Você está na página 1de 4

Lipídios

Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)

 Eicosanóides

 São hormônios parácrinos

 Funções: envolvidos na reprodução, na inflamação, febre,


participação no controle da PA; contração do músculo liso; dor
associada à injúria tecidual ou doença; secreção ácida gástrica e em
uma variedade de outros processos na saúde humana ou doença
Eicosanóides e outros derivados
lipídicos  Todos os eicosanóides são derivados do ácido araquidônico

 Classes de eicosanóides: prostaglandinas, tromboxanos e


leucotrienos

1 2
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

 Prostaglandinas

 O nome deriva da glândula próstata, de onde foram isoladas

 PGE e PGF

 Atuam nos tecidos regulando a síntese de AMPc

 Podem estimular a contração do músculo liso durante a


menstruação ou trabalho de parto

 Podem elevar a temperatura do corpo e causar dor e inflamação

3 4
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

 Tromboxanos  Leucotrienos

 São produzidos pelas plaquetas  Encontrados primeiramente em leucócitos

 Possuem 3 duplas ligações conjugadas


 Atuam na formação de coágulos e redução do fluxo
sanguíneo  Propriedades importantes: contração de músculos lisos,
especialmente nos pulmões → ataques de asma
 Induzem a agregação plaquetária e contração do
músculo liso  Leucotrieno D4

 Tratamento: prednisona, montelucaste, zafirlucaste


 Membro da família mais estudado: tromboxano A2 (TxA2)

5 6
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

1
Lipídios Lipídios

Destinos do ácido araquidônico

Ácido araquidônico  Especificidade dos tecidos

Ciclooxigenase Lipoxigenase CitocromoP450  Rim e baço: PGE2 e PGF2α

 Vasos: PGI2 e PGF2α


HPETE
PGG2 Epóxidos
 Coração: PGE2, PGF2α e PGI2

Prostaglandinas Leucotrienos  Plaquetas: TXA2


Prostaciclinas
Tromboxanos
7 8
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

 Isoformas da COX

 COX-1: constitutiva da mucosa gástrica, plaquetas,


endotélio vascular e rim

 COX-2: indutível e produzida em resposta à


inflamação

 Fármacos inibidores

9 10
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

Principais funções dos eicosanóides

Prostaglandinas
 Cortisona e outros esteróides: antiinflamatórios • Controle da pressão arterial;
• Estimulação da contração da musculatura lisa;
• Indução da resposta inflamatória;
 Algumas prostaglandinas inibem a agregação de plaquetas. • Inibição da agregação plaquetária;
Elas podem prevenir a formação de coágulos que impedem
o suprimento sanguíneo para o coração e o cérebro, que Tromboxanos
são causas de acidentes vasculares e ataques cardíacos. • Estímulo da contração da musculatura lisa;
• Indução da agregação plaquetária;

 Estudos recentes: atividade antitumoral e antiviral


Leucotrienos
• Estímulo da contração da musculatura lisa;
• Indução da resposta alérgica;
• Indução da resposta inflamatória.
11 12
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

2
Lipídios Lipídios

Vitaminas A e D são precursores de hormônios

 Vitaminas lipossolúveis x vitaminas hidrossolúveis

 Vitaminas A, D, E, K: derivadas do isopreno

 Vitamina D3 (colecalciferol): formada na pele pela ação da


luz ultravioleta

 Deficiência de vitamina D causa o raquitismo

13 14
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios

Vitamina A

15 16
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

Vitamina E Vitamina K

17 18
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

3
Lipídios Lipídios

Varfarin Ubiquinona

19 20
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios Lipídios

Plastoquinona Dolichol

21 22
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida

Lipídios

Chega por hoje?


 Ácidos graxos ômega-3

 Inibem a formação de certas prostaglandinas e de tromboxano A2

 Aspirina: inibidor de síntese de prostaglandinas, menos potente que


os EPA. Inibe a síntese de PG responsáveis pela inflamação e
percepção dolorosa.

 A aspirina não deve ser usada por pessoas que tomam


anticoagulantes orais ou por pessoas com tendência a
sangramentos.

COOH
H3C

EPA, Ácido eicosapentenóico


23
Então... Até a próxima aula! 24
Prof. Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida