Você está na página 1de 2

COMUNICAÇÃO SOCIAL

FACULDADE SUL-AMERICANA

Antro olo ia

p

g

Marcelo Rodrigues Souza Ribeiro

Comunicação Social

30 horas-aula

Segundo período

Ementa

Antropologia: conceito e importância. Cultura: conceito e implicações. Cultura e

sociedade: tipos de sociedade e formas culturais. Cultura, língua e linguagem. Processos

de transição. A questão tecnológica. A indústria cultural.

Objetivos

A disciplina de Antropologia busca apresentar a perspectiva antropológica e sua

abordagem da vida social e cultural da humanidade, com os seguintes objetivos:

1. Definir os principais conceitos da antropologia: cultura; identidade, diversidade, etnocentrismo e relativismo cultural. Para isso, serão apresentadas as críticas da antropologia ao determinismo biológico (e ao determinismo geográfico), no intuito de problematizar feixes de questões como territorialidade, etnia, raça, religiosidade, gênero e sexualidade, entre outros.

2. Propor formas de relação entre antropologia e comunicação, estabelecendo, em torno das noções de interdisciplinaridade e interculturalidade, o programa de uma antropologia da comunicação.

3. Analisar e compreender os discursos e práticas em torno dos meios de comunicação de uma perspectiva multicultural.

Conteúdo programático

Unidade 1 Introdução à antropologia

1.1) A antropologia no quadro dos saberes

1.1.1) Diferenças entre ciências naturais e ciências sociais

1.1.2) A experiência antropológica: estranhamento e familiarização

1.2) Conceitos fundamentais da teoria antropológica contemporânea

1.2.1) A cultura como organização simbólica da experiência e da ação humanas

1.2.2) O ser humano como produtor da cultura e como produto da cultura

1.2.3) Sociedade, sociabilidade, socialidade

1.2.4) A política da diferença cultural: etnocentrismo, relativismo, multiculturalismo

COMUNICAÇÃO SOCIAL

FACULDADE SUL-AMERICANA

Unidade 2 Questões de antropologia e comunicação

2.1) Os estudos da comunicação numa perspectiva multicultural

2.1.1) Estudos culturais, comunicação e antropologia

2.1.2) Identidade cultural na globalização

2.1.3) Indústria cultural, comunicação eletrônica e redes: algumas questões

Metodologia

As 30 horas-aula da disciplina serão (ou poderão ser) dedicadas a:

aulas expositivas e dialógicas baseadas em textos selecionados da bibliografia, com exibição de imagens e discussão em sala;

seminários de apresentação de textos por parte de estudantes;

atividades extra-classe, tais como mostras de filme, palestras e outros eventos.

Serão (ou poderão ser) utilizados os recursos: lousa, computador, projetor multimídia.

Critérios para aprovação

1. A frequência mínima é de 75% da carga horária, o que corresponde a 22 horas-aula. Qualquer estudante que faltar a mais de 25% das aulas, ou 8 horas-aula, está automaticamente reprovado/a.

2. A média mínima para aprovação é de 6,0 pontos. Isso significa que a soma das notas de N1 e N2 deve ser maior ou igual a 12,0.

Bibliografia básica

Livros:

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Volume 1. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

DA MATTA, Roberto. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Rio de Janeiro: Rocco, 1991.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar,

1997.

Bibliografia complementar

ADORNO, Theodor. Indústria Cultural e Sociedade. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A,

2003.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem. São Paulo:

Cosac Naify, 2002.

WAGNER, Roy. A invenção da cultura. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

Periódicos diversos disponíveis em: http://www.scielo.br/.