Você está na página 1de 5

- 2009 -

Substância Hm (kcal/mol) Substância Hm (kcal/mol)


CH4(g) -17,9 C2H5OH(l) -66,4
C2H2 (g) +54,2 HBr(g) -8,7
PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA
C 2H 6(g) -20,2 HCl(g) -22,1 PARALELA
C3H8(g) -24,8 H2O(g) -57,8 “RUMO AO VESTIBULAR”
C4H10(g) -29,8 H2O(l) -68,3
Disciplina Tema Professor Natureza Dia / Mês / Ano Código Sequencial
CO(g) -26,4 H2O2(l) -44,8ol
CO2(g)
Química -94,1
Termoquímica NH3(g) Regina-11,0 Rumo ao Vestibular AULA 21

Termoquímica medido, mas a variação de calor sofrida em uma reação


química, pode ser medida pela calorimetria. Quando o
1 - Sistema e vizinhança processo se realiza à pressão constante, recebe o nome
Chamaremos de sistema à reação química em de "variação de entalpia". Assim, entalpia é o conteúdo
estudo, e vizinhança, o ambiente ao redor do sistema. A energético de um sistema quando este sofre uma
vizinhança engloba o recipiente onde está ocorrendo a transformação à pressão constante.
reação, o ar nas proximidades, a mão do operador, se ΔH = Hf - Hi
este estiver segurando o recipiente e outro meio Por definição, a entalpia de substância simples, na
material em contato com o recipiente. forma alotrópica mais comum e a 25 oC e 1 atm, é zero.
Exemplos: H(H2) = 0 cal;
2 - Trocas de energia entre o sistema e a vizinhança H(O2) = 0 cal;
Uma reação química pode ocorrer com liberação HC(grafite) = 0 cal
de calor. Neste caso, o calor liberado estaria sendo
transferido para a vizinhança, provocando uma elevação Em uma reação exotérmica, o conteúdo de calor
na temperatura do recipiente, do ar e do meio material final é menor que o inicial, e portanto o ΔH é negativo; já
em contato com o recipiente. na reação endotérmica, o ΔH é positivo.
ΔH< 0: reação exotérmica
3 - Reação exotérmica e endotérmica ΔH> 0: reação endotérmica
O processo será exotérmico, quando liberar calor
para a vizinhança; e será endotérmico quando absorver 6 - Entalpia molar (Hm)
calor da vizinhança. No primeiro caso, a temperatura da É a razão entre a entalpia de uma substância e a
vizinhança irá aumentar e no segundo, diminuir. quantidade de matéria da substância.
Hm = H/n
A seguir, temos os valores de entalpia molar de
4 - Calorimetria algumas substâncias:
O calor liberado ou absorvido em uma reação
pode ser determinado através da variação de 7 - Calor de reação
temperatura ocorrida na vizinhança, usando-se a É a variação de entalpia de uma dada reação, de
equação: Q = m.c.ΔT,
acordo com o balanceamento proposto, tomados como
onde: Q é o calor recebido ou cedido,
c é calor especifico da substancia que esta quantidades molares.
recebendo ou cedendo calor (cH20 = 1 cal.g-1 oC-1)
Exemplo 1: Qual o calor da reação:
ΔT é a variação da temperatura. Se ΔT for maior
2HI(g) + CI2(g) ® 2HCI(g) + I2(s)?
que zero, significa que a vizinhança recebeu calor
do sistema, e caso contrario, a vizinhança cedeu
Resolução: ΔH = Hf - Hi.
calor ao sistema.
ΔH = [2.( – 22,1) + 0] – [2 . 6,2 + 0]
Exemplo: "Qual o calor recebido por 100 g de
ΔH = – 44,2 – 12,4
água,sabendo-se que a temperatura passou de 25 oC
ΔH = – 56,6 kcal
para 40 oC?

Resolução: ΔT = Tf – Ti = 40 – 25 = 15 oC Exemplo 2: Calcular o calor liberado ou absorvido na


m = 100 g decomposição de 20,4 g de água oxigenada, de acordo
c = 1 cal,g-1.oC-1 com a equação : 2H2O2(l) ® 2H2O(l) + O2(g)
Q = m.c.ΔT
Q = 100.1.15 Resolução: ΔH = Hf -Hi
Q = 1500 cal ou 1,5 kcal ΔH = [2.( – 68,3) + 0] – [2.( – 44,8)]
ΔH = – 136,6 + 89,6
5 - Entalpia (H) ΔH = – 47,0 kcal
O conteúdo de calor de um sistema não pode ser Esse calor é liberado quando reagem 2 mol de H2O2,
assim temos: -71,0 kcal e o calor de formação do SO3 é – 94,4 kcal.
34 g -47,0 kcal
20,4 g x Resolução: Inicialmente, devemos escrever as
x = – 28,2 kcal equações referentes à formação:
A decomposição de 20,4 g de H2O2 libera 28,2 kcal. S(s) + O2(g) ® SO2(g) ΔH = – 71 kcal
S(s) + 3/2O2(g) ® SO3(g) ΔH = – 94,4 kcal
8 - Calor de formação A seguir, comparando as equações dadas com a
É a variação de entalpia da reação de síntese equação desejada, verificamos que devemos multiplicar
total de um mol da referida substância. e inverter a primeira e multiplicar por 2 a segunda:
Exemplo: "Qual é o calor de formação da amônia?" 2SO2 ® 2S(s) + 2O2(g) ΔH = + 142 kcal
2S(s) + 3O2(g) ® 2SO3(g) ΔH = – 188,8 kcal
Resolução: Inicialmente, devemos escrever a equação de síntese Finalmente, devemos somar as duas equações,
total da amônia: membro a membro:
2SO2(g) + O2(g) ® 2SO3(g) ΔH = – 46,8 kcal
N2(g) + 3H2(g) ® 2NH3(g)
A seguir, devemos calcular o calor da reação: 12 - Energia de ligação
ΔH = H f – H i
ΔH = [2.( –11,0)] – [0 + 3.0] É a variação de entalpia no processo de ruptura de
ΔH = – 22,0 kcal um mol de ligações, de um determinado tipo, no estado
gasoso.
O calor liberado nessa reação, corresponde à Exemplo: H2(g) ® 2H(g) ΔH = 104,2 kcal
formação de 2 mol de NH3. O calor de formação deve Cl2(g) ® 2Cl(g) ΔH = 57,9 kcal
ser para 1 mol. Assim temos que o calor de formação da
amônia é – 11,0 kcal por mol de NH3. Exemplo: Calcule o ΔH da reação:
C2H4 (g) + H2 (g) ® C2H6 (g)
9 - Calor de combustão
Dadas as energias de ligação em kcal:
É a variação de entalpia da reação de combustão
C = C 146,8 kcal/mol C ― C 83,2 kcal/mol
de um mol do referido combustível, onde a água
C ― H 98,8 kcal/mol H ― H 104,2 kcal/mol
produzida, deve estar no estado liquido.
Exemplo: Qual o calor de combustão do acetileno?

Resolução: Inicialmente, devemos escrever a equação:


2C2H2(g) + 5 O2(g) ® 4CO2(g) + 2H2O(l)
A seguir, devemos calcular o calor da reação: H H
ΔH = Hf - H i
ΔH = [4.( – 94,1) + 2.(-68,3)] – [2 . 54,2 + 5.0]
ΔH = - 5 1 3 – 1 0 8 , 4
ΔH - – 621,4 kcal
Como o calor desta reação corresponde à
combustão de 2 mol de C2H2, temos que o calor de
combustão do acetileno é -310,7 kcal/mol de C2H2.

10 - Calor de dissolução
É a variação de entalpia devida à dissolução de
um mol de soluto, em solvente suficiente para não se ΔH = [4 . 98,8 + 146,8 + 104,2 ] – [ 6.(98,8) + 83,2]
observar efeito térmico, após uma nova adição de ΔH = – 29,8 kcal
solvente. Tal diluição, é chamada de diluição infinita.
Exemplo: calor de dissolução do NaOH = – 10,2 kcal Exercícios conceituais

11 - Lei de Hess 1. As entalpias molares do CH4(g), H2O(l) e CO2(g)


A variação de entalpia de uma reação, depende valem, respectivamente: – 18 kcal/mol, – 68 kcal/mol e –
apenas dos estados inicial e final. 94 kcal/mol, calcular o calor de combustão do metano.
Na prática, a lei de Hess é útil para encontrar o
calor de uma dada reação, através dos calores de outras a) – 212 kcal
reações. Para isso, é preciso "ajeitar" as reações dadas, b) – 180 kcal
tal que somadas, membro a membro, resulte na reação c) 180 kcal
desejada. d) 212 kcal
Exemplo: Calcular o calor da reação: 2SO 2(g) + O2(g) ® e) nda
2SO3(g), sabendo-se que o calor de formação do SO 2 é

2
2. A gasolina, que pode ser representada pela fórmula Exercícios avançados
do octano, tem massa especifica 704 g/L. Estimar a
variação da entalpia quando se queima 28,5 litros de 1. Determine o calor de formação do H 2SO4, sabendo
gasolina, partindo das energias de ligação: que:
0 = 0 (117 kcal); C = 0 (173 kcal); 0–H (111 kcal); C–C S + O2 ® SO2 DH = – 71 kcal
(83 kcal); C–H (99 kcal). SO2 + ½ O2 ® SO3 DH = – 23 kcal
SO3 + H2O ® H2SO4 DH = – 31 kcal
a) 165000 kcal H2 + ½ O2 ® H2O DH = – 68 kcal
b) –165000 kcal
c) –423000 kcal 2. Um industrial descobriu um processo de obtenção de
d) 423000 kcal uma substância F a partir de uma substância A. Para
e) –211000 kcal verificar se sua produção é rentável, ele deseja saber
quantas kcal/mol de A irá gastar nesse processo. Com
3. São processos endotérmico e exotérmico, base nas seguintes equações termoquímicas, calcule a
respectivamente: energia gasta no processo:
A + B ®C + D DH = 65 kcal
a) fusão e ebulição E+B®C DH = 25 kcal
b) solidificação e liquefação
E+D®F DH = – 10 kcal
c) condensação e sublimação;
d) sublimação e fusão
3. Quanto vale o calor da reação:
e) vaporização e solidificação
SO2 + NO2 ® SO3 + NO?
Sabe-se que:
4. A equação: H2(g) + 1/2O2(g) ® H2O(l)
½ N2 + O2 ® NO2 DH = + 8091 cal
ΔH = – 68 kcal, representa:
I - calor de formação da água liquida ½ N2 + ½ O2 ® NO DH = + 21600 cal
II - calor de combustão do hidrogênio gasoso S + 3/2 O2 ® SO3 DH = – 94450 cal
III - calor de combustão do oxigênio gasoso S + O2 ® SO2 DH = – 70960 cal
IV - calor de decomposição do hidrogênio gasoso
4. Calcule o DH para a combustão completa de 156 g de
São corretas as afirmações: benzeno (C6H6), sabendo que os calores de formação
são:
a) I e II DH da água = – 68320 cal/mol
b) I e III DH do gás carbônico = – 94050 cal/mol
c) II e III DH do benzeno = +11729 cal/mol
d) II e IV.
e) III e IV 5. Dadas as reações:

5. Queimando-se 20,0 g de carvão, obteve-se um C2H5OH + 3 O2 ® 2 CO2 + 3 H2O DH=– 327,6 kcal
desprendimento de 140 kcal. Qual o teor (porcentagem CH3CHO + 5/2 O2 ® 2 CO2 + 2 H2O DH = – 279 kcal
de pureza) de carbono nesse carvão, sabendo-se que o Qual o DH da reação:
calor de combustão do carbono a -96 kcal? C2H5OH + ½ O2 ® CH3CHO + H2O?

a) 90% 6. Calcular o DH da reação de combustão de 46 kg de


b) 95% C2H5OH sendo que são dadas as entalpias de formação
c) 87,5% do:
d) 82,5%
e) 80% CO2 DH = – 94,1 kcal/mol
C2H5OH DH = – 66,2 kcal/mol
6. As entalpias molares do gás carbônico, água liquida,
H2O DH = – 68,3 kcal/mol
etanol e metanol valem, respectivamente, – 393 kJ/mol,
– 242 kJ/mol, – 259 kJ/mol e – 283 kJ/mol. Qual a razão
7. Calcular o DH da reação:
entre as entalpias de combustão do etanol e metanol?
C2H4 + H2O ® C2H5OH
a) 1,50 sabendo que:
b) 1,87 O calor de combustão do C2H5OH é de – 1368 kJ/mol
c) 1,96 O calor de combustão do C2H4 é de – 1410 kJ/mol
d) 2,01
e) 2,12 8. Calcular o DH de uma reação de combustão do etano
(C2H6), sabendo que:

3
O calor de formação do etano é DH = – 20,2 kcal/mol Formação do C2H2: DH = 54,2 kcal
O calor de formação do dióxido de carbono é: DH=– Calcular a quantidade de calor liberada na combustão
94,1 kcal/mol completa de 104 g de acetileno (C2H2)
O calor de formação da água líquida é DH = – 68,3
kcal/mol 17. O calor de combustão do metano (CH 4) é DH = –
212,8 kcal. Que massa, em gramas, de metano
9. Determine o DH de formação do metano (CH 4), devemos queimar para obtermos 18726,4 kcal?
sabendo que:
O calor de combustão do carbono grafite é DH = –- 94,1 18. Com as seguintes energias de ligação em kcal/mol:
kcal/mol
O calor de formação da água é DH = – 68,3 kcal/mol C=C 146
O calor de combustão do metano é DH = – 218,0 C≡C 200
kcal/mol C–H 100
C–F 116
10. Calcule o DH da transformação do óxido de ferro II H–F 135
(FeO) em óxido de ferro III (Fe2O3), segundo a equação:
Qual é a energia total envolvida no processo?
2 FeO + ½ O2 ® Fe2O3
HC ≡ CH + HF ® FHC = CH2
Dados o DH de formação do:
FeO: DH = – 64,04 kcal/mol
19. Conhecendo as seguintes energias de ligação no
Fe2O3: DH = – 196,5 kcal/mol
estado gasoso (em kcal/mol), qual é o DH da reação:
H2 + Cl2 ® 2 HCl
11. Calcule o valor do DH para o processo:
3 C2H2 ® C6H6 H–H 104
sabendo que os calores de combustão do etino (C 2H2) e Cl – Cl 58
do benzeno são: H – Cl 103
Combustão do etino: DH = – 310,0 kcal/mol
Combustão do benzeno: DH = – 799,3 kcal/mol 20. Dadas algumas energias de ligação em kcal.mol-1:
C–C 82,6
12. Dados os calores de combustão das seguintes C=C 145,8
substâncias: C≡C 199,6
C2H4 : DH = – 337,3 kcal/mol C – Cl 81
H2 : DH = – 68,3 kcal/mol C–F 116
C2H6 : DH = – 372,8 kcal/mol F–F 37
Calcule a variação de entalpia na hidrogenação do Cl – Cl 57,9
eteno, segundo a reação: H–F 135
C2H4 + H2 ® C2H6 H – Cl 103,1
H–C 98,8
13. Calcule o calor de formação do CS2, considerando
as equações de combustão do: Utilizando as energias médias de dissociação, e
Carbono grafite: DH = – 94,1 kcal considerando que a reação pode tomar dois caminhos
S + O2 ® SO2: DH = – 70,2 kcal/mol diferentes, calcule a variação de entalpia para as
CS2 +3 O2 ® CO2 + 2 SO2 : DH = – 265 kcal reações 1 e 2.

14. Dadas as equações: (reação 1) FC ≡ CH + HCl DH = x


C + O2 ®CO2 DH = – 94,1 kcal/mol FClC=CH2
H2 + ½ O2 ® H2O DH = – 68,3 kcal/mol (reação 2) ClC ≡ CH + HF DH = y
2 C + 3 H2 + ½ O2 ® C2H5OH DH = – 66,2 kcal/mol
Calcule a quantidade de calor desenvolvida na 21. Com base na tabela abaixo (dados em kcal/mol),
combustão completa de 46 kg de álcool etílico determine o DH da seguinte equação:
(C2H5OH). 3 Cl2 + 2 NH3 ® 6 HCl + N2
H–N – 93
15. O calor de combustão do eteno (C 2H4) é DH= –337,2 H–H – 104
kcal/mol. Que massa, em gramas, de eteno devemos C–C – 83
queimar para obtermos 1753,44 kcal? H – Cl – 103
N–N – 38
16. Dados os valores de DH de: Cl – Cl – 58
combustão do carbono: DH = – 94,1 kcal N≡N – 225
combustão do hidrogênio: DH = – 68,3 kcal
22. Dadas as seguintes energias de ligação, em kJ/mol
4
de ligação: 21. – 111 kcal
22. 50 kJ/mol de NH3
N≡N 950 23. H = + 330 kJ/mol
H–H 430 24. 11043 – 8396,6 = – 2646,4 kJ/mol
N–H 390

Calcule o valor da energia térmica (em kJ por mol de


NH3) envolvida no processo:
N2 + 3 H2 ® 2 NH3

23. Dada a reação:


C2H6 ® 1 (C–C) + 6 (C–H) DH = 2826 kJ/mol

Sabendo que a energia de ligação do C – H é + 416,


calcule a energia envolvida na ligação C–C

24. Calcule a energia envolvida na reação:


C4H10 + 13/2 O2 ® 4 CO2 + 5 H2O DH = ?
Dadas as entalpias em kJ:

C–H H = 412,5
C–C H = 345,3
O=O H = 497,8
C=O H = 802,5
H–O H = 462,3

Exercícios conceituais

1. A
2. B
3. E
4. A
5. C
6. C

Exercícios avançados

1. DH = – 193 kcal/mol
2. +30 kcal/mol de A
3. – 9981 cal
4. DH = – 1561978
5. 48,6 kcal
6. DH = –326,9 kcal/mol—da reação
DH = –326900 kcal/46 kg
7. 42 kJ/mol
8. DH = – 372,9 kcal/mol
9. – 12,7 kcal/mol
10. – 68,42 kcal
11. – 130,7 kcal/mol
12. – 32,8 kcal/mol
13. 30,5 kcal/mol
14. 326900 kcal
15. 145,6 g
16. – 310,7 kcal / mol e 1242,8 kcal / 104g de acetileno
17. 1408 g
18. – 27 kcal
19. – 44kcal
20. 1(x) = – 118,6 kcal/mol
2(y) = – 83,6 kcal/mol