Você está na página 1de 7

Visto:

CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 1

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso
3ª QUESTÃO (10 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

2. (UFRS – Adaptada) O ciclo das revoluções européias de 1848 deu origem a vários acontecimentos.
Analise os itens abaixo:
UD: I - Ass.: 2 - Obj.: A, C - ID: MD - Tempo: 2’

I. Fim do reinado de Luís Felipe na França e início da II República.


II. Destruição do sistema conservador da restauração imposto sob a liderança de Metternich no Congresso de
Viena.
III. Criação da Santa Aliança, que visava coibir as revoltas liberais.
Quais deles contêm acontecimentos históricos que tiveram origem no citado ciclo?

(A) apenas III.


(B) apenas I e II.
(C) apenas II e III.
(D) I, II e III.
(E) apenas I e III.

2. (CMB/Adaptada) Quando os representantes europeus reuniram-se em 1814-1815, as grandes potências tinham


desafios circunstanciais a enfrentar, mas pretendiam nortear as relações internacionais com visões de longo alcance.
Era preciso conter o movimento revolucionário, as "ideias francesas" que Napoleão esparramara à força desde o norte
da África, pela Europa Continental até o interior da Rússia. (José Flávio Sombra Saraiva (organizador). RELAÇÕES
INTERNACIONAIS CONTEMPORÂNEAS - de 1815 aos nossos dias. Paralelo 15 Editores, Brasília DF, 1997, página 73
adaptado). O texto refere-se a um acontecimento do início do século XIX, que teve ampla repercussão nos trinta anos
seguintes na história européia. Trata-se do (a):
UD: I - Ass.: 1 - Obj.: A - ID: M - Tempo: 2’

(A) Convenção de Genebra.


(B) Tratado de Versalhes.
(C) Congresso de Viena.
(D) Acordo de Oslo.
(E) Tratado de Berlim.

2. (CMF/Adaptada) Em perfeita sintonia com o espírito restaurador do Congresso de Viena, a criação da Santa Aliança tinha
por objetivo:
UD: I - Ass.: 1 - Obj.: d - ID: F - Tempo: 2’

( A ) imprimir um ritmo mais lento as reformas democráticas, consideradas por demais rápidas pelos
aristocratas e burgueses.
( B ) difundir os princípios democráticos e parlamentaristas, promovendo a modernização das monarquias
europeias.
( C ) garantir a liberdade comercial, tida como elemento indispensável à industrialização e à acumulação de
capitais.
( D ) combater os focos da resistência aristocrática, geradores de tensão social e alimentadores da oposição
burguesa.
( E ) Reprimir os movimentos revolucionários e liberais que eclodissem em qualquer parte do
continente europeu.
2.(CMF) Em 1793, Schiller, um crítico da Revolução Francesa vislumbrou os possíveis resultados contra-revolucionários
gerados pêlos movimentos de 1789 na seguinte passagem: "A tentativa do povo francês de instaurar os sagrados
Direitos Humanos e de conquistar a liberdade política não fez mais que trazer à luz sua impotência e falta de valor a
este respeito; o resultado foi que não apenas esse povo infeliz, mas junto com ele boa parte da Europa e todo um
Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 2

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso
século foram atirados de volta à barbárie e à servidão." O processo contra-revolucionário que veio confirmar o receio
do autor foi (ram) a (s):
UD: V - Ass.: 5 - Obj.: B - ID: M - Tempo: 2’

( A ) eclosão da Guerra dos Cem Anos.


( B ) formação da Santa Aliança.
( C ) proclamação da Comuna de Paris.
( D ) revoluções de 1830 e 1848.
( E ) As guerras napoleônicas.

2. (CMRJ) Na década de 1820, o sistema de Metternich começou a enfraquecer-se. Uma das razões desse
enfraquecimento foi a oposição da Inglaterra ao envio de Tropa da Santa Aliança para a América, onde sufocariam
rebeliões nas colônias espanholas. Essa atitude da Inglaterra explica-se porque o (a) (s):
UD: II - Ass.: 2 - Obj.: D - ID: D - Tempo: 2’

( A ) A Espanha era sua inimiga tradicional desde o século XVI, quando destruiu a Invencível Armada de Felipe
II.
( B ) seus ideais de liberdade, estabelecidos pela Revolução Gloriosa, levaram-na a defender quaisquer lutas
emancipacionistas.
( C ) A Santa Aliança representava os interesses da burguesia europeia.
( D ) A Santa Aliança, por ser formada por países católicos, vinha tomando atitudes contra a Inglaterra
anglicana.
( E ) países que se tornavam independentes da Espanha constituíram-se em novos mercados para
seus produtos.

2. (DEPA) Um presidente dos Estados Unidos elaborou um documento, em 1834, que era contrário às aspirações da
Santa Aliança. Esse documento que pregava a América para os americanos foi a (o):
UD: II - Ass.: 1 - Obj.: A - ID: D - Tempo: 2’

( A ) Doutrina Destino Manifesto.


( B ) Doutrina Monroe.
( C ) Princípio da Legitimidade.
( D ) Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
( E ) Confederação Germânica.

2. (CMF) "A Guerra Civil norte-americana (1861 -1865) representou uma confissão de que o sistema político falhou,
esgotou os seus recursos sem encontrar uma solução (para os conflitos políticos mais importantes entre as grandes
regiões norte-americanas, a Norte e a Sul). Foi uma prova de que mesmo numa das democracias mais antigas, houve
uma época em que somente a guerra podia superar os antagonismos políticos.

"Eisenberg, Peter Louis. GUERRA CIVIL AMERICANA. S. Paulo, Brasiliense 1982

Dentre os conflitos geradores dos antagonismos políticos referidos no texto está a:


UD: III - Ass.: 1 - Obj.: E - ID: D - Tempo: 2’

( A ) manutenção, pela sociedade sulista, do regime de escravidão, o que impediria a ampliação do


mercado interno para o escoamento da produção industrial nortista.
( B ) opção do Norte pela produção agrícola em larga escala voltada para o mercado externo, o que chocava
Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 3

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso
com a concorrência dos sulistas que tentavam a mesma estratégia.
( C ) necessidade do Sul de conter a onda de imigração da população nortista para seus territórios, o que
ocorria em função da maior oferta de trabalho e da possibilidade do exercício da livre-iniciativa.
( D ) ameaça exercida pelos sulistas aos grandes latifundiários nortistas, o que se devia aos constantes
movimentos em defesa da reforma agrária naquela região em que havia concentração da propriedade da
terra.
( E ) supremacia militar do norte sobre o sul na medida justificada sob o fundamento de “necessidade militar”.

2. (Puccamp) Primeira colônia americana a se tornar independente, em 4 de julho de 1776, os Estados Unidos
assumiram no século XIX:
UD: III - Ass.: 3 - Obj.: H - ID: F - Tempo: 2’

( A ) uma posição estimulante aos movimentos revolucionários, contestando as estruturas tradicionais do


poder vigente em grande parte da Europa.
( B ) uma política de expansão colonial em direção à África e à Oceania.
( C ) dentro do continente americano, uma política imperialista, impondo seus interesses
econômicos às demais nações.
( D ) a identificação do Estado com a religião puritana, que seria obrigatória a todos os cidadãos.
( E ) uma intransigente defesa da intervenção do Estado nas atividades econômicas, visando a controlar os
abusos da burguesia.

2. Fuvest-SP A incorporação de novas áreas, entre 1820 e 1850, que deu aos Estados Unidos sua atual conformação
territorial, estendendo-se do Atlântico ao Pacífico, deveu-se fundamentalmente:
UD: III - Ass.: 1 - Obj.: B - ID: MD - Tempo: 2’

( A ) à vitória na guerra contra o México que, derrotado, foi obrigado a ceder quase a metade de
seu território.
( B ) a um avanço natural para o oeste, tendo em vista a chegada de um imenso contingente de imigrantes
europeus.
( C ) à compra de territórios da França e da Espanha que estavam, naquele período, atravessando graves
crises econômicas na Europa.
( D ) à compra de territórios da Inglaterra e Rússia que assumiram uma posição pragmática diante do avanço
norte-americano para o oeste.
( E ) aos acordos com as lideranças indígenas, Sioux e Apache, tradicionalmente aliadas aos brancos.

2. (EsPCEx – 1998) Após a queda de Napoleão em Waterloo (1815), Luís XVIII retomou o poder, restaurando a
monarquia dos Bourbon. Restabelecia-se na França um governo elitista, combinando o absolutismo com doses de
liberalismo – governo constitucional, mas que restringia os direitos e liberdades conseguidas durante o processo
revolucionário de 1789 a 1815. Com Carlos X, restauram-se na França os privilégios do clero e da nobreza,
restabelecendo o Antigo Regime. Liderados pelo duque Luís Felipe e com o apoio do jornal “O Nacional”, a sociedade
mobilizada dá início à Revolução de 1830 que depunha a dinastia Bourbon. Sobre essa Revolução pode-se dizer que:
UD: I - Ass.: 2 - Obj.: C - ID: F - Tempo: 2’

( A ) teve grande influência das idéias socialistas.


( B ) proclamou a Segunda República Francesa.
( C ) levou ao poder Luís Napoleão Bonaparte, dando início ao Segundo império.
( D ) ficou conhecida como “A Primavera dos Povos”.
Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 4

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso

( E ) sepultou definitivamente as intenções restauradoras do Congresso de Viena.

3ª QUESTÃO (05 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO COM V, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO VERDADEIRO, OU


NO RETÂNGULO COM F, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

11. (UFSC/Adaptada) Certamente as mudanças sociais, políticas e econômicas ocorridas durante o século XIX,
proporcionaram uma conjuntura favorável à Independência da América Espanhola. A Revolução Francesa, a
Independência dos Estados Unidos, as idéias liberais e a crise do sistema colonial criaram um contexto propício para a
emancipação política das colônias ibéricas.
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências à Independência da América Espanhola do século XIX:
UD: II - Ass.: 2 - Obj.: A, D - ID: M - Tempo: 2’

A instabilidade política da Europa, gerada pelas lutas contra o Antigo Regime, provocou crises
V F econômicas e políticas que favoreceram os movimentos emancipacionistas da América.
As idéias iluministas divulgadas na América influenciaram os colonos americanos nas suas lutas
V F contra a metrópole.
A unidade do espaço territorial da Espanha na América foi mantida, apesar dos movimentos
V F emancipatórios do século XIX.
Com a conquista da sua emancipação política, os Estados Unidos (EUA) passaram a remeter
V F recursos financeiros e contingentes militares aos colonos espanhóis na América do Sul, decisivos
para o sucesso dos movimentos de independência.
Entre os fatores que contribuíram para a Independência da América Espanhola destacaram-se: os
V F efeitos do monopólio comercial metropolitano e a desigualdade de direitos entre os colonos
nascidos na América (criollos) e os colonos nascidos na Espanha (chapetones).

3ª QUESTÃO (07 escores)

PERGUNTAS SIMPLES

RESPONDA ÀS PERGUNTAS ABAIXO

12. (CMCG) A Guerra de Secessão ocorreu nos Estados Unidos nos anos de 1861 e 1865 entre os estados do Norte e
os do Sul. Sobre esta guerra cite:
UD: III - Ass.: 3 - Obj.: E - ID: F - Tempo: 3’

a) Três (03) características dos estados do Norte (colônias de povoamento). (03 escores)

Resposta: Industrialização√, mão-de-obra livre√ e produção voltada para o mercado interno. √


b) Três (03) características dos estados do Sul (colônias de povoamento). (03 escores)

Resposta: Agro-exportação√, Mão-de-obra escrava√ e monocultura. √


c) Do ponto de vista humanitário, aponte a principal ação dos vitoriosos, expressa na Décima Terceira Emenda à
Constituição norte-americana. (01 escore)
UD: III - Ass.: 1 - Obj.: F - ID: MD - Tempo: 1’

Resposta: A proibição da escravidão em todo o país. √


Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 5

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso
3ª QUESTÃO (05 escores)

ORDENAÇÃO

ORDENE CORRETAMENTE AS OPERAÇÕES QUE SE SEGUEM, COLOCANDO O NÚMERO DE ORDEM


CORRESPONDENTE NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

13. (CMCG) Ordene por ordem cronológica os enunciados sobre os fatos históricos ocorridos durante a Idade
Contemporânea. (05 escores)
UD: II - Ass.: 1, 2 - Obj.: - ID: M - Tempo: 4’

( 5 ) Marcha para o Oeste


( 1 ) Era Napoleônica
( 3 ) Jornadas de Julho
( 4 ) Segundo Império Francês
( 2 ) Congresso de Viena

3ª QUESTÃO (17 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

14. (UNESP/Adaptada) “Se a economia do mundo do século XIX foi formada principalmente sob influência da revolução
industrial britânica, sua política e ideologia foram formadas fundamentalmente pela Revolução Francesa.”
Hobsbawn, E. J. A Era das Revoluções 1789-1848.

Após a leitura do texto, responda.


UD: I - Ass.: 2 - Obj.: F - ID: M - Tempo: 4’

a) Por que o autor denomina o período de 1789 a 1848 de a “Era das Revoluções”? (03 escores)

Resposta: Porque o período, especialmente na Europa Ocidental, sofre o impacto de duas importantes
revoluções√: a Revolução Industrial na Inglaterra√ e a Revolução Francesa√.

b) Em relação à América Latina, como se manifestou a dupla revolução apontada pelo autor? (01 escore)
UD: II - Ass.: 2 - Obj.: A - ID: F - Tempo: 2’

Resposta: Na América Latina a dupla revolução apontada pelo autor influenciou os movimentos de
independência política. √

15. (CMCG) O historiador inglês Eric Hobsbawm escreveu em seu livro - A Era das Revoluções - que “Em 1831, Victor
Hugo teria escrito que ouvia o ‘ronco sonoro da Revolução, ainda profundamente encravado nas entranhas da terra,
estendendo por baixo de cada reino da Europa suas galerias subterrâneas a partir do eixo central da mina, que é
Paris’.”

A partir da análise da frase, responda.


UD: I - Ass.: 1 - Obj.: A,D - ID: D - Tempo: 5’

a) Na alegoria das Revoluções, Victor Hugo fala do ‘ronco sonoro de uma Revolução’, ainda latente, ou seja, ainda
estava nas entranhas da terra. Identifique tal acontecimento histórico. (01 escore)

Resposta: A Primavera dos Povos ou A Revolução de 1848.√

b) Se levarmos em conta o ano de 1831, qual “ronco sonoro da Revolução” teria sido ouvido, recentemente, pelo
poeta francês? (01 escore)
Resposta: As Jornadas de Julho ou A Revolução de 1830. √
Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 6

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso
c) Situe e interprete a alegoria criada pelo Escritor Francês acerca do nascimento e disseminação do movimento
revolucionário parisiense. (03 escores)

Resposta: Victor Hugo sugere que a ideia de revolução já estava viva √, latente, plantada nas camadas
mais populares, desde a Revolução 1830√ e cujos tentáculos alcançariam, silenciosamente, em 1848 √,
toda a Europa com a Primavera dos povos.

16. (CMCG)“Dos ricos é e foi fácil, desde a independência, o governo. Os pobres foram soldados, milicianos nacionais,
votaram como o patrão mandou, lavraram a terra (...). Os pobres gozaram da gloriosa independência assim como os
cavalos que em Chacabuco e Maipu avançaram contra as tropas do rei”.
Santiago Arcos. In: GALEANO, Eduardo. As caras e as máscaras. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

O texto acima apresenta uma visão crítica da América Espanhola, a partir de sua independência política. Sobre as
independências da América latina, responda:
UD: II - Ass.: 2 - Obj.: C - ID: M - Tempo: 5’

a) Qual foi o extrato social da América Espanhola que, principalmente no século XIX, liderou as revoltas contra a
metrópole espanhola? (01 escore)

Resposta: Criollos√

b) Explique por que a invasão napoleônica à Espanha desencadeou as guerras de independências na América Latina.
(04 escores)

Resposta: Quando as tropas napoleônicas invadiram e conquistaram a península Ibérica, desagregaram a


administração colonial espanhola√, uma vez que a metrópole espanhola teve que concentrar esforços no
combate aos soldados franceses√, desarticulando a força militar presente nas colônias da América
Latina√. Tal fato, ao enfraquecer a metrópole, estimulou o movimento autonomista dos criollos. √
c) Interprete a critica do escritor no trecho citado, relacionando a elite colonial com os outros extratos sociais da
América Latina. (03 escores)

Resposta: O autor faz a crítica porque acredita que processo de independência por ter sido liderado
pelos “criollos”√, elite colonial, estes não tiveram maiores compromissos√ com a situação dos índios,
negros e mestiços. √
3ª QUESTÃO (06 escores)

DISCURSIVA

LEIA ATENTAMENTE OS DOIS TEMAS ABAIXO E ESCOLHA APENAS 01 (UM). REDIJA O TEXTO NA CAIXA DE
RASCUNHO E TRANSCREVA-O PARA A CAIXA DO TEXTO DEFINITIVO.

17.(CMCG) Podemos identificar as tradições e valores norte-americanos a partir das noções da Doutrina Monroe, de
Fronteira e do Destino Manifesto.
UD: III - Ass.: 1 - Obj.: D - ID: M - Tempo: 2’

TEMA 01 – ASSUNTO: A Doutrina Monroe

A Doutrina Monroe criada em 1823, proibia os países europeus de estabelecerem novas colônias na
América e intervirem nos assuntos internos do continente americano. Tentava através do slogan “A América para os
americanos”, preparar o futuro domínio que os Estados Unidos iriam exercer sobre as repúblicas latino-americanas.

O Imperialismo é o conceito que podemos citar para exprimir o significado da Doutrina Monroe, nos
Estados Unidos, para a América latina nos séculos XIX e XX.
Discurse sobre a Doutrina Monroe, relacionando-a com o imperialismo norte-americano no século XIX.
Visto:
CMCG AE1/2011 – HISTORIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 7

ALUNO N°: NOME: TURMA: ___________


Cap Celso

Resposta preferível: A Doutrina Monroe foi o principal argumento √ para os norte-americanos iniciarem o
imperialismo√ na América latina√. Inicialmente apoiando as independências √ e posteriormente
invadindo territórios √que não se identificavam com a política externa dos Estados Unidos√.
TEMA 02 – ASSUNTO: Na edição de julho/agosto de 1845 da revista Democratic Review, o jornalista americano
John L. O'Sullivan escreveu:

“Nosso destino manifesto é de expandir pelo continente cedido pela Providência, para o livre
desenvolvimento dos nossos milhões multiplicando-se anualmente (...) Os Estados Unidos possuem direito ao
Território de Oregon, e esta reivindicação é por direito de nosso destino manifesto, de expandir e possuir todo
o continente, sob a qual a Providência deu a nós para o desenvolvimento do grande experimento da liberdade
e do governo federal intitulado a nós.”
A revista Democratic Review foi o primeiro registro público efetivo do Destino Manifesto. A partir de ntão
foram efetivos os avanços geográficos, conquistados pelos pioneiros americanos, impulsionados pelo Destino
Manifesto.
Discurse sobre o Destino Manifesto, relacionando-a com a marcha para o oeste norte-americano no século XIX.

Resposta preferível: Foram através do argumento do Destino manifesto √. que os norte-americanos


iniciaram a marcha para o oeste√., coma intenção de constituir um país √. ligado de costa a costa√. por
malhas frroviárias√, tornando-se o país que é hoje. √.
Correção gramatical e/ou apresentação da prova: 0,2 ponto.

BOA PROVA