Você está na página 1de 22

PSICOLOGIA APLICADA

À ODONTOLOGIA
PLANO DE ENSINO
PLANO DE ENSINO

• Disciplina: Psicologia Aplicada à Odontologia


• Prof. Ms. Bruno Jorge
• Ano/semestre: 2019/1
• 3º Período de Odontologia
• Carga horária: 40 h
A Psicologia como ciência. Representação social na
ação profissional em Psicologia e em Odontologia.
Identidade profissional. O processo de
desenvolvimento humano na perspectiva
EMENTA psicológica. Dinâmica do relacionamento
profissional-cliente. A Psicologia aplicada às
diversas áreas da Odontologia.
OBJETIVO GERAL

Proporcionar o conhecimento da Psicologia com


ciência. Possibilitar a compreensão sobre
OBJETIVOS fenômenos psicológicos relacionados ao
desenvolvimento humano e a identidade
profissional. Propiciar análise sobre as
contribuições e os limites da Psicologia aplicada à
Odontologia.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Proporcionar o conhecimento da Psicologia
como ciência, por meio de análises sobre senso
OBJETIVOS comum, ciência e Psicologia científica.
• Promover discussões sobre as representações
sociais relacionadas à prática profissional em
Psicologia e em Odontologia.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Possibilitar a compreensão da identidade profissional, por
meio de estudos sobre a multideterminação do ser
humano.

OBJETIVOS • Criar condições para o entendimento do processo de


desenvolvimento humano, por meio de estudos sobre as
fases do desenvolvimento psicossocial, cognitivo e afetivo.
• Propiciar análises sobre as contribuições e os limites da
Psicologia aplicada à Odontologia, por meio de pesquisas
e estudos de caso.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• A Psicologia como ciência • Representações sociais na ação


• Senso comum e Ciência profissional em Psicologia e em
• Psicologia científica Odontologia
• Ciências psicológicas • Representações social em relação à
• Campos de atuação e pesquisa em Psicologia e à ação do psicólogo
Psicologia • Representações sociais em relação à
Odontologia e à ação do cirurgião-
dentista
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• Identidade profissional • O processo de desenvolvimento humano


• Fatores envolvidos com a escolha na perspectiva psicológica
profissional • Fases do desenvolvimento humano:
• Conceito de identidade e de identidade psicossocial, cognitivo e afetivo.
profissional
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• Dinâmica do relacionamento • A Psicologia aplicada às diversas áreas da


profissional-cliente Odontologia
• Relações interpessoais: processos de • Relação entre a Psicologia e a
mediação social, cultural, histórica. Odontologia: conhecimentos e prática
• Fatores constituintes do relacionamento profissional
profissional-cliente. • Contribuição dos conhecimentos
psicológicos nas diversas áreas da
Odontologia
As aulas serão desenvolvidas com ênfase em metodologias
ativas.

Aula expositiva dialogada.

Leitura, debates e estudo dirigido da bibliografia.


METODOLOGIA
DE ENSINO
Pesquisa de campo.

Técnicas de dinâmica de grupo

Exibição, análise, debate e produção de obra audiovisual.

Seminários.
Aula 1: INTRODUÇÃO
-Apresentações. Apresentação do plano de ensino. Apresentação da
disciplina e localização da mesma em relação ao curso e as demais
disciplinas do semestre.
Indicação das leituras por aulas.
Aula 2: A CIÊNCIA PSICOLOGIA (Bock, Psicologias- Capítulo 1 e Bock,
CRONOGRAMA Psicologia fácil, Capítulo 1)

DAS AULAS -A ciência psicologia: histórico; objeto (s) de estudo da psicologia.


As áreas de atuação e pesquisa em psicologia.
Aula 3: A CIÊNCIA PSICOLOGIA- AS PSICOLOGIAS (Bock, Psicologia
fácil, Capítulo 2)
-Introdução aos fundamentos das teorias em psicologia
-A Gestalt ou psicologia da forma
- Psicanálise
Aula 4: A CIÊNCIA PSICOLOGIA- AS PSICOLOGIAS (Bock, Psicologia
fácil, Capítulo 2)

-Behaviorismo

- Psicologia Histórico-cultural

CRONOGRAMA Orientação para a atividade orientada de pesquisa sobre representações


sociais na ação profissional em psicologia e odontologia.

DAS AULAS Aula 5: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS NA AÇÃO PROFISSIONAL EM


PSICOLOGIA E ODONTOLOGIA.

-Atividade orientada

Aula 6: IDENTIDADE PROFISSIONAL (Bock, Psicologias -1999-


Capítulo 11)

-A multideterminação do humano: uma visão em psicologia.


Aula 7: IDENTIDADE PROFISSIONAL

-Atividade orientada.

-Orientações para a primeira avaliação.


CRONOGRAMA Aula 8: Avaliação N1

DAS AULAS Aula 09: Notas e pendências.

SEGUNDO BIMESTRE: O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO


HUMANO NA PERSPECTIVA PSICOLÓGICA.
Aula 10: DINÂMICA DO RELACIONAMENTO PROFISSIONAL-
CLIENTE

-Relações interpessoais: processos de mediação social, cultural e


histórica.

Aula 11: DINÂMICA DO RELACIONAMENTO PROFISSIONAL-


CRONOGRAMA CLIENTE

DAS AULAS -Fatores constituintes do relacionamento profissional-cliente.

Aula 12: PSICOLOGIA APLICADA ÀS DIVERSAS ÁREAS DA


ODONTOLOGIA

-Introdução aos fenômenos psicológicos presentes na clínica


odontológica

-Definições dos temas, datas e critérios para a realização dos seminários.


Aula 13: PSICOLOGIA APLICADA ÀS DIVERSAS ÁREAS DA
ODONTOLOGIA

-Orientações aos grupos sobre os conteúdos, métodos e produções a


serem apresentados nos seminários.- - Relação entre a Psicologia e a
CRONOGRAMA Odontologia: conhecimentos e prática profissional

DAS AULAS Aula 14: Realização da prova do DIA

Aula 15: PSICOLOGIA APLICADA ÀS DIVERSAS ÁREAS DA


ODONTOLOGIA

-Tema 1

-Tema 2
Aula 16: PSICOLOGIA APLICADA ÀS DIVERSAS ÁREAS DA
ODONTOLOGIA

-Tema 3

-Tema 4

Aula 17: PSICOLOGIA APLICADA ÀS DIVERSAS ÁREAS DA


CRONOGRAMA ODONTOLOGIA

DAS AULAS -Tema 5

-Tema 6

Aula 18: Avaliação N2

Aula 19: Notas e pendências

Aula 20: Orientações para o Exame Final

Aula 21: Exame Final


AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será


contínuo e processual a partir
da compreensão do aluno como
produtor de conhecimento,
dessa forma, a participação do
aluno nas aulas é imprescindível.
Serão utilizadas atividades
escritas e orais, de forma
individual e grupal, conforme a
descrição a seguir:
Critérios de aprovação:

AVALIAÇÃO
Frequência: observando-se a
legislação, o aluno deverá frequentar
no mínimo 75% das aulas presencias.

Notas: o aluno deverá obter média


final igual ou maior que 6,0.
CONSIDERAÇÕES GERAIS (NORMAS, ACORDOS,
REGRAS DA DISCIPLINA)

Serão valores observados na condução da disciplina:


pontualidade, assiduidade, dialógica, empatia, Não serão permitidas gravações audiovisuais das
cordialidade, engajamento ativo na busca do aulas.
conhecimento e busca por autonomia intelectual.

As avaliações observarão caráter processual. Por


esse motivo, eventuais provas de segunda chamada
serão realizadas em relação às avaliações teóricas.
Os materiais das aulas expositivas (slides) serão Casos específicos poderão ser discutidos. Todavia,
disponibilizados via meios eletrônicos, o aluno que perder uma das atividades da avaliação
preferencialmente no ambiente virtual da FASAM. continuada, salvo seminário, terá a oportunidade de
entrega posterior. Neste caso, deverá procurar o
professor na aula subsequente a data de realização
da atividade perdida.
CONSIDERAÇÕES GERAIS (NORMAS, ACORDOS,
REGRAS DA DISCIPLINA)

Observando a necessidade de
comunicação com a turma em
momentos fora do horário de
aula, no que diz respeito a
assuntos de interesse coletivo, o
contato será realizado entre
professor e representantes de
O uso do celular em sala de aula
turma. Esses, por sua vez, farão
deverá observar o princípio do Sobre questões de ordem
a gentileza de repercutir as
bom senso. Será incentivado o pessoal, o aluno poderá entrar
informações para a turma
uso de recursos tecnológicos, em contato direto com o
através de seus meios de
tais como dispositivos móveis e professor através dos meios
comunicação (grupos de
internet, para auxílio no disponibilizados.
aplicativos de mensagens, e-mail
processo ensino-aprendizagem.
da turma, etc.). Nesse mesmo
sentido, quando a turma
necessitar de ter um contato
com professor, os
representantes poderão fazer
uso dos canais de comunicação
para as combinações.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA

• Bock, A. M. B., Furtado, O. & Teixeira, M.L.T. (2005). Psicologias: uma introdução ao
estudo da psicologia. São Paulo: Saraiva.
• Bock, A. M. B., Teixeira, M.L.T. & Furtado, O. (2011). Psicologia fácil. São Paulo:
Saraiva.
• Ciampa, A.C. (2006). Identidade. Em S.T.M. Lane & W.Codo, Psicologia social: o homem em movimento (pp.58-75).
São Paulo: Brasiliense.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
• Barbieri, C.M., Frota, F.D.S, Aguiar, S.M.H.C.A. A cárie dentária e a imagem do dentista
sob a ótica infantil. Revista Odontológica de Araçatuba, v. 31, n.1, p. 16-21, Janeiro/Junho, 2010.
• Costa Jr, A.L. Psicologia aplicada à odontologia: uma introdução. Estudos e pesquisa em
psicologia, ano 2, n. 2, 2002.
• Rolim, G.S., Moraes, A.B.A, Costa JR, A.L. Efeitos do controle aversivo no contexto de
tratamento odontopediátrico. Interação em Psicologia, vol. 2008, n.1, p.51-28, 2008.
• Serge, L. (2002). Psicologia e Odontologia. São Paulo: Ed. Santos.
• Wolf, S. (2002). Psicologia no consultório odontológico. São Paulo: Arte & Ciência.