Você está na página 1de 21

1

Omar Assumage M. Abdala

Relatório de Práticas Pedagógicas Gerais (Escola Primária Completa de


Namutequeliua)
(Licenciatura em Ensino de Química)

Universidade Rovuma
Nampula
3

2019

Omar Assumage M. Abdala

Relatório de Práticas Pedagógicas Gerais (Escola Primária Completa de Namutequeliua)

Relatório de Carácter Avaliativo Referente a


Cadeira de Práticas Pedagógicas Gerais a Ser
Apresentado a Faculdade de Ciências Naturais,
Matemática e Estatísticas, Orientado Pelo
Docente:
Câltone Camilo

Universidade Rovuma
Nampula
4
ii

2019
Índice
Lista de Siglas e Abreviaturas.........................................................................................................iii
Índice de Tabelas.............................................................................................................................iv
Dedicatória.......................................................................................................................................v
Agradecimentos...............................................................................................................................vi
Declaração......................................................................................................................................vii
Resumo..........................................................................................................................................viii
CAPITULO I: Introdução.................................................................................................................9
1.1. Objectivos..................................................................................................................................9
1.1.2. Específicos..............................................................................................................................9
1.2. Referencial Teórico.................................................................................................................10
1.2.1. Importância das práticas pedagógicas..................................................................................10
CAPITULO II: Descrição da Escola Primária Completa de Namutequeliua.................................11
2.1. Historial da Escola...................................................................................................................11
2.1.1. Localização Geográfica da Escola........................................................................................11
2.2.1.2. Limites...............................................................................................................................11
Caracterização física.......................................................................................................................12
Condições de Segurança Interna da Escola....................................................................................12
2.2.4. Organização e Gestão Escolar..............................................................................................12
Horário Escolar...............................................................................................................................13
Leccionação....................................................................................................................................13
2.2.4.2. Funções do Responsável Administrativo..........................................................................13
2.2.4.3. Horário do pessoal administrativo.....................................................................................13
Professores......................................................................................................................................14
2.2.5. Documentos Normativos......................................................................................................14
CAPITULO III: Conclusão............................................................................................................15
3.1. Aspectos Negativos e Positivos Observados...........................................................................15
3.2. Recomendações.......................................................................................................................15
3.3. Dificuldades e Sugestões.........................................................................................................15
Bibliografia.....................................................................................................................................16
5
iii

Lista de Siglas e Abreviaturas


DAP – Director Adjunto Pedagógico
FCNME – Departamento de Ciências Naturais, Matemática e Estatística
DE – Direcção da Escola
DPE – Direcção Provincial de Educação
ESG – Ensino Secundário Geral
SNE – Sistema Nacional de Educação
RPP – Relatório de Práticas Pedagógicas
DP – Direcção Pedagógica
PPG – Prática Pedagógica Geral
UniRovuma – Universidade Rovuma
E.M.C – Educação Moral e Cívica
iv
6

Índice de Tabelas

Dedicatória
7

Dedica este trabalho à toda sua família, seus pais, irmãos, que lhe deram apoio moral e lhe
compreenderam nos momentos mais difíceis em que não pude estar com eles, aos amigos e
colegas da turma de química 1° ano 2019.

“Ser Professor é cuidar que o aluno aprenda” DEMOS

vi

Agradecimentos
8

Em primeiro lugar agradece a Deus por ter lhe dado forças para terminar esta cadeira. Em seguida
seus agradecimentos vão para o seu Docente da cadeira Calton Camilo, pelas suas orientações
científicas, metodológicas, recomendações e paciência que demonstrou durante o decurso da
cadeira de PPG.
Agradece a Direcção da Escola Primária Completa de Namutequeliua, pelo fornecimento de
informações necessárias para a elaboração deste relatório. À Biblioteca da UniRovuma pela
disponibilidade do material para embalsamar o relatório. Aos colegas do curso de química da
turma do 1° ano 2019, que estiveram e fizeram parte do decurso das actividades de campo e de
todas outras actividades.
Sinceros agradecimentos à sua família que soube lhe entenderem nos momentos em que se
isolava dela para se juntar ao grupo de trabalhos.

Vii

Declaração
9

Declara pela sua honra que este relatório é resultado da participação e observação constantemente
da escola sem faltar, observando e participando nas apresentações de seminários na UniRovuma,
e das orientações da sua docente Calton Camilo. O seu conteúdo é original e todas as fontes
consultadas estão devidamente mencionadas no texto, nas notas e na bibliografia final.
Declara ainda que este trabalho não foi apresentado com nenhum estudante para a obtenção de
nota.

Nampula, Novembro de 2019

O Declarante

__________________________________
(Omar Assumage M. Abdala)
viii
10

Resumo
A Prática pedagógica geral (PPG) é vínculo de entre o futuro professor e o meio escolar; sendo
previsto a realização de trabalho de campo que consiste na Observação de uma instituição
escolar, neste caso a Escola Primária Completa de Namutequeliua mas antes da realização de
trabalho foi necessário a munição do professor em instrumentos e mecanismos de procedimento
no terreno, através de conferências e seminários sobre a natureza da instituição a observar.
O trabalho tem como objectivo conhecer uma instituição escolar e a comunidade envolvente, para
cumprir com este objectivo procedemos a discrição de estrutura física, organizacional e
pedagógica, através do contacto com membros da direcção da escola, funcionários e alunos; e
recolhemos a informação em grupo, procedemos com análise, síntese e sistematização da
informação.
A Escola Primária Completa de Namutequeliua é de construção convencional com murro de
vedação, com um guarda que zela pela assiduidade dos alunos, com casas de banho para
professores e alunos e sem material contra incêndio. A escola é composta por 74 professores, 12
com nível superior, sendo 11 mulheres e 1 homem. A Escola Primária Completa de
Namutequeliua lecciona em 3 turnos. E apresenta os documentos normativos.

Palavras-chave: Prática pedagógica geral, Observação, Escola Primária Completa de


Namutequeliua.
11

CAPITULO I: Introdução
Em cada um dos anos da Licenciatura (do 1º ao 4º ano) o estudante deve no fim do ano apresentar
um RPP referente a esse ano, contendo a descrição do trabalho efectuado no Trabalho de Campo
e nos Seminários.
O presente relatório surge no âmbito de desenvolvimento das actividades que foram realizadas na
UniRovuma, que foram divididas em duas partes: uma parte teórica que foi realizada na
UniRovuma consistiu em debates, discussões e seminário apresentados pelos estudantes e a parte
prática que foi realizada na Escola Primária Completa de Namutequeliua que consistiu na
observação: das condições físicas da escola, da organização e gestão escolar e dos documentos
normativos que a escola apresenta.
O presente relatório está dividida em capítulos para melhor facilitar a compreensão dos seus
conteúdos nomeadamente: Capitulo I (introdução, objectivos, metodologia do trabalho e
referencial teórico), Capitulo II (descrição das fases de relatório: pré-observação, observação e
pós-observação) e finalmente Capitulo III (Conclusão, dificuldades e sugestões.)

1.1. Objectivos
Gerais
 Conhecer a instituição escolar e a comunidade envolvente;

1.1.2. Específicos
 Observar a escola tendo em conta a estrutura física, organizacional e pedagógica;
 Identificar os documentos básicos que orientam a actividade escolar;
 Identificar as funções dos membros do administrativo.
12

1.2. Referencial Teórico


Segundo o Regulamento Interno (2004:31) Práticas Pedagógicas “são actividades curriculares
articuladas da teoria e da prática que garante o conteúdo experiências com situações pisco -
pedagógicas e didácticas concretas que contribuem para preparar de formal gradual ao
estudante para a vida profissional”
“ Segundo Vilma bel Soares 2ª edição. 2010”Práticas pedagógicas são ferramentas
pedagógicas/ técnicas dinâmicas do grupo, exercícios teatrais, brincadeiras, fabulas, metáforas,
contos, poesias, musica e jogos educativos, que facilitam o processo de ensino e aprendizagem.

1.2.1. Importância das práticas pedagógicas


As práticas pedagógicas são de extrema importância na medida em que tornam possível a
inteiração do aluno na escola. Dentre varias importâncias podemos destacar:
 Permite a integração dos conhecimentos teóricos e práticos aos estudantes, levando-os a
reconciliar do ambiente escolar e educacional, de modo s obterem desejo de abraçarem a
profissão;
 São responsáveis pela convivência experimental com situações psico-pedagógicas e
Didácticas reais e que preparam o estudante para vida profissional
 Contribui para a formação de um professor que possua saberes teóricos e práticos, um
professor que saiba fazer a gestão de um currículo, que saiba diferenciar as aprendizagens e
orientar a sua auto-formação;
 Proporciona a aquisição de habilidades e competências que possibilitem a intervenção, a
investigação e a pratica de projectos pedagógicos,
 Ter capacidade de apresentar, de forma oral ou escrita, os seus estudos, conclusões ou
propostas;
 Ser capaz de desenvolver estratégias pedagógicas diferenciadas, conducentes ao sucesso e
realização de cada aluno no quadro da diversidade cultural e da heterogeneidade dos sujeitos,
mobilizando valores, saberes, experiências culturais e sociais dos alunos.
13

CAPITULO II: Descrição da Escola Primária Completa de Namutequeliua


2.0. Pré – Observação
Na integração da PPG no curso de Química 1o ano, segundo Semestre/2019, orientado pelo
docente Câltone Camilo apresentou-se, inicialmente ele apresentou-se aos estudantes e vice-
versa, apresentou também o programa/ Plano Semestral, abordou os objectivos da PPG e falou
um pouco do papel do professor no PEA.
A primeira fase dos PPG foi acompanhada por um processo de aulas magistrais, Seminários,
debates e sistematização dos conteúdos.
As aulas magistrais foram leccionadas pelo docente da cadeira Câltone Camilo que se
intercalavam com debates e sistematização dos conteúdos.
A turma foi dividida em grupos para melhor colecta a colecta de informações e análise das
mesmas. Um grupos cujo fazia parte seguiu a EPC de Namutequeliua, onde o grupo procedeu a
entrega do credencial e posterior apresentação iniciou o trabalho de campo.

2.1. Historial da Escola


Segundo os dados recolhidos do João Paposseco, antigo aluno desta escola e residente no mesmo
bairro, a escola concluída em 1970, leccionava de pré – primária a 4a classe.
Na altura era dirigida pela Sra. Ermelinda da Rocha, com professores de nacionalidade
portuguesa e raça branca, uns pertenciam a tropa portuguesa.
Os alunos eram obrigados a participar missas, receber hóstias, festejar natal, Páscoa e outros
eventos religiosos. Cada turma, o rácio era de 30 alunos, estes compravam livros e recebiam
cadernos.
Em 1976, a escola pela primeira vez recebia um professor da raça negra, nacionalidade
moçambicana de nome Raimundo. As canções portuguesas foram substituídas por canções
revolucionárias, fruto da independência.
A escola funcionava com dois turnos:
 1o turno era das 07h00 as 12h00;
 2o turno era das 14h00 as 17h00.
O número de professores era 17. Ate 2001, a escola funcionava apenas com 1 o grau (EP1),
portanto de 1a a 5a classe.
14

Devido a maior procura pelos serviços e no sentido de responder a grande exigência de


alargamento da rede escolar, em 2002 foi introduzido o ensino primário do 2o grau, passando a
ser uma escola completa, por tanto de 1a a 7a classe.

2.1.1. Localização Geográfica da Escola


A Escola Primária Completa de Namutequeliua localiza-se a nos arredores da cidade de
Nampula, no bairro de Namutequeliua, na Rua Macombre no 1022, no posto administrativo de
Urbano de Muhala, tendo como limites:

2.2.1.2. Limites
Norte: Padaria Nampula;
Sul: Mercado Namutequeliua;
Este: 4a Esquadra da PRM;
Oeste: Hotel Tropical.

2.2.3. Descrição Física da Escola


Caracterização Física
A Escola Primária Completa de Namutequeliua é composta por 6 blocos dos quais 4 construídas
de materiais convencionais, composta por 14 salas de aulas e duas casa de banho, um bloco
administrativo e um bloco construído com material precário, composto por 6 sala. As 14 salas
convencionais estão equipadas em cadeiras para alunos e energia. A escola não dispõe de recinto
desportivo para a prática de educação física, a escola possui um mastro e bandeira nacional,
vitrina onde são fixadas as informações.
A escola não dispõe de uma cantina escolar, nem tem jardim com árvores e as casas de banhos
não são operacionais.

Condições de Segurança Interna da Escola


A escola dispõe portões, murro de vedação, existe condições de segurança, a escola tem guarda, a
escola não dispõe de um dispositivo de incêndio.
15

Outras Condições
A Escola é limpa, dispõe de material de limpeza, esta pintada, mas a pintura já esta desgastada,
tem guarda que zela pela boa apresentação dos alunos e pela assiduidade dos mesmos. A escola
não esta bem localizada, mas tem boa aparência, as casas de banho são comuns para ambos os
sexos. Dispõe de uma biblioteca, onde os alunos contemplam os seus conhecimentos, os
corredores é insegura e sem iluminação.

Outros Aspectos Observados


Nem todas salas têm portas e janelas, a escola tem 22 salas, sendo 14 convencionais e 8 precárias
(de baixo de acácias).

2.2.4. Organização e Gestão Escolar


Esta escola tem conselho da escola a entidade deliberativa dos assuntos desta, corpo directivo,
corpo docente e grupos de disciplinas. Ainda mais encontramos a organização interna à dos
horários leccionação, a disposição dos alunos em cada turma e classe.

Horário Escolar
Em relação ao horário do trabalho, ao atendimento ao público, diariamente é das 06h20 até as
17h30, de 2a a 6a feira, a escola lecciona 3 turnos nomeadamente: como mostra a tabela a seguir, a
duração média de cada turno é de 3h45. Duração do ano lectivo é de 35 semanas.

2.2.4.1. Tabela 1. Horário Escolar


Fonte: DAP/DE
Período Horas Classe
o
1 06h20-10h00 5a, 6a e 7a
o
2 10h00-13h40 1a e 2a
3o 13h50-17h30 3a e 4a

A Escola tem as seguintes actividades extra-escolares: limpeza em alguns sábados que dura pelo
menos 3 horas; em datas comemorativas e feriados ida a praças dos heróis, que pode durar 2
horas.
O Director/coordenador escola zela pelo cumprimento das tais actividades extra-escolares,
organizando turmas para limpeza num fim-de-semana.
16

Leccionação
Segundo o nosso entrevistado todo pessoal do sector pedagógico que é docente lecciona em
alguma turma, assim como O Director e o Adjunto Pedagógico da escola leccionam em algumas
turmas da escola, 7 classe em todas turmas e E.M.C 6a classe, respectivamente.

2.2.4.2. Funções do Responsável Administrativo


O responsável administrativo desempenha dentre as funções:
 Zelar pelo bom funcionamento do património da escolar;
 Controlar a efectividade dos programas da escola;
 Garantir o pagamento de salário de todos funcionários da escola;
 Garantir o pagamento de todas as despesas da escola.

2.2.4.3. Horário do pessoal administrativo


O pessoal administrativo nesta escola divide-se em 2 grupos, com horário diferente:
 Pessoal de apoio: de 2a a 6a das 06h30 as 14h30
 Técnico administrativo: de 2a a 6a das 07h30 à 15h30.

Professores
O professor é um indivíduo multifacetado, no sentido de que desempenha vários papéis na
comunidade em que está inserido.
A Escola Primária Completa de Namutequeliua dispõe um total de 74 professores, dos quais 1
não possui formação psico-pedagógica, 4 professores estão em formação, sendo 2 homens e 2
mulheres, 69 com formação psico-pedagógica, sendo 9 homens e 60 mulheres, dos quais 12 têm
nível superior, sendo 1 homem e 11 mulheres, existem 57 professores com nível médio, sendo 8
homens e 49 mulheres,

2.2.4.5.1. Tabela 2. Formação Profissional dos Professores da EPC de Namutequeliua


Professores H1 M2
17

Número de professores com formação 9 60


Número de professores com nível superior 1 11
Número de professores com nível médio 8 49
Fonte: Sector Administrativo, 2019.
Os professores da EPC de Namutequeliua se beneficiam de formação em exercício, cujo
responsável é Serviço Distrital de Educação Juventude e Tecnologia Nampula e
Desenvolvimento Humano.

Periodicidade da Supervisão e Controle da Escola


A Escola Primária Completa de Namutequeliua é visitada anualmente pelos técnicos dos serviços
de MINEDH, os técnicos dos serviços provinciais e distritais visitam a escola de uma forma
variável, e os técnicos dos serviços das ZIP's visitam trimestralmente. Os pais e encarregados de
educação têm fácil acesso a direcção da escola quase todos os dias da semana para tratar assuntos
dos seus educandos, são convocados quando há uma reunião sobre a participação e divulgação
dos resultados.

2.2.5. Documentos Normativos


Documentos normativos regulam o funcionamento de uma instituição.
A EPC de Namutequeliua dispõe os seguintes documentos:
 Um plano de actividade;
 Regulamento interno e de avaliação;
 Estatuto geral dos funcionários do estado;
 Regulamento Geral das Escolas de Ensino Básico;
 Plano anual e de avaliação;

CAPITULO III: Conclusão

1
H – homens
2
M – mulheres
18

Feita a observação e o contacto directo com personalidades ligadas a escola secundária 12 de


Outubro, conclui – se que as práticas pedagógicas possibilitam ao futuro docente a convivência
com meio escolar e a comunidade em geral, o que permite a criação de habilidade neste meio.
De um modo geral, PPG permite ao estudante o conhecimento do funcionamento de uma
instituição educacional, em três, nomeadamente área sócio organizacional, área pedagógica e área
administrativa, que normalizam o funcionamento duma escola.

3.1. Aspectos Negativos e Positivos Observados


As casas de banho tanto dos alunos quanto dos professores não são limpas, o próprio pátio da
escola não é limpa.
É louvável o esforço da escola para garantir a assiduidade dos alunos, a organização das turmas e
dos materiais dos professores.
3.2. Recomendações
Tendo em conta a imagem da escola, importa recomendar aos funcionários desta escola a zelarem
mais pela limpeza das casas e banhos e do próprio recinto escolar, nos programas escolares deve
se incluir a produção dos espaços verdes como o jardim, aumentar a rigorosidade pela
assiduidade, aliarem o ritmo do hino nacional ao padrão.

3.3. Dificuldades e Sugestões


Durante a realização do trabalho de campo, tivemos dificuldades para encontrar o pessoal do
Sector Pedagógico e Administrativo, e para obtenção de algumas informações por parte da
escola. Alguns funcionários mostraram desinteresse no atendimento dos estudantes, alegando-se
falta de tempo por causa de enchente de estudastes oriundo dos diferentes cursos da UniRovuma.
Antes do início das práticas os membros da UniRovuma deveriam entrar em contacto com os
membros das escolas para ter conhecimento acerca dessas actividades das práticas pedagógicas,
porque quando chega o tempo de se apresentar nas escolas, os membros da instituição começam a
dificultar o processo. Sugerimos organização dos estudantes de modo a realizarem o trabalho de
campo no mesmo período nas escolas para não haver uma saturação por parte dos fornecedores
da informação.

Bibliografia
19

____________Técnicas e Reflexos Pedagógicos para Formação de Formadores. 7a ed.,Edições


Loyola, São Paulo, 1989.
DIAS, Hildizina Norberto, et all, Manual de práticas Pedagógicas e Estágio Pedagógico, 2a Ed.
Maputo, Editora Educar, 20010.
LAKATOS, Eva Maria e MARCONI, Maria de Andrade. Técnicas de Pesquisas em Ciências
Sociais. Editora Atlas, São Paulo, 2002.
LIBANEO, José Carlos. Didáctica Geral, São Paulo, Cortez Editora, 1990.
MINED, Regulamento de Ensino Secundário Geral, i Maputo, 2003.
SANTOS, dos Cenilza Pereira; BARRETO, Robério Pereira. Formação de professores como
compromisso; São Paulo, 2001.

Apêndice
20

Fig. 1. Mastro com bandeira e salas feitas com materiais convencionais, EPC de Namutequeliua, Fonte, O Autor.

Fig. 2. Sala de EPC de Namutequeliua feita de material precário, Fonte, O Autor, 2019.
21

Fig. 3. Corredores da EPC de Namutequeliua, Fonte: o Autor, 2019.

Fig. 4. Recinto da EPC de Namutequeliua, Fonte: Idem.