Você está na página 1de 7

A Importância e

o Propósito do
Ministério Profético
A Importância e
o Propósito do
Ministério Profético
ANDRÉ TANAKA -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O ministério profético é um dos principais alicerces que sustentam o Corpo de Cristo. Ele nos dá a visão
necessária não só para exercermos nossas funções com excelência, mas para nos mantermos acesos e queimando
por mais do poder de Deus. Basicamente, é possível dizer que dependemos do mover profético para continuarmos
andando no caminho certo, como Provérbios relata no seguinte verso:

Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que


guarda a lei, esse é feliz. (Provérbios 29.18)

Nós nos corrompemos quando nos distraímos com tudo aquilo que não contribui para o nosso propósito como
filhos do Altíssimo. Porém, quando guardamos a “lei”, que é a Palavra de Deus, nosso objetivo fica mais claro. Dessa
maneira, nada nos fará desistir desde que o alvo esteja no centro do nosso campo de visão. Mas mesmo tendo
a Bíblia, que é a revelação do Senhor ao Homem, cravada em nossas mentes e corações, é crucial continuarmos
abertos às coisas novas que faz diariamente. E é nesse momento em que entra o ministério profético.

Isso, porque as promessas de Deus são eternas e se renovam todos os dias. Entretanto, para que elas se
tornem palpáveis, é necessário tomarmos posturas de obediência, nos mobilizando na direção apontada pelo Pai
através de Sua Palavra e de Seus profetas. Um exemplo disso aconteceu em Gênesis, capítulo 6, em que Noé se
prontificou a seguir as orientações do Senhor e salvou sua família e boa parte da criação. A Terra seria destruída,
e ele recebeu as instruções para construir um grande barco, assim Noé e sua família seriam salvos. Mais do que
isso, ele precisaria abrigar vários animais (pelo menos um casal de cada) para preservar as espécies.

Naquele momento, tudo aquilo parecia uma loucura. Nunca havia chovido antes, e a ideia de passar anos se
preparando para algo totalmente desconhecido provavelmente o assustava. Mesmo assim, ele foi em frente e
fez aquilo que o Senhor mandou. Do mesmo modo, nossa primeira reação ao receber uma profecia diretamente
de Deus deve ser ouvir e atender à Sua voz. Só então saberemos ao certo o que fazer até que Sua palavra para
nós se concretize. Para isso, há alguns aspectos que precisamos compreender melhor a respeito do mover
profético:

1. Você tem autoridade sobre o mundo

Deus nos fez à Sua imagem e semelhança (Gênesis 1.27) para Se relacionar conosco como Pai. Além disso, Ele
nos deu autoridade sobre tudo o que existe na Terra, a fim de governarmos sobre ela. Em Salmos 115, Davi declara:

Os céus são os céus do Senhor, mas a terra, deu-a ele


aos filhos dos homens. (Salmos 115.16)

2 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO


O Senhor colocou nas nossas mãos o domínio sobre tudo o que vemos, portanto, nossas ações aqui têm um
peso muito grande na esfera espiritual. E essa história teve início no Jardim do Éden, quando Deus criou Adão,
declarando o seguinte:

[...] Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa


semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as
aves dos céus e sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e
sobre todos os répteis que rastejam pela terra. (Gênesis 1.26)

O que esse versículo indica é que Deus deu a Adão e Eva o domínio sobre toda a criação. Porém, quando
eles se deixaram enganar pela Serpente e comeram o fruto proibido, o Inimigo roubou a autoridade deles,
ganhando legalidade sobre este mundo. E isso que eles fizeram há muitos anos teve sérias consequências para
a humanidade. Por esse motivo, foi necessário que Jesus morresse por nós a fim de reconquistar nossa posição,
nos devolvendo o direito de fazer parte do Seu Reino.

Assim, a partir de Jesus, nossa autoridade sobre a Terra foi restaurada. Com isso, tudo o que fazemos e
declaramos tem impacto sobre o mundo ao nosso redor.

2. O que você fala tem poder

Já ouvimos em muitos lugares que tudo o que falamos tem poder, principalmente na igreja e em ambientes
evangélicos. Aprendemos a ter controle sobre a nossa boca para nunca dizer nada negativo, já que nossas
palavras são poderosas a ponto de gerar vida ou morte, conforme está escrito em Provérbios:

A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a


utiliza come do seu fruto. (Provérbios 18.21)

Em outras palavras, é essencial tomarmos cuidado com a nossa língua. O problema é que muitas vezes
estamos tão preocupados com aquilo que não podemos falar que esquecemos que nossas palavras também têm
o potencial de gerar vida. Nesse sentido, vale lembrar aqui que esse poder não vem de nós. Na verdade, quando
proferimos algo por meio do Espírito Santo, em um ambiente onde Ele domina, nossas declarações ganham
forças sobrenaturais. O próprio Deus gerou a luz pela Palavra, porque o Espírito Santo Se movia naquele lugar,
como Gênesis nos revela:

No princípio criou Deus os céus e a terra. A terra, porém, estava sem forma
e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava
por sobre as águas. Disse Deus: Haja luz; e houve luz. (Gênesis 1.1-3)

A Terra estava em total escuridão, mas o Espírito de Deus já se movia ali, tornando possível que todo o
universo ganhasse vida com uma simples declaração. Esse mesmo poder está disponível por meio da autoridade
que recebemos de Jesus, através do Espírito Santo. Porém é necessário estarmos completamente alinhados à
vontade do Senhor, discernindo a Sua presença e direção. Então, Ele Se manifestará em nós com o dom profético,
nos impulsionando a proferir palavras de transformação sobre as pessoas.

3 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO


Entretanto, mesmo quando nosso raciocínio impede uma visão ampla dos planos de Deus, quando estamos
alinhados ao Seu coração, isso acontece de maneira natural. E uma passagem que retrata bem essa situação
está em Atos 9, em que o apóstolo Paulo (ainda chamado Saulo) recebe a seguinte revelação:

Então, Ananias foi e, entrando na casa, impôs sobre ele [Paulo] as mãos,
dizendo: Saulo, irmão, o Senhor me enviou, a saber, o próprio Jesus que
te apareceu no caminho por onde vinhas, para que recuperes a vista e
fiques cheio do Espírito Santo. (Atos 9.17 – acréscimo do autor)

Até aquele momento, Saulo era reconhecido por matar e perseguir todos os seguidores de Jesus. Era muito
difícil imaginar um homem como ele tornando-se um dos maiores propagadores do Evangelho que a História já
conheceu. Além do mais, provavelmente Ananias tinha medo de enfrentar Saulo, já que sua reputação como
assassino de cristãos o precedia. Apesar disso, ele obedeceu ao Senhor, e suas profecias deram vida a uma
realidade que parecia impossível na vida do apóstolo Paulo.

Trazendo esse exemplo para o contexto atual, quando estamos debaixo da ação do Espírito Santo e declaramos
as Suas palavras, Ele abre portas sobrenaturais, nos levando a novas esferas do Seu poder e do entendimento
dos Seus planos. A partir disso, Deus pode gerar transformação completa tanto em nós como nas pessoas ao
nosso redor, causando um impacto extraordinário.

Diante disso, nossa missão ganha uma nova perspectiva, não é mesmo? Quando enxergamos o mundo pelos
olhos de Deus, vemos muito além do que está à nossa frente. Nosso alvo fica mais nítido e entendemos a
necessidade de trazer redenção através do mover profético.

No entanto, para isso, precisamos compreender que Jesus veio ao mundo não só para salvar a humanidade,
mas para que todos experimentem a Paz que excede todo entendimento (Filipenses 4.7) e tenham a vida eterna
(João 3.16). E é justamente por isso que temos de andar em ousadia, pois o Espírito Santo habita em nós, e só Ele
é capaz de transformar corações de pedra, como o de Saulo, em corações que ardem por vidas.

Agora que estamos mais familiarizados com o poder do Espírito Santo por meio da profecia, existe algo a que
precisamos nos atentar na hora de fazermos declarações proféticas. Qualquer palavra que venha d’Ele sempre
terá três finalidades: edificar, exortar ou consolar. Como está escrito na passagem a seguir:

Mas o que profetiza fala aos homens, edificando,


exortando e consolando. (1 Coríntios 14.3)

A importância de entendermos o que isso significa está intimamente ligada aos exemplos de profecias
presentes principalmente no Antigo Testamento. Ao ler as histórias dos profetas que vieram antes de Jesus,
temos a impressão de que Deus é extremamente rigoroso, pois constantemente instruía Seus servos a trazerem
palavras de juízo. Por essa razão, muitas vezes, confundimos exortação com bronca, achando que seremos
castigados pelos nossos pecados a todo momento.

Fato é que Deus nos corrige quando erramos, mas o objetivo é simples: nos trazer de volta para o caminho
certo. Ele jamais usará palavras duras para nos humilhar e desanimar. O intuito é sempre nos instigar a cumprir
Seu propósito da melhor forma possível. Consequentemente, se nos desviamos, Deus usa Seus profetas para
liberar palavras que nos atraiam de volta e nos motivem.

Deus tem planos maravilhosos para os Seus filhos, mas, para colocá-los em prática, temos de manter nosso
olhar no alvo certo, permitindo que o Espírito Santo nos fortaleça e capacite. E uma das maneiras pelas quais

4 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO


Ele faz isso é nos usando como ferramentas para declarar as Suas verdades a quem precisa, trazendo um
alinhamento entre o que está no coração de Deus para aquela pessoa e a forma como ela está vivendo.

Nesse sentido, muitas vezes, o Senhor nos traz revelações a respeito de alguém para que Seu poder seja
manifestado na vida dessa pessoa. E essa ferramenta é tão importante porque milhares de pessoas estão
sedentas por mais de Deus e querem ter contato com Ele, mas talvez nem saibam disso. Por isso, precisamos
nos movimentar e ter uma atitude de obediência quando Deus nos envia para falar algo em Seu nome. Sobre
isso, Paulo declara em Romanos:

A ardente expectativa da criação aguarda a revelação


dos filhos de Deus. (Romanos 8.19)

Como filhos de Deus, não temos tempo a perder. Cada vida é preciosa e o Pai tem urgência em alcançar a
todas. Para cumprir essa missão, precisamos ter em mente, de uma vez por todas, como o ministério profético
atua. O papel das profecias não é mostrar o futuro das pessoas, mas sinalizar o propósito individual que o Senhor
designou a elas, para que tenham crescimento na fé. Deus nos revela palavras proféticas a respeito de quem nos
cerca para que essas pessoas venham até Ele de coração aberto. Desse modo, estabelece e expande Seu Reino
por meio da vida de cada um de nós.

No livro de Amós, há a seguinte declaração:

Certamente, o Senhor não fará coisa alguma, sem primeiro


revelar seus segredos aos seus servos. (Amós 3.7)

É incrível saber que nosso Pai conta conosco para uma tarefa tão importante, mas é também uma enorme
responsabilidade. Quando temos consciência de que o poder da morte e da vida estão na nossa língua, ficamos
mais atentos. Entretanto, ao assumirmos uma posição de autoridade e poder, as promessas de Deus geram vida
tanto em nós como no ambiente em que estamos por meio do Espírito Santo.

Agora, para finalizarmos, responda as questões a seguir:

1. Qual é a importância do ministério profético dentro do nosso propósito como filhos de Deus?

5 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO


2. Dê pelo menos 3 exemplos de como o mover profético tem
influenciado a sua vida em diferentes áreas.

3. Quais têm sido suas dificuldades em possibilitar esse mover? Por quê?

4. Como Deus tem usado a sua vida para declarar verdades


sobre as pessoas? Cite pelo menos 5 exemplos.

5. Que atitudes você precisa tomar para permitir que o Espírito


Santo use-o(a) cada vez mais nesse sentido?

6 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO


DESAFIO PESSOAL: Separe pelo menos meia hora por dia para orar e refletir a respeito das promessas que Deus tem
para a sua vida. Então, faça uma lista de dez atitudes que você precisa mudar para permitir e facilitar que o Espírito
Santo use-o(a) diariamente para transformar a vida das pessoas com quem você convive.

7 A IMPORTÂNCIA E O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO PROFÉTICO