Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

INCAP – INSTITUTO SUPERIOR

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

VANDUIR AFONSO HOFFMANN

Direito tributário
2

CURITIBA

Novembro / 2009

2
VANDUIR AFONSO HOFFMANN

DireitoTributário

Trabalho apresentado a Universidade


Castelo Branco, INCAP – Instituto Superior,
Bacharelado em Administração de Empresas,
para obtenção da nota parcial do Programa de
Aprendizagem de Conferência, sob orientação do
Professor César Moser.
2

CURITIBA

2
1

Aula1

Obrigações tributárias é a relação que surge entre o estado e o


contribuinte.Dela decorre o dever do contribuinte de pagar o tributo e do estado
de cobrá-lo.
Hipótese de incidência e fato gerador;é a previsão abstrata que a lei
tributária traz ex:leis de transito.
Fato jurídico tributário:é o fato da vida real ter uma casa é o fato jurídico
tributário pois é o fato que faz nascer a obrigação tributária
Conseqüente:possui dois critérios o quantitativo e o pessoal.
Pessoal:sujeito ativo que cobra o tributo,sujeito passivo que paga o tributo.
Quantitativa:baseada em cálculos e alíquotas ex:IPTU de 200.000,00 a
alíquota é 2% ou seja 4.000,00.
Obrigação tributária principal e acessória.
Principal:pagar o tributo.
Acessória:documentos,declarações,etc...
Crédito tributário:quem deve pagar,quem deve cobrar e quando
cobrar,estão divididos em três modalidades.
Lançamento de oficio:com a menor participação do sujeito passivo.
Lançamento por declaração:é entregue por declarações com dados nas
quais a autoridade tributária não dispõe.
Lançamento por homologação ou auto lançamento:maior participação do
sujeito passivo no processo geralmente feita por contadores onde o fisco não tem
nenhuma participação na construção deste processo,o fisco só faz a
homologação dos atos praticados pelo contribuinte.
Moratória:um prazo maior para pagamento.
Depósito integral do montante:é feito um pagamento em juízo.
Extinção do crédito tributário:o crédito deixa de existir,ocontribuinte fica
livre da divida,pra isso existem varias formas de extinção como:
Pagamento:paga-se a divida.
Transação:acordo entre o fisco e o contribuinte,mas que não existe mais no
Brasil.
Remissão:é o perdão concedido ao contribuinte.
1
2

Decadência:quando o fisco demora muito tempo para efetuar o


lançamento(inércia do fisco).
Prescrição:quando o contribuinte não paga e o fisco deixa passar o prazo
de entrar com uma ação contra o contribuinte.
Exclusão do crédito tributário:isenção e anistia.
Isenção:quando tem uma mudança na lei.
Anistia:é o perdão.

Aula 4

Modalidades tributárias e os tributos em espécie.


São cinco modalidades.
Impostos:é pago segundo a capacidade do contribuinte
ex:IPV,IPTU,ICMS...
Taxa:é quando o contribuinte utiliza os serviços do estado
ex:passaporte,alvará...
Contribuições de melhoria:é quando o seu imóvel é valorizado com
benfeitorias através de obras públicas,com o valor de arrecadação nunca
podendo ser maior do que o bem do contribuinte.
Contribuição:são tributos que são justificados para uma finalidade
específica,que na verdade é reponsável pela grande carga tributária no Brasil.
Empréstimo compulsório:o contribuinte paga e depois de um período é
restituído o valor pago.essa verba errecadada pode ser usada pela união em
emergências de interesse nacional.
Os principais tributos no Brasil são:
Imposto de renda:um imposto federal.
IPI imposto sobre produtos industrializados:quanto maior a necesside do
produto menor o imposto.
IOF:tem como finalidade de encarecer ou baratear o crédito de acordo com
as necessidades da política monetária.
Imposto de importação(II)e imposto de exportação(IE)

2
3

Os impostos são diferenciados dependendo do produto visando preservar


os resultados desejados para a balança comercial.
Contribuição ao programa de integração social (PIS)
Contribuição para o financiamento da seguridade social(COFINS)
Destinada ao financiamento da seguridade social.com base de calculo
cumulativo e não cumulativo de 3% e de 7% respectivamente.
Tributos estaduais.
ICMS:Imposto sobre operações relativas a circulação de mercadorias e
prestação de serviços.
IPVA:Imposto sobre a propriedade de veículos auto motores.
Tributos municipais.
IPTU:Imposto sobre propriedade predial e territorial urbana.
ISS ou ISSQN:Imposto sobre serviços de qualquer natureza.

AULA 5
Regimes tributários,crimes tributários e tributação internacional.
3
4

Regimes de tributação nas empresas:ver despesas e gastos para apurar o


lucro liquido depois ver as despesas dedutíveis para fazer o imposto de renda e
aí sim ver o lucro liquido.
Lucro real:contabiliza todas as receitas e todas despesas e subtrai uma
pela outra,aplicada para empresas de grande porte.
Lucro presumido:presume-se o lucro que a empresa teve e qual foi a
receita e sobre esse valor presume o lucro de 32% e aplica-se o tributo,empresa
de médio e pequeno porte.
Lucro arbitrado:quando a empresa deixou de fazer a inscrição contábil,o
fiscal analisa a empresa e cobra o tributo.
Simples:aplicado as pequenas e micros empresas.
Super simples:abrange os tributos federais,estaduais e municipais com um
único pagamento para todos os tributos.
Crimes contra a ordem tributária:tentar fraudar a ordem tributária
fazendária ex:fazendo caixa dois,meia nota,não declarando de forma correta o
IR.sujeito a penas que vão desde multas a detenção.

Direito tributário internacional, globalização tributária é muito complexa e


para facilitar são feitos tratados entre dois ou mais países ex:MERCOSUL união
européia,para que os produtos não sejam tributados mais de uma vez.
Formas de planejamento fiscal internacional.
Evasão fiscal:é quando o contribuinte acha brechas da lei para se
beneficiar de alguma forma ilegal ou ilícita.
Elisão fiscal:planejamento fiscal,é quando o contribuinte acha brechas mas
faz tudo dentro da lei.ex:mudando de pais para reduzir impostos.