Você está na página 1de 14

MOTIVAÇÃO E MUDANÇA DE 

COMPORTAMENTO
MOTIVAÇÃO
Mudar o Comportamento implica Mudar de 
hábitos de longa duração!

A pessoa precisa de:

• Encontrar motivação ou intenção para…
• Tomar decisões e planear acções
• Reconhecer e ultrapassar barreiras (práticas e 
psicológicas)
• Iniciar uma nova rotina e mantê‐la
• Resistir às  “tentações”
FASES DA
MUDANÇA DE
COMPORTAMENTOS

PRE-
RETROCESSO CONTEMPLAÇÃO

6 1
MANUTENÇÃO 2 CONTEMPLAÇÃO
5
4 3

ACÇÃO
PREPARAÇÃO

Prochaska e Diclemente
FASES DA MUDANÇA DE
COMPORTAMENTOS
Pré contemplação
A pessoa ainda não tem consciência de que tem um 
comportamento  problemático que precisa de mudar

Contemplação
Tem consciência de que existe um problema, mas 
ainda não está preparada ou sequer tem certeza de 
querer mudar 
FASES DA MUDANÇA DE
COMPORTAMENTOS
Preparação
A pessoa está pronta  para mudar

Acção
Muda efectivamente de comportamento

Manutenção
Mantém o novo comportamento

Retrocesso
Abandonar o novo comportamento e volta ao antigo 
PLANO DE INTERVENÇÃO 
Principal objectivo:

Ajudar a pessoa a compreender o processo de 
mudança de comportamento no qual vai estar 
envolvida

Este, deve ser visto como um processo em 
desenvolvimento no tempo
PLANO DE INTERVENÇÃO 
O que o profissional de saúde deve trabalhar com a pessoa

•A COMPREENSÃO DO PROCESSO DE MUDANÇA DE COMPORTAMENTO
A  pessoa  deve  ser  capaz  de  compreender  o  processo  básico  da  mudança     
de comportamento, incluindo os desafios prováveis e o tipo de suporte que 
pode necessitar para ter sucesso 

•EXPLORAR  E REFORÇAR A MOTIVAÇÃO PARA A MUDANÇA
1)  Importância  do  seu  envolvimento  na  mudança  de  comportamento  e 
perceber  porque é que é importante para si 

2) Confiança  desenvolvida no sucesso deste empreendimento
PLANO DE INTERVENÇÃO 
•IDENTIFICAR E ENVOLVER FONTES DE SUPORTE SOCIAL
Demonstrar a importância deste tipo de apoio e identificar que tipo de 
suporte social é melhor para si

•TOMAR DECISÕES
Considerar vantagens e desvantagens. Usar a informação para tomar            
decisões 

•CRIAR UM PLANO DE ACÇÃO
1) estabelecer objectivos
2) prevenção da recaída

•POR O PLANO EM  PRATICA
Implementar  a  mudança  de  comportamento  e  ter  em  conta  as  barreiras  e      
desafios que irão enfrentar 
PLANO DE INTERVENÇÃO (cont.)

•MANTER A MOTIVAÇÃO
Usar o feedback da sua própria experiência de mudança para rever as 
alterações necessárias

•LIDAR COM OS RETROCESSOS E REFORÇAR O SUCESSO
Ter conhecimentos e competências para lidar com estas
PLANO DE ACÇÃO 

• Quando a pessoa toma a decisão de mudar o seu


comportamento, precisa de estabelecer objectivos

• O papel do profissional de saúde é ajudar a pessoa nesse


processo. 

• Deve propor objectivos: SMART


PLANO DE ACÇÃO 
• Criação de Objectivos SMART

Specific (O quê, como, quando, onde, com 
quem?)
Measurable (quantas vezes?)
Achievable
Relevant
Timely
PLANO DE ACÇÃO 

• Plano de Suporte Social
(identificar 2‐3 pessoas que podem ajudar, escrever em que é
que cada uma delas pode ajudar e envolvê‐las no processo)

• Plano de Coping
(identificar barreiras  e soluções)
GESTÃO DO RETROCESSO

• Normal no processo de  mudança

• Lidar com o imprevisto

• Estratégias de Coping (comportamentais e 
cognitivas)

• Restabelecer objectivos e ajustar o plano de acção

• Pode ser apenas um treino
EM RESUMO:
• Explicar o processo de Mudança
• Apoiar na motivação
• Identificar fontes de Suporte Social
• Ajudar a criar objectivos e planos de acção
• Oferecer ferramentas para manutenção da 
motivação e lidar com os retrocessos
• Enfatizar o Emporwerment e responsabilidade 
pessoal