Você está na página 1de 2

fls.

49

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO


COMARCA DE PARIQUERA-AÇU
FORO DE PARIQUERA-AÇU
VARA ÚNICA
Av. Dr. Fernando Costa, 215, ., Centro - CEP 11930-000, Fone: (13) 3856-
1853, Pariquera-Acu-SP - E-mail: pariquera@tjsp.jus.br
Horário de Atendimento ao Público: das 12h30min às19h00min

Para conferir o original, acesse o site https://esaj.tjsp.jus.br/pastadigital/pg/abrirConferenciaDocumento.do, informe o processo 1000325-49.2020.8.26.0424 e código 5401850.
DECISÃO

Processo Digital nº: 1000325-49.2020.8.26.0424


Classe - Assunto Procedimento Comum Cível - Não padronizado
Requerente: Jullis Tiago Pereira
Requerido: Fazenda Pública do Estado de São Paulo e outro

Juiz de Direito: Dr. ANDRE GOMES DO NASCIMENTO

Este documento é cópia do original, assinado digitalmente por ANDRE GOMES DO NASCIMENTO, liberado nos autos em 10/06/2020 às 14:56 .
Vistos.
Como se sabe, à luz do Novo Código de Processo Civil, a tutela de urgência será
concedida quando houver elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo de dano
ou risco ao resultado útil do processo (art. 300, NCPC).

No presente caso, os documentos juntados na inicial demonstram a probabilidade


do direito, bem como o perigo de dano, especialmente pelo fato de o requerente apresentar quadro
de Neoplasia de Cabeça de Pâncreas (CID K 86).

Conforme relatório médico juntado às págs. 25 e 27, o requerente, devido a


localização do tumor, não consegue se alimentar por via oral, razão pela qual necessita de uma
“dieta hipercalórica e normoproteica para hepatopata com adição de aminoácidos de cadeia
ramificada 300 ml (6 vezes ao dia), por tempo indeterminado”.

A urgência do caso é notória, haja vista a gravidade da doença que padece o autor
e a necessidade de dieta específica para se alimentar e continuar sobrevivendo.

É certo, nesse sentido, que o artigo 196 da Constituição da República estabelece


que: “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e
econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e
igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

As normas infraconstitucionais, relativas aos serviços de saúde (especialmente a


Lei nº 8.080/90) e mais especificamente relativas a medicamentos (Portaria nº 3.916/98 do
Ministério da Saúde), dispõem a respeito do fornecimento de medicamentos como um direito
subjetivo, estabelecendo, inclusive, o fornecimento pelo Poder Público, respondendo todos os
integrantes da Federação (União, Estado e Município), vinculados que estão ao cumprimento da
norma constitucional, ajustando-se entre eles a repartição dos recursos e obrigações.

Saliento que não há de se cogitar eventual violação ao princípio da tripartição e


independência de poderes, pois o que se pretende é fazer cumprir a lei, atribuição esta exclusiva do
Poder Judiciário. Ademais, como existe lei ordenando o fornecimento do medicamento, o Poder
Judiciário apenas determina que seja cumprida a lei.

Nesses termos, está evidenciado que ao paciente foi receitado a dieta acima
fls. 50

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO


COMARCA DE PARIQUERA-AÇU
FORO DE PARIQUERA-AÇU
VARA ÚNICA
Av. Dr. Fernando Costa, 215, ., Centro - CEP 11930-000, Fone: (13) 3856-
1853, Pariquera-Acu-SP - E-mail: pariquera@tjsp.jus.br
Horário de Atendimento ao Público: das 12h30min às19h00min

Para conferir o original, acesse o site https://esaj.tjsp.jus.br/pastadigital/pg/abrirConferenciaDocumento.do, informe o processo 1000325-49.2020.8.26.0424 e código 5401850.
mencionada, porém não há indicação da marca do produto a ser fornecido, como requereu o autor
na petição inicial, cujo pedido constou produto Fresubin. Por conseguinte, não cabe ao autor
escolher a marca do produto, de modo que o direito a ser garantido refere-se ao fornecimento da
dieta recomendada pelo médico e pela nutricionista.

Em que pese a solidariedade de prestação de serviço de saúde pelos entes


federativos, por se tratar de insumo de alto valor, o encargo deve recair sobre a Fazenda Pública
Estadual, pois é o ente federativo com maior capacidade financeira. Outrossim, o autor vem

Este documento é cópia do original, assinado digitalmente por ANDRE GOMES DO NASCIMENTO, liberado nos autos em 10/06/2020 às 14:56 .
realizando tratamento da doença por meio do sistema público de saúde do Governo Estadual.

Desse modo, DEFIRO PARCIALMENTE A TUTELA DE URGÊNCIA de


natureza antecipada para determinar que a Fazenda Pública Estadual disponibilize a dieta prescrita
ao autor (dieta hipercalórica e normoproteica para hepatopata com adição de aminoácidos de
cadeia ramificada 300 ml (6 vezes ao dia), por tempo indeterminado), pelo tempo que necessitar,
até ulterior deliberação deste Juízo, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, a partir de sua
notificação, sob pena da fixação de medidas coercitivas em seu desfavor.

Intime-se a Fazenda Estadual com URGÊNCIA.


Servirá uma cópia da presente decisão, devidamente assinada, como MANDADO.
Citem-se o Estado e o Município para contestarem o feito no prazo legal.

Pariquera-Acu, 10 de junho de 2020.

DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE NOS TERMOS DA LEI 11.419/2006,


CONFORME IMPRESSÃO À MARGEM DIREITA