Você está na página 1de 10

ÉTICA E SUSTENTABILIDADE

Implantação Programa Integridade empresa VBN

Novembro/2018
Elaborado por: Wander Marins Opilhar
Disciplina: Ética e Sustentabilidade
Turma: ONL01817-ZOGENT09T1

3
Tópicos desenvolvidos

 Ações ou estratégias comumente utilizadas pelas empresas para assegurar a sua


integridade;
 Obstáculos apresentados pela cultura organizacional para a inclusão de medidas básicas
de proteção aos direitos individuais e coletivos;
 Efeitos ou impactos de ações empresariais antiéticas (caracterizadas pelo desrespeito)
para os stakeholders e a sociedade;
 Soluções que as empresas podem implementar para garantir, de forma ética, os direitos
individuais e coletivos.

4
Apresentação e objetivo

O objetivo deste relatório é sugerir ações empresariais que contribuam para diminuição
do desrespeito aos direitos indivíduais e coletivos na empresa VBN.

Para alcançar o objetivo acima, será apresentando a empresa VBN um conjunto de ações
pautadas em boas práticas nas áreas da Ética, Responsabilidade Social e Governança, mas sem
comprometer suas ações como empresa.

5
Desenvolvimento

Ações ou estratégias comumente utilizadas pelas empresas para assegurar a sua integridade

Desenvolver mecanismos que contemplem ética, boa conduta e integridade, torna-se


uma grande responsabilidade para as empresas em um mundo cada vez mais globalizado e
clemente por boas práticas.

Mas para a correta implantação do programa de integridade será necessário ter acesso a
informações que nem sempre são de fácil acesso, além de ter que conquistar a confiança dos
gestores estratégicos.

A CGU (Controladoria Geral da União) desenvolveu algumas medidas para aplicar um


programa de integridade nas organizações. Entre os pontos principais, podemos destacar:

 Adotar políticas anticorrupção;

 Planejar a implementação dessas políticas;

 Desenvolver um programa anticorrupção detalhado;

 Implementar o programa de integridade;

 Monitorar;

 Avaliar e corrigir.

A partir dos pontos indicados pela CGU, indicamos a VBN implantar as seguintes estratégias:

1 – Engajar a alta gestão

2 – Desenvolver um código de ética e conduta;

3 – Levantar os problemas associados à integridade que mais acontecem;

4 – Iniciar um plano de implementação do programa;

5 – Desenvolver canais de comunicação com os colaboradores para denúncias anônimas;

6 - Definir formas de monitoramento das ações implementadas;

7 – Estabelecer indicadores de desempenho, buscando avaliar a efetividade do programa.

Obstáculos apresentados pela cultura organizacional para a inclusão de medidas básicas de


proteção aos direitos individuais e coletivos

A cultura organizacional representa um forte aliado para aderência de condutas éticas


dentro das organizações, sendo um dos seus principais pilares de sustentação para o programa

6
de integridade, por isso é necessário conhecer com profundidade as práticas organizacionais da
VBN, a fim de que as ações sejam adaptadas para a realidade da empresa. Essa é uma das
razões que faz com que a implantação de cada programa de integridade seja único.

Neste sentido, seguir as legislações ou normas reguladoras, disciplinar as equipes de


trabalho, associar as tecnologias disponíveis e alinhar o perfil de risco da empresa não são os
únicos fatores críticos de sucesso que devem ser administrados pelos profissionais da área. Além
destes, a busca pelo engajamento dos executivos para aderência das diretrizes estabelecidas,
bem como o entendimento de como eles lidam com os problemas e tomam decisões no dia a dia
são determinantes para a construção e reforço de uma cultura ética corporativa.

Para ajudar a VBN na aderência entre a direção da empresa e os seus colaboradores,


buscando implantar de maneira eficaz o programa de integridade, ações de análise e
treinamento durante a implantação do programa de integridade, é fundamental que todos
entendam suas funções dentro da VBN, sua importância e como suas atitudes interferem no
coletivo da empresa.

Para tanto, medidas como a realização de pesquisas sobre oportunidades de melhoria,


treinamento, divulgação via canais de comunicação são ações que podem garantir maior
participação dos colaboradores no processo de implantação do programa.

Efeitos ou impactos de ações empresariais antiéticas (caracterizadas pelo desrespeito) para os


stakeholders e a sociedade

Os comportamentos antiéticos podem surgir nas organizações por diversos fatores


relacionados a competitividade, deixando de lado seus valores pessoais e éticos, além de
sentimentos como a cooperação, colaboração e a solidariedade.

Considera-se que para evitar ou dirimir os comportamentos antiéticos entre os


colaboradores, stakeholders e a sociedade, será fundamental o investimento na educação e
cultura, visando uma formação que desperte a consciência do indivíduo para atitudes éticas.

Portanto, a fim de minimizar os efeitos da imagem de uma empresa antiética, é


recomendável que a VBN mantenha com seus stakeholders externos e internos, e
principalmente a sociedade, ações éticas, que demonstre respeito, responsabilidade social e
sustentabilidade como todos, e que a alta direção tenha compromisso com as ações descritas no
seu programa de integridade.

Soluções que as empresas podem implementar para garantir, de forma ética, os direitos
individuais e coletivos

Seguindo-se a implantação do programa de integridade para garantir os direitos


individuais e coletivos de forma ética, recomendamos a VBN a melhora nos processos da
gorvenança corporativa.

7
Através de um bom sistema de governança corporativa, a VBN melhorará o
relacionamento entre os stakeholders externos, e também os internos. A implantação da
governança corporativa converterá os princípios básicos em ações objetivas, alinhando
interesses com a finalidade de manter o valor no longo prazo, facilitando seu acesso a recursos e
contribuindo para a qualidade da gestão da organização, sua longevidade e o bem comum.

Recomendamos a VBN a adoção de quatro princípios básicos da governança corporativa


que irão resultar na maior confiabilidade dos stakeholders e da sociedade. São eles:

Transparência - Consiste no desejo de disponibilizar para as partes interessadas as informações


que sejam de seu interesse e não apenas aquelas impostas por disposições de leis ou
regulamentos. Não deve restringir-se ao desempenho econômico-financeiro, contemplando
também os demais fatores (inclusive intangíveis) que norteiam a ação gerencial e que condizem
à preservação e à otimização do valor da organização.

Equidade - Caracteriza-se pelo tratamento justo e isonômico de todos os sócios e demais partes
interessadas (stakeholders), levando em consideração seus direitos, deveres, necessidades,
interesses e expectativas.

Prestação de Contas (accountability) - Os agentes de governança devem prestar contas de sua


atuação de modo claro, conciso, compreensível e tempestivo, assumindo integralmente as
consequências de seus atos e omissões e atuando com diligência e responsabilidade no âmbito
dos seus papeis.

Responsabilidade Corporativa - Os agentes de governança devem zelar pela viabilidade


econômico-financeira das organizações, reduzir as externalidades negativas de seus negócios e
suas operações e aumentar as positivas, levando em consideração, no seu modelo de negócios,
os diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental,
reputacional, etc.) no curto, médio e longo prazos.

Considerações finais e recomendações

Embora, aparentemente a implantação de um programa de integridade possa parecer


algo que burocratiza a instituição, ou até gerar gastos adicionais, há que se ressaltar que os
custos por não conformidade podem ser muito maiores e levar a VBN a sofrer desgaste de sua
reputação perante a sociedade.

8
Outro objetivo de implantar um programa de integridade dentro da VBN é garantir que
ela terá uma estrutura capaz de garantir a integridade de suas ações ou ao menos de sinalizar
rapidamente que algo está sendo feito da maneira errada. Assim, o problema pode ser corrigido
a tempo e a reputação da empresa não será colocada em risco. É necessário criar sistemas
efetivos para garantir seriedade e transparência, alinhado a estratégia, visão e missão da VBN.

Portanto, o objetivo deste relatório poderá ser atingido, a partir da implantação das
recomendações indicadas, acompanhadas e executadas, visto que as ações irão contribuir para
diminuição dos abusos exercidos contra o indivíduo e a coletividade, através da adoção de
práticas relacionadas à integridade, sustentabilidade, responsabilidade social e governança
corporativa.

9
Referências bibliográficas

 INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Código das melhores práticas


de governança corporativa. São Paulo: IBGC, 2015.

 LEGAL ETHICS COMPLIANCE: www.lecnews.com.br

 COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SOBRE INOVAÇÃO, TECNOLOGIA E


SUSTENTABILIDADE CRIADA PARA COMPARTILHAR CONHECIMENTO E DESENVOLVER
PROJETOS DISRUPTIVOS: www.efagundes.com

 NOTAS DE AULA

10