Prevenção da Morte Materna e Infantil: Atualização para Auxiliares e Técnicos de Enfermagem da Maternidade

Síndromes Hemorrágicas

Síndromes Hemorrágicas

Enfermeira Márcia Carvalho

PRINCIPAIS SÍNDROMES HEMORRÁGICAS NA GRAVIDEZ .

SÍNDROMES HEMORRÁGICAS ‡ ‡ ‡ ‡ Primeira metade Abortamento Descolamento córiocórioamniótico Gestação ectópica Neoplasia trofoblástica gestacional Segunda metade ‡ Placenta prévia ‡ Descolamento Prematuro da Placenta .

entre 13 e 22 semanas a 12 .até a semana ±Tardio .ABORTAMENTO ‡ É a interrupção da gravidez antes da 22ª semana ou quando o concepto pesa menos de 500 g ±Precoce .

ABORTAMENTO ‡ Diagnóstico ± Clínico ‡ Atraso menstrual ‡ Perda sangüínea transvaginal ‡ Cólicas .

visualizar o colo constatando a origem intra-uterina do intrasangramento ou fragmentos placentários no canal cervical ou vagina ‡ Toque ± Avaliar permeabilidade do colo .ABORTAMENTO ‡ Diagnóstico Exame genital ‡ Exame especular .

ABORTAMENTO ‡ Diagnóstico ± Ultra-sonográfico: diagnóstico de certeza Ultra-sonográfico: ‡ aborto evitável (presença de saco embrionário íntegro e/ou concepto vivo) ‡ aborto incompleto (presença de restos ovulares) ‡ aborto retido (manutenção da gestação intraintra-útero 4 semanas após óbito do concepto ou interrupção da gestação) .

corpo uterino compatível com a idade gestacional .sangramento em pequena quantidade proveniente do canal cervical ± Toque .colo fechado.AMEAÇA DE ABORTO OU ABORTAMENTO EVITÁVEL ‡ Diagnóstico ± Sangramento transvaginal discreto ou moderado sem modificação cervical e sintomatologia discreta ou ausente ± Dor tipo cólica ou peso no hipogástrio ± Exame especular .

AMEAÇA DE ABORTO OU ABORTAMENTO EVITÁVEL ‡ Diagnóstico ± Ultra-sonografia Ultra‡ Saco gestacional bem implantado ‡ Concepto com vitalidade ‡ Eventualmente descolamento subcoriônico .

Descolamento cório-amniótico cório‡ Quadro clínico ± STV de pequena intensidade e diagnosticado por ultraultrasonografia ± Evolução geralmente boa ± Conduta conservadora ‡ Repouso ‡ Esclarecimento à gestante .

eventualmente . 8/8h ‡ Tocolíticos . VO.AMEAÇA DE ABORTO OU ABORTAMENTO EVITÁVEL ‡ Terapêutica ± Repouso no leito (de preferência domiciliar) ‡ Diminui a ansiedade ‡ Favorece o relaxamento ‡ Reduz os estímulos contráteis do útero ± Anti-espasmódicos Anti‡ Hioscina .1 comprimido.não são eficientes ‡ Tranqüilizantes e/ou sedativos .

ABORTAMENTO INEVITÁVEL OU INCOMPLETO ‡ Diagnóstico ± Sangramento transvaginal mais profuso com modificação cervical e intensa sintomatologia ± Forte dor tipo cólica. se abortamento inevitável ± Dor mais discreta se abortamento incompleto ± Exame especular ± sangramento proveniente do canal cervical ± Toque .colo aberto. corpo uterino incompatível com a idade gestacional .

ABORTAMENTO INEVITÁVEL OU INCOMPLETO CONDUTA Encaminhar hospital referência .

teste de gravidez (+). dor à palpação anexial e no fundo de saco de Douglas ‡ NA SUSPEITA DIAGNÓSTICA ENCAMINHAR PARA HOSPITAL DE REFERÊNCIA PARA ULTRAULTRASONOGRAFIA E DEFINIÇÃO DIAGNÓSTICA .Amolecimento do colo. presença ou não de aumento uterino.Gravidez Ectópica ‡ Nidação do ovo fora da cavidade uterina ‡ Quadro clínico ± Atraso menstrual. discreto sangramento transvaginal e cólicas ± Toque .

geralmente aumentada ± Êmese mais acentuada (hiperêmese) (hiperêmese) ± Pré-eclampsia precoce (antes da 20ª semana) Pré‡ NA SUSPEITA DIAGNÓSTICA ENCAMINHAR PARA HOSPITAL DE REFERÊNCIA PARA ULTRAULTRASONOGRAFIA E DEFINIÇÃO DIAGNÓSTICA . teste de gravidez (+).MOLA HIDATIFORME ‡ Quadro clínico ± Atraso menstrual. indolor e por vezes acompanhado da eliminação de vesículas ± Altura uterina incompatível com a idade gestacional. sangramento transvaginal intermitente.

vermelhovermelhovivo. podendo recobrir parcial ou completamente o orifício interno do colo ‡ Quadro clínico ± Sangramento transvaginal súbito. vivo. indolor. episódico.PLACENTA PRÉVIA ‡ Implantação anômala da placenta. recorrente e progressivo ± Volume e tônus uterino normais ± Freqüentemente apresentação fetal anômala ± Habitualmente batimentos cárdio-fetais cárdiopresentes .

PLACENTA PRÉVIA ‡ Exame especular ± Sangramento fluindo da cavidade uterina ± Diagnóstico de certeza .Ultra-sonografia Ultra- ± SUSPEITA CLÍNICA: EVITAR TOQUE ± ENCAMINHAR AO HOSPITAL DE REFERÊNCIA .

DESCOLAMENTO PREMATURO DA PLACENTA ‡ Definição .5 a 1% das gestações ‡ Patologias associadas ± Síndromes hipertensivas ± Uso de drogas ilícitas ‡ Cocaína ‡ Crack ± Trauma .Separação abrupta da placenta antes do nascimento do feto ‡ Incidência .0.

doloroso. sensível às manobras palpatórias ± BCF alterados ou ausentes ± Comprometimento variável das condições gerais maternas ‡ Desde palidez de pele e mucosas até o choque e distúrbios da coagulação sangüínea .DESCOLAMENTO PREMATURO DA PLACENTA ‡ Diagnóstico clínico ± Dor abdominal súbita com sangramento transvaginal vermelho-escuro em pequena vermelhoquantidade ± Útero hipertônico.

DESCOLAMENTO PREMATURO DA PLACENTA SUSPEITA DIAGNÓSTICA: ‡ PUNCIONAR VEIA CALIBROSA ‡ INFUSÃO DE CRISTALÓIDES ‡ ENCAMINHAR COMO EMERGÊNCIA PARA HOSPITAL DE REFERÊNCIA .

Urgências e Emergências Maternas. Ministério da Saúde. . Ministério da Saúde. Ministério da Saúde.Referências ‡ BRASIL. 2006. Secretaria de Políticas de Saúde. Manual Técnico: Pré Natal e Puerpério ± Atençaõ qualificada e Humanizada. Brasília/DF: Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. ‡ BRASIL. 2000.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful