Você está na página 1de 11

Universidade Católica de Moçambique

Instituto de Educação à Distância

Caracteres ou Variáveis Estatística

Rosema Sira Mália, código: 708203445

Curso: Língua Portuguesa


Disciplina: Estatística (1º
Ano)

Pemba, Outubro, 2020

0
Folha de Feedback
Indicadores Classificação
Categoria Pontuação Nota
s Padrões máxima do Subtotal
tutor
 Capa 0.5
 Índice 0.5
 Introdução 0.5
 Discussão 0.5
Estrutura Aspectos  Conclusão 0.5
organizacionai  Bibliografia 0.5
s
 Contextualização 1.0
(Indicação clara do
problema
 Descrição dos 1.0
Introdução objectivos
 Metodologia adequada 2.0
ao objecto do trabalho
 Articulação e domínio 2.0
do discurso académico
(expressão escrita
cuidada, coerência /
Conteúdo coesão textual)
 Revisão bibliográfica 2.0
nacional e
Análise e internacionais
discussão. relevantes na área de
estudo.
 Exploração dos dados. 2.0
Conclusão  Contributos teóricos 2.0
práticos.
Aspectos Formatação  Paginação, tipo e 1.0
gerais tamanho de letra,
parágrafo,
espaçamento entre
linhas
Referênci Normas APA  Rigor e coerência das 4.0
as 6ª edição em citações/referências
Bibliográf citações e bibliográficas
icas bibliografia.

1
Recomendações de melhoria:
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______

2
Índice
Folha de Feedback.............................................................................................................1

Recomendações de melhoria:............................................................................................2

Capitulo I: Introdução........................................................................................................4

1.1. Objectivos...................................................................................................................4

1.1.1. Objectivo geral........................................................................................................4

1.1.2. Objectivo Específicos..............................................................................................4

1.2. Metodologia................................................................................................................5

1.3. Problema e justificativa…….……………………………………………………….5


CapituloII:Caracteres ou Variáveis Estatísticas…………………………………………6

2.1. Variáveis.....................................................................................................................6

2.1.1. Variáveis qualitativas..............................................................................................6

2.1.2. Variáveis quantitativas............................................................................................6

Capitulo III. Conclusão.....................................................................................................9

3.1. Referencias Bibliograficas........................................................................................10

3
Capitulo I: Introdução
Uma das ferramentas mais utilizadas hoje em dia em todas as áreas do conhecimento é a
Estatística, que descreve os dados observados e desenvolve metodologia para tomada de
decisão em presença de incerteza. A palavra Estatística tem origem na palavra em latim
status, traduzida como o estudo do Estado e significava, originalmente, uma coleção de
informação de interesse para o estado sobre população e economia. Essas informações
eram coletadas objetivando o resumo de informações indispensáveis para os
governantes conhecerem suas nações e para a construção de programas de governo.
Atualmente, a estatística é utilizada em diferentes áreas e contextos, como testes ligados
ao desempenho escolar, pesquisas eleitorais, estudos financeiros, controle de qualidade,
análises de crescimento de doenças, taxas populacionais, índices de desenvolvimento,
índices de desemprego, modelagem de fenômenos da natureza, etc.
Dada a relevância da Estatística nos dias atuais, a inclusão da Estatística nos currículos
do ensino básico vem se tornando uma realidade nas escolas e redes escolares
preocupadas com um ensino de qualidade, tendo em vista as necessidades dos
conhecimentos de Estatística em nosso cotidiano.

1.1. Objectivos
De acordo com Ciribelli (2003), os objetivos gerais descrevem uma abordagem geral na
qual o projeto de pesquisa pretende alcançar, sempre com uma abordagem mais ampla e
de longo alcance, enquanto os Objetivos específicos descrevem os objetivos pontuais na
qual o projeto de pesquisa irá desenvolvendo etapa pós-etapa a fim de alcançar o
objetivo geral.

1.1.1. Objectivo geral


 Conhecer os caracteres ou variáveis estatísticas

1.1.2. Objectivos Específicos


 Descrever os caracteres e variáveis estatísticas.
 Comparar, através de análises bibliográficas os caracteres ou variáveis
estatísticas.
 Classificar os caracteres ou variáveis estatísticos.

4
1.2. Metodologia
Método científico pode ser definido como um conjunto de etapas e instrumentos pelo
qual o pesquisador científico, direciona seu projeto de trabalho com critérios de caráter
científico para alcançar dados que suportam ou não sua teoria inicial (CIRIBELLI,
2003).
A Metodologia é a aplicação de procedimentos e técnicas que devem ser observados
para construção do conhecimento, com o propósito de comprovar sua Validade e
utilidade nos diversos âmbitos da sociedade (PRODANOV & FREITAS).
Nesta optica no presente trabalho recorreu a pesquisa bibliográfica na qual
tecnicamente busca os resultados baseada em material já publicado, como por exemplo,
livros, periódicos, fotos, documentos, cartas etc., para trazer átona os caracteres ou
variáveis estatísticos
1.3. Problema e justificativa
Existe um estímulo por parte da vida dos seres sobre a estatística e devido a sua múltipla
aplicação nos sectores e na vida dos seres humanos como forma de resolver o problema
de incapacidade de cobertura de bom uso da estatística para desenvolver o
comportamento cognitivo das crianças, aplicações específicas de estatística em
determinadas áreas, o que faz com que esta ciência seja dividida para fins didáticos.
As estatísticas são geralmente usadas em diferentes áreas do campo de trabalho. O
planejamento estratégico de uma organização se baseia principalmente em estudos de
previsão e orçamento.

Os mecanismos de controlo, responsáveis pelos departamentos de conformidade, são


aplicados com base nos resultados históricos obtidos em estudos estatísticos. A pergunta
que se coloca é:

Quais os principais obstáculos na interpretação de dados estatiscos de acordo com os


caracteres e variáveis estatiscos?

5
Capitulo II: Caracteres ou Variáveis Estatística

2.1. Variáveis
De acordo com Medri (2011), ao se fazer um estudo estatístico de um determinado fato
ou grupo, tem-se que considerar o tipo de variável.
Segundo Medronho (2003), elemento significa cada uma das unidades observadas no
estudo.
Após a determinação dos elementos pergunta-se: o que fazer com estes? Pode-se medi-
los, observá-los, contá-los surgindo um conjunto de respostas que receberá a
denominação de variável
Variável é a característica que vai ser observada, medida ou contada nos elementos da
população ou da amostra e que pode variar, ou seja, assumir um valor diferente de
elemento para elemento. (Acorsi; Guedes; 2011, p.2)

2.1.1. Variáveis qualitativas


Variáveis qualitativas são aquelas em que a variável assume “valores” em categorias,
classes ou rótulos. São, portanto, por natureza, dados não numéricos.
Apesar de ser considerada de baixo nível de mensuração, do ponto de vista da aplicação
de instrumental estatístico, a variável qualitativa oferece um vasto espectro de aplicação
nas ciências sociais e do comportamento. Variáveis qualitativas denotam características
individuais das unidades sob análise, tais como sexo, estado civil, naturalidade, raça,
grau de instrução, dentre outras, permitindo estratificar as unidades para serem
analisadas de acordo com outras variáveis.

2.1.2. Variáveis quantitativas


Variáveis quantitativas são aquelas expressas pelas variáveis com níveis de mensuração
intervalar ou de razão. Ou seja, são aqueles nas quais as variáveis assumem valores
numa escala métrica definida por uma origem e uma unidade, por exemplo: idade,
salário, peso, etc.
As variáveis qualitativas podem ser, também, classificadas como nominal e ordinal. Por
outro lado, as variáveis quantitativas podem ser classificadas como discretas, quando
assumem um número finito de valores, ou contínuas, quando assume um número
infinito de valores, geralmente em intervalos, como apresentam na Tabela 1.

6
Tabela1. Classificação das variáveis qualitativas e quantitativas

Variáveis Tipos Descrição Exemplos


Qualitativas Nominal Não existe Cor dos olhos, sexo, estado civil,
ou nenhuma tipo sanguíneo
categóricas ordenação
Ordinal Existe uma Nível de escolaridade, estágio da
ordenação I, II, III doença, colocação de concurso
Quantitativa Discretas Valor pertence a Número de filhos por casal,
s um conjunto quantidade de leitos
enumerável
Continuas Quando o valor Medidas de altura e peso, taxa de
pertence a um glicose, nível de colesterol
intervalo real

Em algumas situações podem-se atribuir valores numéricos às várias qualidades ou


atributos e depois proceder à análise como esta variável como se fosse quantitativa,
desde que o procedimento seja passível de interpretação.
Uma vez obtidos os dados referentes às variáveis qualitativas, a tarefa seguinte é
representá-los através de uma tabela e de um gráfico. Posteriormente, poderá ser útil
calcular as frequências, simples, acumuladas e as relativas.
Para os dados quantitativos, quando o número de observações cresce e os valores são
diferenciados entre si, há que se representá-los de modo resumido. Para isso a melhor
forma de representação tabular é através de distribuições de frequência por classes de
valores.
Como exemplo: Suponha que um médico está interessado em fazer um levantamento
sobre algumas características de pacientes atendidos em sua clínica neurológica: sexo,
peso, tipo de tratamento, número de convulsões e classificação da doença (leve,
moderada e severa).
Os dados podem ser organizados em uma tabela. Usualmente os indivíduos são
representados nas linhas e as variáveis nas colunas. Este formato é utilizado pela
maioria dos programas computacionais.
Note através da Tabela 2 que cada indivíduo é uma unidade de observação na qual são
feitas várias medidas e/ou anotados vários atributos, referentes às variáveis.

7
Tabela 2.Características de pacientes atendidos em uma clinica neurológica
Paciente Sexo Peso Tipo de Tratamento No de Classificação
Convulsões da Doença
1 M 89,8 A 1 Leve
2 F 64,2 A 3 Severa
3 M 91,0 B 2 Moderada
4 F 56,7 A 0 Moderada
5 F 48,5 B 1 Leve

Analise a tabela 2 e classifique as variáveis:


 Variáveis qualitativas nominais: Sexo, Tipo de tratamento.
 Variáveis qualitativas ordinais: Classificação da doença.
 Variáveis quantitativas discretas: Número de convulsões
 Variáveis quantitativas contínuas: Peso.
De modo geral, para cada elemento investigado numa pesquisa, tem-se associado um
(ou mais de um) resultado correspondendo à realização de uma característica (ou
características).
Algumas variáveis, como sexo, educação, estado civil, apresentam como possíveis
realizações de qualidade (ou atributo) do indivíduo pesquisado, ao passo que outras,
como número de filhos, salário, idade, apresentam como possíveis realizações números
resultantes de uma contagem ou mensuração. As variáveis do primeiro tipo são
chamadas qualitativas e as do segundo quantitativo.

Capitulo III. Conclusão


Acredita-se que o estudo da estatística deve ser feito desde o ensino fundamental e não
apenas no curso superior como tem acontecido comumente, para que o pensamento
estatístico esteja apresentado desde o início da escolarização e o aluno possa adquirir
8
uma habilidade de interpretar os dados estatísticos de forma habitual e gradual. Dessa
forma, o educando receberá uma educação que o fará perceber que a estatística não é
apenas relevante, mas fundamental no nosso cotidiano para o entendimento da realidade
que nos cerca reconhecendo assim os caracteres ou variáveis estatísticas qualitativos e
quantitativos. É necessário, enquanto educadores, trabalharmos para minimizar a
dificuldade dos alunos no entendimento dos caracteres ou variáveis estatísticas. É
importante termos profissionais aptos e preparados para o atendimento dessa clientela,
pois cabe ao professor a tarefa de auxiliar os alunos no desenvolvimento de suas
competências, inserindo-os na realidade estatística a partir dos assuntos de seu interesse
e orientando-os na construção de novos significados a partir daqueles que eles já
conhecem, para que sejam capazes de discernir diante de uma dificuldade e perceber
qual é a melhor direção a tomar. Em muitas situações para o entendimento da realidade,
só são possíveis através das estatísticas, dessa forma, o conhecimento estatístico nos
auxilia na procura incessante pela verdade absoluta. Todavia é clara e abrangente a
importância de algumas mudanças dentro do contexto da estatística, pois somente com
essas mudanças poderemos aumentar o poder de criticidade por parte dos cidadãos e
alunos quanto aos dados estatísticos.

3.1. Referencias Bibliográficas


CIRIBELLI, Marilda Corrêa. Como elaborar uma dissertação de Mestrado através da
pesquisa científica.
Marilda Ciribelli Corrêa, Rio de Janeiro: 7 Letras, 2003.

9
Guedes, Terezinha Aparecida, Aprender Fazendo Estatística Projeto de Ensino, UEM
2011.
MEDRI, waldir analise exploratória de dados, Dissertação, 2005

SALVADOR, Wesyllis das Mercês análise do conteúdo de estatística descritiva no


ensino médio, trabalho de conclusão, Campina Grande – PB Agosto/2015

10