Conclui-se, portanto, diante dos termos do aresto acima transcrito, Município de Surubim em verbas próprias e específicas do regime

que a inconstitucionalidade declarada pelo Supremo Tribunal celetista, no período regido pelo regime estatutário, por falta de

Federal não reside na mudança do regime jurídico, de celetista para amparo legal.

estatutário, mas no provimento automático de cargos efetivos por Acresço, finalmente, que o princípio da segurança jurídica não tem

agentes não submetidos a concurso público. Isso significa que o condão de engessar a jurisprudência, tornando imutáveis

garantida a possibilidade de lei (federal, estadual ou municipal) entendimentos anteriormente firmados.

transmudar para estatutário o regime de empregados admitidos Desse modo, reformo a sentença para declarar a validade da

antes da CF/88, sob o regime celetista, que não foram submetidos a transmudação de regime jurídico noticiada nos autos, por

concurso público, sendo vedado apenas o provimento de cargos consequência, reconhecer a extinção do contrato de trabalho regido

efetivos, haja vista que a efetividade constitui característica ínsita pela CLT em 05/05/2006, declarando a incidência da prescrição

aos cargos públicos. Restam incólumes, portanto, as disposições bienal sobre as pretensões objeto da presente demanda em relação

contidas no artigo 37, II, da CF e na Súmula Vinculante nº. 43 do ao período celetista, extinguindo o processo, com resolução do

STF. mérito, nos termos do artigo 487, II, do CPC e para declarar a

Outrossim, considerando a validade da referida transmudação, o incompetência material desta Justiça especializada para apreciar e

TST passou a entender que a competência desta Justiça julgar as pretensões quanto ao período subsequente (em relação ao

especializada limita-se ao período anterior à vigência da lei que qual a demandante passou à condição de servidora estatutária),

instituiu o regime estatutário. improcedentes as pretensões quanto ao período remanescente.

Desse modo, considerando que editada a Lei nº. 07/2006 Deixa-se de determinar a remessa dos autos ao Juízo Comum para

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 71
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

apreciação dos pleitos do período subsequente à mudança de CONCLUSÃO

regime de trabalho porque o processo não pode ser dividido Diante do exposto, RECEBO o Recurso de Revista.

(embora diga respeito a 02 períodos de labor objeto de regimes Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo,

jurídicos distintos). apresentar suas contrarrazões.

Em face da solução dada à causa, excluo do condeno os honorários Após cumpridas as formalidades legais, remeta-se o processo ao

advocatícios sucumbenciais arbitrados em desfavor da edilidade." TST

Confrontando os argumentos da parte com os fundamentos da

decisão hostilizada, no tocante à validade da transmudação do

regime jurídico, constata-se que o apelo comporta processamento, acaf/lap

por possível violação ao art. 37, II, da CF, considerando "que a Assinatura

reclamante foi admitida pelo Município demandado em 17/02/1986" RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

(trecho do acórdão supra negritado). Nesse sentido, trago aresto

com entendimento oriundo do Colendo TST, através de sua SDI-1, DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

textual: Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA - COMPETÊNCIA DA Decisão


Processo Nº ROT-0000189-64.2018.5.06.0192
JUSTIÇA DO TRABALHO. ESTADO DO PIAUÍ. ADMISSÃO DE Relator SOLANGE MOURA DE ANDRADE
PESSOAL SEM PRÉVIA APROVAÇÃO EM CONCURSO RECORRENTE VICTOR VIANNA CUPTI
ADVOGADO MARCELO LUCK MARROQUIM(OAB:
PÚBLICO. CONTRATAÇÃO MENOS DE CINCO ANOS ANTES DA 20013/PE)
PROMULGAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL (1985). RECORRIDO VARD PROMAR S.A.
ADVOGADO MARCELA LINS DOBBIN
TRANSPOSIÇÃO DE REGIME. RECURSO DE REVISTA SAMICO(OAB: 27376/PE)
FUNDADO EM ALEGAÇÃO DE OFENSA AO ART. 37, II, DA ADVOGADO ALINE CLEBIA DE CARVALHO
RAMOS SALES(OAB: 42988/PE)
CF/88. CONHECIMENTO. É viável o conhecimento de recurso de ADVOGADO Alexandre José da Trindade Meira
Henriques(OAB: 17472-D/PE)
revista fundado em alegação de ofensa ao artigo 37, II, da
ADVOGADO LEONARDO LUNA DE LUCENA(OAB:
Constituição da República quando se pretenda devolver ao exame 30389/PE)
ADVOGADO TULIO CLAUDIO IDESES(OAB:
deste Tribunal a controvérsia em torno da possibilidade de submeter 95180/RJ)
-se empregado contratado por ente público, menos de cinco anos
Intimado(s)/Citado(s):
antes da promulgação da atual Constituição da República, sem
- VARD PROMAR S.A.
prévia aprovação em concurso público, ao regime jurídico - VICTOR VIANNA CUPTI
estatutário, instituído posteriormente, e, por conseguinte, a

competência material para julgamento. Isso porque o invocado

preceito constitucional regula a investidura em cargo ou emprego


PODER
público, e, embora não disponha, especificamente, sobre a regência
JUDICIÁRIO
do vínculo - se celetista ou estatutário, por ocasião do julgamento

do feito TST-ArgInc-105100-93. 1996.5.04.0018 (Rel.ª Min.ª Maria Fundamentação


Helena Mallmann, DEJT de 18/09/2017), em composição plena, RECURSO DE REVISTA
concluiu-se pela possibilidade, em tese, de submissão de Trata-se de Recurso de Revista interposto por VARD PROMAR
empregado não concursado ao regime jurídico estatutário, desde S.A., em face de acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário
que efetivado, o que não é o caso da reclamante. Embargos de que nos presentes autos, figurando, como recorrido, VICTOR VIANNA
se conhece e a que se dá provimento. (TST-E-RR-224- CUPTI.
20.2013.5.22.0106, Subseção I Especializada em Dissídios PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
Individuais, Relator Ministro Márcio Eurico Vitral Amaro, DEJT O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão
07/06/2019). se deu em 10/09/2020 e a apresentação das razões recursais em
Prejudicada a análise dos temas relativos à prescrição e ao FGTS, 22/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do
por serem decorrentes da validade da transmudação do regime sistema PJe e do documento de Id 11cacfc.
jurídico. Assim como, do pedido de condenação do município ao Representação processual regularmente demonstrada (Ids a38ea30
pagamento das custas processuais e de honorários advocatícios. e 6aadf80).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 72
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Preparo satisfeito (Ids dab72a2, ff3e6aa, 2684639 e ff3e6aa). jornada de trabalho, o tempo que extrapola a jornada legal é

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS considerado como extraordinário e sobre ele deve incidir o adicional

HORAS IN ITINERE respectivo. (ex-OJ nº 236 da SBDI-1 - inserida em 20.06.2001)

Alegações: Sob esse prisma, de acordo com a regra de distribuição do ônus da

- contrariedade à Súmula nº 90 do TST; prova, insculpida nos arts. 818 da CLT e 373 do NCPC, incumbia ao

- violação aos arts. 5º, caput, II, XXXV, LIV, LV, 7º, XVI e XXVIII, 93, autor provar o fato constitutivo do direito, qual seja o fornecimento

IX da CF;461 e 818, da CLT; 373, I, do CPC; e de transporte pela empresa e a não contabilização das horas de

- divergência jurisprudencial. trajeto.

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, no tocante Por seu turno, era ônus da demandada comprovar o fácil acesso ao

à condenação ao pagamento das horas in itinere, alegando, em local da prestação do serviço ou a existência de transporte público

suma, que não foram satisfeitos todos requisitos ensejadores do regular no percurso, bem como a compatibilidade entre os horários

direito às horas de percurso. Afirma que a localidade em que fica de início e término da jornada do empregado e os do transporte

situada é servida por transporte público regular, acrescentando que público regular.

os horários em que os empregados necessitam de condução são No presente caso, alegou o reclamante, na exordial, que, a partir de

compatíveis com os dos transportes públicos. Sustenta que as 15/11/2015, trabalhou no turno da noite, saindo do trabalho apenas

provas documentais deixaram de ser devidamente observadas no às 03h da manhã, horário em que o trecho entre o seu trabalho e a

caso concreto, bem como os princípios constitucionais da sua residência não era contemplado por transporte público. Quanto

razoabilidade e proporcionalidade. ao período anterior, disse que trabalhou durante o dia, havendo

Do acórdão impugnado extrai-se: transporte público apenas até o terminal de porto de Suape, cuja

"Nos termos do art. 58, § 2º, da CLT, com a redação em vigor à distância até a portaria da empresa é percorrida em 11 minutos de

época do período contratual, o tempo despendido pelo empregado carro, mas o ônibus gastava 15 minutos de ida e de volta, pois a

até o local de trabalho e para o seu retorno, por qualquer meio de velocidade no local é reduzida.

transporte, não seria computado na jornada de trabalho, salvo Primeiramente, observo que não prospera a afirmação do autor, de

quando, tratando-se de local de difícil acesso ou não servido por que trabalhou, em parte do período contratual, no turno da noite.

transporte público, o empregador fornecesse a condução. Isso porque, embora não tenham sido apresentados os cartões de

Sobre o assunto, dispõe, ainda, a Súmula 90 do C. TST, textual: ponto, o que conduz à presunção de veracidade da jornada indicada

HORAS "IN ITINERE". TEMPO DE SERVIÇO (incorporadas as na petição inicial, na forma da Súmula 338 do TST, há, nos autos,

Súmulas nºs 324 e 325 e as Orientações Jurisprudenciais nºs 50 e outros elementos de prova capazes de elidir a assertiva exordial,

236 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005 quanto a esse aspecto.

I - O tempo despendido pelo empregado, em condução fornecida Com efeito, todas as testemunhas ouvidas na audiência de

pelo empregador, até o local de trabalho de difícil acesso, ou não instrução, de iniciativa do próprio reclamante, foram uníssonas ao

servido por transporte público regular, e para o seu retorno é afirmar que ele trabalhou, durante todo o contrato, no horário das

computável na jornada de trabalho. (ex-Súmula nº 90 - RA 80/1978, 07h às 17h/17h20min, conforme aduzido na peça de defesa, e

DJ 10.11.1978) confirmado, ainda, pelo documento de Id. ae19acc, que trata de

II - A incompatibilidade entre os horários de início e término da acordo de compensação de horas de trabalho firmado com o

jornada do empregado e os do transporte público regular é obreiro.

circunstância que também gera o direito às horas "in itinere". (ex-OJ (...)

nº 50 da SBDI-1 - inserida em 01.02.1995) Em face disso, confirmo a sentença de origem, na parte em que

III - A mera insuficiência de transporte público não enseja o considerou que o autor laborou, durante todo o período contratual,

pagamento de horas "in itinere". (ex-Súmula nº 324 - Res. 16/1993, no horário diurno, como alegado na defesa, não havendo que se

DJ 21.12.1993) falar em incompatibilidade entre a jornada de trabalho e o

IV - Se houver transporte público regular em parte do trajeto funcionamento do transporte público regular.

percorrido em condução da empresa, as horas "in itinere" Por outro lado, também se depreende da prova oral acima transcrita

remuneradas limitam-se ao trecho não alcançado pelo transporte que a existência de transporte público regular apenas restou

público. (ex-Súmula nº 325 - Res. 17/1993, DJ 21.12.1993) demonstrada em relação a uma parte do trajeto compreendido entre

V - Considerando que as horas "in itinere" são computáveis na a residência do autor e o local de trabalho, tendo as testemunhas

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 73
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

relatado que a parada de ônibus mais próxima da empresa ficava Intimem-se.

junto da Bunge. acaf/vrsc

Assim, tenho que se aplica à hipótese o entendimento vertido no Assinatura

item IV da Súmula 90 do C. TST, segundo o qual "Se houver RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

transporte público regular em parte do trajeto percorrido em

condução da empresa, as horas 'in itinere' remuneradas limitam-se DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

ao trecho não alcançado pelo transporte público". Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Observo, nessa linha, que em outros Processos em que a prestação Decisão


Processo Nº ROT-0001619-38.2017.5.06.0143
de labor também se dava nas hostes da VARD PROMAR S.A., este Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES
Eg. Tribunal reconheceu o direito às horas in itinere no total de vinte RECORRENTE FCA FIAT CHRYSLER AUTOMOVEIS
BRASIL LTDA
minutos diários (considerando-se o trajeto de cerca de 9km entre a ADVOGADO ANA PAULA PAIVA DE MESQUITA
BARROS(OAB: 113793/SP)
BUNGE e o local de trabalho, perfazendo aproximadamente dez
ADVOGADO JOSE EDUARDO DUARTE
minutos por trecho). SAAD(OAB: 36634/SP)
ADVOGADO FRANCISCO JOSE FERREIRA DE
Nesse sentido, destaco os seguintes precedentes: RO 0000382- SOUZA ROCHA DA SILVA(OAB:
182432/SP)
16.2017.5.06.0192, Relatora: Eneida Melo Correia de Araújo, Data
RECORRENTE GLAUBER EMANUEL OLIVEIRA DA
de julgamento: 30/04/2019, Segunda Turma; RO 0001226- SILVA
ADVOGADO MARCOS ANTONIO INACIO DA
31.2015.5.06.0193, Redator: Paulo Alcântara, Data de julgamento: SILVA(OAB: 573-A/PE)
05/10/2017, Quarta Turma; RO 0000417-73.2017.5.06.0192, RECORRIDO GLAUBER EMANUEL OLIVEIRA DA
SILVA
Redatora: Virginia Malta Canavarro, Data de julgamento: ADVOGADO MARCOS ANTONIO INACIO DA
SILVA(OAB: 573-A/PE)
08/10/2018, Terceira Turma e RO 0001159-69.2015.5.06.0192,
RECORRIDO FCA FIAT CHRYSLER AUTOMOVEIS
Redatora: Maria Clara Saboya Albuquerque Bernardino, Data de BRASIL LTDA
ADVOGADO ANA PAULA PAIVA DE MESQUITA
julgamento: 12/06/2017, Terceira Turma. BARROS(OAB: 113793/SP)
Em face do exposto, dou parcial provimento ao recurso ordinário, ADVOGADO JOSE EDUARDO DUARTE
SAAD(OAB: 36634/SP)
para condenar a reclamada no pagamento de vinte minutos diários, ADVOGADO FRANCISCO JOSE FERREIRA DE
SOUZA ROCHA DA SILVA(OAB:
a título de horas in itinere, acrescidos do adicional de 50% 182432/SP)
(cinquenta por cento), e reflexos sobre RSR, aviso prévio PERITO SÉRGIO ROBERTO NAPOLEÃO
PEREIRA DE CASTRO
indenizado, 13º salários, férias + 1/3 e FGTS + 40%.

Observe-se, na apuração, a Súmula 264 do TST, a evolução salarial Intimado(s)/Citado(s):


- FCA FIAT CHRYSLER AUTOMOVEIS BRASIL LTDA
do obreiro e o divisor 220.
- GLAUBER EMANUEL OLIVEIRA DA SILVA
Autoriza-se a desconsideração dos períodos de afastamento do

empregado, desde que devidamente comprovados nos autos.

Não há valores a serem deduzidos."

Confrontando as razões recursais com os fundamentos do acórdão PODER

hostilizado, tem-se que a revista não comporta processamento, pois JUDICIÁRIO

o Regional decidiu as questões veiculadas no presente apelo com


Fundamentação
base no conjunto probatório contido nos autos e na legislação
RECURSOS DE REVISTA
pertinente à matéria, bem assim em consonância com o item IV da
Trata-se de Recurso de Revista interposto pela FCA FIAT
Súmula nº 90 do TST, sendo certo, ainda, que a apreciação das
CHRYSLER AUTOMÓVEIS BRASIL LTDA.,em face de acórdão
alegações da parte, como expostas, implicaria, necessariamente, no
proferido em sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos,
revolvimento da prova dos autos, procedimento que encontra óbice
figurando, como recorrido, GLAUBER EMANUEL OLIVEIRA DA
na Súmula nº 126 do TST e inviabiliza o exame pertinente à
SILVA.
divergência jurisprudencial específica (Súmula nº 296, I, do mesmo
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
Órgão de Cúpula).
Apelo tempestivo, haja vista que a publicação do acórdão ocorreu
CONCLUSÃO
em 09/09/2020, de acordo com a aba de expediente do PJE e a
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
apresentação das razões recursais em 18/09/2020 (Id 1b0297e).
Cumpram-se as formalidades legais.
Representação processual regularmente demonstrada (Id 51ff731).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 74
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Defiro o pedido de notificação exclusiva da advogada Ana solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa daquela

Paula Paiva de Mesquita Barros, inscrita na OAB/SP 113.793 e conferida pelo Regional. Além disso, as alegações lançadas nas

na OAB/MG Nº 198.344. razões recursais em sentido diverso, somente seriam aferíveis

Preparo satisfeito (Ids e1f6284, b5b5381, 5c02b7b e 242de08). através de reexame das provas carreadas ao feito, o que não é

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS possível por meio desta via recursal (Súmula 126 do TST).

NULIDADE DO ACÓRDÃO CONCLUSÃO

DEPÓSITOS DO FGTS. ÔNUS DA PROVA Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

Alegações: Cumpram-se as formalidades legais.

- violação aos artigos 5º, XXXV, LIV, LV, 93, IX, da CF; 373, II, do Intimem-se.

CPC; 818 e 895, I, da CLT. meml/vmm

Insurge-se a parte recorrente contra o acórdão alegando que Assinatura

violadas as garantias de acesso à justiça, devido processo legal, RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

ampla defesa e contraditório, além da prestação jurisdicional, na

medida em que, atuando de ofício, entendeu haver inovação DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

recursal quanto à tese de ausência de extrato de FGTS atualizado Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

para embasar o pleito de depósitos fundiários, quando, na verdade, Decisão


Processo Nº ROT-0000174-31.2015.5.06.0021
constou na defesa que o autor não trouxe ao feito extrato analítico Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
E MELLO VENTURA
da CEF na propositura da ação, o que equivaleria a dizer que "não é
RECORRENTE PETROLEO BRASILEIRO S A
atualizado à data da propositura da ação", como descrito no seu PETROBRAS
ADVOGADO DIVANDALMY FERREIRA MAIA(OAB:
apelo ordinário. Em seguida, inconforma-se com o julgado no que 432/SE)
pertine à regularização dos depósitos do FGTS, afirmando que ADVOGADO KARLA TRIGUEIRO DA SILVA
TEIXEIRA(OAB: 21425/PE)
cabia ao recorrido o ônus da prova, de trazer um extrato atual, que ADVOGADO ANDREA SOUTO MAIOR DO REGO
MACIEL(OAB: 27680-D/PE)
comprovaria o depósito ao tempo em que esteve afastado pelo
RECORRENTE COMPANHIA PETROQUIMICA DE
INSS, mais precisamente os meses de fevereiro (a partir do dia 21) PERNAMBUCO-
PETROQUIMICASUAPE
até agosto de 2017, do qual não se desvencilhou, sendo indevida a ADVOGADO JANAYNA MAGALHÃES ASSUNÇÃO
DE MENDONÇA(OAB: 801-B/PE)
condenação em diferenças.
ADVOGADO KELMA CARVALHO DE FARIA(OAB:
Do acórdão turmário, extraio os seguintes fundamentos (Id 1053-B/PE)
ADVOGADO FELIPE VIANA FRAGOSO DE
242de08): MEDEIROS(OAB: 26781/PE)
"DA PRELIMINAR DE NÃO CONHECIMENTO DO RECURSO DA RECORRENTE CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DA
SILVA
RECLAMADA POR INOVAÇÃO - MEDIDA SUSCITADA POR ADVOGADO CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DA
SILVA(OAB: 71548/RJ)
ATUAÇÃO DE OFÍCIO
RECORRIDO CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DA
Tenho que se revela inovatória a alegação de que: "o extrato de fls. SILVA
ADVOGADO CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DA
33/34, que serviu de base para que fosse condenada em diferenças SILVA(OAB: 71548/RJ)
no depósito do FGTS do autor, não é atualizado à data da RECORRIDO PETROLEO BRASILEIRO S A
PETROBRAS
propositura da ação", tendo em vista que tal matéria não foi ADVOGADO DIVANDALMY FERREIRA MAIA(OAB:
432/SE)
suscitada reclamada em sua contestatória (ID. 03f44b9 ).
ADVOGADO KARLA TRIGUEIRO DA SILVA
(...) TEIXEIRA(OAB: 21425/PE)
ADVOGADO ANDREA SOUTO MAIOR DO REGO
Assim, atuando de ofício, não conheço do recurso da demandada MACIEL(OAB: 27680-D/PE)
por inovação recursal." RECORRIDO COMPANHIA PETROQUIMICA DE
PERNAMBUCO-
No tocante à nulidade do acórdão e diferenças do FGTS, do PETROQUIMICASUAPE
ADVOGADO JANAYNA MAGALHÃES ASSUNÇÃO
confronto entre os argumentos da parte e a fundamentação do DE MENDONÇA(OAB: 801-B/PE)
acórdão hostilizado, tem-se que a revista não comporta ADVOGADO KELMA CARVALHO DE FARIA(OAB:
1053-B/PE)
processamento, pois a Turma decidiu a questão com base nas ADVOGADO FELIPE VIANA FRAGOSO DE
MEDEIROS(OAB: 26781/PE)
normas pertinentes e de acordo com o conjunto probatório dos
TERCEIRO HILDEBRANDO JOSÉ CAMPOS
autos, não se vislumbrando as violações invocadas. Destarte, INTERESSADO GONSALES
TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (PGF)
consiste o insurgimento, tão somente, no inconformismo com a INTERESSADO

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 75
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Intimado(s)/Citado(s): empregado seja excluído da regra matriz do controle de horário e do

- CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DA SILVA direito ao pagamento das horas extras é imprescindível que o cargo
- COMPANHIA PETROQUIMICA DE PERNAMBUCO- ocupado lhe atribua nítidos poderes de gestão, mando e reduzida
PETROQUIMICASUAPE
- PETROLEO BRASILEIRO S A PETROBRAS subordinação, pertencendo à alta hierarquia administrativa da

empresa, possuindo o titular domínio e autonomia diferenciada dos

demais empregados, podendo, dentre outras atribuições, admitir e

demitir empregados, ter acesso e controle de informações sigilosas


PODER
da empresa, possuir subordinados imediatos, participando assim de
JUDICIÁRIO
forma mais intensa da dinâmica e dos interesses empresariais,
Fundamentação encargos e responsabilidades que, em conjunto, são inerentes a um
RECURSO DE REVISTA verdadeiro ocupante de posição de extrema fidúcia.
Trata a hipótese de Recurso de Revista interposto por CARLOS A rigor, todo cargo é de confiança no sentido de que a fidúcia é
AUGUSTO RODRIGUES DA SILVA, em face de acórdão proferido elemento essencial ao contrato de trabalho. Todavia, a confiança de
em sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, que trata a lei é aquela que coloca o empregado em posição de
como recorridos, PETRÓLEO BRASILEIRO S/A PETROBRAS e gestão e mando da regra geral do artigo 62 da Consolidação das
COMPANHIA PETROQUIMICA DE PERNAMBUCO- Leis do Trabalho. Cargo de confiança não se confunde com cargo
PETROQUIMICA SUAPE. técnico, exigindo conhecimentos específicos que torna a pessoa
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS uma 'especialista' na atividade. A nomenclatura e a gratificação de
O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão função, de per si, não são requisitos para o enquadramento na
recorrida se deu em 17.09.2020 (aba de expedientes do sistema exceção no art. 62, II, da CLT, sendo imprescindível a prova da
PJE) e a apresentação das razões recursais em 29.09.2020 (Id atividade de gestão do trabalhador, das atribuições realmente
c9f8663). executadas a fim de verificar se as mesmas podem ser
Representação processual regulamente demonstrada (Id e0267d0). enquadradas como de confiança diferenciada.
Custas devidamente recolhidas (Ids ad2ec05, d7fc55d e fe8efd7). Ao opor fato impeditivo ao direito do reclamante, a demandada
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS atraiu para si o ônus de comprovar que este estava efetivamente
JORNADA DE TRABALHO inserido na referida exceção.
DANO MORAL Destaco, de logo, que a sentença, consoante excertos acima
Alegações: transcritos, afastou o enquadramento do autor no artigo 62, II, da
- contrariedade à Súmula da SDI-1 do TST CLT, por ausência de prova do requisito objetivo, verbis:
- violação aos artigos 7º, VI, CF; 62, II, 444, 468 e 818 da CLT; 141 "Observando a documentação trazida aos autos, constata-se que o
e 492 do CPC; e autor exercia a função de gerente. Preenchido, portanto, o requisito
- divergência jurisprudencial. subjetivo. Com relação ao requisito objetivo, não vislumbro, nos
A parte recorrente, insurgindo-se contra o acórdão turmário, alega, contracheques acostados aos autos, a comprovação de que o
em síntese, que houve alteração unilateral do contrato de trabalho salário pago ao autor correspondia ao salário do cargo efetivo
com aumento de carga horária semanal sem a correspondente paga acrescidos de até 40%, nem consta nenhuma rubrica referente ao
salarial. Diz que o seu enquadramento na exceção do inciso II, do pagamento de gratificação de função." Portanto, já houve o
artigo 62, da CLT, afronta as disposições do artigo 492 do CPC. reconhecimento de que o reclamante exercia cargo de gestão (sem
Contesta o indeferimento do pleito de indenização por danos insurgência do autor, no aspecto), o que já seria suficiente para
morais, sustentando que se desincumbiu do ônus de provar o modificar a sentença, sobretudo, porque, como já dito, a
assédio moral, enquanto que as reclamadas permaneceram inertes. nomenclatura e a gratificação de função, de per si, não são
Do acórdão impugnado, destaco os seguintes fundamentos: requisitos para o enquadramento na exceção no art. 62, II, da CLT,
"Dos pleitos atinentes à jornada de trabalho (análise conjunta sendo imprescindível a prova da atividade de gestão do trabalhador,
com o apelo da COMPANHIA PETROQUIMICA DE das atribuições realmente executadas a fim de verificar se as
PERNAMBUCO-PETROQUIMICA SUAPE). mesmas podem ser enquadradas como de confiança diferenciada.
(...) Ocorre que, os depoimentos das testemunhas arroladas pelo
À luz da disciplina do inciso II do artigo 62 da CLT, para que o próprio autor sinalizam no sentido de que o reclamante, nas funções

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 76
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

em que atuou no período imprescrito, pertencia ao quadro de rompido por iniciativa da empresa e não do reclamante, sinalizando,

empregados de relevância, sem controle de jornada. Ademais, tinha diante do longo período contratual, que o pacto laboral transcorreu

patamar remuneratório elevado e diferenciado na ré. Presentes, dentro da normalidade.

assim, os requisitos, subjetivo e objetivo, que autorizam o Prevalece, pois, data venia o Juízo a quo, a tese de defesa, quanto

empregado na hipótese em comento. às condições dignas de trabalho ofertadas aos trabalhadores da

(...) demandada.

Por fim, observo que, na ficha de registro do autor na Por essas razões, dou provimento ao apelo, no particular, para

PETROQUIMICA (ID 636e88c), consta no campo "Desc. Turno" que excluir do condeno a indenização por dano moral no valor de R$

o mesmo tinha "HORÁRIO DIRETORES/GERENTES" e a ficha 30.000,00(trinta mil reais), estando prejudicada a análise do apelo

financeira do autor na PETROBRAS (ID 83c6723), embora faça obreiro que pretendia a majoração da indenização.

referência a uma jornada mensal de 200 horas, contém a Exaurido o apelo do reclamante e da COMPANHIA

informação que o regime de trabalho é administrativo. PETROQUIMICA DE PERNAMBUCO-PETROQUIMICA SUAPE.

Desse modo, reformo a sentença para julgar improcedente o pleito (...)."

de horas extras (e consectários). Confrontando os fundamentos do acórdão com as razões recursais,

(...) não vislumbro as violações apontadas, pois o Regional decidiu as

Do dano moral (análise conjunta com o apelo da questões veiculadas no presente apelo com base no conjunto

PETROQUIMICA DE PERNAMBUCO-PETROQUIMICA SUAPE). probatório contido nos autos e na legislação pertinente à espécie,

(...) consistindo o insurgimento do recorrente, quando muito, em

Portanto, a sentença, ao analisar o pleito de dano moral, considerou interpretação diversa daquela conferida pela Corte Revisanda.

o acervo probatório produzido. Quando faz citação ao 1º Ademais, as alegações lançadas pela parte nas razões recursais,

depoimento da testemunha Hildebrando e ao depoimento do em sentido contrário, somente seriam aferíveis com o reexame

informante é porque, na sua ótica, apenas eles trazem elementos fático e probatório, o que não é possível nesta via recursal (Súmula

necessários para julgamento do pedido de dano moral. Aliás, nº 126 do TST). Por consequência, fica inviabilizado o exame

verificando o 2º depoimento da testemunha Hildebrando, observo pertinente à divergência jurisprudencial específica (Súmula nº 296

que ele não traz nada atinente às condutas que o autor alega como desse mesmo Órgão Superior).

ensejadoras à indenização pretendida, por isso, não se fez Por outro lado, melhor sorte não teria a recorrente em sua

pertinente a sua transcrição. pretensão de ser recebida a Revista por divergência jurisprudencial,

Contudo, ou divergir da conclusão do Juízo de origem. ora porque não aborda as mesmas premissas fáticas da decisão

Para a configuração do dano moral é necessária a constatação de recorrida (Súmula 23 do TST), ora porque decorrente de órgão não

ato direto contra o reclamante, com força e intensidade maiores do elencado na alínea "a", do art. 896, da CLT, ora porque não foi

que meros aborrecimentos cotidianos do universo corporativo. indicada a fonte de publicação (§ 8º do mesmo artigo Consolidado).

Sendo assim, é imprescindível para o sucesso do pedido que seja CONCLUSÃO

demonstrado de forma cabal evento contrário às regras mínimas de Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

civilidade e urbanidade, bem como comportamento não condizente Cumpram-se as formalidades legais.

com o ambiente de trabalho. Intimem-se.

Haja vista a negativa da parte ré, cabia ao reclamante fazer prova mscs/gma

de suas alegações, em conformidade com o artigo 818 da CLT, mas Assinatura

deste encargo não se desvencilhou. RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

Com efeito, tanto da narrativa da atrial, como da análise das provas

produzidas nos fólios, transcritas nos fragmentos da sentença, DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

extrai-se que o comportamento do Sr. Patrick, embora reprovável, Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

não é suficiente para caracterizar o denominado assédio moral, pois Decisão


Processo Nº ROT-0001102-14.2016.5.06.0193
não houve prova relativa ao estado de sofrimento, abalo psíquico, Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA
humilhação, desonra e outras violações ao patrimônio imaterial do RECORRENTE PETROLEO BRASILEIRO S A
PETROBRAS
ofendido. Tanto é verdade que o contrato de trabalho se ADVOGADO KARLA TRIGUEIRO DA SILVA
TEIXEIRA(OAB: 21425/PE)
desenvolveu por longo período (de 2006 a 2013), tendo sido

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 77
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECORRENTE CONSTRUCAP - PROGEN


8.625/93;
ADVOGADO RODRIGO ANTONIO BADAN
HERRERA(OAB: 85351/SP) - divergência jurisprudencial.
ADVOGADO RICARDO PEREIRA DE FREITAS
GUIMARAES(OAB: 158596/SP) A parte recorrente, insurgindo-se contra o acórdão turmário, suscita,
RECORRIDO MINISTÉRIO PÚBLICO DO inicialmente, nulidade processual por negativa de prestação
TRABALHO
TERCEIRO Eduardo Trindade jurisdicional, alegando que o Juízo, mesmo provocado através de
INTERESSADO
Embargos de Declaração, não se pronunciou sobre as matérias
Intimado(s)/Citado(s): elencadas nos aclaratórios como omissas. Prossegue, contestando
- CONSTRUCAP - PROGEN a legitimidade do Ministério Público do Trabalho para propor a
- PETROLEO BRASILEIRO S A PETROBRAS
presente Ação Civil Pública, alegando a falta o interesse coletivo,

em virtude do pedido ser fundado na ocorrência de um único

acidente fatal envolvendo empregado de uma das empresas


PODER demandadas, hipótese de direito individual puro ou heterogêneo,
JUDICIÁRIO sem dimensão coletiva. Aduz que há incidência da prescrição,

aplicando-se o teor do art. 7°, inciso XXIX, da Constituição da


Fundamentação
República. Diz que não há como ser responsabilizado civilmente,
RECURSOS DE REVISTA
em virtude da sua condição de dona da obra (OJ n° 191 da SDI),
Trata-se de Recurso de Revista interposto por PETRÓLEO
haja vista que não houve qualquer vínculo jurídico entre a ora
BRASILEIRO S/A PETROBRAS, em face de acórdão proferido em
recorrente e a demandada principal. Afirma que inexistiu, de sua
sede de Recurso Ordinário nos presentes autos, figurando, como
parte, conduta culposa a embasar a responsabilidade civil, não se
recorridos, MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO e
aplicando, ao caso, as disposições do art. 455 da CLT, posto que tal
CONSTRUCAP - PROGEN.
dispositivo regula a responsabilidade do empreiteiro principal pelas
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
obrigações trabalhistas contraídas pelo subempreiteiro. Impugna a
O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão
condenação ao pagamento de indenização por dano moral coletivo,
se deu em 29.09.2020 e a apresentação das razões recursais em
alegando que o autor não produziu prova do fato constitutivo do
08.10.2020 (aba de expedientes do sistema PJe e documento de Id
direito, cujo ônus lhe pertencia. Pontua que o acidente alegado na
d7daba5).
exordial, muito embora trágico e indesejável, não têm o condão de
Representação processual regularmente demonstrada (Id069487e).
desacreditar todo o Sistema de Gestão de Segurança e Saúde do
Preparo satisfeito (Ids fc9e14c, 0f4d7b6, 6c9bdc5,8578648 e
Trabalho - SGSST da empresa. Sucessivamente, pugna pela
d4b149e).
redução do valor arbitrado para a indenização, argumentando que o
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
montante não contém qualquer elemento que permita compreender
NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO
seus critérios de fundamento, devendo ser observados os princípios
JURISDICIONAL
da proporcionalidade e razoabilidade. Sustenta a incompatibilidade
INTERESSE PROCESSUAL/ DANO MORAL COLETIVO/
da condenação em obrigação de fazer com a de obrigação de dar,
ILEGITIMIDADE DO MPT
se reportando ao artigo 3º da Lei da Ação Civil Pública. Assevera
PRESCRIÇÃO NA AÇÃO CIVIL PÚBLICA
que não cabe solidariedade em relação ao pagamento de
RESPONSABILIDADE/ DANO MORAL COLETIVO/ 'QUANTUM'
indenização por dano moral coletivo pela inexistência de amparo
IMPOSSIBILIDADE DE CUMULAÇÃO DE CONDENAÇÃO EM
legal, a teor do art. 265 do CC. Diz que multa aplicada para o
DINHEIRO E OBRIGAÇÃO DE FAZER
descumprimento da obrigação de fazer, viola os princípios da
AUSÊNCIA DE SOLIDARIEDADE PARA COM RELAÇÃO AO
culpabilidade, proporcionalidade, razoabilidade, contraditório e
PAGAMENTO DE INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL COLETIVO
ampla defesa.
MULTA PELO DESCUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO DE FAZER
Do acórdão impugnado, transcrevem-se os seguintes fundamentos:
Alegações:
"Ilegitimidade passiva (recurso da Petrobrás)
- contrariedade à Súmula 285 do TST;
Argúi a própria ilegitimidade passiva para figurar no polo passivo da
- violação aos artigos5º, incisos II, X, LIV e LV, 7º, inciso XXIX, 93,
ação, com fulcro na OJ n° 191 da SDI-1.
IX, e 127, III, da CF; 818 e 832 da CLT;267, VI, 373, 458 e 489 do
Quanto à arguição de ilegitimidade passiva, o direito de agir é
CPC; 832 da CLT; 186, 265, 927 e 944,parágrafo único, do CC: 81,
subjetivo público, abstrato e autônomo, não se confundindo com o
inciso III, da Lei 8.078 /90; 3º e 21 da Lei 7.347/85; 25, IV, da Lei

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 78
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

direito material vindicado, cabendo à parte autora decidir contra as demandadas pela não adoção de regras mínimas de segurança

quem propor a ação, indicando a pessoa sobre a qual entende do trabalho cuja recalcitrância no descumprimento culminou com

recair a responsabilização pelos haveres decorrentes do liame trágico acidente de trabalho que vitimou o empregado MILTON

empregatício. A alegação da pretensa relação jurídica perseguida é JOSÉ DA SILVA contratado pela DVS - Manutenção e Instalações

suficiente para constituição da legitimidade passiva dos recorrentes. Elétricas LTDA - EPP para prestar serviços ao CONSÓRCIO

Assim, basta que, da análise abstrata dos fatos narrados na petição CONSTRUCAP-PROGEN na montagem de rede aérea e

inicial, in status assertionis para determinar a legitimidade da parte e enterradas, baixa tensão e iluminação viária na Refinaria Abreu e

viabilizar o exame do mérito da causa em sua plenitude, assumindo Lima.

o autor o risco de a pretensão ser ou não improcedente. Refuta-se, de imediato, a alegação de ausência de justificativa da

Em síntese, a aferição da legitimidade passiva no processo tutela coletiva e atuação do MPT, haja vista ação que visa observar

trabalhista dá-se na simples constatação da indicação, pelo autor da o cumprimento de normas relativas ao meio ambiente do trabalho,

demanda, do reclamado e de sua possível responsabilidade com destaque para as normas de segurança. Há ressaltar que a

jurídica. morte do empregado é consequência individualizada do

Assertivas igualmente pertinentes sendo ou não de natureza descumprimento das normas de segurança do trabalho pelas rés,

coletiva a tutela pretendida. reflexo da não observância de um dever de natureza transindividual,

Rejeita-se, pois, a arguição. como é a tutela do meio ambiente do trabalho.

(...) Ao contrário das argumentações recursais, o número de autos de

Prejudicial de mérito. Prescrição(ambos os recursos) infração lavrados não minimiza os contornos da responsabilidade da

(...) CONSTRUCAP, valendo lembrar a adoção da teoria da

Ocorre que, ao contrário das razões de recurso, as pretensões responsabilidade civil objetiva no âmbito da tutela coletiva se

veiculadas pelo MPT não se originam de "único" fato, porque a justifica a situações em que o risco de dano ultrapassa a esfera

atuação da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho individual, abrangendo a própria coletividade ou um determinado

deixou evidente a reiteração de conduta em sucessivos autos de grupo, como é a situação dos autos. Daí porque pouco importa a

infração, demonstrando que a lesão aos direitos de trabalhadores é quantidade maior ou menor de números de infração contra si

sucessiva e contínua e não estanque com a morte do trabalhador lavrados, mesmo porque o dever de respeito a direitos

em questão. Na realidade, a morte do empregado Milton José da metaindividuais, como o direito ao meio ambiente de trabalho

Silva é a evidência derradeira e trágica do descuido das rés com as saudável, é norma que existe por si.

normas de segurança do trabalho, razão pela qual não se pode ter a Ademais, havendo contrato de terceirização, mesmo tendo sido ele

data do acidente como a actio nata. legalmente formado, aplica-se a norma do artigo 17 da Convenção

A fundamentação da sentença recorrida, no tocante ao tema da nº 155 da OIT segundo a qual sempre que duas ou mais empresas

prescrição, dispensa maiores digressões e exige sua transcrição desenvolverem simultaneamente atividades num mesmo local de

literal no corpo desde acórdão por se constituir em verdadeira lição trabalho, as mesmas terão o dever de colaborar na aplicação das

e compilação de ensinamentos em sede de prescrição em ação civil medidas nela previstas, dentre elas a de fornecer os equipamentos

pública trabalhista: de proteção individual aos trabalhadores envolvidos na produção,

(...) de assegurar que os maquinários e as operações sejam seguras, de

De fato, em se tratando de tutela de direitos coletivos, a atuação do adotar medidas tendentes a reduzir os riscos de acidentes e de

MPT tem como propósito coibir a persistência das lesões às normas desenvolvimento de doenças ocupacionais, dentre outras medidas

de segurança, de maneira que, ainda que a ciência da morte do tendentes a garantir a higidez do meio ambiente do trabalho.

empregado tenha ocorrido há mais de cinco anos do ajuizamento da A aplicação da norma internacional de proteção ao trabalho permite

ação, não é o evento individualizado que dá azo à tutela coletiva, extrair a compreensão que, em situações de terceirização de

mas, sim, o descumprimento reiterado e sucessivo das normas de serviços, a responsabilidade pela adoção das medidas de

segurança noticiadas na petição inicial. segurança é de todas as empresas envolvidas, independentemente

Arguição que se rejeita. dos limites de sua atuação.

Responsabilidade civil. Danos morais coletivos. Ademais, os documentos que instruíram a petição inicial,

(...) consistentes na Auditoria realizada pelo Ministério Público do

A presente ação civil foi proposta com o intento de responsabilizar Trabalho demonstram ser inverídica a alegação da CONSTRUCAP

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 79
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

de que expediu ordens de serviço, ou de que avaliou previamente pois foi seu empregado que permitiu a realização da manutenção

os locais de trabalho, tampouco de que somente dispunha de dos reparos em torre que se encontrava energizada.

empregados treinados e capacitados para a função, sendo o maior Essa conclusão consta da auditoria interna que lastreia a petição

e pior exemplo disso o caso do empregado falecido nas obras da inicial e também da prova deponencial de fl. 2702 que demonstra

Refinaria. que o acidente fatal ocorrera em virtude da rede não se encontrar

De ressaltar que, ao contrário das argumentações lançadas pela desenergizada, o que fora atribuído à PETROBRAS:

Petrobrás, a pendência de recurso administrativo sobre o auto de que no sábado pela manhã o Sr. Milton foi orientado sobre a

infração não invalida a instrução destes autos, importando lembrar a atividade que realizaria naquele dia; que essa orientação foi dada a

incomunicabilidade das instâncias, ainda mais em matéria Milton pelo encarregado da eletrotécnica da DVS; que essa

administrativa. atividade não era realizada aos sábados, e pelo que sabe foi a

Quanto ao inquérito civil promovido pelo MPT, ele não tem a primeira vez que isso ocorreu; que esse serviço jamais havia sido

natureza de inquérito penal, não exige instauração direcionada a realizado aos sábados porque nunca ocorreu de ser necessária

uma ou outra pessoa jurídica, porque se destina a apuração de essa manutenção de rede já energizada; que não precisou ser

fatos. colocado em prática uma logística especial para essa atividade, que

(...) se resumia a troca de uma peça, sendo que o único cuidado a ser

Ao contrário das razões de recurso, não se pode afirmar que os tomado era a desenergização da rede elétrica pela Petrobrás; que

descumprimentos apontados pelo MPT são situações pontuais, ao não sabe se o vitimado havia realizado horas extras no turno

contrário, o acidente ocorrido é prova da inércia na adoção das anterior, nem se havia gozado do intervalo interjornadas, de sexta

normas de segurança. para sábado; que o depoente ficou sabendo que o acidentado

Quanto a tese da Petrobrás acerca da isenção da responsabilidade estava usando os EPI's porque estes lhe forem entregues pelo

por sê-la dono da obra, consagrada na Orientação Jurisprudencial técnico (a) em segurança do trabalho, para fins de investigação; que

nº 191 da SBDI-1 do TST, importante relembrar que a orientação pela experiência que o depoente tem o acidentado estava usando

decorre do entendimento de que, ante a inexistência de previsão todos os EPI's necessários, e nenhum EPI adicional evitaria o

legal específica, o contrato de empreitada de construção civil entre acidente fatal; que esse acidente só poderia ser evitado com a

o dono da obra e o empreiteiro não enseja responsabilidade desenergização completa da rede; que não sabe dizer se todos os

solidária ou subsidiária nas obrigações trabalhistas contraídas pelo procedimentos determinados pela NR-10, no tocante à

empreiteiro, salvo sendo o dono da obra uma empresa construtora desenergização da rede elétrica, foram observados no caso em

ou incorporadora. questão, pois tal incumbência era da Petrobrás.

Todavia, esse posicionamento não afasta toda e qualquer Aliás, no nosso sentir, o depoimento afasta a tese de que foram

responsabilidade do dono da obra, tomador dos serviços prestados cumpridas todos os procedimentos previstos na NR 10 porque se de

pela empreiteira, em relação à mão de obra utilizada em seu fato tivessem sido cumpridos o acidente fatal não teria acontecido.

benefício, ainda mais quando a condenação diz respeito à Portanto, ainda que se considere a adoção da teoria do risco, não

indenização por danos morais e materiais decorrentes de acidente se pode olvidar que empresa é responsável pelos danos derivados

de trabalho que causou a morte do empregado da empresa do contrato de empreitada celebrado entre as reclamadas.

prestadora, como é o caso ora discutido. (...)

Com efeito, nos termos dos artigos 186 e 927 do Código Civil de Tais julgados, proferidos em sede de tutela individual, são

2002, o tomador de serviços responde, ainda que de forma igualmente pertinentes ao caso da tutela coletiva, valendo o

secundária, pelo ressarcimento dos danos sofridos pelos herdeiros destaque que a Petrobrás agiu de forma irresponsável ao permitir a

da vítima fatal, como forma de tornar efetivos os princípios da execução dos serviços, sem preparo técnico, sem a adoção das

dignidade da pessoa humana e da valorização do trabalho e em mínimas medidas de segurança, inclusive sem os equipamentos de

ordem a afastar o uso abusivo do direito daquele em benefício do proteção individual.

qual o serviço fora prestado (dono da obra). Registre-se que a responsabilidade do dono da obra pelos danos

No caso concreto, a par da adoção da responsabilidade objetiva, materiais e morais decorrentes de acidente do trabalho resulta

fundada no risco da atividade desempenhada pela primeira diretamente do art. 932, III, e 942 do Código Civil sendo de natureza

reclamada, a auditoria do Ministério do Trabalho deixou assente a solidária, sendo impertinente a tese de inexistência de previsão

ausência de medidas de segurança por parte da própria Petrobras, legal a teor do art. 265 do CC.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 80
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

(...) ao apelo para reduzir o valor da indenização por danos morais

Provadas as irregularidades apontadas pelo MPT, a condenação coletivos para R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), montante que

em dano moral coletivo ostenta notório efeito pedagógico em se afigura mais adequado às circunstâncias da espécie.

relação ao agente infrator, devendo representar valor hábil a Observem-se os termos da Sumula n° 439 do C. TST quanto aos

promover o não incentivo a reiteração da conduta diante do custo juros e correção monetária.

judicial da insistência do ilícito. Multa imposta no caso de descumprimento das obrigações de fazer

No tocante ao pedido de redução da indenização por danos morais, (recurso da Petrobras)

se é tormentosa a questão da fixação do valor da indenização por A recorrente aduz que inexiste fundamento para manutenção da

danos morais em sede de tutela individual, a despeito das normas multa fixada pelo Juízo de piso, seja porque já cumpriu grande parte

do art. 223-G da CLT, de duvidosa constitucionalidade, ainda mais das obrigações impostas e tem adotado as medidas necessárias

tumultuada é a fixação do valor de indenização por danos morais para cumprimento das demais, seja porque o cumprimento dos

coletivos. pleitos autorais não depende exclusivamente de sua atuação.

Muito embora doutrina e a jurisprudência lancem-se dos critérios da Alternativamente pede a minoração do valor arbitrado.

natureza do bem jurídico e da extensão da repercussão do agravo, Vejamos.

assim como a intensidade e a duração do sofrimento, o grau de dolo O comando decisório determinou, em caso de descumprimento das

ou culpa e a condição econômica dos responsáveis pela lesão não obrigações impostas à PETROBRAS arque com multa de R$

ignoro que o valor da indenização fixado por este Regional em 1.000,00 (mil reais) por servidor (estatutário ou celetista), por dia de

casos semelhantes tem sido fixado em valor consideravelmente atraso ou falta de fornecimento, alcançado na infração, multa

mais módico que o fixado na Primeira Instância. reversível ao FAT - Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Nestes casos, deve o julgador levar em conta, em primeiro lugar, a Neste tópico tenho como incensurável o decisum, eis que os prazos

sua natureza pedagógica, a fim de evitar a reiteração do ilícito. concedidos para a implementação das obrigações foram bem

Neste caso, um valor ínfimo pode servir como estímulo à prática elastecidos, máxime considerando tratar-se de estatal e a natureza

reiterada, especialmente se o infrator for empresa de grande poder das próprias obrigações que, em sua maior parte, não demandam

econômico. maior dispêndio de numerário.

O valor arbitrado para a indenização é espécie de sanção Não se olvide que, o cumprimento das determinações judiciais não

pecuniária cujo propósito é punir o transgressor da ordem jurídica, deve ficar ao arbítrio das partes, em especial das condenações em

desestimulando-o de reiterar o comportamento ilícito em outras obrigação de fazer ou não fazer, sob pena de se precipitar a

oportunidades, bem assim inibindo os demais membros da decisão no vazio, daí o ordenamento jurídico prever a cominação de

comunidade a não praticarem ações parecidas. multa diária com o objetivo de compelir o devedor, que foi

À míngua de legislação reguladora específica, deve o magistrado condenado a praticar um ato ou abster-se da referida prática, a

atuar com equidade e bom senso na árdua tarefa de atribuir um realizar o comando imposto pela decisão judicial, nos termos do art.

valor para condenação que seja consentâneo com a realidade dos 536, §1º, do CPC.

fatos e tenha o condão de reparar integralmente o dano sofrido pela Não se pode ignorar que a penalidade em comento é um meio

coletividade, detendo, a um só tempo, o caráter sancionador e coercitivo de buscar a efetividade da tutela jurisdicional e, acaso

pedagógico, sem perder de vista que (...) toda limitação, prévia e não queria pagar a penalidade, que cumpra com a ordem emanada.

abstrata, ao valor da indenização por dano moral, objeto de juízo de Mantenho não somente a multa como o valor arbitrado.

equidade, é incompatível com o alcance da indenizabilidade (...)."

irrestrita assegurada pela atual Constituição da República(Recurso No tocante à arguição de nulidade processual por negativa de

Extraordinário nº. 447.584, Rel. Min. César Peluso, j. 28/11/2006 - prestação jurisdicional e ilegitimidade do MPT, não obstante o

obra citada - p. 165). inconformismo apresentado, o apelo não ultrapassa o crivo da

Outros fatores também devem ser sopesados no momento da admissibilidade recursal.

fixação da indenização, tais como a extensão do dano; permanência É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,

temporal; situação econômica do ofensor e razoabilidade do valor introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos

arbitrado, além do impacto social da decisão. Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não

Assim, diante de tais considerações e, com atenção aos os conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema

princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, dou provimento trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 81
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo.

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído formação de precedentes como elementos de estabilidade e a

pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017). decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência

Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, 07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra

impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT

juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos. de 16/06/2016).

A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA.

precedentes da Corte Superior Trabalhista: ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO.

EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I,

EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos

13.015/2014. RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai

TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do

IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que

DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por

-A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 - meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa,

A e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência

versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento

itinere e multa por embargos de declaração protelatórios, (salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante

ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896, transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim

§ 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso

transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar

prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso

se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade

literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo

recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide

controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014)

do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão

comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia

inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da

decisão regional que consubstancia o prequestionamento da Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST-

controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste

alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse Dalazen, DEJT 18/12/2015).

aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de Na hipótese dos autos, quanto à negativa de prestação jurisdicional,

admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de constato que o recorrente não cuidou de transcrever, nas razões do

propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de recurso, o trecho dos Embargos Declaratórios em que foi pedido o

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 82
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECORRIDO PEDRO RODRIGUES DOS SANTOS


pronunciamento do Tribunal sobre questão veiculada no Recurso JUNIOR
ADVOGADO SORAYA MENDES RIBEIRO(OAB:
Ordinário, para cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da 21876/PE)
omissão. De outra parte, quanto à ilegitimidade, o recorrente não RECORRIDO FLY ASSESSORIA EMPRESARIAL
LTDA - ME
cuidou de indicar, nas razões do apelo, nenhum trecho da decisão TESTEMUNHA TACIANA MARY DELGADO
recorrida que configuram o prequestionamento da controvérsia.
Intimado(s)/Citado(s):
Dessa feita, inviabilizado está o prosseguimento do apelo, em
- OI MOVEL S.A. - EM RECUPERACAO JUDICIAL
relação às matérias apontadas, nos termos da norma consolidada
- PEDRO RODRIGUES DOS SANTOS JUNIOR
acima mencionada. - TELEMAR NORTE LESTE S/A. - EM RECUPERACAO
JUDICIAL
Em sucessivo, no que se refere aos demais tópicos de insurgência,

confrontando os argumentos recursais com os fundamentos do

acórdão vergastado, tenho que o apelo não merece

prosseguimento, pois o Regional decidiu as questões nele PODER

veiculadas com base no conjunto probatório contido nos autos e na JUDICIÁRIO

legislação pertinente à matéria, não se vislumbrando as violações


Fundamentação
invocadas, consistindo o insurgimento, tão somente, no
RECURSOS DE REVISTA
inconformismo com a solução dada à lide ou, no máximo, em
Trata-se de recurso de revista interposto, conjuntamente, por OI
interpretação diversa daquela conferida pelo Colegiado. Além disso,
MOVEL S/A - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL e TELEMAR
as alegações lançadas em sentido diverso, somente seriam
NORTE LESTE S/A,contra acórdão proferido em sede de Recurso
aferíveis com o reexame das provas carreadas ao feito, o que não é
Ordinário, nos autos da presente Reclamação Trabalhista,
possível nesta via recursal (Súmula nº 126 do TST).
figurando,como recorridos,PEDRO RODRIGUES DOS SANTOS
Acrescento que o Recurso de Revista é igualmente inadmissível por
JUNIOR eFLY ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA - EPP.
divergência jurisprudencial, vez que as decisões transcritas pelo
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
recorrente são inservíveis ao confronte de teses, ora porque oriunda
A ciência do acórdão prolatado deu-se em 14.09.2020 e as razões
de órgão não elencado no artigo 896, ora porque não indicada a
recursais foram apresentadas em 23.09.2020, conforme se pode ver
fonte de publicação, ora porque inespecífica. Desatendido o
da aba de expediente do Pje e do documento de Id 28a23e3.
regramento contido no art. 896, "a", e § 8º, da CLT.
Representação processual regularmente demonstrada (Ids 0f2a563,
CONCLUSÃO
76f325d, de48f5f e cf751d7).
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
Custas recolhidas corretamente, conforme atestam os documentos
Cumpram-se as formalidades legais.
de Ids 4923bb4 e 8305790 . Depósito recursal dispensado,
Intimem-se.
observando o disposto no artigo 899, § 10, da CLT.
mscs/gma
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
Assinatura
RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
MULTAS DOS ARTIGOS 467 E 477 DA CLT

ATUALIZAÇÃO DOS CRÉDITOS - INCOMPETÊNCIA DA


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
JUSTIÇA DO TRABALHO
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
- contrariedade à Súmula 331 do TST;
Decisão
Processo Nº ROT-0001218-67.2014.5.06.0006 - violação aos artigos 5º, II, XLVI, LIII, 114 da CF; 279 do CC; 9º, II,
Relator ANA MARIA SOARES RIBEIRO DE da Lei 11.101/2005; e
BARROS
RECORRENTE OI MOVEL S.A. - EM RECUPERACAO - divergência jurisprudencial.
JUDICIAL
As recorrentes insurgem-se contra a decisão turmária de manter a
ADVOGADO Jairo Cavalcanti de Aquino(OAB:
1623/PE) responsabilidade subsidiária que lhe foi imposta, argumentando, em
ADVOGADO EMILIANO FRANCISCO CARVALHO
FEITOSA(OAB: 25210-D/PE) síntese, que a hipótese versada nos autos é de contrato entre
RECORRENTE TELEMAR NORTE LESTE S/A. - EM empresas para que uma proceda a revenda de bens, produtos ou
RECUPERACAO JUDICIAL
ADVOGADO Jairo Cavalcanti de Aquino(OAB: serviços fornecidos pela outra, e não de terceirização. Alegam,
1623/PE)
também, que o objeto do ajuste comercial firmado entre elas visava
ADVOGADO EMILIANO FRANCISCO CARVALHO
FEITOSA(OAB: 25210-D/PE) apenas a comercialização de produtos, sendo irrelevante quem ou

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 83
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

como seria realizado o serviço pela primeira reclamada. Afirmam Sem razão as recorrentes.

que a imputação das multas previstas nos artigos 467 e 477 da CLT Diferentemente do que alegam as recorrentes, o dispositivo legal

não se sustenta, vez que não se pode aplicar o entendimento mencionado trata da habilitação dos créditos no juízo da

sedimentado na Súmula 331 do TST, ao caso corrente. Aduzem Recuperação Judicial e não na apuração dos créditos trabalhistas.

que a incidência de juros e correção monetária sobre débitos Vejamos:

trabalhistas de empresas em recuperação judicial viola o artigo 9º "Art. 9o A habilitação de crédito realizada pelo credor nos termos do

da Lei 11.101/2005, devendo ser limitada à data do ingresso do art. 7o, § 1o, desta Lei deverá conter: (...)

pedido da referida recuperação. Ressaltam, ainda, que não está II - o valor do crédito, atualizado até a data da decretação da

entre as competências da Justiça do Trabalho interferir, contrariar falência ou do pedido de recuperação judicial, sua origem e

ou modificar as determinações proferidas em processos de classificação"

recuperação judicial. Nada, pois, a modificar, no aspecto.

Da decisão hostilizada, exsurgem os fundamentos que se seguem Recurso improvido."

(Id ad01024): No tocante à responsabilidade subsidiária e às multas previstas nos

" Da responsabilidade das recorrentes artigos 467 e 477 da CLT, confrontando os argumentos das

(...) recorrentes com os fundamentos do acórdão impugnado, tenho que

Não prospera o inconformismo das recorrentes. a revista não comporta processamento, pois o Regional decidiu as

(...) resta inovadora a argumentação sobre suposto "contrato de questões com base no conjunto probatório contido nos autos, de

cunho comercial", eis que esse aspecto não foi abordado na acordo com a legislação pertinente a cada tema e em sintonia com

contestação que se desenvolveu sob o enfoque da legalidade da os itens IV e VI da Súmula 331, do TST. Ademais, as alegações

terceirização e sequer foi anexado ao processo qualquer contrato lançadas pelas recorrentes nas razões recursais, em sentido

celebrado pelas empresas reclamadas. contrário, somente seriam aferíveis mediante de reexame fático, o

Não bastasse, a prova testemunhal esclareceu a existência da que não é possível por meio desta via recursal (Súmula nº 126 do

prestação de serviços pelo reclamante em favor das empresas TST). Por consequência, fica inviabilizada, inclusive, a análise

Telemar/OI, mediante terceirização lícita, conforme reconhecido na pertinente à divergência jurisprudencial específica (Súmula nº 296

sentença hostilizada. Ou seja, restou demonstrado que as desse mesmo Órgão Superior).

recorrentes se beneficiaram da mão-de-obra do demandante (...) Com relação à atualização dos créditos e da incompetência da

Assim, não tendo as tomadoras dos serviços produzido prova de Justiça do Trabalho para se pronunciar sobre o tema, a Terceira

que o recorrido não lhes prestou serviços, prevalece o entendimento Turma pontuou que o artigo 9º da Lei 11.101/2005 "...trata da

de prestação de serviços, durante todo o contrato de trabalho habilitação dos créditos no juízo da Recuperação Judicial e não na

havido entre o autor e a primeira reclamada. apuração dos créditos trabalhistas...". A decisão, no aspecto, pois,

E, embora seja legalmente permitida a subcontratação de serviços está conforme a legislação pertinente.

inerentes à atividade-meio ou atividade-fim, o Enunciado n.º 331, IV, CONCLUSÃO

do Colendo TST prescreve a responsabilização subsidiária do Diante do exposto, DENEGO seguimento ao apelo.

tomador dos serviços no caso de inadimplemento das verbas Cumpram-se as formalidades legais.

trabalhistas devida ao empregado. Intimem-se.

(...) vo/vmm

Também não se acolhe a pretensão de limitação da condenação

subsidiária com exclusão das verbas rescisórias e multas dos arts. Assinatura

467 e 477 da CLT. Isso porque, nos termos do item VI da Súmula RECIFE, 6 de Novembro de 2020.

331, TST "A responsabilidade subsidiária do tomador de serviços

abrange todas as verbas decorrentes da condenação referentes ao DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

período da prestação laboral". Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Destarte, nega-se provimento ao recurso, no tema. Decisão


Processo Nº ROT-0001648-15.2016.5.06.0017
(...) Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
E MELLO VENTURA
Dos juros e correção monetária
RECORRENTE JOSE ALEXANDRE DA SILVA
(...)

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 84
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO MICHELLY EMILIA FARIAS


PEDROSA(OAB: 25874/PE) O cerne da questão devolvida à apreciação é a existência ou não de
RECORRIDO A & B ALIMENTOS E BEBIDAS LTDA relação de emprego entre as partes litigantes, tendo-se em vista o
ADVOGADO JOAO REINALDO PROTA
FILHO(OAB: 16462/PE) disposto nos artigos 2° e 3° da CLT. A matéria, pois, é
ADVOGADO MARCOS VALERIO PROTA DE eminentemente fática e apenas o conjunto probatório produzido
ALENCAR BEZERRA(OAB: 14598/PE)
pode elucidar a controvérsia. E, a despeito do arrazoado articulado
Intimado(s)/Citado(s):
pelo autor da ação, o que exsurge dos autos é a prevalência da tese
- A & B ALIMENTOS E BEBIDAS LTDA
defensória, consoante fundamentado pelo Juízo de primeiro grau.
- JOSE ALEXANDRE DA SILVA
Ao admitir a prestação de serviços, a parte demandada atraiu para

si o ônus de provar a ausência do liame de emprego, consoante o

artigo 818 da CLT, ônus do qual se desincumbiu a contento.


PODER
Com efeito, a prova dos autos, de fato, demonstra que o autor
JUDICIÁRIO
desenvolvia seu trabalho com independência, apesar de estar

Fundamentação sujeito a determinadas regras adotadas pela empresa contratante; e

RECURSO DE REVISTA arcava com os custos da atividade profissional por ele

Trata-se de Recurso de Revista interposto por JOSÉ ALEXANDRE desempenhada.

DA SILVA, em face de acórdão proferido em sede de recurso O documento sob ID c01c483 (cadastro transportador autônomo)

ordinário, nos presentes autos, figurando, como recorrida, A & B representa forte indício de que o autor realizava suas atividades de

ALIMENTOS E BEBIDAS LTDA. modo autônomo. Somado a isso, os relatórios colacionados no ID

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS 9bd46e1 demonstram que o adimplemento do recorrente se dava

O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão por meio do frete.

recorrida se deu em 10/09/2020 (aba de expedientes) e a A impugnação aos documentos apresentada sob o ID 52c5391 foi

apresentação das razões recursais em 21/09/2020 (Id 90b81e8). demasiadamente genérica, alegando que foram produzidas de

Representação processual regularmente demonstrada (Id 29f6db1). "forma unilateral, pela própria promovida". De toda sorte, embora

Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome da advogada tenha ofertado impugnação, o próprio autor anexou os documentos

MICHELLY EMÍLIA FARIAS PEDROSA OAB/PE 25.874 sob ID b45e310, inclusive invocando-os como prova do suposto

Dispensado o preparo (Id a696a95). vínculo de emprego.

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS Por sua vez, da transcrição dos depoimentos, infere-se que as

NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL / VÍNCULO atividades do autor não estavam submetidas à direção da empresa

EMPREGATÍCIO ré com a intensidade que pressupõe a Legislação Trabalhista. A

Alegações: subordinação jurídica é elemento decisivo para a distinção entre as

- violação dos artigos 93, IX, da Constituição Federal; 832 da CLT; situações fronteiriças, nas quais é preciso discernir, por exemplo,

371, 489 do CPC. entre motoristas empregados e transportadores autônomos. E,

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, suscitando quanto a este ponto, pelos depoimentos, ficou claro para este Juízo

nulidade processual por negativa de prestação jurisdicional, que ele não estava submetido ao poder diretivo empresarial,

apontando para omissão no tocante à existência de vínculo ativando-se com a autonomia que é própria da contratação de

empregatício, não tendo a decisão se manifestado sobre às provas serviços de transporte sem vinculação empregatícia.

documentais e testemunhais trazidas aos autos. Diz que este Outro elemento fático de extrema relevância é o de pertencerem ao

Regional não analisou diversos contextos fáticos imprescindíveis ao próprio autor os meios de produção. Conforme esclarecido pela

deslinde da controvérsia. testemunha obreira, por sua conta os custos e os riscos implicados

Do acórdão exsurgem os seguintes fundamentos: na prestação de serviços. Aliás, tal situação foi narrada pelo próprio

"Esclareço, inicialmente, que o Juízo singular observou reclamante na peça de ingresso. Diante desse quadro, não se

integralmente o comando contido no acórdão anterior deste Relator verifica a presença fundamental do elemento alteridade, também

(ID cccdd28) e proferiu, em seguida, nova sentença, consoante essencial à configuração do vínculo empregatício, haja vista o que

acima transcrito. A valoração dos depoimentos colhidos e das expressamente diz o artigo 2º da CLT: "Considera-se empregador a

provas emprestadas será feito em cotejo com os demais elementos empresa, individual ou coletiva, que, assumindo os riscos da

constantes dos autos. atividade econômica, admite, assalaria e dirige a prestação pessoal

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 85
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

de serviço". "Art. 4o O contrato a ser celebrado entre a ETC e o TAC ou entre o

Quanto à prestação de conta das entregas das mercadorias, dono ou embarcador da carga e o TAC definirá a forma de

registro que a disponibilidade de tais informações é obrigação do prestação de serviço desse último, como agregado ou

transportador, à luz do art. 11 da Lei nº 11.442/2007, textual: independente.

"Art. 11. O transportador informará ao expedidor ou ao destinatário, § 1o Denomina-se TAC - agregado aquele que coloca veículo de

quando não pactuado no contrato ou conhecimento de transporte, o sua propriedade ou de sua posse, a ser dirigido por ele próprio ou

prazo previsto para a entrega da mercadoria. por preposto seu, a serviço do contratante, com exclusividade,

§ 1º. O transportador obriga-se a comunicar ao expedidor ou ao mediante remuneração certa.

destinatário, em tempo hábil, a chegada da carga ao destino. [...]

(...) Art. 5o As relações decorrentes do contrato de transporte de cargas

§ 9º. O embarcador e o destinatário da carga são obrigados a de que trata o art. 4o desta Lei são sempre de natureza comercial,

fornecer ao transportador documento hábil a comprovar o horário de não ensejando, em nenhuma hipótese, a caracterização de vínculo

chegada do caminhão nas dependências dos respectivos de emprego.

estabelecimentos, sob pena de serem punidos com multa a ser Dessa forma, comungo com o entendimento expendido na decisão

aplicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT, impugnada de que a prestação de serviços pelo autor se deu nos

que não excederá a 5% (cinco por cento) do valor da carga. moldes de transportador autônomo de cargas, pois restou

(Incluído pela Lei nº 13.103, de 2015)" - destaquei. demonstrado que o reclamante trabalhava em caminhão do qual

No que diz respeito à exclusividade na prestação de serviços, além detinha a posse e era remunerado mediante frete, além de arcar

de não comprovada, é indiferente à caracterização ou não da com os custos da atividade profissional por ele desempenhada no

relação de emprego. tocante ao uso do veículo.

Entretanto, ainda que assim não fosse, o transportador autônomo, Reforçando essa convicção, extrai-se dos recibos de pagamento

na forma prevista no art. 4º, § 1º e 2º da Lei nº 11.442/2007, pode pelos fretes realizados, que o autor auferia valores manifestamente

ser agregado, ou seja, "aquele que coloca veículo de sua incompatíveis com a remuneração percebida por motoristas

propriedade ou de sua posse, a ser dirigido por ele próprio ou por empregados. Com efeito, analisando-se a documentação coligida

preposto seu, a serviço do contratante, com exclusividade, mediante no ID 9bd46e1, não impugnada quanto aos valores nela constante,

remuneração certa" ou independente, "aquele que presta os a título de exemplo, verifica-se que o autor recebeu pelo frete

serviços de transporte de carga de que trata esta Lei em caráter realizado no dia 03.07.2015, o valor de R$ 1.230,00. Já no dia

eventual e sem exclusividade, mediante frete ajustado a cada 17.2015, fez o autor duas viagens, recebendo pelos fretes o valor

viagem". líquido de R$ 1280,00 e R$ 45,79, respectivamente, totalizando R$

A despeito da presença de algum grau de pessoalidade e, indene 1.325,79. Em 24.07.2015, recebeu pelo frete R$ 1020,00; em

de dúvidas, da não-eventualidade na prestação de serviços do autor 31.07.2015, R$ 930,00 e, em 10.07.2015, o valor de R$ 1.350,00.

em prol da ré, o certo é que a subordinação mitigada e a Conclui-se, portanto, que em cinco dias trabalhados, o autor

inexistência de alteridade obstam o reconhecimento do contrato de recebeu, pelos fretes realizados, a importância de R$ 5.855,79,

trabalho, nos moldes delineados pela interpretação conjugada os superando em muito o piso dos motoristas (considerando-se cinco

artigos 2º e 3º da CLT. dias trabalhados).

A realidade fática retratada nos autos é favorável à tese Dessa forma, muito embora a contração sob a égide das leis

empresarial, porquanto as peculiaridades fáticas da prestação dos trabalhistas seja o padrão e seja também preferível, do ponto de

serviços de transporte pelo reclamante se apresentam mais em vista do trabalhador (como regra), o certo é que, em alguns casos,

consonância com a exegese da Lei n.º 11.442/2007, que disciplina não se faz possível o seu reconhecimento. O princípio da proteção

o transporte rodoviário de carga por conta de terceiros, sendo há de se compatibilizar com o da primazia da realidade. In casu,

pertinente no caso vertente citar alguns de seus dispositivos: foram descortinadas peculiaridades que mais se harmonizam com o

"Art. 1o Esta Lei dispõe sobre o Transporte Rodoviário de Cargas - que nos diz o artigo 4º, §§ 1º e 5º, da Lei n. 11.442/07.

TRC realizado em vias públicas, no território nacional, por conta de Importante frisar, por fim, que a valoração da prova pelo juiz

terceiros e mediante remuneração, os mecanismos de sua condutor da instrução, faz parte do seu livre convencimento,

operação e a responsabilidade do transportador. bastando, para tanto, que as razões por ele adotadas estejam

[...] devidamente fundamentadas. Sendo ele privilegiado com o contato

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 86
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

direto com as testemunhas e responsável pela tomada dos atrelado aos fatos e fundamentos jurídicos trazidos pelas partes,

depoimentos, encontra-se perfeitamente legitimado para avaliá-las e estando as questões suscitadas compreendidas no próprio

atribuir-lhes o valor probatório que possam efetivamente merecer conteúdo da decisão proferida. Desse modo, sob a ótica da

(princípios do livre convencimento motivado e da imediatidade). restrição imposta pela Súmula nº 459 do C. TST, a prestação

Pelo exposto, resta mantida a decisão impugnada que não jurisdicional se fez completa, enquadrando-se a irresignação da

reconheceu o vínculo empregatício pretendido, restando parte recorrente no inconformismo com a solução dada à lide e,

prejudicada a análise das outras matérias objeto do apelo, porque não, na hipótese de nulidade processual por ausência de prestação

fundadas em vínculo empregatício não reconhecido." jurisdicional.

Instada por embargos, a Turma assim se pronunciou: CONCLUSÃO

"No caso, nenhuma das hipóteses acima delineadas se observa no Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

julgado embargado em relação ao vínculo empregatício (e Cumpram-se as formalidades legais.

correlatos), tendo havido manifestação explícita sobre as matérias Intimem-se.

trazidas e conhecidas nos apelos e conclusão com base em todo o snl

conteúdo probatório. Assinatura

(...) RECIFE, 6 de Novembro de 2020.

Da simples leitura dos embargos e da transcrição acima, verifica-se

a tentativa de rediscussão da matéria por parte do embargante, DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

muito embora tenha sido adotada tese explícita sobre o não Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

reconhecimento do vínculo empregatício , e indicado o motivo de Decisão


Processo Nº ROT-0000408-42.2016.5.06.0291
convencimento do julgador. Relator JOSE LUCIANO ALEXO DA SILVA
Esclareço, apenas, que a omissão capaz de configurar hipótese de RECORRENTE COMPANHIA ENERGETICA DE
PERNAMBUCO
cabimento de embargos de declaração refere-se aos argumentos e ADVOGADO LARISSA LEITÃO MAGALHÃES(OAB:
20764-D/PE)
pedidos suscitados em recurso, e não à prova dos autos. Eventual
ADVOGADO BRUNO MOURY FERNANDES(OAB:
erro de julgamento deve ser suscitado na instância recursal 18373/PE)
RECORRIDO ABF ENGENHARIA SERVICOS E
seguinte, por meio do remédio processual adequado a esse fim, e COMERCIO LTDA
não por intermédio de embargos de declaração. ADVOGADO MARIANA PAIVA SANTOS
GUSMAO(OAB: 27913/PE)
Vale registrar também que o Juízo não está obrigado a responder a ADVOGADO MAURY DANTAS SILVA(OAB:
37300/PE)
todos os tópicos ventilados pelas partes. Mas necessário sejam
ADVOGADO MARIA CLARA PAIVA SANTOS
abordados os pontos imprescindíveis ao deslinde da controvérsia, GUSMAO(OAB: 40259/PE)
ADVOGADO JOSE LOPES DA SILVA NETO(OAB:
devendo ser expostas as razões a embasarem o seu 5979/RN)
convencimento, o que foi observado na decisão embargada. RECORRIDO ERIKSON HONORATO DOS SANTOS
ADVOGADO VALDIR ANDRADE DA SILVA(OAB:
Evidente que a intenção do embargante é a reapreciação da 20138-D/PE)
questão já decidida. ADVOGADO VALMIR ANDRADE DA SILVA(OAB:
22424-D/PE)
E mais. A intenção de prequestionar não se coaduna com o objetivo

de pretender que o Juízo adote, necessariamente, os fundamentos Intimado(s)/Citado(s):


- ABF ENGENHARIA SERVICOS E COMERCIO LTDA
apresentados pela parte.
- COMPANHIA ENERGETICA DE PERNAMBUCO
Tenho, pois, que satisfeito o Princípio da Obrigatoriedade da - ERIKSON HONORATO DOS SANTOS
Fundamentação das Decisões Judiciais, insculpido no artigo 93,

inciso IX, da atual Carta Magna, não havendo, portanto, qualquer

vício a ser sanado."


PODER
Do confronto entre os fundamentos expendidos no acórdão e as
JUDICIÁRIO
razões recursais apresentadas, não vislumbro violação direta e

literal das normas citadas, eis que a rejeição dos embargos de Fundamentação
declaração opostos está devidamente fundamentada na legislação RECURSO DE REVISTA
aplicável, sendo certo que a Turma se pronunciou claramente sobre Trata-se de Recurso de Revista interposto pela COMPANHIA
as matérias abordadas, à luz do contexto probatório dos autos, ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE,em face de acórdão

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 87
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

proferido em sede de Recurso Ordinário em Agravo de Petição, nos toda a fundamentação do tópico atinente à matéria recorrida,

presentes autos, figurando, como recorridos, ERIKSON sem a indicação específica do "trecho da decisão recorrida que

HONORATO DOS SANTOS e ABF ENGENHARIA SERVIÇOS E consubstancia o prequestionamento da controvérsia objeto do

COMÉRCIO LTDA. recurso de revista." Ora, não se admite mais a manutenção da

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS prática de impugnação genérica e dissociada, que era usual na

Apelo tempestivo, haja vista que a publicação da decisão vigência do regramento anterior. Deve a parte delimitar os

impugnada ocorreu em 11/09/2020 e a apresentação das razões respectivos trechos em que tenham sido apreciadas as

recursais em 23/09/2020, conforme se pode ver dos questões objeto do seu inconformismo.

documentos Ids 3c4b7c6 e 0cc8525. Destarte, inviabilizado está o seguimento de seu apelo, nos

Representação processual regularmente demonstrada (Ids termos da norma consolidada acima mencionada.

6187b6b e fb77f41). CONCLUSÃO

Juízo garantido (Id cd8d2be). Diante do exposto, DENEGOseguimento ao Recurso de

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS Revista.

Insurge-se a parte recorrente contra o acórdão regional, Cumpram-se as formalidades legais.

impugnando o indeferimento do pleito de inexigibilidade de Intimem-se.

título executivo fundado na Súmula 331 do TST, alegando que emm/vmm

foi declarada inconstitucional pelo STF. Apontacontrariedade Assinatura

ao mencionado verbete sumular e divergência jurisprudencial. RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

Não obstante o inconformismo apresentado, o apelo não

ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal. DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896, da Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

CLT, introduzindo novos requisitos formais ao processamento Decisão


Processo Nº ROT-0000432-56.2019.5.06.0003
dos Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de Relator VIRGINIA MALTA CANAVARRO
não conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE
DISTRIBUICAO
cada tema trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida ADVOGADO WILSON BELCHIOR(OAB: 1259/PE)
que consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) RECORRIDO WANDERSON XAVIER DA SILVA
ADVOGADO JADSON FUVIO FEITOSA DA
apresentar tese explícita e fundamentada de violação legal, de SILVA(OAB: 49565/PE)
contrariedade à Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora
Intimado(s)/Citado(s):
e à Súmula vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que
- COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUICAO
entenda existir; 3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da - WANDERSON XAVIER DA SILVA
decisão recorrida; e 4) transcrever na peça recursal, no caso de

suscitar preliminar de nulidade de julgado por negativa de

prestação jurisdicional, o trecho dos embargos declaratórios


PODER
em que foi pedido o pronunciamento do tribunal sobre questão
JUDICIÁRIO
veiculada no recurso ordinário e o trecho da decisão regional

que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para cotejo e Fundamentação


verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído pela RECURSO DE REVISTA
Lei nº 13.467, de 13.7.2017). Trata-se de Recurso de Revista interposto pela COMPANHIA
Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO, em face de acórdão proferido
Revista objetivam favorecer a identificação de contrariedade a em sede de Recurso Ordinário, nos autos da presente Reclamação
dispositivo de lei e a súmula, bem como dissensão das teses Trabalhista, figurando, como recorrido, WANDERSON XAVIER DA
apresentadas, impedindo impugnações genéricas da decisão SILVA.
regional e, ainda, juízo de admissibilidade subjetivo no tocante PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
a requisitos objetivos. Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se
No caso dos autos, não se observou a exigência processual deu em 04/09/2020 e a apresentação das razões recursais, em
contida no mencionado dispositivo legal, vez que transcrita 16/09/2020, conforme se pode ver da aba Expedientes do PJE e do

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 88
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

documento de Id 61eaad2, observada a suspensão dos prazos A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes

processuais em 07/09/2020 - feriado em comemoração à precedentes da Corte Superior Trabalhista:

independência do Brasil -, nos termos da OS TRT6-GP 234/2019. EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO

Representação processual regularmente demonstrada (Ids EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº

65aa6a3, dd7955c e bf8dc55). Defiro o pedido de notificação 13.015/2014. RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A

exclusiva em nome do advogado Wilson Sales Belchior (OAB/BA TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE

39.401). IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO

Preparo corretamente efetuado (Ids def72e5, edd51d9, e2dc09a, DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º

ca30d7b, 3b98b0b e 6b7ac21). -A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 -

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS A e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que

HORAS EXTRAS / ÔNUS DA PROVA versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in

Alegações: itinere e multa por embargos de declaração protelatórios,

- contrariedade à Súmula 338, do TST; ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896,

- violação aos artigos 373, I, 436 e 479, do CPC; 818, da CLT; § 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem

- divergência jurisprudencial. transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, alegando, prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não

em suma, que são indevidas as horas extras vez que o recorrido se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos

não se desincumbiu do encargo processual de demonstrar o fato literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no

constitutivo do direito pleiteado. Afirma que a decisão as regras de recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da

distribuição do ônus da prova. Diz que o princípio do livre controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma

convencimento motivado, deve nortear a convicção do julgador, e do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em

que não pretende o reexame de matéria e de prova. comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali

Não obstante o inconformismo apresentado, o apelo não ultrapassa inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da

o crivo da admissibilidade recursal. decisão regional que consubstancia o prequestionamento da

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896, da controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a

CLT, introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse

Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de

conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo.

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído formação de precedentes como elementos de estabilidade e a

pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017). decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência

Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas, 07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra

impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT

juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a critérios objetivos. de 16/06/2016).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 89
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. Desse modo, considerando que a recorrente não cuidou de indicar o

ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO. fragmento exato da decisão impugnada, que configura o

TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I, prequestionamento da controvérsia, inviabilizado está o

DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos prosseguimento de seu apelo, nos termos da norma consolidada

intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai acima mencionada.

do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do CONCLUSÃO

recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por Cumpram-se as formalidades legais.

meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa, Intimem-se.

tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência nbb

em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento

(salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante Assinatura

transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso

de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade Decisão


Processo Nº ROT-0002058-77.2016.5.06.0145
acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo Relator DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide RECORRENTE NATALIA ALMEIDA SILVA DOS
SANTOS
da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014) ADVOGADO ILTON DO VALE MONTEIRO(OAB:
10211-D/PE)
em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão
ADVOGADO LUCIANA STEFFANE PETRONIO
regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia FERREIRA DOS SANTOS(OAB:
28886/PE)
transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da ADVOGADO RODRIGO CHAVES PEREIRA(OAB:
20097/PE)
Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST-
ADVOGADO CECILIANE MARCIA ALVES DA
AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste SILVA(OAB: 25173/PE)
ADVOGADO HADHELY CHAVES MAIA
Dalazen, DEJT 18/12/2015). COUTO(OAB: 27324/PE)
In casu, a parte recorrente transcreveu trecho estranho à decisão RECORRENTE TIM S/A
ADVOGADO ANTONIO RODRIGO SANT
proferida nestes autos e, em seguida, reproduziu apenas a ementa ANA(OAB: 234190/SP)
do acórdão que pretende reformar, o que não supre a necessidade RECORRIDO TIM S/A
ADVOGADO ANTONIO RODRIGO SANT
de delimitar, de forma clara e objetiva, os pontos controvertidos em ANA(OAB: 234190/SP)
relação aos quais entende que houve violação legal ou divergência RECORRIDO NATALIA ALMEIDA SILVA DOS
SANTOS
jurisprudencial, requisito indispensável para o recebimento do ADVOGADO ILTON DO VALE MONTEIRO(OAB:
10211-D/PE)
recurso.
ADVOGADO LUCIANA STEFFANE PETRONIO
Ressalto que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o Ag-AIRR- FERREIRA DOS SANTOS(OAB:
28886/PE)
10992-18.2015.5.01.007, entendeu da mesma forma que o acima ADVOGADO RODRIGO CHAVES PEREIRA(OAB:
20097/PE)
exposto, ao consignar que "a SBDI-1 desta Corte, interpretando o
ADVOGADO CECILIANE MARCIA ALVES DA
alcance da previsão contida no art. 896, § 1º-A, da CLT, incluído SILVA(OAB: 25173/PE)
ADVOGADO HADHELY CHAVES MAIA
pela Lei nº 13.015/2014, firmou jurisprudência no sentido de ser COUTO(OAB: 27324/PE)
imprescindível a transcrição da fração específica da fundamentação TESTEMUNHA RAQUEL FLORENTINO SILVA
TESTEMUNHA PACELLI EUGENIO ALVES SILVA
regional que consubstancie o prequestionamento da matéria contida
TERCEIRO UNIÃO FEDERAL (PGF)
nas razões recursais, "não se admitindo, para tanto, a mera INTERESSADO

indicação das páginas correspondentes, paráfrase, sinopse,


Intimado(s)/Citado(s):
transcrição integral do acórdão recorrido, do relatório, da ementa ou - NATALIA ALMEIDA SILVA DOS SANTOS
apenas da parte dispositiva" (TST-E-ED-RR-242- - TIM S/A

79.2013.5.04.0611, Rel. Min. José Roberto Freire Pimenta, DEJT

25/5/2018).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 90
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

acrescentar - a título de argumentação - que o Juízo não tem que


PODER
emitir pronunciamento sobre o que não é necessário ou essencial
JUDICIÁRIO
ou com relação àquilo que já está compreendido no próprio
Fundamentação conteúdo da decisão que profere. Por corolário, não vislumbro a
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO violação direta e literal das supracitadas normas, porquanto este
Vistos etc. Regional decidiu a espécie conforme os elementos constantes nos
Embargos Declaratórios opostos por NATÁLIA ALMEIDA SILVA autos e as regras jurídicas infraconstitucionais pertinentes no
DOS SANTOS, contra decisão denegatória de admissibilidade, nos particular.
presentes autos, figurando, como embargada, TIM S.A.. Em sucessivo, confrontando os argumentos expostos nas razões
Em suas razões (Id. dd9f285), a embargante aponta a existência de recursais com os fundamentos do acórdão impugnado, em relação
omissão no despacho de admissibilidade, quanto à análise "das às diferenças salariais, tem-se que a Revista não comporta
alegações obreiras, levando em consideração o erro de fato em que processamento, pois o Regional decidiu as questões veiculadas no
incidiu o regional e que findou por posteriormente caracterizar presente apelo com base no conjunto probatório contido nos autos e
negativa de prestação jurisdicional, eis que realmente se furtou o na legislação pertinente à matéria, não se vislumbrando as
regional de emitir pronunciamento específico a respeito do tema, no violações e as contrariedades invocadas. Na verdade, o
sentido de que O QUE CONTA REALMENTE É O TEMPO DE insurgimento da recorrente consiste, tão somente, no inconformismo
EXERCÍCIO NA FUNÇÃO EM QUE SE BUSCA A com a solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa
EQUIPARAÇÃO, E NÃO NO EMPREGO EM SI." daquela conferida pelo Colegiado; sendo certo, ainda, que as
Embargos de Declaração tempestivos, tendo em vista que a alegações lançadas pela parte, em sentido diverso, somente seriam
publicação da decisão se deu em 26/10/2020, sendo opostos em aferíveis através de reexame das provas carreadas ao feito, o que
04/11/2020 (Ids 44a9910 e dd9f285). Representação processual não é possível por meio desta via recursal (Súmula nº 126 do TST).
regular (Id 6f7610c). Conheço dos embargos declaratórios. Ainda que ultrapassados os aspectos supra, melhor sorte não teria
É o relatório. a recorrente em sua pretensão de ser recebida a revista por
Não assiste razão à embargante. divergência jurisprudencial, ora porque não traz as mesmas
Os Embargos de Declaração representam o instrumento processual premissas fáticas da decisão recorrida, sendo inespecífica (Súmula
erigido pelo ordenamento jurídico para sanar omissões, nº 296 do TST); ora porque não abrange todos os fundamentos
obscuridades, contradições ou erro material, que possam eclodir de utilizados pelo acórdão hostilizado (Súmula nº 23 dessa mesma
decisão judicial, na forma do que dispõe o artigo 1.022, do Código Corte Superior Trabalhista); ora por ser de Turma do TST (órgão
de Processo Civil, sendo manejo autorizado, ainda, quando não elencado no art. 896, "a", da CLT); e ora por não atender as
constatado evidente equívoco no exame dos pressupostos determinações constantes da Súmula 337 do TST.
extrínsecos do recurso, nos termos do artigo 897-A, da CLT, ou Conforme se pode verificar, diferentemente do que alega a
para fins de prequestionamento, na forma da Súmula n.º 297 do embargante, as matérias foram devidamente analisadas, consoante
Tribunal Superior do Trabalho. Incabível, no entanto, se, por meio a exposição argumentativa existente no momento do exame da
desse remédio jurídico, a parte objetiva alcançar um admissibilidade do Recurso de Revista. Cumpre acrescentar que a
pronunciamento jurisdicional que se coadune com as teses por ela Justiça não tem que emitir pronunciamento sobre o que já está
suscitadas, ou com o resultado que deseja obter, em detrimento do compreendido no próprio conteúdo da decisão que profere.
fato de estar a decisão embargada fundamentada, no que tange aos Destarte, não há que se falar em ausência de pronunciamento, nos
pontos que formaram o livre convencimento do julgador em termos expendidos pela recorrente/embargante.
determinada direção. Dessa forma, sendo certo que a decisão embargada não se mostra
Nesse norte, transcrevo trecho da decisão de admissibilidade, ora inquinada de qualquer vício a ser sanado, a sua rejeição é medida
embargada: que se impõe, importando dizer que o despacho de admissibilidade,
(...) conforme elaborado, não viola qualquer princípio ou dispositivo
Em face das transcrições supra, observa-se que não subsiste a constitucional ou infraconstitucional.
alegação da existência de omissão no julgado. É que, sob a ótica da CONCLUSÃO
restrição imposta pela Súmula nº 459 do TST, constato que a Ante o exposto, rejeito os Embargos Declaratórios, por não
prestação jurisdicional se encontra completa, cumprindo vislumbrar quaisquer das hipóteses previstas nos artigos 897-A, da

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 91
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

CLT, e 1.022, do CPC. da CLT;

jps - divergência jurisprudencial.

A parte recorrente contrapõe-se ao acórdão que não conheceu do

Assinatura Agravo de Petição por irrecorribilidade da decisão interlocutória

RECIFE, 6 de Novembro de 2020. impugnada. Argui a nulidade processual por negativa de prestação

jurisdicional do julgado que não cumpriu a finalidade de compor

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA conflitos com equidade, celeridade e economia judicial. Defende

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região que se a decisão proferida, mesmo sem extinguir o processo,
Decisão acarretar a inutilidade dele, implicar maior atraso ao desfecho
Processo Nº AP-0000327-41.2017.5.06.0103
Relator NISE PEDROSO LINS DE SOUSA pretendido ou causar gravame de difícil reparação, a interposição
AGRAVANTE JOSIANE LOURENCO DA SILVA imediata do agravo de petição deve ser admitida.
NOGUEIRA
ADVOGADO Nobertilian Filgueira Xavier(OAB: Não obstante o inconformismo da recorrente, o apelo não
27938-D/PE)
ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal.
ADVOGADO MARLENE ZULEIDE BISPO
MONTEIRO(OAB: 8092/PE) A Lei nº 13.015/2014, acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,
ADVOGADO PROTASIO PEREIRA
MONTEIRO(OAB: 14176/PE) introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos
AGRAVADO NOVA COMUNICACAO INTEGRADA Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não
EIRELI - EPP
ADVOGADO Venancio Leonardo Evangelista conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema
Neto(OAB: 12896-D/PE)
trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que
ADVOGADO CRISTIANE RIBEIRO DE
CARVALHO(OAB: 18190/PE) consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à


Intimado(s)/Citado(s):
Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula
- JOSIANE LOURENCO DA SILVA NOGUEIRA
- NOVA COMUNICACAO INTEGRADA EIRELI - EPP vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir;

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho


PODER
dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do
JUDICIÁRIO
tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da
Fundamentação decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para
RECURSO DE REVISTA cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão. (Incluído
Trata-se de Recurso de Revista interposto por JOSIANE pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).
LOURENÇO DA SILVA NOGUEIRA em face de acórdão proferido Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista
em sede de Agravo de Petição, figurando, como recorrida, NOVA visam impedir impugnações genéricas da decisão regional, e ainda,
COMUNICAÇÃO INTEGRADA EIRELI. juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos.
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS In casu, a parte recorrente transcreveu, na íntegra, o acórdão que
O apelo é tempestivo, tendo em vista a ciência da decisão recorrida pretende reformar, o que não supre a necessidade de delimitar, de
em 18.08.2020 e a apresentação das razões recursais em forma clara e objetiva, os pontos controvertidos em relação aos
28.08.2020 (Ids a57af99 e f62c7c5). quais entende que houve violação constitucional, requisito
Representação processual regularmente demonstrada (Id 7179f2c). indispensável para o recebimento do recurso.
Desnecessária a garantia do Juízo. Deste modo, considerando que não cuidou de transcrever o trecho
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS exato da decisão recorrida que configura o prequestionamento da
NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO controvérsia, inviabilizado está o processamento de seu apelo, nos
JURISDICIONAL termos da norma consolidada acima mencionada.
CABIMENTO DO AGRAVO DE PETIÇÃO SOBRE DECISÃO Ressalto que o Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar o Ag-AIRR-
INTERLOCUTÓRIA 10992-18.2015.5.01.007, entendeu da mesma forma que o acima
Alegações: exposto, ao consignar que "a SBDI-1 desta Corte, interpretando o
- violação aos artigos 5º, XXXV, LIV, LV, LXXVIII da CF/88; 893, §1º alcance da previsão contida no art. 896, § 1º-A, da CLT, incluído

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 92
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

pela Lei nº 13.015/2014, firmou jurisprudência no sentido de ser CHRYSLER AUTOMÓVEIS BRASIL LTDA.,em face de acórdão

imprescindível a transcrição da fração específica da fundamentação proferido em sede de Recurso Ordinário, nos presentes autos,

regional que consubstancie o prequestionamento da matéria contida figurando, como recorrido, LEONARDO DA SILVA GUIMARÃES.

nas razões recursais, "não se admitindo, para tanto, a mera PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

indicação das páginas correspondentes, paráfrase, sinopse, Apelo tempestivo, haja vista que a publicação do acórdão ocorreu

transcrição integral do acórdão recorrido, do relatório, da ementa ou em 11/09/2020, de acordo com a aba de expediente do PJE e a

apenas da parte dispositiva" (TST-E-ED-RR-242- apresentação das razões recursais em 18/09/2020 (Id e69a468).

79.2013.5.04.0611, Rel. Min. José Roberto Freire Pimenta, DEJT Representação processual regularmente demonstrada (Id 558fd34).

25/5/2018). Defiro o pedido de notificação exclusiva da advogada Ana

Outrossim, quanto à arguição de nulidade processual por Paula Paiva de Mesquita Barros, inscrita na OAB/SP 113.793 e

negativa de prestação jurisdicional, a recorrente sequer opôs na OAB/MG Nº 198.344.

embargos declaratórios para sanar a omissão, o que também Preparo satisfeito (Ids ab5285d, d54013e, 313446a, e9eefc6,

inviabiliza a admissão do Recurso de Revista. 3df36da, 10cb4bd e 51179f8).

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

CONCLUSÃO ACORDO DE COMPENSAÇÃO DE JORNADA / ADICIONAL DE

Diante do exposto, DENEGOseguimento ao apelo. HORAS EXTRAS / LEI nº 13.467/2017

Cumpram-se as formalidades legais. DESVIO DE FUNÇÃO

Intimem-se. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS

Jrb/lgtr Alegações:

- contrariedade à Súmula nº 85, I, do TST;

Assinatura - violação aos artigos 5º, II, XXXVI, LIV e 7º, XIII, da CF; 58, 59, §

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. 2º, 59-B, parágrafo único, 456 e 912 da CLT; 6º, § 2º, LNDB; e

- divergência jurisprudencial.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Insurge-se a parte recorrente contra o acórdão turmário, nos temas

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região acima destacados, alegando, em suma, que descabe o pagamento
Decisão do adicional de horas extras para as horas destinadas à
Processo Nº ROT-0000397-85.2019.5.06.0233
Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES compensação, durante todo o contrato de trabalho, mesmo após a
RECORRENTE FCA FIAT CHRYSLER AUTOMOVEIS vigência da Lei nº 13.467/2017, vez que as normas de direito
BRASIL LTDA.
ADVOGADO ANA PAULA PAIVA DE MESQUITA material se aplicam na relação laboral existentes entre as partes.
BARROS(OAB: 113793/SP)
Diz que incide o teor do art. 59-B, parágrafo único, da CLT, se não
ADVOGADO ANDREZA BARCALA PEIXOTO(OAB:
111064/MG) durante todo o contrato, mas a partir da vigência do referido
ADVOGADO JOSE EDUARDO DUARTE
SAAD(OAB: 36634/SP) dispositivo, em 11/11/2017, considerando que o vínculo
RECORRIDO LEONARDO DA SILVA GUIMARAES empregatício teve se deu no período de 09/06/2014 a 01/08/2018.
ADVOGADO ANTONIO TOM FORTE SOUSA DOS
SANTOS(OAB: 22059/BA) Pontua que não há que se falar em irretroatividade, tampouco, pela
PERITO SÉRGIO ROBERTO NAPOLEÃO não aplicação da aludida lei. Argumenta que, mesmo ultrapassada a
PEREIRA DE CASTRO
questão, infere-se que há ajuste expresso de compensação de
Intimado(s)/Citado(s): jornada, no Termo do Contrato Individual de Trabalho. Diz que os
- FCA FIAT CHRYSLER AUTOMOVEIS BRASIL LTDA. controles de ponto e recibos não espelham habitualidade na
- LEONARDO DA SILVA GUIMARAES
prestação de horas extras aos sábados. Pugna seja afastada a

condenação ou, alternativamente, a limitação à data de vigência da

Lei nº 13.467/2017. Aduz que são indevidas diferenças salariais por


PODER desvio de função, posto que não existe lei ou norma coletiva
JUDICIÁRIO instituindo qualquer adicional ou plus para a hipótese de que ora se

cuida, quando inexiste quadro de carreira na empresa. Afirma que


Fundamentação
se houvesse diferença salarial seria com base no disposto no art.
RECURSOS DE REVISTA
461 da CLT, o que não se aplica ao caso, por falta de indicação de
Trata-se de Recurso de Revista interposto pela empresa FCA FIAT

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 93
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

paradigma. Sustenta que inexiste no ordenamento jurídico previsão (...)

legal para o pagamento do pretendido desvio de função, No caso em tela, como evidenciado pelo juízo a quo a própria

descabendo a retificação da CTPS, que determinada. Impugna a testemunha da reclamada confirmou parcialmente a tese autoral ao

condenação em honorários advocatícios sucumbenciais. afirmar "(...) que o reclamante exerceu as funções de controlador e

Pertinente aos honorários advocatícios sucumbenciais, não depois de analista; que o reclamante passou a ser controlador a

obstante o inconformismo apresentado, o presente Recurso de partir de 2017 e analista a partir do início de 2018; (...) que o

Revista não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal, reclamante em 2018 exercia as mesmas atividades do depoente

considerando que a recorrente não cuidou de transcrever, nas (...).".

razões recursais, os trechos da decisão impugnada que configuram Assim restou comprovado o desvio de função.

o prequestionamento da controvérsia, inviabilizando o Quanto aos argumentos levantados pela parte ré em suas razões

processamento de seu apelo, nos termos do inciso II, do § 1º- A, do de que a empresa ré não possui quadro de carreiras a autorizar a

art. 896, da CLT, acrescentado pela Lei nº 13.015 de 22/09/2014. caracterização do desvio, bem como que o autor não juntou aos

Nos demais temas, do acórdão turmário, extraio os seguintes autos os salários dos paradigmas, não prosperam. Valho-me como

fundamentos (Id 3df36da): fundamento do tópico sentencial que abordou a questão de forma

"DOS TÍTULOS RELACIONADOS À JORNADA DE TRABALHO completa:

(...) Ressalta-se, de início, que os institutos do desvio/acúmulo de

Preliminarmente importante anotar que ao presente caso aplica-se a função e da equiparação salarial, em que pese terem origem no

legislação anterior, uma vez que a relação contratual aqui discutida princípio da isonomia salarial, positivado nos artigos 7º, XXX e

se deu, em sua maioria, anteriormente à vigência da lei 13.467/17. XXXI, da Constituição Federal e 5º da CLT, não devem ser

Adentrando ao mérito, do documento de fls. 28/29 (ID. d0a4c8b) confundidos e, em última análise, mostram-se incompatíveis, pois

extrai-se que o reclamante foi contratado para uma jornada de representam diferentes modos de se atribuir eficácia ao referido

trabalho de 44H semanais. princípio constitucional.

O juízo de primeiro grau decidiu pela validade das anotações A equiparação salarial é remédio coator para reconhecimento da

realizadas nos controles de ponto quanto à entrada e saída, isonomia salarial entre um determinado trabalhador e seu

entendimento do qual não se recorreu. Assim, a duração do paradigma (também pessoa certa e determinada) e requer que os

trabalho do empregado na prática era de 8h48min de segunda a obreiros laborem contemporaneamente, para o mesmo empregador,

sexta, o que dá 44H por semana. Dessa forma, o sábado deveria incumbidos da mesma função; com trabalho de igual valor (leia-se,

ser utilizado para descanso, em compensação à labor extraordinário com igual produtividade e mesma perfeição técnica), e na mesma

de 48min a mais por dia da semana. Ocorre que, de acordo com os localidade. O instituto da equiparação salarial tem fulcro no art. 461

controles de ponto, aos sábados o autor laborava das 08h às 16h, da CLT e súmula nº 6 do TST.

em média. O desvio de função, por sua vez, não está amparado no dispositivo

Diante disso, não há que se falar em compensação de jornada legal acima mencionado (art. 461 da CLT), encontrando respaldo

válida, uma vez que o trabalho aos sábados era habitual, legal na hipótese de alteração contratual prejudicial ao obreiro (art.

observando-se, portanto, a hipótese prevista no inc. IV da Súmula 460 da CLT), prescindindo, até mesmo, de indicação de paradigma.

85 do TST, in verbis: Exige, para sua configuração, simplesmente ter sido o reclamante

(...) contratado para função diversa daquele que efetivamente era

Por isso, com relação às horas prestadas fora do horário normal de desempenhada.

trabalho diário (8h) deverá ser pago o adicional de 50% e aquelas O desvio/acúmulo de função se configura quando o empregado

horas prestadas para além da jornada semanal (44H) deverão ser passa a exercer incumbência diversa para a qual fora contratado,

pagas acrescidas do adicional de labor extraordinário. Deve-se sem perceber o salário respectivo, ou quando se atribui ao

observar, contudo, conforme ressaltado pelo juízo de primeiro grau, trabalhador carga ocupacional qualitativamente superior, sem a

que as horas extras já pagas deverão ser compensadas quando da remuneração correspondente. É nisso que se baseia o pedido da

liquidação. parte autora.

Mantenho a sentença tal como lançada. Por fim, com relação à afirmação de que mesmo que tenha havido o

(...) exercício de funções diversas daquelas para as quais o autor foi

Das Diferenças Salariais Em Decorrência Do Desvio De Função contratado, não houve alteração qualitativa/quantitativa do trabalho,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 94
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

incidindo-se no caso, portanto, o art. 456, parágrafo único da CLT, Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

também não prospera o recurso, uma vez que as atividades de fato Decisão
Processo Nº ROT-0001097-66.2019.5.06.0005
exercidas pelo autor demandam mais responsabilidade quando Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES
comparadas com a função registrada na CTPS. RECORRENTE CLAUDILENE AMORIM DA SILVA
ADVOGADO MARIA DO SOCORRO BIONE
Nego provimento ao recurso." MARINHO(OAB: 20799/PE)
Com relação ao adicional de horas extras, da análise dos autos, ADVOGADO VANESSA SILVEIRA FIALHO E
SILVA(OAB: 24788/PE)
verifico que o Recurso de Revista comporta admissibilidade, nos RECORRIDO EMPRESA BRASILEIRA DE
SERVICOS HOSPITALARES -
termos do art. 896, "c", da CLT, por vislumbrar possível EBSERH
violação ao artigo 59-B, parágrafo único, da CLT, que assim ADVOGADO GIVALDO SANTOS DA COSTA(OAB:
9514/AL)
dispõe: "prestação de horas extras habituais não descaracteriza o PERITO AIRES PIRES DE CARVALHO
acordo de compensação de jornada e o banco de horas". É que o
Intimado(s)/Citado(s):
artigo 1º da Instrução Normativa 41/2018 do TST - que dispõe sobre
- CLAUDILENE AMORIM DA SILVA
a aplicação das normas processuais da CLT alteradas pela Lei - EMPRESA BRASILEIRA DE SERVICOS HOSPITALARES -
EBSERH
13.467/2017 - encontra-se assim vazado: "A aplicação das normas

processuais previstas na Consolidação das Leis do Trabalho,

alteradas pela Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017, com eficácia a

partir de 11 de novembro de 2017, é imediata, sem atingir, no PODER


entanto, situações pretéritas iniciadas ou consolidadas sob a égide JUDICIÁRIO
da lei revogada", aplicando-se, em parte, ao contrato de trabalho,
Fundamentação
que perdurou de 09/06/2014 a 01/08/2018.
AGRAVO DE INSTRUMENTO
No tocante às diferenças salariais e retificação da CTPS, do
Vistos etc.
confronto entre os argumentos da parte e a fundamentação do
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por CLAUDILENE
acórdão hostilizado, tem-se que a revista não comporta
AMORIM DA SILVA, da decisão que denegou o processamento do
processamento, pois a Turma decidiu a questão com base nas
Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como
normas pertinentes e de acordo com o conjunto probatório dos
agravada, EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS
autos, não se vislumbrando as violações legais indicadas. Destarte,
HOSPITALARES - EBSERH.
consiste o insurgimento, tão somente, no inconformismo com a
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 14/10/2020, e
solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa daquela
apresentadas as razões deste Agravo em 22/10/2020, configurou-se
conferida pelo Regional. Além disso, as alegações lançadas nas
a sua tempestividade, conforme documentos de Ids afb8784 e
razões recursais em sentido diverso, somente seriam aferíveis
0b18b8a.
através de reexame das provas carreadas ao feito, o que não é
Representação processual regularmente demonstrada (Id b85bea4).
possível por meio desta via recursal (Súmula 126 do TST). Acresça-
Preparo dispensado (Id aeff2fc).
se que não há como receber a revista por divergência
Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
jurisprudencial porque não traz as mesmas premissas fáticas da
fundamentação, e, por via de consequência, determino o
decisão recorrida, sendo inespecífica (Súmula n.º 296 daquela
processamento do presente Agravo.
Corte Superior Trabalhista).
Intimem-se as partes, inclusive a agravada para, querendo, oferecer
CONCLUSÃO
contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de
Diante do exposto, RECEBO, em parte, o Recurso de Revista.
Revista.
Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo,
Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
apresentar suas contrarrazões.
Tribunal Superior do Trabalho.
Cumpridas as formalidades legais, remeta-se o processo ao TST.
mercp
meml/vmm
Assinatura
Assinatura
RECIFE, 6 de Novembro de 2020.
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 95
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Decisão f711092, 60f2a53, 918ee8f, 5cccae1, e1e0e0c, b5afea0, 06adf23 e


Processo Nº ROT-0000549-73.2018.5.06.0232
Relator SERGIO TORRES TEIXEIRA 8a269cf).
RECORRENTE CONSORCIO CONSTRUCAP - Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
WALBRIDGE - PROJETO FIAT
ADVOGADO CAMILA ASSIS COSTA fundamentação, e, por via de consequência, determino o
DUARTE(OAB: 42165/PE)
processamento do presente Agravo.
ADVOGADO FLAVIA LUCIA DE ALMEIDA
LIMA(OAB: 23976/PE) Intimem-se as partes, inclusive o agravado para, querendo, oferecer
ADVOGADO JULIANE DE OLIVEIRA LIRA
FREITAS(OAB: 23091-D/PE) contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de
ADVOGADO AEINY FELLIPE MOURA Revista.
CAVALCANTI(OAB: 31528/PE)
ADVOGADO MARIA EDUARDA DE SOUZA Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
CAVALCANTI(OAB: 38272/PE)
Tribunal Superior do Trabalho.
RECORRENTE HALISSON MIGUEL JOSE ARAUJO
IDEIAO LEITE mercp
ADVOGADO JOSE ALVES NETO(OAB: 19366/PB)
Assinatura
ADVOGADO RANIERI MAGALHAES AVILA DE
ARAUJO(OAB: 19481/PB) RECIFE, 6 de Novembro de 2020.
RECORRIDO CONSORCIO CONSTRUCAP -
WALBRIDGE - PROJETO FIAT
ADVOGADO CAMILA ASSIS COSTA DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
DUARTE(OAB: 42165/PE)
ADVOGADO FLAVIA LUCIA DE ALMEIDA Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
LIMA(OAB: 23976/PE) Decisão
ADVOGADO JULIANE DE OLIVEIRA LIRA Processo Nº ROT-0001122-45.2015.5.06.0191
FREITAS(OAB: 23091-D/PE) Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE
ADVOGADO AEINY FELLIPE MOURA E MELLO VENTURA
CAVALCANTI(OAB: 31528/PE) RECORRENTE APARECIDO PAULINO LEITE
ADVOGADO MARIA EDUARDA DE SOUZA ADVOGADO DOGLAS BATISTA DE ABREU(OAB:
CAVALCANTI(OAB: 38272/PE) 235001/SP)
RECORRIDO HALISSON MIGUEL JOSE ARAUJO ADVOGADO MARCO AUGUSTO DE ARGENTON E
IDEIAO LEITE QUEIROZ(OAB: 163741/SP)
ADVOGADO JOSE ALVES NETO(OAB: 19366/PB) RECORRIDO CONSORCIO ALUSA-CBM
ADVOGADO RANIERI MAGALHAES AVILA DE ADVOGADO LUCIANA ARDUIN FONSECA(OAB:
ARAUJO(OAB: 19481/PB) 143634/SP)
RECORRIDO PETROLEO BRASILEIRO S A
Intimado(s)/Citado(s): PETROBRAS
- CONSORCIO CONSTRUCAP - WALBRIDGE - PROJETO FIAT ADVOGADO FLAVIO AGUIAR BARRETO(OAB:
7503/SE)
- HALISSON MIGUEL JOSE ARAUJO IDEIAO LEITE
ADVOGADO MILENA MATTOS DE MELO
CAVALCANTI(OAB: 23328/PE)
ADVOGADO THIAGO FRANCISCO DE MELO
CAVALCANTI(OAB: 23179/PE)

PODER
Intimado(s)/Citado(s):
JUDICIÁRIO - APARECIDO PAULINO LEITE
- CONSORCIO ALUSA-CBM
Fundamentação - PETROLEO BRASILEIRO S A PETROBRAS
AGRAVO DE INSTRUMENTO

Vistos etc.

Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto pelo CONSÓRCIO


PODER
CONSTRUCAP - WALBRIDGE - PROJETO FIAT, da decisão que
JUDICIÁRIO
denegou o processamento do Recurso de Revista oposto nos

presentes autos, figurando, como agravado, HALISSON MIGUEL Fundamentação

JOSÉ ARAÚJO IDEIAO LEITE. RECURSO DE REVISTA

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 14/10/2020, e Trata-se de Recurso de Revista interposto por APARECIDO

apresentadas as razões deste Agravo em 26/10/2020, configurou-se PAULINO LEITE, em face de acórdão proferido em sede de

a sua tempestividade, conforme documentos de Ids c83b41a e Recurso Ordinário nos presentes autos, figurando, como recorridos,

922a84e. CONSÓRCIO ALUSA-CBM e PETRÓLEO BRASILEIRO S.A -

Representação processual regularmente demonstrada (Ids e4ac510 PETROBRÁS.

e c219820). PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

Preparo satisfeito (Ids 7a5e83a, f7aa8e5, 94ca707, 45d4d55, O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 96
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

se deu em 10/09/2020 (aba de expedientes do sistema PJe) e a de construção civil entre o dono da obra e o empreiteiro não enseja

apresentação das razões recursais em 14/09/2020 (Id 2486685). responsabilidade solidária ou subsidiária nas obrigações

Representação processual regularmente demonstrada (Ids ec3529f trabalhistas contraídas pelo empreiteiro, salvo sendo o dono da obra

e 60607fd). Defiro o pedido de notificação exclusiva em nome uma empresa construtora ou incorporadora.".

do advogado MARCO AUGUSTO DE ARGENTON E QUEIROZ, Desse modo, diante da condição da segunda reclamada como dona

OAB/SP nº 163.741 da obra, sobretudo em sendo ente integrante da administração

Preparo desnecessário. pública indireta, não lhe cabe qualquer responsabilidade por

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS possível inadimplemento da verdadeira empregadora do

RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA reclamante. Tampouco estava obrigada a fiscalizar o cumprimento

Alegações: das obrigações trabalhistas pela empresa contratada."

- contrariedade à Súmula nº 331, IV, do TST; Do confronto entre as razões recursais e a fundamentação do

- violação aos artigos 5º, II, 37, caput e XXI, 173, § 1º, da acórdão impugnado, verifica-se que a revista não comporta

Constituição Federal; 186 CC; e processamento, pois o Regional decidiu as questões veiculadas no

- divergência jurisprudencial. presente apelo com base no conjunto probatório e nas normas

A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, no que jurídicas aplicáveis à matéria, bem assim em sintonia com a OJ nº

tange à responsabilidade subsidiária da Petrobrás, alegando que o 191 da SDI-I do TST, não se vislumbrando as violações apontadas.

contrato firmado entre as reclamadas visava serviços de instalação Ademais, os argumentos lançados pela parte, no máximo,

industrial, o que não se confunde com obra por empreita, de consistem interpretação diversa daquela exposta pelo Órgão

natureza civil, para particular, não se tratando da hipótese prevista Fracionário, implicando sua apreciação em reexame de fatos e

na Orientação Jurisprudencial nº 191 da SDI-1 do TST, mas de provas, o que não é possível por meio desta via recursal (Súmula nº

serviços continuados voltados para atualização, modernização e 126 do TST).

melhoria da linha de produção, a fim de atender a atividade Por outro lado, melhor sorte não teria o apelante em sua pretensão

empresarial. Destaca que restou comprovada a existência de culpa em ver recebido o apelo por divergência jurisprudencial, ora porque

in eligendo e in vigilando do ente público tomador de serviços, não indicada a fonte de publicação, ora porque oriunda de órgão

relativamente à fiscalização da conduta da empresa terceirizada no não elencado no art 896, "a", da CLT (Turmas do TST e STF).

cumprimento de suas obrigações trabalhistas. Desatendido o regramento contido no art. 896, "a", e § 8º, da CLT, e

O acórdão vergastado encontra-se fundamentado na seguinte na Súmula nº 337 do Tribunal Superior do Trabalho.

direção: CONCLUSÃO

"Incontroverso nos autos que autor foi contratado pela 1ª reclamada Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.

(CONSÓRCIO ALUSA-CBM - CTPS ID c957a6c) para trabalhar na Cumpram-se as formalidades legais.

implantação de parte das Unidades da Carteira de Enxofre da Intimem-se.

Refinaria Abreu e Lima (ID contrato 5914e84), e, portanto, em obra snl/vrsc

de construção civil, da qual a PETROBRÁS - PETRÓLEO Assinatura

BRASILEIRO S.A. é mera dona da obra. RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

E, consoante o Estatuto da sociedade de economia mista (ID

e2adff4), esta não explora atividades de construção civil, não DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

podendo assim ser responsabilizada pelo inadimplemento das Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

obrigações trabalhistas das empresas contratadas, seja Decisão


Processo Nº ROT-0000152-47.2019.5.06.0145
solidariamente, seja subsidiariamente. A questão debatida não é a Relator GISANE BARBOSA DE ARAUJO
hipótese prevista na Súmula nº 331 do C. TST, pois não se trata de RECORRENTE CLEBER LUIZ XAVIER DE LIMA
ADVOGADO ROSANNA CARNEIRO CAMPELO
terceirização de serviços, e sim daquela disciplinada na Orientação PEIXOTO(OAB: 27987/PE)
Jurisprudencial nº 191 do TST, que, por oportuno, transcrevo: RECORRIDO BOMPRECO SUPERMERCADOS DO
NORDESTE LTDA
"CONTRATO DE EMPREITADA. DONO DA OBRA DE ADVOGADO ANDRE LUIS TORRES
PESSOA(OAB: 47688/PE)
CONSTRUÇÃO CIVIL. RESPONSABILIDADE. (nova redação) -

Res. 175/2011, DEJT divulgado em 27, 30 e 31.05.2011. Diante da Intimado(s)/Citado(s):


inexistência de previsão legal específica, o contrato de empreitada - BOMPRECO SUPERMERCADOS DO NORDESTE LTDA

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 97
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- CLEBER LUIZ XAVIER DE LIMA ADVOGADO ALINE DA COSTA MACIEL


CAVALCANTI(OAB: 40027/PE)
ADVOGADO JOSE DIEGO LINS CORREA(OAB:
34103/PE)
ADVOGADO MARIA DO SOCORRO BIONE
MARINHO(OAB: 20799/PE)
PODER
AGRAVANTE AUDIRENE FERNANDA SANTOS
JUDICIÁRIO BEZERRA ALBUQUERQUE
ADVOGADO ALINE DA COSTA MACIEL
CAVALCANTI(OAB: 40027/PE)
Fundamentação
ADVOGADO JOSE DIEGO LINS CORREA(OAB:
AGRAVO DE INSTRUMENTO 34103/PE)
ADVOGADO MARIA DO SOCORRO BIONE
Vistos etc. MARINHO(OAB: 20799/PE)
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por CLEBER LUIZ AGRAVADO EMPRESA BRASILEIRA DE
SERVICOS HOSPITALARES -
XAVIER DE LIMA, da decisão que denegou o processamento do EBSERH
ADVOGADO GLERGER ALCANTARA SABIA(OAB:
Recurso de Revista oposto nos presentes autos, figurando, como 32770/PE)
agravado, BOMPREÇO SUPERMERCADOS DO NORDESTE ADVOGADO CARLOS EDUARDO DA SILVA
SOUZA(OAB: 28733/PE)
LTDA. ADVOGADO JACQUELINE MACIEL
DESANTANA(OAB: 28480/PA)
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 14/10/2020, e

apresentadas as razões deste Agravo em 22/10/2020, configurou-se Intimado(s)/Citado(s):

a sua tempestividade, conforme documentos de Ids 5f0a86b e - AUDIRENE FERNANDA SANTOS BEZERRA ALBUQUERQUE
- EMPRESA BRASILEIRA DE SERVICOS HOSPITALARES -
f5ab962. EBSERH
Representação processual regularmente demonstrada (Id 5172d5d). - LEANDRO DE SOUZA PINHEIRO
- MARIA DAYANA OLIVEIRA DE ARAUJO
Preparo dispensado (Id 3e2e231).
- MARIA DE FATIMA ARRUDA
Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

fundamentação, e, por via de consequência, determino o

processamento do presente Agravo.


PODER
Intimem-se as partes, inclusive o agravado para, querendo, oferecer
JUDICIÁRIO
contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo Recurso de

Revista. Fundamentação
Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao RECURSO DE REVISTA EM SEDE DE AGRAVO DE
Tribunal Superior do Trabalho. INSTRUMENTO - IMPOSSIBILIDADE
mercp Vistos etc.
Assinatura Trata-se de Recurso de Revista, interposto pela EMPRESA
RECIFE, 6 de Novembro de 2020. BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES - EBSERH, do

acórdão proferido no julgamento do Agravo de Instrumento em


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA Recurso Ordinário oposto nos presentes autos, figurando, como
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região recorridos, LEANDRO DE SOUZA PINHEIRO, AUDIRENE
Decisão FERNANDA SANTOS BEZERRA ALBUQUERQUE, MARIA
Processo Nº AIRO-0000742-72.2018.5.06.0011
Relator VIRGINIA MALTA CANAVARRO DAYANA OLIVEIRA DE ARAÚJO e MARIA DE FÁTIMA
AGRAVANTE LEANDRO DE SOUZA PINHEIRO ARRUDA.
ADVOGADO ALINE DA COSTA MACIEL
CAVALCANTI(OAB: 40027/PE) Neste caso, o apelo não comporta admissibilidade à luz da Súmula
ADVOGADO JOSE DIEGO LINS CORREA(OAB: n.º 218 do TST, segundo a qual "incabível recurso de revista
34103/PE)
ADVOGADO MARIA DO SOCORRO BIONE interposto de acórdão regional prolatado em agravo de
MARINHO(OAB: 20799/PE)
instrumento", acentuando-se - para evitar equívocos por parte da
AGRAVANTE MARIA DE FATIMA ARRUDA
ADVOGADO ALINE DA COSTA MACIEL recorrente - que essa matéria (processamento de recursos) tem
CAVALCANTI(OAB: 40027/PE)
natureza estritamente processual, ou seja, é infraconstitucional,
ADVOGADO JOSE DIEGO LINS CORREA(OAB:
34103/PE) insuscetível, portanto, de gerar violação direta e literal de normas
ADVOGADO MARIA DO SOCORRO BIONE
MARINHO(OAB: 20799/PE) constitucionais.
AGRAVANTE MARIA DAYANA OLIVEIRA DE Nesse mesmo sentido, cite-se decisão da lavra do Ministro Vice-
ARAUJO
Presidente do TST à época, Milton de Moura França (Processo RE-

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 98
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO PATRICIA MAIA PASSOS


AIRR-468/2006-147-15-40 - DEJT de 17.02.2009), que, apreciando BRITO(OAB: 30466/PE)
ADVOGADO EDGAR CLEMENTINO DOS SANTOS
questão de natureza tipicamente processual (vez que limitada ao NETO(OAB: 29900-D/PE)
exame de pressupostos de admissibilidade de recurso
Intimado(s)/Citado(s):
extraordinário), expressou o entendimento ainda atual de que
- COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMERICAS - AMBEV
"eventual ofensa ao preceito constitucional apontado pela recorrente
- HORIZONTE EXPRESS TRANSPORTES LTDA
somente seria reflexa, por depender, primeiro, do exame da - ROGERIO DO NASCIMENTO SANTANA
legislação ordinária que disciplina o procedimento recursal".

CONCLUSÃO

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.


PODER
Cumpram-se as formalidades legais.
JUDICIÁRIO
Intimem-se.

jcos/nmgo Fundamentação

RECURSO DE REVISTA

Assinatura Trata-se de Recurso de Revista interposto por ROGÉRIO DO

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. NASCIMENTO SANTANA,em face de acórdão proferido em sede

de Recurso Ordinário, nos presentes autos, figurando, como

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA recorridas, HORIZONTE EXPRESS TRANSPORTES LTDA. e

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS - AMBEV

Decisão PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS


Processo Nº ROT-0001072-09.2014.5.06.0141
Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão se
Relator PAULO ALCANTARA
RECORRENTE HORIZONTE EXPRESS deu em 18/09/2020 e a apresentação das razões recursais em
TRANSPORTES LTDA
30/09/2020, conforme se pode ver da aba de expedientes do PJE e
ADVOGADO KATIA DE MELO BACELAR
CHAVES(OAB: 16481-D/PE) do documento de Id. 7d4bca5.
ADVOGADO Heládio Scholz Júnior(OAB: 17383/PE)
Representação processual regularmente demonstrada (Id 4bab4e6).
ADVOGADO ALEXANDRE CESAR OLIVEIRA DE
LIMA(OAB: 14090/PE) Preparo desnecessário.
ADVOGADO PATRICIA MAIA PASSOS
BRITO(OAB: 30466/PE) PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
ADVOGADO EDGAR CLEMENTINO DOS SANTOS - BENEFÍCIOS DA JUSTIÇA GRATUITA
NETO(OAB: 29900-D/PE)
RECORRENTE ROGERIO DO NASCIMENTO - NULIDADE PROCESSUAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO
SANTANA
JURISDICIONAL
ADVOGADO DAVYDSON ARAUJO DE
CASTRO(OAB: 28800/PE) - DANOS MATERIAIS - PENSÃO VITALÍCIA
RECORRIDO ROGERIO DO NASCIMENTO
SANTANA - MULTA PELA OPOSIÇÃO DE EMBARGOS CONSIDERADOS
ADVOGADO DAVYDSON ARAUJO DE PROTELATÓRIOS
CASTRO(OAB: 28800/PE)
RECORRIDO COMPANHIA DE BEBIDAS DAS Alegações:
AMERICAS - AMBEV
- violação aos artigos 5º, incisos V, XXXV e LV, 93, inciso IX, da CF;
ADVOGADO EDGAR CLEMENTINO DOS SANTOS
NETO(OAB: 29900-D/PE) 832, 897-A da CLT; 11, 489, II, §1º, IV, 1.022, 1.026, §2º, do CPC;
ADVOGADO YOLANDA XAVIER DE BRITTO(OAB:
37756/PE) 950 do CC; e
ADVOGADO GILLIANE ALBUQUERQUE PRATES - divergência jurisprudencial.
DE MENEZES(OAB: 23572/PE)
ADVOGADO Raquel Vieira de Carvalho Tavares de A parte recorrente, inicialmente, pede o deferimento dos benefícios
Melo(OAB: 33261/PE)
da justiça gratuita. Em seguida, suscita, preliminar de nulidade
ADVOGADO RAFAEL SGANZERLA DURAND(OAB:
856/RN) processual por negativa de prestação jurisdicional, argumentando
ADVOGADO RAFAELA CARVALHO BATISTA DA
SILVA(OAB: 20689/BA) que o Colegiado, mesmo instado, através dos embargos de
RECORRIDO HORIZONTE EXPRESS declaração opostos, deixou de se manifestar, expressamente, sobre
TRANSPORTES LTDA
ADVOGADO KATIA DE MELO BACELAR a redução parcial da capacidade laboral apontada pelo perito. No
CHAVES(OAB: 16481-D/PE)
mérito, insurge-se contra o posicionamento do Colegiado, alegando,
ADVOGADO Heládio Scholz Júnior(OAB: 17383/PE)
ADVOGADO ALEXANDRE CESAR OLIVEIRA DE em suma, que a pensão mensal, em conformidade com previsão
LIMA(OAB: 14090/PE)
expressa do art. 950 do CC, não é devida apenas em caso de

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 99
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

inabilitação total do trabalhador para exercer o seu ofício ou colhe-se o fragmento abaixo (Id. b05fd4d):

profissão, mas, também, nos caso em que há redução de sua "(...)

capacidade laborativa, hipótese em que o valor da pensão deverá Sendo assim, verifico que a análise da tese apontada está clara na

ser proporcional à depreciação sofrida. Acrescenta que os fundamentação da decisão colegiada, que se encontra completa e

embargos declaratórios não tiveram intuito protelatório e foram coerente, sequer havendo qualquer necessidade de conversão em

opostos com estreita observância ao disposto no artigo 897-A da diligência. A adoção de um posicionamento, pelo juízo, implica,

CLT, razão pela qual requer a exclusão da condenação na multa logicamente, na refutação dos posicionamentos contrários. O

aplicada. inconformismo da parte frente à decisão que lhe foi contrária deve

Do acórdão impugnado extrai-se que (Id d19723c): ser manifestado por outros meios recursais que não os embargos

"(...) declaratórios. Enfim: eventual insurgência da parte quanto ao mérito

Quanto à pensão, da análise dos artigos 949 e 950 do Código Civil do julgado deve ser levantada por meio do recurso cabível,

extrai-se que, no caso de dano à saúde do trabalhador, que lhe gere escapando ao objeto de embargos de declaração a perseguição de

impossibilidade de exercer o seu ofício ou profissão ou que acarrete reforma da decisão.

a diminuição de sua capacidade para o trabalho ele terá direito à Desse modo, sequer há necessidade de prequestionamento,

percepção de pensão vitalícia. porquanto, a possibilidade de se exigi-lo via embargos de

A jurisprudência dominante, entretanto, tem entendido que a pensão declaração (Súmula nº. 297 do TST) depende da existência de

vitalícia é cabível aos casos em que se configurou a incapacidade efetiva omissão no julgado, ou quando haja necessidade de aclarar

permanente, impossibilitando a inserção do trabalhador ao mercado obscuridade ou sanear contradições, porventura existentes, o que,

de trabalho. como já dito, não é o caso dos autos.

E assim vem entendendo este Regional, consoante ementa: (...)."

RECURSO ORDINÁRIO. PENSÃO MENSAL. INCAPACIDADE E dos Embargos de Declaração de Id. fa24cfc, extrai-se:

TEMPORÁRIA. INCABIMENTO. Evidenciado nos autos que a "(...)

redução da capacidade laborativa do trabalhador é apenas Não cabe aqui repetir, por desnecessário, todos os fundamentos já

temporária, indevida a pensão mensal prevista no art. 950 do debatidos no julgamento anterior. Concentro-me no fato de que esta

Código Civil. Recurso empresarial a que se dá provimento no Turma adotou claro posicionamento ao declarar, desde o acórdão

aspecto. (Processo: RO - 0000597-81.2015.5.06.0282, Redator: que julgou o recurso ordinário, que "A jurisprudência dominante (...)

Maria das Gracas de Arruda Franca, Data de julgamento: tem entendido que a pensão vitalícia é cabível aos casos em que se

18/01/2016, Terceira Turma, Data da assinatura: 19/01/2016) configurou a incapacidade permanente, impossibilitando a inserção

Ora, para o deferimento da pensão, que persegue o reclamante, do trabalhador ao mercado de trabalho" e que "para o deferimento

necessário se faz prova robusta da incapacidade permanente, da pensão, que persegue o reclamante, necessário se faz prova

impossibilitando-o do exercício de atividades que a tenham afastado robusta da incapacidade permanente, impossibilitando-o do

do mercado de trabalho. exercício de atividades que a tenham afastado do mercado de

Na hipótese dos autos, o perito do Juízo foi claro ao expor que o trabalho. Na hipótese dos autos, o perito do juízo foi claro ao expor

reclamante não mais apresenta incapacidade (ID. fff4c66 - Pág. 11). que o reclamante não mais apresenta incapacidade (ID. fff4c66 -

Assim, considerando o fato de que não se verificou a incapacidade Pág. 11)".

permanente para as atividades laborais, a sentença há de ser Dessa forma, reafirmo que os pedidos expostos no recurso ordinário

reformada quanto ao ponto. foram adequadamente analisados na decisão e que, na verdade, há

Seguindo esse norte, o indeferimento de danos materiais uma flagrante insurgência do embargante quanto à valoração das

emergentes há de ser mantido, em decorrência inclusive da evidências nos autos, assunto que escapa por completo aos

suspensão do contrato de trabalho durante o gozo de benefício objetivos do presente remédio jurídico, instituído para plenificar

previdenciário, sendo indevido o recebimento de salários nesse decisões omissas, contraditórias ou obscuras.

período. Novamente digo que não prospera a argumentação trazida no

Sendo assim, dou provimento parcial ao recurso da reclamada, para sentido de que houve omissão em face da inexistência de

excluir por completo a indenização por danos materiais. pronunciamento judicial sobre ponto que deveria o juízo ter

(...)." abordado. Diversamente do aludido, o tópico e os argumentos do

E do acórdão do primeiro recurso de Embargos de Declaração, embargante foram devidamente considerados por esta Turma.

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 100
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

A adoção de um posicionamento, pelo Juízo, implica a refutação CPC com relação ao incremento da multa ora infligida, em caso de

dos argumentos que dão suporte ao posicionamento contrário, novos embargos meramente procrastinatórios, ficando a

mormente quando se trata de argumentos incapazes de infirmar a interposição de qualquer outro recurso condicionada ao depósito do

conclusão adotada pelo julgador; ademais, para fins de valor respectivo.

prequestionamento é suficiente o enfrentamento das questões Ante o exposto, rejeito os embargos de declaração, condenandoo

apresentadas, o que não deixou de ser feito. embargante ao pagamento da multa de 2% (dois por cento) sobre o

A análise da tese apontada está explícita na fundamentação da valor atualizado da causa, nos termos do artigo 1.026, § 2º, do CPC.

decisão colegiada, que se encontra completa e coerente. A adoção (...)."

de um posicionamento, pelo Juízo, implica, logicamente, na Preambularmente, no tocante ao pedido dos benefícios da justiça

refutação dos posicionamentos contrários. O inconformismo da gratuita, observo a ausência de interesse recursal, uma vez que

parte frente à decisão que lhe foi contrária deve ser manifestado por já houve deferimento nesses termos, (Id 088eecd), de modo que

outros meios recursais que não os embargos declaratórios. não conheço do apelo, no particular.

Não há, pois, que se cogitar da ocorrência de omissão, uma vez Quanto à nulidade processual por negativa de prestação

que as questões levantadas no recurso ordinário foram jurisdicional, a revista não comporta processamento, eis que,

devidamente abordadas e decididas. conforme se observa dos trechos decisórios reproduzidos, as teses

Ora, o exame da matéria recursal abordou as questões fáticas e apresentadas foram devidamente enfrentadas e rechaçadas no

jurídicas trazidas para o Juízo ad quem, não se havendo de falar em acórdão que julgou o Recurso Ordinário, integrado pela decisão dos

omissão do julgado. Ressalte-se que os fundamentos lançados Embargos de Declaração. Nesse contexto, patente que não

evidenciam o posicionamento do Juízo, que não vulnera qualquer subsiste a assertiva de existência de omissão no julgado.

dispositivo da ordem legal ou constitucional, estando o acórdão Sob a ótica, então, da restrição imposta pela Súmula nº 459 do TST,

impugnado, inclusive, plenamente de acordo com o que dispõem os constata-se que a prestação jurisdicional se encontra completa,

artigos 93, inciso IX, da Constituição da República, e 832 da notadamente porque foram devidamente apreciados os pontos

Consolidação Trabalhista. relevantes da matéria trazida a Juízo, cumprindo acrescentar - a

Sequer há necessidade de prequestionamento, porquanto, a título de argumentação - que a Justiça não tem que emitir

possibilidade de se exigi-lo via embargos de declaração (Súmula nº. pronunciamento sobre o que não é necessário e essencial ao

297 do TST) depende da existência de efetiva omissão no julgado, deslinde da controvérsia ou com relação àquilo que já está

ou quando haja necessidade de aclarar obscuridade ou sanear compreendido no próprio conteúdo da decisão que profere. Dessa

contradições, porventura existentes, o que, como já dito, não é o forma, não vislumbro violação aos dispositivos apontados.

caso dos autos. No tocante à multa pela oposição de Embargos de Declaração

Assim - especialmente porque os embargos declaratórios considerados protelatórios, confrontando os argumentos da parte

apresentados fogem das hipóteses admitidas para sua interposição recorrente com os fundamentos do acórdão, tenho que a revista

em razão da efetiva, objetiva e clara apreciação da matéria posta à não comporta processamento, pois a Turma decidiu as questões

análise por esta Corte -, não há que se falar em quaisquer defeitos veiculadas no presente apelo com base no conjunto probatório

que prejudiquem o entendimento da decisão, tampouco obstáculo à contido nos autos e na legislação pertinente à matéria, não se

interposição de recurso próprio, por falta de prequestionamento, nos vislumbrando as violações. Na verdade, verifico que o insurgimento

termos da Súmula nº. 297 do Tribunal Superior do Trabalho. da recorrente consiste, tão somente, no inconformismo com a

Patente o esvaziamento do objeto dos embargos opostos, porque solução dada à lide ou, quando muito, interpretação diversa daquela

dissociados de seu real fundamento jurídico, previsto no artigo 897- conferida pelo Regional.

A da CLT. Com efeito, a embargante pretende, na verdade, criar Da mesma forma, melhor sorte não teria a parte recorrente em sua

tumulto processual. É a conclusão que se impõe, ante a inexistência pretensão de ser recebida a revista por divergência jurisprudencial,

de qualquer hipótese que justifique o manejo destes embargos. ora porque oriunda de Turma do TST (órgão não elencado no art.

Vislumbro, portanto, o intuito manifestamente procrastinatório dos 896, "a", da CLT), ora por não atender às determinações constantes

presentes embargos, pelo que condeno o embargante a pagar às da Súmula 337, IV, 'c', do TST (no presente caso, por não declinar

embargadas a multa de 2% sobre o valor atualizado da causa, o órgão prolator da decisão, isto é, a SDI do TST), ora por não

consoante disposição expressa do art. 1.026, § 2º, do CPC. citar a fonte ou repositório autorizado em que foi publicada

Alerta-se o embargante para o disposto no § 3º do artigo 1.026 do (Súmula 337, IV, 'b', do TST e artigo 896, §8º, da CLT).

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 101
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

No entanto, quanto aos danos materiais, propriamente ditos,

vislumbro que a hipótese se enquadra na alínea "a" do artigo

896 da CLT porquanto, como a parte recorrente demonstrou, a 2ª PODER


Turma do TRT da 18ª Região divergiu da interpretação conferida JUDICIÁRIO
por este Regional, ao decidir que:
Fundamentação
ACIDENTE DE TRABALHO. INCAPACIDADE PARCIAL E
RECURSO DE REVISTA
TEMPORÁRIA. PENSIONAMENTO DEVIDO. A reclamante ficou
Trata-se de Recursos de Revista interposto pela EMPRESA
incapacitada parcial e temporariamente para o exercício da função
BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - EBCT, em face
que desempenhava antes de ser acometida pela doença
de acórdão proferido em sede de Recurso Ordinário, nos presentes
profissional, principalmente para aquelas atividades que exijam
autos, figurando, como recorrido, JAVAN TEIXEIRA DO AMARAL.
movimentos repetitivos prolongados com os membros superiores
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
acima dos ombros. Assim, sendo inegável o dano, bem como a
O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação do acórdão
redução de sua capacidade laboral, aplica-se à hipótese descrita o
se deu em 27/08/2020 e a apresentação das razões recursais em
disposto no art. 950 do CC, de modo que é devido o
15/09/2020 conforme se pode ver na aba de expedientes do PJe e
pensionamento. (TRT18, RO -0002329-92.2011.5.18.0221, Rel.
do documento de Id e6287e6, inclusive em face do feriado de 7 de
SILENE APARECIDA COELHO, 2ª TURMA, 29/04/2013, Publicado
setembro (ORDEM DE SERVIÇO TRT6-GP nº 234/2019).
em 03/05/2013 no DEJT)
Representação processual regularmente demonstrada (Id c06d96b).
CONCLUSÃO
O preparo é inexigível, nos termos do art. 12 do Decreto Lei nº
Diante do exposto, RECEBO, em parte, o Recurso de Revista.
509/69.
Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo,
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
apresentar suas contrarrazões.
ADICIONAL DE ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO / EMPREGADO
Cumpridas as formalidades legais, remeta-se ao TST.
READAPTADO
sb
Alegações:

- contrariedade à Súmula n.º 294 do TST;

- violação aos artigos 5.º, II, 7.º, XXVI, e XXIX, 8º e 37 da CF; 2.º e
Assinatura
468 do CPC; 114 do CC; e
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
- divergência jurisprudencial.

A parte recorrente insurge-se contra a condenação ao pagamento


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
do adicional de atividade de distribuição, ao pálio de que o autor
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
passou a exercer atividade exclusivamente interna, eis que
Decisão
Processo Nº ROT-0001712-79.2017.5.06.0020 readaptado por força de acidente de trabalho. Alega que a parcela
Relator Eduardo Pugliesi
em questão detém natureza de salário-condição, de modo que sua
RECORRENTE JAVAN TEIXEIRA DO AMARAL
ADVOGADO ROSSANA CARVALHO PIMENTEL supressão, quando afastada a situação que ensejou seu
DOS SANTOS(OAB: 32193/PE)
adimplemento, não enseja redução salarial indevida. Assevera que
ADVOGADO CASSIUS GUERRA VAREJAO DE
ALCANTARA(OAB: 20464/PE) tanto seus regulamentos internos, quanto os acordos coletivos de
ADVOGADO NATHALIA LAIS ALVES BRITO(OAB:
30457/PE) trabalho aderem ao contrato de trabalho e merecem interpretação
RECORRENTE EMPRESA BRASILEIRA DE restritiva, sendo vedada a concessão, pelo Judiciário, de rubrica
CORREIOS E TELEGRAFOS
RECORRIDO EMPRESA BRASILEIRA DE instituída por mera liberalidade do empregador, sem observância
CORREIOS E TELEGRAFOS
dos requisitos e restrições impostas pela norma que os instituiu.
RECORRIDO JAVAN TEIXEIRA DO AMARAL
ADVOGADO ROSSANA CARVALHO PIMENTEL Do acórdão impugnado extrai-se os seguintes fundamentos (Id
DOS SANTOS(OAB: 32193/PE)
0b508d9):
ADVOGADO CASSIUS GUERRA VAREJAO DE
ALCANTARA(OAB: 20464/PE) "Em sua inicial, o reclamante narrou que, em razão de acidente de
ADVOGADO NATHALIA LAIS ALVES BRITO(OAB:
30457/PE) trabalho sofrido, foi recolocado pela ré na função de Suporte e teve

suprimido o adicional de 30% do salário-base concedido aos


Intimado(s)/Citado(s):
carteiros, chamado de AADC, a partir de 04/2015.
- JAVAN TEIXEIRA DO AMARAL

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 102
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Em sua defesa, a reclamada afirmou que o adicional pleiteado é DISTRIBUIÇÃO E/OU COLETA. REDUÇÃO SALARIAL. NÃO

pago, apenas, aos carteiros que exercem atividade externa e, como CONFIGURAÇÃO. O pagamento do adicional de atividade externa

o reclamante passou a exercer função de suporte, não faz mais jus de distribuição e/ou coleta não é extensivo a todos os carteiros, mas

à percepção Adicional de Atividade - AADC. apenas aos empregados que executam suas atividades em

O juiz sentenciante deferiu o pleito autoral, nos seguintes termos: ambiente externo. Demais disso, a garantia de irredutibilidade do

Embora o Reclamante não exerça mais atividade externa, em salário abrange apenas este título, não alcançando eventuais

razão do acidente de trabalho por ele sofrido, faz jus ao adicionais condicionais que o empregado porventura receba e

recebimento do adicional de atividade de distribuição e/ou componham a sua remuneração. Assim, apenas o salário, na

coleta, visto que não deu causa à readaptação funcional, e por acepção jurídica do termo, está sujeito ao princípio da

que a readaptação do Reclamante em nova função, compatível irredutibilidade e não a remuneração como um todo. Na hipótese,

com as suas limitações, não pode implicar redução salarial deixando o empregado de exercer atividade externa, não mais lhe é

porque visa, sobretudo, a promoção da dignidade da pessoa devido o adicional a ela vinculado, não configurando a supressão

humana. redução salarial. Precedentes do TST. Recurso ordinário

Ademais, o art. 461, § 4.º, da CLT, dispõe que o empregado desprovido."(TRT-22 RO 0002226-73.2016.5.22.0003, Relator

readaptado, no exercício de nova atividade, não poderá servir de Arnaldo Boson Paes, 1.ª Turma, Data do julgamento: 12/06/2017,

paradigma para fins de equiparação salarial. Tal proibição reforça a Data da Publicação: DJe 19/06/2017)

intenção do legislador em conferir ao trabalhador acidentado o Desse modo, cabível o processamento da revista, no ponto.

salário por ele percebido no desempenho da função anterior. CONCLUSÃO

(...) Diante do exposto, RECEBO o Recurso de Revista.

Inconformada, a reclamada apelou, insistindo no argumento de que Intimem-se, ficando ciente a parte recorrida para, querendo,

o adicional de atividade de distribuição e coleta externa só deve ser apresentar suas contrarrazões.

pago aos carteiros que laboram externamente, diferentemente do Cumpridas as formalidades legais, remeta-se o processo ao TST.

reclamante, que foi readaptado para exercer função de suporte acaf/vmm

interno.

À análise. Assinatura

A readaptação do trabalhador em nova função, compatível com as RECIFE, 5 de Novembro de 2020.

suas limitações, não pode acarretar redução do patamar salarial, o

que desvirtuaria o propósito da reabilitação profissional, a qual DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

desempenha o papel de alternativa de trabalho para o empregado Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região

que sofreu redução da sua capacidade laborativa e visa, sobretudo, Decisão


Processo Nº AIRO-0000622-33.2017.5.06.0021
à promoção da dignidade da pessoa humana. Relator VIRGINIA MALTA CANAVARRO
Mencionado propósito não é alcançado quando o empregado AGRAVANTE INTERVIA VEICULOS LTDA
ADVOGADO GABRIELA DE LIMA JAPIASSU
reabilitado passa a receber menor remuneração, justamente, por AGUIAR(OAB: 34565/PE)
encontrar-se nesta condição. ADVOGADO GERALDO CAMPELO DA FONSECA
FILHO(OAB: 19382/PE)
(...) ADVOGADO RENATO ALMEIDA MELQUIADES DE
ARAUJO(OAB: 23155-D/PE)
Nesse contexto, mantenho, nos mesmos termos, a sentença que
ADVOGADO POLYANA SYBALDE TRAJANO DA
determinou o restabelecimento do pagamento do Adicional de SILVA(OAB: 34352-D/PE)
AGRAVADO JULIANA ORICO CORREIA DA
Atividade de Distribuição e/ou Coleta Externa (AADC).". COSTA
Confrontando as razões recursais com os fundamentos da decisão ADVOGADO MARCOS ROBERTO RAMOS
CORREIA DE ARAUJO(OAB:
vergastada, verifico que a hipótese versada no presente Recurso de 42316/PE)

Revista enquadra-se naquela prevista na alínea "a" do artigo 896 da


Intimado(s)/Citado(s):
CLT, porquanto a 1ª Turma do TRT da 22ª Região adotou - INTERVIA VEICULOS LTDA
posicionamento diverso quanto à questão ao decidir que: - JULIANA ORICO CORREIA DA COSTA

"CARTEIRO. EMPREGADO REABILITADO PARA A FUNÇÃO DE

AGENTE DE CORREIOS - ATENDENTE COMERCIAL.

SUPRESSÃO DO ADICIONAL DE ATIVIDADE EXTERNA DE

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 103
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

RECORRENTE ESSE ENGENHARIA SINALIZACAO E


SERVICOS ESPECIAIS LTDA
PODER
ADVOGADO LEONARDO LUNA DE LUCENA(OAB:
JUDICIÁRIO 30389/PE)
ADVOGADO MARCELA LINS DOBBIN
SAMICO(OAB: 27376/PE)
Fundamentação
ADVOGADO ALINE CLEBIA DE CARVALHO
RECURSO DE REVISTA EM SEDE DE AGRAVO DE RAMOS SALES(OAB: 42988/PE)
ADVOGADO Alexandre José da Trindade Meira
INSTRUMENTO - IMPOSSIBILIDADE Henriques(OAB: 17472-D/PE)
Vistos etc. RECORRIDO CINZEL ENGENHARIA LTDA
ADVOGADO FLAVIA GONCALVES DE MELO(OAB:
Trata-se de Recurso de Revista, interposto por INTERVIA 13231/PE)
VEÍCULOS LTDA., do acórdão proferido no julgamento do Agravo ADVOGADO abel luiz martins da hora(OAB: 11366-
D/PE)
de Instrumento em Recurso Ordinário oposto nos presentes autos, ADVOGADO Milton Cunha Neto(OAB: 10617-D/PE)
figurando, como recorrida, JULIANA ORICO CORREIA DA RECORRIDO ESSE ENGENHARIA SINALIZACAO E
SERVICOS ESPECIAIS LTDA
COSTA. ADVOGADO LEONARDO LUNA DE LUCENA(OAB:
30389/PE)
Neste caso, o apelo não comporta admissibilidade à luz da Súmula
ADVOGADO MARCELA LINS DOBBIN
n.º 218 do TST, segundo a qual "incabível recurso de revista SAMICO(OAB: 27376/PE)
ADVOGADO ALINE CLEBIA DE CARVALHO
interposto de acórdão regional prolatado em agravo de RAMOS SALES(OAB: 42988/PE)
instrumento", acentuando-se - para evitar equívocos por parte da ADVOGADO Alexandre José da Trindade Meira
Henriques(OAB: 17472-D/PE)
recorrente - que essa matéria (processamento de recursos) tem RECORRIDO DANIEL JOSE RODRIGUES
natureza estritamente processual, ou seja, é infraconstitucional, ADVOGADO OSVALDO DA SILVA GUIMARAES
JUNIOR(OAB: 13600/PB)
insuscetível, portanto, de gerar violação direta e literal de normas

constitucionais. Intimado(s)/Citado(s):
- CINZEL ENGENHARIA LTDA
Nesse mesmo sentido, cite-se decisão da lavra do Ministro Vice-
- DANIEL JOSE RODRIGUES
Presidente do TST à época, Milton de Moura França (Processo RE- - ESSE ENGENHARIA SINALIZACAO E SERVICOS ESPECIAIS
LTDA
AIRR-468/2006-147-15-40 - DEJT de 17.02.2009), que, apreciando

questão de natureza tipicamente processual (vez que limitada ao

exame de pressupostos de admissibilidade de recurso

extraordinário), expressou o entendimento ainda atual de que PODER


"eventual ofensa ao preceito constitucional apontado pela recorrente JUDICIÁRIO
somente seria reflexa, por depender, primeiro, do exame da
Fundamentação
legislação ordinária que disciplina o procedimento recursal".

CONCLUSÃO

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.


AGRAVO DE INSTRUMENTO
Cumpram-se as formalidades legais.
Vistos etc.
Intimem-se.
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto por ESSE
jcos/nmgo
ENGENHARIA SINALIZAÇÃO E SERVIÇOS ESPECIAIS LTDA.,

da decisão que denegou o processamento do Recurso de Revista


Assinatura
oposto nos presentes autos, figurando, como agravados, DANIEL
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
JOSÉ RODRIGUES e CINZEL ENGENHARIA LTDA.

Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 15/10/2020, e


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
apresentadas as razões deste Agravo em 27/10/2020, configurou-se
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
a sua tempestividade, conforme documentos de Ids 08729aa e
Decisão
Processo Nº ROT-0001089-11.2018.5.06.0010 e9d02e1.
Relator MILTON GOUVEIA
Representação processual regularmente demonstrada (Id 65a5487).
RECORRENTE DANIEL JOSE RODRIGUES
ADVOGADO OSVALDO DA SILVA GUIMARAES Preparo satisfeito (Ids ea3b446, 4bdc561, 94346f6, 65e1232,
JUNIOR(OAB: 13600/PB)
330624b, 939b048, bed4870, 7bca114 e 29e3b91).
ADVOGADO KARLA CRISTINA BRITO DOS
SANTOS(OAB: 22254/PE) Mantenho a decisão agravada com base em sua própria

fundamentação, e, por via de consequência, determino o

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 104
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

processamento do presente Agravo. Representação processual regularmente demonstrada (Id 74d4334).

Intimem-se as partes, inclusive os agravados para, querendo, Preparo desnecessário (Id c3249b1).

oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

Recurso de Revista. JORNADA DE TRABALHO - HORAS EXTRAS

Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao NATUREZA JURÍDICA DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO E CESTA

Tribunal Superior do Trabalho. ALIMENTAÇÃO

jrs DANO MORAL - QUANTUM INDENIZATÓRIO

Assinatura Alegações:

RECIFE, 6 de Novembro de 2020. - contrariedade às Súmulas nºs 51, I, 102, I, 109, 241, 294, 362, e à

OJ nº 413 da SBDI-1, todas do TST;

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA - violação aos artigos 5º, V, X, XXXVI, e 93, IX, da CF; 9º, 11, § 2º,

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região 223-G, § 1º, III, 224, § 2º, 458, 468 e 832, da CLT; 373, 458, 489, II,
Decisão § 1º, III, IV, V e VI, do CPC; 186, 187 e 927, parágrafo único, do CC;
Processo Nº ROT-0000192-47.2018.5.06.0021
Relator ANA MARIA SOARES RIBEIRO DE e
BARROS
- divergência jurisprudencial.
RECORRENTE DOLORES QUEIROZ NUNES PAES
ADVOGADO MARIA ANDREZA DE LIMA A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, no que
VASCONCELOS SILVA(OAB:
30619/PE) tange às horas extras, alegando, em síntese, que o Colegiado
ADVOGADO JEIMISON JOSE NERI DE ignorou o conjunto probatório dos autos, que desconstitui seu
LYRA(OAB: 27340/PE)
RECORRENTE BANCO BRADESCO S.A. enquadramento na jornada de 8 (oito) horas, nos termos do § 2º do
ADVOGADO WILSON BELCHIOR(OAB: 1259/PE) artigo 224 da CLT. Afirma que sua prova testemunhal confirmou
RECORRIDO BANCO BRADESCO S.A.
inexistir um maior grau de fidúcia ou de poder de decisão,
ADVOGADO WILSON BELCHIOR(OAB: 1259/PE)
RECORRIDO DOLORES QUEIROZ NUNES PAES necessário para aqueles empregados bancários enquadrados na
ADVOGADO MARIA ANDREZA DE LIMA referida exceção. Em seguida, impugna o indeferimento da
VASCONCELOS SILVA(OAB:
30619/PE) integração do valor do auxílio e da cesta alimentação ao salário,
ADVOGADO JEIMISON JOSE NERI DE
LYRA(OAB: 27340/PE) argumentando que o benefício já estava incorporado ao seu
TESTEMUNHA MARCOS ANTONIO DE OLIVEIRA contrato de trabalho, por ter sido admitida antes de a empresa ter
TESTEMUNHA JOSIVAN JOSE DA SILVA
aderido ao PAT. Quanto ao dano moral decorrente do acidente do
TERCEIRO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO
INTERESSADO SOCIAL trabalho e assédio moral sofrido, pede a majoração do 'quantum'

indenizatório fixado.
Intimado(s)/Citado(s):
Não obstante o inconformismo apresentado, o apelo não ultrapassa
- BANCO BRADESCO S.A.
- DOLORES QUEIROZ NUNES PAES o crivo da admissibilidade recursal.

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT,

introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos

recursos de revista, que impuseram à parte, sob pena de não


PODER
conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema
JUDICIÁRIO
trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que
Fundamentação consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar
RECURSO DE REVISTA tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à
Trata-se de Recurso de Revista interposto por DOLORES Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula
QUEIROZ NUNES PAES, em face de acórdão proferido em sede vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir;
de Recurso Ordinário nos presentes autos, figurando, como 3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e
recorrido, BANCO BRADESCO S.A. 4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho
O apelo é tempestivo, tendo em vista a publicação do acórdão em dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do
27.08.2020 e a apresentação das razões recursais em 31.08.2020 tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da
(aba de expedientes do sistema PJe e documento de Id81e8fca), decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 105
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

AGRAVANTE FLAVIO CAPARICA PACHECO


cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído ADVOGADO SORAYA MENDES RIBEIRO(OAB:
21876/PE)
pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017).
AGRAVADO PAQUETA CALCADOS LTDA - EM
Tais requisitos formais de admissibilidade do recurso de revista RECUPERACAO JUDICIAL
ADVOGADO SUZANA MARIA CAMPOS
objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo de MARANHAO DE LIMA AGUIAR(OAB:
23171/PE)
lei e a súmula, bem como dissensão das teses apresentadas,
ADVOGADO WVENDEL SENA OLIVEIRA(OAB:
impedindo impugnações genéricas da decisão regional e, ainda, 38502/PE)
ADVOGADO TARCILLA GOES BARBOSA(OAB:
juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a requisitos objetivos. 1388/PE)
In casu, no que se refere às horas extras e ao valor arbitrado a título ADVOGADO MARIA IMACULADA GORDIANO
OLIVEIRA BARBOSA(OAB: 8667/CE)
de indenização por dano moral, constata-se que não se observou a AGRAVADO PRATICARD ADMINISTRADORA DE
CARTOES DE CREDITO LTDA.
exigência processual contida inciso I do referido dispositivo
ADVOGADO SUZANA MARIA CAMPOS
Consolidado, quanto à indicação (destaque) dos fragmentos exatos MARANHAO DE LIMA AGUIAR(OAB:
23171/PE)
do acórdão hostilizado em que se encontram prequestionados os ADVOGADO WVENDEL SENA OLIVEIRA(OAB:
38502/PE)
temas objeto de sua irresignação, vez que transcrito todo o capítulo
ADVOGADO TARCILLA GOES BARBOSA(OAB:
das matérias impugnadas, sem a indicação específica do "trecho da 1388/PE)
ADVOGADO MARIA IMACULADA GORDIANO
decisão recorrida que consubstancia o prequestionamento da OLIVEIRA BARBOSA(OAB: 8667/CE)
controvérsia objeto do recurso de revista". Ora, não se admite mais
Intimado(s)/Citado(s):
a manutenção da prática de impugnação genérica e dissociada, que
- FLAVIO CAPARICA PACHECO
era usual na vigência do regramento anterior. Deve a parte delimitar
- PAQUETA CALCADOS LTDA - EM RECUPERACAO JUDICIAL
os respectivos trechos em que tenham sido apreciadas as questões - PRATICARD ADMINISTRADORA DE CARTOES DE CREDITO
LTDA.
objeto do seu inconformismo, "não sendo suficiente, para esse fim,

a transcrição, quanto aos temas, da decisão recorrida em seu inteiro

teor, sem qualquer destaque em relação aos pontos em

discussão."(Ag-E-ED-RR-2435-76.2015.5.22.0003, Subseção I PODER

Especializada em Dissídios Individuais, Relator Ministro Hugo JUDICIÁRIO

Carlos Scheuermann, DEJT 21/06/2019).


Fundamentação
E, relativamente à natureza jurídica do auxílio e cesta alimentação,
RECURSO DE REVISTA
observa-se que a recorrente não cuidou de transcrever, nas razões
Trata-se de Recurso de Revista interposto por FLÁVIO CAPARICA
de recurso, os trechos da decisão impugnada que configuram o
PACHECOem face de acórdão proferido em sede de Agravo de
prequestionamento da controvérsia, vez que os excertos
Petição, figurando como recorridos, PAQUETÁ CALÇADOS LTDA
transladados nas razões recursais não integram o acórdão
- EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL, PRATICARD
impugnado.
ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO LTDA.
Assim, na hipótese dos autos, inviabilizado está o seguimento de
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
seu apelo, nos termos da norma consolidada acima mencionada.
O apelo é tempestivo, tendo em vista a ciência da decisão recorrida
CONCLUSÃO
em 07.08.2020 (aba "expedientes" do PJE) e a apresentação das
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
razões deste apelo em 18.08.2020, conforme se pode ver do
Cumpram-se as formalidades legais.
documento Id 7cef70e.
Intimem-se.
Representação processual regularmente demonstrada (Id ee4d9b3).
mscs/vrsc
Desnecessário o preparo, por se tratar de execução favorável ao
Assinatura
reclamante.
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

DIRECIONAMENTO DA EXECUÇÃO AOS SÓCIOS /


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
INSTAURAÇÃO DO IDPJ
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
Alegações:
Decisão
Processo Nº AP-0000301-71.2016.5.06.0008 - violação ao artigo 6º da lei 11.101/2005;
Relator RUY SALATHIEL DE ALBUQUERQUE - divergência jurisprudencial.
E MELLO VENTURA
A parte recorrente opõe-se ao acórdão que negou a instauração do

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 106
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

incidente de desconsideração da personalidade jurídica da empresa CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS contra acórdão

em recuperação judicial. Argumenta que os patrimônios dos sócios proferido em sede de Recurso Ordinário em procedimento

não se confundem com o da devedora recuperanda. Sustenta que, sumaríssimo nos presentes autos, figurando, como recorrida,

expirado o prazo da recuperação judicial, cabível o pedido de TAUANA PEREIRA COUTO.

desconsideração da personalidade jurídica. PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

Não obstante o inconformismo apresentado, o apelo não ultrapassa O apelo é tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão

o crivo da admissibilidade recursal. dos Embargos de Declaração se deu em 29/09/2020 e a

Com efeito, a admissibilidade do Recurso de Revista contra acórdão apresentação das razões recursais, em 07/10/2020, conforme se

proferido em sede de Agravo de Petição, à luz do § 2º do art. 896 pode ver da aba "expedientes" no PJ-e e do documento de Id

da CLT (Súmula n.º 266 do TST), depende de demonstração dab40cf.

inequívoca de violação direta e literal de norma da Constituição Representação processual regularmente demonstrada (Id 68db091).

Federal. Defiro o pleito de notificação exclusiva em nome dos advogados

Verifico, entretanto, que a parte recorrente apenas indicou ofensa a EVANDO CARLOS HOLANDA, OAB-CE 3.209, MARIA MARILENE

dispositivo infraconstitucional e divergência jurisprudencial. Neste MONTENEGRO, OAB-CE 7.535 e JOÃO CLÁUDIO HOLANDA

contexto, resta inviabilizado, de plano, o prosseguimento do MONTENEGRO, OAB/CE 33.942.

recurso. Preparo satisfeito (Ids 9709bf6, 6b6187e, 988153e, 8f758c3,

CONCLUSÃO 3be0a38 e 2b72441).

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao apelo. PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

Cumpram-se as formalidades legais. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

Intimem-se. Alegações:

jrb/lgtr - contrariedade à Súmula n. 219, I, do TST.

Assinatura A parte recorrente, insurgindo-se contra o acórdão regional, alega,

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. em síntese, ser indevida a condenação em honorários advocatícios,

vez que a autora não está assistida pelo sindicato da categoria

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA profissional.

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região Do acórdão recorrido, exsurgem os seguintes fundamentos:


Decisão "DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. Alega o reclamante que
Processo Nº RORSum-0000101-34.2020.5.06.0102
Relator IVAN DE SOUZA VALENCA ALVES cabe reforma da sentença para que seja majorado o valor dos
RECORRENTE TAUANA PEREIRA COUTO honorários advocatícios a seu favor, considerando o êxito da sua
ADVOGADO JULIANA NUNES GALDINO DA
SILVA(OAB: 24071/PE) pretensão e o malogro da tese adversária, além da necessidade de
ADVOGADO LEONARDO HENRIQUE DE MELO se compensar a desigualdade entre o empregador e o empregado.
SILVA FERREIRA(OAB: 24570/PE)
ADVOGADO Ana Claudia Costa Moraes(OAB: Por tais fundamentos, roga pela reforma da sentença para que
14992/PE)
sejam majorados os honorários de 10% para 15% do valor da
RECORRIDO CONTIL CONSTRUCAO E
INCORPORACAO DE IMOVEIS LTDA condenação. Assiste razão ao autor. De fato, as pretensões autorais
ADVOGADO JOAO CLAUDIO HOLANDA
MONTENEGRO(OAB: 33942/CE) restaram exitosas, na sua totalidade, além do que demonstrado que

o patrono do autor houve-se com êxito e com denodo na sua


Intimado(s)/Citado(s):
atuação em prol do seu cliente, razão pela qual, cabível, nos moldes
- CONTIL CONSTRUCAO E INCORPORACAO DE IMOVEIS
LTDA do artigo 791-A da CLT. Diante do exposto, DOU PROVIMENTO ao
- TAUANA PEREIRA COUTO recurso da reclamante no aspecto para majorar os honorários

advocatícios de 10% para 15% do valor da condenação."

Na hipótese dos autos, a tese do Recurso de Revista cinge-se a

PODER afirmar ser indevida a condenação da ora recorrente em honorários

JUDICIÁRIO advocatícios, em virtude de a autora não se encontrar assistida pelo

sindicato de classe, matéria esta que não foi abordada no acórdão,


Fundamentação
que tratou apenas da majoração do percentual dos honorários
RECURSO DE REVISTA
advocatícios, o que atrai o óbice da Súmula 297 do TST, por falta
Trata-se de Recurso de Revista interposto pela empresa CONTIL

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 107
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

de prequestionamento. - violação ao artigo 5º, II, LIV e LV da Constituição Federal; 879,

CONCLUSÃO §2º, 884 da CF;

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao presente Recurso de - divergência jurisprudencial.

Revista. A parte recorrente opõe-se ao acórdão que negou provimento ao

Cumpram-se as formalidades legais. apelo por preclusão ao questionamento de cálculos em sentença

Intimem-se. líquida. Argui ofensa aos princípios da legalidade, devido processo

pas/lgtr legal, contraditório e ampla defesa argumentando que a sentença

líquida não retira a obrigatoriedade dos trâmites legais, ante a

Assinatura controvérsia havida quando da interposição de recurso ordinário,

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. pedindo a reabertura do debate sobre a execução. Inconforma-se

com a multa aplicada por eventual manejo protelatório dos

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA embargos de declaração, ao argumento de que a sanção deve ser

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região respaldada por prova cabal da deslealdade processual ou má-fé, o
Decisão que alega não ter havido em concreto.
Processo Nº AP-0000460-58.2019.5.06.0121
Relator ENEIDA MELO CORREIA DE Relativamente à insurgência sobre a preclusão da impugnação
ARAUJO
aos cálculos, transcrevo os fundamentos do acórdão (Id 71e103a):
AGRAVANTE PATRICIA FERREIRA AGOSTINHO
ADVOGADO JULIANA NUNES GALDINO DA "A Sentença foi proferida líquida, de modo que os cálculos de fls.
SILVA(OAB: 24071/PE)
498/513 integraram-na para todos os fins. No Acórdão de fls.
ADVOGADO RENATO LUDMER GUEDES
ALCOFORADO(OAB: 21157/PE) 566/572, não se acolheu nenhuma das irresignações que a Ré
ADVOGADO MOZART BORGES BEZERRA DE
SOUZA(OAB: 50094/PE) postulou.
AGRAVADO PLE SERVICOS LTDA - EPP Consoante a Certidão de fl. 580, as contas que integravam a
ADVOGADO ANTONIO CUSTODIO LIMA(OAB:
47266/SP) Sentença foram cobertas pelo manto da coisa julgada desde

23/01/2020. Não cabe mais a nenhum Órgão da Justiça do Trabalho


Intimado(s)/Citado(s):
conhecer ou julgar novamente as questões já decididas: v. arts. 836
- PATRICIA FERREIRA AGOSTINHO
da CLT, 502 e 505 do CPC/15. No mesmo compasso, é vedado à
- PLE SERVICOS LTDA - EPP
Parte reacender a discussão, conforme art. 507 do Código de Ritos.

Ao manifestar-se acerca dos Embargos à Execução, a Autora já

suscitara a preclusão. E, ao prestar a informação, a Contadoria


PODER
diligentemente alertou para o fato de que se tratava de Sentença
JUDICIÁRIO
líquida.

Fundamentação Acertadamente, portanto, o Magistrado não conheceu do

RECURSOS DE REVISTA inconformismo da Executada porque impropriamente veiculado em

Trata-se de Recurso de Revista interposto por PLE SERVIÇOS Embargos à Execução. Já se tinha sido ultrapassado o momento

LTDA - EPP em face de acórdão proferido em sede de Agravo de oportuno para a irresignação.

Petição nos presentes autos, em que figura, como recorrida, O MM. Juízo singular inclusive ofertou um robusto conjunto de

PATRICIA FERREIRA AGOSTINHO. Decisões emanadas tanto do colendo Tribunal Superior do Trabalho

PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS (TST), como deste egrégio Tribunal Regional do Trabalho da 6ª

Apelo tempestivo, tendo em vista que a publicação da decisão Região, em que se aplicou o Princípio da Unirrecorribilidade, a exigir

recorrida se deu em 17.08.2020 (aba "expedientes" do PJE) e a que qualquer inconformismo deveria ter sido carreado mediante o

apresentação das razões recursais em 25.08.2020 (Id 21f4d09). Recurso Ordinário de fls. 524/543.

Representação processual regularmente demonstrada (Id 9e276a5). No Acórdão de fls. 566/572, porém, não houve nenhuma

Juízo garantido (Ids 5509990, 0f3a1bf, 1102e02). modificação do julgamento. Esta Segunda Turma confirmou

PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS integralmente a Sentença recorrida que, deste modo, tornou-se

PRECLUSÃO DA IMPUGNAÇÃO AOS CÁLCULOS imutável. Juntamente com ela, os cálculos que a Vindicada,

MULTA POR EMBARGOS PROTELATÓRIOS tardiamente, intenta modificar.

Alegações: É errônea a alusão que a ex-Empregadora faz à suposta

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 108
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

necessidade de cumprir os ditames do art. 879 da CLT, na medida EMBARGADA PUBLICADA NA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014.

em que o caput desse artigo assim reza: "Sendo ilíquida a sentença RECURSO DE REVISTA QUE NÃO APRESENTA A

exequenda, ordenar-se-á, previamente, a sua liquidação [...]". TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO REGIONAL QUE

Obviamente, este não é o caso, pois a Sentença exequenda foi IDENTIFICA O PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA OBJETO

proferida líquida e já se tornou imutável e indiscutível. DO APELO. REQUISITO LEGAL INSCRITO NO ARTIGO 896, § 1º-

Não há espaço jurídico para que seja rediscutida a matéria A, I, DA CLT. REDAÇÃO CONFERIDA PELA LEI 13.015/2014. 1 - A

confirmada por esta Segunda Turma mediante o Acórdão de fls. e. 7ª Turma não conheceu do recurso de revista patronal, que

566/572." versava sobre os temas horas extras, intervalo intrajornada, hora in

Confrontando as razões recursais com os fundamentos do acórdão itinere e multa por embargos de declaração protelatórios,

vergastado, não vislumbro a violação direta e literal das normas ressaltando o não preenchimento do requisito inscrito no artigo 896,

constitucionais acima invocadas, única condição que possibilitaria, à § 1º-A, I, da CLT, uma vez que interpôs recurso de revista sem

luz do § 2º do artigo 896 da CLT, a admissibilidade do Recurso de transcrever o trecho da decisão recorrida que consubstancia o

Revista em sede de Agravo de Petição, porquanto este Regional prequestionamento da controvérsia (fl. 601); 2 - Efetivamente, não

decidiu a espécie conforme os elementos constantes nos autos e na se sustenta a tese recursal de que, ainda que não transcritos

legislação infraconstitucional pertinente. Nesse contexto, se infração literalmente, foram devidamente indicados e prequestionados no

houvesse às normas da Constituição, teria ocorrido apenas de recurso de revista todos trechos da decisão recorrida objeto da

forma reflexa, o que não basta à caracterização da "demonstração controvérsia, os quais mereciam o devido enfrentamento na forma

inequívoca" de que trata a Súmula nº 266 do TST do art. 896, § 1º-A, I, da CLT (fl. 617); 3 - Embora o dispositivo em

No tocante à aplicação da multa por embargos protelatórios, comento utilize o verbo indicar, referindo-se ao requisito formal ali

não obstante o inconformismo apresentado, o presente Recurso de inscrito, esta Corte Superior tem exigido a transcrição do trecho da

Revista não ultrapassa o crivo da admissibilidade recursal. decisão regional que consubstancia o prequestionamento da

É que a Lei nº 13.015/2014 acrescentou o §1º-A ao art. 896 da CLT, controvérsia objeto do apelo, firme no entendimento de que a

introduzindo novos requisitos formais ao processamento dos alteração legislativa empreendida pela Lei 13.015/2014, nesse

Recursos de Revista, que impuseram à parte, sob pena de não aspecto, constitui pressuposto de adequação formal de

conhecimento do seu apelo, o dever de: 1) indicar, para cada tema admissibilidade do recurso de revista e se orienta no sentido de

trazido ao reexame, o trecho da decisão recorrida que propiciar a identificação precisa da contrariedade a dispositivo de

consubstancia o prequestionamento da controvérsia; 2) apresentar Lei e a Súmula e do dissenso de teses, afastando-se os recursos de

tese explícita e fundamentada de violação legal, de contrariedade à revista que impugnam de forma genérica a decisão regional e

Súmula de jurisprudência da C. Corte Revisora e à Súmula conduzem sua admissibilidade para um exercício exclusivamente

vinculante do E. STF ou de dissenso pretoriano que entenda existir; subjetivo pelo julgador de verificação e adequação formal do apelo.

3) impugnar todos os fundamentos jurídicos da decisão recorrida; e Assim, a necessidade da transcrição do trecho que consubstancia a

4) transcrever na peça recursal, no caso de suscitar preliminar de violação e as contrariedades indicadas, e da demonstração analítica

nulidade de julgado por negativa de prestação jurisdicional, o trecho da divergência jurisprudencial, visa a permitir a identificação precisa

dos embargos declaratórios em que foi pedido o pronunciamento do e objetiva da tese supostamente ofensiva a lei, à segurança das

tribunal sobre questão veiculada no recurso ordinário e o trecho da relações jurídicas e à isonomia das decisões judiciais, de modo que

decisão regional que rejeitou os embargos quanto ao pedido, para contribua para a celeridade da prestação jurisdicional, possibilite a

cotejo e verificação, de plano, da ocorrência da omissão (incluído formação de precedentes como elementos de estabilidade e a

pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017). decisão do TST contribua para a formação da jurisprudência

Tais requisitos formais de admissibilidade do Recurso de Revista nacionalmente unificada. Precedentes. 4 - Recurso de embargos

objetivam favorecer a identificação de contrariedade a dispositivo conhecido e desprovido. (Processo Nº E-ED- RR-0000552-

constitucional, impedindo impugnações genéricas da decisão 07.2013.5.06.0231; Relator Min. Alexandre de Souza Agra

regional e, ainda, juízo de admissibilidade subjetivo no tocante a Belmonte; Subseção I Especializada em Dissídios Individuais; DEJT

requisitos objetivos. de 16/06/2016).

A respeito dos mencionados requisitos, trago os seguintes AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA.

precedentes da Corte Superior Trabalhista: ADMISSIBILIDADE. LEI 13.015/2014. PREQUESTIONAMENTO.

EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. DECISÃO TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DO ACÓRDÃO. ART. 896, § 1º-A, I,

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 109
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Intimado(s)/Citado(s):
DA CLT. 1. A Lei nº 13.015/2014 exacerbou os pressupostos
- EDILVANICE MARIA CARNEIRO
intrínsecos de admissibilidade do recurso de revista, como se extrai - M. VALERIA FERREIRA - ME
do novel art. 896, § 1º-A, da CLT. 2. O novo pressuposto e ônus do

recorrente consistente em 'indicar o trecho da decisão recorrida que

consubstancia o prequestionamento' não se atende meramente por


PODER
meio de menção ou referência à folha do acórdão em que se situa,
JUDICIÁRIO
tampouco mediante sinopse do acórdão, no particular. A exigência

em apreço traduz-se em apontar a presença do prequestionamento Fundamentação

(salvo vício nascido no próprio julgamento) e comprová-lo mediante RECURSO DE REVISTA

transcrição textual do tópico nas razões recursais. Somente assim Trata-se de Recurso de Revista interposto por M. VALERIA

se atinge a patente finalidade da lei: propiciar ao relator do recurso FERREIRA - ME, em face de acórdão proferido em sede de Agravo

de revista no TST maior presteza na preparação do voto ao ensejar de Petição, figurando, como recorrida,EDILVANICE MARIA

que, desde logo, confronte o trecho transcrito com o aresto acaso CARNEIRO.

apontado como divergente, ou com a súmula cuja contrariedade PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS

acaso é alegada, ou a violação sustentada de forma analítica pelo O apelo é tempestivo, tendo em vista a publicação da decisão

recorrente. 3. Inadmissível recurso de revista interposto sob a égide recorrida em 17.08.2020 (aba "expedientes" do PJE) e a

da Lei nº 13.015/2014 (decisões publicadas a partir de 22/9/2014) apresentação das razões deste apelo em 26.08.2020, conforme se

em que a parte não cuida de transcrever o trecho do acórdão pode ver do documento Id 0cbc6e8

regional em que repousa o prequestionamento da controvérsia Representação processual regularmente demonstrada (Ids 6938c8b

transferida à cognição do TST. 4. Agravo de instrumento da e 436b97a).

Reclamada de que se conhece e a que se nega provimento. (TST- Garantia do Juízo sub judice (Id 2a24347).

AIRR-767-73.2014.5.08.0107, 4ª Turma, Rel. Min. João Oreste PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS

Dalazen, DEJT 18/12/2015). RESTABELECIMENTO DA DECISÃO DE PRIMEIRO GRAU /

Na hipótese dos autos, considerando que a recorrente não cuidou POSSIBILIDADE DE REVISÃO DOS TERMOS DO ACORDO /

de transcrever, nas razões do recurso, os trechos da decisão FORÇA MAIOR E CASO FORTUITO

impugnada que configuram o prequestionamento da controvérsia, Alegações:

inviabilizado está o processamento de seu apelo, nos termos da - violação aos artigos 136 a 141 da CF/88; 317, 478, 480 do Código

norma consolidada acima mencionada. Civil C/C 500, 501 da CLT;

CONCLUSÃO - divergência jurisprudencial.

Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista. A parte recorrente opõe-se ao acórdão que julgou pela

Cumpram-se as formalidades legais. inalterabilidade dos termos da conciliação e arbitrou multa de 50%

Intimem-se. sobre as parcelas pagas com o valor reduzido. Emoldura a situação

jrb/lgtr da reclamada como uma pequena loja situada no Aeroporto dos

Assinatura Guararapes que sofreu o impacto do fechamento do comércio,

RECIFE, 5 de Novembro de 2020. mediante a publicação do Decreto do Governo por força da

pandemia. Afirma que o Juízo de primeiro grau determinou a

DIONE NUNES FURTADO DA SILVA redução das parcelas do acordo relativamente aos meses de maio e

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região junho de 2020, projetando o saldo, de forma única, para 30.12.2020.

Decisão Alega que cumpriu a ordem judicial, comprovando os pagamentos.


Processo Nº AP-0000150-10.2018.5.06.0017
Argumenta que não pode responder por prejuízos decorrentes de
Relator VIRGINIA MALTA CANAVARRO
AGRAVANTE EDILVANICE MARIA CARNEIRO caso fortuito ou força maior, reportando-se aos eventos
ADVOGADO SORAYA MENDES RIBEIRO(OAB: extraordinários decorrentes da pandemia. Escora-se na Lei de
21876/PE)
AGRAVADO M. VALERIA FERREIRA - ME Liberdade Econômica com vistas à manutenção do equilíbrio entre
ADVOGADO MARIA DE FATIMA BEZERRA(OAB: as partes para respaldar a decisão do Juízo a quo, a qual pede o
513/PE)
ADVOGADO JOSE VOLEMBERG FERREIRA LINS restabelecimento.
FILHO(OAB: 18455/PE)
Do acórdão vergastado extraio os seguintes fundamentos (Id

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 110
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

2a24347): importe de R$ 1.0000,00.

"À análise. As demais parcelas deverão ser quitadas em sua integralidade,

Da leitura dos autos, observa-se que as partes celebraram acordo observando-se a data já acordada . Dê-se ciência."

judicial em 03/02/2020 (ID 339cd44), onde ficou acordado que a Na sequência, a reclamada apresentou depósito equivalente a 50%

dívida referente ao contrato de trabalho extinto seria quitada em 9 da parcela referente a maio/2020 (ID 1719be5).

(nove) parcelas de R$ 1.000,00, a primeira delas começando no dia De acordo com o disposto no parágrafo único do artigo 831 da CLT,

03/03/2020 e a última terminando em 30/11/2020. Ali também ficou "no caso de conciliação, o termo que for lavrado valerá como

estipulada a multa de 100%, em caso de inadimplência ou mora. decisão irrecorrível, salvo para a Previdência Social quanto às

Contudo, em 21/05/2020, a empresa requereu a suspensão contribuições que lhe forem devidas".

provisória do cumprimento do dito acordo, bem como a não Sendo assim e revendo posicionamento anterior, hoje entendo que

aplicação da multa de 100% prevista no termo de conciliação. não é possível modificar ou desconstituir o que fora pactuado, a

O Juízo a quo, ao apreciar o pedido, decidiu (ID ce770e9): menos que o credor aquiesça com a pretensão de modificar as

"DESPACHO cláusulas e condições do pactuado ou a parte se utilize da

Reporto-me à petição do reclamado em que pede a suspensão do adequada medida para tal, no caso, a ação rescisória.

acordo e a não incidência da multa prevista, com base Lei Federal Contudo, na hipótese sob análise, a parte autora sequer teve a

nº 13.979, de 06 de fevereiro de 2020, bem como o estado de oportunidade de se manifestar acerca da pretensão patronal, sendo

calamidade pública. surpreendida com a decisão que determinou a redução parcial e

Inicialmente, destaco que a suspensão de determinada prazos temporária de duas parcelas sucessivas do acordo.

processuais no Ato Conjunto TRT6-GP-CRT n. 04/2020 não Sobre este tema, aliás, o C. TST já firmou entendimento,

suspende atos de execuções processuais, não suspende a materializado na Súmula 250, no sentido de que:

atividade jurisdicional ou interfere no pagamento de execuções, "TERMO DE CONCILIAÇÃO. AÇÃO RESCISÓRIA (mantida) - Res.

acordos e parcelamentos, pois os prazos para pagamento tanto no 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003

cumprimento de sentença como no processo de execução são Só por ação rescisória é impugnável o termo de conciliação previsto

prazos de direito material. no parágrafo único do art. 831 da CLT."

A força maior apontada no artigo 313, VI do CPC, refere-se, na Importante esclarecer que, em caso de força maior, como a que

verdade, à impossibilidade de prosseguimento do processo em estamos vivendo, em razão da pandemia do Coronavírus, o máximo

decorrência de motivos que impliquem na cessação da atividade que o magistrado poderia ter feito era tão somente rever a cláusula

jurisdicional, o que não se confunde com a alegada dificuldade do penal, nos precisos termos do art. 413 do Código Civil, isso, depois

Reclamado em cumprir a obrigação firmada mediante parcelamento que a obrigação principal tivesse sido integralmente cumprida. Em

por conta da pandemia da covid-19. outras palavras, o juízo poderia reduzir a cláusula penal, mas não

Com relação ao estado de calamidade, no Brasil, por celeridade modificar as parcelas do acordo e prazos de pagamento ali

adoto como razões de decidir os fundamentos expostos na decisão estipulados.

liminar proferida pelo Desembargador Sérgio Torres Teixeira nos Por fim, não é demais repisar que a pretensão da reclamada investe

autos do mandado de segurança de nº. 0000189- contra título de crédito do trabalhador, de natureza alimentar,

87.2020.5.06.0000: coberto pelo manto da coisa julgada, expresso no acordo judicial,

(...) sendo, portanto, intocável.

No caso sub judice, a reclamada atua no ramo de comércio varejista Neste mesmo sentido, foi o acórdão da lavra da Desembargadora

de artigos do vestuário e acessórios (ID. d5fcd64), sendo certo que Eneida Melo Correia de Araújo, por ocasião do julgamento de

neste segmento não houve paralisação total das atividades, pois Agravo Regimental interposto no Mandado de Segurança n.º

existe a permissividade para continuarem a operar para entregas 0000245-23.2020.5.06.0000.

por delivery ou pelo e-comerce. Friso, outrossim, que esta Terceira Turma já possui entendimento

Assim, autorizo a redução de 50% do pagamento das parcelas de semelhante, conforme julgamento do Agravo de Petição nº 0000243

maio e junho de 2020. -36.2019.5.06.0017, no qual funcionei como Desembargadora

Uma vez efetuada a redução nas parcelas de maio e junho, tem-se Relatora e que foi julgado à unanimidade, na sessão do dia

que os 50% reduzidos da parcela de maio e junho serão pagos 14/07/2020.

como 10ª parcela com vencimento até 30/12/2020 que fica no Nesse contexto, dou provimento ao presente agravo de petição para

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 111
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

ADVOGADO LARISSA LEITÃO MAGALHÃES(OAB:


restabelecer os termos do acordo judicial de ID 339cd44. 20764-D/PE)
ADVOGADO JOANNA ROSA BEZERRA RIBEIRO
No entanto, por força do permissivo contido no art. 413 do CC e em VAREJAO(OAB: 32962/PE)
razão da séria crise que assola o país, decido reduzir a multa RECORRIDO DINAMO ENGENHARIA LTDA
ADVOGADO GERALDO CAMPELO DA FONSECA
originariamente estipulada para 50%. FILHO(OAB: 19382/PE)
Após o retorno dos autos à Instância de Origem, o Juízo a quo ADVOGADO TIAGO MONTEIRO DE
CARVALHO(OAB: 25452-D/PE)
deverá designar audiência de conciliação, conforme requerido pela ADVOGADO SCYLA ANDREA CALISTRATO DOS
SANTOS BRITO(OAB: 18037/PE)
parte autora."

Confrontando as razões recursais com os fundamentos do acórdão Intimado(s)/Citado(s):


impugnado, não vislumbro a violação direta e literal das normas - COMPANHIA ENERGETICA DE PERNAMBUCO
constitucionais acima invocadas, única condição que possibilitaria, à - DINAMO ENGENHARIA LTDA
- WELSON DANIEL DA SILVA
luz do § 2º do artigo 896 da CLT, a admissibilidade do Recurso de

Revista em sede de Agravo de Petição, porquanto este Regional

decidiu a espécie conforme os elementos constantes nos autos e na

legislação infraconstitucional pertinente. Nesse contexto, se infração PODER

houvesse às normas da Constituição, teria ocorrido apenas de JUDICIÁRIO

forma reflexa, o que não basta à caracterização da "demonstração


Fundamentação
inequívoca" de que trata a Súmula nº 266 do TST.
AGRAVO DE INSTRUMENTO
CONCLUSÃO
Vistos etc.
Diante do exposto, DENEGO seguimento ao Recurso de Revista.
Trata-se de Agravo de Instrumento, interposto pela COMPANHIA
Cumpram-se as formalidades legais.
ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO, da decisão que denegou o
Intimem-se.
processamento do Recurso de Revista oposto nos presentes autos,
Jrb/lgtr
figurando, como agravados, WELSON DANIEL DA SILVA e

DÍNAMO ENGENHARIA LTDA.


Assinatura
Publicada a decisão agravada, no DEJT, em 8/10/2020, e
RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
apresentadas as razões deste Agravo em 21/10/2020, configurou-se

a sua tempestividade (conforme documentos de Ids f4e5701 e


DIONE NUNES FURTADO DA SILVA
d024e79), inclusive em face do feriado no dia 12 de outubro do
Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região
corrente ano (Ordem de Serviço TRT6/GP n.º 234/2019).
Decisão
Processo Nº ROT-0000011-38.2019.5.06.0271 Representação processual regularmente demonstrada (Ids b542cfe
Relator SOLANGE MOURA DE ANDRADE e 26a6f4c).
RECORRENTE COMPANHIA ENERGETICA DE
PERNAMBUCO Preparo satisfeito (Ids e7163fd, 8c0953d e e1f4e02).
ADVOGADO BRUNO MOURY FERNANDES(OAB: Mantenho a decisão agravada com base em sua própria
18373/PE)
ADVOGADO LARISSA LEITÃO MAGALHÃES(OAB: fundamentação, e, por via de consequência, determino o
20764-D/PE)
processamento do presente Agravo.
ADVOGADO JOANNA ROSA BEZERRA RIBEIRO
VAREJAO(OAB: 32962/PE) Intimem-se as partes, inclusive os agravados para, querendo,
RECORRENTE DINAMO ENGENHARIA LTDA
oferecerem contrarrazões ao Agravo de Instrumento e respectivo
ADVOGADO GERALDO CAMPELO DA FONSECA
FILHO(OAB: 19382/PE) Recurso de Revista.
ADVOGADO TIAGO MONTEIRO DE
CARVALHO(OAB: 25452-D/PE) Após o transcurso do prazo, determino o envio do processo ao
ADVOGADO SCYLA ANDREA CALISTRATO DOS Tribunal Superior do Trabalho.
SANTOS BRITO(OAB: 18037/PE)
RECORRENTE WELSON DANIEL DA SILVA
ADVOGADO Thelma Maria Moura Marques(OAB: eq
16886/PE)
RECORRIDO WELSON DANIEL DA SILVA
ADVOGADO Thelma Maria Moura Marques(OAB: Assinatura
16886/PE)
RECORRIDO COMPANHIA ENERGETICA DE RECIFE, 5 de Novembro de 2020.
PERNAMBUCO
ADVOGADO BRUNO MOURY FERNANDES(OAB:
18373/PE) DIONE NUNES FURTADO DA SILVA

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 112
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

Desembargador(a) do Trabalho da 6ª Região advocatícios, sem antecipação das parcelas vincendas.


Decisão A decisão atacada restou assim estruturada (id. 6f739ce):
Processo Nº AP-0000340-41.2019.5.06.0371
Relator JOSE LUCIANO ALEXO DA SILVA "Vistos os autos.
AGRAVANTE THAINARA CALINE GOMES No acordo homologado na ata de audiência de id 956dde0, verifica-
ADVOGADO RENATO GODOY INACIO DE
OLIVEIRA(OAB: 26445/PE) se que constou o pagamento de honorários advocatícios no valor
ADVOGADO KARIN MICHELLY OLIVEIRA(OAB: R$5.750,00, dividido em 10 parcelas de R$575,00, com vencimento
47184/PE)
AGRAVADO VICTOR HUGO VALERIANO PINTO até o dia 16 de cada mês.
ADVOGADO GLAUCIO RICARDO AMARAL DE O patrono da parte reclamante aduziu o descumprimento do
ARAUJO(OAB: 30734/PE)
pactuado em relação à parcela de honorários advocatícios do mês
Intimado(s)/Citado(s): de fevereiro de 2020.
- THAINARA CALINE GOMES A parte reclamada, por sua vez, aduziu que teria cometido erro no
- VICTOR HUGO VALERIANO PINTO
pagamento da parcela de fevereiro e março de 2020 em razão de

erro na digitação do número da agência.

Pois bem.
PODER Entendo que realmente houve o descumprimento do acordo em
JUDICIÁRIO razão de equívoco da parte reclamada ao digitar a agência de nº

5860, quando o correto seria 0586, conforme comprovaram os


Fundamentação
documentos de id 8542171 e 1aebfa7, sendo que já ocorreu o
RECURSO DE REVISTA
pagamento de tais parcelas, consoante documentos de id c7e2c0f e
Trata-se de Recurso de Revista interposto por THAINARA CALINE
0e36b77. (destaques acrescidos)
GOMES em face de acórdão proferido em sede de Agravo de
Dessa maneira, por medida de proporcionalidade e considerando a
Petição nos presentes autos, figurando, como recorrido, VICTOR
boa fé da parte reclamada, não é razoável a aplicação da
HUGO VALERIANO PINTO.
penalidade de forma integral, mas sim de forma equitativa.
PRESSUPOSTOS EXTRÍNSECOS
(destaques acrescidos)
O apelo é tempestivo, tendo em vista a publicação da decisão
Nessa linha de raciocínio, o art. 413 do CC, assim dispõe:
recorrida em 17.08.2020 e a apresentação das razões deste apelo
Art. 413. A penalidade deve ser reduzida equitativamente pelo juiz
em 27.08.2020, conforme se pode ver dos documentos Ids edfc4da
se a obrigação principal tiver sido cumprida em parte, ou se o
e ccf38d5.
montante da penalidade for manifestamente excessivo, tendo-se em
Representação processual regularmente demonstrada (Id 2a586bc).
vista a natureza e a finalidade do negócio.
Desnecessária a garantia do Juízo (Id 30277f8).
Sobre o tema, o Eg. TRT da 6ª Região entendeu aplicável referido
PRESSUPOSTOS INTRÍNSECOS
dispositivo ao âmbito laboral, conforme entendimento sumulado, a
MULTA POR DESCUMPRIMENTO DO ACORDO / COISA
seguir transcrito:
JULGADA
SÚMULA Nº 24 ACORDO JUDICIAL. DESCUMPRIMENTO.
Alegações:
APLICAÇÃO DO ARTIGO. É compatível com os princípios
- contrariedade à Súmula Vinculante nº 47 do STF;
norteadores 413 DO CÓDIGO CIVIL do processo trabalhista o artigo
- violação aos artigos 5º, XXXVI, da CF; 416, caput, do Código Civil;
413 do Código Civil, que prevê a redução equitativa da penalidade
835 da CLT;
estabelecida pelas partes, em acordos judiciais, nas hipóteses de
- divergência jurisprudencial.
descumprimento parcial das obrigações ajustadas e/ou quando o
A parte recorrente insurge-se contra o acórdão turmário, alegando,
valor da multa se revelar manifestamente excessivo. Precedente:
em suma, que a redução da multa por descumprimento do acordo
IUJ - Processo 0000333-37.2015.5.06.0000.
para 30%, viola a coisa julgada, pugnando seja mantida a
Apenas para evitar novos requerimentos do patrono da parte autora,
penalidade na forma homologada pelo Juízo a quo (100%).
nem sequer teve início o prazo para apresentação de embargos à
Do acórdão impugnado extraio os fundamentos abaixo (Id 30277f8):
execução, porquanto não garantido o juízo, como exige o art. 884
"Da redução da multa pelo descumprimento do acordo judicial
da CLT.
Discorda a exequente da decisão do Juízo de 1º que entendeu pela
Também, deixo claro que os prazos processuais possuem início
redução da multa pelo descumprimento do acordo judicial a ser
apenas após a publicação dos atos judiciais e não com a
aplicada exclusivamente sobre a 4ª parcela dos honorários

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 113
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

movimentação do processo por qualquer outra razão, como art. 884), conforme ressaltado na decisão atacada.

sustenta o patrono do reclamante. (destaquei) Nesse toar, revela-se pertinente e acertada a reconsideração dos

Por essas razões, uma vez descumprida a obrigação por erro na despachos anteriores proferidos sob id's 06ac84a - 3512530, no que

digitação e corrigida no mês seguinte, defiro, em parte, o concerne à determinação de apuração e execução da 4ª parcela

requerimento da parte reclamada e limito a multa decorrente do dos honorários advocatícios e seguintes, com incidência da multa

acordo homologado no importe de 30% dos valores apurados pelo de 100% prevista no acordo, caindo por terra a tese da agravante

setor de cálculos quanto à multa arbitrada em relação aos no sentido de que "...o Juízo a quo, anteriormente a decisão de ID

honorários do patrono da parte reclamante. 6f739ce, ora agravada, já havia determinado que fosse dado início a

Sob a mesma ótica, não vejo motivos para antecipação das execução com a incidência da aplicação da cláusula penal prevista

parcelas vincendas, já que o acordo vinha sendo cumprido de forma no acordo realizado entre as partes, bem como com a inclusão das

regular, exceto pelo equívoco supramencionado e já corrigido. parcelas vincendas, que são antecipadas automaticamente por

(destaques acrescidos) força do art. 891 da CLT" (id. 975ea9a - Pág. 29).

Após o trânsito em julgado desta decisão, expeça-se alvará para Sendo assim, por medida de proporcionalidade e considerando a

liberação do valor da multa, nos termos acima delineados. boa fé da parte reclamada, é razoável a aplicação equitativa da

Intimem-se as partes." cláusula penal prevista no acordo.

Irretocável a decisão hostilizada. A redução da penalidade encontra amparo no art. 413 do Código

Incontroverso que o descumprimento do acordo em relação à 4ª Civil, in verbis:

parcela dos honorários decorreu de erro na indicação do número "Art. 413. A penalidade deve ser reduzida eqüitativamente pelo juiz

da agência bancária do advogado beneficiário. De fato, observa-se se a obrigação principal tiver sido cumprida em parte, ou se o

que no TED apresentado pelo réu (id. ba1eeee) foi indicada a montante da penalidade for manifestamente excessivo, tendo-se em

agência 5860, quando o correto seria 0586 (vide acordo - id. vista a natureza e a finalidade do negócio."

956dde0 - Pág. 2). Ocorre que, tão logo se confirmou o equívoco, o O entendimento de que a regra disposta no art. 413 do CC é

reclamado regularizou o pagamento, conforme comprovam os aplicada ao Processo do Trabalho encontra sedimento na Súmula

documentos de id's c7e2c0f - 0e36b77. nº 24 deste Regional, que teve como precedente a IUJ - Processo

Outrossim, não há indicativo de que o acordo tenha sido 0000333-37.2015.5.06.0000, cuja ementa é esclarecedora, para o

descumprido em relação ao crédito do reclamante, tampouco em caso em análise. Confira-se:

relação às parcelas vincendas, o que confirma a boa fé do "INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA.

executado-transator. CLÁUSULA PENAL. Art. 413 CPC. APLICAÇÃO SUBSIDIÁRIA AO

Frise-se que não consta do acordo a obrigação do réu comprovar o PROCESSO DO TRABALHO. Aplica-se o art. 413 do Código Civil

pagamento/depósito das parcelas pactuadas, cabendo aos credores ao Processo do Trabalho. A de redução equitativa da penalidade

informarem ao Juízo o não recebimento dos respectivos valores, no estabelecida pelas partes em acordo judicial, nas hipóteses de

prazo de 30 dias contados a partir do vencimento de cada descumprimento parcial das obrigações ajustadas e/ou quando o

parcela/obrigação, com registrado em ata (v. id. 956dde0 - Pág. 2). valor da multa se revelar manifestamente excessivo acha-se de

Confira-se textualmente: acordo com os princípios gerais do direito. Conclusão que se extrai

"O(s) credor(es) tem(têm) o prazo de 30 (trinta) dias, a partir do da análise dos arts. 764, 846 e 850 da CLT, bem como dos arts.

vencimento de cada parcela/obrigação, para informar ao Juízo, 408, 412 e 413 do Código Civil. Interpretação gramatical, teleológica

através de petição, o não recebimento do respectivo valor, inclusive e sistemática da ordem jurídica, levando em conta a natureza e a

quanto à entrega de documentos, em havendo. O silêncio fará finalidade do negócio jurídico celebrado. A aplicação do preceito

presumir pela regular quitação da parcela/obrigação." constitui um poder conferido ao juiz responsável pela condução do

Por outro lado, as quantias bloqueadas pelo Bacen-Jud (id. processo, quando estiver diante da hipótese de descumprimento

79e3b5a) não garantem a integralidade do valor apurado sob id. apenas parcial da obrigação e/ou quando o valor da multa se

0a2e2b2 (R$ 7.009,43), referente à multa de 100% aplicada sobre a revelar manifestamente excessivo, levando-se em conta a natureza

4ª parcela dos honorários advocatícios, e as seguintes - com e a finalidade do negócio. Assim agindo, guia-se pelos princípios da

vencimentos no dia 16 dos meses de março, abril, maio, junho, julho equidade, da boa-fé objetiva, da proporcionalidade e da

e agosto de 2020. Isto confirma dizer que, de fato, ainda não se razoabilidade. (IUJ - 0000333-37.2015.5.06.0000, Redatora:

iniciou o prazo para apresentação de embargos à execução (CLT Desembargadora Eneida Melo Correia de Araújo, Data de

Código para aferir autenticidade deste caderno: 158789


3095/2020 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 114
Data da Disponibilização: Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020

- EDSON DA SILVA ARAUJO


Julgamento: 11/12/2016, Tribunal Pleno, Data de Publicação: DEJT
- NPAP ALIMENTOS S.A.
18/02/2016)" (destaquei)

(...)

Com efeito, a redução equitativa da penalidade atende aos


PODER
princípios da equidade, da boa-fé objetiva, da proporcionalidade e
JUDICIÁRIO
da razoabilidade, não havendo qualquer afronta à coisa julgada.

Pontue-se que a cláusula penal é obrigação acessória que tem Fundamentação


como objetivo forçar o devedor a cumprir o pactuado, não se RECURSO DE REVISTA
prestando ao aumento do