Você está na página 1de 30

Avaliação e

educação
infantil
(Hoffman)
Profa. Angela Morais Pauletti
A avaliação é algo permanente na vida.
Devemos sempre refletir sobre o que
fizemos e o que devemos fazer.
“No que se refere às crianças, a avaliação deve permitir que
elas acompanhem suas conquistas, suas dificuldades e suas
possibilidades ao longo de seu processo de aprendizagem.”
Hoffman
O que é avaliar????

É acompanhar a aquisição do conhecimento do aluno, é


cuidar que o aluno aprenda.
Cuidado e aprendizagem num sentido amplo, sentido do
desenvolvimento moral e intelectual... E esse é o trabalho do
professor.
O PLANEJAMENTO É UMA FORMA DE AVALIAÇÃO
Avaliar inicia-se antes mesmo das aulas, dá-se inicio ao
reconhecimento de quem são os alunos, os conteúdos
adequados, o planejamento, idade, vida, experiências vividas,
diferenças de faixa etária, pensar sobre o aluno! É prestar
atenção no aprendiz.
A criança hoje não precisa de tanta informação, pois a
informação está ao seu dispor. A criança precisa sim
tornar-se aprendiz. Tornar-se aprendiz é poder, é
perguntar muito, interagir com muitas crianças
diferentes.
“ Formal ou informalmente, cada vez que a criança brinca,
fala, responde ou faz tarefas, está sendo observada e julgada
por seus professores. A isto denomina-se avaliação.”

AVALIAÇÃO
A avaliação é o ponto de parada do
professor, sua ilha de reflexão, seu
modo de escuta, dele e da criança.
O que estou oferencendo?
Onde quero ir?
As crianças são individuos que como tal tem sua
indivudualidade e deve ser respeitada
Pensar sobre como a
criança pensa
PENSAR SOBRE O PENSAMENTO DA CRIANÇA, NAS DIFERENTES
ETAPAS DO SEU DESENVOLVIMENTO E ASSIM MEDIAR SUAS
POSSIBILIDADES COGNITIVAS E TER AS ATITUDES MAIS
COERENTES POSSÍVEL.
O PROFESSOR FAZ
TODA A DIFERENÇA
NA VIDA, NA APRENDIZAGEM E NO SER HUMANO QUE SE
DESENVOLVE A CADA DIA SOB SUA RESPONSABILIDADE
AVALIAR: ACOMPANHAR A
CONSTRUÇÃO DO
CONHECIMENTO DA
CRIANÇA
ENRIQUEÇO,
REDIRECIONO MEU
PLANEJAMENTO
O TRABALHO TEM QUE TER
PARTE DO PROFESSOR E
PARTE DA CRIANÇA
AS ATIVIDADES DEVEM TER DESPERTADO O INTERESSE DA
CRIANÇA
“ A avaliação mediadora exige a observação individual de
cada aluno, com atenção ao seu momento no processo de
construção do conhecimento. Isso exige uma relação direta com
ele a partir de muitas tarefas, interpretando-as, refletindo e
investigando teoricamente razões para as soluções apresentadas.”
A avaliação é dual
AVALIADOR AVALIADO
O que você diz a criança analisada
pode promovê-la ou não em sua
capacidade intelectual.
“Perceber a criança como o centro da ação
avaliativa consiste em observá-la
curiosamente e refletir sobre o significado de
cada momento de convivência com ela.”
Vivencia sensória motora,
proporcionar até 3 anos um
universo de possibilidades
“Cada momento da vida de uma criança
representa uma etapa altamente significativa e
precedente ás próximas conquistas, devendo ser
analisada no seu significado próprio e individual
em termos de estágio evolutivo de pensamento, de
suas relações interpessoais.”
Autonomia da criança
cada coisa que o professor diz a
criança (avaliação) está ligada a sua
aquisição de autonomia (sentir que
é capaz de)
DIZER O PORQUE DO
NÃO... NÃO APENAS
DIZER NÃO
“Avaliar é criar contextos de aprendizagem que
permitam às crianças, qualquer que seja o seu nível,
quaisquer que sejam suas estruturas intelectuais,
evoluírem na construção de suas hipóteses, do seu
conhecimento. Nesse sentido, a mediação é
essencial.”
Se não é intervenção
pedagógica não é avaliação
Avalia-se para promover
melhores oportunidades,
melhores estratégias de
aprendizagem
Importância do relatório na
Educação infantil (relato de um ser
aprendiz, história de vida da
criança)
DO PONTO DE VISTA DA APRENDIZAGEM NÃO SÓ DO LÚDICO
“ O professor deve compartilhar
com as crianças as observações que
sinalizam seus avanços e suas
possibilidades de superação das
dificuldades.”
Avaliação ética para agir
melhor como educador.
Obrigada!