Você está na página 1de 28

Antes de embarcar em qualquer jornada, faça a pergunta: Este

caminho tem um coração? Se a resposta é não, você saberá, e


então você deve escolher outro caminho.

BIOGRAFIA

CPIJ – Calábria
02.08.2019
NOSSAS
VIDAS SÃO
HISTÓRIAS

FIRST UP 2
CONSULTANTS
ELEMENTOS
PSICOPEDAGÓGICOS

FIRST UP 3
CONSULTANTS
PRÉ-OPERATÓRIO
• Entre o segundo e o sétimo ano, de • Aliás, prepare-se! Essa também é a fase
acordo com a teoria de Piaget, surge o dos porquês, da personificação (ato de
egocentrismo. Embora as crianças já atribuir características humanas a
tenham um convívio com pessoas que objetos) e da função simbólica (que faz,
não são da família e já consigam por exemplo, um cabo de vassoura ser
desenvolver uma boa comunicação, visto como uma espada), ou seja, o
nesse estágio elas ainda pensam de famoso faz-de-conta. 
acordo com suas experiências
individuais. Portanto, não se assuste
muito com as atitudes egoístas.

FIRST UP 4
CONSULTANTS
0 A 7 ANOS – O NINHO
• 0 a 7 anos – O ninho

O primeiro ciclo é a primeira infância. Aqui está a fase de


individualização. É quando ocorre a construção do nosso corpo,
que já foi separado de nossa mãe, e de nossa mente e
personalidade.

Neste setênio é importante viver o movimento livre, as


brincadeiras e a corrida (sabendo a hora e lugar adequados). A
criança precisa conhecer seu corpo, assim como seus limites. Ela
deverá formar aqui suas percepções de mundo. É por isso que
neste setênio o espaço físico é importante, tal como o espaço do
viver espiritual e o do pensar.

FIRST UP 5
CONSULTANTS
SUGESTÃO: CONTAR HISTÓRIAS

• No 1º setênio, as crianças usam os contos de fadas para responder algumas


dúvidas que surgem na sua vida. Elas ainda não estão familiarizadas com o
pensamento abstrato (racional), portanto a formação de imagens (imaginação)
é a maneira pela qual elas se aproximam do mundo.
• Os contos ajudam a criança a responder o porquê dos problemas, para que
servem os obstáculos, como superar as dificuldades, qual é a melhor caminho,
qual é o melhor momento para da coisa e quando devem pedir ajuda.
• É importante salientar que para uma história manter a atenção da criança,
estimulando sua curiosidade e suas emoções; ela precisa corresponder as suas
expectativas e ansiedades, faça-a reconhecer suas dificuldades e ao mesmo
tempo sugerindo soluções para os seus problemas.
• Assim, o conto de fadas no tom certo irá ter um efeito calmante sobre a
criança, favorecendo a formação do seu corpo físico e preparando-a para a
assimilação posterior de conceitos lógicos.

FIRST UP 6
CONSULTANTS
SUGESTÃO: RELAÇÃO

“Até os sete anos, a criança é bem dependente


dos adultos e o que formará sua confiança é a
qualidade dos cuidados recebidos nesta fase, e
da confiança que estabelecer com esses adultos

FIRST UP 7
CONSULTANTS
SUGESTÃO: BRINCAR NO MUNDO REAL

• O sistema nervoso central e os órgãos dos sentidos estão se desenvolvendo em


ritmo muito acelerado, e o sentido do tato tem importância marcante no
desenvolvimento emocional da criança.
• É pelo toque que a criança vivencia o prazer e o desprazer. Receber carinho,
ser amamentado, aconchegado no colo, ter contato com a água e com a terra e
com animais.
• São estímulos que vão alimentando a confiança. Por outro lado, as
brincadeiras em que não há contato físico, como os jogos ou vídeos no celular
e no tablet, vão gerando uma falta de confiança nos outros e em si mesma, que
vai se refletir na idade adulta.
• Em espaços delimitados e seguros, as crianças desse ciclo precisam explorar,
investigar, correr, pular e brincar. Pega-pega, circuitos, esconde-esconde,
gincanas, construções de fortes... Ajudam a canalizar a energia, ajudando
inclusive na organização em momentos em que precisam caminhar ou manter
a tranquilidade.
FIRST UP 8
CONSULTANTS
OPERACIONAL CONCRETO
• Entre 8 e 12 anos de idade, ocorre o • Nesse período ocorre um entendimento mais
estágio operacional concreto. Nele, a avançado das regras sociais, começa a aflorar
criança já utiliza a lógica para solucionar o senso de justiça e também a reciprocidade.
problemas, mas só os concretos, como Querem direitos e possibilidades e precisam
entender seus deveres.
questões matemáticas ou relacionadas a
objetos físicos. O abstrato ainda é difícil
para eles.

FIRST UP 9
CONSULTANTS
7 A 14 ANOS – SENTIDO DE SI, AUTORIDADE
DO OUTRO

O segundo setênio que vivemos é o que permite um profundo de despertar do


sentimento próprio. Os órgãos que se desenvolve nesta fase são os pulmões e o
coração.

É nesta fase que a autoridade dos pais e também dos mestres ganha um papel de
importância, pois serão eles os mediadores do mundo no qual a criança será
inserida. É importante verificar no entanto que a autoridade excessiva fará a
criança ter uma visão cruel e pesada do mundo.

Contudo, se a autoridade e a cobrança dos país e professores é mais fluída e sem


ressonância, a criança achará que o mundo é libertário, e isso fará com que ela
não tenha os comportamentos perigosos sejam inibidos. É, portanto, o papel dos
adultos determinar a imagem de mundo que a criança terá.

FIRST UP 10
CONSULTANTS
SUGESTÃO: ARTE

• O mundo deve ser apresentado a ela (criança) como uma arte, como algo que
lhe fala ao coração. Com relação às pessoas, essas devem cativá-la (e não
mimá-la); a admiração será uma consequência do respeito e do afeto. O
educador que não faça a atividade que propõe e que não seja caprichoso e
talentoso no seu fazer, infelizmente não será admirado por seus educandos.

• Os objetos devem ser apresentados com sua beleza e suas características


“desenhadas”. Imaginem uma atividade de história: ela pode ser retratada em
roupas e hábitos da época ou datas, com desenhos e quadros que a retratem…

FIRST UP 11
CONSULTANTS
SUGESTÃO: VIVÊNCIA

• No primeiro setênio a “porta de entrada” para a educação é o


querer da criança, e que seu aprendizado acontece, basicamente,
por imitação. Já no segundo setênio, esta entrada se faz através
do sentir, pois nesta fase o aprendizado efetivo ocorre a partir da
vivência dos conteúdos.

• Nesta fase a criança está muito receptiva para imagens, e


qualquer atividade ou saber deve ser apresentado primeiro sob a
forma de imagens. A criança evolui durante este período em
direção a um pensar cada vez mais abstrato, mas a transformação
das imagens e fenômenos em conceitos e regras deve processar-
se aos poucos.

FIRST UP 12
CONSULTANTS
SUGESTÃO: VIVÊNCIA

• Esta evolução em direção à conceituação deve acompanhar o


desenvolvimento das potencialidades do aluno, de forma que seu
interesse pela aula seja sempre mantido.

• A expectativa da criança saudável (e também necessidade das


que sofrem), no segundo setênio, é a de que o mundo seja belo.
Seu grande entusiasmo natural deixa isso muito claro. Cabe ao
educador o grande desafio de apresentar à criança um
mundo digno de sua admiração, de forma artística e criativa,
e com base em uma autoridade carinhosa. 

FIRST UP 13
CONSULTANTS
SUGESTÃO: VIVÊNCIA DO RUBICÃO

• É a partir dos 9 anos que ela começa a se perceber um “eu” separado


de seu meio ambiente, e isso causa uma profunda mudança em seu
comportamento. Torna-se mais insegura, revoltada e crítica, e pouco
imaginativa. Começa inconscientemente a questionar a autoridade
do educador. Antes, ela poderia amá-lo incondicionalmente, mas
agora precisa conquistar um respeito genuíno em sua capacidade de
lhe apresentar o mundo, e em sua força ética e moral. 
• O educador precisa encontrar outras formas de mostrar que as boas
ações devem ser feitas e que as más ações devem ser combatidas.

FIRST UP 14
CONSULTANTS
SUGESTÃO: MITOLOGIA
• “Aos 9 anos, a criança, anteriormente • Estas histórias trazem imagens fortes que
identificada com o mundo ao redor, traduzem essa mudança de consciência
agora passa por um momento muito pela qual a criança está passando, pois
especial, afastando-se cada vez mais falam de honra, coragem, luta e outros
valores fundamentais. Em Salles et al os
da fantasia e do sentimento de
autores nos explicam que “na história de
unidade e integração com a natureza Siegfried, o herói deve forjar a própria
e com seu ambiente. A criança sente- espada, vencer o dragão e libertar a
se só pela primeira vez, sente-se jovem aprisionada pelo fogo: são belas
como indivíduo, separada, criando imagens que já apareceram, de forma
um espaço interno. A tarefa simplificada, em contos de fada, mas que
pedagógica é construir uma ponte agora, com nova roupagem, falam da
entre o espaço interno da criança de 9 luta interior que cada criança trava nesta
anos e o mundo do qual ela está se idade, afastando-se da infância em
afastando.” direção ao seu caminho individual,
tentando superar os impulsos e
conquistar uma postura amorosa e
equilibrada diante do mundo.”

FIRST UP 15
CONSULTANTS
SUGESTÃO: RELAÇÃO

“ Tudo nesta fase para a criança tem que ser emocionalmente


significativo. A atenção da criança é captada pelo amor que ela
sente pelo objeto ou pessoa. Essa fase é de grande importância para
o educador, que deve a todo momento demonstrar que preocupa-se
com o educando, e toda a advertência precisa demonstrar
preocupação e não irritação. Se o educador se preocupa ele
demonstra cuidado e pede esse espelhamento. Se o educador
externa irritação ele clama para que as crianças sejam irritadiças e
briguentas!”

FIRST UP 16
CONSULTANTS
OPERACIONAL FORMAL
• A partir dos 12 -13 anos, a • Vale mencionar que, para Piaget,
aquisição do raciocino lógico é o desenvolvimento mental pode
completada, ou seja, o pré- ser enriquecido por certos
adolescente já é capaz de lidar estímulos e com um ambiente
com questões lógicas e abstratas. adequado para crianças. Assim, o
A partir de então, eles conseguem crescimento delas é beneficiado
criar situações hipotéticas, mesmo em diversos aspectos, fisicamente,
sobre algo que nunca aprenderam, socialmente e até
e também desenvolvem emocionalmente.
possibilidades, teorias e
autonomia.

FIRST UP 17
CONSULTANTS
14 A 21 ANOS – CRISE DE IDENTIDADE

Nesta fase, de puberdade e adolescência, vive-se a busca pela


liberdade. É a fase em que não se quer pais, professores e outros
adultos pegando no seu pé. Aqui o corpo já está formado e é
quando acontecem as primeiras trocas com a sociedade.

Quando se chega neste setênio, o corpo já não necessita mais de


tanto espaço para a locomoção e o ‘espaço’ agora tem outro
sentido, o da possibilidade de ‘ser’ ( aqui vemos o que chamamos
de preguiça de adolescente). É aqui a fase em que se precisa se auto
reconhecer e ser reconhecido. É o momento em que se questiona a
tudo e a todos.

FIRST UP 18
CONSULTANTS
SUGESTÃO: MOSTRAR VALOR PARA SER
ADMIRADO

O jovem agora quer realmente saber o que o professor


conhece de cada assunto, e quer conquistar o mundo das
ideias. Torna-se impiedosamente crítico e tem prazer em pôr
em dúvida as opiniões dos outros e questionar seus motivos.
Assim, o princípio da autoridade, que foi a tônica durante o
segundo setênio, deixa de ter, portanto, qualquer valor
durante o terceiro. Ao contrário, ao forçar qualquer
autoridade sem possuir uma razão justa para isso, o
professor provoca uma atitude de revolta.
FIRST UP 19
CONSULTANTS
SUGESTÃO: ÍDOLOS

É o período de algumas desilusões, quando o jovem percebe


defeitos em pessoas onde antes não os notava, pois agora
quer o mundo verdadeiro. A falta de compreensão e o fosso
que se abre entre as gerações provêm, muitas vezes, da
dificuldade que os adultos têm para corresponder à imagem
ideal que os jovens inconscientemente deles fizeram.

O Jovem agora precisa de ídolos. Muitos vão apresentar


opções, cabe a nós educadores apresentar opções atrativas e
que também os facinem.
FIRST UP 20
CONSULTANTS
SUGESTÃO: ÍDOLOS

É o período de algumas desilusões, quando o jovem percebe


defeitos em pessoas onde antes não os notava, pois agora
quer o mundo verdadeiro. A falta de compreensão e o fosso
que se abre entre as gerações provêm, muitas vezes, da
dificuldade que os adultos têm para corresponder à imagem
ideal que os jovens inconscientemente deles fizeram.

O Jovem agora precisa de ídolos. Muitos vão apresentar


opções, cabe a nós educadores apresentar opções atrativas e
que também os facinem.
FIRST UP 21
CONSULTANTS
SUGESTÃO: IDEAL

O ideal que o educador deve almejar é que, “em vez de sair


da atividade com a cabeça cheia de informações e com o
coração cheio de tédio, o adolescente deve ser formado no
sentido de desejar, com todas as fibras de sua personalidade,
dar uma contribuição para o progresso do mundo”

FIRST UP 22
CONSULTANTS
FIRST UP
CONSULTANTS
FIRST UP
CONSULTANTS
FIRST UP
CONSULTANTS
Abril/Maio/ Junho
Março Inteligência Consolidando
Intra e Inter Pessoal Competências
[Eu e os Outros] [Linguagem, Arte e
Matemática]

Julho/Junho
Dezembro / Janeiro e Colaborando, Co-
Fevereiro criando e
2020 comungando
Avaliação, “Aprender pessoal e comunitariamente: Educar
celebração e [Olimpíadas
para o pleno desenvolvimento da sociedade e da
diversão! Calabrianas e Mês
pessoa na sua integralidade.”
Vocacional]

Setembro/ Outubro/
Novembro Pensando
fora da caixa e
propondo Novidades
[ Naturalismo e
linguagem / lógica
aplicadas]
Planejamento Pedagógico
AGILE

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro

Avaliação do Avaliação do
Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem Modelagem PPA / PPA /
Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Modelagem Modelagem
2021 2021

Planejament
Planejamento Planejament Planejament Planejament Planejament Planejament Planejament Planejament Planejament Planejament
o
Março o Abril o Maio o Junho o Julho o Agosto o Setembro o Outubro o Novembro o P. Verão
Dezembro

Execuçã Març Abril Maio Junho Julho Agosto


Setembr
Outubro
Novembr Dezembr
o o o o o

Roteiro da Etapa de Planejamento


Coordenador e sua Equipe
Etapa de Modelagem – Equipe Etapa de Planejamento e Reunião 1: Reunião 3:
Multidisciplinar: Produção do Projeto: Dia de apresentar os objetivos Dia de checar com cada colega o
Essa é a etapa onde auxiliamos a que desejamos alcançar, temáticas alinhamento do projeto,
Essa é a etapa onde atualizaremos a equipe a produzir um projeto do mês, datas importantes e definições e organização ampla.
visão geral, em uma organização coletivo e individual: atividades da instituição.
pormenorizada do nosso projeto. - Rever o que aprendemos em Reunião 4-6:
- Rever o que aprendemos em nosso último projeto. - Realizar chuva de ideias com Essas reuniões tem foco em
nosso último projeto. - Atualizar objetivos; socialização de conhecimento, acompanhar a produção
- Atualizar objetivos; - Socializar melhores práticas indicações de possíveis projetos e pormenorizada das ideias e
- Socializar melhores práticas para alcance dos objetivos; indicações de atividades que atividades para as três dezenas do
para alcance dos objetivos; - Checar calendário de ajudem a desenvolver os mês.
- Checar calendário de atividades, objetivos do mês.
atividades, - Direcionar planos com Reunião 7:
- Redigir planos com subsídio e subsídio e orientações claras Reunião 2: Encerramento do projeto, dia de
orientações claras para para atingimento de Dia de cada colega partilhar qual acompanhar o fechamento e listar
atingimento de resultados. resultados. o tema e projeto abordará. os aprendizados do ciclo.
Costura de projetos.
FIRST UP
CONSULTANTS
Exemplo de um mês Padrão na Etapa de Planejamento

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo


20 21 22 23
Reunião 1 -
Dia de apresentação
dos objetivos e
chuva de ideias.

24 25 26 27 28 29 1
Reunião 2 - Reunião 3 –
Dia de elencar os Andamento das
projetos individuais. Definições do
projeto.

2 3 4 5 6 7 8
Reunião 4-
Acompanhamento
da primeira dezena
redigida

9 10 11 12 13 14 15
Reunião 5-
Acompanhamento
da segunda dezena
redigida

16 17 18 19 20
Reunião 6- Reunião 7 –
Acompanhamento Fechamento do
da terceira dezena projeto e redação de
redigida. lista de aprendizados

FIRST UP
CONSULTANTS