Você está na página 1de 14

A arte de Ensinar –

Aula 2
 Colocam-se alguns questionamentos a partir da história, que se apresenta a seguir,
para fomentar a reflexão sobre o tema desta unidade de estudo.

 Era uma vez uma tribo pré-histórica que se alimentava de carne de tigres de
dentes de sabre. A educação nesta tribo baseava-se em ensinar a caçar tigres de
dentes de sabre, porque disto dependia a sobrevivência de todos. Os mais velhos
eram os responsáveis pela tarefa educativa. Passado algum tempo, os tigres de
dentes de sabre extinguiram-se. Criou-se um impasse: o apego à tradição dos mais
velhos exigia que se continuasse a ensinar a caçar tigres de dentes de sabre; os
mais jovens clamavam por uma reforma no ensino. O impasse perdurou por muito
tempo, mais precisamente, até um dia que por falta de alimento, a tribo extinguiu-
se também.
 Como devo fazer para que os educandos compreendam o que estou tentando
ensinar? O que é a didática? Que conceituações lhes são atribuídas?

 Será que na didática está contemplada a probabilidade de transformar minha aula


planejada num espaço de conversação permanente sobre o conhecimento? O
diálogo gera o entendimento do estudante sobre o assunto da disciplina?
 A Didática é uma disciplina que situamos dentro da Pedagogia. E o que é
pedagogia?

 A palavra pedagogia vem do grego (pais, paidos = criança; agein = conduzir; logos
= tratado, ciência). Na antiga Grecia, eram os escravos chamados de pedagogos
que acompanhavam as crianças que iam para a escola. Como escravo, ele era
submisso à criança, mas tinha que fazer valer sua autoridade quando necessária.
Por esse motivo, esses escravos desenvolveram grande habilidade no trato com as
crianças.
 Hoje, pedagogo é o especialista em assuntos educacionais e Pedagogia, o conjunto
de conhecimentos sistemáticos relativos ao fenômeno educativo.
 Temos diversas definições de Pedagogia:
 - Pedagogia é a ciência da Educação.
 - Pedagogia é a ciência e a arte de educar.
 - Pedagogia é a arte de educar.
 - Pedagogia é a reflexão metódica sobre a educação para esclarecer e orientar a
prática educativa.
 O conceito moderno de Pedagogia é o seguinte: Pedagogia é a filosofia, a ciencia
e técnica da educaçao. Esse conceito abrange todos os aspectos fundamentais da
Pedagogia.
 Aspecto Filosófico – Esse aspecto abrange os princípios fundamentais da
Educação, tais como as relações da educação com a vida, os valores, os ideais e as
finalidades da educação. Procura responder às seguintes questões:
 - O que deve ser educação?
 - Para onde a educação deve conduzir as novas gerações?
 O aspecto filosófico procura estabelecer as diretrizes da educação de acordo com
os valores de cada povo e cada época.
 Aspecto Científico – A Pedagogia moderna apoia-se nos dados apresentados pelas
ciências, procurando estabelecer o que é a educação. Ela se apoia principalmente
nos dados das ciências que estudam o comportamento humano.
 O desenvolvimento científico de áreas do conhecimento como a psicologia, a
Biologia, a Sociologia, a Antropologia, as Ciências Políticas e a Economia
trouxeram uma contribuição muito importante para o estudo do comportamento. A
integração dos conhecimentos dessas áreas tem possibilitado a identificação de
fatores que influenciam no comportamento. É impossível identificar o
comportamento através de uma única causa.
 O comportamento humano é resultante
de fatores psicológicos, biológicos,
sociológicos, antropológicos,
econômicos e políticos.
 Agora que vimos o que estuda a Pedagogia, vejamos o que é didática.
 A Didática é uma disciplina técnica que tem como objetivo especifico a técnica de
ensino (direção técnica de aprendizagem). A Didática, portanto, estuda a técnica de
ensino em todos os seus aspectos práticos e operacionais, podendo ser definida como
“A técnica de estimular, dirigir e encaminhar, no decurso da aprendizagem, a formação
do homem”.
 Temos dois tipos de Didáticas: Geral e Especial. A Didática Geral estuda os princípios,
as normas e as técnicas que devem regular qualquer tipo de ensino, para qualquer tipo
de aluno. A Didática Geral nos dá uma visão geral da atividade docente.
 A Didática especial estuda aspectos científicos de uma determinada disciplina ou faixa
de escolaridade. A Didática especial analisa os problemas e as dificuldades que o
ensino de cada disciplina apresenta e organiza os meios e as sugestões para resolvê-
los.
 Para João José Fonseca, aproximação do conceito de Didática a partir de Comenius,
em sua obra mais importante, Didática Magna, onde ele tenta sistematizar o
processo de ensino, e afirma, a Didática é a “arte de ensinar tudo a todos” (CO-
MENIUS; GOMES, 1966). Essa declaração se baseava nas teorias de Bacon,
assinalava que fazer ciência era simplesmente aplicar o método fundado na
observação. Para Comenius significa envolver as diferentes etapas de
desenvolvimento da criança e outros condicionantes do ensino. Assim, a Didática
ocupa-se das estratégias de ensino, das questões praticadas associadas à
metodologia e dos modos de aprendizagem.
 Para José Carlos Libanêo, a Didática é uma disciplina pedagógica que estuda os
objetos, as condições do processo de ensino, os meios e o cenário educacional. Porque
os conteúdos da disciplina de ensino decorrem da ciência que lhes servem de base. A
disciplina de ensino implica numa seleção de conhecimentos pautada por critérios
pedagógicos e didáticos; do mesmo modo, os métodos da ciência e os métodos de
ensino são conexos, não idênticos, porque a atividade de ensino implica uma relação
pedagógica que lhe é peculiar, distinguindo-se daquela que ocorre na atividade
científica (LIBÂNEO, 1994).
 O ensino está associado ao processo de transmissão de saberes, cabe à Didática
adequar os elementos do planejamento de ensino e os procedimentos e técnicas
necessários para ensinar. Não basta conhecer bem a ciência, nem os conhecimentos a
serem transmitidos, porque o método de ensino decorre do conteúdo e da forma de
investigação da ciência que é ensinada. Esta posição mostra um reducionismo do
campo de estudos da Didática, tomando-a como disciplina prescritiva de métodos e
técnicas.
 Podemos conceituar Didática sob duas perspectivas: como um saber, um ramo do
conhecimento e, portanto, uma ciência com seu próprio objeto, e como uma
disciplina dos cursos de formação de professores. Ela é uma disciplina integradora
que faz a ligação entre a teoria e a prática. Ordena e estrutura teorias e práticas em
função do ensino. Um professor que pretende realizar com sucesso o seu trabalho,
vendo acontecer justamente o objetivo do ensino, que é proporcionar a
aprendizagem ao seu aluno, certamente não dispensará o conhecimento de toda a
teoria que dá suporte ao fazer pedagógico consciente.
 A Didática tem seu corpo teórico fundamentado nas contribuições da Psicologia,
da Filosofia e da Sociologia que são áreas do conhecimento que lançam luz sobre a
complexidade da prática pedagógica. Os objetivos da Didática são: refletir sobre o
papel sóciopolítico da educação, da escola e do ensino; compreender o processo
de ensino e suas múltiplas determinações; instrumentalizar teórica e praticamente,
o futuro professor para captar e resolver os problemas postos pela prática
pedagógica; redimensionar a prática pedagógica através da elaboração da
proposta de ensino numa perspectiva crítica de educação (OLIVEIRA, 1995).
 A Didática, portanto, trata dos objetivos, condições e meios de realização do
processo de ensino, ligando meios pedagógico-didáticos a objetivos sócio-
políticos. O papel do professor, portanto é o de planejar, selecionar e organizar os
conteúdos, programar tarefas, criar condições de estudo dentro da classe,
incentivar os alunos, ou seja, o professor dirige as atividades de aprendizagem dos
alunos a fim de que estes se tornem sujeitos ativos da própria aprendizagem.
Podemos dizer, então, que o processo didático, é o conjunto de atividades do
professor e dos alunos sob a direção do professor, visando à assimilação ativa
pelos alunos dos conhecimentos, habilidades e hábitos, atitudes, desenvolvendo
suas capacidades e habilidades intelectuais. (LIBÂNEO, 2002)