Você está na página 1de 2

O que as pessoas esperam das organizações

As pessoas se sentem impelidas a ingressar em uma organização, aplicar seus talentos e


competências, trabalhar, assumir riscos e nela permanecer em função de algumas
expectativas. Embora as expectativas mudem de pessoas para pessoa, em geral, podemos
dizer que elas buscam:

1. Um excelente lugar para trabalhar: onde as pessoas tenham bem-estar físico e


psicológico para trabalhar, sentindo-se importantes, valiosas e que seu trabalho é
imprescindível para o sucesso da organização.
2. Reconhecimento e recompensas: salário, benefícios e incentivos que traduzam o
reconhecimento pelo bom trabalho, servindo de reforço positivo para que elas
aprimorem cada vez mais o desempenho e a satisfação.
3. Oportunidade de crescimento: educação e carreira que assegurem condições para o
desempenho pessoal e profissional – o que dependerá exclusivamente do seu esforço
e dedicação pessoal.
4. Participação nas decisões: envolvimento e inclusão das pessoas nas decisões
principais da organização.
5. Liberdade e autonomia: responsabilidade pessoal pelo trabalho é indispensável.
6. Apoio e suporte: por meio de uma liderança renovadora, coaching e que proporcione
retaguarda quanto a orientação, aconselhamento, preparação, capacitação,
direcionamento e impulso às pessoas.
7. Empregabilidade e ocupabilidade: empregabilidade é a capacidade de conquistar e
manter um emprego em uma organização, e a ocupabilidade é a capacidade de manter
uma atualização profissional intensiva e constante que assegure a flexibilidade,
oportunidades de carreira, projetos, tarefas, dentro ou fora da organização.
8. Camaradagem e coleguismo: as pessoas buscam um relacionamento humano
caracterizado pelo respeito mutuo, confiança recíproca e amizade autêntica.
9. Divertimento, alegria e satisfação: traduzidos em um clima organizacional agradável,
descontraído e informal de trabalho em que as pessoas se sentem bem e desejam
permanecer e colaborar.
10. Qualidade de vida no trabalho: traduzida em termos de satisfação no trabalho,
adequação da tarefa, cultura e clima organizacional, espírito de equipe e de
coleguismo, salários e benefícios percebidos, etc.

O que as organizações esperam das pessoas

O trabalho organizacional depende fundamentalmente de pessoas. Embora as organizações


possuam recursos (financeiros, materiais e mercadológicos) e uma infra-estrutura tecnológica
(máquinas, equipamentos e tecnologia), elas necessitam de pessoas para utilizar esses
recursos e operar a tecnologia eficiente e eficazmente. Os recursos e a tecnologia não são
auto-suficientes, eles funcionam como ferramentas ou instrumentos de trabalho das pessoas.
Por isso a necessidade de capacitar as pessoas para que elas acompanhem o rápido
desenvolvimento da tecnologia. Em geral, o que as organizações buscam nas pessoas são
aspectos como:

1. Foco na missão organizacional: é importante que as pessoas conheçam o papel da


organização na sociedade e no ambiente e que possam contribuir para a realização da
missão organizacional. A missão organizacional precisa estar sempre na cabeça e no
coração das pessoas.
2. Foco na visão de futuro: é importante que as pessoas conheçam os objetivos
organizacionais e a visão organizacional desejada para que possam contribuir para o
futuro da organização.
3. Foco no cliente: quando as pessoas estão focadas no cliente podem melhor servir as
interesses deste e contribuir para a sua satisfação.
4. Foco em metas e resultados: mais importante que focar os meios é focar os fins. O
caminho é importante, entretanto mais importante é aonde se pretende chegar.
5. Foco em melhoria e desenvolvimento contínuos: isso significa uma atitude crítica
quanto ao presente e uma preocupação constante de melhorar e melhorar sempre
rumo a perfeição. As organizações estão precisando de pessoas preocupadas em
melhorar e desenvolver métodos e processos, produtos e serviços, agregar valor e criar
riqueza.
6. Foco no trabalho participativo em equipe: o trabalho em equipe – com participação e
envolvimento – tem um efeito multiplicador de talentos e competências. Por essa razão,
o trabalho em equipe está em evidencia nas organizações, seja como células de
produção, equipes autogerenciadas, forças-tarefas, grupos de envolvimento, etc.
7. Comprometimento e dedicação: cada pessoa está sendo entendida como uma
fornecedora de talentos e competências para as organizações e não mais um
funcionário burocrata como antigamente.
8. Talentos, habilidade e competências: cada pessoa contribui com talento, habilidades
e competências pessoas para a organização.
9. Aprendizado e crescimento profissional: a capacidade de aprender e de crescer
profissionalmente é indispensável para que as pessoas mantenham sua
empregabilidade e ocupabilidade no longo prazo em um mundo de negócios em
constante mudança e transformação.
10. Ética e responsabilidade: as pessoas precisam ter uma conduta dentro de um código
de ética e de responsabilidade solidária.