P. 1
Qual a diferença entre intoxicação e infecção alimentar

Qual a diferença entre intoxicação e infecção alimentar

|Views: 1.263|Likes:
Publicado porOrlando de Pina

More info:

Published by: Orlando de Pina on Apr 13, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/16/2013

pdf

text

original

) Qual a diferença entre intoxicação e infecção alimentar?

Na intoxicação, a contaminação ocorre após a ingestão de alimentos que já contêm toxinas produzidas por microorganismos, os quais podem atacar a parede intestinal. Já na infecção, os microorganismos patogênicos são ingeridos com os alimentos contaminados, e passam a produzir toxinas após entrar no organismo da pessoa afetada. Os sintomas de intoxicação aparecem rapidamente (algumas horas após a refeição). Quanto às infecções, o período de incubação é mais longo (alguns dias), uma vez que os germes necessitam de tempo para se multiplicar no aparelho digestivo. No entanto, é importante observar que a pessoa afetada tanto por intoxicação como por infecção pode contaminar outras através de suas fezes.

DIFERENÇA ENTRE INTOXICAÇÃO E INFECÇÃO ALIMENTAR
Na intoxicação, a contaminação ocorre após a ingestão de alimentos que já contêm toxinas produzidas por microorganismos, os quais podem atacar a parede intestinal. Já na infecção, os microorganismos patogênicos são ingeridos com os alimentos contaminados, e passam a produzir toxinas após entrar no organismo da pessoa afetada. Os sintomas de intoxicação aparecem rapidamente (algumas horas após a refeição). Quanto às infecções, o período de incubação é mais longo (alguns dias), uma vez que os germes necessitam de tempo para se multiplicar no aparelho digestivo. No entanto, é importante observar que a pessoa afetada tanto por intoxicação como por infecção pode contaminar outras através de suas fezes.

´

Diferença entre intoxicação e infecção alimentar
10/02/2007

Na intoxicação, a contaminação ocorre após a ingestão de alimentos que já contêm toxinas produzidas por microorganismos, os quais podem atacar a parede intestinal. Já na infecção, os microorganismos patogênicos são ingeridos com os alimentos contaminados, e passam a produzir toxinas após entrar no organismo da pessoa afetada. Os sintomas de intoxicação aparecem rapidamente (algumas horas após a refeição). Quanto às infecções, o período de incubação é mais longo (alguns dias), uma vez que os germes necessitam de tempo para se multiplicar no aparelho digestivo. No entanto, é importante observar que a pessoa afetada tanto por intoxicação como por infecção pode contaminar outras através de suas fezes.

http://www.segurancaalimentar.ufrgs.br/consumidor_perguntas3.htm

IMPORTANTE y Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. y As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.

. como bactérias e fungos. Diferentemente. pesticidas usados inadequadamente e produtos químicos utilizados em limpezas. substâncias usadas no tratamento de animais. parasiticus). hepatite viral tipo A (causada pelo vírus da Hepatite A). toxoplasmose (causada pelo protozoário Toxoplasma gondii). os sintomas mais comuns são vômitos e diarreias. Exemplos de doenças causadas por intoxicações alimentares: botulismo (causada pela toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum). denominada toxinfecção causada por alimentos. as intoxicações alimentares ocorrem quando o indivíduo ingere alimentos que já possuem substâncias tóxicas produzidas por micro-organismos. com a presença ou não de dores abdominais. Exemplo de toxinfecção alimentar: cólera (doença causada pela enterotoxina produzida pela bactéria Vibrio cholerae). febre ou outros sintomas.Qual a diferença entre infecção e intoxicação alimentar? Infecções transmitidas por alimentos são doenças que resultam na ingestão de alimentos contaminados com micro-organismos patogênicos. como metais e poluentes ambientais. dor de cabeça. intoxicação estafilocócica (causada pela toxina produzida pela bactéria Staphylococcus aureus). Os sintomas dessas doenças podem variar de acordo com o micro-organismo ou toxina presente no alimento e com a quantidade ingerida. Existe também outra classe de doença transmitida por alimentos. As intoxicações alimentares também podem ocorrer pela presença de outras substâncias químicas nos alimentos. aflatoxicose (causada pela toxina produzida por certas cepas dos fungos Aspergillus flavus e A. Exemplos de infecções transmitidas por alimentos: salmonelose (causada pela bactéria Salmonella enteritidis). São doenças causadas pela ingestão de alimentos contendo micro-organismos patogênicos e que ainda liberam substâncias tóxicas no organismo. De um modo geral.

bolos. vômito. saladas e maionese são alimentos muito manipulados após o cozimento. e existe também em feridas infectadas.3) inibe o crescimento do C. produtos de carne bovina. podendo invadir a parede intestinal e disseminar-se para outros órgãos. Dor muscular e prostração podem ser observados em vários casos. cremes. dor abdominal e diarréia. O período de incubação é de duas a seis horas. Quando a bactéria anaeróbica Clostridium botulinum encontra condições favoráveis de crescimento no alimento. quando necessário. Isso aconteceu na Bélgica. É bom lembrar que tortas. Os sintomas típicos são náusea. aves. caracterizando uma infecção. O crescimento se dá na forma vegetativa (não esporulada). O leite de vaca mastítico é outra fonte importante de S. como no caso do leite mastítico. ela produz uma poderosa toxina (veneno) que. . dor de cabeça. que é extremamente resistente. sendo importante reidratar o paciente. mesmo em quantidade pequena. mas o seu envolvimento na transmissão de doenças é bem mais amplo do que se imagina. pois em cerca de 40% de pessoas sadias essa bactéria é encontrada colonizando as mucosas da nasofaringe. queijos. Intoxicação por neurotoxina botulínica A palavra botulinum vem do latim. pudins. As doenças de origem alimentar podem ser reunidas em dois grupos: as infecções e as intoxicações: Toxi-infecções de origem alimenta r São doenças causadas pela ingestão de alimento contaminado por microrganismos patogênicos que se multiplicam. mas são sensíveis ao nitrito. pode ter efeito letal.Segurança Alimentar: Doenças Veiculadas por alimentos Infecção x Intoxicação: Você sabe a Diferença ? O papel dos alimentos na saúde humana é bem conhecido. botulus. em 1896. Intoxicação por enterotoxina estafilocócica É a doença de origem alimentar mais comum e resulta da ingestão de alimentos contaminados com a toxina produzida por Staphylococcus aureus. Os esporos dessa bactéria sobrevivem ao cozimento. O pH muito ácido (abaixo de 4. podendo subsistir a uma ebulição de até 4 horas. que significa salsicha. A doença chama-se botulismo porque os primeiros casos ocorreram com pessoas que haviam se alimentado de salsichas (botulus) contaminadas. Os manipuladores de alimentos são as fontes de contaminação mais freqüentes. pois ataca o sistema nervoso com uma ação parecida com a estriquinina e com o veneno da cascavel. A origem da intoxicação pode ser também a ausência de uma higienização adequada dos equipamentos e utensílios. à defumação e à salga. Ou pode haver uma intoxicação provocada por ingestão de alimentos contendo toxinas microbianas pré formadas. salgadinhos. aureus. O uso de matérias-primas contaminadas é também uma via de contaminação. A bactéria é geralmente transmitida pelas mãos. Não existe tratamento específico. botulinum. Trata-se de uma neurotoxina.

Se. o prognóstico pode ser melhorado com aplicação de anti soros específicos. Já nos casos de febre tifóide. Não existe tratamento específico. É comum no solo e em terrenos encharcados. A maior causa de surtos de botulismo tem sido a ingestão de alimentos conservados ou semi conservados em latas. vidros ou produtos curados. o sistema nervoso central começa a ser afetado e ocorrem distúrbios de visão. calafrios e prostração. Outras doenças de origem microbiana Os sintomas clássicos das doenças de origem microbiana transmitidas por alimentos são sinais próprios de distúrbios gastrointestinais agudos. produtos de ovos e as carnes e derivados. devido a paralisias nos músculos da garganta. A mortalidade é baixa e atinge principalmente crianças e pessoas idosas ou debilitadas. com média de 12h para o aparecimento dos sintomas. a recuperação é lenta. A intoxicação atinge seu ponto máximo entre quatro horas e oito dias. O período de incubação é de seis a 24 horas. Os produtos que contém carne bovina ou de aves. que são mais graves e conhecidas como febres tifo. Os primeiro sinais são cansaço. patógenos enterais podem também causar doenças extraintestinais agudas. dores de cabeça e vertigens. . queijos. como diarréia ou vômito. e as febres entéricas. Na gastroenterite. cogumelos e palmitos enlatados. O tratamento é feito com hidratação e emprego de antibióticos. O período de incubação pode durar de sete a 14 dias. e o tratamento é feito à base de hidratação e uso de antibióticos. Pode ser fatal. Toxinfecção por Clostridium perfringens O Clostridium perfringens é uma bactéria largamente encontrada na natureza. fadiga. e a morte ocorre geralmente pela paralisia dos músculos respiratórios. são os principais alimentos em que há proliferação dessa bactéria. como doenças respiratórias e renais. sendo sintomas típicos a febre alta. associados a dores abdominais e desconforto. as dores abdominais e grande quantidade de gases. verificamos que o leite. após oito dias. quando a toxina ainda está presente no sangue circulante. peixes. os principais alimentos propícios ao crescimento da bactéria Salmonella são os produtos de confeitaria. a 72h. ou ambos os sintomas. no prazo de algumas horas após a ingestão dos alimentos contaminados. As gastroenterites. Outros surtos descritos apontam a preservação artesanal imperfeita e alimentos não ácidos. A diarréia pode aparecer inicialmente. e ainda em vegetais. Para que o tratamento seja eficaz. mas depois o paciente permanece com constipação. cujos sintomas podem ocorrer simultaneamente ou independentemente dos sintomas intestinais clássicos. a fala torna-se difícil. Além disso. O período de incubação da doença é de 12 a 16h. Em seguida. Entretanto. dos quais o oxigênio tenha sido removido. o paciente ainda sobreviver. maionese. além da água contaminada por esgoto são as causas desse tipo de infecção. que duram pouco tempo e são a diarréia. geralmente com molhos mantidos em temperatura ambiente. Os sintomas típicos são dores abdominais. certos microrganismos patogênicos veiculados por alimentos podem contribuir para o aparecimento de doenças crônicas. o mais cedo possível. Infecções por Salmonella Algumas espécies de salmonella podem produzir dois tipos de doenças de origem alimentar. Produz uma toxina no intestino quando são ingeridos alimentos contaminados pela bactéria em sua forma vegetativa. dor de cabeça e constipação intestinal.O período de incubação da doença provocada varia de 24h ou menos. ou os alimentos contaminados com dejetos de portadores humanos de febre tifóide. constituindo infecções generalizadas. caracterizadas por infecção no intestino.

no solo. E. São encontrados na água. Bacillus cereus e Listeria monocytogenes. Fone: (31) 3489 -2349 Microrganismos Os microrganismos são os menores seres vivos da natureza e só podem ser vistos com o auxílio de microscópio.Segurança Alimentar . a célula vai aumentando gradativamente de tamanho até assumir o dobro do seu volume anterior. quando as duas partes se separam. Esse tempo é conhecido como tempo de geração. os vírus e os fungos. Algumas bactérias têm a capacidade de formar uma estrutura denominada esporo. Aeromonas. Editorial: Regina Lúcia Tinôco Lopes. Além de bolores formadores de toxinas. iguais. nos animais e dividem-se em três grandes grupos: as bactérias. nos vegetais. A multiplicação das bactérias comuns em alimentos ocorre por divisão direta da célula em duas células filhas.Edição n. Yersínia enterocolítica. desinfetantes. Campylobacter spp. outras bactérias veiculadas por alimentos podem provocar doenças: Shigella. Fonte: Informativo da REDAT Alimentos . Plesxiomonas shigelloides. resultante do aumento da população de células dos microrganismos. As bactérias dividem-se a cada 20 minutos.Outros microrganismos também são importantes patógenos. no corpo humano. desde que as condições sejam ideais.Rede de Apoio Tecnológico às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais . coli (patogênicas). etc. O crescimento microbiano é. 2 Coord. Ao grupo dos fungos pertencem os bolores e as leveduras. vírus e protozoários. em média. Vibrio cholerae. que normalmente é mais curto nas bactérias do que nos fungos. portanto. Vibrio parahaemolyticus. sendo muito resistentes a agentes físicos e químicos como calor. Cada divisão constitui uma geração. . frio. Durante o processo de divisão.

e isso me fez pensar: ³O que a propaganda diz sobre isso?´ Não tem nenhuma propaganda dizendo ³fique gordo´. imagem. isso não é blog de dieta! Tá surtado para escrever isso?´. encontrei uma campanha criada por Brandon Knowlden: Obesity is Suicide. ³Meu. recebemos simultaneamente mensagens publicitárias que nos encorajam a ir para a academia e comer um hamburguer com fritas e Coca-cola. Recebeu muitos apoios e críticas. conforto e excesso de consumo. Veja as imagens: . mas quem resiste ao pacotão de pipoca exposto na entrada do cinema? Quem não deseja um ³Lanche Feliz´? Quem não ³Abre a felicidade´? Yes. mas fui provocado: a amiga Priscila Von Müllen iniciou o #projetopalitoseco2010 com o objetivo de« emagrecer. Não.Em nosso mundo de aparências. we got obesity to sell for you! De outro lado.

E minha preferida: .

de ³utilidade pública´. Resultado: um nó na cabeça das mulheres. ginástica extrema. segundo ele. alimentação extrema« por estar extremamente felizes. extremamente tristes ou extremamente mais-ou-menos.Impactante. os homens também: é ou não extremo jogar videogame mais de 4 horas seguidas? Que o diga essa japa. comida. Ainda vendem simultaneamente ³comida. E. mas e daí? E daí que magreza extrema como vendem por aí é estranho: a mulher parece doente. mas« é de uma clínica que vende cirurgia bariátrica (conhecida como redução do estômago). comida´. por incrível que pareça. criativa e. Até poderia ser se fosse para o Ministério da Saúde. Aí. . Tá. Estranho que só gente magra e feliz aparece em propaganda e promoções de sorvete e salgadinho.apelou. que são habitualmente seres de« extremos: dietas extremas.

Eu já chorei ouvindo isso. Beijos e adorei o post. ser gordinha ão defendo a anorexia.. 12. acho ue dá pra ser gordinho e feliz. timo criticar um gordo quando este quer emagrecer. aminho do meio. mudar radicalmente minha alimentação. veja este vídeo do an Gil ert enviado or Priscilla ezende e repense os seus conceitos: E aí. Confesso. uerendo ou não. fazer academia. principalmente para uma moça diabética e que lida com um blog de beleza como eu. quando vc tem 1. Está no seu peso certo. era assim. rakinas e oca-Cola e me tornei a balofinha. gordo e demais adjetivos pejorativos. nem o padrão de beleza as. que querendo ou não. cansei de ser "a gordinha de rosa". omo eu já disse para uma das meninas que me criticaram.80m e pesa 70kg. uma Barbie Girl de Porto Alegre disse. omo di em os distas. aprendi que ser magro e saudável fundamental. esguio(a) e com certeza nunca deve ter sido taxado(a) de balofo(a). esquel tico. ue fi ue. a bulimia. ou "está ali atrás daquela gordinha baixinha". o meu caso. emagreça. um pouco de vaidade excessiva e tbm pra 'mostrar' q eu consigo emagrecer e ser mais bonita e bem aceita pelos demais. Eu disse E A pq eu   © ¡   ¢   ©   ¥ ¡¦ § ¨ ¦  ¨ ¥     ¢  ¤ ¥    ¤   §        ©  £¢  ¤ ¡           .10 esculpa o comment longo=)  Oi elipe. S que eu não vou mais ser só isso. o ue você pensa? 5 C O ME N T Á R I OS: O N " OB ESI D AD E É SU I CÍ D I O: P R O P AG A N D A OU A P EL A Çà O ? " Pri. já me impediu de muita coisa. E ara uem duvida ue seja ossível ser gordinho e feli .2. Eu resolvi emagrecer.Onde ero egar: nada de extremos. Eu comi muito ac onald's. E criei o projetopalitoseco2010 por isso. uem uer ficar do jeito ue est e est feli .. E ada m na sua: uem uer emagrecer.

Mas é com essas mensagens ambiguas que eles ganham dinheiro. Pri... 1 0 Agne disse. se você não quer ser.... Ainda mais quando acham que não têm escolha. se snetindo mal consigo.. muito legal. No post acima me posicionei: caminho do meio. vim aqui pra ver sua opinião. Oi Natasha! Li seu artigo.O) 1 2. 2. transformações extremas e desnecessárias. pareceu no final que você ainda tem uma dúvida e não defende nenhum partido. fazendo as mulheres se sentirem longe do padrão. conforme mostrou o Dan. Mas. Sem extremos. 2. sem extremos. elas procuram mais cirurgias bariátricas.. eu fiz um post semana passada no meu blog.. Eu não conhecia essa camapanha. lipoaspiração. Ninguém tem o direito de sair atirando pedras e julgando as pessoas. Acredito que saúde vem em primeiro lugar.. apesar de apelativa mesmo.. o problema é seu. Comento lá depois. Obrigado pelo depoimento. a Priscila postou no blog dela um link pro seu.. 1 0 Agne disse. produtos para rejuvenescimento e tudo mais. Olá. as pessoas podem ser felizes de qualquer jeito... Nada de obesidade mórbida. botox. .Natasha De Rose disse... Seja saudável. por isso repito: caminho do meio... fazer campanhas de conscientização. vou falar aqui: Eu adoro nossa geração que pode usufruir da internet e dos blogs pra ter um espaço próprio para divulgar o que é certo.. nem anorexia.. plasticas.. Eu acho que a mídia não devia lançar mensagens tão ambíguas e incentivar a saúde.. mas não fiquei tão imparcial... e como eu sempre abordo esse tipo de assunto no meu blog e me interesso.. . Como falei nos comentários do blog da Pri. Beijinhos^^ 1 2.

pergunto: o que é certo? Prefiro expor minha opinião e deixar que cada um tire suas conclusões. Acho que não existe certo ou errado. antes de pensar em beleza tem de se ver se a pessoa é ou não saudavel e feliz. sofri preconceitos.. nem o belo e o feio.o) 1 2. 1 0 PO ST AR U M CO ME NT Á R IO Deixe aqui o seu InSurto: Criar um link Postagem mais recentePostagem mais antigaInício Assinar: Postar comentários (Atom) & % !# !# L I KS P ES P S $ ! ! "  E . 1 0 Mayara disse. filha de magros. cada um tem a beleza que lhe cabe e os admiradores que merecem. se é magro sofre por isso. 1 . mas nunca deixei de me alimentar. quando se é gordo. magrelos mesmo. ... Mas. Depois de 5 anos com o mesmo peso engordei 5kg. eu nunca escolhi ser magrela...Sobre divulgar o que é certo. 2. e sempre magra. E.. nasci assim. parabéns!! E sim. se for os dois. não quando se fala do magro e do gordo. Acredito demais na inteligência dos leitores/leitoras do InSurto para tentar conduzir alguém a pensar como eu. engraçado até. sofre por isso. mas já foram embora 2 desses kilos. Sempre fui magra. tem mais que se manter como gosta. Adorei o post. sempre sempre. mas besteira do que comida. 2. Sempre comi bem. é super difícil ver propagandas de sorvetes e lanches com cara de delícias e não pensar em atacar uma padoca ou uma lanchonete da vida.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->