Você está na página 1de 7

QUEM SOU EU?

DESCOBRINDO A SUA IDENTIDADE A PARTIR DE


VIVÊNCIAS E PARTILHAS.

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO:

TURMA: N4 D
PROFESSORAS: MARIA VIRGÍNIA COSTA
DATA DE INÍCIO: 10 DE MAIO DE 2021
DATA DE TÉRMINO: 31 DE MAIO DE 2021

1-Justificativa:

Durante o retorno dos alunos para a escola, após um longo período de


isolamento, observei que eles tinham dificuldades de reconhecer e relembrar o
nome dos colegas, da professora e do espaço escolar, partindo daí resolvi
desenvolver um projeto sobre nossa identidade, quem eu sou?

A identidade é uma construção, e a base, fundamental para as estruturas e


pilares de sustentação, construída na infância. Logo, oferecer uma boa base
para os pilares e estruturas é fundamental. Ter consciência de si, de sua
importância, seus gostos, sentimentos, origens, laços, cultura, nacionalidade,
são coisas vitais para o desenvolvimento de uma identidade cidadã, bem
resolvida e responsável.

A criança tem seu jeito próprio de compreender o mundo e é partindo de


observações e estabelecendo relações com a realidade e com o meio que ela
aprende que se faz a construção de sua identidade neste processo de
construção, em busca de sua autonomia a criança percorre diversos caminhos.
Cabe ao professor, identificando os conhecimentos prévios que o aluno tem
sobre si mesmo e os que o rodeiam e criando mitologias de apoio para facilitar
este processo.

A identidade é um processo contínuo e quanto mais autoconhecimento


possuímos, melhor se dá este processo. Ter consciência de nós, nosso papel,
importância, origem, história é o que nos permite ser atuantes nos meios em
que vivemos. Sem isso, nos sentimos pouco importantes e deixamos de
realizar todo nosso potencial, que acaba desperdiçado. Portanto, se faz
necessário abordar este tema desde cedo com as crianças e com
responsabilidade

Sem um senso de identidade, não pode haver luta real.


Paulo Freire

2-Objetivo Geral:
Proporcionar as crianças momentos de descobertas sobre o eu, e o outra.
Promover uma convivência saudável, criativa e construtiva, por meio da
construção da sua identidade, atribuindo sentido ao seu mundo, se apropriar de
conhecimentos que a ajudarão a agir no meio em que ela se encontra.

3-Objetivos específicos:

Campos de experiências
“O eu, o outro e o nós
(EI03EO01CB-03) conhecer e respeitar as diferentes estruturas familiares
(EI03EO06CB-02) construir sua identidade pessoal, social e cultural,
valorizando e reconhecendo-se como parte integrante de uma comunidade.
(EI03EO04CB-03) compreender a existência de diferentes emoções em suas
relações pessoais e coletivas.
(EI03EO03CB-03) desenvolver empatia, respeitando a singularidade de cada
um.
(EI03EO02CB-01) Agir de modo independente com confiança e autonomia, de
acordo com suas capacidades.
(EI03EO02CB-02) ampliar atitudes de colaboração e partilha na relação com o
outro.
(EI03EO02CB-03) construir a imagem do eu, como parte integrante de um
grupo que participa de uma comunidade.
(EI03EO02CB-04) respeitar as regras de convivência e diferenças culturais e
sociais.
(EI03EO02CB-05) reconhecer sua singularidade na realização das atividades
diárias, desenvolvendo autoconfiança e autoestima

“Corpo, gestos e movimentos”


(EI03CG01CB-01) desenvolver a consciência corporal, reconhecendo suas
habilidades ou atitudes, colocando em prática em suas atividades diárias, com
crescente autonomia.
EI03CG01CB-06) expressar sua individualidade por meio de diferentes
movimentos. Demais movimentos corporais.
(EI03CG02CB-05) Participar de conversa em grupo, escutando e respeitando
os colegas.
(EI03CG04CB-05) Participar das atividades, valorizando suas características e
o cuidado de si e do outro.

“Traços, sons, cores e formas”


(EI03TS01CB-02) explorar as diversas possibilidades de sons presentes no
próprio corpo.
(EI03TS01CB-04) utilizar a linguagem corporal para expressar-se a partir de
diversos estímulos como música, dramatização, imagens, fantasias e histórias.
(EI03TS02CB-01) expressar-se livremente por meio de desenho, pintura,
colagem, dobradura e escultura, criando produções bidimensionais e
tridimensionais, a partir da nossa cultura.
(EI03TS02CB-04) manipular elementos de modelagem, estimulando a
percepção tátil para desenvolver a motricidade fina
“Escuta, fala, pensamento e imaginação”
(EI03EF02CB-03) ampliar a linguagem e o vocabulário por meio da interação,
desenvolvendo a imaginação, a criatividade, a compreensão, a interpretação.
(EI03EF01CB-01) expressar suas ideias, desejos, sentimentos e necessidades
por meio da comunicação verbal e não-verbal, utilizando brincadeiras e
diferentes linguagens (corporal, musical, gestual, oral, gráfica, escrita
espontânea).
(EI03EF01CB-02) relatar suas vivências em diferentes contextos, utilizando a
linguagem oral, respeitando a sua vez de falar e escutando o outro.

“Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações”


(EI03ET06CB-01) relatar, organizar e compartilhar fatos importantes sobre sua
identidade, abrangendo conhecimento sobre sua comunidade.
(EI03ET06CB-02) pesquisar sobre sua história de vida através do
levantamento de dados junto ao seu eixo familiar, coletando informações e
materiais.
(EI03ET06CB-03) organizar as informações sobre sua história de vida,
estabelecendo uma ordem cronológica, a fim de conhecer e respeitar seu
desenvolvimento.

4- DESENVOLVIMENTO

a) ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS.

-Atividades com uso de materiais como: giz de cera, canetinhas, giz colorido,
cola e massinha de modelar

-Desenho em folha de desenho, chão, quadro.

- Pinturas em diferentes suportes, tais como papel sulfite, papelão, plásticos,


pedras, entre outros;

- Pintura com marcadores;


- Rasgadura; Colagem;

- Manipulação de materiais de diferentes texturas (grudes, gel, tintas, papeis,


potes, bolas etc.)

- Circuitos com materiais e propostas diversificadas;

-Jogo de memória adaptado

-Quebra-cabeça adaptado

- Modelagem e uso do corpo para a brincadeira.

- Comparações e associações de seu corpo e colegas

- Exploração de materiais e suportes diversos para desenho do seu corpo, tinta


guache, giz de cera, giz colorido etc.);

- Exploração de materiais de modelagem;

- Contação de histórias com recursos diferenciados;

- Apresentação de músicas de contextos externos ao universo infantil habitual.

b) RECURSOS UTILIZADOS:

- Diferentes materiais, tais como tintas, pinceis, rolinhos de tinta.

- Folhas, revistas, jornais, livros;

- Cola;
- Espelhos;

- Rádio/ caixa de som, tv

- Bacias;

Sucatas;

- Corda;

- Materiais de modelagem;

- Outros materiais.

5- CULMINÂNCIA:

CONFECÇÃO DO BAÚ DE MEMÓRIAS

6- AVALIAÇÃO CONTÍNUA:

O projeto será considerado satisfatório no momento em que alcançarmos


todos os seus objetivos, com a participação dos envolvidos nos
procedimentos do mesmo, a respeito de sua aplicação diante de cada etapa
realizada, bem como desenvolvimento coletivo e individual das crianças.

7- OBSERVAÇÃO

O projeto tem possibilidades de ampliação conforme as devolutivas das


crianças, bem como alterações do seu desenvolvimento, visando melhor
aproveitamento.

REFERÊNCIAS:

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília:


MEC, 2017c. Disponível em basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em
07/05/2021.