Você está na página 1de 2

A palavra Filosofia têm origem grega: Filo = Amigo; Sofia = Sabedoria, o que

de maneira direta significa Amigos do Saber, portanto, Filosofia é uma busca


incansável por conhecimento através da razão. Os pensadores se autodenominavam
filósofos e se recusavam a serem chamados de sábios.

A espécie humana passou assim como todos os seres vivos por diversas
evoluções no decorrer do tempo até o surgimento da espécie Homo Sapiens, a mais
desenvolvida e com ele foram surgindo outros modelos de processos que formariam
as organizações sociais de trabalho e demais manifestações humanas. O início do
estudo filosófico segundo a teoria da Evolução de Charles Darwin.

Como consequência surge a teoria do Conhecimento de Aristóteles que


valoriza à inteligência e o desempenho humano como a única forma de chegar à
realidade por tal motivo o mesmo criou em Atenas com apenas 17 anos uma escola
voltada para o estudo de ciências naturais como lógica, física, psicologia, biologia e
metafísica como forma de desenvolvimento humano.

A filosofia está voltada à busca pelo conhecimento que basicamente é uma


bagagem de informações que você adquire em torno de sua vida e utiliza para
sobrevivência e melhorias de vida!

Em complemento, podemos citar a teoria das ideias de Platão que diz que o
conhecimento pode ser sensível, particular mutável e relativo e também pode ser
intelectual, universal, imutável e absoluto. Essencialmente difere em que o primeiro
sabe que as coisas estão assim sem saber o porque e o segundo sabe que as coisas
estar necessariamente assim como estão precisamente porque é ciência.

Podemos citar também René Descartes, importante filósofo, matemático e


físico francês sendo considerado pioneiro no pensamento filosófico moderno, criador
de obras como Regras para Direção do Espírito voltada para o campo matemático;
Discurso sobre o Método para o campo físico e a pai da Geometria. Famoso também
pela frase “Penso, logo existo”.

Contudo, outro marco filosófico importante foi a promoção da reunião conceitual


entre o racionalismo e o empirismo o que reuniu o potencial da razão humana e a
relevância da experiência no processo de aquisição e produção de conhecimento.
A filosofia enfrentou diversas fases e com diversos percursores, a Filosofia Pré-
Socrática foi a primeira corrente de pensamento surgida na Grécia Antiga, marcada
por filósofos que buscavam explicar através da razão e do conhecimento cientifico,
Tales de Mileto, Heráclito.

Período Clássico foi marcado pelo grande desenvolvimento cultural e cientifico,


a época dos sofistas e de Sócrates. Contudo, o período Pós-Socrático representa o
fim da hegemonia política e militar da Grécia, apresentou-se o Ceticismo (Onde a
dúvida deve estar sempre presente.); o Epicurismo (Onde o bem era originário da
virtude.) e o Estoicismo (A razão era defendida a qualquer preço.).

Sobretudo, na Filosofia Antiga consolidou-se junto a democracia e a ideia de


homem passou a ser identificada com a concepção de cidadão na polis. O importante
é a relação entre seres humanos e a vida social.

Filosofia Medieval iniciou a desorganização da vida política, econômica e social


da Idade Média refletindo em reinos bárbaros em conjunto as guerras e a fome. A
filosofia resistia por meio do cristianismo e das igrejas.

Na filosofia Moderna, associaram-se valores como Antropocentrismo,


Racionalismo e Individualismo enquanto a atual filosofia Contemporânea ampliou e
fez com que surgisse um novo objeto de estudo, o homem. Cada época abrange uma
corrente de pensamento e seus conceitos e pensadores, o existencialismo!