Você está na página 1de 5

FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA - FACCAT

ARTHUR FELIPE BROCKER


CLAUDIA EVELISE DA SILVA
MATEUS COELHO PORCELLI

IMPACTOS NEGATIVOS DA PANDEMIA SOBRE O ENSINO FUNDAMENTAL I


NA ESCOLA EMEF RUDI LINDENMEYER, INTERIOR DE TAQUARA-RS

TAQUARA, RS
2021
1 TEMA E SUA DELIMITAÇÃO

1.1 Tema

Impactos negativos da pandemia em alunos do Ensino Fundamental I no


município de Taquara - RS.

1.2. DELIMITAÇÃO DO TEMA

A pesquisa será aplicada sobre o ciclo social que a escola EMEF Rudi
Lindenmeyer atinge, localizada no distrito de Fazenda Fialho, município de Taquara-
RS.

2 PROBLEMA

Após o início da pandemia em março de 2020, ficou nítido que muitas


famílias não possuem as condições financeiras necessárias para dar suporte aos
seus filhos nos ensinos remotos. Ademais, por ser uma situação emergencial, o
despreparo foi evidente tanto nos alunos quanto nos professores que precisaram
correr às pressas para o ensino a distância.
Por conta disso, decidimos pesquisar com os professores da escola EMEF
Rudi Lindenmeyer, como a crise causada pelo coronavírus, impactou negativamente
a educação e a vida social das crianças que vivem na comunidade quilombola do
Paredão Baixo, no interior de Taquara.

3 JUSTIFICATIVA

Analisamos que devido à pandemia, as crianças do Ensino Fundamental I


tiveram muitas dificuldades com o ensino escolar, pelo fato de precisarem de ajuda
nos trabalhos de casa, apoio com o uso das tecnologias e suporte dos pais com
conhecimento dentro de casa.
Além do mais, a realidade das famílias brasileiras, muitas vezes, não permite
a devida disponibilidade de tempo para que os pais acompanhem os estudos de
seus filhos. Isso ocorre geralmente por motivos de trabalho e dessa forma os pais
acabam confiando aos professores a responsabilidade de educar seus filhos. Assim,
há muita incerteza se a criança realmente faz as atividades propostas em aula
obtendo um bom desempenho no aprendizado.
Com isso surge a justificativa de que, se alunos que vivem com condições
financeiras estáveis já são propensos a distrações e aprendizado precário
estudando de maneira online, como será a situação de um aluno que mora afastado
da cidade e que vive em situações precárias.
Dessa forma, decidimos pesquisar sobre os impactos negativos que a
pandemia trouxe às crianças do Ensino Fundamental I, já que é a fase onde o
aprendizado precisa ser mais estimulado. A partir daí, começamos a avaliar as
possibilidades de locais em que teríamos acesso fácil, escolhendo então a escola
EMEF Rudi Lindenmeyer, localizada no distrito de Fazenda Fialho, em Taquara-RS.
Em suma, avaliamos que o trabalho é sim viável, já que um dos integrantes
possui acesso à escola. Assim, é possível entrevistar professores e funcionários, a
fim de obter as informações buscadas para esclarecer as questões norteadoras do
trabalho.

4 QUESTÕES NORTEADORAS

As questões norteadoras são definidas como algum tipo de dúvida ou


incerteza que o pesquisador tem e deseja sanar. Sendo assim, após a definição do
tema, surgiram diversas perguntas e curiosidades sobre como a adaptação ao modo
online de maneira emergencial afetou o ambiente escolar no último ano.
Assim, foram elaboradas perguntas como: quantos alunos deixaram os
estudos durante esse período? Quão prejudicial esse ano pode ter sido no futuro
das crianças? Havia suporte eficiente para a realização das atividades de forma
remota? Como o lado mental pode ter sido afetado durante esse processo?
A partir dessas perguntas, foram definidos os objetivos gerais e específicos
que consistem em traçar as metas que esperamos atingir e as dúvidas que
desejamos sanar.

5 OBJETIVOS

5.1 OBJETIVO GERAL

Analisar como a pandemia afetou negativamente os alunos da escola EMEF


Rudi Lindenmeyer no Paredão Baixo, distrito de Fazenda Fialho, Taquara-RS.

5.2 OBJETIVO ESPECÍFICO

● Descobrir se houve deserções de alunos entre o período pré- pandêmico até


o momento em que as aulas voltaram em 2021, caso sim, quantos.
● Observar quais foram as maiores dificuldades que os professores
encontraram para lecionar de forma online, prendendo a atenção das
crianças.
● Investigar através de relatos de professores quais foram as maiores
dificuldades que os alunos encontraram no processo de aulas remotas.
● Analisar se a saúde mental das pessoas envolvidas no ambiente acadêmico
sofreu alterações durante o período de confinamento.
● Sondar os impactos sociais causados nas crianças devido a falta de convívio
social, a baixa estimulação para o aprendizado e o baixo acompanhamento
durante esse período.
6 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

6.1 Campus acadêmico: Resultados de pesquisas feitas por especialistas


sobre o desenvolvimento das crianças durante a pandemia

6.2 Campus escolar EMEF Rudi Lindenmeyer: Pesquisa de campo através de


entrevistas com os professores da escola

7 METODOLOGIA

Após cumprir as etapas anteriores chegamos na parte em que será detalhado


os passos que iremos seguir para o cumprimento dos objetivos, já que a
metodologia é conceituada como o estudo dos caminhos para se chegar a um
determinado fim. Sendo assim, iremos classificar o trabalho de acordo com a sua
abordagem, natureza e objetivos apresentados, além de explicar as etapas já
planejadas.
Primeiramente, iremos apresentar as abordagens utilizadas em nossa
pesquisa, que se divide em duas, sendo qualitativa e quantitativa. A pesquisa
qualitativa se resume em estudar aspectos subjetivos de fenômenos sociais, assim
como estudaremos o comportamento humano na área educacional. Acrescido a
isso, há também a pesquisa quantitativa, que é definida como um questionamento
feito para buscar dados numéricos com o intuito de validar a hipótese criada, como
a pesquisa bibliográfica e as entrevistas que iremos aplicar.
Em seguida, iremos classificar o trabalho quanto a sua natureza, ou seja,
como pesquisa básica ou fundamental. A pesquisa básica consiste em buscar
formas de aprimorar as teorias científicas, sendo destinada a aumentar a base do
conhecimento através de novos dados, novas descobertas ou novas teorias. No
entanto, esse tipo de pesquisa não cria nem desenvolve ferramentas para o
combate do problema proposto, apenas discute e apresenta as idéias.
Por fim, abordaremos a classificação do projeto quanto aos seus objetivos,
sendo pesquisa de campo, pesquisa experimental e pesquisa de levantamento. A
pesquisa de campo consiste na investigação para coletar dados importantes para a
validação da tese. Já a pesquisa experimental busca discutir e entender as
variáveis que influenciam o problema proposto no trabalho. Por último, a pesquisa
de levantamento é caracterizada como um estudo exploratório, onde através de
questionários e entrevistas se busca dados como informações e opiniões das
pessoas .
Nesse sentido, pretendemos analisar como o ambiente educacional foi
afetado durante a pandemia. Para isso, iremos aplicar entrevistas com professores
e funcionários da escola EMEF Rudi Lindenmeyer, localizada no Paredão Baixo,
distrito de Fazenda Fialho, Taquara-RS. Após esse processo, serão analisadas as
informações coletadas e comparadas com as já existentes. E por fim,
apresentaremos um resultado concreto sobre os maiores problemas que a crise
pandêmica trouxe para o ambiente escolar, tomando como base a comunidade
quilombola localizada no Paredão Baixo, interior de Taquara.

8 REFERÊNCIAS

DE OLIVEIRA, Vinícius. Pesquisas mostram o impacto da pandemia em diferentes


áreas da educação. Porvir.org, 14 de julho de 2020. Disponível
em:<https://porvir.org/pesquisas-mostram-os-impactos-da-pandemia-em-diferentes-
areas-da-educacao/>. Acesso em: 30 de setembro de 2021

BERNARDES, Thais. Impactos da pandemia na educação. Fundação Roberto


Marinho, 19 de março de 2021. Disponível em:<https://www.futura.org.br/impactos-
da-pandemia-na-educacao/>. Acesso em 03 de outubro de 2021.

BIANCHI, Bruno Rocha; PEREIRA, Hérik Glouver; DE AVILLA, Scheila Bueno.


Impactos da pandemia na educação brasileira de jovens e adultos. Universidade
Federal de Santa Maria, 22 de janeiro de 2021. Disponível
em:<https://www.ufsm.br/midias/experimental/integra/2021/01/22/impactos-da-
pandemia-na-educacao-brasileira-de-jovens-e-adultos/>. Acesso em 04 de outubro
de 2021.