Você está na página 1de 14

MUNGUZÁTEK

Por M. Henrrique

“TEK adaptada para agilizar, melhorar e facilitar


na produção de SPAWNS com substrato a base
de milho.”

12/2019
Introdução
A MUNGUZÁTEK tem como finalidade agilizar, melhorar e
facilitar a produção de SPAWNS com substrato a base de
milho. Sua produção é muito simples e requer menos de
2H para ficar pronta e gastando o minimo possível.

Materiais
- Milho Munguzá/Canjica (Foto N°1)
- Recipiente resistente a calor, pote PP5, pote azeitona ou
saco de cozinhar frago.
- Escorredor de macarrão
- Panela de pressão
- Solução de esporos ou SPAWN colonizado.

Opcionais (Passo 2)
- Pó de café
- Gesso
- Calcário calcítico
1° Passo
Primeiro temos que lavar nosso milho munguzá.
Despeje o saco sobre um escorredor de macarrão, colo-
que de baixo da torneira e mecha até que a água saia
limpa. (Foto N°2)

Milho
Munguzá
(Foto N°1)

Milho
Munguzá
(Foto N°1)

Lavagem milho
(Foto N°2)
2° Passo
Agora, despeje o milho lavado em uma panela de sua pre-
ferência. Acenda o fogo e cozinhe em fogo médio/baixo
por cerca de 5 a 10 min. (Foto N°3 e 6)

Enquanto cozinha, mecha com uma colher para que cozi-


nhe de forma uniforme. Para achar o ponto certo de cozi-
mento, pegue alguns grãos com a colher e enfie a unha.

O milho deve estar mole por fora e relativamente duro na


parte interna.

Durante o cozimento você pode usar alguns opcionais


para ajudar na colonização. (Foto N°4 e 5)

- Adicione 2 colheres rasas de pó de café para 500G de


milho. (Foto N°4)

- Adicione cerca de 2 a 5% de gesso. (Foto N°5)

O café ajuda a fixar nitrogênio no grão de milho e o gesso


ajuda a baixar o pH, ajuda a manter a umidade do grão e
também fornece enxofre e cálcio pro fungo.

Obs: O gesso pode ser susbtituido por Calcário calcítico.


Panela com milho
(Foto N°3)
Adição de Café
(Foto N°4)

Cozimento
(Foto N°6)
Adição de Gesso
(Foto N°5)
3° Passo
Agora que o milho está cozido, é necessário secá-lo bem.

Primeiro, despeje o milho da panela em um escorredor de


macarrão e leve pra debaixo da torneira pra mais uma la-
vagem. (Foto N°7)
Lave bem e deixe escorrer bem.

Depois de bem escorrido, você pode secar usando manu-


almente usando uma forma e um pano ou papel toalha.
Mas existe um jeito bem eficiente e rápido.

Espalhe o milho em uma forma/travessa e ponha em um


freezer frost free. O processo do frost free retira umidade
do grão.
Basta mexer de 5 em 5 min até que esteja bem seco.

Lavagem e secagem
(Foto N°7)
3° Passo
Durante o processo de secagem, você pode adicionar
mais um pouco dos opcionais. Já que foi feito uma lava-
gem e boa parte deles foram embora.
- 1 Colher de café de 2% de gesso.
(Foto N°8 e 9)

Adição de gesso Adição de café


(Foto N°8) (Foto N°9)
Aspecto final
Esse é o resultado final depois de seco e misturado com os
opcionais.

Aspecto final
(Foto N°10)
4° Passo
Finalmente você pode colocar o milho em um pote de sua
preferencia e levar para a esterilização na panela de
pressão por cerca de 50 min.
Você pode usar potes PP5, potes de azeitonas, sacos de
frango e etc.
Opte por usar potes reutilizáveis sempre que possível,
como os de vidro ou recicle potes de requeijão ou copos
descartáveis. O meio ambiente agradece.

Potes prontos para esterilização


(Foto N°11)
4° Passo
Lembre-se de acomodar bem os potes dentro da panela,
coloque algo para que eles fiquem suspensos e não
toquem na água. No meu caso, eu usei uma tampa plasti-
ca de uma panela de cozimento a vapor, mas você pode
por alguns pano de prato.

Esterilização
(Foto N°11)
5° Passo
Depois da esterelização e em temperatura ambiente,
basta fazer a inoculação.

Pode-se usar uma seringa de esporos ou a tecnica “Grain


to Grain”. Dessa vez foi usada a tecnica Grain to Grain.
(Foto N°12 e 13)

Grain to Grain
(Foto N°12)
Grain to Grain
(Foto N°13)
Redultado Final (8dias)
(Foto N°14)
Obrigado!!! :D

Caso se interesse mais, envie uma mensagem no WhatsApp.


(94) 9666-0328; (81) 7112-5272