P. 1
Mecanismos de ação de Antibióticos

Mecanismos de ação de Antibióticos

|Views: 97|Likes:
Publicado pormsantoslopes

More info:

Categories:Types, Research
Published by: msantoslopes on Aug 30, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/26/2012

pdf

text

original

Mecanismos de ação de Antibióticos

Os antibióticos
Enorme importância não apenas na área de saúde, como também na economia Estados Unidos, cerca de 100.000 toneladas são produzidas anualmente. São conhecida 8000 subst./ano com atividade antimicrobiana (pouquíssimas são efetivamente aproveitadas e utilizadas como agentes antimicrobianos) Muitas não atendem aos requisitos mínimos para seu emprego terapêutico.

Bacterianas resistentes

principal desafio dos pesquisadores

previne a multiplicação de Staphylococcus sp. . transformado em Sulfanilamida: ação contra Streptococcus • Fleming: Penicillium sp.Histórico dos antibióticos • 1935: Protosil.

Ação dos β-lactâmicos .

*Atualmente os antibióticos comercializados enquadram-se nas categorias de pequeno e amplo espectro de ação. Esta é expressa em termos do índice terapêutico onde: B A Dose tóxica: concentração a partir da qual é tóxica Dose terapêutica: concentração p/ tratamento *Drogas que atuem sobre funções microbianas inexistentes em eucariotos geralmente tem maior toxicidade seletiva e índice terapêutico (Penicilina). .Características dos antibióticos • Toxicidade Seletiva: Capacidade de atuar seletivamente sobre o microrganismo. sem provocar danos ao hospedeiro. • Espectro de ação: Refere-se à diversidade de organismos afetados pelo agente.

Cloranfenicol. Semi-sintéticos . modificados pela adição de grupamentos químicos. Química .Características dos antibióticos Quanto à síntese: Microbiana. tornando-os menos suscetíveis à inativação pelos microrganismos (ampicilina. Trimetoprim.Sulfonamidas. Eficiência da droga • Atingir concentrações efetivas nos tecidos e entrar em contato com o microrganismo. meticilina). .Geralmente por uma ou poucas bactérias e vários tipos de fungos filamentosos. carbencilina.São antibióticos naturais. Isoniazida além de outros antivirais e antiprotozoários. • Não alterar os mecanismos naturais de defesa do hospedeiro. química ou semi-sintética Microbiana .

Brock Biology of Microorganisms. 2003) .Ação dos antibióticos (Adaptado de Madigan et al..

Ação dos antibióticos Mecanismos de ação Inibição da síntese da parede celular Antibiótico Penicilinas Ampicilinas Cefalosporinas Bacitracina Vancomicina Polimixinas Ionóforos Novobiocinas Quinolonas Rifanpicinas Estreptomicina Gentamicina Tetraciclinas Clorafenicol Sulfas e derivados Ligação à membrana citoplasmática Inibição da síntese de ácidos nucléicos Inibição da tradução Antagonismo metabólico .

Β-lactâmicos (Adaptado de Atlas.M.. R. Principles of Microbiology. 1997) .

1997) . Principles of Microbiology.M. R.Ionóforo (Adaptado de Atlas..

. 1997) . R.Interferência na síntese protéica (Adaptado de Atlas. Principles of Microbiology.M.

Principles of Microbiology.Interferência na tradução (Adaptado de Atlas. R..M. 1997) .

Principles of Microbiology. 1997) . R.Antagonismo metabólico Similaridade estrutural entre a sulfanilamida e o PABA (importante precursor da síntese de purinas) (Adaptado de Atlas..M.

Fonte: Michael. . et al. 2008. J.

.Fonte: Michael. 2008. J. et al.

Ausência da estrutura. ou via metabólica alvo. ou por recombinação após transferência de genes (Através de plasmídeos R).Resistência microbiana Natural Adquirida Através de mutações espontâneas e seleção. OU .

no caso de drogas que atuam no metabolismo. ou por apresentarem alterações em proteínas de ligação à penicilina. . Modificação de enzima ou estrutura alvo: Por exemplo. Por exemplo. Bombeamento para o meio: No caso da resistência às tetraciclinas. Inativação: Muitas drogas são inativadas por enzimas codificadas pelos microrganismos. a penicilinase (β-lactamase) é uma enzima que cliva o anel β-lactâmico inativando a droga. alterações na molécula do rRNA 23S (no caso de resistência à eritromicina e cloranfenicol). em bactérias entéricas. alteração da enzima. ou uso de vias metabólicas alternativas.Mecanismos de resistência Impermeabilidade à droga: Muitas bactérias Gram negativas são resistentes à penicilina G por serem impermeáveis à droga.

.

.

.

. isoladas de indivíduos normais. Brock Biology of Microorganisms. 2003) . (Adaptado de Madigan et al.*Proporção de bactérias fecais resistentes.

.*Aumento na proporção de linhagens de N. Brock Biology of Microorganisms. (Adaptado de Madigan et al. gonorrhoaea resistentes à penicilina. 2003) .

Intermediário – Significa que o microrganismo pode ser inibido por concentrações maiores de certas drogas se doses maiores puderem ser administradas ou se a infecção ocorre em local onde o antimicrobiano é fisiologicamente mais concentrado. Resistente – Quando o microrganismo isolado não é inibido pela concentração do antimicrobiano obtida no local da infecção ou quando esta bactéria apresenta mecanismos específicos de resistência. .Testes de sensibilidade Interpretação e relato dos resultados dos testes de sensibilidade: Sensível – Significa que a infecção devida ao microrganismo estudado pode ser adequadamente tratada com a dosagem habitual do antimicrobiano testado e recomendado para este tipo de infecção.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->