P. 1
Desenvolvimento Motivacional de Pessoal nos canteiros de obras - aspectos motivacionais

Desenvolvimento Motivacional de Pessoal nos canteiros de obras - aspectos motivacionais

|Views: 18.203|Likes:
Orientações sobre os procedimentos para a implementação de programas de treinamento e desenvolvimento de pessoal, direcionando-se a questão para as ações motivacionais, como indutoras do aumento dos níveis de Segurança dos Trabalhadores e ao aumento dos níveis de Produtividade.
Orientações sobre os procedimentos para a implementação de programas de treinamento e desenvolvimento de pessoal, direcionando-se a questão para as ações motivacionais, como indutoras do aumento dos níveis de Segurança dos Trabalhadores e ao aumento dos níveis de Produtividade.

More info:

Published by: Antonio Fernando Navarro on Jan 17, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/12/2015

pdf

text

original

MANUAL

CLIENTE: PROGRAMA: ÁREA: TÍTULO: FOLHA: C.C: SEP:

ROSTO

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL
DOC Nº: RESPONSÁVEL:

ANTONIO FERNANDO NAVARRO
ARQ. ELETR.: Nº CONTRATO: REG. CREA:

42.758/D

ÍNDICE DE REVISÕES
REV.
0 PARA INFORMAÇÃO

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS

DATA DATA PROJETO EXECUÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO

REV.0

REV.A

REV.B

REV.C

REV.D

REV.E

REV.F

REV.G

REV.H

NAVARRO NAVARRO

As informações deste documento foram elaboradas pelo Eng. ANTONIO FERNANDO NAVARRO, para divulgação da metodologia.. A presente manual não deverá ser empregado para fins comerciais e tão somente para a disseminação de conhecimento, livremente, citando-se o autor.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 1/23 Cópia controlada nº Cópia não controlada

ÍNDICE

1. OBJETIVO........................................................................................................................03

2. REFERÊNCIAS................................................................................................................03

3. ABRANGÊNCIA ...............................................................................................................03

4. TERMOS E DEFINIÇÕES.................................................................................................03

5. RESPONSABILIDADES....................................................................................................04

6. MÉTODO OPERACIONAL................................................................................................06

7. ANEXOS............................................................................................................................12

8. HISTÓRICO DAS REVISÕES...........................................................................................12

Código: Data: Revisão: 0 Página: 2/23 Cópia controlada nº Cópia não controlada

1

OBJETIVO

Regulamentar sistemas e processos de treinamento de pessoal e estabelecer procedimentos para implementá-los, visando proporcionar oportunidades aos funcionários para desenvolver habilidades, conhecimentos e a conduta requerida pela empresa.

2

REFERÊNCIAS

− Manual de Gestão da Qualidade do Empreendimento. − Manual do Sistema de Gestão Integrada de Segurança, Meio-Ambiente e Saúde. 3 Controle de Registros. Perfis de Cargos e Avaliação de Competência de Pessoal. ABRANGÊNCIA

Este procedimento abrange todos os serviços executados na empresa em todas as fases necessárias à implantação dos Empreendimentos.

4

TERMOS E DEFINIÇÕES

4.1 Competência Capacidade demonstrada para aplicar conhecimento e habilidades. 4.2 Conscientização É um processo de conhecimento interior e exterior sendo próprio de cada indivíduo em seu grau de entendimento / absorção sobre determinado assunto baseado em falar e ouvir. 4.3 Educação É o aperfeiçoamento das faculdades intelectuais; instrução, ensino, processo pelo qual uma função se desenvolve e se aperfeiçoa pelo próprio exercício. 4.4 Experiência Habilidade que se adquire pela prática, conhecimento adquirido em ensaio prático/ profissional para descobrir ou determinar um fato, um experimento ou prova; conhecimento das coisas pela prática da observação; perícia. Conhecimento que nos é transmitido pelos sentidos.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 3/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL 4.5 Desenvolvimento de Pessoal É um processo de capacitação do profissional para o desempenho de outras funções através do desenvolvimento de suas competências. 4.6 Habilidades Notável desempenho e elevada potencialidade em qualquer dos seguintes aspectos, isolados ou combinados, capacidade intelectual geral, aptidão específica, pensamento crítico, criativo ou produtivo, capacidade de liderança e capacidade psicomotora. 4.7 Pré-requisito São as competências necessárias para desempenhar a função atual. 4.8 Treinamento É um processo intencional de aquisição ou modificação de comportamentos, no aspecto do conhecimento, da habilidade e da atitude, realizado de forma sistematizada e com objetivos definidos. 4.9 Treinamento Externo São os treinamentos promovidos por entidades externas, através de cursos e seminários abertos ao mercado. 4.10 Treinamento Interno São os treinamentos promovidos e administrados pela empresa, seja por monitores funcionários da própria empresa ou através de empresas contratadas especificamente para tal. Neste caso os treinamentos devem ser realizados nas instalações da empresa e nos horários de trabalho. 4.11 QSMS Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde

5

RESPONSABILIDADES

Estão estabelecidas nos fluxogramas apresentados nos Anexos 7: 5.1 Compete à Gerência do Contrato a) Definir o orçamento anual a ser investido nas atividades de treinamento. b) Estabelecer diretrizes para o Programa Geral de Treinamento para o ano em curso. c) Aprovar e prover recursos para o cumprimento dos itens contratuais da empresa.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 4/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL 5.2 Compete às Gerências das Áreas a) Orçar recursos para o cumprimento dos treinamentos. b) Realizar o PGT (LNT e Programação de Treinamento) de sua área e encaminhá-lo ao Órgão de Treinamento da empresa. c) Avaliar e acompanhar os resultados de treinamento. 5.3 Compete ao Órgão de Treinamento a) Atender as necessidades de treinamento da empresa. b) Consolidar o PGT (LNT e Programação de Treinamento) em conjunto com os Gerentes de Área, submetendo-o a aprovação do Gerente do Projeto. c) Coordenar a execução dos treinamentos previstos no PGT. d) Assessorar as Gerências para a efetiva implementação dos processos de treinamento. e) Acionar demais órgãos da empresa para a execução dos treinamentos. f) Organizar treinamentos, convocar os treinandos, preparar sala de treinamento e material de apoio. g) Negociar com as instituições e empresas a realização dos treinamentos. h) Providenciar, quando aplicável, os certificados de treinamentos internos. No caso de treinamentos externos, verificar com a empresa fornecedora a emissão dos mesmos. i) Organizar e providenciar a guarda dos documentos referentes a treinamentos em local acessível e identificado. j) Conferir e expedir relatório da Área de Treinamento, contendo dados como cursos realizados, participantes e carga horária. k) Avaliar, na extensão da sua participação, a eficácia das ações realizadas, ou seja, se os treinamentos surtiram os efeitos desejados. l) Coletar, manter e controlar os Registros de Treinamento. m) Elaborar relatório indicando os motivos da não realização de treinamentos programados. n) Manter o PGT atualizado, incluindo novos LNT’s recebidos.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 5/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL 5.4 Compete ao responsável técnico pelo treinamento a) Planejar os treinamentos. b) Executar os treinamentos. c) Efetuar, nos casos previstos no procedimento,a Avaliação do treinamento ao seu final.

6

MÉTODO OPERACIONAL

O Sistema de Treinamento é composto por alguns processos interdependentes que devem ser implementados de forma sistemática. São eles: a) Plano Geral de Treinamento; b) Planejamento do Treinamento; c) Execução do Treinamento; d) Avaliação do Treinamento. 6.1 Plano Geral de Treinamento - PGT O Plano Geral de Treinamento - PGT (Anexo 1) envolve o Levantamento de Necessidades de Treinamento e a Programação de Treinamento. O PGT deve ser elaborado no início de cada ano quando se tratar de treinamentos em nível Empresa e no início dos serviços quando se tratar de treinamentos em nível Empreendimento específico. O PGT deve ser flexível para comportar a ocorrência de treinamentos não previstos. 6.1.1 Levantamento de Necessidades de Treinamento - LNT

O LNT (Anexo 1) tem por objetivo identificar os treinamentos necessários para satisfazer as necessidades de competência dos funcionários/colaboradores para o exercício de funções a eles designados e contribuir para o crescimento da empresa e a consecução de seus objetivos. Deve ser realizado por cada Gerente/Responsáveis por Áreas/Setores em conjunto com as lideranças dos órgãos a ele subordinados. Recomenda-se ter como base o roteiro apresentado no Anexo 2. As necessidades devem ser classificadas em Desenvolvimento (D) ou Pré-requisito (P), definidas de acordo com os itens 4.5 e 4.7. Convém que as necessidades classificadas como pré-requisito sejam realizadas durante o ano, conforme programação do PGT. As classificadas como desenvolvimento não tem prioridade por não interferirem, diretamente, no exercício da atividade e podem ser postergadas.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 6/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL

A identificação ou eventual exclusão do treinamento fora do período deve ser documentada e enviada para a Área de Treinamento. Os setores/órgãos/áreas da empresa que não manifestarem as suas necessidades através do LNT serão considerados como áreas sem necessidade prévia de treinamento. Independentemente do LNT elaborado pelos Gerentes das áreas, qualquer colaborador pode solicitar treinamento ao seu superior ou diretamente a Área de Treinamento, cabendo ao responsável de cada área prover/realizar e aprovar treinamentos de sua equipe de acordo com as necessidades de cada atividade. 6.1.2 Programação de Treinamento

A Programação de Treinamento (Anexo 1) consolida o LNT e define os aspectos necessários para a execução dos treinamentos. Entre outros itens descritos no Anexo 1, deve ser identificado na programação o tipo de treinamento, ou seja: interno ou externo, o local da realização, os custos previstos e outras informações. a) Treinamento Interno Só deve ser realizado se houver recursos internos na empresa, como por exemplo: espaço físico, instrutores, equipamentos, números de participantes que justifique a mobilização desses recursos, compatibilidade de custos com treinamentos externos, etc. b) Treinamento Externo As Gerências envolvidas com o treinamento, que poderão ser assessoradas pelo Órgão de Treinamento, devem pesquisar entidades no mercado e verificar a adequação dos treinamentos às necessidades identificadas. Na análise da adequação dos treinamentos externos deve ser levada em consideração: a credibilidade da entidade promotora do treinamento, o objetivo do treinamento, a carga horária, o público alvo, a metodologia, o conteúdo programático, os recursos oferecidos, a capacitação dos instrutores, assim como os custos apresentados perante similares no mercado. É de responsabilidade do treinado encaminhar cópia do certificado do curso externo recebido para registro junto a área de treinamento. 6.1.3 Cancelamento de Treinamento O não comparecimento no treinamento deve ser informado para Órgão de Treinamento ou para o Responsável designado pelo Gerente do Contrato, até no máximo 48 horas

Código: Data: Revisão: 0 Página: 7/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL antes da realização, ficando a ausência na responsabilidade da Gerência da Área, com o custo debitado no respectivo Centro de Custo. 6.1.4 Cursos Não Programados Para os eventos não programados, o solicitante deve preencher o formulário “Solicitação de Treinamento” (Anexo 4) e encaminhá-lo para o Órgão de Treinamento. 6.2 Planejamento de Treinamento O Planejamento de Treinamento (Anexo 3) deve ser feito após consolidação do PGT, e tem como objetivo sistematizar e organizar os treinamentos internos, salvo quando se tratar de treinamento calcado em um procedimento emitido. Neste caso, não é requerido planejamento prévio, pois o material didático será o próprio procedimento e a metodologia aplicada será a exposição oral. O Planejamento de Treinamento Externo é feito pela entidade promotora e, normalmente, contém o objetivo, o público-alvo, o programa e demais informações pertinentes. Neste caso não é necessário preencher o formulário do Anexo 3. 6.3 Execução do Treinamento Inicialmente devem ser confirmados os dados do Plano Geral de Treinamento. A partir da confirmação, deve ser verificada, para cada tipo de treinamento, a existência de condições necessárias para sua realização, como indicado nos itens Treinamento Interno/Treinamento Externo descritos acima. A coordenação da execução do Plano Geral de Treinamento é responsabilidade do Órgão de Treinamento. 6.3.1 Passos para Execução de Treinamento Externo

a) Ratificar a entidade promotora do treinamento definido no PGT ou pesquisar junto ao mercado outras alternativas. b) Verificar junto à entidade promotora quais os procedimentos para inscrição e pagamento. c) Preencher o Formulário de Solicitação de Treinamento Externo (Anexo 4) e encaminhar para aprovação da Gerência do Projeto, conforme o caso, após aprovação da chefia imediata do funcionário a ser treinado. d) Providenciar pagamento junto à contabilidade mediante cópia do formulário de solicitação de treinamento externo, solicitando em seguida o recibo à entidade para prestação de contas junto à contabilidade.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 8/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL e) Providenciar passagem, diárias e estadas, quando necessário. f) Confirmar a participação no treinamento. g) Preencher o formulário de Avaliação de Treinamento (Anexo 6). h) Registrar e arquivar os documentos comprobatórios da realização do treinamento, inclusive, se houver, o certificado de participação ou aprovação emitido pela entidade promotora do treinamento. i) Contabilizar todos os custos de treinamento em conta específica, conforme plano de contas da empresa. j) Enviar cópia dos documentos comprobatórios da realização do treinamento e a avaliação do treinamento para o Órgão de Treinamento. 6.3.2 Passos para Execução de Treinamento Interno

a) Ratificar junto aos instrutores previamente estabelecidos no PGT sua disponibilidade para executar o treinamento ou estudar outras alternativas. O instrutor pode ser da própria Empresa (instrutor interno) ou contratado (instrutor externo). b) Verificar o local a ser realizado o treinamento e preparar a logística da sala (arrumação, lápis, blocos de rascunho, flip-chart, retroprojetor, data show, vídeo, televisão, etc.). c) Providenciar Lista de Participantes (Anexo 5) para assinatura dos treinandos. d) Adotar as providências necessárias para fornecer o material didático aos participantes. e) Comunicar, formalmente através de convites ou convocação, aos participantes todas as informações pertinentes, tais como data, conteúdo programático, período, local, etc., necessárias à realização do treinamento. f) Providenciar pagamento dos instrutores, quando estes forem externos. g) Registrar e arquivar os documentos comprobatórios da realização do treinamento. h) Contabilizar todos os custos de treinamento em conta específica, conforme plano de contas da empresa. i) Enviar cópia dos documentos comprobatórios da realização do treinamento e a avaliação para o Órgão de Treinamento. Obs.: As Gerências poderão solicitar a assessoria do Órgão de Treinamento tanto para a realização de treinamentos internos como externos.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 9/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL 6.4 Avaliação de Treinamento A Avaliação de Treinamento é um instrumento para o acompanhamento e gerenciamento dos treinamentos realizados e tem por finalidade averiguar o alcance dos resultados conforme objetivos previstos no PGT. 6.4.1 Ao Final do Treinamento (Curso, Palestra, Seminário, etc.)

Esta avaliação (Anexo 6) deve ser preenchida pelos participantes imediatamente após o término do treinamento externo ou interno planejado, sendo necessária para verificar a adequação de diversos itens do treinamento aos objetivos propostos. As respostas contidas no formulário do Anexo 6 devem ser avaliadas pelo Órgão de Treinamento, em conjunto com o Coordenador/Instrutor do curso para deliberar sobre as ações a serem tomadas, dentre as quais destacam-se: a) Aumento da carga horária do curso. b) Reciclagem na mesma entidade. c) Reciclagem em nova entidade. d) Viabilizar treinamento em local de trabalho para assegurar a aquisição do conhecimento, entre outras. Não é requerida Avaliação de Treinamento para treinamento interno calcado em Procedimento da empresa. Em alguns casos, quando indicado no treinamento, ou que faça parte da estruturação do treinamento, podem ser aplicados testes. Este tipo de avaliação é comum para os treinamentos de segurança do trabalho. 6.4.2 No Posto de Trabalho

Deve ser realizada no local de trabalho a avaliação de resultados do treinamento para averiguar o real alcance dos objetivos traçados no PGT. Esta avaliação deve ser realizada pela chefia junto ao funcionário ou por meios de monitoramento tais como auditorias da qualidade, indicadores de desempenho, análise crítica do sistema e outros mecanismos de medição, análise, monitoramento e melhorias. A eficácia dos treinamentos executados pode ser evidenciada através dos registros “Avaliação da Competência de Funcionários”; “Solicitação de Ação Corretiva”, “Registros dos Resultados da Execução de Ação Corretiva e Ação Preventiva” ou qualquer documento emitido pela chefia do funcionário para este fim. Caso os resultados desta avaliação não sejam satisfatórios, a chefia ou responsável pelo monitoramento deverá comunicá-los ao órgão responsável pelo treinamento para

Código: Data: Revisão: 0 Página: 10/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL reanálise da adequação do curso aos objetivos propostos e, se necessário, providenciar retreinamento. 6.4.3 Ao Final do Ano

Ao final de cada ano deve-se encerrar o PGT, reavaliando e, se necessário, reprogramando para o ano seguinte, os treinamentos que estão em abertos quanto à sua execução, emitindo um novo PGT. 6.5 ROTINAS OPERACIONAIS DOS PROCESSOS DE TREINAMENTO No Anexo 7 é apresentado o fluxograma operacional dos processos de treinamento. 6.6 MECANISMOS DE CONSCIENTIZAÇÃO

Visando aumentar o nível de conscientização dos colaboradores, podem ser utilizados os seguintes mecanismos: a) Palestras, Campanhas, Seminários, entre outras ações Eventos voltados para temas da QSMS com ênfase na qualidade do produto, nos aspectos ambientais significativos, nos perigos e riscos de segurança e saúde ocupacional da Empresa e na gestão de processos. Este treinamento também é realizado para os prestadores de serviços permanentes. b) Manual, Relatório e/ou Boletim de QSMS Material de divulgação interna e/ou externa, apresentando, entre outras informações, assuntos relativos a Gestão da QSMS do Empreendimento, auxiliando o processo de conscientização dos empregados e/ou prestadores de serviços permanentes. c) Quadros de divulgação São mantidos quadros de divulgação em pontos estratégicos da empresa, para veiculação de informações e conscientização dos empregados e prestadores de serviços permanentes, empregando-se, para tanto, cartazes, desenhos, gráficos, comunicações, e outros meios. d) Outros mecanismos Sempre que mostrar oportuno, outros mecanismos de conscientização podem ser empregados, tais como: cartilhas, vídeos, correio eletrônico, reuniões, etc. 6.7 REGISTROS

Código: Data: Revisão: 0 Página: 11/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Todas as atividades de treinamento devem ser registradas para fins de evidência objetiva, rastreamento de informações, gerenciamento. Esses registros são compostos de relatórios e arquivos como se segue: a) Plano Geral de Treinamento; b) Planejamento de Treinamento, se houver; c) Lista de Participantes de Treinamentos Internos; d) Certificados de Cursos emitidos por entidade externa ou outras evidências da realização do treinamento; e) Avaliação de Treinamento, quando aplicável; f) Relatório de Atividades de Treinamento. Todos os treinamentos realizados em nível empresa e no exercício corrente devem ser sumarizados no Relatório de Atividades de Treinamento que é um instrumento para análise comparativa entre os resultados alcançados e os investimentos em treinamento. As Listas de Participantes de Treinamentos Internos e os Certificados de Participação ou Aprovação em Treinamentos Externos devem ser considerados como Registros e, portanto, controlados conforme Procedimentos. Caso a entidade externa não emita certificado, deve ser mantido comprovante para evidenciar a participação do funcionário no treinamento.

7 8

ANEXOS Anexo 1: Modelo de Plano Geral de Treinamento. Anexo 2: Roteiro para Levantamento de Necessidade de Treinamento (LNT). Anexo 3: Modelo de Planejamento de Treinamento. Anexo 4: Formulário de Solicitação de Treinamento. Anexo 5: Modelo de Lista de Participantes. Anexo 6: Modelo de Avaliação de Treinamento. Anexo 7: Fluxograma Operacional dos Processos de Treinamento HISTÓRICO DAS REVISÕES

Rev. 0 – data – Emissão inicial.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 12/23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL
ANEXO 1 - MODELO DE PLANO GERAL DE TREINAMENTO

PLANO GERAL DE TREINAMENTO
Aprovação: Diretriz: Nome do Responsável: Órgão: Tel./Ramal: Ano: Local: Assinatura: Data: Fl. 1/1

LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO Treinamento Indicado Objetivo Publico Alvo/ Participantes Prioridade (P ou D) Cargo Órgão Período

PROGRAMAÇÃO DE TREINAMENTO Tipo de Treinamento / Instrutoria Local de Realização Custo Previsto (R$) Observação

C.Horária:

Prioridade:

P – Para treinamentos básicos ou pré-requisitos para executar a função atual. D – Para treinamentos que visem capacitar o profissional para o desempenho de outras funções.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 13/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 1 (CONTINUAÇÃO) INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO PGT
a) GERAIS: CAMPO - DIRETRIZ - ÓRGÃO - LOCAL - NOME DO RESPONSÁVEL - TEL/RAMAL - ASSINATURA - APROVAÇÃO - ANO - DATA DESCRIÇÃO Indicar a diretriz definida pela Diretoria. Ex. Qualidade, Informática, etc. Indicar o Órgão responsável pelo respectivo PGT. Indicar o local a que se refere o PGT. Indicar a pessoa responsável pelo Órgão Indicar o telefone e o ramal do responsável pelo Órgão acima citado. Assinatura do responsável pelo Órgão acima citado. É requerida aprovação da Gerência do Contrato para o PGT. Indicar o ano de abrangência do PGT. Indicar a data da aprovação do PGT.

b) LEVANTAMENTO DE NECESSIDADE DE TREINAMENTO CAMPO DESCRIÇÃO

- TREINAMENTO INDICADO/ Indicar o nome do treinamento identificado no LNT. CARGA HORÁRIA Indicar a carga horária necessária. - OBJETIVO Descrever o resultado que se espera alcançar ao final do treinamento. - PÚBLICO ALVO/ Delimitar a população a ser treinada (Ex. Funcionários da Tesouraria) PARTICIPANTES ou Indicar o nome do(s) funcionário(s) que deverá(ão) participar do treinamento indicado. - PRIORIDADE (P ou D) Indicar a letra (D) para os treinamentos visando o Desenvolvimento de Pessoal e a letra (P) para treinamentos de pré-requisitos para a função. - CARGO Indicar o cargo que o participante ocupa na empresa. - ÓRGÃO Indicar a área em que o público alvo/participante está lotado. - PERÍODO Indicar a época propícia para a realização do treinamento. c) PROGRAMAÇÃO DE TREINAMENTO CAMPO - TIPO DE TREINAMENTO/ INSTRUTORIA - LOCAL DE REALIZAÇÃO - CUSTO PREVISTO - OBSERVAÇÃO - TOTAL DESCRIÇÃO Indicar se é treinamento interno ou externo. Indicar o nome da entidade ou da pessoa prevista para ministrar o treinamento. Indicar onde será realizado o treinamento. Indicar a previsão de valor que será despendido no treinamento. Outros dados relevantes a serem abordados na programação. Somatório do custo dos treinamentos previstos no PGT.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 14/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 2 ROTEIRO PARA O LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO (LNT)

O objetivo deste roteiro é auxiliar na identificação dos funcionários que necessitam de algum tipo de treinamento. É um roteiro que poderá ser modificado, se houver necessidade de adequação, de acordo com a natureza de cada área. 1- Quais são as atividades desempenhadas normalmente pelo funcionário? Quais são as atribuições principais? 2- Dentre as atribuições principais que o funcionário executa, quais são as que você considera mais importantes para o bom andamento do conjunto de atividades que você dirige? 3- Dentre as atividades principais que o funcionário executa, quais são aquelas que, caso ele faltasse, não haveria ninguém para substituí-lo ou implicaria na necessidade de você executá-las para que o setor não parasse? (a essas atividades chamaremos de Atividades Vitais). 4- Relacione os conhecimentos, habilidades e atitudes indispensáveis para a execução de cada Atividade Vital e compare-os com os do funcionário que a executa. 5- Ao observar as necessidades identificadas e antes de indicar o treinamento, responda as seguintes questões: a) Essas necessidades existem por falta de orientação da chefia? b) Falta a chefia, tempo ou conhecimento para orientar o funcionário? c) O que é possível fazer em termos de instrução, cursos, seminários, para suprir essas necessidades, de modo que o funcionário a partir disso seja capaz de colaborar eficientemente para a melhoria da Qualidade e da Produtividade de uma determinada Atividade Vital? 6- Feito isto, verifique: a) Se a necessidade do funcionário é realmente um problema de falta de treinamento; b) Se há mais de um funcionário com a mesma necessidade; c) Em que mês o treinamento deverá ser realizado em função das necessidades da área e possibilidade de disponibilizar o(s) funcionário(s) para o treinamento.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 15/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL

ANEXO 2 (CONTINUAÇÃO) ROTEIRO PARA O LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO (LNT)

7- Recomendações Complementares a) O LNT deve ser simples e claro, envolvendo basicamente as pessoas que efetivamente devem participar do processo; b) O LNT deve ser dirigido para o alcance dos objetivos da organização e das metas da área; c) Faça o LNT dentro de uma realidade exeqüível. Não devem ser alimentadas expectativas que não poderão ser cumpridas; d) Caso necessário, as necessidades para completar a competência dos funcionários na(s) função(ões) devem ser indicadas na “Avaliação da Competência de Funcionários”, conforme Procedimento.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 16/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 3 MODELO DE PLANEJAMENTO DE TREINAMENTO
PLANEJAMENTO DE TREINAMENTO
PROGRAMA: (nome do treinamento a ser desenvolvido) Período _____/_____/_____ a _____/ _____/ ______ Horário ________ às _________ Carga horária total: ______________________________ OBJETIVO GERAL: (define que resultados se espera OBJETIVOS ESPECÍFICOS: (define as mudanças que devem alcançar após o Treinamento. A definição do objetivo tem que ocorrer com os participantes para atingir o objetivo geral. Podem estar relacionada a resultados para que possa ser estar relacionadas a conhecimento, e/ou habilidades e/ou atitudes. efetivamente avaliado seu alcance posteriormente).

PÚPLICO-ALVO: (características dos participantes, tais como cargo, escolaridade dominante e nº previsto de participantes, necessárias para a organização do programa).

METODOLOGIA: (descrever a forma como será conduzido o treinamento. Se terá exposição oral, discussão em grupo e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Código: Data: Revisão: 0 Página: 17/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 3 (CONTINUAÇÃO) - MODELO DE PLANEJAMENTO DE TREINAMENTO
RECURSOS NECESSÁRIOS: (descrever os materiais necessários para a condução do treinamento). • • • • • Material didático: Recursos audio – visuais: Equipamentos: Material de apoio: Ambiente (condições físicas):

INSTRUTOR: (nome do instrutor e/ou entidade ou lotação – se for interno – que irá ministrar o treinamento).

AVALIAÇÕES: (relacione a(s) avaliação(ões) que será(ão) realizada(s).

RESPONSABILIDADE COORDENAÇÃO DO TREINAMENTO: (nome da pessoa/área responsável pela coordenação do treinamento).

RESPONSABILIDADE ÁREA: (nome da pessoa/área envolvida na coordenação do treinamento).

ORÇAMENTO: (considere os custos previstos para a realização do treinamento). • • • • • • • • • Equipamentos: Reprodução: Material de apoio logístico: Instrutor interno (h/h): Instrutor externo: Transporte: Estadia: Alimentação: Outros:

OBSERVAÇÕES:

CUSTO TOTAL: VERBA: (verba a serem debitados os custos).

Código: Data: Revisão: 0 Página: 18/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 4 FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EXTERNO
SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO
Português Inglês SOLICITANTE Treinando Data de Emissão

OBS.: CAMPOS EM AZUL SÃO DE PREENCHIMENTO OBRIGATÓRIO.

Cargo

Matrícula

Data de Admissão

Empresa

Área

Ramal

Centro de Custo

Solicito Verificar a Possibilidade de Participar do Curso

Que Será Realizado no Período de Promovido Pela Entidade à

Local

O Objetivo do Mesmo é

Sendo Importante Para

Treinando

APROVAÇÃO Gerente da Área

Gerente do Contrato

Data Empresa

Assinatura

Data DEBITAR

Assinatura

Data

Assinatura Centro de Custo

DEPOSITAR Entidade Data

Banco

Agência

Conta Corrente

Valor

Data
Emitir em 01 via - Treinamento.

Assinatura

Código: Data: Revisão: 0 Página: 19/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 5 MODELO DE LISTA DE PARTICIPANTES
LISTA DE PARTICIPANTES
Português Eventos
Instrutores Período de Realização

Inglês Local de Realização
Horário Carga Horária Total Sigla Área Freqüência (Rúbrica)

Nº 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26

Nome (Letra de forma)

Matrícula

Função

Empresa

C. Custo

PROGRAMA

Código: Data: Revisão: 0 Página: 20/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 6 MODELO DE AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO

AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO
Português Treinamento Inglês Local de Treinamento

Empresa

Instrutor

Data

COMO VOCÊ AVALIA ??????????

Ótimo

Bom

Regular

1 - O Conteúdo do Treinamento Por que? 2 - A Atuação do Instrutor… Por que? 3 - O Método Utilizado Pelo Instrutor… Por que? 4 - O Material Didático (Apostila, Áudio, Visual, etc)… Por que? 5 - A Duração do Treinamento… Por que? 6 - O Local Onde Foi Realizado… Por que? 7 - A Organização do Treinamento… Por que? 8 - A Participação dos Treinandos… Por que? 9 - O Treinamento de uma Forma Geral… Por que? Auto-Avaliação (Eficácia do Treinamento) 10 - Ficou claro a importância deste treinamento para o seu trabalho? 11 - Você entendeu os novos conhecimentos transmitidos? 12 - Você se sente capaz de aplicar os novos conhecimentos adquiridos? 13 - Você é capaz de multiplicar / repassar as informações do treinamento na sua área de atuação? Observações / Sugestões (Após o preenchimento encaminhar para a área de Treinamento) Sim Não Preciso reciclar

Nome do Treinado

Treinado Área

Emitir em 01 via - Treinamento

Código: Data: Revisão: 0 Página: 22/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL

ANEXO 7 - FLUXOGRAMA OPERACIONAL DOS PROCESSOS DE TREINAMENTO EM NÍVEL EMPRESA ÓRGÃO DE TREINAMENTO
INÍCIO ELABORA O PGT DA SUA ÁREA O QUE INCLUI: - LEVANTAMENTO DAS NECESSIDA DES DE TREINAMENTO - LNT. - PROGRAMAÇÃO DE TREINAMENTO (NOTA 2). - AVALIA, NOS CASOS PREVISTOS NO PROCEDIMENTO, OS RESULTADOS DE TREINAMENTO.

GERENTE DE ÁREA

GERENTE DO CONTRATO

-NO INÍCIO DE CADA ANO AGENDA REUNIÃO COM O DIRETOR.

-CONSOLIDA OS PGT’S RECEBIDOS. - ELABORA O PGT DO CONSÓRCIO QI COMO UM TODO. -SUBMETE O PGT À APROVAÇÃO. -ASSESSORA AS DIRETORIAS/ GERÊNCIAS PARA A EFETIVA IMPLEMENTAÇÃO DOS PROCESSOS DE TREINAMENTO. A EXECUÇÃO DOS -COORDENA TREINAMENTOS PREVISTOS NO PGT, - ACIONA DEMAIS ÓRGÃOS DA EMPRESA PARA A EXECUÇÃO DOS TREINAMENTOS. -COLETA, MANTÉM E CONTROLA TODOS OS REGISTROS DE TREINAMENTO. O RELATÓRIO DE -ELABORA ATIVIDADES DE TREINAMENTO.

EM REUNIÃO COM O ÓRGÃO DE TREINAMENTO DEFINE: -O ORÇAMENTO ANUAL A SER INVESTIDO NAS ATIVIDADES DE TREINAMENTO (NOTA 1). -ESTABELECE DIRETRIZES PARA O PROGRAMA GERAL DE TREINAMENTO - PGT PARA O ANO EM CURSO. PGT’S PARCIAI S PGT APROVADO

PGT CONSOLIDADO

-

APROVA O PGT DO CONSÓRCIO QI (NOTA 3)

RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO TREINAMENTO -PLANEJA OS TREINAMENTOS. -EXECUTA OS TREINAMENTOS (NOTA 4). - EFETUA, NOS CASOS PREVISTOS EM PROCEDIMENTO, A AVALIAÇÃO DO TREINAMENTO AO FINAL DESTE.

PGT APROVADO REGISTROS

FIM

NOTAS: 1) O ORÇAMENTO DE TREINAMENTO DEVE ESTAR CONTIDO NO ORÇAMENTO ANUAL DA EMPRESA. 2) COM BASE NAS DIRETRIZES E ORÇAMENTO ESTABELECIDOS PELO GERENTE DO CONTRATO, OS DEMAIS DIRETORES E GERENTES DE ÁREAS DEVEM SE REUNIR COM AS DEMAIS CHEFIAS OU LIDERANÇAS A ELE SUBORDINADOS PARA ELABORAR O PGT. 3) CASO AS NECESSIDADES DE TREINAMENTO CONTIDAS NO PGT ULTRAPASSEM O ORÇAMENTO ESTABELECIDO, CABERÁ AO GERENTE DO CONTRATO PRIORIZAR ÁS NECESSIDADES OU REFORMULAR O ORÇAMENTO. DEVE SER LEVADO EM CONSIDERAÇÃO A POSSIBILIDADE DE SEREM NECESSÁRIOS TREINAMENTOS NÃO PREVISTOS, CUJA NECESSIDADE PODE OCORRER DURANTE O ANO. 4) DEVEM SER OBSERVADOS OS PASSOS DESCRITOS NO ITEM 6.3 DESTE PROCEDIMENTO.

Código: Data: Revisão: 0 Página: 23/ 23
Título:

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL ANEXO 8 - FLUXOGRAMA OPERACIONAL DOS PROCESSOS DE TREINAMENTO
NOTAS: 1) A ELABORAÇÃO DO PGT DEVE SER FEITA EM CONJUNTO COM A EQUIPE CHAVE DO EMPREENDIMENTO/PROJETO/OPERAÇÃO/BASE. CASO NÃO SEJA IDENTIFICADO NECESSIDADE DE TREINAMENTO, ESTA CONDIÇÃO DEVE SER FORMALMENTE REGISTRADA. 2) A APROVAÇÃO DO PGT PODE SER FEITA PELO GERENTE DE PROJETO/EMPREENDIMENTO/OPERAÇÃO/BASE OU PELO DIRETOR DE ENGENHARIA, QUANDO REQUERIDO. 3) DEVEM SER OBSERVADOS OS PASSOS DESCRITOS NO ITEM 6.3 DESTE PROCEDIMENTO.

RESPONSÁVEIS POR ÁREAS E SETORES

GERENTE DO CONTRATO/

ÓRGÃO DE TREINAMENTO

RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO TREINAMENTO

INÍCIO PGT CONSOLIDADO -ELABORA O PGT DA ÁREA O QUE INCLUI: -LEVANTAMENTO DAS NECESSIDADES DE TREINAMENTO LNT. -PROGRAMAÇÃO DE TREINAMENTO. (NOTA 1) NOS -AVALIA, CASOS PREVISTOS NO PROCEDIMENTO, OS RESULTADOS DE TREINAMENTO. - CONSOLIDA O PGT DOS ÓRGÃOS/ SETORES/ÁREAS DO PROJETO/ EMPREENDIMENTO/BASE. -COORDENA A EXECUÇÃO DOS TREINAMENTOS PREVISTOS NO PGT. -ASSESSORA AS GERÊNCIAS/ ÓRGÃOS/ÁREAS/SETORES PARA A EFETIVA IMPLEMENTAÇÃO DOS PROCESSOS DE TREINAMENTO. -ACIONA DEMAIS ÓRGÃOS DA EMPRESA, PARA A EXECUÇÃO DE TREINAMENTO. -COLETA, MANTÉM E CONTROLA TODOS OS REGISTROS DE TREINAMENTO. - ELABORA O RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE TREINAMENTO.

- PARTICIPA DA ELABORAÇÃO DO PGT (NOTA 1) -APROVA O PGT. (NOTA 2).

-PLANEJA OS TREINAMENTOS. -EXECUTA OS TREINAMENTOS (NOTA 3). -EFETUA, NOS CASOS PREVISTOS NO PROCEDIMENTO, A AVALIAÇÃO DO TREINAMENTO AO FINAL DESTE.

PGT APROVADO

REGISTROS

FIM

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->