Você está na página 1de 3

Curso Regras Gerais de Operação (RBHA 91) e Instrumentos Básicos de Voo

AULA 5: TRANSPONDER E TRANSMISSOR AUTOMÁTICO DE


ALTITUDE. EQUIPAMENTOS E UTILIZAÇÃO

A final desta aula, você será capaz de:

 Reconhecer os equipamentos Transponder e Transmissor automático de Altitude e sua


importância no regramento estabelecido no RBHA 91.

 Entender o funcionamento do equipamento Transponder quando operando nos


diferentes modos de comunicação com o Controle de Tráfego Aéreo (ATC).

1. Transponder e transmissor automático de altitude

Você sabe o que é um Transponder?

É um Transmissor-receptor de radar secundário de bordo que, automaticamente, recebe sinais


de rádio dos interrogadores de solo e que, seletivamente, responde, com um pulso ou grupo de
pulsos, somente àquelas interrogações realizadas no MODO e CÓDIGO para os quais estiver
ajustado.1

Instalados em aeronaves, esses dispositivos respondem a sinais interrogadores emitidos pelo


transmissor de um radar secundário, enviando em resposta sinais que podem conter
informações codificadas, como por exemplo identificação e altitude da aeronave; são essenciais
para o controle efetivo do tráfego aéreo, além de possibilitar a distinção de uma aeronave
inimiga de uma aliada em seu emprego militar ou em um a situação de conflito de tráfego. A
utilização deste tipo de dispositivo contorna algumas limitações de radares convencionais como
baixa refletividade e falta de posicionamento vertical.

1
http://www2.anac.gov.br/anacpedia/por_por/tr2380.htm

1
Curso Regras Gerais de Operação (RBHA 91) e Instrumentos Básicos de Voo

Modo A
Quando o transponder recebe uma solicitação de interrogação, ele transmite o código do
transponder configurado (ou "código da identificação"). Isso é referido como "Modo 3A" ou mais
comumente, Modo A. Um tipo separado de resposta chamado "Ident" pode ser iniciado a partir
do avião pressionando um botão no painel de controle do transponder.

Modo A com Modo C


Uma resposta do código do transponder do modo A pode ser aumentada por uma resposta de
altitude de pressão, que é então referida como operação no Modo C. A altitude de pressão é
obtida a partir de um codificador de altitude ou transmissor automático de altitude, seja uma
unidade independente autônoma montada na aeronave ou parte integrante do transponder. A
informação de altitude é passada para o transponder usando uma forma modificada do código
“Gray” chamado “Gillham Code”.

As respostas de modo A e C são usadas para ajudar os controladores de tráfego aéreo a


identificar a posição e a altitude de uma aeronave em particular em uma tela de radar, para
manter a separação vertical entre elas.

Nos anos 90 surgiram transponders capazes de codificar informações de forma digital (“modo”
S), possibilitando assim a troca de informações de posição e movimento diretamente entre
aeronaves. Tais modelos são parte fundamental dos sofisticados sistemas de anticolisão ou
TCAS, que desde os anos 90 passaram a ser obrigatórios nas aeronaves de transporte aéreo
comercial, jatos e aeronaves com mais de 5700Kg ou 19 assentos.2

Abaixo vamos conhecer alguns Modelos de Transponder utilizados em aviação

Painel de um Transponder Avidyne, que pode operar no modo S

2
https://pt.wikipedia.org/wiki/Transponder

2
Curso Regras Gerais de Operação (RBHA 91) e Instrumentos Básicos de Voo

Painel de um Transponder modelo ARC RT-359A, compatível com o modo C. Neste caso, quando
operando no modo C o transmissor automático de altitude recebe o sinal do altímetro da
aeronave e após decodifica-lo envia a informação para o transponder.

A seção 91.215 do RBHA91 estabelece a aplicabilidade, os tipos, regras de operação e as


situações onde um transponder não é requerido ou pode estar inoperante, sendo que,
sucintamente, temos:
 91.215(a): Estabelece requisitos de desempenho e ambientais dos equipamentos
Transponders, para operações não conduzidas segundo os RBAC 121 ou 135 desta
seção.
 91.215(b): Estabelece a obrigatoriedade de uso de Transponder e sua aplicabilidade com
relação a certas classes de espaços aéreos controlados.
 91.215(c): Estabelece a obrigatoriedade de resposta no código apropriado ao órgão ATC
(Controle de tráfego aéreo) com um transponder ligado.
 91.215(d): Estabelece as situações de desvios onde o uso de um Transponder.
 91.215(e): Estabelece as situações de operações onde o uso de um Transponder não é
obrigatório.

Na próxima aula, vamos estudar sobre Dispositivo ou Sistema de Alerta de Altitude. Aviões
civis a reação.