P. 1
Ambiente de trabalho e as relações interpessoais

Ambiente de trabalho e as relações interpessoais

|Views: 1.697|Likes:
Publicado porMari Moreno

More info:

Published by: Mari Moreno on Mar 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/15/2013

pdf

text

original

Prof.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP- Curso de Segurança no Trabalho.

RELAÇÕES INTERPESSOAIS

1.1.Introdução Atualmente muito se ouve falar em relacionamento interpessoal, seja em palestras, reuniões do trabalho ou na TV. Mas, muita gente ainda desconhece o verdadeiro significado dessas duas palavras, para esclarecer tal dúvida vamos a uma breve explicação. O relacionamento interpessoal envolve o conhecimento de relações internas do próprio ³eu´, como por exemplo, o autoconhecimento de sentimentos, a série de respostas emocionais, a auto-reflexão, o processo de pensamento e outros fatores. Tudo isso favorece a formação de um modelo cuidadoso e real de si me smo, mostrando elevado autoconhecimento, fazendo com que as pessoas ajam de maneira mais eficaz diante dos problemas e situações diversas da vida. O relacionamento interpessoal ainda envolve a capacidade do ser humano de experimentar e discernir padrões, experimentar atrações do futuro e de sonhar e também de realizar potenciais. Essa qualidade tem sido bastante valorizada atualmente, pois pessoas que apresentam essa aptidão conseguem desenvolver relacionamentos interpessoais mais produtivos, com isso conseguem trabalhar melhor em grupo, pois o pensamento central é que ³se me conheço, tenho capacidade de estabelecer relacionamentos saudáveis, já que conseguirei reconhecer o outro também.´ O ambiente reflete no ser humano? Bem, podemos, por exemplo, observar um shopping center e a maneira como as pessoas normalmente se comportam quando estão lá dentro, a limpeza, o clima, a decoração, as pessoas bem vestidas ou não, fazem com que ajamos de certa maneira, podemos também ir à praia e veremos como as pessoas estão se comportando, ou em uma igreja, um clube, uma noitada ou o contrário um casamento formal e poderíamos dar tantos outros exemplos. Mas é claro que não seria só o tipo do ambiente que pode influir em nosso comportamento, também deve influenciar a forma em que o ambiente é moldado,

1

.1 Motivação ou Não.. Causada pelo Ambiente de Trabalho É sabido que o ser humano é fruto do meio em que vive e que é gerido por necessidades básicas que os podem motivar ou não. o ideal poderia ser o nosso ambiente de trabalho tornar-se a extensão de nossa casa e muitas vezes será a nossa própria casa ou como se assim fosse. alienação e apatia. o visual. e quais serão as perspectivas para o século XXI? Deve-se lembrar que estamos no século XXI. flores no ambiente. estar em contínuo autodesenvolvimento. Pode-se observar historicamente uma grande evolução no ambiente de trabalho desde a revolução industrial até o final do século XX. sono.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. Ao se pensar nisto decidiu-se elaborar um projeto de pesquisa onde se buscará demonstrar que muitos aspectos e formas no ambiente de trabalho já podem e devem ir modificando-se. reações emocionais. participação. decorado. satisfação sexual etc. o tipo de roupa permitido. 2 . por conseguinte influenciar nas relações interpessoais e supostamente nos resultados das empresas em todos os sentidos. quadros. são elas: necessidades fisiológicas como: alimentação. assim sendo. necessidades de auto-realização: como impulso para realizar o próprio potencial. a climatização. atividades física. as cores das paredes. conforto em geral. Portanto podemos supor que o ambiente de trabalho também deve influir no comportamento das pessoas e. obras de arte. porém não há trabalhos significativos neste campo. podendo levar a: desorganização de comportamento.Prof. necessidades psicológicas: como segurança íntima.Curso de Segurança no Trabalho. Estas necessidades não satisfeitas também são motivadoras de comportamento. agressividade. já não seria hora de questionar alguns paradigmas quanto aos ambientes de trabalho? Muito bem! Sabe que muitos já -se pensaram nisto. autoconfiança e afeição. E como que o ambiente de trabalho pode influir ou não nos relacionamentos interpessoais? 2. entre tantos outros fatores.

Curso de Segurança no Trabalho.161) Também segundo Chiavenato (2000) O homem é considerado um animal dotado de necessidades que se alternam ou se sucedem conjunta ou isoladamente.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. móveis.(p.(p.(p. mas também se pode verificar que muitas Segundo vezes os homens se comportam de forma dualista. Compete quando seus objetivos são disputados e pretendidos por outros. O ambiente de trabalho é constituído de duas partes distintas: a física (instalações. decoração Segundo etc) e a social (as pessoas que o habitam).2 Influência do Ambiente Não se pode exigir resultados de uma equipe se esta não tiver um mínimo de comodidade e de condições para realizar suas necessidades básicas. contínua e infinitamente. Coopera quando os seus objetivos individuais somente podem ser alcançados através do esforço comum coletivo. Como se pode verificar supõe-se que os relacionamentos interpessoais dependerão das realizações e satisfações das necessidades individuais.128) 2. assim por diante. Mas se acredita que quanto melhor e mais bem atendidas estas necessidades tanto melhor será o desempenho de uma equipe. (1990) Magalhães 3 . As necessidades motivam o comportamento humano dandolhe direção e conteúdo. Segundo Chiavenato (2000) A motivação se refere ao comportamento que é causado por necessidades dentro do indivíduo e que é dirigido em direção aos objetivos que possam satisfazer essas necessidades.128). (2000) Chiavenato O homem se caracteriza por um padrão dual de comportamento: tanto pode cooperar como pode competir com os outros.Prof. Satisfeita uma necessidade surge outra em seu lugar e.

. 51) 2. O trabalho é a forma como o homem. por outro. Como diz Bom Sucesso (1997) A valorização do ser humano. uma maneira de pensar a vida e assim também o trabalho é visto de sua forma especial. outras nem tanto. . se tais elementos forem precários. exigir-se-á uma luminosidade. Evidentemente. há pessoas que se interessam em aprender constantemente. (p. sentimentos e agem de acordo com o conjunto que as cercam sejam o espaço físico ou social. estabelece relações interpessoais. enfim as pessoas tem objetivos diferenciados e nesta situação muitas vezes priorizam o que melhor lhes convém e às Como vezes estará observado em conflito por com Bom a própria Sucesso empresa. no (p. o que também deverá estar de acordo com a região onde e se trabalha Qualidade e a de época Vida do ano. e.4 Fatores Intrapessoais e a Qualidade de vida no Trabalho Cada pessoa tem uma história de vida.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. Conforme a natureza do trabalho. interage e transforma o meio ambiente. (1997) O auto conhecimento e o conhecimento do outro são componentes essenciais na compreensão 4 . tem emoções. outras não. ninguém trabalhará com moral elevado. uma temperatura.Curso de Segurança no Trabalho. 2. um grau de umidade diferente. a preocupação com sentimentos e emoções.Prof. assegurando a sobrevivência. e com a qualidade de vida são fatores que fazem a diferença.. por um lado.3 Relações Interpessoais Trabalho Como se viu as pessoas são produtos do meio em que vivem. que teoricamente serviriam para reforçar a sua identidade e o senso de contribuição. Há pessoas mais dispostas a ouvir.influem no conforto social.36).

38) É bom lembrar também que o ser humano é individual. dificultando ou facilitando as relações. alguns trabalhadores ainda estarão tomados pelo sofrimento emocional. da postura facilitadora.Curso de Segurança no Trabalho. 2.176). de como a pessoa atua no trabalho.Prof. cavando o alimento diário com esforço excessivo. (1997) Sucesso Além de constituir responsabilidade da empresa. bem-estar. Responsabilidade Pela Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho Normalmente procura-se passar a responsabilidade para a outra parte. esperançosos. empreendedora. necessitados. Dentre as dificuldades mais observadas. (p. conforto e segurança. O objetivo de um arranjo funcional é garantir conforto.(p. transformadora ou conformista é responsabilidade Arranjo Físico e de Ambiente de todos. O auto conhecimento e a descoberta do papel de cada um nas organizações.5. passiva ou ativa.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. à empresa propiciar aumento dos 5 . ao espaço físico oferecer flexibilidade na disposição dos materiais e bom aproveitamento do espaço.47) Trabalho 2. satisfação e segurança para os funcionários e garantir aos clientes melhores condições de visualizar os produtos. é único e que. portanto também reage de Como forma única observado e individual por Bom a situações Sucesso semelhantes. Bom mas também influímos no meio. porém é importante lembrar Como que somos diz produto do meio. ainda assim se declaram felizes.(p. Outros. dificuldade em ouvir. qualidade de vida é uma conquista pessoal. dificuldade em priorizar.6. além de um ambiente saudável e agradável de ser visitado. destacam-se: falta de objetivos pessoais. mesmo de ótimas condições financeiras. (1997) No cenário idealizado de pleno emprego.

É só colocar em ação cinco sensos que estão dentro de cada um (p. o desperdício. 2. por meio do sistema ou programa 5S.4). isto é sabido e faz parte de muitas correntes de pensamentos da administração. e todo tipo de comportamento que gera má qualidade de vida. É preciso prestar mais atenção para perceber a realidade. Muito bem. 6 . a cabeça para pensar e o coração para sentir.(p.7. usando as mãos par a agir. (1995) Os nossos sentidos e os nossos valores podem nos confundir. Princípios dos 5S Como se sabe os 5S são sinônimos de qualidade para o ambiente de trabalho e cabem aqui algumas observações como a realidade e percepção do ambiente que é observada de maneiras distintas Segundo por Silva cada pessoa.Quando isso ocorre deixamos de ver a bagunça. com saúde e higiene e acima de tudo com autodisciplina se alcança maior conforto e um melhor relacionamento no trabalho e conseqüentemente melhores resultados para a empresa.Prof. fatores como oportunidade de auto-realização.287). que é mais adequado assim colocar. a atratividade do próprio trabalho em si e a possibilidade de desenvolvimento pessoal e profissional do trabalhador são motivadores em essência. produtividade e eliminação dos desperdícios. Como observado por Silva (1995) Pode-se criar um ambiente de qualidade em torno de si.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. (p. Recebem o nome de fatores de motivação. uma boa ordenação. Por outro lado. porém com diz Moreira (2000) Esses fatores em si não promovem a satisfação.Curso de Segurança no Trabalho.2) Os 5 sensos ou bom senso. procura mostrar que com uma boa utilização dos materiais. com uma limpeza constante. níveis de qualidade. mas a sua ausência a inibe. reconhecimento pela qualidade e dedicação no trabalho.

(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. responsabilidades. O homem.Prof. enfim.ordenação. Seja amistoso. combater o desperdício. As relações entre animais menos desenvolvidos intelectualmente são essencialmente regidas pelo instinto. Há uma palavra que determina o sucesso de qualquer relacionamento.ninguém poderá nos ajudar. não é raro encontrar pessoas que escolhem a solidão por ter outras prioridades. por unanimidade. uma manifestação natural das necessidades biológicas. qualquer relacionamento envolve expectativas. um elemento sem o qual duas pessoas jamais poderiam conviver adequadamente: cooperação. Isso amplia exponencialmente a complexidade das relações humanas. ordenar as informações. As circunstâncias que motivam a interação humana são variadas. limpar o ambiente e os objetos. estar atento as condições de saúde e higiene e por fim uma auto disciplina e aperfeiçoamento Como constante conclui do local Silva de trabalho. decepções. A mudança deverá ocorrer dentro de cada um. Ter de conviver e eventualmente depender de outro indivíduo pode não ser confortável para muitos.Curso de Segurança no Trabalho. Isso. é sempre estabelecida uma relação de troca. saúde e autodisciplina. guardar cada coisa em seu lugar. 7 . (p. no entanto. separar tudo o que se precisa com freqüência daquilo que se usa esporadicamente. vantagens. fazer uma arrumação de forma a se facilitar a vida no trabalho. (1995) Podemos iniciar a longa caminhada da melhoria continua praticando os cinco (bons) sensos que cada um tem dento de si: utilização. limpeza. apenas o fato de envolver ao menos duas pessoas já faz desse envolvimento algo excepcional. podendo fazer escolhas dando preferência a outros aspectos da consciência. apenas acontece em relações onde não há coerência. porém. uma vez que somos dotados de uma imensurável diversidade emocional. afetivo ou profissional. onde há desigualdade em benefícios e malefícios. manter os equipamentos em ordem e bom funcionamento. Os passos que se deve seguir são faxina geral. porém.18) Os relacionamentos interpessoais acontecem em diversas esferas e indubitavelmente são alguns dos mais imprevisíveis da natureza. Se não tomarmos a decisão pessoal de viver com dignidade. é uma das únicas criaturas conscientes de seus instintos irracionais e capaz de sobrepujá-los.

porém isso se torna prejudicial no momento em que o sucesso do outro começa a provocar inveja e não mais satisfação. quem possui melhor cargo. COMPETIR OU COOPERAR? A interação entre dois seres é sempre delicada. Essa fórmula serve para todo o tipo de relacionamentos. a relação não será positiva para ambos. Quando há negociações produtivas.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. o amadurecimento e estímulo mútuo é imprescindível. que há de haver a busca pelo consenso. não são relevantes para pessoas que realmente almejam o sucesso do relacionamento. as soluções acordadas são de soma ampliada. É o formato ideal e almejado por todos. nos amorosos e amistosos há a troca de afeto.Curso de Segurança no Trabalho. porém a abordagem pode ser o ponto determinante do tipo de relação que será estabelecida. que poderá ser o melhor a longo prazo. 8 . que também precisa ser bem direcionada. Não é incomum nos dias de hoje encontrar pessoas que tentam sobrepujar seu parceiro ao invés de trabalhar em conjunto. de modo a prolongar os benefícios. não há dois lados. uma vez visualizados seus efeitos. Caso contrário. o que ambos construíram e que. de modo que muitas vezes a unidade da relação é prejudicada por dois indivíduos tentando superar-se constantemente. quem é mais sociável. O curioso é que nesse tipo de relação. motivados e comprometidos. de modo que as partes entendem que conseguiram um resultado melhor do que se o tivessem feito sozinhos. porém exige pessoas empáticas e maduras o suficiente para en tender que nem sempre será feita apenas sua própria vontade. mas apenas um lado vencedor. acredito eu. A sociedade atual cobra muito do indivíduo. Uma relação exige cuidados e muitas vezes eles incluem a abdicação voluntária do Eu para a melhor manutenção do Nós. Em uma relação cooperativa. O benefício principal dessa abordagem é que. de modo que irá de fato se tornar uma relação unilateral. Uma relação envolve duas pessoas que apenas unidas com colaboração poderão alcançar objetivos comuns. pois se no relacionamento comercial há a troca de bens. as pessoas se sentem na obrigação de parecer melhor que todos e isso acaba se estendendo ao seu próprio lar. os indivíduos a percebem como melhor opção e se sentem confiantes para continuar empregando-a. porém onde o lado egoísta/possessivo se beneficiará do passivo/submisso. os torna mais confiantes.Prof. pois. É proveitoso que haja o crescimento profissional e emocional dentro do relacionamento. ambos os lados saem satisfeitos. Questões como quem ganha mais.

sobretudo. como por exemplo.emotividade. o ambiente e a idade. DIFERENÇAS INDIVIDUAIS Diferentes aspectos da personalidade Na descrição de qualquer pessoa. as mudanças ocorrem numa velocidade acelerada. Os fatores que determinam a personalidade são: herança biológica. a personalidade dos indivíduos. devemos analisar alguns aspectos do ser humano.Prof. CONCEITO DE RELAÇÕES INTERPESSOAIS Para entender o conceito de relações interpessoais é necessário definir o termo personalidade. voltado para o trabalho em equipe e o desenvolvimento das pessoas. aumentando a competição entre as pessoas e as empresas. . percepção. Personalidade é o conjunto total de características que torna o indivíduo único e diferente dos outros. podemos conceituar relações interpessoais como uma disposição interior. surge a necessidade de desenvolver um novo estilo de administração. A base para a melhoria das relações interpessoais é a compreensão de que cada pessoa tem uma personalidade própria . na forma de agir adequadamente. pessoal. 9 .sistema de valores. Nos dias de hoje. .Curso de Segurança no Trabalho. os detalhes de comportamento que a distinguem podem classificar-se dentro de certos aspectos mais ou menos delimitados. familiar e social. de olhar. na postura e. a presente apostila. materiais e psicológicas que precisam ser satisfeitas. Assim. Deste movimento. as habilidades sociais e técnicas. que são os seguintes: .capacidade intelectual. entre outros. Para que tal ocorra. . os processos de comunicação. visa analisar esses fatores em busca do aprimoramento e do sucesso profissional.aparência física. que precisa ser respeitada e que cada um traz consigo necessidades sociais. Revela-se através da conduta de uma pessoa e das relações dos demais perante essa conduta. e que influenciam o seu comportamento.qualidades sociais. as atitudes.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. O curso de RELAÇÔES INTERPESSOAIS e. por extensão. . uma aceitação do outro que transparece no modo de falar. feedback.

Respeito Contato social Amigos. temos a representação da hierarquia das necessidades básicas. Segurança Material Necessidades fisiológicas Alimentação. Fatores que determinam a personalidade . flutuante e complexa. Comunidade Segurança Casa própria. SIGNIFICADO DAS DIFERENÇAS INDIVIDUAIS Diferenças individuais são as várias formas em que os indivíduos se distinguem uns dos outros. Superação das dificuldades Auto .(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. segundo o autor Maslow: Auto . Uma certa dose de insatisfação de necessidades é que a caracteriza a saúde física e mental. sejam nos aspectos físicos. emocionais ou sociais. intelectuais. O homem pode ser considerado um animal que deseja e que raramente alcança um estado de completa satisfação. Família. podendo variar sua posição e predominância já que os indivíduos são diferentes. a não ser em certos períodos de tempo.Herança biológica ou natureza.Curso de Segurança no Trabalho.estima Reconhecimento. A seguir.realização Realização Profissional. As necessidades básicas de ser humano foram organizadas por categorias em uma hierarquia de predomínio relativo. psíquicos. . sucessivamente. Saúde As necessidades básicas não seguem uma hierarquia rígida.Prof. das quais as necessidades fisiológicas são as principais. . NECESSIDADES BÁSICAS DO SER HUMANO A motivação humana é constante. pois mobiliza energias direcionadas para o crescimento pessoal. infinita.O ambiente ou educação. PERCEPÇÃO " É o processo pelo qual toma-se conhecimento do mundo externo" O processo de percepção 10 .Idade ou amadurecimento. Logo que satisfaz a um desejo surge outro.

Inspire confiança.Coloque-se no lugar dos outros. Condições que aumentam a precisão das percepções: .Prof.Experiências passadas. .Julgamento baseado em fatos.Preconceito.Equilíbrio ou ajustamento interno. .Estado emocional.Solicite e aceite feedback.Curso de Segurança no Trabalho.Evite pré-conceitos. COMUNICAÇÃO Comunicação é o processo que consiste em transmitir e receber uma mensagem. SENTIDOS MUNDO EXTERNO Audição Fatos Visão Pessoas Tato Objetos Olfato Paladar Fatores que interferem na percepção . . .Autoconhecimento. .Trate as pessoas pelo nome.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP.Interesse. .Diferenças individuais. . . . . Comunicação interpessoal eficaz: . 11 .Olhe para as pessoas enquanto fala.Flexibilidade. . . . ."Ouça" todos os sentidos.Mantenha o equilíbrio emocional. com a finalidade de afetar o comportamento das pessoas.

o foco é interpessoal. afinal. grupais e organizacionais. Procura-se obter autoconhecimento e conscientização. O DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL passa a ser uma necessidade de desenvolvimento organizacional e social. No nível organizacional o foco predominante é o sistema .a organização toda. de diagnóstico e administração de conflitos intergrupais.o grupo humano. Nesse nível. para dar e receber feedback. bem como a problemática do poder. em seu contexto habitual . O indivíduo que se conhece e aceita pode fazer opções mais realísticas de mudanças pessoais e preservar sua autenticidade. Trabalham-se as motivações e objetivos comuns ao conjunto e a vários subconjuntos. o foco predominante é intrapessoal e interpessoal. Se a competência interpessoal é alcançada nesse nível. o DI é orientado 12 . posturas corporal. examinado-se os eventos de díade (par ou grupo de 2). gestos. Trabalham-se as motivações e objetivos individuais. a competência interpessoal de comunicação interdependência e integração. de dar e receber feedback. Estamos sempre comunicando algo. Procura-se aperfeiçoar habilidades de comunicação efetiva. Trabalham-se as motivações. O simples fato de estarmos em presença do outro modifica o contexto perceptivo. e problemática de diferenciação e integração de subsistemas. promovendo a interação que é. diagnose e comunicação para expressão verbal e emocional. Procura-se ampliar e aperfeiçoar a capacidade de trabalho em equipe. habilidades de percepção. No nível grupal. o grupal e o organizacional. e diagnosticar e administrar conflitos. de afetividade e intimidade.Curso de Segurança no Trabalho. O desenvolvimento interpessoal pode ser orientado para três níveis de conseqüências: o individual. comunicação com mensagens emitidas e recebidas de cada participante da situação conjunta. etc. intragrupal e grupal. No nível individual. os objetivos pessoais. seja através de palavras. Sendo a pessoa o subsistema principal da organização. subgrupos e grupo total. na forma de díade (par ou grupo de 2). da autoridade controle e influência social. a problemática de interrelação. de liderança e participação em grupo.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. este sistema e o macrossistema social dependerão do funcionamento efetivo do primeiro.Prof. INTERAÇÃO SOCIAL O processo de interação humana supõe necessariamente comunicação. os membros do grupo podem dispor-se a trabalhar em equipe de forma real e não apenas no rótulo.

No "Eu secreto" e no "Eu cego" que podem haver modificações quando de indivíduos trabalhando juntos.podem ser de grande importância ou mesmo assuntos irrelevantes.Prof. "Eu Secreto" . experimentalmente . A Comunicação Interpessoal Dar e Receber Feedback Um bom exemplo é a Janela de Johari .são eles que propiciam um desenvolvimento individual e de competência interpessoal.são características que geralmente não estamos cientes e que são percebidas facilmente pelas outras pessoas. para interdependência de subsistemas e trabalho em equipe e para o desempenho organizacional como um todo. A insegurança diminui a lucidez e a confiança recíproca faz aumentá-la. Ilustra as relações interpessoais e os processos de aprendizagem em grupo. "Eu Aberto" .Curso de Segurança no Trabalho. percepção de um indivíduo em relação a si mesmo e aos outros.nosso comportamento mais comum. OBS. Há dois fatores que regulam o fluxo interpessoal que determinam o tamanho de cada quadrante na Janela de Johari: Busca de feedback e auto exposição . a) Busca de feedback . habilidades. 13 . etc. com espírito de cooperação e compreensão. isto é. maneira de falar.são coisas que não temos consciência e nem os outros tem conhecimento. solicitar e receber respostas/reações dos outros. nossas características.idealizada por Joseph Luft e Harry Ingham em 1961 que representa as áreas da personalidade.são as coisas referente a nós mesmos que conhecemos mas que escondemos dos outros . Qualquer modificação em um dos quadrantes provoca mudanças em todos os demais. é conhecido por nós e por qualquer um que nos observe. Ex.ver-se com os olhos dos outros. em termos verbais e não verbais para conhecer como o seu comportamento está afetando os outros. A competência interpessoal é um processo de qualificação profissional primordial para funções de liderança e outras funções de predominância de intercâmbio social. "Eu desconhecido" . "Eu Cego" .(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. atitude geral.

o que acham de suas idéias e atos. b) Estilo Interpessoal II . Quanto mais utilizado o processo de solicitar feedback e menos o de auto-exposição. Entre as inúmeras razões para isto.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. O desequilíbrio da Janela de Johari pode apresentar-se no sentido vertical ou no sentido horizontal.significa dar feedback aos outros. c) Estilo Interpessoal III .Curso de Segurança no Trabalho. mais aumenta e se consolida o eu secreto . tem muita necessidade de receber feedback. A pessoa parece ter uma carapaça exibindo comportamentos rígidos.Prof. através de pedidos freqüentes de feedback. Este estilo tende a gerar hostilidade nos outros.O indivíduo utiliza intensamente o processo de autoexposição e muito pouco o de solicitar feedback.relacionamento praticamente impessoal.predomínio da área desconhecida. criatividade reprimida ."Eu secreto" . com exagerada confiança nas próprias opiniões e valorizando sua autoridade. percepções e sentimentos de como o comportamento dos outros o está afetando.neste estilo a pessoa pode ser vista como superficial e distante. pois a falta de relacionamento é. revelando seus próprios pensamentos. como as outras pessoas o percebem. ficando retraída e observando mais do que participando. b) Auto-exposição . Sua participação no grupo é atuante. pois os outros passam a sonegar informações importantes. Pode ser percebido como egocêntrico. em que todos opinam e dão feedback ao superior. está a concepção de julgamento negativo de sua pessoa. Porém ao mesmo tempo indica pouco desejo de expor-se. Normalmente este estilo é encontrado nas organizações burocráticas. dando informações mas solicitando pouco."Eu desconhecido" . geralmente interpretada em função das necessidades das outras pessoas. As razões para a não 14 ."Eu cego" . ESTILOS INTERPESSOAL a) Estilo Interpessoal I . sem que este complemente o processo com autoexposição.Sua característica principal é perguntar muito sobre si mesmo. Sua diferença principal em relação ao estilo I é a vontade expressa de manter relações com nível razoável de participação no grupo. o que tende a ser disfuncional da comunicação. Este estilo acaba por ampliar o "eu cego". No trabalho pode ocorrer um clima de permissividade indevida ou excessiva. Este estilo parece estar relacionado a sentimentos de ansiedade interpessoal e busca de segurança. onde é até conveniente evitar abertura e envolvimento. gerando tensões e sentimentos negativos. quando um deles é preferido em detrimento do outro haverá conseqüências prováveis em termos de reações emocionais negativas e disfuncionalidade da dinâmica interpessoal.

O comportamento da pessoa é claro e aberto para o grupo. Para alcançar um objetivo.de ambos. pode ser altamente destrutivo quando satisfaz somente às necessidades do comunicador sem levar em conta as necessidades do receptor. 15 . feedback é um processo de ajuda para mudança de comportamento.Curso de Segurança no Trabalho. hostilidades." Compatível com as necessidades .quando se diz a alguém que ele é "dominador" isto tem menos significado do que indicar seu comportamento numa determinada ocasião. apenas o relato de um evento. "nesta reunião você não ouviu a opinião dos demais e fomos forçados a aceitar sua decisão para não receber suas críticas exaltadas. d) Estilos Interpessoal IV . afastando a confiança mútua e a criatividade.. pode ainda significar o comportamento de um objeto que é controlado pela margem de erro à qual o objetivo está sujeito. autoritarismo. No processo de desenvolvimento da competência interpessoal. Específico ao invés de geral ."Eu aberto" . ou no comportamento humano e nas relações interpessoais . IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS Feedback é um termo da eletrônica significando retroalimentação. provocando assim menos erros de interpretação por parte dos outros. para orientar o comportamento. O objetivo principal dos processos de busca de feedback e auto-exposição consiste em movimentar informações das áreas cega e secreta para a área livre. e finalmente apatia decorrentes do processo.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP.pode-se considerar que todo o comportamento dirigido para um fim requer feedback . Feedback eficaz ajuda o indivíduo (ou grupo) a melhorar seu desempenho e assim alcançar seus objetivos. é comunicação a uma pessoa ou grupo. O Feedback precisa ser: Descritivo ao invés de avaliativo . comunicador e receptor. onde serão úteis a todos. alguns sinais do objetivo são absolutamente necessários. solicitação de feedback está no receio de conhecer sua imagem pelos outros. no sentido de fornecer-lhe informações sobre com sua atuação está afetando outras pessoas.Prof. em algum momento.Caracteriza-se pelo equilíbrio de busca de feedback e de auto-exposição. etc.sem julgamento.. necessidade de não perder poder. No trabalho este estilo prejudica a produtividade pelos ressentimentos.

Daí o perigo de pensar no feedback como forma de demonstrar nossa inteligência e habilidade.um modo de proceder é fazer com perguntas que os que o observam possam responder. pois em caso contrário a frustração será apenas incrementada se o receptor reconhecer falhas naquilo que não está sob seu controle mudar. que o feedback seja mal interpretado.Curso de Segurança no Trabalho. e se insistirmos no feedback a pessoa poderá duvidar dos nossos motivos para tal. dependendo de nossas próprias motivações. comportamento em questão. Podemos reagir somente a um aspecto do que vemos no comportamento do outro.será mais útil quando o receptor tiver formulado Oportuno . dependendo naturalmente do clima emocional. servindo o processo de feedback como desabafo nosso ou agressão. - Dirigido .Prof. Solicitado ao invés de imposto . dizer. Porque é difícil dar feedback? Gostamos de dar conselhos e com isso sentimo-nos competentes e importantes.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. ao invés de penar na sua utilidade para o receptor e seus objetivos. sua agressão. etc. O receio do que a outra pessoa pensa a nosso respeito. etc. negar a validade dos dados.em geral o feedback é mais útil o mais próximo possível após o Esclarecido para assegurar comunicação precisa . tanto no processo de dar feedback quanto no de receber feedback. Porque é difícil receber feedback? É difícil aceitar nossas ineficiências e ainda mais admiti-las para os outros publicamente. embora compreendidos e aceitos intelectualmente. entretanto.para comportamentos que o receptor possa modificar. Como superar as dificuldades 1) 2) Estabelecendo uma relação de confiança recíproca para diminuir as barreiras. Podemos também ter reações defensivas. Outra situação é que muitas vezes a pessoa não está preparada psicologicamente para receber feedback ou não deseja nem sente sua necessidade. o que isto poderá afetar nosso status ou imagem. Os insucessos freqüentes na comunicação interpessoal tem indicado. e com isto tornamo-nos parciais e avaliativos. Reconhecendo que feedback é um processo de exame contínuo. velada ou manifesta. não são fáceis de serem seguidos. que o receptor repita o feedback recebido pra ver se corresponde ao que o comunicador quis 16 . que estes requisitos. Podemos também temer as reações dos outros . isto é. racionalizar procurando justificar-se etc.sua mágoa.

uma das habilidades interpessoais imprescindíveis ao funcionamento produtivo de um grupo humano em qualquer contexto. sem conotações emocionais.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. entrevistas. 3) 4) Aprendendo a ouvir. perspectivas mais objetivas. O grupo pode receber feedback de: a) b) c) d) membros atuando como participantes-observadores. com suas próprias palavras.Curso de Segurança no Trabalho. aquilo que o outro disse. a receber feedback sem reações emocionais (defensivas) Aprendendo a dar feedback de forma habilidosa. folhas de reação.a correta expressão de sua idéia? Ou então "será isto. qual o grau de confiança no líder e outras informações sobre seu nível de maturidade como grupo. de compreensão mútua ou O ato de paráfrase em si transmite um sentimento: seu interesse no outro. valendo-se de formulários. Feedback de grupo O grupo também necessita receber informações sobre o seu desempenho. isto é. sua compartilhada. Os mesmos problemas envolvidos no feedback individual estão presentes no de grupo.. portanto. questionários.. consequentemente. 17 . membros selecionados para desempenhar uma função específica de observador para o consultores externos ou especialistas que vêm para fazer observações. Por exemplo "será isto . Todos nós precisamos de feedback. Habilidades de comunicação a serem desenvolvidas O desenvolvimento de competência interpessoal exige a aquisição e o aperfeiçoamento de certas habilidade de comunicação para facilidade de compreensão mútua. Uma paráfrase neutra constitui um autêntico feedback para o emissor da mensagem. um exemplo do que você disse? Da paráfrase decorrem dois benefícios principais: a) b) aumento de precisão da comunicação e. se está fazendo subutilização de pessoas e de recursos. tanto do positivo quanto do negativo. mostra ao outro o significado do que você apreendeu do que ele disse. grupo.. Paráfrase = consiste em dizer. se há muita rigidez nos procedimentos. Saber se a atmosfera é defensiva.Prof. preocupação em ver como ele vê as coisas.. Dar e receber feedback constitui.. precisamos saber o que estamos fazendo de forma adequada e o que não estamos fazendo de forma adequada para tentarmos corrigir.

A paráfrase é uma das maneiras de testar a compreensão da mensagem antes de reagir a ela.consiste em relatar as ações específicas. BIBLIOGRAFIA: DESENVOLVIMENTO Grupo D Aquino da Silva de INTERPESSOAL Formação 69 FELA MOSCOVICI SBDG Alexandre Meira de Vasconcelos/Irene Maria Szczyiel/Maria Carolina de Castro Leal/Walter 18 . atitudes ou traços de personalidade indevido. bom ou mau. Muitas vezes o emissor não está consciente dos sinais não verbais que emite e que transmitem mensagens emocionais que podem facilitar perturbar ou contradizer as mensagens verbal principal. observáveis. você deve assegurar se de que está respondendo à mensagem que o outro enviou. preocupar-se em como o emissor está se sentindo ao enviar as mensagens e ao perceber como estão sendo recebida. evitar descrever características pessoais e intenções. A comunicação se realiza através de vários canais concomitantes cujos sinais precisam ser captados para que as mensagens tenham significado total.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP.Curso de Segurança no Trabalho. Antes de concordar ou discordar com uma afirmação. devido ou fazer acusações ou generalizações sobre os motivos. ou traços de personalidade. dos outros. ou interpretar o comportamento da outra pessoa.Prof. além do conteúdo das palavras. da outra pessoa. Isto é. É possível informar aos outros a que comportamento você está reagindo através de descrição bastante clara e específica. sem fazer julgamentos ou generalizar seus motivos. Entender as idéias. a fim de verificar se você está compreendendo também seus sentimentos. Verificação de percepção Consiste em dizer sua percepção sobre o que o outro está sentindo. A habilidade de descrever comportamentos exige o relato de ações observáveis sem: a) b) colocar-lhes um julgamento de valor como certo ou errado. Descrição de comportamento .

Prof. Ensinamentos em Shinden.Curso de Segurança no Trabalho.com/o-que-e-relacionamento-interpessoal/ 10/03/2011 ás 20:23. acessado em 19 . conversas com Shihan Claudio.guiadicasgratis.(a) Alzira Parente Moreno Ziemniczak ±ITOP. http://www.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->