Fisiologia Muscular

Prof. Ricardo de Freitas Dias M.Sc.

Aula 07

Fisiologia Muscular
• Objetivos: • Esboçar os níveis de organização na estrutura macroscópica e microscópica do músculo esquelético; • Entender o modelo do filamento deslizante; • Esboçar a sequência de eventos químicos e mecânicos durante a acoplagem excitação-contração do músculo esquelético e seu relaxamento; • Contrastar as características das fibras musculares; • Esboçar os padrões de distribuição dos tipos de fibras musculares entre populações diferentes de atletas.

Questionamentos
• Quais os tipos de músculos? • Quais as funções e estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares?

Tipos de Músculos
Fibras cilíndricas e longas; Estriações visíveis Mútiplos núcleos; Voluntário.

Fibras curtas e ramificadas; Estriações visíveis Único núcleo central; Involuntário.

Fibras pequenas e aglomeradas; Sem estriações visíveis Único núcleo central; Involuntário.
SILVERTHORN, 2010

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Quais as funções e estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

MCT Funções: Locomoção. Respiração. .Funções do músculo estriado esquelético Constituído: ~ 660 músculos esqueléticos 40% a 50% . Produção de calor. Sustentação postural. Conversão de energia química em energia cinética.

Arranjo do Músculo Estriado Esquelético 70% Colágeno .

2010 .Composição do músculo estriado esquelético SILVERTHORN.

Composição do músculo estriado esquelético SILVERTHORN. 2010 .

Os túbulos T são associados às cisternas terminais do retículo sarcoplasmático SILVERTHORN. 2010 .

2010 .Estrutura microscópica do músculo esquelético SILVERTHORN.

Organização bidimensional e tridimensional do sarcômero SILVERTHORN. 2010 O que garante o alinhamento adequado dos filamentos dentro do sarcômero? .

Komi2006 ..

2010 .O que garante o alinhamento adequado dos filamentos dentro do sarcômero? SILVERTHORN.

2010 .Resumo da organização do músculo estriado esquelético SILVERTHORN.

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Qual a função e as estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

2008). . 2009).Contrações ou ações musculares? • Contração: ação ou efeito encolhimento (Pasquale. necessariamente.. Afim de evitar confusões utilizaremos ações musculares. encurtamento muscular (Mc Ardle et al. de contrair. • Contração: refere-se à capacidade de gerar força pelo complexo actomiosínico das fibras esqueléticas e não implica.

Ação concêntrica ou positiva Tipos de ações musculares Ação isométrica ou estática Ação excêntrica ou negativa .

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Qual a função e as estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

Contração Muscular SILVERTHORN. 2010 .

2010 .Teoria do filamento-deslizante SILVERTHORN.

2010 .O que faz as pontes cruzadas de miosina gerarem força? MATPase + ATP → ADP + Pi + H+ SILVERTHORN.

2010 .Como o sinal de cálcio “liga” e “desliga” a contração muscular? Os sinais de cálcio iniciam a contração muscular SILVERTHORN.

2010 .Eventos moleculares do ciclo contrátil do músculo esquelético Animação: Sliding Filament Theory 27 Rigor Mortis SILVERTHORN.

.

Regulação do Acoplamento Excitaçãocontração Os músculos relaxados são facilmente alongados isso demonstra que em repouso a actina e a miosina não estão firmimente ligadas. O que regula a interação entre actina e miosina? .

Acoplamento excitação-contração Animação: The Neuromuscular Junction 14 SILVERTHORN. 2010 .

2010 .Sequência temporal dos eventos elétricos e mecânicos durante o acoplamento excitação-contração Abalo SILVERTHORN.

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Qual a função e as estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

Suprimento de energia para a contração muscular .

2010 .Suprimento de energia para a contração muscular SILVERTHORN.

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Qual a função e as estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

2010 .Causas possíveis e localização da fadiga Definição • ↑ NH3 • ↑ Temp. Corporal Intensidade Duração Composição do Músculo Nível de condicionamento físico SILVERTHORN.

Questionamentos • Quais os tipos de músculos? • Qual a função e as estruturas que compõem o músculo estriado esquelético? • Quais os tipos de contração muscular? • Quais os eventos químicos que ocorrem durante a contração muscular? • Como ocorre o suprimento de energia para a contração muscular? • Quais as causas da fadiga? • Quais as características bioquímicas e contráteis dos tipos de fibras musculares? .

– nº capilares. IIab. • Tipo da ATPase Propriedades Contráteis • Produção de força máxima: • Velocidade de contração: • Eficiência da fibra muscular: Atualmente as fibras musculares conhecidas são: I. Ic. . II ac e IIb. – [mioglobina]. IIc. IIa.Características Bioquímicas e Contráteis dos Tipos de Fibras Propriedades Bioquímicas • Capacidade Oxidativa: – nº mitocôndrias.

2010 .Características Bioquímicas e Contráteis dos Tipos de Fibras SILVERTHORN.

2008 .Características Bioquímicas e Contráteis dos Tipos de Fibras McArdle.

Características Bioquímicas e Contráteis dos Tipos de Fibras .

.Comparação das Velocidades Máximas de Encurtamento entre os Tipos de Fibras.

Comparação das Velocidades Máximas de Encurtamento entre os Tipos de Fibras. Produção de força máxima por área transversa das fibras musculares 180% 150% 120% 90% 60% 30% 0% Tipo I Tipo IIA Tipo IIB 100% 110% 120% .

Composição das Fibras em Populações Específicas Como determinar os tipos de fibras musculares? .

Determinação do tipo de fibra musculares .

Alterações dos Tipos de Fibras Musculares pelo Treinamento Físico Treinamento de endurance .

Tipologia das Fibras Musculares A porcentagem dos tipos de fibras pode ser influenciada: • Genética. • Níveis hormonais. • Hábitos de exercício físico. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful