Você está na página 1de 23

Está em suas mãos evitar que o

coronavírus se espalhe

50,00MT

#Fique em Casa!
Director: Lourenço Jossias | Editor: Nelo Cossa | Maputo, 28 de Abril de 2020 | SAI ÀS TERÇAS |Ano XII | Nº 671

Terrorismo, Junta Militar e Covid-19

Cem dias
assombrados

AR indiferente Renamo propõe


e CNE fora do prorrogação do
mandato estado de emergência
PUBLICIDADE

Agora é simples efectuar No Banco que lhe dá


Transferências;
todo o valor.
Pagamento de Serviços Call Center: 82 20 20/84 20 20 / 21 34 20 20
Gestão integrada de cartões de débito/crédito facebook.com/Mozabanco | @mozabanco
Moza Banco | @moza_banco
Constituição e gestão de poupanças;
2 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Aumenta tensão entre Moçambique e Malawi


A tensão entre os governos de Moçambique e do Malawi continua a aumentar, depois de, há um mês, dois
moçambicanos terem sido linchados no país vizinho, alegadamente por serem disseminadores do novo co-

destaques
ronavírus. O Malawi diz que nenhum moçambicano infectado com a Covid-19 será tratado naquele país, enquan-
to Maputo responde que não precisa dos hospitais malawianos. Lusa

Cem dias assombrados


Ao fim de 100 dias volta- boração das projecções macroe- nistra, convidada a reagir à si- pelas declarações do Presiden- Agricultura e Desen-
mos os olhos no Execu- conómicas e fiscais, mitigando os tuação, disse apenas que “foi te da República, a preocupação volvimento Rural
eventuais riscos fiscais e, conse- uma acção popular, numa situa- para a área da Saúde em Mo-
tivo. O coronavírus, que quentemente, reduzir os desvios ção de medo e de preocupação. çambique, neste quinquénio, es- Numa altura em que a segurança
baralhou as contas do orçamentais. É uma coisa muito triste”. taria circunscrita na prestação de alimentar tem sido o calcanhar
mundo, e Moçambique Um outro marco a realçar é o E as mortes foram encerradas serviços médicos, valorização dos
Sistema de Gestão Autárquica no silêncio que já nos habitua- profissionais de saúde e gestão
não foi excepção, é trans- (SGA), uma plataforma que per- mos. A diplomacia moçambi- responsável dos medicamentos.
versal quase a todos os mite às autarquias melhorarem cana também está a morrer a O ministro do pelouro, Armin-
ministérios. Os super- substancialmente os seus proces- olhos vistos, apenas com espaços do Tiago, Médico Especialista
sos de planificação e de execução em reuniões regionais rotineiras. em Endocrinologia, que tinha já
-ministros serão, sobre- da despesa por via directa, me- Continua um grande desafio não uma relação com o Ministério
tudo, aqueles que conse- diante a transferência automáti- fazer da diplomacia externa um da Saúde, prometeu trabalhar
guiram se impor ante a ca de recursos da Conta Única momento de férias. nessas áreas. Mas o vírus que se
Autárquica para a conta bancá- espalhou pelo mundo, e até de-
pandemia. Para a grande ria do beneficiário. Educação e Desenvol- morou chegar a Moçambique,
maioria, o coronavírus vimento Humano colocaria nas mãos de Tiago ou-
desnudou as fraquezas Negócios Estrangei- tras prioridades, que assumiu as de Aquiles, não só para Moçam-
ros e Cooperação No sector dirigido por Carme- rédeas do processo. bique, como também para mui-
e serviu de justificativa lita Namachulua ainda está em O primeiro caso do coronaví- tos países africanos, o Governo
para colocar um travão A dúvida, aquando da nomea- curso, em alguns distritos, ain- rus foi anunciado a 23 de Março decidiu pela primeira vez alocar
no debate das questões ção de Verónica Macamo, era 10% para o sector, uma inicia-
se ela conseguiria ter o jogo de tiva cujo compromisso foi assu-
essenciais ao país. cintura exigido para um mi- mido pelos Estados membros da
nistério estratégico como o dos União Africana, vulgo Declara-
Negócios Estrangeiros e Coope- ção de Maputo em 2003.
Economia e Finanças ração. O primeiro grande teste Nestes 100 dias, embora a prio-
foi a Covid-19 e a situação dos ridade era a aprovação do Or-
Numa altura em que o país atra- moçambicanos na China, o epi- çamento do Estado pela Assem-
vessa momentos difíceis por cau- centro do coronavírus. Enquanto bleia da República, o Ministério
sa da pandemia do coronavírus, a embaixadora de Moçambique da Agricultura e Desenvolvimen-
o Governo, através do Ministério na China insistia em dizer que to Rural, dirigido por Celso Cor-
da Economia e Finanças, conse- estava tudo controlado, mesmo reia, não deu indicações claras de
guiu a aprovação no Parlamen- com estudantes moçambicanos que vai materializar o bolo dos
to do Orçamento do Estado que a pedirem para ser repatriados, 10 porcento, cujas fragilidades de
prevê uma despesa de mais de a ministra dos Negócios Estran- segurança alimentar estão bem
345,3 mil milhões de meticais, geiros e Cooperação revelou que da que por substituição, o plano e foi o próprio ministro a dar a visíveis neste momento por cau-
com uma receita de 235,5 mil o Governo estava a prestar as- de contratação de professores, cara. E tem-se feito na linha da sa da pandemia da Covid-19.
que inicialmente estava previsto frente para os esclarecimentos Aliado a isto, é de destacar, ain-
para cerca de 12 mil, o que não necessários, numa pandemia da no sector da Agricultura, a
foi possível, dada a insuficiência nova para todos. Mas há núme- criação do fundo rotativo de
orçamental, levando este sector à ros lançados ao ar sem a devida comercialização agrícola de 300
contratação de 8.360 professores. ponderação que abrem espaço milhões de meticais (4.800.484,48
Os 100 dias foram igualmente para especulações, sobretudo dólares norte-americanos), com
marcados pela introdução do com o histórico de omissão que vista a melhorar, aliviar e au-
novo currículo escolar da 4ª clas- se conhece dos sucessivos gover- mentar a liquidez dos comercian-
se, cujos objectivos estabelecidos, nos em Moçambique. Registou- tes e ter o poder de compra dos
pelo menos para este ano, estão -se uma super-inflação do valor produtos dos camponeses.
comprometidos, dado o cumpri- inicial proposto para combater
mento das medidas do Estado de ao vírus no país. Foram trazidas Mar, Águas Interiores
Emergência que levou ao encer- à baila projecções de 20 milhões e Pescas
ramento de escolas. de infectados, no pior cenário. O
milhões de meticais, o que dá sistência financeira. O repatria- Neste momento, o desafio na bolo que Moçambique pede para Os 100 dias de governação no
um défice de 109,7 mil milhões mento nunca esteve em cima da educação é redefinir o novo ca- evitar este descalabro é de 700 sector do Mar, Águas Interiores
de meticais. mesa. Como também não o está lendário escolar. Enquanto isso milhões de dólares, mais 300 mi-
O titular da pasta, Adriano Ma- agora, com pelo menos 75 mo- não acontece, este sector tem lhões que a União Africana pro-
leiane, garante que este ano o çambicanos em diferentes partes apostado na telescola, rádio-esco- pôs para fazer frente ao corona-
Executivo tem 2.9 biliões de me- do mundo a pedirem para voltar la, nos media sociais, fichas e ou- vírus em todo o continente.
ticais para pagar dívidas, o que a casa. tros meios que permitam que os As contas de Moçambique dão
configura uma lufada de ar fres- O Ministério dos Negócios Es- alunos continuem a estudar sem no que pensar. E o desafio se
co para o sector privado. trangeiros diz estar a negociar sair de casa. impõe ao Ministério da Saúde,
Os 100 dias de governação no voos comerciais e que cada pas- ao ministro que até chefia a Co-
sector da Economia e Finanças sageiro terá de pagar a sua pas- Ministério da Saúde missão Técnico-Científica para
ficam marcados pelo lançamento sagem. prevenção e resposta à Covid-19,
do manual de projecções macroe- O Ministério dos Negócios Es- Aquando da tomada de posse que deve vir a público com uma
conómicas e fiscais, um instru- trangeiros e Cooperação, aquan- do novo Executivo já a China se prestação de contas detalhada
mento que já era esperado pelos do do linchamento de dois cida- debatia com o novo coronavírus. para evitar as bandeiras de sus-
sectores críticos da Sociedade dãos moçambicanos no Malawi, Mas o mundo, Moçambique in- peitas que já se colam ao Gover-
Civil. O manual lançado apoia e teve outra posição que deixou cluído, não sabia que se veria a no. e Pescas, dirigido por Augusta
dá robustez ao processo da ela- muito a desejar. A própria mi- braços com a Covid-19. A julgar Maita, podem até fazer um livro,
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 3
pois o que marca este pelouro são invocados para justificar o desrespeitar as medidas e, aliado mia da Covid-19. senvolvimento e bem-estar da
nos últimos três meses têm sido dolo. a isso, há sinais de especulação A Comissão Consultiva do Tra- população.
as constantes apreensões de ma- Maquidade, o homem cujo histó- de preços, numa altura em que balho – CCT, composta pelo Os conflitos de terra e sua ocio-
riscos contrabandeados. rico testemunha habilidades des- estudos indicam que haverá nos Governo, representado pelo Mi- sidade continuam a ser os desa-
O destaque vai para a apreensão de os tempos que esteve no SISE próximos dias uma subida dos nistério do Trabalho e Segurança fios deste pelouro, numa altura
de sete toneladas de caranguejo, até chegar à direcção do Conse- preços de apertar o cinto. Social, e parceiros sociais - CTA, em que as mudanças climáticas
que estava a ser contrabandea- lho Nacional da Defesa, agora OTM-CS e CONSILMO-, sus- também desafiam o sector a en-
do para a República do Malawi, confiado uma pasta sensível que Justiça, Assuntos pendeu as negociações sobre o contrar respostas para minimizar
numa operação conjunta que tem muito a fazer para viabilizar Constitucionais e salário mínimo relativo ao pre- os danos.
envolveu a Autoridade Tributá- o DDR, encontra uma polícia sente ano, uma medida dura
ria de Moçambique e o sector de envolvida em assassinatos, como Religiosos quando o custo de vida tende a Obras Públicas, Ha-
Fiscalização das Pescas, na Zam- ficou provado com a morte do subir. bitação e Recursos
bézia. activista Matavele. Helena Kida, ministra da Justi- O Governo e parceiros decidiram
No geral, até ao presente mo- ça, Assuntos Constitucionais e suspender de imediato o processo Hídricos
mento foi possível inspeccionar Recursos Minerais e Religiosos, tinha como priorida- de negociações dos salários mí-
2.743 artes de pesca em 170 Energia de do seu mandato a celeridade nimos relativos ao presente ano, O ministro das Obras Públicas,
centros de pesca, inspeccionados processual, num país em que os uma decisão que supostamente Habitação e Recursos Hídricos,
2.871 barcos de pesca, apreen- De Janeiro a esta parte não se processos acabam empoeirados visa salvaguardar os postos de João Machatine, iniciou o ciclo
didas cerca de 3 toneladas de conhecem grandes avanços. Max nas instantes dos tribunais. emprego já existentes, uma deci- de governação confrontando-se
camarão e cerca de 6.272,52kg Tonela, dono da casa desde que Havia uma grande expectativa são apadrinhada pelo sector pri- com a interrupção da distribui-
de caranguejo do mangal, o que saiu do Ministério de Indústria e para o julgamento do caso das vado e os sindicatos. ção de água potável em Mapu-
resultou em multas de mais de Por outro lado, o Estado de to, devido a queda da conduta
dois milhões de meticais, dos Emergência veio demonstrar que localizada no bairro Campoane,
quais uma parte já foi paga e ou- é preciso rever a política de Se- em Boane, que transporta o pre-
tra encontra-se em cobrança. gurança Social, uma vez que as cioso líquido, bem como a aber-
A extinção do Fundo de Fo- contribuições dos trabalhadores tura do desvio construído sobre
mento Pesqueiro (FFP), e em não cobrem situações que têm o rio Montepuez, onde no dia 28
sua substituição a criação do a ver com o que se vive actual- de Dezembro último desabou a
Fundo de Desenvolvimento da mente no país. ponte.
Economia Azul (ProAzul), cuja São já milhares de trabalhadores Os 100 dias deste pelouro fo-
ideia é dinamizar o financiamen- que ficaram sem emprego. ram marcados igualmente pe-
to de projectos na área do Mar las medidas para não sufocar os
e Águas Interiores, surge como Transportes e Comu- moçambicanos no que tange ao
uma nota de realce, numa altura nicações pagamento de facturas de água,
em que está mesmo na moda a devido à Covid-19.
Economia Azul. Comércio, entende os contornos ‟dívidas ocultas”. Mas nestes 100 O ministro dos Transportes e Nisto, Machatine anunciou a
e dossiers do Ministério dos Re- dias nem água foi e nem água Comunicações, Janfar Abdulai, suspensão de cobranças no for-
Interior cursos Minerais e Energia, que veio, o que é visto com grande gastou parte dos seus 100 dias a necimento de água nas zonas
sentiu na pele o impacto da Co- preocupação. inteirar-se do funcionamento dos rurais, até ao fim do Estado de
No Ministério do Interior, lide- vid-19, que acabou adiando, de Volvido um ano após as primei- pelouros. Desde as falidas LAM, Emergência que vigora no mês
rado por Amade Miquidade, os novo, a Decisão Final de Inves- ras detenções e meses depois do Tmcel, a incapacidade da INA- de Abril. Uma medida acertada
mais de três meses do segundo timento. julgamento de Jean Boustani, MAR, até à Direcção Nacional para aliviar o sufoco do grosso
mandato de Nyusi foram de um em Nova Iorque, que produziu de Transportes da Superfície, da população que busca o sus-
espectáculo gratuito na PRM, Indústria e Comércio matéria suficiente para que os
onde os desafios se mostram con- arguidos fossem julgados, o silên-
tinuamente crescentes, quando Em 100 dias de governação, o cio pode querer significar, mais
na Migração, Identificação Civil ministro da Indústria e Comércio uma vez, a justiça ao serviço do
e na Salvação Pública tudo se (MIC), Carlos Mesquita, ape- Executivo, sobretudo se pensar-
mantém igual, com queixas de nas incentivou os empresários mos no peso político das figuras
corrupção a acompanhar a inér- para acelerarem a sua produ- envolvidas no escândalo. Caberá
cia. ção, porque o Governo pretende a ministra Helena Mateus Kida
Os velhos problemas de que se avançar com a industrialização desmentir isto, com acções tão
debate o ramo que lida com a junto com o sector privado. A céleres quanto foi aquando do
Ordem, Segurança e Tranquili- suposta industrialização estaria processo do indulto e perdão de
penas para reduzir a propagação
da Covid-19 nas penitenciárias
em Moçambique. que tem fracassado na gestão tento do dia-adia no sector in-
dos transportes públicos, apesar formal, este que quase se apagou
Trabalho e Segurança do compromisso provado de dis- devido as medidas tomadas pelo
Social ponibilizar mais autocarros. Governo.
Infelizmente, este é um sector Porém, ainda que timidamente,
O pelouro do Trabalho e Segu- dependente de outras identida- o pelouro de Machatine já deu
rança Social, dirigido por Marga- des, que compreendem municí- sinais de que as obras (constru-
rida Talapa, iniciou o seu man- pios e a criatividade do sector ção civil) inacabadas há anos,
dato com actividades que têm privado. por alguma razão, devem ser
a ver com o reconhecimento da Os desafios são enormes. Há que concluídas, caso contrário, os
provar a relevância do Programa empreiteiros concorrem para
dade têm mais eco em Cabo De- assente no agro-processamento, do Desenvolvimento Espacial constar da lista negra.
legado, onde a segurança é uma agro-alimentar, embalagem, re- (PDE), à semelhança do Institu-
miragem desde 2017, com os vitalização do parque industrial to de Aviação Civil de Moçambi- Defesa Nacional
discursos de Bernardino Rafael, paralisado, incubação de em- que, devolver a transparência ao
Comandante-Geral da República preendedorismo, industrialização INATTER. Jaime Bessa Neto, um civil que
de Moçambique (PRM), a mos- rural, promoção e estímulo da até à sua nomeação ao cargo de
trarem contradição com a reali- valorização e consumo da pro- Terra e Ambiente ministro da Defesa Nacional era
dade vivida no terreno. dução local e nacional, com vista primeiro secretário da Frelimo
São problemas que descem ao à substituição das importações. Ainda que seja um pelouro di- em Sofala, herdou um ministério
Centro do país, com os Nhongos Entretanto, por causa da pande- rigido por alguém que conhe- que se debate com insurgentes
a subirem de tom, e terminam mia da Covid-19 o sector é con- ce bem a casa, a ministra Ivete em Cabo Delgado e ataques no
em Maputo, onde tem uma po- frontado com alguma renitência Maibasse, os 100 dias da sua Centro no país. Aquando da to-
lícia vendida a preço de refresco, em termos de respeito do Estado gestão não tiveram oficialmente mada de posse, Neto disse que ia
com o olhar impávido dos diri- de Emergência, uma vez que al- casa, situação que foi interrompi- algo de realçar, embora seja um trabalhar com os quadros do Mi-
gentes. Os péssimos honorários guns agentes económicos estão a da com o surgimento da pande- dos sectores cruciais para o de- nistério da Defesa para ver como
4 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

podem “caminhar para depois cenário é mais dramático. A pan- síveis para a comunidade acadé-
dar imputs em termos de estra- demia do coronavírus, que obri- mica e encontros de redefinição
tégia”. gou ao adiamento da IX edição das estratégias de ensino.
Mas volvidos 100 dias, os ata- do Festival Nacional da Cultura,
ques no Centro de Moçambique veio desnudar a vulnerabilidade Administração Esta-
não cessam e a insurgência no em que se encontram os artistas, tal e Função Pública
Norte atingiu níveis aterradores, mascarada pelo movimento se-
com ataques a infra-estruturas manal dos espectáculos e expo- O Ministério da Administra-
das Forças de Defesa e Seguran- sições, sobretudo realizados por ção Estatal e Função Pública é
ça, a provar a vulnerabilidade do meios próprios ou apoiados por dos que não lhes foi dado tem-
Estado. instituições privadas e interna- po para se inteirarem da nova
configuração política. Ana Ca- crescer, também foram preocu- concerne ao acesso, frequência e
moana, advogada de formação, pação deste pelouro. desempenho escolar das meninas
foi desafiada no quadro da nova e aumentar as oportunidades de
descentralização a esclarecer as Combatentes emprego para as gerações actuais
competências e atribuições dos e futuras, por meio de competi-
secretários de Estado provinciais O Ministério dos Combatentes, ções de plano de negócios e pro-
e governadores eleitos. dirigido pelo veterano da Luta gramas de desenvolvimento de
É o barulho que no arranque de Libertação Nacional, Carlos habilidades.
do ano lhe deu as boas-vindas Siliya, tem como objectivo, de No entanto, até ao momento a
e, para dar solução, colocou os acordo com o ministro, “enalte- nova Secretaria de Estado da
mais altos dirigentes das provín- cer o heroísmo dos que sacrifica- Juventude e Emprego, que fun-
cias em standby. Foi necessário ram a sua juventude e vida para ciona sob supervisão directa do
O ministro até se deslocou a cionais. Este momento é um tes- a criação de uma Comissão In- que os moçambicanos sejam hoje Presidente Filipe Nyusi, ainda
Cabo Delgado para inteirar-se te de fogo para o Ministério da terministerial para terminar o donos do seu destino” e atender não materializou este majestoso
da violência, tendo dito que o Cultura e Turismo, que reconhe- trabalho de inventariação dos “às preocupações dos combaten- projecto.
bem-estar da população e a im- ceu a má sorte que a pandemia recursos humanos, patrimoniais tes, assegurando o pagamento
plementação de projectos de ex- reservou a estes sectores. e financeiros, para posterior par- das suas pensões, garantindo-lhes Desporto
ploração de petróleo e gás na Ba- A ministra Eldevina Materula tilha pelo Conselho Provincial de o acesso à saúde e educação dos
cia do Rovuma não podiam ser falou de estabelecer mecanismos Representação do Estado (dirigi- seus filhos, conforme previsto na Registou-se uma estagnação de
beliscados por acções de malfei- de acção e mitigação destes im- actividades desportivas por con-
tores, inimigos sem rosto, como pactos. E nos últimos dias vemo- ta da pandemia da Covid-19,
ele chamou. Mas a esta visita -la a visitar estâncias turísticas que obrigou a suspensão das
seguiram-se outros ataques. Na e hoteleiras. Mas, até aqui, são mesmas à escala nacional, no
última incursão dos insurgentes, apenas ideias, intenções, em âmbito do decreto presidencial
que tinha como objectivo engros- áreas que vivem entre ideias e do Estado de Emergência.
sar as fileiras dos insurgentes, o intenções já há longos anos. Tudo indica que vai virar a pági-
saldo foram 52 mortos. Sabe-se na desportiva, concretamente no
da entrada de uma empresa de Ciência, Ensino Supe- futebol, com a saída do tradicio-
segurança privada sul-africana, rior e Técnico- Profis- nal modelo anual de competição
em subsituação dos mercenários na fina-flor de futebol (Moçam-
russos que abandonaram o ter- sional bola), para o campeonato tran-
reno sem conseguir estancar a do pelo secretário do Estado) e Lei”. sitório, neste caso como exemplo
barbárie. O Ministério da Ciência e Tec- pelo Conselho Executivo Provin- Estas afirmações dominaram os (inicia num ano e termina nou-
Mas a nova força, que custará ao nologia, Ensino Superior e Téc- cial (dirigido pelo governador de 100 dias de labuta do pelouro, tro).
Estado moçambicano 15 milhões nico- Profissional, dirigido por província). numa altura em que se espera Há que assinalar a presença de
de dólares mensais, também tem Gabriel Salimo, de imediato ini- E porque os 100 dias são ínfimos uma posição em relação aos ou- Moçambique nos Jogos Olímpi-
estado a ter dias difíceis no tea- ciou com a implementação das quando comparados com os dias tros combatentes (da Renamo), cos com maior número de atle-
tro das operações, tendo num actividades planificadas para os que se seguem, esperamos que que também são abrangidos pela tas. Entretanto, Moçambique,
combate contra os insurgentes primeiros 100 dias de governação ela consiga devolver o mínimo de Lei acima evocada. até à última decisão de cancela-
visto um dos seus helicópteros no presente quinquénio, e deste integridade à nossa Administra- Silya, neste mandato, tem o de-
abatido. Passados mais de três trabalho destaca-se a criação do ção Pública. E porque é da sua safio de clarificar e materializar
meses, os desafios de Jaime Neto correio Gov.mz, a requalificação competência, que devolva vida os consensos alcançados entre o
continuam os mesmos de quando do Hotel- Escola em Inhamba- ao CEDIMO. Governo e a Renamo, no âmbito
se fez ministro da Defesa, mas já ne, que mereceu a introdução do diálogo político, concretamen-
não pode dizer que ainda quer do curso de Engenharia Civil Género, Criança e te o Processo de Desmilitariza-
conhecer a casa. e a criação do Centro de Exce- Acção Social ção, Desmobilização e Reintegra-
lências, estas últimas realizações, ção dos guerrilheiros da Renamo,
Cultura e Turismo dada a pandemia da Covid-19, Tal como os outros pelouros que uma vez que também são com-
compõem o Executivo, o Minis- batentes.
Eldevina Materula, que já a co- tério do Género, Criança e Ac- mento dos Jogos Olímpicos de
nhecíamos como oboísta e direc- ção Social, liderado por Nyelete Juventude e Emprego Tóquio, já havia apurado duas
tora do Xiquitsi, começou o seu Mondlane, também focalizou as modalidades, nomeadamente a
mandado com encontros para suas acções nestes 100 dias no A Secretaria de Juventude e vela e boxe.
auscultar as preocupações dos combate aos efeitos da Covid-19, Emprego, liderada por Osvaldo Uma nota que deixou o Governo
fazedores da Cultura e Turismo. e uma delas cingiu-se na protec- Petersburgo, nos primeiros 100 triste foi o facto da CAF, tem-
O desafio era colocar a Cultura ção da criança na rua. dias de governação do Presiden- porariamente, ter suspendido a
ao serviço do Turismo, como o Igualmente, a pessoa idosa e as te Filipe Nyusi não conseguiu utilização do cartão-de-visita de
Presidente da República propôs, famílias carenciadas têm mere- dar sinais palpáveis referentes à Moçambique, o Estádio Nacional
mas o coronavírus veio baralhar cido atenção neste período do criação de um milhão de novos do Zimpeto, e o histórico Está-
as contas. Estas são das áreas não estão operacionais. Estado de Emergência, uma vez postos de trabalho em Moçambi- dio da Machava, que pertence ao
que maior impacto sentiram da Por outro lado, a propagação da que fazem parte do grupo de que, nas províncias de Maputo, Clube Ferroviário de Maputo.
actual situação. O Turismo, que Covid-19 levou este ministério a vulneráveis. Zambézia e Nampula. A Secretaria de Estado de Des-
era das áreas que mais crescia direccionar as atenções para ac- Assim, no âmbito da protecção Entretanto, com base no Pro- porto, liderada por Gilberto
em Moçambique, viu-se a retro- ções de operacionalização da mi- social, uma das acções tem como jecto de Desenvolvimento e Mendes, neste momento encon-
ceder e a empurrar para a incer- tigação do impacto da propaga- objectivo assegurar que as crian- Empoderamento da Juventude, tra-se a fazer uma radiografia
teza centenas de empresários e ção da Covid-19 nos subsistemas ças em centros abertos voltem financiado pelo Banco Mundial, do desporto nacional, onde tem
milhares de trabalhadores. E na do ensino superior e técnico- pro- para as suas casas, e, por outro em USD 75 milhões, prevê o fi- vindo a manter contactos com
Cultura, se olharmos sobretudo fissional. lado, as crianças sem famílias nanciamento em actividades que vários intervenientes do despor-
para as artes, cujos fazedores e Destas acções, destaca-se a busca fiquem sob a protecção da Ac- contribuiriam para a educação to, para de forma conjunta tra-
toda a cadeia que os envolve vi- de parcerias com vista a garantir ção Social. Questões relativas à dos adolescentes, abordando o balharem para o sucesso do des-
vem pelos eventos organizados, o o acesso a internet a custos aces- violência doméstica, que tende a nó de estrangulamento no que porto.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 5

AI e HRW exigem investigação ao desaparecimento de jornalistai


As autoridades de Moçambique são desafiadas a localizar com urgência o jornalista Ibrahimo Abu Mbaruco,
desaparecido desde o dia 7 de Abril de 2020, na província de Cabo Delgado, no Norte do país, exigem a

destaques
Human Rights Watch (HRW) e a Amnistia Internacional (AI).

AR indiferente e CNE fora do mandato prorrogado


Nesta quinta-feira, 30 de sendo por isso importante a eleitoral no seu todo, incluindo
Abril, termina o mandato adopção de um modelo de com- para a viabilização das eleições
posição consensual e que respeite distritais de 2024, inicie na As-
dos membros da Comis- os princípios da legística material sembleia da República de modo
são Nacional de Eleições e formal, sobretudo no que tange a permitir que haja maior parti-
(CNE), depois de prorro- à generalidade e abstrac¬ção das cipação dos diferentes segmentos
normas jurídicas”, lê-se na publi- da sociedade, e mais tempo para
gado em Maio passado cação. apropriação da legislação pelos
pela Assembleia da Re- É igualmente entendimento do actores políticos, depois da apro-
pública (AR). Extrapolado IMD que a revisão da legislação vação.

o prazo, a AR não tem PR admite atrocidades cometidas pelas Forças e


ainda agendada a eleição Defesa e Segurança em Cabo Delgado
dos novos membros da
O Presidente da República,
CNE, que vão substituir Filipe Nyusi, admitiu, há
os acomodados fora do dias, violações involuntárias
mandato prorrogado e dos direitos humanos pe-
las FDS, em Cabo Delgado,
já perto do oitavo ano, onde grupos armados têm
quando o seu mandato é protagonizado ataques desde
de seis anos. Na AR falam Outubro de 2017. “Em mo-
mentos difíceis como o que
de estar perto a criação Abdul Carimo atravessamos somos levados
da Comissão ‟ad-hoc” a adoptar medidas robustas,
que irá conduzir o proces- o Movimento Democrático de mandato dos membros da CNE com vista a defender a nos-
Moçambique (MDM), enquanto cessa com a tomada de posse dos sa soberania e a nossa inte-
so. a Renamo votou contra. Aliás, novos membros”. Logo, caso não gridade territorial. Algumas
apesar de vários argumentos da tomem posse novos membros o dessas medidas podem, in-
Perdiz contra o voto, o facto é mandato dos actuais se mantém. voluntariamente, propiciar a
Nelson Mucandze que nenhum dos seus membros, O Instituto para a Democracia violação dos direitos huma-
ou por si cooptados, fazia parte Multipartidária (IMD), na sua nos”, disse Nyusi, durante na presença do jornalista re-

O
dos que se viam fora do manda- publicação de Março, número tomada de posse de membros tido, foi filmada por popu-
to. um, diz que é pertinente que a da Comissão Nacional de Di- lares e gerou uma onda de
mandato dos Perto do dia 30, aprovado pelos AR clarifique as suas in¬tenções reitos Humanos. críticas de Organizações Não-
membros da CNE parlamentares como a data-limi- em relação à Lei que estabe- Nyusi disse que as denún- -Governamentais e de outras
é de seis anos e os te para os actuais membros da lece as funções, composição, cias de violação dos direitos pessoas, principalmente nas
mesmos cessam CNE, a AR ainda não tem ain- organi¬zação, competências e humanos em Cabo Delgado redes sociais.
com a tomada da data para a eleição dos novos funcionamento da CNE, que se devem merecer a atenção das Além deste episódio, o jor-
de posse de outros membros, en- membros que já deveriam ser apresenta bastan¬te fragmen- autoridades e, no combate nalista Ibraimo Mbaruco, da
quanto isso, terminado o proces- conhecidos até ao momento, fal- tada e que fere os princípios da contra os insurgentes, pe- Rádio Comunitária de Pal-
so eleitoral, vai se questionando tando apenas a tomada de posse. generalidade e da abstracção, o diu a colaboração de todos, ma, está desaparecido desde
o trabalho destes. Segundo apuramos daquele ór- que torna a Lei da CNE bastan- incluindo a imprensa, que o dia 7 de Abril, em Cabo
Em Maio passado, com o fim do gão, está ainda por ser criada a te instável. em vários momentos se tem Delgado, e organizações liga-
mandato dos 9 membros (dos 17 Comissão Ad-Hoc que irá condu- Havendo interesse do Parlamen- queixado de intimidações, das à liberdade de imprensa
membros da CNE) que tomaram zir o processo. to em fazer alterações estruturais perseguições e agressões per- no país suspeitam que tenha
posse em 2013, a AR, na sua Pelo que se pode depreender, e à Lei da CNE, sobretudo tendo petradas pelas autoridades sido levado por militares.
contínua revisão pontual da lei considerando o tempo que falta em vista as Eleições Autárquicas na cobertura da violência ar- Em 2019, dois jornalistas lo-
orgânica da CNE, que veio a ser para expirar o mandato prorro- de 2023 e as Elei¬ções Gerais, mada naquela província do cais na região, que cobriam
aprovada em Junho, prorrogou o gado, a CNE volta ainda esta se- Provinciais e Distritais de 2024, Norte do país. a situação, nomeadamente
mandato destes para 30 de Abril mana, incluindo o seu presidente o IMD propõe que se conside¬re Entretanto, ao mesmo tem- Amade Abubacar e Germa-
de 2020, momento em que, por Abdul Carimo, a funcionar fora “a clarificação do mandato dos po que as Forças de Defesa no Adriano, foram detidos e
coincidência ou não, completam do mandato, num momento em membros, devendo estar claro se e Segurança se desdobram maltratados pelas autorida-
o mandato os últimos quatro que o grupo empossado em 2013 o mesmo é dos membros que a para conter as incursões des durante quatro meses,
membros provenientes da Socie- espreita o oitavo ano. Trata-se compõem ou do órgão”. destes grupos, denúncias de sob acusação de violação de
dade Civil que tomaram posse de Abdul Carimo, Rabia Valgy Ainda de acordo com IMD, é violações contra cidadãos e segredos de Estado e incita-
em Abril de 2014, depois que o e Paulo Cuinica, provenientes da importante que se clarifique o jornalistas são frequentes. mento à desordem, num caso
segundo grupo, que tomou posse Sociedade Civil; António Chi- tempo que o mandato dos mem- Na terça-feira (21 de Abril), contestado pelas Nações Uni-
em Março do mesmo ano, com- panga, primeiro-vice-presiden- bros da CNE deve durar, sendo dezenas de pessoas amoti- das e outras organizações.
pletou o mandato há quase dois te, Rodrigues Timba, António recomendável harmonizar com naram-se no bairro Paqui- De salientar que as autori-
meses. Muacorica, Abílio da Conceição o ciclo eleitoral de modo a se tequete, em Pemba, capital dades contabilizam 162 mil
Pensando no primeiro e segun- Diruai e Eugénia Chimpene, pro- evitar que os mesmos terminem provincial de Cabo Delgado, afectados pela violência ar-
do grupos, em Maio de 2019 a venientes da Frelimo; e Barnabé no período crítico do processo contra alegadas violações por mada naquela província, 40
AR aprovou por consenso e na Nkomo do MDM. eleitoral, onde se demanda mais parte da Polícia, que na al- mil dos quais deslocados das
especialidade o projecto de lei A Lei 30/2014, de 26 de Setem- es¬tabilidade organizativa. tura efectuava uma operação. zonas consideradas de risco,
que autorizou a revisão pontual bro, que altera a Lei 6/2013, de “Os partidos políticos repre- Foi no bairro Paquitequete maioritariamente situadas
da lei orgânica da CNE. O do- 22 de Novembro, não é clara so- sentados na AR devem ter em que a Polícia espancou um mais para o norte da pro-
cumento previa a prorrogação bre a cessação do mandato dos conta que é sobre a mesma que cidadão e reteve um jornalis- víncia, e que estão a receber
do mandato de todos os mem- membros da CNE. Para além de vão sair os mem¬bros que vão ta durante horas, na sequên- assistência humanitária na
bros da CNE até Abril de 2020 referir que o mandato tem a du- orientar os pleitos eleitorais a ter cia de uma outra operação. cidade de Pemba, a capital
e foi viabilizado pela Frelimo e ração de seis anos, refere que “o lugar nos próximos cinco anos, A violência contra o cidadão, provincial.Neuton Langa
6 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

opinião

Estória de Maria Italo/moçambicana, antiga


combatente da Luta de Libertação (Conclusão)
Samora Machel e mais alguns a dizer que nós tínhamos que dentes de marfim, acho que di- zados os Conselhos de Base,
Estórias
Isaura Macedo Pinto
colegas. Visitamos as Provín- nacionalizar as unidades sani- tado pelo medo. Nem todos os estruturas democráticas que
estorias.da.isaura@gmail.com
cias de Sofala, Manica, Tete, tárias privadas da Província. guerrilheiros aceitavam, mas dirigiam colectivamente as di-
Niassa, Zambézia e Nampula. Eu respondi que nunca tinha outros, provavelmente porque versas enfermarias e serviços.
Em Manica e Niassa ainda es- feito uma coisa parecida e que vinham de um ambiente onde Foi nesses conselhos que pela
tavam os Governadores portu- não sabia por onde começar, não tinham nada, foram acei- primeira vez o servente teve
Eu vi esses prisioneiros por- gueses. Os dirigentes da dele- então foi criada uma comissão tando. uma tarefa reconhecida e a pa-
tugueses e assisti à conversa gação fizeram muitos comícios para o efeito. Eram 3 médicos, No Instituto de Ciências de lavra de ordem era servir me-
que o Presidente Samora Ma- com a população, com os tra- uma monitora da escola e eu. Saúde de Maputo, onde foi lhor o doente. Depois tivemos
chel teve com eles a dizer que balhadores, funcionários, alu- Na Beira e nos Distritos. Nós trabalhar depois da indepen- que ir para todo o país criar
a Frelimo não lutava contra nos e professores para explicar íamos lá às clínicas, procurá- dência tínhamos alunos de os conselhos de base em todas
o Povo português nem queria qual o sentido da luta contra o vamos falar com os Dirigentes todo o país. A ideia era criar as unidades sanitárias. Até
que os portugueses deixassem colonialismo, o que significava e pedíamos a chave da insti- o sentido de unidade nacional. agora existem. Não sei bem se
Moçambique. Havia também a independência, que tipo de tuição. De um momento para Os Institutos tinham que re- funcionam, mas existem. Du-
algumas esposas de oficiais. país se queria construir, etc. o outro todas essas instituições ceber jovens de todas as pro- rante o tempo da guerra da
Eu não me encontrei com elas, Era mais para dar a conhecer de privadas passaram a rece- víncias, e eles eram indicados, Renamo eu fui indicada para
mas ouvi que uma deu à luz a Frelimo, especialmente nas ber a população em massa a não escolhiam a carreira da ser supervisora de enfermagem
um rapaz ali mesmo no Hos- províncias onde não se tinha 7,50 escudos. Naquele tempo saúde. do Hospital Central. Recebía-
pital Tanzaniano de Mtwara combatido. eram muito poucas as institui- Então tínhamos a tarefa de mos muitos feridos e mortos
porque o nosso não tinha a Em seguida fui transferida ções e então as filas das pes- fazer-lhes ver a razão da nova provenientes dos ataques aos
maternidade. Eles foram de- para a Beira como Monitora soas eram enormes. Tivemos vida que tinham a frente. Mui- machibombos. Tínhamos um
volvidos a Portugal através da Chefe da então Escola de En- que criar o sistema de triagem. tos nunca tinham saído dos sistema de chamada de emer-
Cruz Vermelha. O Presidente fermagem. Com os estudantes Mas era uma coisa muito bo- distritos onde nasceram e pas- gência porque quando recebía-
Samora em Janeiro de 1975, fomos a Inhaminga para fazer nita. sar a viver numa comunidade mos muitos feridos, tínhamos
durante o Governo de Transi- um teatro de sensibilização so- A maioria dos técnicos de saú- grande, numa cidade grande, que ir buscar quem estivesse
ção, quis que eu fosse ter com bre a diarreia e a construção de portugueses foi embora an- com pessoas de diferentes ori- em casa. Era tudo feito com
ele em Dar Es Salaam e infor- das latrinas. As pessoas só tes da independência, estavam gens que falavam línguas des- telefones fixos. Criamos uma
mou-me que deveria ser trans- foram aparecendo aos poucos apavorados, por exemplo uma conhecidas era um verdadeiro rede. Outra emergência que ti-
ferida para Moçambique, que porque ainda estavam trauma- monitora de enfermagem foi à choque. Obrigávamos a falar vemos foi quando houve uma
a situação ainda era tensa e se tizados pelo massacre de Inha- carreira de tiro para aprender sempre em português para chuva de granizo em que cada
até então tinha sido mais fácil minga que foi um aconteci- disparar alegando que depois criar o sentido de unidade na- granizo era do tamanho de
individuar o inimigo, agora a mento terrível. Para os alunos da independência os brancos cional. Criamos um grupo cul- uma laranja. Enfermarias fica-
situação seria mais complexa foi uma experiência inesquecí- iam ser mortos. Eu tentava tural que cantava e dançava ram com tetos e janelas par-
e nebulosa e que deveríamos vel, porque nem imaginavam inutilmente explicar quais os nas diferentes línguas locais e tidas e tivemos que transferir
estar muito vigilantes. Quando os horrores perpetrados pelo valores que tinham guiado a exibia danças de todas as Pro- doentes. Transferir doentes,
cheguei a Lourenço Marques governo colonial. Frelimo. Os portugueses saí- víncias, foi uma experiência com processos sem os mistu-
vi patrulhas mistas de milita- A saúde tinha sido nacionali- ram em massa criando enor- muito bonita. Depois, houve a rar, não imagina o trabalho
res portugueses e guerrilheiros zada um mês depois da inde- mes bichas no aeroporto. Na ofensiva do Presidente Samo- que foi. Periodicamente havia
moçambicanos e fiquei muito pendência, então era preciso Festa da Independência os ca- ra Machel ao Hospital Central também limpezas gerais co-
admirada acerca da capaci- uma mudança radical. Havia maradas pediram para que eu de Maputo. Havia diferenças lectivas do Hospital, vinham
dade de ambos, inimigos até alunos que tinham iniciado o vestisse a farda da guerrilha dentro do hospital. O Hospital o Ministro da Saúde e outros
poucos meses antes, de cola- curso no tempo colonial, ti- para que todos vissem que a da Universidade, com os me- Ministros e todos os funcio-
borar para garantir a seguran- nham que transformar a visão Frelimo não discriminava nin- lhores médicos e enfermeiros nários do Ministério também.
ça da cidade. A seguir fui fazer que tinham da carreira da saú- guém. Também fui represen- onde baixavam os colonos e Houve outros dias importantes
uma viagem com uma delega- de. tante da saúde na comissão de o outro, chamado “indígena”, também, por exemplo o dia da
ção composta por dirigentes A nacionalização foi recebi- festas da Independência. para o resto da população. latrina em que se construíram
dos Ministérios da Educação e da com muito entusiasmo por Na Beira havia muita tenta- Era necessário revolucionar milhares de latrinas em todo
da Saúde em que estava, para toda a população. No dia se- tiva de corromper os camara- este sistema discriminatório o país. A palavra de ordem
além do Ministro da Educa- guinte ao comício em que o das, especialmente por parte e transformar as mentalida- era em cada casa uma latrina.
ção, a Camarada Graça Sim- Presidente fez o anúncio, rece- dos comerciantes de origem des dos trabalhadores. Então Houve a campanha nacional
bine que poucos meses depois bi uma chamada do Ministro indiana. Ofereciam carros, por orientação do Presidente de vacinação em que toda a
se casaria com o Presidente da Saúde, Dr. Helder Martins, casas, bebidas, meninas, até Samora Machel foram organi- população foi vacinada con-

FICHA TÉCNICA Direcção, Redacção, Grafismo e Redacção: Grafismo:


Registado sob o n° 05/GABINFO-DE2007 Administração: António Zacarias, Alfredo Langa, Samuel Dias (84 756 5575)
Propriedade de MAGAZINE MULTIMEDIA,SA Rua da Concórdia (Oliveira) nº 38 1º andar Aida Matsinhe, Elísio Muchanga,
único, Malhangalene “A”, Maputo. Nelson Mucandze, Adelina Pinto, Revisão: Cipriano Siquela e Paulo Jossias
Tel/Fax: 21 328 579 Neuton Langa e Elton Pila
Conselho de Administração
Telemóvel: 82 01 52 830, 87 76 84 840 Publicidade e Marketing:
Sheila Dundule - presidente
Lourenço Jossias email: jornalmagazineinde@gmail.com Magazine Online: Telemóvel: 820152830/877684840
www.magazineindependente.com Aléxia Chongo (82 5781 322/ 840560354)
Coordenador: Elton Pila
Directora Administrativa: (eltonl.pila@gmail.com) Email: alexiachongo@gmail.com
Flora Nguenha (82 827 3130) Director: Email: multimediacomercial18@gmail.com
(floranguenha@gmail.com) Lourenço Jossias (82 3093420) Fotografia:
(jossiasgira@gmail.com) Nilton Cumbe (845854285) e Impressão: Sociedade do Notícias S.A
António Nhangumbe (826633814)
Editor:
Nelo Cossa (82 6581770) Colaboradores:
(nelocossa@yahoo.com.br) Isaura Pinto e Simeão Cuamba
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 7

Sobre 100 dias de governação


coronados pelo vírus!
A 25 de Abril deste ano, o Obras Públicas e Habitação. Quase todos os ministérios ti- nos primeiros 100 dias deste lho. Há liderança. Há rumo.
Presidente Filipe Nyusi e Andou na Economia e Finan- veram que gerir, a partir de ciclo governativo pouco tinha De tempos em tempos pre-
seu Governo completaram ças. Mas também teve, como Fevereiro, este novo e estra- sido feito. Afinal é apenas um cisamos desta mensagem de
100 dias de governação. Nor- é evidente, os seus desafios e nho fenómeno, o de Covid-19, problema de comunicação ins- esperança, para levantarmos
malmente, em países demo- as suas dificuldades, algumas tendo o Governo, no seu todo, titucional. Abertos e reaber- do desânimo que tantas vezes
cráticos e com cultura de das quais imperdoáveis, o que decretado pela primeira vez tos os arquivos, vê-se que há toma conta de nós.
transparência governativa e levou o timoneiro a ter que na história do País o Estado muito trabalho feito em 100 Cabe aos assessores de comu-
prestação de contas, esse pe- exercer o seu dever legítimo de Emergência, que veio con- dias, em prol do País e dos nicação, que abundam nos
ríodo serve para se avaliar o de refrescar a máquina a cada dicionar toda a vida dos mo- cidadãos. ministérios e nos gabinetes
quanto foi feito no cumpri- momento. çambicanos e toda a actuação Em nosso entender, os pri- dos governadores provinciais,
mento das promessas elei- Andou no capítulo da des- das instituições públicas e pri- meiros 100 dias de governa- levarem ao País a mensagem
torais e o quanto e como se centralização e dos caminhos vadas. ção devem servir de lição e de trabalho que afinal existe.
irá caminhar na longa mar- da paz. Andou na Adminis- Na sua comunicação, Filipe desafio para os órgãos com- Cabe a eles libertarem os da-
cha para os compromissos do tração Pública, na Educação Nyusi descreveu com detalhe petentes do Governo aprimo- dos que existem para se mos-
mandato. e na Agricultura. o trabalho feito, sector por rarem as suas estratégias de trar serviço.
Numa comunicação feita na Se nos anos anteriores, de Ja- sector, e enumerou os desafios comunicação, de modo a que o Se persistir a cultura de secre-
noite desta segunda-feira, a neiro a Abril havia que contar transversais do País, como a País e o Mundo saibam, a cada tismo haverá sempre a ideia
partir do seu gabinete de tra- sempre com as calamidades paz, os ataques terroristas em momento, o que é feito a nível de que o Governo é um deser-
balho, na Presidência da Re- naturais, como as cheias e Cabo Delgado, a violência ar- da governação. A comunicação to de ideias, quando na verda-
pública, transmitida pratica- inundações, neste ano o País mada atribuída à Junta Mi- a nível do Governo tem sido de há muita coisa boa e feita
mente por todos os canais de e o Mundo tiveram que ge- litar da Renamo, os desafios fraquinha. Há que melhorá-la. por gente trabalhadora, mui-
televisão do País, o Presiden- rir uma grave pandemia com económicos a nível nacional A má percepção que pairava tas vezes anónima.
te Nyusi mostrou e demons- impacto à escala planetária, e internacional e os ligados à até ao princípio da noite de Mãos a obra para se cumprir
trou com factos que, apesar conhecida por coronavírus ou descentralização. segunda-feira, de que nada de com as promessas feitas ao
das adversidades de vária or- Covid-19. Nyusi não se esconde por de- relevante tinha sido feito, se povo durante a campanha
dem, houve trabalho, há tra- Em nosso entender, a gestão trás das dificuldades e assume desvaneceu com um apanhado eleitoral e que foram sufra-
balho e haverá trabalho. dos primeiros 100 dias da go- o que corre bem e mal, pu- rápido do discurso presidencial, gadas pelo Parlamento, ain-
Tal como demonstramos nou- vernação teve esta pandemia xando pela auto-estima dos o que demonstra que com or- da há poucos dias. É preciso
tras páginas desta edição, em como factor incontornável, moçambicanos e recordando ganização e disponibilidade de trabalhar e mostrar aos mo-
trabalho de análise do quanto exigindo-se dos governantes que este povo sempre soube informação de interesse públi- çambicanos os resultados do
foi feito na área governativa, provas dadas de competência dar corpo às balas e sempre se co a quantidade de pedras por trabalho. Assim sendo, não
o País andou nestes primei- e de imaginação para não se saiu bem, ante dificuldades de atirar pode diminuir. haverá corona que irá destruir
ros 100 dias. Andou na área caminhar no precipício ou no vária ordem. Num contexto dramático do a nossa auto-estima.
da Saúde. Andou na área das descontrolo total. Havia antes a ideia de que coronavírus, afinal há traba- Bem-haja!

tra a varíola e assim como em íamos nas avionetas dos Mé- composto de mais ou menos de vez em quando expulsava as meninas eram submetidas
todo o Mundo, em Moçambi- dicos Sem Fronteiras. Fazía- 100 ministros. Lá onde eu es- a UNICEF e todo o seu pes- à mutilação genital, uma prá-
que também esta doença foi mos inquéritos nutricionais tava, na vila de Jowhar, era soal era obrigado a sair para tica devastadora para a mu-
erradicada. nas aldeias para detectar as território dum “senhor da Nairobi. Eles sempre per- lher. Todos os partos tinham
Fui subdirectora do Instituto zonas mais atingidas pela guerra”, ex-comerciante de guntavam se eu também não que ser feitas incisões… depois
por algum tempo e depois fui fome e planificar a distribui- Mogadíscio que, compradas quisesse ir para não ficar so- do parto tinham que fechar
frequentar um curso de epi- ção de ajuda alimentar. Foi camionetas de caixa aberta zinha. Por duas vezes recusei, de novo a abertura da vagina.
demiologia organizado pela um trabalho fabuloso. Conse- e armas, recrutadas crianças mas a certa altura houve uma Ninguém aqui imagina a vida
OMS, este foi muito impor- guimos uma taxa muito alta que se tornaram crianças- interrupção dos voos de liga- daquelas mulheres. Depois de
tante para mim. A partir de vacinação na Província. -soldados, foi para a pequena ção e decidi apanhar o último 10 meses, o meu trabalho era
daí trabalhei no Centro de Eu tinha dois filhos na es- vila a 100 km de Mogadíscio, avião para o Quénia. Em Nai- muito difícil e não dava mais.
Profilaxia e Exames Médi- cola em Chimoio, depois da a conquistou e auto-nomeou- robi tínhamos uma entrada e Voltei para Moçambique, tra-
cos de Maputo. Vi o primei- 8ª classe deveriam ir para a -se Governador. Era um ter- saída especial no edifício do balhei com ONGs moçambi-
ro caso de infecção por HIV Beira num internato, porque ritório totalmente isolado do aeroporto, porque não tínha- canas e internacionais e agora
no Hospital Militar. Quando em Manica naquela altura resto do país. Eu fui trabalhar mos visto, no passaporte não estou reformada. Faço traba-
o meu marido foi transfe- não havia 9ª classe e então com uma ONG italiana para aparecia o país de proveniên- lho voluntário na Associação
rido para Chimoio, eu pedi nós e mais um casal decidi- reorganizar o hospital. Era a cia e de destino, era uma si- Ndangwini que apoia famílias
também para ser transferida mos levar os filhos estudarem única estrangeira no hospital. tuação quase surreal, íamos com fragilidades sociais e eco-
e fui nomeada responsável em Itália. Depois, quando Do outro lado da estrada ha- para o nada e surgíamos do nómicas e crianças vulnerá-
do programa de nutrição da eles foram mais crescidos de- via um campo da UNICEF e nada. Em Jowhar, como no veis no Bairro Magoanine B.
Província de Manica. Tam- cidi que era altura de voltar. um pouco afastados estavam resto da Somália estava em É um trabalho de que gosto
bém fiz parte da comissão de Mas antes fui à Somália fazer os Médicos Sem Fronteiras. vigor a Sharia ou lei islâmi- muito porque me permite es-
emergência da província. Ha- um trabalho. Naquela altu- Eles ficaram admirados por ca. Não havia manifestações tar em contacto directo com
via guerra e havia zonas com ra a Somália tinha um go- eu estar sozinha. O serviço de de alegria, não se podia can- grupos vulneráveis da popula-
malnutrição difusa. Íamos verno fictício que ficava em segurança da UNICEF teve tar, dançar, fazer festa. As ção. E é esta a minha estória
via terra só para Sussunden- Nairobi no Quénia. Cada clã pena de mim e disponibiliza- crianças não podiam desenhar Isaura.”
ga, Manica e pouco mais. sómalo exigia ter um minis- ram-se a me apoiar em caso pessoas, animais, árvores, só Obrigada D. Maria pela sua
Para o resto da Província tro, portanto o Governo era de necessidade. O Governador desenho geométrico. Todas linda estória.
8 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

opinião
Disfunção humana e paradigmas associados
O Princípio do Fim da Desigualdade e da Injustiça.
vão se multiplicando de forma plicar a convivência de uma como forma correcta de estar. mas “aceites” como benéficos,
Butsu Makhanda repetitiva. Os indivíduos que vi- sociedade em negação da sua O socialismo embora tivesse a mas que de facto são parte da
vem nesta situação tem tendên- realidade, vale a pena que se sua base ideológica fundada ameaça. É preciso aceitar que a
cia a se relacionar uns com ou- procure nesta teoria o ponto exactamente na igualdade so- democracia em exercício, além
tros e reforçar comportamentos de partida para sanar as desi- cial, estruturou e defendeu uma de ser frágil é de facto domina-
xiste um ramo de ciência deno- infelizes e doentios. Aqui entra gualdades e injustiças sociais e teoria de desigualdade baseada da e manipulada pelo poder do
minado de teoria psicanalítica, aquilo que o psicólogo Michael se caminhar rumo a sociedades na ideologia e na hierarquia do “ego” associado ao dinheiro e
que procura explicar o desenvol- A. Milburn e outros associados mais sãs. É preciso aceitar que poder. A época actual de demo- aos endinheirados. Nesta demo-
vimento do ser humano, a sua denominaram de “negação parti- existem eventos e circunstân- cracia e economia de mercado cracia, o pobre não se faz eleger
personalidade, motivação e cau- lhada”. A tese da “negação par- cias ameaçadores que cedo ou cava e esgravata uma sociedade e os eleitos estão vulneráveis e
sas de transtornos mentais. Diz a tilhada ” procura explicar porque tarde vão ter que ser encarados estratificada em desigualdades sujeitos a manipulação dos de-
teoria que quando um indivíduo é que uma sociedade parece acei- e ter que lidar com elas de for- económicas muito mais acen- tentores do dinheiro. É preciso
está perante situações ameaçado- tar que seja governada por ideo- ma mais fria. Moçambique, por tuadas. ainda aceitar que existe uma
ras da integridade do seu “ego”, logias, pensamentos, conceitos exemplo, precisa de olhar para Em qualquer dessas épocas grande manipulação para fo-
e não consegue lidar com elas, e paradigmas que pioram a sua a sua história e do mundo para houve sempre debates aparen- mentar a descriminação tribal
esse individuo, como autodefesa, situação social e económica. Esta verificar que as injustiças nunca temente estruturados para aca- e rácica para a glória dos pode-
tende a negar a existência dessa forma de negação é “uma acção foram resolvidas por nenhuma bar com o mal da injustiça e da rosos. Esta aceitação constitui
ameaça, ou a negligenciar o seu essencialmente irracional que se- das ideologias, nem sistemas go- desigualdade. A diferença está um primeiro passo importante
impacto. Embora temporaria- gura a validação de eventos ou vernativos do passado nem do no volume do ruído e no eco que vai permitir que os descri-
mente esse mecanismo possa ser experiências históricas quando presente. As monarquias e os im- provocado. No tempo colonial minados e injustiçados acordem
benéfico, a longo termo é preju- a sociedade se recusa a aceitar périos não resolveram e são hoje os debates aconteciam em surdi- da anestesia, e os poderosos que
dicial porque quando a ameaça empiricamente realidades verifi- apontadas como as culpados. na quase secreta, ampliaram-se se vejam no espelho e sintam
se manifesta, a autodefesa não cáveis.” Por isso, muitas socieda- Os Reis que ficaram na histó- no socialismo, e hoje são quase a responsabilidade como sua e
funciona mais, e o indivíduo des não reconhecem que as lutas ria de Moçambique, mesmo os diários onde cada um dos par- não dos sistemas políticos e de
pode entrar em estado de pânico, pela justiça social não produzem que foram considerados heróis, ticipantes tenta falar mais alto governação que eles próprios
ansiedade ou depressão. O caso os resultados desejados embora não resolveram a questão da do que o outro. Quase todos os procuram emular. A aceita-
actual do Corona Vírus ė um já tenham iniciado há milhares injustiça, descriminação e desi- dias há analistas que assaltam ção colectiva de uma realidade
exemplo em alguns quadrantes de anos e passados por vários gualdade. Alguns desses heróis os palcos das televisões e das rá- ameaçadora e dolorosa vai se
do mundo. sistemas ideológicos e de gover- até ampliaram essas desigual- dios para emitirem o seu juízo transformar num guia teórico e
Este fenómeno se transporta do nação. Como diz ainda Michail dades. Os Impérios Manyikeni, sobre os temas. Quase todos os prático para enfrentar as conse-
indivíduo para a sociedade e con- Milburn, mesmo a agressividade Mwenemutapa, Ajaua, Gaza, meses há seminários e conferên- quências devastadoras possíveis
sequentemente para a política, a de certos governos, o fundamen- e outros tinham muito de des- cias que retalham e vociferam as que podem surgir das revoltas,
religião, administração, justiça, talismo político e religioso são criminação e desigualdade. Al- suas sentenças sobre os mesmos das guerras, do crime, das ins-
etc. Quando se vive ignorando motivados pela negação parti- guns desses Reis até pensavam temas. Mas o resultado é oco, tabilidades económicas e sociais
a existência de situações amea- lhada das verdades ameaçadoras, que tinham direitos sobre a viciado e estéril. e da autodestruição. “Mais vale
çadora, se adoptam comporta- como mecanismo de autodefesa. vida dos seus súbditos. O Im- Para que o debate se torne prevenir do que remediar”. E
mentos sociais inadaptativos e Se a teoria da psicanálise for pério colonial usou e pregou mais frutuoso é necessário pri- para prevenir é preciso reconhe-
criam-se relações doentias que assumida como válida para ex- a doutrina da descriminação meiro aceitar que há paradig- cer e olhar as ameaças de frente.

Uma reflexão sobre a violência doméstica


na nossa sociedade(1)
ideias mais válidas que pos- tiva este triste fenómeno cha- que os outros cenários que bons salários, sendo isto um
António A. da Conceição sam, efectivamente, abran- mado violência doméstica. provocam a violência nas dos maiores ganhos da nos-
dar este tipo de violência que Nestes termos, pela grande- famílias, mas sim escolhi sa Independência, que é de
cada dia cresce a olhos vistos za do problema (violência começar por este tema em libertar o Homem, em espe-
perante toda a nossa socieda- doméstica), é incontornável que as esposas (mulheres) cial as mulheres e crianças.
Caríssimos ilustres leitores de, o que infelizmente culmi- tentar ter soluções sem en- têm mais rendimentos na Assim, sou da opinião de
deste jornal, e não só, atra- na em suicídios voluntários volver instituições como a família que os esposos (ho- que todo o homem (esposo),
vés desta carta pretendo ou mesmo involuntários, aca- Assembleia da República, mens). salvo erro, é do seu agrado
partilhar algum resultado da bando assim com a vida da as esquadras, o Gabinete de Escolhi este tema como o saber que a sua esposa vai
análise por mim feita durante parceira ou do parceiro. Atendimento contra a Vio- primeiro porque graças à conseguindo ou tem bom
alguns anos a esta parte, so- Estes cenários de violência lência Doméstica, a Procura- emancipação e envolvimento salário, seja o dobro ou tri-
bre o crescimento galopante doméstica que têm aconte- doria-Geral da República, os da mulher em várias fren- po do homem, pois parte-se
da onda de violência domés- cido nas nossas famílias, de tribunais e demais institui- tes de desenvolvimento da do princípio de que o ren-
tica nas famílias moçambica- certeza que não são do agra- ções especializadas nesta ma- nossa bela Pátria, a mulher dimento de ambos é para
nas, e, deste modo, também do de nenhum de nós. Neste téria de violência doméstica. moçambicana tem vindo, aplicar no sustento e no
aproveito para convidar ao contexto, reitero o convite Assim sendo, entre vários felizmente, a ganhar prota- desenvolvimento da família,
envolvimento massivo e sábio incondicional a toda a socie- cenários que numa família gonismo e ocupar cargos de sem importar quem contri-
de toda a sociedade moçam- dade moçambicana para dar acabam provocando violên- muita responsabilidade no bui mais ou menos dentro da
bicana para que faça uma o seu contributo de modo a cia doméstica, nesta carta Governo, assim como em mesma, dependendo, natu-
análise de forma minucio- que possamos, efectivamente, escolhi um tema, não por- muitas empresas públicas e ralmente, do rendimento de
sa, de modo a encontrar-se abrandar de forma significa- que este seja mais relevante privadas, permitindo assim cada um.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 9

PR recebe Raúl Domingos


O Presidente da República (PR), Filipe Nyusi, no âmbito das consultas com as diferentes sensibilidades políticas e da
sociedade, recebeu há dias em audiência Raul Domingos, líder do Partido para Paz, Democracia e Desenvolvimento

nacional
(PDD). O Chefe do Estado e Raul Domingos trocaram impressões sobre a actualidade nacional, com destaque para
questão de Paz e Segurança, assim como sobre a acção do governo nas áreas económica e social. RM/Redacção

100 dias de governação: Nyusi aponta quatro condicionantes do sucesso


O Presidente da República, Fili- gundo Nyusi, a queda dos preços de bens misso do Executivo para conter os efeitos
pe Nyusi, disse esta segunda- no mercado internacional, facto precipitado da Covid- 19.
também pelo coronavírus, comprometeu a O Chefe de Estado sublinhou, porém, que
-feira, em comunicação à Nação, economia do país. “não obstante as adversidades, a vida em
alusiva aos 100 dias da sua Mas também há avanços. Foram estes Moçambique não parou. Todos somos cha-
governação, que “este marco avanços que dominaram grande parte do mados a ser resilientes, pragmáticos e per-
seu discurso, tendo falado da regularização manentemente tomando o trabalho como a
não carrega a solenidade que de 103 mil parcelas de terra, da rede de 61 chave para a solução de tudo o que preten-
gostaríamos, por causa das quilómetros de água, 2200 carteiras, apoio demos alcançar”.
adversidades que nos levaram às empresas, criação de 48.300 postos de Afirmou que “continuamos firmes na im-
emprego, entre outras conquistas. plementação da agenda nacional reflectida
a agir numa lógica completa- As recentes medidas do Banco de Moçam- no Programa Quinquenal do Governo”,
mente anormal”. Nyusi lançou bique também foram invocados na comu- tendo igualmente sublinhado que é preciso
um leve olhar para o aumento nicação do Chefe de Estado como compro- olhar para frente.

de casos de ataques em Cabo de causar insegurança, procuram minar PUBLICIDADE


Delgado, um dos condicionan- a nossa soberania, sendo que as nossas
tes invocados para justificar os Forças de Defesa e Segurança tudo têm

insucessos nos primeiros 100


feito para defender as nossas popula-
ções”, atalhou Nyusi.
Água da Namaacha Distinguida com
dias de governação. Também de forma lacónica, o Presiden-
o European Quality Award

A
te da República indicou que algumas
partes das províncias de Manica e Sofala
liás, neste ano, em que a têm registado ataques esporádicos, pro- A Água da Namaacha, uma marca
insurgência atingiu níveis tagonizados por elementos intitulados de propriedade da Sociedade de Águas
assustadores, desde que Junta Militar da Renamo. Nyusi referia- de Moçambique (SAM), que também
iniciou em finais de 2017, -se aos homens de Mariano Nyongo que, é proprietária da marca Fonte Fresca,
os insurgentes içaram como indicou, são outros que condiciona- foi distinguida com mais um relevante
até bandeiras jihadistas nas sedes distri- ram o sucesso dos primeiros 100 dias do prémio internacional de qualidade, o
tais (Mocímboa da Praia e Quissanga), Executivo. European Quality Award.
tendo sido a primeira vez a ouvir-se de No entanto, o maior condicionador foi a O European Quality Award, Prémio
Filipe Nyusi alguma reação. “A governa- Covid-19, que obrigou que se decretas- Europeu da Qualidade, reconhece a
ção no tempo em análise foi igualmente se o Estado de Emergência, que vai até alta qualidade da empresa ao nível da
caracterizada pela intensificação de ata- esta quinta-feira, parando com a econo- produção e serviços e destaca o seu for-
ques de natureza terrorista, na província mia. te potencial competitivo nos mercados
de Cabo Delgado, que com actos, além Mas os prejuízos não são só internos. Se- europeu e mundial.
Este prestigiante galardão é concedido
a empresas regionais de destaque que
Renamo propõe prorrogação do estado de emergência demostram excelência em termos de
qualidade, imagem, gestão e satisfação
A faltar menos de 5 dias para o fim aproveitamento político que se tem fei- de clientes, funcionários e outras partes
do estado de emergência, a Renamo, to da situação. “Não concordamos que interessadas.
na voz de Ossufo Momade, convocou, se aproveite um momento de dor e tão Os indicadores que determinam a atri-
esta segunda-feira, uma conferência de difícil para fazer propaganda político- buição do prémio são cuidadosamente
imprensa para, entre outros pontos, -partidária forçada, envolvendo multi- selecionados por uma equipa de pes-
propor a prorrogação do Estado de dões, numa clara violação às medidas quisa profissional que analisa critérios
Emergência, como forma de evitar que impostas pelo Estado de Emergência”, rigorosos em termos de comunicação
se chegue ao nível 4. disse. social, análise de dados estatísticos
Na comunicação, Ossufo Momade con- A Renamo também reclamou da per- abertos, análise de estudos de mercado,
denou a violência contra a população seguição que os seus membros são ví- recomendações das autoridades, organi-
indefesa, em nome do combate à pan- timas, desafiando o Presidente da Re- zações sociais, instituições, câmaras de
demia do novo coronavírus. pública e a comunidade internacional a comércio, associações, sindicatos, insti-
A Renamo defende que o combate à criar uma comissão de inquérito mista tuições de ensino entre outras. nível do sector das águas engarra-
Covid-19 pode ser feito sem violência para investigar as acções que denuncia. São analisados criteriosamente aspectos fadas, com distinções recebidas nos
e sem confinar a população a uma si- A Renamo exorta as Forças de Defesa como a Implementação de modernos continentes africano, americano e eu-
tuação de mendicidade. “Somos a favor e Segurança para abandonarem todas sistemas de gestão da qualidade, ope- ropeu.
de que as recomendações de prevenção as atitudes que atentam contra os di- ração, produção e eficiência de marke- Este prémio, o European Quality
das autoridades de Saúde podem ser reitos humanos, como se tem verificado ting, certificados e premiações, foco no Award, significa mais um relevante
combinadas com estratégias paralelas nos últimos dias. cliente e opiniões positivas do cliente, reconhecimento, por parte de especia-
para impulsionar a actividade econó- Esta exortação de Ossufo Momade competitividade e qualidade de bens / listas europeus, da excelência da qua-
mica e sem prejudicar os rendimentos chega depois do Presidente da Repú- serviços, controle de qualidade contí- lidade dos produtos SAM, o que re-
das já muito pobres famílias moçambi- blica ter reconhecido as violações dos nuo, atender aos requisitos dos sistemas presenta um enorme prestígio para a
canas”, disse Ossufo Momade. direitos humanos pelas Forças de De- internacionais de qualidade, participa- empresa e também para Moçambique
O presidente da Renamo indica que fesa e Segurança, embora assuma que ção activa na qualidade e padrão na- e para os moçambicanos que veem as-
deve-se revogar a medida de proibi- sejam involuntárias. cional e internacional, participação em sim, mais uma vez a SAM, uma em-
ção da actividade do sector informal. Nyusi e Momade tiveram um encontro fóruns, feiras, exposições, nível ecológi- presa nacional, a demonstrar que Mo-
“Defendemos que devem ser adopta- surpresa, recentemente, que também co do processo de produção, reputação çambique consegue alcançar padrões de
das medidas de distanciamento social, tinha como ponto de agenda os ata- impecável nos negócios. qualidade ao nível dos mais elevados
como estão fazendo alguns países afri- ques no Centro e no Norte do país. No A SAM, proprietária das marcas Água atingidos em qualquer parte do mundo.
canos e do sudeste asiático”, elaborou. entanto, não foram avançados os cami- da Namaacha e Fonte Fresca, é a em- Parabéns SAM! Parabéns Moçambi-
Mas também teceu duras críticas ao nhos que seriam seguidos. Elton pila presa moçambicana mais premiada ao que!
10 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

MISA insurge-se contra a PRM


O MISA-Moçambique tomou conhecimento de que o Comando-Geral da Polícia da República de Moçam-
bique decidiu excluir os órgãos de informação do sector privado da cobertura semanal dos seus briefings.

nacional
“Ao excluir os meios de comunicação privados, o Comando- Geral está a emitir um sinal vermelho à liberda-
de de imprensa e de expressão”, lembra o MISA.

Empresário Salimo Abdula oferece 2000


viseiras ao MISAU e PRM
Ainda hoje, o empresário lan- sidade de apoio de diferentes
çou uma importante campa- organismos nos esforços para
Um mês depois nha de angariação de fundos o combate à COVID-19.
números de Covid-19 para a aquisição de diversos Refira-se que a pandemia do
equipamentos indispensáveis novo coronavírus é um gran-
disparam 85,37% em para o combate e/ou mitiga- de desafio global no campo
quatro dias ção do novo coronavírus em da saúde, declarado pela Or-
Depois de uma progressão lenta Moçambique, nos próximos ganização Mundial da Saúde,
aquando do rastreio do primeiro tempos. a 11 de Março, como uma si-
caso no dia 22 de Março, cujo O gesto de solidariedade le- tuação de emergência de saú-
paciente foi Eneas Comiche, no vado a cabo por Abdula vem, de pública de âmbito inter-
dia 22 de Abril os números in- em parte, responder ao apelo nacional e Moçambique não é
dicavam 41 casos. Porém, os do Governo quanto à neces- excepção.
dados começaram a disparar
para 76 casos em quatro dias,
um aumento de 85,37 porcento.
Nota-se que o aumento dos casos Vitória Diogo entrega meios
coincide com o Inverno a fazer-se
sentir. para mineração artesanal
Na semana passada, dia 22 de
Abril, o país completou um mês
desde o registo do primeiro caso.
Tinha 41 casos confirmados e,
destes, oito pacientes tinham se
recuperado. O empresário moçambica- sa polícia, tendo em conta o
Este domingo, quatro dias de- no Salimo Abdula acaba impacto devastador que esta
pois, os casos aumentaram 85,37 pandemia tem causado, mas
porcento, elevando o total acu- de se juntar aos esfor- acreditamos que esta oferta
mulado para 76 desde o início da ços empreendidos pelo vai potenciar a protecção da-
pandemia. Governo e parceiros, no queles que dia e noite zelam
A maioria dos casos estão rela- pela nossa saúde e pela nos-
cionados com a transmissão do combate à COVID-19 no sa segurança”, referiu Salimo
patógeno na área de construção país. Abdula, presidente Abdula sobre o gesto por ele
do megaprojeto de gás natural da Comunidade Empresa- desencadeado na qualidade
da Área 1, em Afungi, Cabo Del- de empresário moçambicano.
gado. rial da CPLP, anunciou a Por sua vez, o Ministro da
Os últimos seis casos rastreados, oferta de cerca de duas Saúde, Armindo Tiago, mos-
de sábado e domingo, estão em mil (2000) viseiras de trou-se grato pela doação
isolamento domiciliário - cinco feita pelo empresário, tendo
em Afungi e um em Pemba - e protecção contra o novo salientado que, embora não
nenhum tem sintomas da doença coronavírus ao Ministério seja suficiente para todos,
respiratória Covid-19. da Saúde (MISAU), para “é muito importante para o
Entre os casos anunciados no combate à Covid-19 e repre-
domingo passado está o da pri- a protecção do pessoal senta a vontade dos milhares
meira criança registada como in- médico, e ao Comando- de moçambicanos de boa fé,
fectada em Moçambique. ‟Com -geral da Polícia da Repú- por isso agradecemos à famí-
idade entre os cinco e 14 anos, lia Abdula pelo gesto”. A Secretária de Estado na emitir parecer sobre a de-
trata-se da filha de uma das pes- blica de Moçambique, para E mais, o dirigente assegu- província de Maputo, Vitó- claração, alteração e extin-
soas portadoras do novo corona- a protecção das autori- rou que o equipamento será ria Diogo entregou, sema- ção de áreas designadas de
vírus, trabalhador em Afungi”, dades policiais. As duas entregue a quem realmente na finda, meios circulantes senha mineira, bem como
referiu Rosa Marlene, directora precisa, ou seja, “aos profis- aos distritos, no âmbito da disseminar tecnologias
nacional de Saúde Pública. entidades receberão mil sionais que vão estar direc- implementação da Estraté- apropriadas de extracção
Do cumulativo de 76 casos regis- unidades de viseiras cada. tamente ligados aos doentes gia de Desenvolvimento da e processamento mineiro
tados no país, 56 casos estão em da Covid-19, desde os mais Mineração Artesanal de Pe- para exploração mineira ar-
Afungi, 15 em Maputo-cidade e ligeiros até aos mais graves, quena Escala. tesanal e de pequena escala

A
cinco em Maputo- província. estes que vão precisar de es- Os distritos beneficiários e ainda fiscalizar as opera-
Ao todo, Moçambique já testou tar confinados”. das motorizadas são Ma- ções ilegais de mineração e
1.644 casos suspeitos no labora- chamos que es- No momento, o ministro lan- nhiça, Moamba, Matutuine informar a autoridade com-
tório de referência do Instituto tes profissionais çou o desafio de se doar 40 e Namaacha. petente, entre outros objec-
Nacional de Saúde, em Marra- estão muito mil máscaras para os cida- Os meios circulantes serão tivos.
cuene (arredores de Maputo), 69 expostos à con- dãos da província de Cabo usados para acompanhar e Na província de Maputo
nas últimas 24 horas. taminação por Delgado. Um pedido respon- monitorar o cumprimento estão licenciados 192 títu-
O número de mortes provocadas esta doença e a prevenção é dido imediatamente pela es- de boas práticas na minera- los em vigor, dos quais tre-
pela Covid-19 em África subiu primordial. Estamos cientes posa do empresário, Maria ção artesanal e de pequena ze licenças de prospecção e
para 1.374 nas últimas horas, de que este equipamento, por de Assunção Abdula, que se escala, efectuar o registo e pesquisa, 48 concessões mi-
com 30.335 casos da doença re- si só, não é suficiente para comprometeu a doar duas propor a criação ou extin- neiras, 131 certificados mi-
gistados em 52 países. suprir as necessidades do mil máscaras para a provín- ção de áreas designadas de neiros e três áreas designa-
Nelson Mucandze pessoal da saúde e da nos- cia de Cabo Delgado. senha mineira, avaliar e das para a senha mineira.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 11

Casos de morte por malária em Moçambique caem em 20 porcento


Em Moçambique a malária ano, segundo a fonte, as uni- tamento. Daí que, segundo Subsaariana, a abordagem
continua sendo a princi- dades sanitárias registaram Candrinho, foram reforça- “Acção de elevado impacto
pouco mais de três milhões e dos e enviados para todas as nos países com elevadas car-
pal causa das consultas oitocentos casos de malária, unidades sanitárias do pais e gas” foi lançada em 2018.
externas nas unidades contra cerca de três milhões para os agentes polivalentes Os mesmos dados referem
sanitárias, constituindo e cento e sessenta e sete re- elementares medicamentos e que, há um ano, os ensaios-
gistados em igual período do testes para que possam ter piloto da primeira vacina
assim um dos maiores ano passo, um aumento na capacidade de diagnóstico e contra o paludismo no mun-
problemas de saúde públi- ordem de 12 porcento. tratamento da doença. do, RTS’S, foram realizados
ca, entretanto, dados do Estes números, segundo a Sendo as maiores vítimas da no Gana, Quénia e no Ma-
fonte, são um indicativo po- malária as crianças menores lawi. Até à data, 275.000
primeiro trimestre deste sitivo pois mostram que as de 5 anos, a fonte do MI- crianças receberam a vacina.
ano, comparados com pessoas estão sensibilizadas a SAU avançou que este é um Entretanto, esta acção, em-
igual período do ano pas- procurar as unidades sanitá- grupo-alvo que não é muito bora seja animadora, ainda
rias quando apresentam sin- afectado pela Covid-19, po- está longe do objectivo es-
sado, indicam uma redu- tomas leves da doença. rém a mensagem do MISAU tabelecido para 2020, isto é,
ção de mortes na ordem Neste ano, o dia 25 de Abril, é de que todos aqueles que reduzir em 40% o número de
de 20 porcento, segundo data lembrada como Dia tiverem febres devem atem- casos e de óbitos associados
Mundial de Luta contra a padamente procurar por uma à malaria, daí que a OMS
avançou Baltazar Can- Malária, instituído pela Or- unidade sanitária. O maior entende que seja necessário
drinho, responsável do ganização Mundial da Saúde desafio é evitar que as pes- redobrar esforços para alcan-
Programa de Malária em – OMS, em 2007, com a fina- soas com sintomas de malá- çar uma redução de 75%, até
Baltazar Candrinho lidade de reconhecer o esfor- ria fiquem em casa por medo 2025.
Moçambique. ço global no controlo efectivo de se infectar pela Covid-19 e Assim, um maior compro-
SAU), junto das comunida- da malária, é celebrado num correr o risco de morrer por misso político, investimentos
des. contexto em que o mundo causa desta doença. acelerados e mais inovação
Aida Matsinhe “A redução das mortes em 20 debate-se com a pandemia da Dados da Organização Mun- na prevenção e no controlo
porcento e o crescente núme- Covid-19. dial da Saúde (OMS) referem da malária revelam-se urgen-

A
ro de pessoas que procuram A este respeito, Candrinho que, no âmbito dos Objec- temente necessários. “Jun-
pelas unidades sanitárias, avançou que sendo a malária tivos de Desenvolvimento tos devemos reconhecer que
redução de ca- ainda com sintomas leves uma doença que se caracte- Sustentável, os países se enquanto o paludismo não
sos de morte e da doença, resulta do traba- riza por febres, um sintoma comprometeram a erradicar for erradicado, a doença irá
de internamen- lho de sensibilização que o em comum com a Covid-19, a epidemia do paludismo até ameaçar as populações mais
to nas unidades MISAU tem feito junto aos e tendo a malária como uma 2030. pobres e mais vulneráveis, e
sanitárias por líderes comunitários, agen- doença endémica em Moçam- A Iniciativa E-2020 para a tem o potencial de reapare-
malária grave, segundo Bal- tes polivalentes elementares bique, o MISAU criou con- eliminação do paludismo foi cer em tempos de crise, como
tazar Candrinho, resulta dos e organizações da Sociedade dições de modo a garantir lançada em 2017 e, para tra- a da pandemia de Covid-19
esforços levados a cabo pelo Civil”, disse. que nenhuma pessoa morra var o aumento do número de que enfrentamos actualmen-
Ministério da Saúde (MI- No primeiro trimestre deste de malária por falta de tra- casos, sobretudo na África te”, entende a OMS.

PUBLICIDADE
12 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020 28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 13

Necessário maior envolvimento dos partidos políticos no combate à Covid-19


O académico moçambi- população sobre o impacto da seus quadros e simpatizantes logia”. Por seu turno, alguns re- só luta, sem distinção de
cano e professor univer- pandemia, bem como as for- para terem maior conhecimen- “É por isso que os nossos presentantes dos partidos cor partidária.
mas de prevenção”, disse Mano, to sobre a pandemia, com vista simpatizantes têm traba- políticos sem representação Segundo avançou, há ne-
sitário Eduardo Chiziane para quem estão igualmente em a ajudar cada vez mais os mo- lhado com a população que parlamentar foram unânimes cessidade ainda de se fazer
instou os partidos políti- curso acções de formação dos çambicanos na sua prevenção. estiver próxima, no sentido sobre a necessidade de cria- “lock-dow” selectivo, sobre-
cos a se envolverem cada de sensibilizá-la a observar ção, a nível da Assembleia da tudo nas províncias mais
e cumprir as recomendações República, de uma Comissão críticas, como é o caso de
vez mais no combate Renamo foi pioneira na adopção de da Organização Mundial da mista, que integra os parti- Maputo e Cabo Delgado,
e prevenção contra a medidas de prevenção Saúde e do Ministério da dos não-parlamentares, para controlando as entradas e
Covid-19, mediante fis- Saúde”, disse o chefe da ban- fazer a fiscalização da im- saídas de pessoas nestas
cada parlamentar do MDM, plementação das medidas de zonas duma forma coor-
calização e emissão de Lutero Simango, acrescen- prevenção da Covid-19, bem denada, à semelhança do
críticas construtivas face tando que para a implemen- como para incluir outros ac- que acontece em Chimoio
às medidas adoptadas tação das medidas tomadas tores políticos nesta luta. e Beira, cidades- capitais
persistem ainda vários desa- A proposta, que foi acolhi- das províncias de Manica
pela Organização Mundial fios, entre os quais a estru- da por diversos participan- e Sofala. E mais, os parti-
da Saúde e pelo Governo tura económica nacional, em tes no debate sobre o papel cipantes consideraram ser
moçambicano e propor que apenas 6.5 porcento da dos partidos políticos no pertinente que o Chefe de
população activa (600 mil) contexto da Covid-19, foi Estado dialogue com as li-
alternativas, antes do fim estão no sector formal, cerca apresentada pelo presidente deranças dos partidos polí-
do período de emergên- de 14 milhões no sector infor- do Partido do Desenvolvi- ticos antes de tomar alguma
cia, previsto para 30 de mal, e o Instituto Nacional mento Democrático (PDD), decisão sobre as medidas a
de Segurança Social (INSS) Raul Domingos, o qual su- adoptar, depois do dia 30 de
Abril corrente. mostra-se indiferente no pro- blinhou que a ideia é criar Abril, quando termina o Es-

C
cesso de apoio aos idosos. uma força conjunta, numa tado de Emergência.

hiziane, que fa-


lava há dias du- José Manteiga
rante um debate
virtual sobre “O
papel dos parti-
Por sua vez, a Renamo, na voz
de José Manteigas, referiu que
para a propagação da doença a
nível nacional”, disse o porta-
Tmcel disponibiza internet
dos políticos no contexto do
Estado de Emergência devido
à Covid-19”, disse que apesar
o partido foi pioneiro ao pro-
por a necessidade de funciona-
mento condicionado dos seus
-voz, sublinhando que “a maior
preocupação do seu partido,
neste momento, é com a actua-
ilimitada por 100Mt/mês
das divergências ideológicas e órgãos, facto que levou a ins- ção da Polícia, que está a agir assumimos o compromis-
de visão entre os partidos polí- do Estado de Emergência de- reflexão e debate para que os tuição vai continuar a promover via de teleconferência, dando trução das bancadas parlamen- fora da Lei, indicando como so de ajustar as nossas
ticos “é importante estabelecer vido à Covid-19 foi organizado partidos políticos coloquem debates sobre vários assuntos de como exemplo a reflexão sobre a tares, tanto na Assembleia da exemplo o espancamento até ofertas, sem prejuízo da
um denominador comum o pelo Instituto para Democracia as suas ideias sobre este pro- interesse político nacional, por Lei dos partidos políticos. República, quanto nas Assem- à morte de um cidadão, pela nossa estrutura de cus-
interesse nacional de todos os Partidária (IMD) e juntou, em blema que assola não somente bleias Provinciais, para a redu- Polícia, na cidade da Beira, tos, cientes que os nossos
moçambicanos”. vídeo conferência, representan- Moçambique, mas o mundo ção do número de participan- província de Sofala”. clientes e os consumidores
“É preciso que os partidos po- tes de 21 partidos políticos, em geral, exigindo a união de
A Frelimo está a sensibilizar a população tes, em respeito das medidas Outra preocupação deste par- de um modo geral teriam
líticos se informem sobre a entre parlamentares e extra- esforços de todos os organis- adoptadas pela Organização tido, segundo Manteigas, nos próximos tempos ou-
Covid-19 e sobre as políticas parlamentares, tendo como mos vivos da sociedade para Mundial da Saúde para fazer prende-se com a necessidade tro tipo de necessidades,
e estratégias governamentais objectivo “reflectir e partilhar a sua prevenção e erradicação. face à Covid-19. de se criar mais incentivos ao que não se limitam às de
para fazer face à pandemia, experiências sobre o seu papel Este é o momento que deve- “Entendemos e propusemos pessoal que directa ou indirec- comunicação”, declarou
com vista a produzir propostas no contexto da pandemia da mos ser mais criativos e criar ao Governo a necessidade de tamente lida com pessoas que Márcia Wiehle Fenita, di-
para aumentar a capacidade de Covid-19 e a situação do Esta- mecanismos para o envolvi- encerramento das fronteiras padecem da doença, como são rectora executiva comercial
resposta do Sistema Nacional do de Emergência”. mento e participação activa de nacionais, em Março, por es- os casos do pessoal da Saúde. da Tmcel.
de Saúde, bem como reflectir De acordo com o director- todos os segmentos das socie- tas serem a porta privilegiada Acrescentou ainda que
sobre a segurança e protecção -executivo do IMD, Hermene- dades e, neste caso, os parti- “para beneficiar-se da ofer-
de grupos potencialmente mais gildo Mulhovo, não obstante dos políticos que são os dignos Esta doença ultrapassa as barreiras partidárias ta, o estudante só precisa
expostos ao vírus e produzir o distanciamento social, de- representantes do povo”, disse de estar devidamente ca-
propostas”, exortou Chiziane, Para o Movimento Democrá- pública que ultrapassa as bar- dastrado, na base de dados
para quem o partido no poder tico de Moçambique (MDM), reiras partidárias, “daí a neces- do Ministério da Ciência e
deve, por sua vez, respeitar o Tecnologia, Ensino Supe-
princípio da audiência prévia, Como já é do domínio pú- Com efeito, a Moçambique rior e Técnico Profissional
não sucessiva, aos partidos po- blico, o Governo anunciou Telecom, SA- Tmcel dispo- (MCTESTP) pelo link: ht-
líticos em relação às medidas a recentemente um conjun- nibiliza o #EstudaEmCasa tps://simecacin.morenet.
adoptar sobre a Covid -19. to de medidas adoptadas concebida, especificamente, ac.mz/ e com o número
Na óptica do Professor Chi- pelo Ministério da Ciência para os estudantes, onde de telemóvel Tmcel (82
ziane, e partindo do pressu- e Tecnologia, Ensino Supe- por 100Mt beneficiam-se de ou 83). Estando registado
posto de que a Convid-19 é Alexandre Mano rior e Técnico-Profissional, acesso ilimitado à internet na base de dados, acede
um assunto de interesse nacio- no âmbito da implementa- por um período de 30 dias ao menu *220#, subscreve
nal e que ultrapassa em larga Na ocasião, os representan- soal. ção das medidas de preven- renováveis. a oferta por 100Mt e tem
medida as cores partidárias, tes dos partidos políticos com Com efeito, em representação ção à COVID-19 nas Insti- “Esta facilidade represen- acesso ilimitado à internet
“é fundamental que os parti- representação parlamentar do partido Frelimo, Alexan- tuições de Ensino Superior, ta uma evolução da oferta por 30 dias renováveis, en-
dos políticos façam a moni- garantiram que estão a desen- dre Mano disse que o partido Públicas e Privadas. Entre #FicaEmCasa disponibili- quanto durar o estado de
toria do cumprimento da Lei volver acções com vista à miti- está a trabalhar nas bases, en- várias iniciativas, foi referi- zada aos consumidores em emergência”.
n. 02/2020, como medida que Hermenegildo Mulhovo gação do impacto da Covid-19, volvendo todos os seus mem- da a interacção com opera- todo território moçambica- Com o distanciamento so-
pode contribuir para a redução mediante a disseminação de bros na sensibilização popular, dores de Telecomunicações no, em resposta à decisão cial a ser observado com
da população reclusa e verifi- cretado no âmbito da emer- Mulhovo, para quem o recurso informação de sensibilização como forma de reforçar as me- no sentido de assegurar do Governo de encerrar todo rigor, as lojas da
car, na implementação das me- gência, o debate político deve às soluções tecnológicas visa para a observância das medi- didas de prevenção a nível de acesso à internet pela co- as aulas por um período Tmcel em todo País con-
didas, o grau de respeito pelos sempre acontecer. “Por isso, fazer com que estes actores das emanadas das autoridades todas a províncias do país. Lutero Simango munidade académica na- de 30 dias e a posterior tinuam a funcionar, com
direitos humanos por parte dos como IMD, pensamos nesta continuem a interagir sem des- de Saúde nacionais e da Orga- “O trabalho que temos vindo cional, a preços bonifica- o anúncio do estado de apoio da Linha do cliente
agentes de defesa e segurança”. plataforma virtual de interac- respeitar as medidas de pre- nização Mundial da Saúde, as a desenvolver, como partido esta doença deve ser vista sidade de maior envolvimento dos. Emergência. Na altura, (100 móvel ou 21100 fixo).
O debate sobre o papel dos ção entre os principais actores venção da Covid-19. quais recomendam o segundo Frelimo, tem a ver com a di- como um desafio nacional, de todos os moçambicanos, in-
partidos políticos no contexto políticos para abrir espaço de Segundo Mulhovo, a sua insti- de máscaras e a higiene pes- vulgação e sensibilização da como um assunto de saúde dependentemente da sua ideo-
14 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Marcas em Movimento
Cinco empresas ganham selo “Orgulho Vale presta ajuda humanitária para o combate
Moçambicano. Made In Mozambique” ao novo coronavírus em Moçambique
O Ministério da Indústria e Comércio Para apoiar no combate à pandemia teve início no dia 18 de Abril, em
concedeu, há dias, o direito de uso do do novo coronavírus, a Vale assinou, Tete. Entretanto, nos próximos dias,
selo “Orgulho Moçambicano. Made há dias, em Maputo, um memoran- o apoio chegará a outros pontos do
In Mozambique” a um total de cinco do de entendimento com o Governo país como Maputo, Nampula e Nias-
empresas da província de Maputo, por moçambicano. O documento foi as- sa. Com o material importado, espe-
se ter comprovado que reúnem requi- sinado por Márcio Godoy, Country ra-se contribuir para os esforços das
sitos para a sua elegibilidade à luz do Manager da Vale em Moçambique, e
Regulamento de Uso do Selo (Decreto Bruno Chicalia, gerente de Relações
10/2012, de 11 de Maio), tais como a Institucionais da empresa, e por Io-
utilização significativa de recursos na- landa Sofia da Silva Santos, directo-
cionais nos processos de produção, o ra Provincial de Saúde de Maputo.
cumprimento da legislação aplicável A ajuda da Vale está avaliada em
no País e a adopção de uma cultura de cerca de USD 2,000,000.00. Esta
qualidade, através da implantação de ajuda inclui diversos materiais de
sistemas de gestão de qualidade. higiene, equipamento hospitalar e
Trata-se das empresas Afritubo-Tubos itens de protecção individual para os
e Acessórios, Strides Pharma Mozam- profissionais de saúde e 80 mil testes
bique, Prochem, Divina e C&C Neves, o período de validade da concessão da rápidos.
que se vão juntar às outras 59 certifi- marca, que é de cinco anos. A oferta de luvas, máscaras, ócu-
cadas com o selo “Made In Mozambi- Por isso, “é louvável o passo dado pe- los de protecção, botas, macacões e autoridades nacionais de saúde no
que” ao nível daquela província. las empresas, às quais apelamos a se- aventais figuram, também, da lista combate à disseminação da doença
Para o ministro da Indústria e Comér- rem criativas e a esforçarem-se para dos itens de protecção individual no país.
cio, Carlos Mesquita, a atribuição do que continuem a merecer a confiança e para o pessoal de saúde. Em termos “Estamos cientes da nossa responsa-
selo “Orgulho Moçambicano. Made In o carinho de todos os moçambicanos”, de material de higiene, a doação in- bilidade, neste momento desafiador
Mozambique” constitui um reconheci- disse Carlos Mesquita, que instou às clui pulverizadores eléctricos, álcool para todos. Esta intervenção de-
mento do Governo a estas empresas, empresas distinguidas a tirarem provei- de desinfecção, barras de sabão e monstra o nosso compromisso com
por contribuírem para a valorização to do crescimento do mercado nacional frascos de certeza. Além disso, no a sociedade moçambicana, porque
dos produtos e serviços nacionais e, e das oportunidades de exportação re- que se refere a equipamentos hospi- entendemos que somos parte das co-
igualmente, por estarem comprometi- sultantes das facilidades de circulação talares, serão entregues bombas de munidades nas quais estamos inseri-
das com a melhoria contínua das prá- de pessoas e bens, bem como da libera- infusão, kits de colheita de amostras, dos e também um agente importante
ticas de negócio, uma vez que a elegi- lização do comércio. aspiradores, desfibrilhadores entre de transformação”, disse Márcio Go-
bilidade deverá ser mantida por todo outros. doy, Country Manager da Vale em
O processo de entrega da doação Moçambique.

Puma Energy doa 25 mil litros Absa Bank Moçambique alivia os encargos
de combustível ao MISAU das famílias e empresas face à Covid-19
funcionários do sector privado, e de 3
A gasolineira Puma Energy Moçambi- As 22 ambulâncias já foram identifica- meses no caso de funcionários públicos.
que doou, semana passada, 25 litros de das e os cartões de abastecimento contêm Para usufruírem da carência de capital e
combustível ao Ministério da Saúde (MI- a matrícula de cada uma delas. A ideia juros, os Clientes do Absa Bank Moçam-
SAU), para ajudar na movimentação de é evitar que se faça desvio de aplicação. bique deverão ter os seus empréstimos
ambulâncias transportando doentes rela- Aliás, o Ministro garantiu que “haverá em situação regular (sem incumprimen-
cionados com a Covid-19. transparência no uso desta doação”. to).
Armindo Tiago assegurou que se vai “fa- No caso das empresas, o Banco irá ana-
zer reporte do uso de forma periódica” lisar individualmente cada situação, es-
e solicitou que a Puma colabore na de- tabelecendo um período de carência de
núncia de eventuais “tentativas de roubo capital e juros em linha com a situação
através das suas bombas, caso alguém específica de cada Cliente.
queira abastecer e os fins pareçam promís- O Absa Bank Moçambique encontra-se
cuos”. ainda disponível para avaliar situações
Feita a promessa de bom uso da doação, Com o objetivo de ajudar a mitigar os especiais para as quais as moratórias aci-
o ministro agradeceu à gasolineira pelo efeitos económicos e sociais que o surto ma estabelecidas não sejam aplicáveis ou
gesto, “numa altura em que tanto se pre- do Covid-19 está a provocar na socie- mostrem-se insuficientes.
cisa destes recursos para o sucesso da ac- dade Moçambicana, o Absa Bank Mo- Os Clientes interessados em aderir aos
A entrega simbólica foi feita pelo director- tividade”. çambique criou um mecanismo de mo- mecanismos de apoio estabelecidos deve-
-geral da Puma, Danilo Correia, ao minis- Por sua vez, o director-geral da Puma re- ratória para os empréstimos concedidos rão contactar o Banco através dos canais
tro da Saúde, Armindo Tiago, nas insta- conheceu que a doação não acabaria com pelo Banco, tanto a Clientes particulares habituais.
lações do Ministério. Os 25 mil litros de todo o défice existente, aliás, esse não é como a empresas, o qual permite uma ca- Informação detalhada sobre a extensão
combustível serão utilizados em 22 ambu- necessariamente o plano, sendo que “o ob- rência temporária de pagamento de capi- do prazo dos empréstimos e processo de
lâncias do sector. jectivo é, obviamente, ajudar no combate tal e juros. capitalização de juros encontra-se dispo-
Trata-se de uma doação que não sur- à Covid-19, que afecta o nosso país”, disse No caso dos clientes particulares, o Ban- nível para consulta em www.absa.co.mz.
giu do acaso. A gasolineira fez, junto do Danilo Correia. co permitirá carência de capital e juros No dia 1 de Abril, o Absa Moçambique
MISAU, uma análise das necessidades e Acrescentou que o que se pretende não é nos produtos Crédito Pessoal, Crédito lançou, um primeiro pacote de medidas
constatou que uma das maiores e melho- aproveitar o momento para fazer marke- Habitação e Crédito Automóvel, ofere- para ajudar os moçambicanos a enfren-
res ajudas que podiam ser prestadas é o ting da empresa, “mas incentivar outros cendo aos seus clientes a possibilidade de tarem o impacto financeiro da pandemia
combustível, para o movimento das am- a seguirem o mesmo caminho de ajudar o suspenderem o pagamento de prestações, COVID-19, provocada pelo novo Coro-
bulâncias. Governo nesta luta que é de todos nós”. por um período de 6 meses caso sejam navírus.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 15
PUBLICIDADE

A nossa principal missão é zelar e proteger o seu património


com profissionalismo, seriedade e personalização,
fornecendo profissionais qualificados, hábeis e
comprometidos com a execução das suas actividades,
promovendo mais segurança aos clientes.

FORÇA DE REACÇÃO RÁPIDA


Residências, Armazéns, Edifícios
e Embaixadas A Múltipla Segurança tende a oferecer
serviços de força de reacção rápida, vi-
A Múltipla Segurança é especializada sando responder a todas as urgências
em serviços de segurança patrimonial, nos diferentes sectores, conforme a dis-
para clientes de pequenos, médios e tribuição dos seus clientes com vista a
grande porte. A empresa presta servi- reforçar os seus elementos de segurança,
ços em grandes Centros logísticos, In- consoante as necessidades ou situações
dústria, Transportadoras, Terminais de riscos que poderão advir no terreno.
Portuários, Farmacêutica, postos de
Gasolina, Bancos e Condomínios.

SEGURANÇA PESSOAL
Escolta com Guarda-Costas,
Acompanhamento

Segurança Pessoal para a Múltipla Se-


gurança significa um conjunto de medi-
das preventivas que minimizam os riscos
ou ameaças, cada vez mais frequentes
nos grandes centros, aos quais estão ex-
postos os VIPs. Seja no âmbito pessoal,
nas dependências da empresa ou em ro-
teiros habituais oferece aos empresários,
executivos e seus familiares esquemas de
prevenção para sequestro, roubos, furtos,
assaltos, extorsões e outras formas de vio-
lência urbana.

Estamos no Alto-Maé, Rua Lucas Luali n° 501,


Maputo – Moçambique
Contactos: 21 401025 ou 84 6364734
16 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Governo gasta 13 milhões de dólares na construção de postos de combustíveis


O Governo vai gastar 900 milhões de meticais (13,3 milhões de dólares) na construção de 30 postos
de abastecimento de combustíveis nas regiões Norte, Centro e Sul do país, no presente quinqué-

economia
nio, informou o presidente do Fundo Nacional de Energia (FUNAE).

BM dificulta linha de financiamento de


USD 500 milhões aos empresários
A Confederação das o armazenamento desta
BCI é a instituição Associações Económicas commodity, estando algu-
de crédito mais mas empresas petrolíferas,
de Moçambique (CTA) como alternativa, a usar
importante do país queixa-se de falta de plataformas offshore.
O Banco Comercial e de Inves- clareza em relação à linha Com efeito, neste momen-
timentos (BCI) é a instituição to estão armazenados no
de crédito de maior importân- de financiamento de USD mar 160 milhões de barris,
cia sistémica do país, seguida 500 milhões, pelo Banco o que representa o dobro
do Millennium bim e do Stan- de Moçambique. Este do nível observado recen-
dard Bank, informou o Banco temente. Os contratos de
de Moçambique, divulgando a financiamento tem como venda de petróleo ameri-
classificação dos bancos a ope- objectivo assegurar as cano para Junho também
rar no país segundo aquele in- importações urgentes de enfrentam uma queda sig-
dicador. nificativa, mas são nego-
O comunicado recorda que o produtos essenciais para Agostinho Vuma ciados em valores positivos,
Banco Central tem de publicar a mitigação e combate em torno de 20 dólares por
até ao dia 30 de Abril de cada aos efeitos negativos para manter o funcionamen- têm se queixado do alto barril.
ano a lista de instituições de to do sector empresarial, re- custo dos combustíveis, Em Moçambique, à luz
crédito classificadas como D-Si- da Covid-19. Entretanto, sultando até ao momento na contrariando as expectati- do artigo 67 do Decreto
bs ou Quase D-Sibs, tendo por face à redução do preço suspensão das actividades de vas criadas com a queda do 45/2012, de 28 de Dezem-
base os dados reportados a 31 do barril do petróleo, no mais de 364 empresas e afec- preço do petróleo no mer- bro, o Governo, através da
de Dezembro do ano anterior. tando mais de 10 mil postos cado internacional, incluin- Direcção Nacional de Hi-
A metodologia proposta segue mercado internacional, a de trabalho, principalmente do em países como o Ma- drocarbonetos e Combustí-
uma abordagem de determina- CTA considera urgente no sector de hotelaria e res- lawi, na região da SADC. veis do Ministério dos Re-
ção que assenta numa pontua- o reajuste do preço dos tauração, sendo que as em- A CTA é de opinião que cursos Minerais e Energia,
ção média de três indicadores presas do sector do turismo um reajuste em baixa do tem revisto os preços de
com pesos distintos, a saber։ combustíveis. continuam a enfrentar gran- preço dos combustíveis venda de combustível ao
tamanho com um peso de 50%, des desafios, principalmente iria ajudar a minimizar os público numa base men-
interligação com 25% e possibi- pela característica sazonal custos operacionais das sal, sempre que se verifique
lidade de substituição com os Neuton Langa da sua actividade, cujo pico empresas, principalmente uma variação do preço-base
restantes 25%. se verifica apenas na quadra para as empresas do sec- superior a três porcento, ou

A
Após o cálculo de cada indi- festiva e na Páscoa. Por- tor dos transportes, servin- caso haja alteração dos im-
cador e a sua pontuação pelo tanto, na Páscoa as empre- do como almofada para os postos, por forma que este
respectivo factor, as pontua- CTA conside- sas deste sector ressentem- transportadores públicos deixe de ser subsidiado pelo
ções obtidas determinam que ra que o Ban- -se dos efeitos perversos do e semi-colectivos de pas- Governo e passe a reflectir
as instituições de crédito cuja co Central tem actual contexto económico sageiros que enfrentam di- as condições do mercado.
pontuação exceda 130 pontos sido bastante e ainda suportam elevadas versas restrições no número Ora, tendo o preço do pe-
são classificadas como D-Sibs, proactivo na facturas de electricidade. de passageiros que devem tróleo baixado largamente
as cuja pontuação se situe en- resposta aos efeitos da Co- De um modo geral, as em- transportar, com as nega- acima dos 3 porcento em
tre 65 e 130 pontos são Quase vid-19, mas algumas me- presas estão neste momento tivas repercussões nos seus relação ao preço-base no
D-Sibs e as que tenham menor didas devem ser refinadas a funcionar em apenas 25 lucros daí resultantes. mercado internacional es-
pontuação são definidas como por forma a responder ca- porcento do seu potencial, Recorde-se que o dia 20 de tão criadas as condições
sem importância sistémica. balmente às necessidades o que sinaliza um abranda- Abril de 2020 entra para mais que suficientes para a
O Banco de Moçambique in- do momento. Por exemplo, mento substancial do nível a história económica mun- revisão em baixa dos pre-
formou ter o BCI obtido uma a linha de financiamento de actividade produtiva e dial como a data em que ços de combustíveis nas ga-
pontuação de 266 pontos, o Mi- de 500 milhões de dólares, pode afectar significativa- se verificou a maior queda solineiras nacionais e, desta
llennium bim de 228 pontos, o criada com o objectivo de mente o crescimento da eco- de sempre do preço do cru- forma, aliviar um pouco o
Standard Bank de 144 pontos assegurar maior disponibili- nomia e a estabilidade dos de no mercado internacio- já muito apertado bolso do
e o ABSA Bank de Moçambi- dade de divisas no mercado postos de trabalho. nal. Por exemplo, o preço cidadão moçambicano.
que de 110 pontos, tendo todos e responder às necessidades No entanto, face a escas- do barril do petróleo bru- Mesmo com a queda acen-
os restantes bancos a operar no de importações urgentes de sez de divisas no mercado, to americano caiu para um tuada do preço do petró-
país uma pontuação inferior, produtos essenciais para mi- a CTA recomenda melho- preço negativo de 37,63 dó- leo bruto, desde o início de
não tendo, por isso, importân- tigação e combate aos efei- res práticas de intervenção lares, o que representa uma Março de 2020, o último
cia sistémica. tos negativos da Covid-19, no mercado cambial, para redução de 157 porcento ajuste dos preços de com-
O Banco Comercial e de In- não está a surtir efeitos de- uma melhor operacionaliza- em relação ao ano passado. bustíveis em Moçambique
vestimentos tem dois grandes sejados. Aliás, os sinais de ção desta medida de modo As empresas petroquímicas teve lugar em Agosto de
accionistas – o grupo estatal propagação desta pandemia a assegurar o acesso das em- reduziram a compra do pe- 2019. Na altura, a gasolina
financeiro português Caixa Ge- têm representado grandes presas às divisas, sendo que tróleo bruto para transfor- baixou de 67.07 meticais
ral de Depósitos, com uma par- desafios, que impedem a flui- a venda directa no Mercado mar em combustíveis e os por litro para 66.49 meti-
ticipação de 51% da Parbanca dez dos negócios e a geração Monetário Interbancário é a stocks desta commodity au- cais por litro, o preço do
SGPS e de 10,51% do banco de fluxos de caixa suficientes mais adequada. mentaram de tal modo que gasóleo reduziu de 64.55
Caixa Geral de Depósitos, e o os produtores americanos meticais por litro para
Banco BPI, controlado a 100% CTA recomenda ao Governo para reajustar não têm espaço para ar- 63.51 meticais e o preço do
pelo Grupo CaixaBank de Es- o preço dos combustíveis mazenar a sua produção a petróleo de iluminação re-
panha, com 35,67%. partir de Maio. Neste senti- duziu de 49.08 meticais por
Macauhub Num outro desenvolvimento, a CTA diz que as empresas do, há falta de espaço para litro para 48.44 meticais.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 17

FMI concede crédito de USD 309 milhões


para balança de pagamentos
A Comissão Executiva transparência e a prestação da consolidação fiscal e ges-
do Fundo Monetário de contas. Neste sentido, vão tão reforçada da dívida e a
publicar os grandes contra- transparência para garantir
Internacional (FMI) apro- tos públicos de procurement, que a dívida pública perma-
vou semana finda um conduzindo e publicando neça sustentável. Também
desembolso, no âmbito auditorias do uso dos fun- será importante implemen-
dos. t a r r e f o r m as estruturais
da Facilidade Rápida de Quando a pandemia dimi- para apoiar o crescimento
Crédito (RCF), de USD nuir será crucial a retoma inclusivo e sustentável.
309 milhões para ajudar
Moçambique a suprir as Trinta postos de combustíveis serão
necessidades urgentes
implantados neste quinquénio no país
da balança de pagamen-
tabilidade macroeconómica, “Dado o limitado espaço fis-
tos e fiscais decorrentes o Governo tomou várias me- cal e a elevada dívida públi- O Governo irá investir 900 combustíveis onde outros
da pandemia da Covid-19. didas para aumentar as des- ca de Moçambique, o apoio milhões de meticais na cons- operadores ainda não che-
pesas em saúde, fortalecer a externo adicional, preferen- trução de 30 postos de abas- gam”, disse Saíde.

S
protecção social para os mais cialmente na forma de do- tecimento de combustíveis, De acordo com a fonte, a
vulneráveis e apoiar as mi- nativos e empréstimos alta- nas regiões Norte, Centro construção dos postos de
egundo uma nota cro, pequenas e médias em- mente concessionais, também e Sul do país, no presente abastecimento de combus-
daquele organismo presas. é necessário urgentemente quinquénio, segundo o Pre- tíveis é com recurso a re-
financeiro, espera- O Banco de Moçambique para atender às elevadas ne- sidente do Conselho de Ad- ceitas consignadas, estan-
-se que a pandemia reduziu a taxa de Política cessidades de financiamento ministração do Fundo Na- do previstas, para 2020,
tenha um impac- Monetária e proveu liquidez do país e aliviar os encargos cional de Energia (FUNAE). seis áreas, nomeadamen-
to significativo na economia adicional ao mercado finan- financeiros da pandemia”, António Saide revelou o fac- te Mecuburi e Meconta
moçambicana, interrompen- ceiro em moeda doméstica e refere o comunicado, salien- to, recentemente, à margem (Nampula), Metuge (Cabo
do uma recuperação nascente externa. As perspectivas ma- tando que a participação na da inauguração do posto de Delgado), Alto-Molócuè
após dois poderosos ciclones croeconómicas enfraquecidas iniciativa de suspensão da dí- abastecimento de combus- (Zambézia), Mapai (Gaza)
tropicais que ocorreram em e a deterioração da situação vida do G20 proverá recursos tíveis do posto administra- e Vilankulo (Inhambane).
2019. Perturbações significa- fiscal criaram necessidades adicionais para o combate à tivo de Chalaua, no distrito Desde a instituição do in-
tivas estão a surgir nos servi- urgentes de financiamento pandemia, enquanto limita a de Moma, na província de centivo geográfico foram
ços, transportes, agricultura, externo e fiscal. deterioração dos indicadores Nampula, num acto que se construídos 96 postos de
manufactura e comunicações, Entretanto, o apoio finan- de liquidez da dívida de Mo- insere nas acções programa- abastecimento de combus-
acoplado com um péssimo ceiro do FMI contribuirá çambique, no curto prazo. das para os primeiros 100 tíveis no país, sendo que
ambiente externo, afectan- substancialmente para o As autoridades estão com- dias do actual ciclo de go- Nampula é a província que
do os sectores exportadores cumprimento dos aumentos prometidas em evitar a cor- vernação. conta com 15 unidades.
como a mineração. necessários nas despesas de rupção e o uso indevido do Segundo a fonte, a mate- Zambézia, a segunda pro-
Para mitigar o impacto da saúde e outras redes de segu- financiamento de emergência, rialização do projecto esta- víncia mais populosa do
pandemia e preservar a es- rança social. através do fortalecimento da rá sob responsabilidade do país, conta com 14 postos
FUNAE, braço do Ministé- de abastecimento, e Niassa,
rio dos Recursos Minerais a província mais extensa,
e Energia que promove o com 11. A província de Ma-
Mais de três mil empregos em risco no sector do Turismo acesso aos combustíveis e puto tem apenas 3 postos.
energia eléctrica junto das Em Chalaua e Namaponda,
da Cultura e Turismo foi mui- populações que vivem em dois postos administrativos
to evasivo, salientando apenas zonas recônditas. da província de Nampula,
que o assunto é muito trans- Afirmando que a constru- foi inaugurado, recentemen-
versal, pois tudo aquilo que ção dos postos de abaste- te, igual número de postos
concorre para o seu desenvol- cimento enquadra-se no de abastecimento de com-
vimento tem escopo na actua- projecto da sua expansão bustíveis líquidos pelo Se-
ção de outros sectores. “O Mi- ao abrigo do incentivo geo- cretário de Estado, Mety
nistério da Cultura e Turismo gráfico, Saíde sublinha que Gondola, que enalteceu o
como tal não vai tomar medi- investimentos deste tipo, papel do Governo.
das, mas tem que influenciar até agora, são apenas exe- “É de louvar este acto, o
O Governo, através do Minis- belecimentos de restauração e e fazer advocacia junto de ou- cutados pelo FUNAE. Governo irá continuar a
tério da Cultura e Turismo, re- bebidas, 12 agências de viagem tras entidades do Governo que O incentivo geográfico trabalhar para promover o
velou semana finda que o novo e 45 salas de dança. têm responsabilidade por estas é uma linha orçamental bem-estar das populações,
coronavírus está a ter efeitos De acordo com Ndica Mas- áreas correlacionadas”, frisou. criada pelo Governo, por levando este e outros servi-
devastadores no sector do Tu- singa, assessora do Ministério “O ministério criou o Gabi- Decreto, em 2008, visando ços essenciais para as zonas
rismo e que mais de seiscentos da Cultura e Turismo, estes nete de Gestão de Crise, que elevar o acesso aos combus- rurais”, disse Mety Gondola.
empreendimentos turísticos en- encerramentos, ainda que tem- está junto dos Parceiros de tíveis líquidos pelas popu- As duas unidades inaugura-
cerraram, pondo em risco três porários, põem em causa cerca Cooperação, quer nacionais lações que vivem nas zonas das irão beneficiar aproxi-
mil postos de emprego. de 3511 postos de trabalho. quer internacionais, e junto rurais. madamente 40 mil pessoas,
A informação foi dada pelo Mi- Massinga disse na ocasião que do próprio Governo articu- “O incentivo geográfico entre membros da comuni-
nistério da Cultura e Turismo, este sector é uma das seis op- lar soluções concertadas para prevê a expansão do aces- dade, operadores dos trans-
dando conta que na área do ções estratégicas para o quin- resolver alguns problemas. so, devendo assegurar o portes de carga e de passa-
Turismo, dos 2462 empreendi- quénio 2020-2024, que tem No caso da Cultura, em es- fornecimento com segu- geiros.
mentos turísticos, 3986 estabe- como meta criar 462.389 novos pecífico, há alguns fundos rança e qualidade nas zo- Para além do abastecimento
lecimentos de restauração e be- empregos no país, “empregan- que estamos a negociar com nas rurais, onde vive 67 em combustíveis líquidos, os
bidas e 336 agências de viagem do no geral um universo de 68 a UNESCO e com a Organi- porcento da população, dois postos irão prover água
existentes no país, 696 já en- mil trabalhadores”. zação Mundial do Turismo e o FUNAE é o braço do potável às populações cir-
cerraram, sendo 155 empreen- Sobre as possíveis soluções para para que também se possa Governo que deve levar os cunvizinhas, a custo zero.
dimentos turísticos, 484 esta- reverter o cenário, o Ministério apoiar o sector”, frisou.E.M
18 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Magazinadas
Texto: Elton Pila
Fotos: Nilton Cumbe

Pincel de Michelangelo
A manhã chega e já o dia não surpreende. Volvidos
já quase trinta dias cinzentos, pensamos que passa-
mos a vida toda nisto, a ver-nos todos mascarados,
isolados e distantes uns dos outros. O que nos chega
pelas televisões, rádios e jornais é sempre deprimente.
Ainda mais deprimente se pensarmos que são anun-
ciados - os números do coronavírus - por uma Rosa
Marlene, a Directora Nacional de Saúde Pública, com
voz sempre tremida a parecer que nos quer anunciar
o fim do mundo. Se já cá não estamos não nos falta
muito para lá chegarmos. A morte sopra de Cabo Del-
gado pelos insurgentes e por ter sido a província que
inflacionou os números do coronavírus, da Covid-19,
que podia ser o nome duma aeronave bastante veloz
apenas com 18 passageiros e um piloto. Mas mostra-se
um muro entre fronteiras que nos mantém dentro de nós.
Não aqueles muros físicos que Trump quis construir na
fronteira com o México, a lembrar aquele que dividiu
Alemanha em dois cuja queda foi o símbolo de unidade
no mundo, mas também de milhares de famílias, é só
lembrarmos de todos os homens e mulheres empurrados
de volta a pátria e hoje fazem da Alemanha um jardim
na 24 de Julho não muito longe da Assembleia Capi-
talista da República, o socialismo está a fumigar entre
os escombros do mundo. Mas o mundo continua a dar
voltas e nós com ele. Esperemos que, na próxima volta,
a vida volte a normalidade. Voltemos a comemorar
aniversários, com toda a pompa que a circunstância
exige, incluindo os momentos embaraçosos como
aqueles que o primeiro-ministro, Carlos Agostinho
do Rosário, protagonizou num aniversário do Pre-
sidente da República. Graça Machel, que colocou
Moçambique no mapa dos livros dos recordes por
se ter feito, por duas vezes, primeira-dama, deve
estar a dize-lo que há duas músicas que, como
moçambicanos, todos temos o dever de saber
cantar, a do parabéns e balada para as minhas
filhas de José Mucavele. E não saber disso é tão
grave como a violação dos direitos humanos.
«Direitos humanos são importantes, mas em
certos momentos devem ser colocados de lado
para acautelar valores mais altos do Estado»,
diria Benvinda Levi, em tempos ministra da
Justiça e agora feita assessora jurídica de Nyu-
si. O artista plástico Noel Langa olha para ela
como um pai olha para a filha que irrompe pela
porta adentro já a noite posta e a madrugada
imposta. Os tempos agora são outros, como
também é outro o Salomão Muchanga, líder
da Nova Democracia, que deve estar a pedir
preces ao Reverendo Dom Dinis Matsolo. De
quê? Nunca saberemos… Só o tempo traz a
verdade, mas algumas vezes o tempo também
traz tempestade, disso sabe bem o Presidente
do Município da Beira, Daviz Simango. Mas
nada que uma camisa azul aberta que nos deixa
ver uma camisa branca não resolva… A Beira
renascida fá-lo sorrir, a ele e ao fotojornalista
Naíta Ussene… Mas o tempo trouxe outra tem-
pestade, os dias estão cinzentos, precisamos do
pincel de Michelangelo.
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 19

Aniversariantes

Soninha Angélica
Ângela Fortunato Espero do fundo do meu
Espero que estejas fe- Hoje tu sais do teu casulo e coração que o teu dia
liz com esta data, ti- te tornas uma linda bor- seja maravilhoso.
rando proveito de boleta. Hoje tu irás Que a alegria
cada momento, irradiar todas as te acompanhe
cada sorriso que tuas cores para o em todos os
te seja direcciona- mundo e mostrar momentos; o
do, cada emoção quão grande é tua amor, a paz e a
beleza. Hoje tu te saúde estejam
que passar no dia
tornas uma mo- presentes sem-
de hoje. Que o teu
cinha feliz e muito pre na tua vida.
aniversário seja
amada. Saibas que Nunca te esqueças
um marco de real- te amamos demais
izações na tua vida e do quanto tu és es-
e esperamos que a pecial e que Deus, lá de
na nossa família. O mo- tua vida sempre seja
mento é especial para muitos que com cima, te esteja olhando sempre. Feliz
repleta de coisas boas. Feliz
certeza te admiram e torcem muito por ti, aniversário!
aniversário!
entre os quais estou eu. Podes acreditar
em mim. Votos do teu esposo Mucandze.

Maria Zandamela Fenias


Sheyd Janny Desejo que todos os A infância é uma etapa
Hoje tu inicias uma nova
teus sonhos se tor- linda e abençoada,
jornada neste momento nem realidade e onde tudo parece
de alegria por estares que nada neste ser possível. O
a completar mais um mundo te afaste meu pequeno Fe-
ano de vida. Quero da alegria e da nias está fazendo
te dizer que tenho verdade. Man- aniversário no
muito orgulho em tenha-te fiel aos dia de hoje. Tu
compartilhar a tua teus princípios,
vais crescer, ser
amizade. Parabéns, trazendo a feli-
um grande homem
minha filha e feliz cidade. Acredites
aniversário! Que e fazer muitas coisas
que estarei sempre
esta data se repita por ao teu lado e estare- maravilhosas. Vais
muitos e longos anos. mos sempre juntos, de ter muita sorte e sucesso e
Votos do teu pai Jovi. mãos dadas e olhar no horizonte. eu estarei sempre por perto para
Parabéns por mais um ano repleto de aplaudir e torcer por ti. Quero te dar
coisas boas. os meus parabéns, acompanhados
de muitos abraços e beijinhos.

Tely
Miseth e Manuel
Tely, parece que foi ontem
Amor, hoje é nosso an- que a mamãe me disse
iversário natalício, que eu ia ter uma
e eu desejo que o irmãzinha. tinha
nosso amor seja que dividir os
tão intenso e que meus brinquedos
suporte a rotina e a atenção, que
inevitável. Que até àquele mo-
seja como o céu, mento toda era
imenso, e não ve- para mim. Mas
jas no outro os de- lembro-me per-
feitos insuperáveis. feitamente do dia
Todos os dias ao teu que tu nasceste, e
lado a nossa alegria é como fiquei encantada
completa, mas comemo- por ter uma companhia!
rarmos mais um ano do dia mais feliz Tu foste crescendo, nos tornamos
das nossas vidas com certeza traz ainda inseparáveis, e sei que a minha vida
mais felicidade. Com o amor verdadeiro, teria sido bem pior se tu não existisses.
entendi como é maravilhoso se apaixonar Feliz aniversário!
pela mesma pessoa todos os dias.

Envie a tua foto e mensagem até às 12 horas de cada quarta-feira, ou contacte Adelina Pinto pelos
telemóveis 827870008, 820152830 e 877684840 ou ainda pelo e-mail: adelinap33@gmail.com ou WhatsApp 842793140
20 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Sustentabilidade das novas editoras em risco


As editoras mais novas do país ressentem-se das imposições causadas pela crise sanitária que afecta o mundo,
pois, em geral, não podem lançar ou comercializar os livros como faziam antes. Tal é o caso da Ethale Publishing,

cultura
TPC e Fundação Fernando Leite Couto, a editarem há três, um e cinco anos, respectivamente.

Gaza conta com infra-estrutura para


investigação sócio-cultural
país. Pelo contrário, devemos para a realização do deside-
entendê-la como um chama- rato das nossas tarefas diá-
mento à adopção de medi- rias, sobretudo o nosso Plano
Olimpíada da Língua das alternativas às habituais, Económico e Social”.
Portuguesa – Edição
especial online
A rede Camões em Moçambi-
que realiza, entre os dias 30 de
“Onde há prejuízos há
Abril e 5 de Maio, uma edição
especial das Olimpíadas da
também oportunidades”
Língua Portuguesa, por ocasião
das comemorações do dia 5 de O artista plástico Revelino Por outro lado, o artista
Maio, Dia Mundial da Língua Sengo disse há dias, ao MA- plástico disse estar a traba-
Portuguesa. GAZINE Independente, que lhar com a escritora Pauli-
Estas Olimpíadas consistem o impacto da Covid-19 tem na Chiziane numa obra que
na realização de provas onli- prejuízos e, ao mesmo tem- será lançada em breve, que
ne, compostas por um ques- po, oportunidades. “Está cla- vai trazer uma esperança.
tionário, que aborda questões ro que não é possível neste Na sua explanação, acrescen-
morfológicas, sintáticas, orto-
gráficas e lexicais da Língua
Portuguesa, assim como temas A ministra da Cultura e víncia de Gaza passa a dis-
de Cultura Geral, tendo como Turismo, Eldevina Materu- por de mais um instituto
objectivo promover uma pos- devidamente equipado para
tura reflexiva sobre a Língua la, inaugurou recentemen- investigação e divulgação do
Portuguesa; incentivar o co- te, na província de Gaza, seu património cultural, con-
nhecimento de temas de âmbi- cidade de Xai-Xai, um tribuindo desta forma para,
to cultural, desenvolver compe- dentre outras coisas, diver-
tências de expressão escrita na novo edifício do ARPAC sificar a oferta de produtos
língua oficial de Moçambique, – Instituto de Investiga- culturais e turísticos, baseado
assim como o gosto pela sua ção Sócio-cultural, onde num profundo conhecimento
utilização correcta, tanto ao ní- da realidade sócio-cultural
vel oral como escrito. passa a funcionar a Dele- das suas comunidades.
A participação nesta edição gação Provincial de Gaza, Eldevina Materula referiu
especial online das Olimpía- com vista a promover a que “a inauguração do edi-
das da Língua Portuguesa está fício do ARPAC-Gaza é um
aberta aos estudantes moçam- pesquisa, preservação, acto carregado de rigozijo,
bicanos de todos os níveis de valorização e divulgação uma vez simbolizar um cres-
ensino, que devem, para efeitos do património cultural. cimento intitucional, mas momento criar um projecto tou que “sou uma pessoa de
de participação, ter um ende- também por significar o de- que envolve um aglomerado fé, e nada é por acaso. Creio
reço de e-mail activo (que será senvolvimento da província de pessoas, mas temos outra em Deus criador de todas as
solicitado aquando da realiza- Adelina Pinto de Gaza”. forma de exibir ou mostrar coisas, que vai dar sabedoria
ção da prova). Na ocasião, a ministra instou o trabalho através das novas aos homens para esta pande-

N
A actividade divide-se em a Direcção-Geral do ARPAC tecnologias de informação”, mia, e, como artista, vou fa-
duas fases, uma realizada no a criar os planos concretos sugere Sengo. zer a minha parte, ficar em
dia 30 de Abril, à qual todos a ocasião, a mi- necessários para a capaci- Sengo disse que a arte plásti- casa mais próximo da famí-
os estudantes moçambicanos nistra da Cul- tação e formação dos seus ca tem importância na socie- lia, pintar mais, só assim po-
terão acesso, sendo, posterior- tura e Turismo, recursos humanos, para res- dade, porque tem uma força derei evitar sair de casa para
mente, seleccionados os 50 Eldevina Ma- ponder aos desafios que se que espalha uma mensagem. me proteger mais, e a apro-
melhores classificados que par- terula, afirmou impõem, tendo apelado tam- ‟Através das cores e imagens, ximação cada vez mais de
ticiparão na segunda fase – a que este acto é em resposta bém ao uso racional da infra- neste momento estamos a lu- Deus em oração”.
Grande Final -, no dia 4 de ao desafio lançado pelo Che- -estrutura para a sua conser- tar contra a Covid–19, sendo No que diz respeito à minha
Maio. fe de Estado, Filipe Jacinto vação. o momento certo como artis- carreira, ‟desde que iniciei
Os finalistas da primeira fase Nyusi, de promover o desen- Relativamente ao evento, a tas e criadores para criarmos neste mundo das artes tive
serão informados por e-mail no volvimento de instituições ministra disse que “não fos- obras que podem trazer espe- várias dificuldades e graças
dia 2 de Maio; os vencedores especializadas na protecção se a pandemia da Covid-19 rança ao mundo. a Deus sempre consegui su-
serão anunciados no dia 5 de do património sócio-cultural, esta cerimónia tomaria um Onde há prejuízos há tam- perar. O facto do número de
Maio, nas páginas anteriormen- tendo como objectivo promo- sentido mais festivo, com a bém oportunidades, estan- casos do coronavírus estar a
te referidas. Estes receberão ver a pesquisa, preservação, participação de maior núme- do claro que não é possível aumentar não significa que
prémios em livros num valor valorização e divulgação do ro de pessoas, com mais bri- neste momento criarmos um devemos ter medo e per-
total de 6.000,00 meticais, dis- património cultural material lho artístico que caracteriza projecto que envolve um demos a esperança. Vamos
tribuídos do seguinte modo: e imaterial moçambicano, o nosso povo. Esta restrição aglomerado de pessoas. Mas vencer num futuro breve. O
3000 meticais para o primeiro bem como a posição de Mo- não pode e nem deve ser en- temos outra forma de exibir nosso papel é de criarmos
classificado, 2000 meticais para çambique no mapa mundial tendida como abandono dos ou mostrar o nosso trabalho, trabalhos que de certa forma
o segundo classificado e 1000 da cultura. planos e projectos institucio- através das novas tecnologias vão trazer alguma esperança
meticais para o terceiro classi- Materula disse ainda que nais e sociais assumidos em de informação”, afirmou Sen- para o mundo”, afirmou.
ficado. com o novo edifício, a pro- prol do bem-estar o nosso go. António Nhangumbe
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 21

Não entramos no mercado editorial pelo lucro


Alex Dau tem já publicada - Não foi uma aposta, mas para um romance?
uma mão cheia de livros e a possibilidade que estes en-
contraram de trabalhar con- - Talvez sim, talvez não! Te-
fundou a Oleba Editores, nosco. Palavra passa palavra mas não faltam, é preciso
para mostrar caminhos a e iam chegando novos auto- esta reflexão que dizia antes
autores mais jovens. Um res. para optar pelo tema.
circuito literário - como Quais são os elementos Acha que vale a pena uma
o-é o moçambicano - chamados pela Oleba literatura que apanha a
pouco sustentável não para editar os livros? realidade em flagrante?
lhe faz impressão, afinal a
edição de livros é-lhe mais - Olhamos para obras com - Sim, tomar uma realidade e
filantropia do que negó- certa identidade moçambica- transformar num livro é um
na para que possam conquis- desafio, pois aí você está a
cio. Celebrou-se o Dia tar os leitores. mercê de múltiplos julgamen-
do Livro e dos Direitos tos do leitor, pois ele conhece
do Autor, a 23 de Abril, O que é representativo essa realidade.
Alex Dau desta identidade moçam-
pretexto para uma entre- Servem tempos como
vista com a pandemia a de forma filantrópica. estar todos os interessados bicana? estes para escrever ou
fazer-nos sombra. juntos, começando pelo pró-
Tinha algum livro a sair prio escritor. O nosso país - Identidade moçambicana a ideia de dias cinzentos
por estes dias? tem as suas especificidades, é quando encontramos nos bloqueia?
Elton Pila indo por aí conseguimos, sim, livros marcas do nosso fol-
- Sim. Infelizmente não posso a venda de mais de 200 livros clore. Os nossos autores são - Para mim, este é um mo-

D
avançar mais detalhes, mas em menos tempo. novos, então, buscar essa re- mento de reflexão, estamos
posso dizer que é a segunda presentatividade é ainda pre- agora a experimentar mo-
e onde lhe obra de um escritor que edi- Quantos exemplares a maturo. mentos nebulosos. O blo-
chega a voz tamos o seu livro de estreia. Oleba faz por edição? queio como tal surge de di-
A Oleba entrou no merca- versas maneiras e varia de
de transição O livro hoje ainda é impor- - Varia de acordo com o autor para autor.
do editorial a saber que,
de escritor tante? autor. Uma média de 500
exemplares. em Moçambique, não dá A literatura serve ainda
para editor?
- O livro é algo intrínseco à lucro. O que levou a inves- para ajudar-nos a perce-
-Ainda não fiz essa transição, Humanidade e sempre o será. E quanto tempo levam a tir em livros?
sou escritor e quero conti- Hoje se cá estamos também é ber o mundo?
vendê-los todos?
nuar a ser, o editor que exis- por conta dos registos marca- - Não entramos no mercado
te é mais a parte filantrópica dos em muitos livros. - Não entramos directamen- editorial pelo lucro, mas sim - Até certo ponto sim, por-
que existe em mim. te nas vendas, simplesmente para difundir a literatura, que nos permite fazer uma
Como estava o mercado apoiamos. As vendas variam porque nos identificamos com ultra viagem e conhecermos
Comemoramos o dia do livreiro moçambicano de autor para autor. ela. Queremos ajudar o novo outros lugares do nosso ser.
livro nesta pandemia. O autor a encontrar o seu pró- Ela permite conhecermo-nos,
mesmo antes da crise? Qual é o processo da prio caminho. Não queremos desperta outras sensibilida-
que há para celebrar? competir com as outras edi- des patrocinadas pelo nosso
Oleba?
- Definhando já há algum toras, vamos pela cooperação imaginário.
- Este momento traz uma tempo. É preciso buscar no- - É um modelo diferente que para o crescimento da litera-
outra dimensão para o livro vos modelos para o mercado permite uma melhor autono- tura moçambicana. Acredita nos discursos
e seus fazedores, permitindo livreiro moçambicano, que mia do autor sobre o seu tra- apocalípticos... Estará o
estabelecer um contacto mais resumidamente está centrado balho. Quais os problemas
profundo com a literatura. em Maputo. mundo a chegar ao fim?
maiores que encontram
Editam o livro e entre-
Nós reclamamos sempre Quais seriam os novos nos livros dos novos - Tudo tem um fim, talvez
gam-no ao autor?
da falta de cultura de lei- modelos? autores? para a realidade como a co-
- Exactamente. Pela conjun- nhecemos poderá ter um tér-
tura. Esta pandemia pode - É algo a ser estudado por tura do nosso mercado livrei- - Dificuldades típicas de um mino, como aconteceu com
ser uma oportunidade todos os intervenientes. Mas ro estabelecemos essa meto- novo autor, que procuramos os dinossauros, o povo Maia.
de aumento do nível da para mim fica claro que as dologia. juntos ultrapassar. Por vezes
feiras de livro têm um bom é o título que não combina, Acha que é este o tempo
leitura que se reclama? impacto, mas temos que en- Quantos autores já publi- ora é a vontade deste querer para o fim?
contrar outros. caram pela Oleba? fazer uma tiragem que não
- Não creio que um indiví- vai de acordo com a realida- - Acho que não, estamos a
duo que antes não lia passe a Levantou o ponto duma - Incluindo segundas edições de, entre outras. passar por uma turbulência
ler nesta situação. Talvez os actividade centrada em de alguns, foram 14 autores. existencial, mas creio que ire-
que antes iniciaram o proces- A maioria dos autores publi- Que autores gostavam mos superar e conhecer um
so de leitura reforcem este Maputo. Mas nem em cados foram estreantes. mundo melhor. Esse é o des-
de editar?
elemento agora. Maputo podemos falar de tino que todos queremos.
um mercado a sério. Du- E porquê apostar em - Celso Manguana, Francisco
A Oleba, como editora, estreantes? Guita Júnior e Chagas Leve- A Humanidade não será
zentos exemplares duram ne.
que impacto sentiu do mais a mesma depois
anos na prateleira. Como
coronavírus?
olha para isso? O isolamento social e a escrita disso?

- Freio das actividades prá- - O processo de venda do li- Como autor, o que estes - Meditação e muita reflexão - Já estamos a vivenciar es-
ticas, do processo de produ- vro tem de ser melhorado. dias de isolamento social existencial. tas metamorfoses e o auge
ção de livros. E toda esta Não podemos deixar essa será quando a humidade se
situação remete-nos agora ao responsabilidade para as edi- sugerem? Dá para fazer disto tema reerguer no novo amanhã.
apoio a um e outro projecto toras ou livreiros. Temos de
22 Magazine independente Terça-feira | 28 de Abril 2020

Eleições adiadas na Associação Provincial de Cabo Delgado


Estão adiadas ‟sine die” as eleições na Associação Provincial de Futebol de Cabo Delgado,
inicialmente marcadas para o dia 25 de Abril, devido à situação do Estado de Emergência

desporto
decretado pelo Presidente da República, por causa da propagação da pandemia da Covid-19.

Não há espaço para comemorações no centenário


do Clube de Desportos do Maxaquene
O presidente da Co- to, por causa de problemas
missão de Gestão do acumulados e não resolvidos,
estando à espera de uma in-
Clube de Desportos do jecção financeira para levan-
Maxaquene, Domingos tar o Maxaquene, o que vai
Langa, em exclusivo ao ser bastante difícil a curto
prazo”.
MAGAZINE Independente, Langa apontou que no Ma-
disse que não há espaço xaquene ainda persiste a
para comemorações com desunião no clube, havendo
muitos grupinhos e sócios di-
pomba e circunstância no vididos. “Assim funcionamos
centenário do clube, uma como o caranguejo, quando
vez que o Maxaquene uns aplicam-se, outros pu-
xam para baixo”.
ainda tem muitas coisas Questionamos a Domingos
por resolver com vista Langa sobre o ponto de si-
a devolver a alegria aos tuação das dívidas do Maxa-
Neymar não é um líder quene, ao que respondeu que
seus adeptos e sócios, “sem exagero, ronda acima
O lateral brasileiro Rafael, o que vai levar muito dos 20 milhões de meticais
actualmente no Lyon, afir- tempo. Langa esclareceu com o INSS. Houve dinheiro
mou que Neymar tem que para pagamentos, mas não
mudar se quiser ser referên- que a obrigatoriedade do foram pagos. Estamos a ne-
cia da selecção brasileira clube passa por saldar gociar e já começamos a pa-
nos próximos tempos. as dívidas, orçadas em gar com o INSS. Há dívidas
Havendo pela frente a com os salários dos jogadores
Copa América, em 2021, e cerca de 20 milhões de e trabalhadores. Uma das so-
o Mundial em 2022, o de- meticais. luções para libertar a folha
fesa falou em mudanças salarial foi diminuir os salá-
na atitude fora de campo. rios dos jogadores. Os que
«Precisamos de Neymar, Alfredo Langa aceitaram ficaram no clube

U
isto é certo, e ele precisa de e os que não acataram foram
melhorar muitas coisas fora Domingos Langa, presidente da Comissão de Gestão do Maxaquene para outros clubes, princi-
de campo. Isso é impor- m dos emble- palmente os nossos jogado-
tante para um jogador de máticos e histó- passado, o Maxaquene andou não vai passar em branco”. res preponderantes”. Langa
futebol. Tem de melhorar ricos clubes de com muitas oscilações e in- Em exclusivo ao MAGAZI- clarificou que ‟o clube não
fora de campo para poder Moçambique, certezas quanto ao resultado NE, Domingos Langa frisou tem neste momento recursos
actuar e dar o seu melhor. o Maxaquene, desportivo que ditaria a sua que “a situação não está a financeiros para alimentar,
Espero que faça isso, assim completa este ano, no dia descida de divisão. Nem se nosso favor. O país está de pois as empresas apresentam
teremos grandes chances 20 de Maio, o seu centená- fala do aspecto financeiro que tangas, economicamente. E dificuldades. Neste contex-
de vencer as competições», rio. São 100 anos de existên- atingiu o cúmulo, com falta os clubes e as empresas no to, pensamos na redução da
disse Rafael à ESPN. cia do clube, marcados pela de pagamento de salários, o geral. Por isso vamos as- mão-de-obra. O Maxaquene
Os dois conhecem-se há descida de divisão na maior acumular de dívidas com al- sinalar o nosso centenário tem muitos trabalhadores e
muito tempo, estiveram prova futebolística do país, o gumas instituições, com des- sem pomba nem circuns- neste momento não tem di-
juntos nos Jogos Olímpicos Moçambola. taque para o Instituto Na- tância, fruto também da in- nheiro. O que vai acontecer é
de 2012, em Londres, quan- No ano passado, o Maxa- cional de Segurança Social certeza da propagação do que vão acumulando dívidas
do o Brasil venceu a pra- quene registou a demissão (INSS). novo coronavírus, causador com os salários. Isto está di-
ta. «Neymar não é um lí- do elenco directivo liderado Entretanto, um dado impor- da Covid-19”. Acrescentou fícil, o Maxaquene só reapa-
der, não acho que seja. Ele por Arlindo Mapande, de- tante é que mesmo com a cri- que “nós como Comissão de recerá daqui a cinco anos ou
pode fazer o que faz porque vido a acusações de má ges- se os sócios do Maxaquene, Gestão tivemos uma missão mais”.
é bom. Se estiver focado e tão. Como saída encontrada uns pagantes e outros nem quando tomamos posse. Tí- Para garantir a sua sustenta-
concentrado é o melhor jo- foi criada uma Comissão de tanto, sempre se mostraram nhamos em agenda prepa- bilidade, o clube está a apos-
gador do mundo», afirmou, Gestão, chefiada pelo sócio indissociáveis ao clube. rar as festividades do clube. tar na formação. ‟A formação
apontando «coisas ao seu e um dos antigos do clube, No presente ano, já em con- Neste contexto, com o Esta- é a nossa umbrela para o fu-
redor» que o desconcen- Domingos Langa. A Mesa tagem decrescente para o fim do de Emergência, decretado turo. Tínhamos pensado num
tram: «Conheço-o, já joguei da Assembleia-Geral decidiu do mandato da Comissão de pelo Chefe de Estado, Filipe workshop com empresas, só-
com ele. Dificilmente ouve que o mandato da referida Gestão, podendo se prologar Nyusi, tudo veio por água a cios, para apresentar o diag-
os outros, e isso não é bom Comissão de Gestão duraria caso os sócios dêem voto de baixo. Com o confinamento nóstico real do clube e juntos
para ele. Não digo as coi- apenas seis meses. confiança para a continuida- e quarentena nada é possí- estudarmos os mecanismos
sas que querem ouvir. Às Ainda que com muito conso- de do processo de reestrutu- vel! Ora vejamos։ criamos para não matar o clube”.
vezes as pessoas querem lo à mistura, ninguém vatici- ração do clube, o presidente um grupo de sócios para de- A uma pergunta insistida
ouvir ‘és muito bom, fazes nava, há alguns anos, que o da Comissão de Gestão, Do- senhar um projecto alusivo a sobre se o clube não devia à
magia’. Mas a vida não é Maxaquene, cinco vezes cam- mingos Langa, com um sem- essa data, mas ainda não nos banca, o presidente da Co-
assim. Creio que ele precisa peão nacional e com nove blante triste dispara։ “não há foi entregue”, acrescentando։ missão de Gestão disse que
de ouvir mais as pessoas e, Taças de Moçambique, podia motivos para festejar os 100 “Meus caros, não tenho ver- ‟com a banca não temos dí-
se fizer isso, será difícil de descer de divisão. anos do clube com pomba e gonha de dizer que o Maxa- vida. A maior dívida é com
parar o Brasil», completou. Ainda no decorrer do ano circunstância, mas a data quene não está bem de fac- o Instituto Nacional de Segu-
28 de Abril 2020 | Terça-feira Magazine independente 23

Fórmula 1: FIA “trama” Ferrari


O Conselho Mundial da Fe- çamental não baixar para 100
deração Internacional do Au- milhões de dólares por tempo-
tomóvel (FIA), reunido em rada, pelo menos…
videoconferência, introduziu Na véspera da reunião do Con-
mais alterações no regulamen- selho Mundial, Zack Brown,
to desportivo, que abrem por- director-geral da McLaren, pe-
tas, por exemplo, a tomada diu à FIA para impedir que a
de decisões apenas por maio- Ferrari, recorrendo ao direito
ria e não de forma unânime. de veto, bloqueasse as nego-
Esta posição tem impacto di- ciações e impedisse o acordo
recto nas discussões em curso pretendido pela maioria das
na Fórmula 1 e alimenta as equipas.
expectativas das escuderias Mattia Binotto, homem-forte
menos poderosas, que ambi- da Scuderia, não admite mais
cionam redução muito mais mudanças: «145 milhões de
significativa nos limites orça- dólares é um limite muito
mentais. abaixo do que acordámos em
Esta vontade é contrariada Junho do ano passado. Não
pela Ferrari, que admite equa- conseguiremos cumpri-lo sem
cionar alternativas à categoria sacrifícios muito dramáticos
para manter-se em acção, se ao nível dos recursos humanos.
não concordar com o acordo Se for essa a decisão, talvez
final. tenhamos de equacionar ou-

Pormenor da entrevista com o repórter do MAGAZINE

rança Social (INSS). Agora e nem peixe. O campo jun- Maxaquene (conhecido so-
esperamos a comunicação do to à sede do clube, com um mente por Maxaquene) foi
Chefe de Estado, brevemen- piso em péssimas condições, fundado em 1920, sediado
te, para ver até que ponto é utilizado para treinos, nos em Maputo, capital de Mo-
podemos nos encaixar para dias em que não é alugado çambique. A sua vertente
gradualmente dar seguimen- para espectáculos musicais, principal é a futebolística.
to aos trabalhos iniciados no entretanto, a equipa princi- Fundado em 1920 com o A discussão sobre a diminui- tras opções para mantermos
clube, sem muitas limita- pal, nos jogos que disputa, nome de Sporting Clube de ção do tecto orçamental na as actividades desportivas.
ções. Caso haja outras medi- utiliza o campo da Afrin Lourenço Marques, o clube Fórmula 1 é anterior à crise da Sabemos que vivemos tempos
das, como o prolongamento quase por empréstimo. tornou-se conhecido por ser Covid-19, mas a pandemia que difíceis, mas não podemos to-
do Estado de Emergência, Em relação a este assunto, o primeiro na carreira de está a travar o arranque do mar decisões sem analisarmos,
que muitos países estão a Domingos Langa preferiu Eusébio e Hilário Rosário da Mundial de 2020 torna-a ain- claramente, todas as conse-
adoptar, teremos que nos dizer que “este assunto já Conceição, dois dos maiores da mais relevante, devido ao quências».
reinventar. Não é só o Ma- foi bastante falado. Neste jogadores da história de Por- impacto negativo da situação Mas Brown discorda da posi-
xaquene que está a sofrer. momento o Maxaquene está tugal. nas finanças da maioria das 10 ção da Ferrari… «Não preten-
São praticamente todos os a usar o campo desportiva- Na história do Maxaque- equipas que aceleram no cam- do vê-los fora da Fórmula 1!
peonato. Nem eles, nem qualquer outra
Inicialmente concordou-se equipa. No entanto, o campeo-
com o limite de 175 milhões de nato sobreviverá sem a Scude-
dólares a partir de 2021, mon- ria e com 18 carros nas grelhas
tante que não inclui os salários de partida. E existem fabrican-
dos pilotos. Entretanto, após a tes suficientes para garanti-
concessão da Escuderia, con- rem o fornecimento das outras
cordou-se com descida maior duas equipas com unidades
no tecto, para 150 milhões de de potência italianas. Se não
dólares, mas o acordo não sa- baixarmos o tecto orçamental,
tisfez as equipas com menos arriscamo-nos a ter corridas
fôlego financeiro e continuou- com 14 carros. E, assim, não
-se a negociar. A Ferrari não sobreviveremos».
aceita um número abaixo de Só a marca italiana participou
145 milhões de euros, mas há nas 70 edições do Mundial,
quem tenha como objectivo a criado em 1950. No total, a
imposição de um máximo de… equipa mais bem-sucedida na
75 milhões de euros. categoria soma 991 Grandes
A FIA argumenta que a pos- Prémios, 238 vitórias, 16 tí-
sibilidade de aprovar decisões tulos de construtores e 15 de
que são só maioritárias e não pilotos.
unânimes, como acontecia até Entretanto, a proprietária
aqui, “protege” o futuro da do Grupo Fórmula 1 (Liberty
Fórmula 1. «Vivemos tempos Media) acelerou pagamentos a
excepcionais que exigem medi- algumas equipas, antecipando
das excepcionais», lê-se no co- a entrega de percentagens das
municado emitido pela federa- receitas de campeonato para-
clubes, facto que veio agra- mente, mas juridicamente ne está a sua afiliação ao ção após o Conselho Mundial. do, para proteger o «ecossiste-
var com o aparecimento da pode ter outros contornos, Sporting Clube de Portugal, A Ferrari argumenta que um ma». «Pretendemos torná-las
Covid-19”. num processo bastante lon- de Lisboa. Em 1976, com a limite abaixo de 145 milhões mais resistentes para garantir-
go”. Independência de Moçambi- de euros obriga à dispensa mos que continuam connosco
O imbróglio do campo Esta situação não favorece que, o clube trocou o nome de muitos colaboradores da agora e no futuro, por serem
a formação, que apenas vai de Sporting Lourenço Mar- Scuderia. A McLaren contra- fundamentais para o sucesso
Um processo inacabado com “apanhando boleia”, nos ques para Sporting Clube de -argumenta com o alerta para da categoria», explicou Greg
a empresa Afrin colocou o tempos livres do campo ane- Maputo. Dois anos depois o risco de desaparecimento de Maffei, director da empresa
futebol deste clube em si- xo. mudou de nome para Clube várias equipas, se o tecto or- norte-americana. In Abola
tuação de não ser nem carne O Clube de Desportos do de Desportos do Maxaquene.
PUBLICIDADE

Para assuntos
Administrativos e
Comerciais

Email:
Multimediacomercial18@gmail.com
Telemóvel:
820152830/847684840

Rua da Concórdia (Oliveira) n°38; 1° andar único, no bairro da Malhangalene “A”, na cidade de Maputo.

PR vai decidir se voltaremos a


chutar a bolinha nos bairros
A comunidade desporti- declarado após o país ter
va aguarda com expec- atingido o nível 3 de alerta,
com o registo de oito casos
tativa a comunicação de infecções pelo novo co-
do Chefe de Estado mo- ronavírus, seis importados
çambicano, Filipe Nyusi, e dois por transmissão lo-
cal, segundo as autoridades
sobre o prolongamento de saúde.
do estado de emergên- Como forma de preven-
cia ou não, na perspec- ção, o Executivo já havia
ordenado o encerramento
tiva de tirar o desporto das escolas e suspendido
nacional, e não só, do a emissão de vistos, obri-
confinamento despor- gando os viajantes a fica-
rem de quarentena e desa-
tivo. Entretanto, tudo conselhando aglomerações
indica que Nyusi vai de pessoas. Mas o Chefe
fazer uma comunica- de Estado alertou que era
preciso reforçar as medi-
ção oficial, ainda esta das contra a Covid-19 por
quinta-feira, último dia causa da alta taxa de mor-
do estado de emergên- Filipe Nyusi, Presidente da República de Moçambique talidade da doença e para
impedir o afundamento da
cia decretado em todo lipe Nyusi, situação que dade desportiva em que se vamos sacudir a areia nos economia. Eventos públicos
o território nacional. agrava as incertezas por usa a bola. bairros suburbanos e ur- e privados, “excepto ques-
causa da actualização dos A ginástica, o boxe, karaté, banos, tudo será decidido tões inadiáveis do Esta-
casos positivos, cumulati- e não só, tudo a Covid-19 pelo Chefe de Estado, Fi- do”, ficaram proibidos, e
Alfredo Langa vos e recuperados da Co- mandou parar. Agora a lipe Nyusi, tudo indicando estabelecimentos de diver-

T
vid-19, à escala nacional, incerteza ficou no ar para que será no dia 30 de Abril são fecharam as portas.
que vêm aumentando gra- os desportistas sobre se o do presente ano. Nyusi decretou ainda li-
udo parou. dualmente no país. confinamento desportivo O estado de emergência vi- mitações à “circulação in-
Não há des- Neste mês de Abril não se será aberto ou não. Se vai gora durante todo o mês de terna de pessoas em qual-
porto em escuta ou vê-se em qual- fechar ainda mais, não sa- Abril. O Presidente da Re- quer parte do território
Moçambique quer meio de comunicação bemos! pública, Filipe Nyusi, afir- nacional” e às entradas
como além- social o soar do apito, uma Nos bairros é onde mais ma ser uma medida neces- no país, excepto para o
fronteiras, devido ao estado esticada de hóquei, um se pratica o desporto, uns sária para proteger a vida transporte de bens e mer-
de emergência decretado mergulho na piscina; o ba- oficialmente e outros em de todos, face à propagação cadorias por operadores
pelo Presidente da Repú- timento da bola de basque- jeito de lazer, com maior do novo coronavírus. credenciados ou por ques-
blica de Moçambique, Fi- tebol ou qualquer modali- destaque para o futebol. Se O estado de emergência foi tões de saúde.

PUBLICIDADE

Importação‌│Participações │Holding
S.V.S
S.V.S de
deMoçambique,
Moçambique.Lda
Importação & Exportação, Especializado em Material Informático, Escritório e Didáctico
Av. Ahmed Sekou- Touré n° 1078 D R/C Telefax: 21-313615 / 82-3450322/ 843102870
Email: svs.lda@gmail.com/ sitoesamuelvasco@hotmail.com
NUIT: 400126240, Maputo - Moçambique