Você está na página 1de 9

EE Dr.

MÁRIO TAVARES
NOME: Alice Antunes
Diretor: ALEXANDRE FERREIRA DE LUCENA
Vice-Diretora (EF): JACQUELINE NOGUEIRA
FUNÇÃO: PROFESSOR DE Arte
PCA: Adriana Candido de Paulo
PCG (EF): ROSENEY APARECIDA LOURENÇO

VIGÊNCIA: ANUAL ÚLTIMA REVISÃO: XX/04/2021


A Escola Estadual Dr. Mario Tavares, inaugurada em 10 de junho de 1966, localiza-se à Rua Guilherme Nicoletti, 247- Vila São Bendito na cidade de Pindamonhangaba
atende os seguimentos Fundamental e Médio, passando a integrar o PROGRAMA DE ENSINO INTEGRAL da Secretaria Estadual de Educação a partir do ano de 2021. O
Fluxo IDEB do Ensino Fundamental foi crescente nos últimos anos, atingindo 100% em 2019, mantendo assim seu indicador observado de 5,8 e superando a META
estabelecida que era de 5,6. O Fluxo do Ensino Médio observado em 2019 foi de 84%, valor próximo a registros anteriores, reduzindo seu IDEB observado de 4,95 para
4,2. No IDESP 2019, houve uma ligeira queda do Ensino Fundamental de 4,2 para 3,81 e fluxo de 100% e no Ensino Médio subiu para 2,74 com fluxo de 86%. Português e
Matemática são, atualmente, os componentes básicos na determinação dos padrões de desempenho esperados nos processos nacionais de avaliação, a partir da BNCC,
desta forma, serão objetos de acompanhamento mais intensivos e compõe as METAS IDEB 2021, EF – 5,8 e EM – 4,4.
1 - PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO
Atribuições específicas de PROFESSOR no Programa Ensino Integral – artigo 7º da Lei Complementar nº 1.164, de 4 de janeiro de 2012 alterada pela Lei Complementar n° 1.191, de 28 de
dezembro de 2012.
Artigo 7º - São atribuições específicas dos professores das Escolas Estaduais de Ensino Médio de Período Integral, além daquelas inerentes ao respectivo cargo ou função-atividade:
I - elaborar o seu programa de ação com os objetivos, metas e resultados de aprendizagem a serem atingidos;
II - organizar, planejar e executar sua tarefa institucional de forma colaborativa e cooperativa visando ao cumprimento do plano de ação das Escolas;
III - planejar, desenvolver e atuar na parte diversificada do currículo e nas atividades complementares;
IV - incentivar e apoiar as atividades de protagonismo juvenil, na forma da lei;
V - realizar, obrigatoriamente, a totalidade das atividades de trabalho pedagógico coletivas e individuais no recinto da respectiva escola;
VI - atuar em atividades de tutoria aos alunos;
VII - participar das orientações técnico-pedagógicas relativas à sua atuação na Escola e de cursos de formação continuada;
VIII - auxiliar, a critério do Diretor e conforme as diretrizes dos órgãos centrais, nas atividades de orientação técnico-pedagógicas desenvolvidas nas Escolas;
IX - elaborar Plano Bimestral e Guias de Aprendizagem, sob a orientação do Professor Coordenador de Área;
X - produzir material didático-pedagógico em sua área de atuação e na conformidade do modelo pedagógico próprio da Escola;
XI - substituir, na própria área de conhecimento, sempre que necessário, os professores da Escola em suas ausências e impedimentos legais.
Parágrafo único - As atividades de trabalho pedagógico de que trata o inciso V deste artigo, poderão ser utilizadas para ações formativas, conforme regulamentação específica.
2 - COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA DESEMPENHAR AS ATRIBUIÇÕES
Descrever os macro e micro indicadores correspondentes às
PREMISSAS COMPETÊNCIAS
competências a serem desenvolvidas por função.
Macro indicador - Respeito à Individualidade: respeita a individualidade,
ajudando a formar pessoas autônomas, solidárias e competentes. Busca
conhecer e trabalhar as dificuldades e potencialidades de aprendizagem
individuais. Respeita as escolhas pessoais.
Micro indicador • Acompanhar o projeto de vida dos meu tutorados
através de conversas individuais.
Macro indicador - Promoção do Protagonismo Juvenil: desperta o
interesse pelo estudo, mostrando que a escola pode oferecer meios
1. PROTAGONISMO: Promove o protagonismo (disciplinas, eletivas, laboratórios, tutores) para ajudar na concepção e
PROTAGONISMO juvenil, ajudando a formar pessoas autônomas, solidárias realização de seus projetos de vida. Ouça, apoie, oriente e acompanhe os
e competentes, sendo protagonista em sua própria alunos, contribuindo para a formação de indivíduos motivados e
atuação. preparados pessoal, acadêmica e profissionalmente.
Micro indicador • Possibilitar o apoio, o diálogo e atenção aos alunos em
sua formação pessoal, acadêmica e profissional utilizando os recursos
disponíveis, como WhatsApp
Macro indicador - Protagonismo Sênior: tem clareza do seu propósito de
atuação de forma ampla, servindo como exemplo (presença educativa).
Micro indicadores • Reflete sobre o seu propósito de atuação,
relacionando-o ao seu papel como professor.
• Atua como modelo a ser seguido pelos alunos e profissionais da escola.
FORMAÇÃO CONTINUADA 2. DOMÍNIO DO CONHECIMENTO E
CONTEXTUALIZAÇÃO: Domínio de sua á rea de
conhecimento, sendo capaz de comunicá-la e
contextualizá-la, relacionando-a com a realidade do
aluno, à prá tica, à s disciplinas da Base Nacional Comum,
à parte diversificada e aos Projetos de Vida.
Macro indicador - Formação contínua: disposiçã o e proatividade ao
desenvolvimento contínuo, investindo tempo em sua formaçã o e
aperfeiçoamento;
Micro indicadores • Participa frequentemente de cursos de formaçã o a
fim de aprimorar o exercício de sua funçã o (temas específicos à funçã o
3. DISPOSIÇÃO AO AUTODESENVOLVIMENTO ou ao Modelo Pedagó gico e de Gestã o do Programa Ensino Integral).
CONTÍNUO: Busca contínua da aprendizagem e do • Busca proativamente aprendizados adicionais para sua prá tica (Horas
desenvolvimento como pessoa e profissional, de Trabalho Pedagó gico Coletivo, leituras, palestras, feiras e outros
apresentando predisposiçã o para reavaliar suas meios).
prá ticas, tecnologias, ferramentas e formas de pensar.
Macro indicador - Disposição para mudança: está aberto para o novo
(ferramentas, tecnologias, conhecimentos e prá ticas) e apresenta
disposiçã o para mudar, tendo em vista o seu aprimoramento.
Micro indicadores • Consegue colocar em prá tica os aprendizados
adquiridos nas formaçõ es.
Macro indicador – Planejamento: realiza o planejamento de suas
açõ es a partir do diagnó stico, com definiçã o de metas coerentes com o
Plano de Açã o da escola (alinhamento vertical) e com os Programas de
Açã o dos demais profissionais (alinhamentos vertical e horizontal).
Micro indicadores • Elabora o planejamento de suas açõ es de forma a
4. COMPROMETIMENTO COM O PROCESSO E contribuir para o alcance das metas do Plano de Açã o da escola
RESULTADO: Demonstra determinaçã o para planejar, (identifica as necessidades de aprendizagem dos alunos e usa os
EXCELÊNCIA EM GESTÃO
executar e rever açõ es, de forma a atingir os resultados instrumentos necessá rios: Programa de Açã o, Guias de Aprendizagem
planejados. e Planos de Aula).
Macro indicador – Execução: realiza as açõ es de aprendizagem e de
gestã o planejadas.
Micro indicadores • Executa as ações planejadas no seu Programa de
Açã o.
5. RELACIONAMENTO E
CORRESPONSABILIDADE: Desenvolve relacionamentos
positivos com alunos, professores, funcioná rios, direçã o,
CORRESPONSABILIDADE
pais e responsá veis e atua de forma corresponsá vel,
tendo em vista o desenvolvimento dos alunos e
profissionais da escola.
REPLICABILIDADE 6. SOLUÇÃO E CRIATIVIDADE: Tem visã o crítica e
foca em solucionar os problemas que identifica, criando
caminhos alternativos sempre que necessá rio.
7. DIFUSÃO E MULTIPLICAÇÃO: Difunde e
compartilha boas prá ticas, considerando a pró pria
atividade como parte integrante de uma rede.

3 – Prioridades, Causas, Resultado Esperado e Descrição da Atividade na Função e Premissas.


IDEB da escola 2019: 5,8- Ensino Fundamental Meta do IDEB da Escola para 2021: 5,8
PRIORIDADES DA RESULTADO
CAUSAS DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE NA FUNÇÃO -
ESCOLA ESPERADO
AÇÃO 1: Promover formação, em ATPCA, sobre atividades
Melhoria dos resultados das contextualizadas envolvendo as habilidades estruturantes de
Faltou intensificar atividades
avaliações, internas e matemática
pedagógicas para a promoção
externas. AÇÃO 2: Ofertar duas aulas semanais de nivelamento, por turma,
da aprendizagem significativa
(Reduzir para 20% os alunos contemplando as habilidades estruturantes de matemática
dos alunos, em matemática
BAIXO DESEMPENHO DOS Abaixo do Básico) AÇÃO 3: Promover quinzenalmente, o monitoramento da
ALUNOS EM MATEMÁTICA aprendizagem dos alunos em relação as aulas de nivelamento
(29% ABAIXO DO BÁSICO) AÇÃO 1: Promover quinzenalmente, em ATPCA, uma formação
Faltou intensificar ações de Melhoria dos resultados das direcionada para articulação dos conteúdos tratados no CMSP -
promoção de leitura e avaliações, internas e Recuperação e Aprofundamento com foco na leitura, interpretação de
interpretação de enunciados de externas. enunciados e resolução de situações-problema
situações-problema do nível (Reduzir para 20% os alunos AÇÃO 2: Promover quinzenalmente, aulas de recuperação e
médio e difícil Abaixo do Básico) aprofundamento, com foco na leitura, interpretação de enunciados e
resolução de situações-problema.

BAIXO DESEMPENHO DOS AÇÃO 1: Realizar formação, em ATPCA, no primeiro semestre, no que
ALUNOS EM LÍNGUA Faltou intensificar a oferta de tange o estudo e análise do trabalho com gêneros textuais sob a ótica
Melhoria dos resultados das
PORTUGUESA aulas de recuperação da linguística socio discursiva.
avaliações, internas e
(24% ABAIXO DO BÁSICO) direcionadas para análise das AÇÃO 2: Promover duas aulas semanais de nivelamento, por turma,
externas.
implicações do contexto sócio- contemplando a leitura e análise de excertos de obras literárias de
(Reduzir para 20% os alunos
histórico na produção e diferentes épocas.
Abaixo do Básico)
circulação de gêneros textuais AÇÃO 3: Promover, quinzenalmente, o monitoramento da
aprendizagem dos alunos em relação as aulas de nivelamento
Faltou intensificar aulas de Melhoria dos resultados das Ação 01: promover quinzenalmente, em ATPCA, uma formação
recuperação direcionadas para avaliações, internas e direcionada para articulação dos conteúdos tratados no CMSP-
recuperação e aprofundamento com a abordagem do interacionismo
o trabalho mais enfático na socio discursivo dos diferentes gêneros textuais.
abordagem de interacionismo Ação 02: promover uma aula, semanalmente, de recuperação e
externas. aprofundamento, explorando as marcas composicionais aos gêneros
socio discursivo dos diferentes
(Reduzir para 20% os alunos textuais, através de exercícios e/ou sequências didáticas.
gêneros textuais
Abaixo do Básico) Ação 03: promover, quinzenalmente, monitoramento da
aprendizagem dos alunos em relação as aulas de recuperação e
aprofundamento
Ação 01: Apurar mensalmente, o índice de frequências dos alunos nas
Faltou intensificar estratégias aulas on-line da escola, visando a busca ativa dos alunos
Ação 02: Apurar mensalmente, o índice de frequências dos alunos nas
MANUTENÇÃO DO FLUXO diversificadas de busca ativa Obter 100% de engajamento
aulas presenciais da escola, visando a busca ativa dos alunos
ESCOLAR. para garantir a presença dos e Fluxo do EM
Ação 03: Apurar, mensalmente, o índice de frequências dos alunos nas
alunos nas aulas aulas do CMSP, visando a busca ativa dos alunos

4- AÇÕES
ASPECTOS SUA AÇÃO
Microindicadores e ações
Competência Macroindicador
PROTAGONISMO

1. Protagonismo Respeito à individualidade PROFESSOR: -Promover um ambiente de respeito às diferenças individuais dos alunos da escola.
Promove o
Protagonismo Respeita a individualidade, ajudando 01. Acompanhar os tutorados através de mensagens individuais e ou coletiva, via whatsApp ou google Meet.
ajudando a formar a formar pessoas autônomas,
pessoas autônomas, solidárias e competentes. Busca .
solidárias e conhecer e trabalhar as dificuldades
competentes e sendo e potencialidades de aprendizagem
protagonista em sua individuais. Respeita as escolhas
própria atuação. pessoais.
Promoção do Protagonismo Juvenil PROFESSOR: - Propicia o espaço para que o aluno seja o sujeito principal da ação.
desperta o interesse pelo estudo,
mostrando que a escola pode 02. Proporcionar encontros quinzenais presencial ou online para que o aluno se sinta valorizado e tenha um
oferecer meios para ajudar na bom relacionamento com o tutor.
concepção e na realização de seus
Projetos de Vida. Ouve, apoia,
orienta e acompanha os alunos,
contribuindo para a formação de
indivíduos motivados e preparados
pessoal, acadêmica e
profissionalmente.

Protagonismo Sênior PROFESSOR: - Atuar como modelo a ser seguido pelos alunos e profissionais da escola.

tem clareza do seu propósito de 03. Buscar ajuda quando necessário e ser solicita para atender os colegas quando necessário
atuação de forma ampla, servindo
como exemplo de presença
educativa.

Domínio do Conhecimento PROFESSOR: - Domina ouso dos instrumentos de apoio ao ensino e gestão de suas atividades.

possui conhecimento aprofundado 4. Ampliar os princípios do Currículo Paulista e sua relação com o Programa Ensino Integral, com o objetivo de
em sua área de conhecimento, desenvolver conhecimentos científicos e de vida.
2. Domínio do demonstrando propriedade nos
conhecimento e conteúdos, habilidades e
contextualização competências.
ANUADCONTIAÇÃOFORM

Possui domínio de sua


Didática PROFESSOR: - Utilizar práticas de ensino-aprendizagem que facilitam a aprendizagem pelo aluno.
área de conhecimento,
sendo capaz de
é capaz de organizar o conhecimento 5. . Organizar exercícios de fácil entendimento, com base nas aulas do CMSP, incrementando a aprendizagem
comunicá-la e
e desenvolver formas de garantir a dos alunos do Ensino Fundamental, utilizando as plataformas disponibilizadas (whatsapp, e-mail, Google Forms,
contextualizá-la,
aprendizagem do aluno e a ClassRoon) para enviar atividades e tirar dúvidas.
relacionando-a com a
orientação dos profissionais da
realidade do aluno, a
escola.
prática, as disciplinas
da Base Nacional Contextualização PROFESSOR:
Comum, a Parte
Diversificada e é capaz de contextualizar o assunto 6. . Desenvolver as habilidades , utilizando leitura de imagens e textos do contexto de vivencia do aluno,
os Projetos de Vida. de seu domínio, relacionando-o com trazendo dinâmicas apoiadas dentro da tecnologia, buscando temas que possam ser pertinentes a realidade dos
a realidade do aluno, a prática, as alunos.
disciplinas da Base Nacional Comum,
a Parte Diversificada e os Projetos de
Vida.
FORMAÇÃO

3. Disposição ao Formação contínua PROFESSOR: - Participa frequentemente de cursos de formação a fim de aprimorar o exercício de sua função.
autodesenvolvimento
contínuo disposição e proatividade ao 7. Entender a relação do Currículo Paulista com o Programa de Escola Integral, buscando promover melhorias
desenvolvimento contínuo, nos resultados das avaliações internas e externas.
Busca continuamente investindo tempo em
aprender e se sua formação e aperfeiçoamento.
Devolutivas PROFESSOR: - Consegue colocar em prática os aprendizados adquiridos nas formações.

solicita devolutiva de sua atuação 8. Através de avaliações de nivelamento, utilizando a ferramenta Google Formulário, conhecer as maiores
desenvolver como aos alunos e aos profissionais para o dificuldades e com essas informações, realizar contatos com os alunos por WhatsApp , preparando novas aulas
pessoa e profissional,
CONTINUADA

autodesenvolvimento, que facilitem a aprendizagem dos alunos que não se apropriaram da habilidade.
apresentando sendo receptivo aos pontos
predisposição para apresentados.
reavaliar suas práticas,
PROFESSOR: - Consegue colocar em prática os aprendizados adquiridos nas formações.
tecnologias, Disposição para mudança
ferramentas e formas
9. Sempre estar aberto em ouvir os alunos por meio de ferramentas de comunicação, buscar sugestão de
de pensar. está aberto para o novo e apresenta
professores e da gestão através de encontros realizados na escola em ATPC e em cursos de formação,
disposição para mudar, tendo em
alinhamentos de novas práticas que tragam um aprimoramento profissional
vista o seu aprimoramento.

Planejamento PROFESSOR: - Elaborar o planejamento de minhas ações de forma a contribuir para o alcance das metas do
Plano de Ação da escola.
realiza o planejamento de suas ações
a partir do diagnóstico, com 10.Pesquisar, elaborar e executar estratégias para o desenvolvimento da recuperação continua no Ensino
definição de metas Remoto
coerentes com o Plano de Ação da
escola (alinhamento vertical) e com
os Programas de Ação dos demais
4. Comprometimento profissionais (alinhamentos vertical e
GESTÃOEMNCIAEXCELÊ

com o processo e horizontal).


resultado
Demonstra PROFESSOR: - Executar as ações planejadas no meu Programa de Ação.
determinação para
planejar, executar e Execução
11. Promover a “busca ativa” via whasApp dos alunos que ainda não realizaram as atividades através de
rever ações, de mensagens individuais e/ou em grupo.
forma a atingir os realiza as ações de aprendizagem e
resultados planejados. de gestão planejadas.

Reavaliação PROFESSOR:

reavalia constantemente as ações 12. Atender individualmente por whatsApp ou reuniões particulares pelo meet os alunos que necessitem de
planejadas a partir da execução das auxílio na realização das atividades propostas.
ações previstas e dos resultados
observados, replanejando sempre
que necessário.
REPLICABILIDADE

os problemas que
Tem foco na solução e não no 16.Colaborar com a migração da aula presencial para a aula online através do google Meet. Colaborar na
identifica, criando problema. Propõe e implementa migração do atendimento presencial para o atendimento virtual.
caminhos alternativos ações que possam melhorar os
sempre que necessário. resultados.
Criatividade PROFESSOR:

Disposição para mudanças e 17. Cria modelo para ministrar aula utilizando novas tecnologias
flexibilidade para adotar novas
práticas e tecnologias.
PROFESSOR: - Documentar as boas práticas adotadas, possibilitando o seu compartilhamento.
Registro de boas práticas
18. Gravar aulas de Arte sobre os conteúdos utilizados no bimestre e publicá-las no Youtube
preocupa-se e encontra formas de
registrar boas práticas, tendo em vista
7. Difusão e o seu compartilhamento.
Multiplicação
DADEREPLICABILI

Difusão PROFESSOR: - Compartilhar as boas práticas adotadas por ele e outros professores junto a outros
Difunde e compartilha profissionais da escola.
boas práticas, busca maneiras de contribuir e
considerando a própria favorecer o compartilhamento de boas 19. Compartilhar em ATPC a utilização do Meet como recurso em aula interdisciplinar
atividade práticas.
como parte integrante Multiplicação PROFESSOR: - Difundir positivamente o Programa Ensino Integral, sendo um embaixador para a rede e a
de uma rede. comunidade.
difunde positivamente o Programa
Ensino Integral e as boas práticas 20. Compartilhar em ATPC
adotadas, sendo
um embaixador para a rede e a
comunidade.
DIRETOR DE ESCOLA: SUPERVISOR DE ENSINO: DIRIGENTE REGIONAL DE ENSINO:

DATA DA ELABORAÇÃO: 04/2021 DATA DA REVISÃO: 04/2021

Você também pode gostar